Página 1 dos resultados de 11333 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Medicamentos e corpo. Consumidores de fármacos: o que pensam e o que sabem...

Santiago, Luiz Miguel de Mendonça Soares
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.96%
A importância de estudar, em quem frequenta instituições de saúde, o que é sabido acerca do medicamento por aqueles a quem são prescritos, assumindo que o bom conhecimento pode ser um factor de melhores resultados terapêuticos económicos e financeiros em saúde, determinou a realização de trabalho de campo, por não haver, até agora, resultados. Objectivo Geral: Verificar o conhecimento dos utilizadores, acerca de medicamentos, através de questionário «Medicamentos e corpo. Consumidores de fármacos: o que pensam e o que sabem...» e de «Beliefs about Medicines Questionnaire – general»; Objectivos Específicos: O conhecimento do que julgam ser um medicamento, a necessidade de tomar medicamentos e as suas determinantes, as expectativas perante uma receita de medicamentos, o que é sabido acerca de como o medicamento actua no organismo, de farmacodinâmica, de farmacocinética e da possibilidade de reacções adversas a medicamentos, bem como o conhecimento quanto ao que é pensado na comparação entre medicamentos e remédios, entendidos como os “chás” (infusões), e outros tratamentos nos quais incluiremos as medicinas naturais e a acupunctura. Em função dos resultados, desenhar intervenção informativa para o universopopulacional e conhecer o impacte da campanha de intervenção pela medição da variação dos resultados nos conhecimentos...

Utilização de medicamentos órfãos em Portugal

Gonçalves, Anabela da Conceição Carvalho
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.93%
A European Medicines Agency (EMEA) estima que existam entre 5.000 e 8.000 doenças raras diferentes, afectando entre 6% a 8% da população europeia. As doenças raras, incluindo as de origem genética, são as que constituem uma ameaça para a vida ou uma incapacidade crónica, e cuja prevalência em toda a população comunitária é inferior a 5 casos por 10.000 pessoas. Segundo este critério, na população portuguesa a prevalência é inferior a 5.000 casos por doença. Desta forma estas doenças constituem um problema de saúde pública, sendo os medicamentos órfãos o primeiro passo para o tratamento. A designação de medicamento órfão é baseada em critérios estipulados no ponto nº 1, do Artigo 3º, do Regulamento (CE) nº 141/2000, de 22 de Janeiro de 2000, do Parlamento Europeu, e destina-se ao diagnóstico, prevenção ou tratamento de uma doença rara. A investigação e o desenvolvimento destes fármacos pela indústria farmacêutica europeia são escassos, devido à falta de incentivos do sistema europeu, contrariamente ao que acontece com o sistema americano e japonês, que vigoram desde 1983 e 1993, respectivamente. O presente estudo, levado a efeito nos hospitais e outras instituições do Serviço Nacional de Saúde português...

Estudo de utilização de medicamentos em idosos atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS); Drug utilization study in elderly people attends by Unique Health System (SUS)

Baldoni, André de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.93%
O Brasil está passando por uma transformação demográfica, com o grupo etário dos idosos crescendo rapidamente no país, e a demanda deste grupo por recursos de saúde é intensa, tanto no que se refere à utilização de serviços de saúde quanto no que diz respeito ao uso de medicamentos. Os medicamentos em idosos se comportam de maneira diferente devido às alterações na farmacocinética e na farmacodinâmica, portanto as reações adversas dos medicamentos (RAM) nesses pacientes podem ocorrer de maneira mais proeminente. A discussão sobre a qualidade da farmacoterapia nesses indivíduos é um tema importante relacionado com a atenção, tendo em vista que o medicamento é considerado um instrumento de recuperação e manutenção da saúde dos indivíduos. Diante disso este projeto de pesquisa tem por objetivo estudar a utilização de medicamentos por usuários idosos do SUS. Para coleta de dados utilizou-se um formulário, previamente padronizado e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (CEP-CSE-FMRP-USP). Com este instrumento entrevistou-se 1000 idosos no período de novembro de 2008 a maio de 2009, os dados relativos a esses pacientes foram lançados no programa estatístico...

Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) e sua influência no acesso aos medicamentos, Município de São Paulo, 2005; National List of Essential Medicaments (RENAME) and its Influency in the Access to Medicaments, São Paulo District 2005

Torreão, Neussana Kellen de Araújo Medeiros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.94%
INTRODUÇÃO:Os medicamentos pertencentes à RENAME têm sua eficácia comprovada são embasados sob critérios técnicos e científicos, e quando prescritos assumem profunda relevância dentro do contexto da saúde pública brasileira, por facilitarem o acesso aos medicamentos.OBJETIVO: Avaliar a associação entre acesso a medicamentos e prescrição segundo a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME). METODOLOGIA: Foram analisadas cópias de receitas médicas obtidas da pesquisa intitulada Experiência de Acesso da População de Baixa Renda a Medicamentos e Genéricos, Município de São Paulo 2005; para as análises estatísticas, foram utilizados os programas Epi-Info 2000 e OpenEpi. RESULTADOS: A média de medicamentos com receita foi de 2,5 / desvio padrão: 1,5479; o percentual de nenhum acesso e acesso parcial ás prescrições, juntos, foi de 54por cento ; nas Unidades Básicas de Saúde foram realizadas mais da metade das prescrições analisadas; a forma farmacêutica predominante foi comprimidos; cerca de 75por cento dos medicamentos estava presente nas listas de medicamentos essenciais, nacional ou municipal; dos medicamentos prescritos, 78por cento foram obtidos e 41por cento , dos que não estavam prescritos...

Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo

Castro, Shamyr Sulyvan; Pelicioni, Americo Focesi; Cesar, Chester Luiz Galvão; Carandina, Luana; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Goldbaum, Moisés
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 601-610
POR
Relevância na Pesquisa
36.93%
OBJETIVO: Analisar o consumo de medicamentos e os principais grupos terapêuticos consumidos por pessoas com deficiências físicas, auditivas ou visuais. MÉTODOS: Estudo transversal em que foram analisados dados do Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP) em 2002 e do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital), realizado em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram estudados segundo as variáveis que compõem o banco de dados: área, sexo, renda, faixa etária, raça, consumo de medicamentos e tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: A percentagem de consumo entre as pessoas com deficiência foi de: 62,8% entre os visuais; 60,2% entre os auditivos e 70,1% entre os físicos. As pessoas com deficiência física consumiram 20% mais medicamentos que os não-deficientes. Entre as pessoas com deficiência visual, os medicamentos mais consumidos foram os diuréticos, agentes do sistema renina-angiotensina e analgésicos. Pessoas com deficiência auditiva utilizaram mais analgésicos e agentes do sistema renina-angiotensina. Entre indivíduos com deficiência física, analgésicos, antitrombóticos e agentes do sistema renina-angiotensina foram os medicamentos mais consumidos. CONCLUSÕES: Houve maior consumo de medicamentos entre as pessoas com deficiências quando comparados com os não-deficientes...

O acesso ao serviço de dispensação e a medicamentos

Soares, Luciano
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 249 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.93%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Florianópolis, 2013; O acesso a medicamentos é um dos pilares dos sistemas de cuidados em saúde, e o constrangimento a esse acesso é um problema a ser superado para se oferecer aos usuários atenção integral à saúde. No Brasil, os custos da aquisição de medicamentos vêm aumentando drasticamente. Contudo, os problemas de efetividade, a frequência de reações adversas e de intoxicações são consequências cada vez mais presentes nas preocupações de gestores do SUS, de profissionais e da população. Essas questões possuem relação com a qualidade dos serviços farmacêuticos, especialmente a dispensação de medicamentos. Assim, o objetivo desta tese é caracterizar a dispensação de medicamento como um serviço de saúde e o acesso à dispensação como um atributo do usuário na atenção à saúde. O desenvolvimento teórico foi realizado por meio de uma pesquisa analítica conceitual, fundamentado na literatura científica. Para analisar o uso do conceito de acesso a medicamentos na literatura, foi realizada uma revisão bibliométrica de estudos publicados até julho de 2011. O modelo Comportamental do Uso de Serviços de Saúde...

Segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica

Monteiro, Ana Sofia da Costa Libânio
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Este relatório de estágio é constituído por três vertentes, sendo o capítulo I referente ao projeto de investigação, o capítulo II correspondente ao estágio em Farmácia Comunitária e o capítulo III respeitante ao estágio em Farmácia Hospitalar. No capítulo I pretende-se avaliar a segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica. Os medicamentos genéricos podem diferir do medicamento de referência em termos dos excipientes presentes nas suas formulações. A informação sobre a exposição da população pediátrica aos excipientes é escassa e dispersa, não existindo até à data estudos que avaliem as consequências da substituição de um medicamento de referência por um medicamento genérico no que diz respeito ao perfil de segurança dos seus excipientes nesta população. Foram analisados 11 medicamentos de referência e 187 medicamentos genéricos. Os excipientes foram identificados a partir do Resumos das Características dos Medicamentos (RCMs) e classificados de acordo com a toxicidade após pesquisa bibliográfica. Efetuou-se uma análise comparativa entre as formulações dos medicamentos de referência e dos respetivos medicamentos genéricos, em termos do número de excipientes capazes de desencadear reações de toxicidade na população pediátrica...

A propaganda de medicamentos voltados à clínica obstétrica e/ou ginecológica e sua influência sobre a prescrição

Dantas, Tayne Anderson Cortez
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas; Bioanálises e Medicamentos Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas; Bioanálises e Medicamentos
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.84%
INTRODUCTION: Drug advertisement stimulates self-medication and irrational use of medicines, especially when it starts to interfere in the prescription. Monitoring advertisements, as well as the observation of its influence on health professionals, prescriptions become necessary because of this public health problem. OBJECTIVE: The aim of this work was to analyze drug advertisements directed to gynecologists and/or obstetricians doctors relating them to the current legislation as well as its influence on prescription. METHODOLOGY: The sample was composed of drug advertisements divulged to the gynecologists and / or obstetricians doctors and was analyzed according to RDC96/2008. To evaluate the influence of advertisement on prescription, a questionnaire was administered to gynecologists / obstetricians doctors and prescriptions of a public maternity were also evaluated. RESULTS AND CONCLUSION: Concerning the advertisements analyzed, 48% complied fully with current legislation and 52% of the advertisements analyzed were in accordance to the RDC No. 96/2008 in most of the items evaluated. The doctors interviewed are used to receive the visits of propagandists, even in the public service, receiving gifts offered by the industry and believe that medicine advertisement tries to influence prescribing. Many of them use the material provided by the propagandist as a source for their prescription...

Análise do padrão do uso de medicamentos em idosos no município de Goiânia, Goiás; Analysis of the pattern of drugs use in the elderly in Goiânia, Goiás

SANTOS, Thalyta Renata Araújo
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde - Medicina Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde - Medicina
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Introduction: The fact of elderly people live in a greater amount with chronic diseases, make the elderly a great consumer of health services and, probably, the most medicated group in the society. In this context serious problems arise, such as the use of multiple medications simultaneously (polypharmacy) that can lead to serious consequences to the elderly health. Another problem is the self-medication, which may exacerbate the associated risks with prescript drugs, delaying a diagnosis and masking a disease. There is, still, the use of drugs considered inappropriate for elderly, either by reducing the therapeutic efficacy or an increased risk of adverse effects that increase the advantages in elderly usage. Objective: Analyzing the pattern of use of medications in aged people in the city of Goiânia-GO, and associate it with socioeconomic aspects and with the self-rated health. Methods: A population-based study and cross-section, that evaluated the health of elderly in the city of Goiânia-GO. The data collection was carried out in December/2009 to April/2010 from 934 elderly. The questionnaire had questions about medications, in addition to information about self-rated health and socioeconomic profile. The drugs groups were classified according to the Anatomical Therapeutic Chemical and Classification-ATC. The inappropriate drugs for elderly were identified according to Beers Criteria. Used Mann Whitney (U) and Chi-square test...

Acesso e uso de medicamentos : inquéritos de saúde como estratégia de avaliação; Access and use of drug : investigations as a strategy for health evaluation

Karen Sarmento Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.95%
Os medicamentos têm sido considerados como componente relevante da integralidade da saúde, uma vez que se constituem em recurso decisivo para reduzir o sofrimento humano e a morbimortalidade. Podem produzir curas, reduzir a dor, prolongar a vida e retardar o surgimento de complicações associadas a doenças. São utilizados como tecnologia custo-efetiva e, por outro lado, podem aumentar os custos na atenção à saúde, quando utilizados de maneira irracional, e levar a reações adversas. O objetivo da presente tese consistiu em analisar, por meio de inquéritos de saúde realizados nas capitais do Brasil e no município de Campinas (estado de São Paulo), o acesso aos medicamentos e seu uso pela população brasileira, entendendo-os como dimensões das políticas públicas de assistência farmacêutica no país. Em um primeiro estudo, utilizando dados de inquérito nacional telefônico (VIGITEL) de indivíduos com 20 anos ou mais de idade, buscou-se analisar o percentual de hipertensos e diabéticos que faziam uso de medicamentos e as fontes que haviam utilizado para a obtenção desses medicamentos, considerando as alternativas: Unidades de Saúde da rede pública, farmácias credenciadas ao Programa Farmácia Popular do Brasil e farmácias/drogarias do setor privado e outros locais. Dos 15.027 hipertensos e 4083 diabéticos entrevistados...

Medicamentos prescritos aos idosos

Aziz, Marina Meneses
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 212 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.96%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2010; Introdução: Uma prioridade nas Políticas de Saúde atuais é garantir o acesso a medicamentos essenciais com qualidade e segurança. Uma estratégia para aumentar o acesso é a seleção de uma lista de medicamentos essenciais. No Brasil, a relação dos medicamentos considerados essenciais é a Relação Nacional de Medicamentos (RENAME), que serve como base para a definição das Relações Municipais de Medicamentos - REMUME. Objetivos: O presente estudo tem por objetivo descrever a prevalência, fatores associados e a forma de acesso aos medicamentos prescritos aos idosos residentes na área urbana do município de Florianópolis, além de comparar essas prescrições com a REMUME. Metodologia: Foi realizado um estudo transversal populacional de base domiciliar com 1.705 idosos residentes na área urbana do município de Florianópolis, Santa Catarina. Os dados sobre medicamentos foram coletados sob duas perspectivas: a do acesso e do não acesso a medicamentos, e o nome de todos os medicamentos utilizados pelo idosos nos 30 dias anteriores à entrevista foram coletados e comparados à REMUME. Todas as variáveis do estudo foram analisadas de forma descritiva por meio de frequência absoluta e relativa. Foram definidas duas variáveis de desfecho: "acesso a medicamentos" e "acesso a medicamentos através do SUS"...

Doenças Raras e Medicamentos Órfãos em Portugal: Impacto Económico dos Medicamentos Órfãos na Região da Beira Interior

Nascimento, Vera
Fonte: Instituto Politécnico do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.95%
Medicamentos órfãos destinam-se ao diagnóstico, prevenção ou tratamento de doenças muito graves ou que causem risco de vida, que são raras e não afetam mais do que 5 em cada 10.000 pessoas na União Europeia. Estes medicamentos são apelidados de órfãos, já que em condições normais de mercado, não existe interesse para as empresas farmacêuticas desenvolver tais medicamentos, devido ao baixo retorno financeiro causado pela raridade. O objetivo deste trabalho consiste em avaliar a utilização de medicamentos órfãos em Portugal e analisar o impacto económico destes medicamentos na região da Beira Interior. Os dados recolhidos permitiram avaliar retrospetivamente o consumo de medicamentos no período de janeiro a dezembro de 2013 em Portugal e em particular nos hospitais: Centro Hospitalar Cova da Beira, Unidade Local de Saúde da Guarda e Unidade Local de Saúde de Castelo Branco. A informação dos dados refere-se ao consumo dos Hospitais e Instituições do Serviço Nacional de Saúde, reportada mensalmente ao INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P.). Foram identificados 48 medicamentos órfãos com Autorização de Introdução no Mercado na Europa, 47 são medicamentos com Autorização de Introdução no Mercado português...

Segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica

Monteiro, Ana Sofia da Costa Libânio
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.94%
Este relatório de estágio é constituído por três vertentes, sendo o capítulo I referente ao projeto de investigação, o capítulo II correspondente ao estágio em Farmácia Comunitária e o capítulo III respeitante ao estágio em Farmácia Hospitalar. No capítulo I pretende-se avaliar a segurança dos excipientes utilizados nos medicamentos genéricos numa população pediátrica. Os medicamentos genéricos podem diferir do medicamento de referência em termos dos excipientes presentes nas suas formulações. A informação sobre a exposição da população pediátrica aos excipientes é escassa e dispersa, não existindo até à data estudos que avaliem as consequências da substituição de um medicamento de referência por um medicamento genérico no que diz respeito ao perfil de segurança dos seus excipientes nesta população. Foram analisados 11 medicamentos de referência e 187 medicamentos genéricos. Os excipientes foram identificados a partir do Resumos das Características dos Medicamentos (RCMs) e classificados de acordo com a toxicidade após pesquisa bibliográfica. Efetuou-se uma análise comparativa entre as formulações dos medicamentos de referência e dos respetivos medicamentos genéricos, em termos do número de excipientes capazes de desencadear reações de toxicidade na população pediátrica...

Gasto do Ministério da Saúde com medicamentos: tendência dos programas de 2002 a 2007; Gasto del Ministerio de la Salud con medicamentos: tendencia de los programas de 2002 a 2007; Ministry of Health's spending on drugs: program trends from 2002 to 2007

Vieira, Fabiola Sulpino
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.97%
OBJETIVO: Analizar la evolución del gasto del Ministerio de la Salud de Brasil con medicamentos. MÉTODOS: El gasto total (agregado) del Ministerio de la Salud con medicamentos y de sus programas (desagregado) fue analizado para el período de 2002 a 2007. Las acciones que financiaron la adquisición de medicamentos fueron obtenidas en el sistema Siga Brasil y clasificadas según los programas de asistencia farmacéutica. Los valores liquidados fueron identificados para cada programa. Para 2006 y 2007, fueron pesquisadas las adquisiciones de anti-retrovirales. Con relación a los medicamentos del Programa de Dispensación en Carácter Excepcional, se confrontaron los datos de la acción presupuestaria con aquellos disponibles en el Sistema Único de Salud. Los valores obtenidos fueron deflacionados aplicándose el Índice de Precios al Consumidor Amplio. Fue efectuado el análisis exploratorio de los datos. RESULTADOS: El gasto en 2007 fue 3,2 veces el de 2002 y la participación del gasto con medicamentos en el gasto total aumentó de 5,4% en 2002 a 10,7% en 2007. El gasto con los medicamentos de la atención básica tuvo aumento de 75% y con medicamentos de los programas estratégicos, de 124%. En caso de los anti-retrovirales el aumento fue de aproximadamente 6%...

Ações judiciais: estratégia da indústria farmacêutica para introdução de novos medicamentos; Acciones judiciales: estrategia de la industria farmacéutica para introducción de nuevos medicamentos; Legal suits: pharmaceutical industry strategies to introduce new drugs in the Brazilian public healthcare system

Chieffi, Ana Luiza; Barata, Rita de Cássia Barradas
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.95%
OBJETIVO: Analisar a concentração na distribuição dos processos judiciais segundo medicamento (fabricante), médico prescritor e advogado impetrante da ação. MÉTODOS: Estudo descritivo que analisou processos judiciais cadastrados em sistema de controle judicial do Estado de São Paulo, em 2006, gastos realizados com o atendimento às ações judiciais e gastos totais de medicamentos. RESULTADOS: Em 2006, foram gastos 65 milhões de reais pelo estado de São Paulo com o cumprimento das decisões judiciais para atender a cerca de 3.600 pessoas. O gasto total em medicamentos foi de 1,2 bilhão de reais. No período estudado foram analisadas 2.927 ações, que foram ajuizadas por 565 agentes, dos quais 549 eram advogados particulares (97,2% do total de agentes). Os medicamentos solicitados nas demandas judiciais analisadas foram prescritos por 878 médicos diferentes. Ao analisar o número de ações ajuizadas por advogado, observa-se que 35% das ações foram apresentadas por 1% dos advogados. CONCLUSÕES: Os dados das ações com os medicamentos classificados pelo seu fabricante mostram que poucos advogados são responsáveis pela maioria das demandas judiciais desses medicamentos. A observação de que mais de 70% das ações ajuizadas para certos medicamentos são de responsabilidade de um advogado pode sugerir uma relação estreita entre o advogado e o fabricante do medicamento.; OBJETIVO: Analizar la concentración en la distribución de los procesos judiciales según medicamento (fabricante)...

Uso de medicamentos do nascimento aos dois anos: Coorte de Nascimentos de Pelotas, RS, 2004; Uso de medicamentos desde el nacimiento hasta los dos años: Cohorte de Nacimientos de Pelotas, Sur de Brasil, 2004; Medicine use from birth to age two years: the 2004 Pelotas (Brazil) Birth Cohort Study

Oliveira, Edilson Almeida de; Bertoldi, Andréa Dâmaso; Domingues, Marlos Rodrigues; Santos, Iná Silva; Barros, Aluísio J D
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.98%
OBJETIVO: Descrever a utilização de medicamentos em crianças aos três, 12 e 24 meses de idade. MÉTODOS: Estudo transversal utilizando dados da Coorte de Nascimentos de Pelotas, RS, de 2004. Foram incluídas 3.985 crianças aos três meses, 3.907 aos 12 meses e 3.868 aos 24 meses de idade. O desfecho considerado foi o uso de medicamentos pelas crianças nos 15 dias anteriores à entrevista. Informações sobre as variáveis independentes (medicamentos utilizados, fonte de indicação, forma de aquisição, regularidade do uso e grupos terapêuticos) foram coletadas por meio de questionário padronizado, em entrevista aos pais nos domicílios. RESULTADOS: As prevalências de uso de medicamentos aos três, 12 e 24 meses foram de 65,0% (IC 95%: 63,5;66,5), 64,4% (IC 95%: 62,9;65,9) e 54,7% (IC 95%: 53,1;56,2), respectivamente. Com o avanço da idade observou-se diminuição no número total de medicamentos utilizados e aumento na automedicação, essa última chegando a 34% aos 24 meses. Também, a freqüência do uso de medicamentos em caráter eventual aumentou e diminuiu a de uso contínuo. Os medicamentos foram adquiridos principalmente com recursos próprios e cerca de 10% foi adquirido pelo Sistema Único de Saúde. Observou-se mudança no perfil dos grupos terapêuticos mais utilizados em função da idade. Aos três meses...

Uso de medicamentos por pessoas com deficiências em áreas do estado de São Paulo; Uso de medicamentos por personas con deficiencias en áreas del Estado de Sao Paulo, Sureste de Brasil; Use of medicines by persons with disabilities in São Paulo state areas, Southeastern Brazil

Castro, Shamyr Sulyvan; Pelicioni, Americo Focesi; Cesar, Chester Luiz Galvão; Carandina, Luana; Barros, Marilisa Berti de Azevedo; Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Goldbaum, Moisés
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.94%
OBJETIVO: Analisar o consumo de medicamentos e os principais grupos terapêuticos consumidos por pessoas com deficiências físicas, auditivas ou visuais. MÉTODOS: Estudo transversal em que foram analisados dados do Inquérito Multicêntrico de Saúde no Estado de São Paulo (ISA-SP) em 2002 e do Inquérito de Saúde no Município de São Paulo (ISA-Capital), realizado em 2003. Os entrevistados que referiram deficiências foram estudados segundo as variáveis que compõem o banco de dados: área, sexo, renda, faixa etária, raça, consumo de medicamentos e tipos de medicamentos consumidos. RESULTADOS: A percentagem de consumo entre as pessoas com deficiência foi de: 62,8% entre os visuais; 60,2% entre os auditivos e 70,1% entre os físicos. As pessoas com deficiência física consumiram 20% mais medicamentos que os não-deficientes. Entre as pessoas com deficiência visual, os medicamentos mais consumidos foram os diuréticos, agentes do sistema renina-angiotensina e analgésicos. Pessoas com deficiência auditiva utilizaram mais analgésicos e agentes do sistema renina-angiotensina. Entre indivíduos com deficiência física, analgésicos, antitrombóticos e agentes do sistema renina-angiotensina foram os medicamentos mais consumidos. CONCLUSÕES: Houve maior consumo de medicamentos entre as pessoas com deficiências quando comparados com os não-deficientes...

Falsificação de medicamentos no Brasil; Falsificación de medicamentos en Brasil; Counterfeiting of drugs in Brazil

Ames, Joseane; Souza, Daniele Zago
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/02/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.94%
OBJETIVO: Identificar os principais medicamentos falsificados apreendidos pela Polícia Federal brasileira e os estados em que houve a apreensão. MÉTODOS: Estudo retrospectivo descritivo dos laudos periciais elaborados por Peritos Criminais da Polícia Federal sobre medicamentos contrafeitos entre janeiro de 2007 e setembro de 2010. RESULTADOS: Os medicamentos com maior número de apreensões foram inibidores seletivos da fosfodiesterase 5, utilizados para tratar a disfunção erétil masculina (Cialis® e Viagra®, em média 66%), seguidos por esteróides anabolizantes (Durateston® e Hemogenin®, 8,9% e 5,7%, respectivamente). A maior parte dos medicamentos falsos foi apreendida nos estados do Paraná, São Paulo e Santa Catarina, com incremento superior a 200% no número de medicamentos inautênticos encaminhados à perícia no período. Houve aumento nas apreensões de medicamentos contrabandeados arrecadados em conjunto com os falsos; 67% das apreensões incluíram no mínimo um medicamento contrabandeado. CONCLUSÕES: A falsificação de medicamentos é um grave problema de saúde pública. A identificação das classes de medicamentos falsos no País e os principais estados brasileiros com essa problemática podem facilitar ações futuras de prevenção e repressão pelos órgãos brasileiros responsáveis.; OBJETIVO: Identificar los principales medicamentos falsificados incautados por la Policía Federal Brasileña y los estados donde hubo incautación. MÉTODOS: Estudio retrospectivo descriptivo de los laudos periciales elaborados por Peritos Criminales de la Policía Federal brasileña sobre medicamentos falsos entre enero de 2007 y septiembre de 2010. RESULTADOS: Los medicamentos con mayor número de incautaciones fueron los inhibidores selectivos de la fosfodiesterasa 5...

Judicialização do acesso a medicamentos no Estado de Minas Gerais, Brasil; Judicialización del acceso a medicamentos en el Estado de Minas Gerais, Sureste de Brasil; Judicialization of access to medicines in Minas Gerais state, Southeastern Brazil

Machado, Marina Amaral de Ávila; Acurcio, Francisco de Assis; Brandão, Cristina Mariano Ruas; Faleiros, Daniel Resende; Guerra Jr, Augusto Afonso; Cherchiglia, Mariângela Leal; Andrade, Eli Iola Gurgel
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.97%
OBJETIVO: Analisar o perfil dos requerentes e dos medicamentos pleiteados em ações judiciais. MÉTODOS: Estudo descritivo sobre 827 processos judiciais com 1.777 pedidos de medicamentos de 2005 a 2006 no Estado de Minas Gerais. Avaliaram-se os tipos de atendimento no sistema de saúde e a representação dos autores junto ao Poder Judiciário. Os medicamentos foram descritos segundo registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária, essencialidade, inclusão programática no Sistema Único de Saúde e evidências de eficácia. RESULTADOS: Mais de 70% dos autores foram atendidos no sistema privado de saúde e 60,3% foram representados por advogados particulares. O diagnóstico mais freqüente foi o de artrite reumatóide (23,1%) e os imunossupressores foram os medicamentos mais solicitados (principalmente adalimumabe e etanercepte). Aproximadamente 5% dos medicamentos pleiteados não eram registrados na Agência, 19,6% estavam presentes na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais, 24,3% compunham o Programa de Medicamentos de Alto Custo e 53,9% apresentavam evidência consistente de eficácia. Dentre os medicamentos não disponíveis no sistema público, 79,0% apresentavam alternativa terapêutica nos programas de assistência farmacêutica. CONCLUSÕES: O fenômeno da judicialização na saúde pode indicar falhas do sistema público de saúde...

Análise técnica para a tomada de decisão do fornecimento de medicamentos pela via judicial; Análisis técnico para la toma de decisiones de abastecimiento de medicamentos por la vía judicial; A technical analysis of medicines request-related decision making in Brazilian courts

Macedo, Eloisa Israel de; Lopes, Luciane Cruz; Barberato-Filho, Silvio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.97%
OBJETIVO: Analisar a solicitação judicial de medicamentos previstos nos componentes da assistência farmacêutica no Sistema Único de Saúde. MÉTODOS: Foram analisados 81 processos judiciais para fornecimento de medicamentos no Estado de São Paulo, entre 2005 e 2009. As informações dos processos foram obtidas do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Portarias que regulamentam a assistência farmacêutica foram consultadas para identificar a solicitação judicial de medicamentos incorporados pelo Sistema Único de Saúde. Para análise do nível de evidência dos medicamentos nas indicações clínicas referidas, foi consultada a base de dados Thomson Micromedex®. RESULTADOS: O número de medicamentos solicitados em cada processo variou entre um e sete itens, nos quais foram identificados 77 fármacos diferentes. Dos medicamentos solicitados, 14,3% deveriam estar disponíveis na atenção básica do Sistema Único de Saúde, 19,5% no componente de medicamentos de dispensação excepcional e 66,2% não pertenciam a nenhuma lista oficial. Medicamentos do componente de dispensação excepcional apresentaram melhor evidência clínica quando indicados no tratamento de doenças cobertas pelos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde. CONCLUSÕES: A via judicial tem sido utilizada para garantir o acesso a medicamentos cujo fornecimento está previsto no Sistema Único de Saúde e para solicitar aqueles não incorporados por ele. A avaliação do nível de evidência reforça a necessidade de análise técnica para a tomada de decisão do fornecimento de medicamentos pela via judicial.; OBJETIVO: Analizar la solicitud judicial de medicamentos previstos en los componentes de la asistencia farmacéutica en el Sistema Único de Salud. MÉTODOS: Se analizaron 81 procesos judiciales para abastecimiento de medicamentos en el Estado de Sao Paulo...