Página 1 dos resultados de 158 itens digitais encontrados em 0.062 segundos

Ilustración y reforma de la teología en Portugal en el siglo XVIII; Enlightenment and Theology Reform in Portugal in the XVIIIth century

Araújo, Ana Cristina
Fonte: Ediciones Universidad de Salamanca Publicador: Ediciones Universidad de Salamanca
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
86.08%
El debate sobre la racionalidad intemporal de la verdad compromete, en el siglo XVIII, la unidad del campo teológico. Al margen de la Escolástica, la renovación de esta área del saber supone valorar la Exégesis bíblica, la Historia Eclesiástica y la razón crítica. En Portugal, fray Manuel del Cenáculo Vilas Boas, Luís António Verney y los miembros de la Junta da Providência Literária, contribuyen, con sus ideas y proyectos de reforma, a modernizar la enseñanza conventual y universitaria de los estudios de Teología. En este proceso, la reforma de la Universidad de Coimbra (1772) señala también el triunfo del regalismo de la época del marqués de Pombal.; In the 18th century the discussion around truth’s timeless rationality compromises the theological field’s unity. Aside scholasticism, this knowledge area’s renewing goes through biblical Exegesis, ecclesiastical history’s and critical reason’s valorization. In Portugal, Frei Manuel do Cenáculo Vilas Boas, Luis Antonio Verney and the member of the Junta da Providência Literária contribute, with their reformist ideas and projects, to the modernization of Theology’s conventual and universitarian teaching. In this process, the University of Coimbra’s reform (1772) also marks the Pombalist regalism’s triumph.

O concelho de Pombal nos finais do Antigo Regime : aspetos demográficos e sociais (1782-1834)

Marques, António Manuel Erse
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
86.27%
A presente dissertação insere-se na área de estudo da reconstituição de comunidades históricas e reconstituição de histórias de vida. A paróquia de S. Martinho de Pombal, que coincide com o concelho de Pombal, de 1782 a 1834, tal como todas as outras durante o Antigo Regime, não era delimitada por marcos ou divisórias como as propriedades senhoriais. O centro referencial era a igreja, neste caso particular, a Igreja Matriz de S. Martinho. A maior parte dos elementos compulsados para a composição deste trabalho, designadamente os concernentes à população, foram os registos paroquiais que, apesar de apresentarem algumas lacunas, nos permitem traçar percursos de vida desde o seu início até ao seu inexorável epílogo. Destaca-se também o importante e fulcral papel que desempenharam as instituições como pólos agregadores e protetores da sociedade. Abordamos também a importância dos poderes senhoriais caraterísticos do Antigo Regime que, sendo detentor dos principais meios de produção lhe permitiu uma hegemonia feroz só terminada com o surgir do Liberalismo. Não podíamos também deixar de incluir com algum pormenor neste trabalho, a passagem da 3ª invasão francesa por Pombal e a devastação daí decorrente. Finalmente terminamos com uma abordagem aos tempos do Liberalismo...

Massacres ou martírios do Marquês de Pombal

Franco, José Eduardo
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
96.27%
Este texto pretende analisar a utilização da repressão e do massacre como estratégia da aplicação eficaz de medidas políticas pragmáticas e reformistas no quadro da acção política do governo do Marquês de Pombal. Estudamos a questão dos massacres da política pombalina na perspectiva das leituras divergentes do significado e valor do período pombalino no contexto da recepção de Pombal na Cultura Portuguesa: a leitura filopombalina e a antipombalina. Esta última sobrevaloriza a crueldade do governo absolutista e despótico do Ministro de D. José I, e a primeira tende a matizar o impacto das repressões pombalinas.

A postura de Eça de Queirós à luz dos debates educacionais em Portugal; Eça de Queirós posture in the presence of educational debates in Portugal

Sousa, Marcio Jean Fialho de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
86.09%
A questão educacional sempre foi pauta de debate nos meios intelectuais portugueses do século XVIII e XIX. Muitos se propuseram a escrever e refletir sobre a educação formal em Portugal, porém pouco foi feito de modo efetivo, o que praticamente obrigava os intelectuais a repensarem as suas teorias. Na segunda metade do século XVIII, Ribeiro Sanches e Luís António Verney apresentaram algumas propostas que, posteriormente, acabaram também sendo utilizadas pelo Marquês de Pombal. No século XIX, muitos outros intelectuais colaboraram com esse debate: Mousinho de Albuquerque, Passos Manuel, Castilho, Garrett e Herculano, são alguns dos nomes que trouxeram a questão à baila na primeira metade dos Oitocentos. Já, a partir das Conferências do Casino Lisbonense (1871), outra geração entra em cena e continua fomentando o debate sobre os problemas da instrução pública em Portugal. É a partir dessa época que Eça de Queirós registra seu contributo ao discursar, na famosa conferência, sobre o novo estilo literário e, em seguida, disponibilizar nAs Farpas as suas críticas à educação portuguesa, críticas essas que ganham uma nova roupagem no texto Um gênio que era um santo Antero de Quental, em O francesismo, e nas crônicas destinadas à Gazeta de Notícias do Rio de Janeiro. Dessa forma...

As práticas judiciais locais e a lei da boa razão: os autos cíveis de Sorocaba, segunda metade do século XVIII.; The local judicial practices and the law of good reason: the civil cases of Sorocaba, in the second half of the eighteenth century

Friedmann, Daniel Isaac
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.23%
Na segunda metade do século XVIII, Portugal e seus domínios ultramarinos experimentaram uma ampla tentativa de reestruturação, tendo o Marquês de Pombal como um dos principais artífices deste processo. A reforma empreendida foi substancialmente influenciada por uma mentalidade ilustrada e alcançava, entre outros aspectos, as práticas judiciais. Por meio da análise da vida jurídica local e de sua adequação à lei da boa razão, a qual sintetizava as transformações pretendidas no campo do direito e na atitude dos agentes responsáveis por sua aplicação, buscou-se medir a repercussão das medidas adotadas pelos idealizadores do projeto em uma vila colonial.; During the second half of the XVIII century, Portugal and it's ultramarine domains experimented an extensive attempt of reconstruction. One of the main architect of this process was the Marquis of Pombal. This reform was considerably influenced by an advanced and enlightened mentality. Amongst other aspects, it comprised juridical practices. The law of good reason synthesized the desired transformations in the field of law and the attitudes of the agents responsible for it's application. The analysis of the adequacy of this law to the local juridical practice intended to measure the repercussion of the reform in a colonial village.

As sombras das luzes e os pecados da escolástica

Cardoso, Patrícia Regina de Morais Bertolucci; Silva, Marcela Verônica da; Moraes, Carlos Eduardo Mendes de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 384-395
POR
Relevância na Pesquisa
76.31%
When we compare the policy actions taken in the reigns of Dom João V in the first half of the eighteenth century and Dom José I (assisted by Marquês de Pombal) in the third quarter of the same century, we can observe the transition from scholastic, first reign vision gradually paths to an economic -scientific bias, reflecting a position toward the lights. Three narratives were chosen demonstrate this movement by the relations established between them: O Caramuru, the conservative position, and O Uraguai and O Desertor, takes position in favor of Lights.; Ao confrontarmos as ações políticas praticadas nos reinados de Dom João V, na primeira metade do século XVIII e de Dom José I (assessorado pelo Marquês de Pombal) no terceiro quartel do mesmo século, observa-se o processo de transição de uma visão política e administrativa cujos envolvidos demonstravam uma formação escolástica, no primeiro reinado, para um viés econômico-científico, refletindo uma tomada de posição em direção às luzes. Três narrativas foram escolhidas para ilustrar este momento demonstram esse movimento: O Caramuru, de posição conservadora, O Uraguai e O Desertor, assume posição em favor das luzes.

O “terramoto” pombalino e a campanha de “desjesuitização” de Portugal

Franco, José Eduardo
Fonte: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa Publicador: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
86.17%
Este artigo pretende compreender o processo de expulsão dos jesuítas pela mão política do Marquês de Pombal, problematizando as suas motivações e analisando o processo subsequente de desjesuitização de Portugal.; This paper intends to understand the process of expulsion of the Jesuits by political hands of marquis of Pombal, discussing his motivations and analyzing the subsequent process of “unjesuitization” of Portugal.

Loucas relações entre Clemente XIV e Pombal sobre a extinção da Companhia de Jesus

Lopes, António
Fonte: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa Publicador: Centro de Estudos de História Religiosa - Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
86.35%
O autor, tendo por base a documentação publicada nas obras “Collecção dos Negocios de Roma...” e “Portugal em Roma”, esta última da responsabilidade de José de Castro, aborda a correspondência trocada entre o papa Clemente XIV e o Marquês de Pombal nos anos que vão de 1769 a 1774. A correspondência documenta a comunicação entre ambos, envolvendo a troca de presentes e de expressões de cortesia. É dada relevância à correspondência que refere o processo de elaboração e de transmissão do breve “Dominus ac Redemptor”, pelo qual é extinta a Companhia de Jesus, e ao papel das figuras do Comendador Francisco de Almada de Mendonça (primo do Marquês de Pombal) e de Mons. Vicente Macedónio (Secretário da Congregação dos Ritos) neste mesmo processo.; The author, based on the documents published at the Collecção dos Negocios de Roma... and Portugal em Roma, the last one edited by José de Castro, considers the correspondence between the pope Clement XIV and Marquis of Pombal from 1769 to 1774. This correspondence documents the communication between both them, involving mutual change of gifts and expressions of courtesy. The article points out the correspondence referring the process of elaboration and transmission of the brief Dominus ac Redemptor...

Fundamentos para uma proposta de musealização da Capela de Nª Sª das Mercês do Palácio do Marquês de Pombal em Oeiras

Monereo, Carla Mariza Batalha Garcia, 1967-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 29/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.28%
This dissertation Museography in Museology and aims to contribute as a basis for a pro- posed musealization Chapel of Oeiras sumptuous palace of the Marquis of Pombal, Conde de Oeiras, a place of worship, which we see as a big container values, customs, people and traditions. Elements, all assets essential to the achievement of the project defended. In the opinion of the acquis architectural, artistic and historical, the palace is closely related to the work of Sebastião José Carvalho e Melo , Minister of D. José. This research results from personal taste by the palace chapel of Oeiras , in particular the decorative arts , the clear interest in developing new initiatives for the dissemination of the artistic heritage and apply the knowledge acquired in the Master in Museology and Museo- graphy. This is a case study which analyzes in situ the work assigned by Italian artist Giovanni Gros- si, taking into account their integration in spaces stucco wall of the chapel, established as a strategy , the study of the characteristics of their work. Consider the scientific studies on the art of stucco work, within the decorative arts and buildings that have compared the orna- mental plaster and decorative function in its interior, whose authorship has been attributed to the plasterer. We identify the technical craft of estucaria...

Modelo 3D da estrutura da falha Marquês de Pombal

Gafeira, Joana; Borraccini, F.; Terrinha, Pedro; Zitellini, N.
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /07/2003 POR
Relevância na Pesquisa
106.23%
A falha Marquês de Pombal (FMP) desde que foi referida por Zitellini et al. (1999) como sendo a estrutura sismo-tsunamigénica do sismo de Lisboa de 1755, foi objecto de estudo de várias campanhas oceanográficas. A correlação entre as linhas sísmicas de reflexão, obtidas em três dessas campanhas (ARRIFANO-1992, BIGSETS-1998 e TTR10-2000), que intersectam a FMP, num total de 11 linhas, acrescida pelo trabalho de conversão em profundidade e reconstituição da deformação compressiva agora apresentado, permitiu pormenorizar a geometria da estrutura da FMP. Esta falha trata-se de um cavalgamento activo, com ruptura superficial de ~60km, situado a sudoeste do Cabo de S. Vicente onde se evidencia o desvanecimento gradual da falha a sul e terminação abrupta contra uma possível falha de transferência a norte.

Tavira, o Marquês de Pombal e a fábrica de tapeçarias

Mesquita, José Carlos Vilhena
Fonte: Câmara Municipal de Tavira Publicador: Câmara Municipal de Tavira
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
106.26%
Trata-se de um trabalho destinado a revelar a existência no Algarve, mais propriamente em Tavira, de uma importante unidade fabril destinada a produzir tapeçarias, segundo a técnica francesa aplicada em Aubusson. São aqui também reveladas, com recurso a imagens e documentos de arquivo, dados a público em primeira mão, as primeiras tapeçarias fabricadas em Tavira, assim como as razões que forçaram o encerramento desta notável unidade fabril.; A acção política do marquês de Pombal na 2ª metade do séc. XVIII teve como objectivo a centralização do poder no Estado-Pessoa. Porém, quase em simultâneo, desenvolveu iniciativas de fomento económico que, em grande parte, contribuíram para um vasto programa de reformas, quer na organização da administração pública, quer no ordenamento social, introduzindo ideias e projectos que se assemelham, em certa medida, à revolução iluminista. O fomento do sector industrial foi um dos sectores de maior sucesso e grande dinamismo económico durante o seu consulado. A cidade de Tavira foi contemplada com o apoio à instalação de uma unidade fabril dedicada à produção de tapeçarias. Razões de vária ordem, nomeadamente o afastamento do Marquês do poder, contribuíram para o insucesso mercantil e encerramento desta unidade industrial...

Mediações entre a fidalguia portuguesa e o Marquês de Pombal: o exemplo da Casa de Lavradio

Santos,Fabiano Vilaça dos
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
106.31%
Este artigo aborda as relações entre o marquês de Pombal e a fidalguia portuguesa, tomando como exemplo a Casa representada pelo 2º marquês do Lavradio. A análise privilegia uma perspectiva de mediação, em lugar do conflito, contrapondo-se à vertente mais tradicional da historiografia que enfatiza os atritos entre Pombal e a nobreza de linhagem.

A educação brasileira no período pombalino: uma análise histórica das reformas pombalinas do ensino

Maciel,Lizete Shizue Bomura; Shigunov Neto,Alexandre
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
76.23%
Os autores, por meio de um recorte histórico, apresentam um estudo de caráter bibliográfico, a partir do qual analisam o ensino brasileiro, ao focalizar especialmente a proposta de reforma educacional realizada por Marquês de Pombal. Nessa análise, apontam para as conseqüências da proposta pombalina para a educação brasileira e portuguesa, em cujo contexto social estavam presentes idéias absolutistas, de um lado, e idéias iluministas inspiradoras de Pombal, de outro lado. Os estudos estão centrados na fase governativa de Pombal, isto é, como ministro da Fazenda do rei D. José I e, como tal, buscou empreender reformas em todas as áreas da sociedade portuguesa, inclusive atingindo o Brasil como colônia, visando dar-lhe uma unidade. A análise crítica converge para a afirmação de que a reforma pombalina foi desastrosa para a educação brasileira e, em certa medida, também para o sistema educacional português. Tal afirmação está fundamentada na seguinte questão - destruição de uma organização educacional já consolidada e com resultados seculares dos padres da Companhia de Jesus, ainda que contestáveis do ponto de vista social, histórico, científico, sem que ocorresse a implementação de uma nova proposta educacional que conseguisse dar conta das necessidades sociais. Portanto...

Nos labirintos da governança: a administração fazendária na capitania de Pernambuco (1755-1777)

Silva, Clarissa Costa Carvalho e; Souza, George Félix Cabral de (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
96.08%
A Fazenda Real sempre requereu muito cuidado dos monarcas que sucederam o trono de Portugal. Independente do tipo de administração que esses governos adotaram, desde o século XIV, percebeu-se o nascimento de instituições que buscaram conduzir com precisão a esfera fiscal não apenas no Reino, como também em suas colônias, no decorrer dos séculos. Dessa maneira, o trabalho que aqui se apresenta tem como finalidade analisar os enredos da administração fazendária em um dos domínios ultramarinos portugueses, a capitania de Pernambuco entre os anos de 1755 a 1777. Baseado em estudos acerca da criação e funcionamento do primeiro órgão fazendário criado em Portugal e àqueles que foram sendo instituídos com o passar do tempo, buscamos identificar quais as semelhanças e diferenças entre os mesmos e a Provedoria da Fazenda instalada na capitania de Pernambuco. Simultaneamente a isso e reconhecendo o cenário das reformas fiscalistas empreendidas pelo Marquês de Pombal, procuramos também reconhecer atividades ilícitas que ocorreram nessas instituições e que levaram à instalação da Junta de Administração e Arrecadação da Fazenda Real na capitania de Pernambuco no ano de 1769.

Museu de lanifícios da Universidade da Beira Interior: propostas de intervenção museológica

Oliveira, Ana Sofia Marques
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.14%
Das ruínas das antigas fábricas de lanifícios, reflexos da desindustrialização, despoletou a instituição responsável pelo renascimento da cidade, e que se se transformou ela própria uma marca inapagável da história da Covilhã: a Universidade da Beira Interior, que se tornou, ao tomar parte deste património, igualmente, responsável pela história da cidade, assumindo como encargo a salvaguarda e preservação dos vestígios que herdou desta forma de produção têxtil milenar. A UBI teve o mérito de valorizar a Covilhã, criando o Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior, responsável pela salvaguarda da área das tinturarias da antiga manufatura de estado, fundada pelo Marquês de Pombal, em 1764. O Museu garante a preservação, manutenção e divulgação deste património, o instrumento mais eficaz na transmissão da história e dos factos em torno do labor às gerações seguintes, honrando as memórias dos construtores desta indústria e os vários momentos dessa construção. No entanto, nem sempre os mais jovens, temporalmente afastados desta importante industria, demonstram o interesse que seria esperado pelo Museu, que, para se tornar suficientemente atrativo, carece de uma constante adaptação. Neste contexto...

A dimensão iluminista da reforma pombalina dos estudos: das primeiras letras à universidade; The illuminist dimension of the pombaline reform of studies: from literacy to the university; La dimensión iluminista de la reforma pombalina de los estudios: de las primeras letras a la universidad

BOTO, Carlota
Fonte: Editora Autores Associados Publicador: Editora Autores Associados
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
86.43%
O presente artigo tem por propósito discutir o tema da educação à luz da intersecção entre os ideais políticos e pedagógicos de três pensadores iluministas portugueses - Dom Luís da Cunha, António Nunes Ribeiro Sanches e Luiz António Verney - e a reforma dos estudos empreendida pelo Marquês de Pombal. A ação de Pombal como ministro do reino português foi, em certa medida, embasada por reflexões teóricas acerca de Portugal e da crise do império português. Essas reflexões, entre outros aspectos, destacavam ser uma necessidade histórica para o desenvolvimento do país o Estado português tomar para si o controle das questões do ensino em todos os seus níveis. Ao expulsar os jesuítas, ao idealizar o modelo das aulas-régias, mas, sobretudo, ao reformar os estudos da Universidade de Coimbra, a prática da ação pombalina indicava sua filiação teórica ao movimento iluminista português.; The objective of this article is to discuss the theme of education in the light of the intersection between the political and pedagogic ideals of three Portuguese Enlightenment thinkers - Dom Luis da Cunha, Antonio Nunes Ribeiro Sanches and Luiz Antonio Verney - and the educational reform carried out by the Marquis of Pombal. The action of Pombal as minister of the Portuguese kingdom was to some degree based on theoretical reflections on Portugal and the crisis of the Portuguese empire. Such reflections...

A educação brasileira no período pombalino: uma análise histórica das reformas pombalinas do ensino; Brazilian education in the Pombaline period: a historical analysis of the Pombaline teaching reforms

Maciel, Lizete Shizue Bomura; Shigunov Neto, Alexandre
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2006 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
76.32%
Os autores, por meio de um recorte histórico, apresentam um estudo de caráter bibliográfico, a partir do qual analisam o ensino brasileiro, ao focalizar especialmente a proposta de reforma educacional realizada por Marquês de Pombal. Nessa análise, apontam para as conseqüências da proposta pombalina para a educação brasileira e portuguesa, em cujo contexto social estavam presentes idéias absolutistas, de um lado, e idéias iluministas inspiradoras de Pombal, de outro lado. Os estudos estão centrados na fase governativa de Pombal, isto é, como ministro da Fazenda do rei D. José I e, como tal, buscou empreender reformas em todas as áreas da sociedade portuguesa, inclusive atingindo o Brasil como colônia, visando dar-lhe uma unidade. A análise crítica converge para a afirmação de que a reforma pombalina foi desastrosa para a educação brasileira e, em certa medida, também para o sistema educacional português. Tal afirmação está fundamentada na seguinte questão - destruição de uma organização educacional já consolidada e com resultados seculares dos padres da Companhia de Jesus, ainda que contestáveis do ponto de vista social, histórico, científico, sem que ocorresse a implementação de uma nova proposta educacional que conseguisse dar conta das necessidades sociais. Portanto...

As raízes do regalismo brasileiro

Beal, Tarcísio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/1976 POR
Relevância na Pesquisa
76.28%
(primeiro parágrafo do texto)Do Concílio de Trento até 1750, quando o Marquês de Pombal tornou-se Primeiro Ministro de Dom José I, Portugal havia permanecido isolado do movimento intelectual da Europa de alem-Pirineus. Pombal, que havia de governar Portugal até 1777, iniciou então um período de rápidas transformações que afetaram profundamente a Igreja e a sociedade em geral. E  como resultado de seus esforços o Regalismo, ou seja, o controle excessivo da Igreja pelo Estado com a consequente perda da influência romana, apareceu  como a atitude dominante em Portugal e, por extensão, no Brasil. As relações entre Igreja e Estado devem daí em diante ser estudadas sob esse prisma. Dado que no Brasil a Igreja foi grandemente influenciada pelas medidas do Marquês de Pombal em relação à Companhia de Jesus e à Universidade de Coimbra, é sobretudo no século XVIII que encontraremos as forças e as transformações que determinaram o carater do Regalismo brasileiro.

REPENSAR A MODERNIDADE É REPENSAR A EUROPA: UMA LEITURA POSSÍVEL DE A VOZ DA TERRA, DE MIGUEL REAL

La Valle, Paolo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
No romance A voz da terra (2005), Miguel Real põe em evidência o lado mais violento das políticas de Marquês de Pombal. Uma leitura radicalmente diferente do mito que ao longo dos anos se tem constituído sobre a figura do ministro Sebastião José de Carvalho e Melo. O romance de Miguel Real compreende uma reflexão sobre a modernidade não só em Portugal, mas também na Europa. Em A voz da terra é possível, desta forma, ler uma crítica dos processos contemporâneos que levaram Portugal a entrar nanova ordem económica europeia.

O Marquês de Pombal e a escola pública do Brasil

de Medeiros Cervi, Rejane; Nonato, Antonia; Celinski, Leszek; Minini, Maria Irene
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
86.08%
A delimitação de uma conjuntura para reconstrução e definição da política educacional no brasil Colônia, no Século XVIII, e, mais especificamente, da intervenção pombalina, no leva a considerar os seguintes pressupostos: 1º - como estrutura desta conjuntura, o ambiente social e a interação de dois sub-sistemas: o político e o educacional, para maior efeito interpretativo da praxis; 2º - a política educacional supondo a Educação como ramo da Política, necessariamente subordinada a ideologias; 3º - implicação, pela Política Educacional, de uma crítica, explícita ou implícita à relação “educação (instrumento cultural) versos ambiente social (mudança)”; 4º - manifestação da Política Educacional como uma estratégia de mudança.