Página 1 dos resultados de 139 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Transport stress in matrinxa, Brycon cephalus (Teleostei : Characidae), at different densities

Carneiro, PCF; Urbinati, Elisabeth Criscuolo
Fonte: Kluwer Academic Publ Publicador: Kluwer Academic Publ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 221-229
ENG
Relevância na Pesquisa
37.78%
Matrinxa, Brycon cephalus, is a native teleost fish from the Amazon Basin, and is of economic importance for cultivation for food and sport in Brazil. Mortality losses due to handling and transport of this stenohaline freshwater species are common. The effects of transportation at different densities on the biochemical stress responses of matrinxa (mean weight 1 kg) were examined. Fish were subjected to three different transport densities (100, 200, and 300 kg m(-3)) for four h in water with added salt (0.6%). The fish were bled at departure (baseline level), arrival (immediately after transportation) and at 24 and 96 h after arrival (recovery period). Blood glucose, cortisol, sodium, chloride, potassium and ammonia were used as stress bioindicators. No mortality was observed and no alterations in plasma cortisol were registered. However, blood glucose and ammonia levels increased and serum sodium and plasma chloride decreased on arrival for the fish transported at the highest densities. These stress responses were transient and the concentrations returned to baseline levels within 24 h. This study showed that matrinxa can be transported at densities as high as those tested in the present study, at least under the conditions employed in this study. A recovery period of at least 24 h is strongly recommended.

Efeito do manejo alimentar no desempenho do matrinxã Brycon amazonicus em tanques de cultivo

Frasca-Scorvo, Célia Maria; Carneiro, Dalton Jose; Malheiros, Euclides Braga
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 621-628
POR
Relevância na Pesquisa
37.99%
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do horário, taxa e freqüência de alimentação no desempenho do matrinxã (Brycon amazonicus) em tanques de cultivo. O trabalho foi realizado no Centro de Aqüicultura da UNESP, Jaboticabal, SP, no período de outubro de 1997 a janeiro de 1998 sendo realizados três ensaios, em tanques de 200m² subdivididos em 4 de 50 m². No ensaio I foram medidos em 3 períodos (manhã-m; meio do dia-md e tarde-t) o consumo de ração, índice de ingestão, tempo de saciação e velocidade de ingestão em peixes com peso médio de 232,13 g, alimentados com ração extrusada (32% de PB). Não foi observada diferença significativa nos parâmetros analisados. No ensaio II, em peixes com peso médio de 233,98 g, foi medido o consumo médio de ração, em intervalos de duas horas, das 07 às 19 horas. O maior consumo ocorreu quando o matrinxã foi alimentado às 17 horas. No ensaio III, durante 57 dias, os peixes foram alimentados uma vez ao dia (m); uma vez ao dia (t); duas vezes ao dia(m/t) e três vezes ao dia (m,md,t). Peixes com peso médio inicial de 322,25 g receberam ração com 32% de PB, na quantidade de 2% do PV. Não foram observadas diferenças significativas no ganho de peso diário (3,17; 2...

Respostas fisiológicas de estresse no matrinxã (Brycon amazonicus) após exercício físico intenso durante a captura

Hoshiba, Márcio Aquio; Gonçalves, Flávio Daolio; Urbinati, Elisabeth Criscuolo
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 445-451
POR
Relevância na Pesquisa
37.99%
Para determinar as respostas de estresse do matrinxã após perseguição com puçá, juvenis (26,7±6,7 g) foram aclimatados em caixas plásticas e submetidos aos tratamentos: Controle (sem perseguição), Perseguição por 2 minutos, Perseguição por 5 minutos, Perseguição por 10 minutos (quatro repetições, N=8/tratamento). Amostras de sangue foram coletadas 15, 30 e 60 minutos após a perseguição para determinação do cortisol, glicose, sódio, cloreto, potássio, hematócrito, hemoglobina, número total de eritrócitos e osmolaridade. O perfil das respostas após o exercício físico dos peixes não mostrou as alterações típicas do estresse. Até 60 minutos após o estímulo, não ocorreram alterações nos níveis sanguíneos de cortisol, glicose e potássio nos peixes dos diferentes tratamentos. Os níveis de cloreto foram reduzidos 15 minutos após a natação forçada, enquanto os níveis do sódio mais baixos foram registrados 60 minutos depois. Houve redução da osmolaridade a partir dos 30 minutos após o estímulo, independente do tempo de perseguição. A natação forçada não interferiu nos indicadores hematológicos, corroborando os outros indicadores usados. Dessa forma, o exercício intenso dos peixes por até 10 minutos não foi estímulo suficiente para gerar respostas de estresse...

Desenvolvimento gonadal de fêmeas de matrinxã, Brycon amazonicus, submetidas a restrição alimentar

Camargo, Antonio Cleber da Silva; Zaiden, Sérgio Fonseca; Urbinati, Elisabeth Criscuolo
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1105-1110
POR
Relevância na Pesquisa
37.99%
O presente estudo avaliou o efeito de ciclos de restrição alimentar e realimentação (2/3 dias), aplicados durante seis meses antes da desova, no desenvolvimento gonadal de matrinxã. Na ocasião da desova, fêmeas alimentadas diariamente e submetidas ao regime alimentar experimental, selecionadas para a indução hormonal, foram sacrificadas para retirada das gônadas e do fígado, com os quais se calculou o IGS (índice gonadossomático) e o IHS (índice hepatossomático), sendo os ovários processados para análise histológica. Não houve alteração no peso relativo dos ovários e fígado, e o desenvolvimento gonadal não foi afetado pelo esquema alimentar. Os valores de IGS foram de 5,09±4,98% e 9,79±4,17% e os de IHS foram de 0,84±0,07% e 0,91±0,11%, para as fêmeas controle e experimentais, respectivamente, sem diferenças significativas entre os grupos. Os ovários de peixes dos dois grupos apresentaram as mesmas características do estádio maduro, com predominância de ovócitos na fase final de maturação, repletos de vitelo. O estudo indica que a restrição alimentar não afetou a preparação das fêmeas para a reprodução e que ciclos adequados de restrição e realimentação poderão ser aplicados na criação do matrinxã...

Efeito do resfriamento sobre a textura post-mortem da carne do peixe matrinxã Brycon cephalus

Suárez-Mahecha, H.; Beirão, L.H.; Francisco, A.; Nakaghi, L.S.O.; Pardo-Carrasco, S.C.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1067-1073
POR
Relevância na Pesquisa
37.87%
Os mecanismos que causam o amolecimento e a perda na textura post-mortem da carne de matrinxã foram determinados por meio das mudanças na microestrutura do músculo, imediatamente após a morte e depois de 12 horas de estocagem a -3°C. As observações na microestrutura, realizadas com microscópio eletrônico de transmissão, foram semelhantes aos resultados obtidos na força de ruptura do músculo medidos com o texturômetro. Os valores da força da ruptura foram menores para a carne após o resfriamento. Observou-se que as fibras do colágeno do tecido conectivo pericelular se desintegraram e que as do colágeno do tecido conectivo do miocommata conservaram sua arquitetura e integridade. Houve pouca degradação da linha Z. Isso sugere que o amolecimento post-mortem da carne de mantrinxã, durante a estocagem a -3°C, é causado pela degradação do tecido conectivo pericelular.; In order to determine the mechanisms that cause the post mortem muscle softness of the matrinxã Brycon cephalus, changes in the micro structure of the muscle were observed immediately after death and after 12 hours of storage at -3º C, measuring the firmness of the flesh with test instruments. Observations by the transmission electron microscope were similar to the results obtained in the breaking strength of the muscle measured with a texturometer. The values of the breaking strength of the fish muscle were smaller after chilling. At the same time...

Physiological responses associated with capture and crowding stress in matrinxã Brycon cephalus (Gunther, 1869)

Da Rocha, Rossineide Martins; Carvalho, Elisa Garcia; Urbinati, Elisabeth Criscuolo
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 245-249
ENG
Relevância na Pesquisa
37.78%
The dynamics of plasma cortisol, blood glucose, plasma chloride and liver glycogen were investigated in matrinxã (Brycon cephalus) submitted to capture and various periods of crowding. A total of 400 fish (700 ± 22 g weight) were distributed in four ponds divided into four 50-m2 squares (25 fish/square, 350 gL-1), where they were acclimated for 30 days. On the sampling day, after 24 h without food, all fish from three squares were transferred to the fourth square. Six fish were sampled before the procedure (control group, zero time) and 1, 3, 6 and 24 h after the capture and crowding. Each sampling was performed in a different pond to prevent additional stress. Fish were anaesthetized and blood and liver collected for biochemical analysis. Water temperature, pH, dissolved oxygen, alkalinity, ammonia and nitrite levels were within acceptable levels for matrinxã rearing. Slight but not significant increases were verified in plasma cortisol and blood glucose levels, as were decreases in plasma chloride and liver glycogen levels. The results suggest that matrinxã is highly tolerant to the procedures of capture and short-term crowding.

Elevação plasmática do cortisol aumenta a agressividade em juvenis de matrinxã, Brycon amazonicus

Serra, Mônica
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 74 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.94%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; A agressividade intraespecífica do matrinxã (Brycon amazonicus) causa perdas por estresse e canibalismo na sua criação em cativeiro; compreender os fatores que influenciam esse comportamento é necessário para a tecnologia de produção desta espécie. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da elevação do nível de cortisol, do gênero e da residência prévia na interação agonística de juvenis de matrinxã. Os peixes foram isolados e alimentados com ração controle ou suplementada com cortisol, e então pareados com co-específicos de mesmo tamanho tratados com ração controle. O pareamento foi feito em aquários neutros ou no aquário do animal tratado, estabelecendo uma relação residente-intruso; após o embate foi feita a sexagem dos peixes para testar o efeito do gênero. Nos animais pareados em território neutro, houve aumento da agressividade causado pela administração do cortisol em comportamentos de agressão direta que definem o vencedor do embate. Igualmente, no estudo dos animais residentes e intrusos, a elevação do cortisol aumentou ainda mais a agressividade e vantagem no embate conferidas pela territorialização. Em relação ao gênero...

Uso da Aloe vera L. no manejo de matrinxã (Brycon amazonicus)

Zanuzzo, Fábio Sabbadin
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iv, 86 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.65%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; Estudos têm revelado que a planta Aloe vera possui muitas substâncias com propriedades farmacêuticas tais como ação cicatrizante, imuno-estimulante, fungicida entre outras. O uso de seu extrato pode ser eficiente no tratamento de problemas advindos do manejo na piscicultura, como no transporte, onde ocorrem injúrias e quadro de estresse com imunossupressão. O presente trabalho avaliou os efeitos da Aloe vera adicionada na água no transporte de juvenis de matrinxã (Brycon amazonicus) em indicadores hematológicos, metabólico e imunológico. Após 48 horas de jejum, peixes foram transportados em diferentes concentrações de Aloe vera (0%; 0,002%; 0,02% e 0,2%) e amostrados antes do transporte (nível inicial – n=8), às 2 horas de transporte (n=10), após 4 horas (na chegada – n=8), 24 e 96 horas depois do transporte (período de recuperação – n=8). Após o transporte, os peixes foram distribuídos, conforme o tratamento, em quatro caixas de 1.000 litros, com fluxo contínuo de água. No sangue total foram determinados o hematócrito, número e volume de eritrócitos, concentração de hemoglobina e atividade respiratória de leucócitos...

Enriquecimento da alimentação das larvas de matrinxã (Brycon amazonicus) com aminoácidos: influência no crescimento inicial e sobrevivência das larvas

Hoshiba, Marcio Aquio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiv, 103 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.87%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Este trabalho avaliou a influência da adição de tirosina, aminoácido precursor dos hormônios tireoidianos, na alimentação de larvas de matrinxã (Brycon amazonicus) por meio de enriquecimento de náuplios de Artemia (Experimento 1) e pelo enriquecimento da ração (Experimento 2) no desempenho zootécnico, redução de canibalismo e sobrevivência. No Experimento 1, os tratamentos foram: náuplios de Artemia não enriquecidos (T1), enriquecidos com 6,5 mg (T2), 13 mg (T3) e 26 mg de tirosina/L (T4) e no Experimento 2: ração comercial - RC (T1), RC enriquecida com 1,5 (T2), 4,5 (T3) e 10,5 g de tirosina/100g RC (T4). As amostragens foram realizadas 36 horas, 1, 3, 6, 9 e 12 dias após inicio da alimentação larval, sendo avaliados peso e comprimento dos exemplares, taxa de crescimento específico, coeficiente de variação do peso e do comprimento, ocorrência de canibalismo (conteúdo estomacal), sobrevivência e morfometria de folículos tireoidianos. No Experimento 1, os tratamentos não afetaram os parâmetros avaliados, possivelmente pela baixa eficiência do método utilizado para o enriquecimento dos náuplios de artemia com tirosina. No Experimento 2...

Dieta natural de Brycon sp. n. “Cristalino” – matrinxã no Parque Estadual Cristalino, região norte de Mato Grosso

Silva, Solange Aparecida Arrolho da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 84 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.65%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; Conhecido como matrinxã, Brycon sp.n. “Cristalino” é uma das espécies ainda não descritas pela ciência. Mesmo sendo apontada como uma das mais promissoras para a piscicultura por apresentar enorme potencial de crescimento e carne nobre. Diante disso, esta pesquisa teve como objetivos: contribuir para o conhecimento da biologia alimentar de Brycon sp. n “Cristalino”, no rio Cristalino – Parque Estadual Cristalino/MT. As coletas foram mensais (03/2004 a 02/2006), em um trecho de coleta no rio Cristalino. Foram obtidas as medidas dos peixes (comprimento padrão, altura, peso, largura da boca, comprimento do intestino). As análises dos conteúdos estomacais foram realizadas segundo métodos de freqüência de ocorrência, freqüência gravimétrica e índice alimentar. Foram coletados 886 exemplares divididos em cinco classes de tamanhos, sendo 117 peixes da classe 1, 131 da classe 2, 199 da classe 3, 273 da classe 4 e 166 da classe 5. A freqüência de ocorrência dos itens encontrados aponta para que a espécie tenha uma dieta bastante variada com 29,64%, 25,76% e 22,70% de estômagos contendo restos vegetais...

Short-term cycles of feed deprivation and refeeding promote full compensatory growth in the Amazon fish matrinxa (Brycon amazonicus)

Urbinati, Elisabeth Criscuolo; Jimenez Sarmiento, Sherezada; Takahashi, Leonardo Susumu
Fonte: Elsevier B.V. Publicador: Elsevier B.V.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 430-433
ENG
Relevância na Pesquisa
37.65%
Developing nutritional strategies that can reduce production costs for the fish industry without affecting productive performance is paramount to make the activity sustainable. We investigated if short-term cycles of feed deprivation and refeeding elicit compensatory growth in matrinxa (Brycon amazonicus) juveniles, using three feeding protocols for 60 days (Phase 1): two levels of deprivation (feed deprivation for two days and refeeding for three - D2R3, or four days - D2R4) and a control level (daily feeding). Following, all fish groups were fed daily at satiation for 15 days (Phase 2). At Phase 1, matrinxa achieved full compensatory growth in both deprivation levels by increasing feed intake and feed efficiency. Overall, deprived fish consumed 40% (D2R3) and 36% (D2R4) less feed than fish fed daily. In Phase 2, growth was similar for all fish. Feed intake increased in both deprived fish, but feed efficiency did not differ among groups and was lower than in Phase 1, indicating a reduced efficiency in feed utilization when food was freely available. We propose that intermittent cycles of feeding represent an effective means to reduce production costs. (C) 2014 Elsevier B.V. All rights reserved.

Preliminary observations on the effect of sudden changes of temperature on survival of young Matrinxã (Brycon cephalus) under laboratory conditions

Guimarães,Sérgio Fonsêca; Storti Filho,Atílio
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 EN
Relevância na Pesquisa
37.87%
Matrinxã is a very promising amazonian fish for fish culture in Brazil. This study is aimed at determining the approximate tolerated temperature range in this species. Groups of ten young matrinxã specimens (15.1±0.8 cm average length and 58.3±10.3 g average weight) were subjected to 9 different temperatures for 24 hours without previous acclimation. Fish were transferred from an initial temperature of 27ºC to those ranging from 12 to 39ºC at 3ºC intervals. Both 12ºC and 39ºC temperatures were lethal for this species with 100% mortality rate. Following 2 minutes of exposure to 39ºC fish changed behavior, showing an increase in opercular movements and erratic swimming; mortality reached 100% after 18 minutes. At 12ºC, fish lost equilibrium immediately after exposure and started swimming erratically; after only 4 minutes fish became lethargic and remained immobile on the bottom of the tank. Total mortality was only evident following 24 hours. At 15ºC matrinxã lost equilibrium after 5 to 6 minutes of exposure but mortality was only 20% after 24 hours. Fish tolerated well temperatures ranging from 18 to 36ºC with 100% survival after 24 hours. This preliminary study suggests that temperatures between 18 and 36ºC are the approximate range normally tolerated by this species...

Effects of clove oil on the stress response of matrinxã (Brycon cephalus) subjected to transport

Inoue,Luís Antônio Kioshi Aoki; Afonso,Luís Orlando B.; Iwama,George K.; Moraes,Gilberto
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 EN
Relevância na Pesquisa
37.94%
Fish transport is one of the most stressful procedures in aquaculture facilities. The present work evaluated the stress response of matrinxã to transportation procedures, and the use of clove oil as an alternative to reduce the stress response to transport in matrinxã (Brycon cephalus). Clove oil solutions were tested in concentrations of 0, 1, 5 and 10 mg/L during matrinxã transportation in plastic bags, supplied with water and oxygen as the usual field procedures in Brazil. Clove oil reduced some of the physiological stress responses (plasma cortisol, glucose and ions) that we measured. The high energetic cost to matrinxã cope with the transport stress was clear by the decrease of liver glycogen after transport. Our results suggest that clove oil (5 mg/l) can mitigate the stress response in matrinxã subjected to transport.

Efeito do manejo alimentar no desempenho do matrinxã Brycon amazonicus em tanques de cultivo

Frasca-Scorvo,Célia Maria; Carneiro,Dalton Jose; Malheiros,Euclides Braga
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.65%
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do horário, taxa e freqüência de alimentação no desempenho do matrinxã (Brycon amazonicus) em tanques de cultivo. O trabalho foi realizado no Centro de Aqüicultura da UNESP, Jaboticabal, SP, no período de outubro de 1997 a janeiro de 1998 sendo realizados três ensaios, em tanques de 200m² subdivididos em 4 de 50 m². No ensaio I foram medidos em 3 períodos (manhã-m; meio do dia-md e tarde-t) o consumo de ração, índice de ingestão, tempo de saciação e velocidade de ingestão em peixes com peso médio de 232,13 g, alimentados com ração extrusada (32% de PB). Não foi observada diferença significativa nos parâmetros analisados. No ensaio II, em peixes com peso médio de 233,98 g, foi medido o consumo médio de ração, em intervalos de duas horas, das 07 às 19 horas. O maior consumo ocorreu quando o matrinxã foi alimentado às 17 horas. No ensaio III, durante 57 dias, os peixes foram alimentados uma vez ao dia (m); uma vez ao dia (t); duas vezes ao dia(m/t) e três vezes ao dia (m,md,t). Peixes com peso médio inicial de 322,25 g receberam ração com 32% de PB, na quantidade de 2% do PV. Não foram observadas diferenças significativas no ganho de peso diário (3,17; 2...

Physiological stress responses in the warm-water fish matrinxã (Brycon amazonicus ) subjected to a sudden cold shock

Inoue,Luis Antonio Kioshi Aoki; Moraes,Gilberto; Iwama,George K.; Afonso,Luis Orlando Bertola
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 EN
Relevância na Pesquisa
37.87%
The present work evaluated several aspects of the generalized stress response [endocrine (cortisol), metabolic (glucose), hematologic (hematocrit and hemoglobin) and cellular (HSP70)] in the Amazonian warm-water fish matrinxã (Brycon amazonicus ) subjected to an acute cold shock. This species farming has been done in South America, and growth and feed conversion rates have been interesting. However, in subtropical areas of Brazil, where the water temperature can rapidly change, high rates of matrinxã mortality have been associated with abrupt decrease in the water temperature. Thus, we subjected matrinxã to a sudden cold shock by transferring the fish directly to tanks in which the water temperature was 10ºC below the initial conditions (cold shock from 28ºC to 18ºC). After 1h the fish were returned to the original tanks (28ºC). The handling associated with tank transfer was also imposed on control groups (not exposed to cold shock). While exposure to cold shock did not alter the measured physiological conditions within 1h, fish returned to the ambient condition (water at 28º C) significantly increased plasma cortisol and glucose levels. Exposure to cold shock and return to the warm water did not affect HSP70 levels. The increased plasma cortisol and glucose levels after returning the fish to warm water suggest that matrinxã requires cortisol and glucose for adaptation to increased temperature.

Respostas fisiológicas de estresse no matrinxã (Brycon amazonicus) após exercício físico intenso durante a captura

Hoshiba,Márcio Aquio; Gonçalves,Flávio Daolio; Urbintati,Elisabeth Criscuolo
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.65%
Para determinar as respostas de estresse do matrinxã após perseguição com puçá, juvenis (26,7±6,7 g) foram aclimatados em caixas plásticas e submetidos aos tratamentos: Controle (sem perseguição), Perseguição por 2 minutos, Perseguição por 5 minutos, Perseguição por 10 minutos (quatro repetições, N=8/tratamento). Amostras de sangue foram coletadas 15, 30 e 60 minutos após a perseguição para determinação do cortisol, glicose, sódio, cloreto, potássio, hematócrito, hemoglobina, número total de eritrócitos e osmolaridade. O perfil das respostas após o exercício físico dos peixes não mostrou as alterações típicas do estresse. Até 60 minutos após o estímulo, não ocorreram alterações nos níveis sanguíneos de cortisol, glicose e potássio nos peixes dos diferentes tratamentos. Os níveis de cloreto foram reduzidos 15 minutos após a natação forçada, enquanto os níveis do sódio mais baixos foram registrados 60 minutos depois. Houve redução da osmolaridade a partir dos 30 minutos após o estímulo, independente do tempo de perseguição. A natação forçada não interferiu nos indicadores hematológicos, corroborando os outros indicadores usados. Dessa forma, o exercício intenso dos peixes por até 10 minutos não foi estímulo suficiente para gerar respostas de estresse...

LD5o of the bacteria Aeromonas hydrophila to matrinxã, Brycon amazonicus

Oliveira,Sarah Ragonha de; Souza,Rondon Tatsuta Yamane Baptista de; Brasil,Elenice Martins; Andrade,Jaqueline Inês Alves de; Nunes,Érica da Silva Santiago; Ono,Eduardo Akifumi; Affonso,Elizabeth Gusmão
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 EN
Relevância na Pesquisa
37.65%
In order to determine the lethal dose (96-h LD50) of the bacteria Aeromonas hydrophila to matrinxã, Brycon amazonicus, to be applied in challenge tests, 90 fish (63.23 ± 6.39 g) were divided into five treatments, with different bacterial solutions: T1 - Control (0.9% NaCl saline solution); T2 (4 x 10(11) cells/ mL); T3 (5 x 10(11) cells/ mL); T4 (1.36 x 10(12) cells/ mL) and T5 (3.06 x 10(12) cells/ mL). Fish were previously anesthetized with benzocaine (60 mg L-1), inoculated in the peritoneal cavity with the bacterial suspensions and then distributed into fifteen 80-L test chambers, where the water variables were monitored and fish mortality was observed. The experiment was randomly designed in three replicates and the 96-h LD50 was estimated according to the trimmed Spearman-Karber method. Water quality variables remained within adequate ranges for fish health and performance. Fish mortality rate increased with the bacterial concentrations of A. hydrophila (T1 = 0%; T2 = 16.66%; T3 = 44.44%; T4 = 72.22% and T5 = 100%), and the first mortalities were observed after 57 h, although the signs of the bacterial infection were already observed 24 h after the inoculation. The results indicate that the 96-h LD50 value of A. hydrophila to matrinxã is 6.66 x 10(11) cells/ mL.

Acute toxicity of nitrite to matrinxã, Brycon cephalus (Günther, 1869), (Teleostei-Characidae)

Avilez,Ive Marchioni; Aguiar,Lucia Helena de; Altran,Alexandre Eneas; Moraes,Gilberto
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 EN
Relevância na Pesquisa
37.78%
Nitrite leads to many physiological and hematological disturbances followed by lethality. This work reports the lethal concentration of nitrite to juvenile matrinxã. Experiments were done at 24ºC, pH 6.7-7.0 under natural photoperiod. Fish were exposed to 0.2- 0.5- 1.0 and 2.0mg L-1 of nitrite N-NO2 for 96h. The 96-h LC50 of nitrite-N was calculated by the trimmed Spearman-Karber method (0.86±0.05mg L-1; 0.57-1.30 to 95%CI) and it was concluded that matrinxã is very sensitive to environmental nitrite. Therefore, care must be taken to prevent accumulation of nitrite in intensive culture systems of matrinxã.

Interação do exercício de natação sustentada e da densidade de estocagem no desempenho e na composição corporal de juvenis de matrinxã Brycon amazonicus

Arbeláez-Rojas,Gustavo Alberto; Moraes,Gilberto
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.78%
O objetivo deste estudo foi estimar o efeito da densidade de estocagem associada ao exercício de natação moderada no desempenho e na composição corporal de juvenis de matrinxã (Brycon amazonicus). Foram utilizados peixes com comprimento e peso médio inicial de 12,3±0,5cm e 18,4±0,1g, os quais foram distribuídos ao acaso em dois grupos: o primeiro grupo de peixes foi estocado em três densidades correspondendo a 88, 176 e 353 peixes m-3 e foi condicionado a nadar a uma velocidade de 1,0cc s-1 (comprimento corporal por segundo) em tanques circulares de 250L, durante 70 dias. O segundo grupo de peixes foi mantido nas mesmas densidades em água parada (sem exercício) perfazendo no total seis tratamentos com três repetições. Foram estimados parâmetros de desempenho e da composição corporal, particularmente do músculo branco e do músculo vermelho de ambos os grupos. Os resultados mostraram que o exercício e a densidade afetaram significativamente o crescimento e a composição dos músculos do matrinxã. O grupo de peixes criados sob exercício moderado na densidade de 176 peixes m-3 apresentou melhor desempenho (P<0,05), que se refletiu em maior crescimento e uniformidade do peso, além de melhor fator de condição...

Respostas metabólicas do matrinxã submetido a banhos anestésicos de eugenol.

BARBOSA, L. G.; MORAES, G.; INOUE, L. A. K. A.
Fonte: Acta Scientiarum. Biological Science, Maringá, v. 29, n. 3, p. 255-260, jul./set. 2007. Publicador: Acta Scientiarum. Biological Science, Maringá, v. 29, n. 3, p. 255-260, jul./set. 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.78%
O matrinxã (Brycon amazonicus) é uma espécie de interesse comercial. Porém, este peixe movimenta-se em excesso durante práticas de manejo, podendo sofrer ferimentos e perdas de escamas que, muitas vezes, resultam em taxas elevadas de mortalidade. O eugenol, principal componente do óleo de cravo, tem sido bastante utilizado como um anestésico alternativo para peixes por ser um produto natural e de baixo custo. Entretanto, estudos que tratam de respostas metabólicas, em peixes tropicais expostos a diferentes anestésicos, são ainda necessários. Dentro deste intuito, o presente trabalho avaliou respostas metabólicas do Brycon amazonicus ao eugenol, em simulações de banhos anestésicos. A demanda metabólica do matrinxã foi suprida principalmente pelo catabolismo de aminoácidos. Respostas típicas ao estresse foram detectadas por causa do manuseio imposto aos peixes para a realização dos banhos anestésicos. O eugenol não reduziu totalmente essas reações ao estresse. Por outro lado, esse anestésico não provocou estresse adicional em virtude de sua presença em exposições curtas de até 60 mg L-1 por 10 min. O eugenol proporciona segurança aos trabalhadores durante práticas de manejo, sem maiores prejuízos ao matrinxã.; 2007