Página 1 dos resultados de 983 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Psychosocial adjustment in infertility: a comparison study of infertile couples, couples undergoing assisted reproductive technologies and presumed fertile couples; Ajustamento psicossocial na infertilidade: um estudo comparativo de casais inférteis, casais a realizar tratamentos de reprodução medicamente assistida e casais presumidamente férteis

Moura-Ramos, Mariana; Gameiro, Sofia; Soares, Isabel; Santos, Teresa Almeida; Canavarro, Maria Cristina
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
46.34%
The aim of the present study was to investigate psychosocial adjustment and infertility related stress of infertile couples and couples undergoing Assisted Reproductive Technologies (ART). In a cross sectional study, 148 couples were recruited: 79 couples undergoing ART, 25 infertile couples in their first medical appointment in an infertility centre and no previous ART treatments and 44 childless couples in reproductive age without infertility history. Measures assessed emotional adjustment, quality of life, marital relationship and infertility stress. Couples were the focus of the analysis. Results indicated that couples undergoing ART presented more adjustment difficulties, especially women. No significant differences were found in marital adjustment, although ART couples idealized their marital relationship to a higher degree. Results are discussed in terms of clinical implications and future research directions.; O objectivo deste estudo foi investigar o ajustamento psicossocial e o stress associado à infertilidade em casais inférteis e casais que recorreram à Reprodução Medicamente Assistida (RMA). Neste estudo transversal, a amostra foi constituída por 148 casais: 79 casais a realizar tratamento de RMA, 25 casais inférteis...

As repercussões do câncer infantil na relação conjugal dos pais; The repercussions of childhood cancer on parents marital relationship.

Silva, Fernanda Machado da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.52%
Apesar de pais e mães de crianças com câncer estarem em um processo interativo nos cuidados ao filho, pouca atenção tem sido dada às maneiras como a doença da criança afeta a relação conjugal desses casais. O objetivo deste trabalho foi compreender as repercussões do câncer infantil na relação conjugal de pais e mães de crianças com câncer, na experiência da doença de seus filhos. Trata-se de um estudo exploratório, de abordagem qualitativa. Participaram do estudo nove casais, totalizando 18 sujeitos. Utilizamos a entrevista em profundidade como principal técnica de coleta de dados, e a consulta em prontuários como recurso auxiliar para obter dados importantes da criança e de seus pais. A análise dos dados empíricos foi feita por meio da análise de conteúdo indutiva. Os resultados foram agrupados por similaridades nas seguintes categorias: a trajetória do casal na experiência do câncer infantil: as primeiras mudanças; o câncer infantil, o relacionamento conjugal dos pais e o papel da comunicação: fragilidades e potencialidades; alterações na dinâmica familiar e implicações para o casal: trabalho, lazer, papéis e relações de gênero; e enfrentando o desafio juntos: balanço da experiência e expectativas do casal. O presente estudo não objetivou distinguir se as mudanças ocorridas na relação conjugal desses pais e mães foram positivas ou negativas...

Família, sujeito composto: conjugalidade dos pais e sua relação com o bem-estar subjetivo e a satisfação nos relacionamentos amorosos dos filhos; Family, compound subject: marital relationships of the parents and its relation with a subjective well-being and satisfaction of romantic relationships of their children

Scorsolini Comin, Fabio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
Este estudo descritivo, transversal e correlacional teve por objetivo geral investigar as relações existentes entre a medida da conjugalidade dos pais, tal como percebida e vivenciada pelos filhos, os níveis de bem-estar subjetivo e de satisfação em relacionamentos amorosos apresentados por estes filhos, bem como a variação desta relação em função do status conjugal dos filhos (casados, solteiros que namoram e solteiros que não namoram). Foi constituída uma amostra de conveniência composta por três grupos independentes, um de pessoas casadas havia no mínimo dois anos (Grupo A, N = 118, média de idade 41,55, DP = 10,01), um de solteiros que namoravam havia no mínimo um ano (Grupo B, N = 140, média de idade 21,99, DP = 3,16) e outro de pessoas solteiras que não namoravam também havia um ano (Grupo C, N = 116, média de idade 21,52, DP = 4,25). A amostra total foi do tipo não probabilística, totalizando 374 participantes. Os instrumentos utilizados foram: Questionário de Identificação do Participante, incluindo uma pergunta geral de satisfação no relacionamento atual (SR); Critério Abipeme; Escala de Bem-estar Subjetivo (EBES) para avaliar os afetos positivos (AP), afetos negativos (AN), satisfação com a vida (SV) e bem-estar subjetivo (BES); Escala Fatorial de Satisfação com o Relacionamento de Casal (EFS-RC)...

Ansiedade, qualidade do relacionamento conjugal e vinculação materna ao feto : estudo com grávidas primíparas e multíparas

Magalhães, Cláudia Sofia Pereira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
A gravidez é um período caraterizado por várias mudanças na vida da mulher. É nesta fase repleta de sentimentos ambivalentes, que se dá início à formação do vínculo mãe-bebé. Esta vinculação pré-natal materna relaciona-se com diferentes variáveis psicossociais como a ansiedade e qualidade do relacionamento conjugal que influenciam o bem-estar da grávida e do bebé. O objetivo central desta investigação foi comparar uma amostra de mulheres grávidas primíparas com um grupo de mulheres multíparas em relação à vinculação pré-natal materna ao feto, à ansiedade na gravidez e à qualidade do relacionamento conjugal. A investigação foi de natureza observacional, descritivo-transversal. A amostra foi constituída por 62 utentes do ACES Alto Ave. Foram administrados o Antenatal Emotional Attachment Scale, o State- Trait Anxiety Inventory (STAI) e Relationship Questionnaire (RQ). Os resultados mostraram que a qualidade do relacionamento conjugal positivo difere entre as grávidas multíparas e primíparas, evidenciando as últimas mais aspetos positivos na relação conjugal. Constatou-se também que ao nível da subescala ansiedade traço, as grávidas multíparas apresentam maior sintomatologia ansiosa do que as grávidas primíparas. Ao nível da vinculação pré-natal e ansiedade estado não se verificaram diferenças entre as grávidas primíparas e multíparas. Os resultados desta investigação no âmbito da Psicologia da Parentalidade sublinham a necessidade de um maior investimento na prevenção e intervenção durante o período da gravidez com a finalidade de promover uma melhor parentalidade.; Pregnancy is a period characterized by several changes in women’s lives. It is at this stage...

Vinculação paterna ao feto : ansiedade e perceção da qualidade

Gonçalves, Rosália Marina Teixeira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 05/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.4%
O estado de gravidez, fisicamente condicionado à mulher, não exclui o envolvimento do pai, particularmente na gestação. De facto, a vinculação do pai ao feto inicia na gravidez mostrando muitos homens o seu envolvimento através da interação com o feto na barriga, do apoio emocional à gestante e pela presença nas consultas obstétricas. Este vínculo considerado um vínculo de carácter indireto mediado pela mãe, desenvolve-se através das representações internas feitas ao longo da gravidez. O presente estudo, descritivo transversal, teve como objetivo principal caraterizar uma amostra de homens durante o período de gravidez da companheira ao nível da vinculação pré-natal, ansiedade e qualidade do relacionamento conjugal. A amostra foi constituída por 61 homens companheiros de utentes grávidas do ACES do Alto Ave. Foram utilizadas as versões portuguesas do Antenatal Emotional Attachement Scale, State-Trait Anxiety Inventory e Relationshiop Questionnaire. Os resultados indicaram que durante o período gestacional os participantes apresentam vinculação forte e saudável ao feto, níveis de ansiedade estado mais baixos do que ansiedade traço e percecionam mais positivamente a relação conjugal do que negativamente. Verificouse que os participantes mais velhos apresentam uma qualidade de vinculação ao feto inferior e uma perceção mais negativa da relação conjugal do que os mais novos. Estes dados indicam a necessidade de novas investigações neste âmbito para uma melhor compreensão do período pré-natal na perspetiva masculina.; The state of pregnancy...

Psychosocial adjustment infertility: A comparision study of infertile couples, couples undergoing assisted reproductive technologies and presumed fertile couples

Ramos, Mariana Moura; Gameiro, Sofia; Soares, Isabel; Santos, Teresa Almeida
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 ENG
Relevância na Pesquisa
46.34%
The aim of the present study was to investigate psychosocial adjustment and infertility related stress of infertile couples and couples undergoing Assisted Reproductive Technologies (ART). In a cross sectional study, 148 couples were recruited: 79 couples undergoing ART, 25 infertile couples in their first medical appointment in an infertility centre and no previous ART treatments and 44 childless couples in reproductive age without infertility history. Measures assessed emotional adjustment, quality of life, marital relationship and infertility stress. Couples were the focus of the analysis. Results indicated that couples undergoing ART presented more adjustment difficulties, especially women. No significant differences were found in marital adjustment, althoughART couples idealized their marital relationship to a higher degree. Results are discussed in terms of clinical implications and future research directions. ------ RESUMO ------ O objectivo deste estudo foi investigar o ajustamento psicossocial e o stress associado à infertilidade em casais inférteis e casais que recorreram à Reprodução Medicamente Assistida (RMA). Neste estudo transversal, a amostra foi constituída por 148 casais: 79 casais a realizar tratamento de RMA...

Influência da satisfação conjugal na qualidade da relação mãe-bebé

Silva, Joana
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
46.41%
Dissertação de mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; O presente artigo tem como objectivo perceber a influência da satisfação conjugal, em termos de satisfação, proximidade e apoio do cônjuge, na qualidade da relação mãe-bebé. Participaram quatro grávidas, casadas ou a viver maritalmente, com idades compreendidas entre os 28 e os 33 anos. Utilizou-se a metodologia de estudo de caso e, a nível de instrumentos, recorreu-se à Entrevista Anamnésica Estruturada, à Escala de Relacionamento Conjugal (E.R.C.), ao Método de Observação de Bebés de Esther Bick e à Análise dos Conteúdos. A recolha de dados foi realizada em dois momentos: o primeiro contacto com as participantes foi feito nas aulas de preparação para o parto, no Centro de Saúde de Rio Maior, onde lhes foi feita uma entrevista prévia e aplicada a E.R.C. Num segundo momento, após o nascimento dos bebés, foram realizadas um total de 16 observações semanais em casa das participantes. As participantes avaliaram o relacionamento conjugal de forma positiva embora com diferenças entre si. Ainda que não se tenha verificado uma correlação directa entre os valores de ligação pai-mãe e a relação mãe-bebé, os resultados mostraram que uma pontuação mais elevada numa E.R.C parece funcionar como protectora de determinados sintomas da relação mãe-bebé...

Marital Satisfaction and Life Circumstances of Grown Children With Autism Across 7 Years

Hartley, Sigan L.; Barker, Erin T.; Baker, Jason K.; Seltzer, Marsha Mailick; Greenberg, Jan S.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.47%
We examined the extent to which marital satisfaction across 7 years in 199 mothers was associated with the characteristics (gender, age, and intellectual disability status) of their adolescent or adult child with an autism spectrum disorder (ASD) and whether fluctuations in marital satisfaction covaried with the child’s autism symptoms, health, behavior problems, and closeness in the parent–child relationship. We also examined the impact of the departure of the adult child out of the family home on mothers’ marital satisfaction. The effect of family context variables including the presence of an additional child with a disability, maternal education, and household income on marital satisfaction were also examined. We found that closeness in the mother–child relationship and household income had a significant effect on level of marital satisfaction, and that variability in the slope of mothers’ marital satisfaction was significantly predicted by fluctuations in the behavior problems of the adolescent or adult child with an ASD. The grown child’s departure out of the family home was not related to change in marital satisfaction. Interventions aimed at managing the behavior problems of adolescents and adults with ASDs may help strengthen parents’ marital relationship.

Spillover between Marital Quality and Parent-child Relationship Quality: Parental Depressive Symptoms as Moderators

Kouros, Chrystyna D.; Papp, Lauren M.; Goeke-Morey, Marcie C.; Cummings, E. Mark
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.57%
Using a daily diary method, this study examined concurrent and time-lagged relations between marital and parent-child relationship qualities, providing a test of the spillover and compensatory hypotheses. Additionally, this study tested both mothers’ and fathers’ depressive symptoms as moderators of these daily linkages. Participants were 203 families, in which mothers and fathers completed daily diaries for 15 days. At the end of each reporting day, parents independently rated the emotional quality of their relationship with their spouse and with their child that day. Controlling for global levels of marital satisfaction, marital conflict, and parenting, a positive association was found between mothers’ and fathers’ daily ratings of marital quality and their ratings of parent-child relationship quality, supporting the spillover hypothesis. When considering time-lagged relations, support was found for the compensatory hypothesis for mothers: lower levels of marital quality were related to increases in mother-child relationship quality from one day to the next. Further, both maternal and paternal depressive symptoms moderated the link between marital quality and the other parent’s relationship quality with their child. Whereas maternal depressive symptoms strengthened spillover relations for fathers on the next day...

Demand-Withdraw in the Marital Context of Depression

Ginting, Jessica V.
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 482788 bytes; application/pdf
EN; EN
Relevância na Pesquisa
46.33%
Consistently researchers have demonstrated that marital interactions of couples with and without a depressed partner differ. Given the high comorbidity of depression and marital distress, it is unclear whether observed communication patterns are due to marital distress or depression. Recent investigations suggest that, after controlling for marital satisfaction, marital communication behaviours may not be specific to depression. However, depressed groups in these investigations may have consisted of individuals with a wide range of acute mood states, thus minimizing differences between depressed and non-depressed mood states. Consistent with cognitive vulnerability models of depression, depressed individuals’ dysfunctional behaviours may manifest only during negative mood states. The first purpose of the present study was to use a mood induction procedure (MIP) to examine whether any marital communication were specific to depression, after controlling for marital satisfaction. The second purpose of the study was to examine whether communication behaviours predicted depressive symptoms at 6-month follow-up. The hypotheses were tested in a sample of 69 couples characterized by a wide range of wife depressive symptoms and couple marital satisfaction. Results of the current study showed that women who endorsed higher depressive symptoms were more likely to use high-level negative demands (e.g....

Satisfação conjugal: revisão integrativa da literatura científica nacional; Marital satisfaction: integrative review of national scientific literature

SCORSOLINI-COMIN, Fabio; SANTOS, Manoel Antônio dos
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.28%
Este estudo tem por objetivo apresentar uma revisão integrativa acerca do construto 'satisfação conjugal'. A partir das bases de dados LILACS e SciELO (1970-2008), foram recuperados e analisados 10 trabalhos. A maioria trata da definição de conceitos (e.g., ajustamento, qualidade) relacionados ao tema. Encontram-se investigações em diferentes contextos de casais e de construção de instrumentos de mensuração. Os estudos revelam que o relacionamento conjugal está positivamente associado à saúde e à qualidade de vida, principalmente nos anos de maturidade e velhice, embora seja apontada a necessidade de um maior número de estudos sistemáticos no contexto brasileiro.; This study aims to present an integrative review of the construct 'marital satisfaction'. Ten studies, recovered from LILACS and SciELO databases (1970-2008), were analyzed. Most of the studies deal with the definition of concepts (e.g., adjustment, quality) related to the subject. There are investigations in different couple contexts and of construction of measurement instruments. The studies show that the marital relationship is positively associated with health and quality of life, especially in the maturity and oldness. Further systematic studies in the Brazilian context are needed.; Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)

Habilidades sociais conjugais em casais de diferentes filiações religiosas.; Marital social skills in couples from different religious affiliations.

Villa, Miriam Bratfisch
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/06/2002 PT
Relevância na Pesquisa
56.55%
A literatura têm mostrado que as habilidades sociais constituem um importante ingrediente das relações conjugais satisfatórias e que a competência social é determinada por múltiplos fatores, incluindo-se aí as crenças e normas individual ou coletivamente assimiladas. A comunidade religiosa exerce grande influência sobre o comportamento de seus membros através de normas e preceitos com relação a comportamentos esperados em vários contextos, entre eles o conjugal. Nesse caso, a maioria das igrejas usualmente determina ou induz características associadas ao papel de esposa, de marido e à educação dos filhos. Este estudo teve como principal objetivo verificar a relação existente entre filiação religiosa e habilidades sociais emitidas pelos cônjuges no contexto de seu relacionamento cotidiano e outras variáveis da amostra associadas a esses aspectos. A amostra estudada foi de 74 casais divididos em três grupos: católicos, presbiterianos e sem filiação religiosa. Todos os casais responderam a um Inventário de Habilidades Sociais Conjugais (IHSC) e a uma ficha de dados pessoais. Os casais religiosos responderam também a um questionário doutrinário e um outro instrumento no qual foi solicitado que relacionassem uma lista de habilidades sociais aos ensinamentos da igreja...

A relação conjugal durante a gravidez no contexto da reprodução assistida; The marital relationship during pregnancy in the context of assisted reproduction

Silva, Isabela Machado da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.53%
Este estudo investigou a relação conjugal durante a gravidez, em casais que engravidaram com o auxílio das técnicas de reprodução assistida (TRA). Realizou-se um estudo de caso coletivo, do qual participaram três casais no terceiro trimestre de gestação. Os dados foram obtidos em entrevistas individuais semi-estruturadas e, posteriormente, submetidos a uma análise de conteúdo qualitativa. As categorias de análise foram a história do casal, a decisão de ter um filho e o tratamento, a relação do casal com a família ampliada e a relação conjugal, que englobou três dimensões (coesão, afetividade/sexualidade e comunicação). Observaram-se mudanças nas três dimensões em função das TRA e da gravidez. As TRA mostraram-se fonte potencial de algumas dificuldades para a comunicação, a sexualidade e até mesmo para a coesão, mas sua superação pareceu ter sido favorecida pelo apoio existente entre os cônjuges. Durante a gravidez, algumas dificuldades permaneceram, especialmente na sexualidade em função do medo de perder o bebê, ainda que a coesão tendesse a aumentar, estimulada pela presença do bebê. Constatou-se que a família ampliada pode servir como um recurso para o casal ou como um estressor adicional. Destaca-se a importância de considerar as vivências prévias do casal...

Fatores associados a transtornos psiquiátricos no pós-parto

Kerber, Suzi Roseli
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
OBJETIVO: Esta dissertação tem por objetivo apresentar o estudo da associação entre transtornos psiquiátricos pós-parto e fatores demográficos, psicossociais e relacionados à gestação e parto em uma amostra de base populacional de um bairro de Porto Alegre. MÉTODO: O estudo envolveu todas as mães de crianças nascidas em hospital público no bairro Vila Jardim, em Porto Alegre, de novembro de 1998 a dezembro de 1999. As famílias foram estudadas quando os bebês completaram quatro meses de idade. A saúde mental das mães e pais foi avaliada pelo Self Report Questionnaire (SRQ) e por entrevistas semi-estruturadas individuais e do casal. A Escala Avaliação Global do Funcionamento Relacional (GARF) do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-IV) foi usada para aferir a qualidade do relacionamento do casal, do relacionamento materno com sua família de origem, com a família paterna e com a rede social. Para os outros fatores foram feitas perguntas diretas à mãe e ao pai da criança. RESULTADOS: Segundo a escala SRQ 34,45% das 148 mulheres entrevistadas apresentaram suspeita de transtorno psiquiátrico, sendo que a avaliação clínica feita por dois profissionais de saude mental que avaliavam independentemente utilizando os critérios diagnósticos do DSM-IV indicou um percentual de 54%. Sessenta e dois por cento das mulheres coabitavam com companheiro...

Sons and daughters' perception of parents as a couple: distinguishing characteristics of a measurement model

Ziviani,Cilio; Féres-Carneiro,Terezinha; Magalhães,Andrea Seixas
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 EN
Relevância na Pesquisa
46.11%
Perceptions and memories that youths may have of their parents' marital relationship were addressed by a self-report questionnaire, composed by 26 Likert scale items which were taken to constitute the "Perception of Parents as a Couple" instrument. Answers from 1,612 male and female youths produced a matrix of non-negative correlations. The sample was randomly split into calibrating and validating subsamples of 806 people each. Exploratory factor and principal component analyses present a circular plot of loading s after the first and second extractions. In the latter, pairs of similar magnitude, but of opposing signs, not only convey theoretical meaning, but also entail an order - Guttman's circular law of order. A specification search, through a confirmatory factor analysis, performed under a measurement model presenting three pairs of opposing-signs and cross-loaded variables, generated a downward chi-square value for each indicated parameter respecification. Following that ordered list top-down, ten other items were specified to cross-load in the model. Once tested, running the validating subsample data, satisfactory fit indices were obtained. We propose the Möbius strip as a functional analogue to model this kind of circular ordering. Finally...

Validade e precisão do Questionário de Relacionamento Central 6.0 (CRQ 6.0) para adultos com hepatite C crônica; Validez y fiabilidad de lo Cuestionario de Relación Central 6.0 (CRQ 6.0) para adultos con Hepatitis C Crónica; Validity and reliability of the Central Relationship Questionnaire 6.0 (CRQ 6.0) for adults suffering from Chronic Hepatitis C

Risso, Gustavo; Yoshida, Elisa Medici Pizão
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46%
Portadores de hepatite C têm grande probabilidade de apresentar sintomas psicopatológicos e conflitos no relacionamento amoroso. Objetivou-se medir a precisão (consistência interna) e a validade (convergente e discriminante) do Questionário de Relacionamento Central 6.0 - CRQ 6.0, para adultos com hepatite C crônica. O CRQ 6.0, de autorrelato, avalia o padrão de relacionamento do indivíduo, segundo três componentes: Desejos (D), Respostas do Outro (RO), Respostas do Eu (RE). Participaram do estudo pacientes ambulatoriais com hepatite C crônica (G1, n = 61) e acompanhantes de pacientes (G2, n= 40). Todos responderam ao CRQ 6.0 e à Escala de Avaliação de Sintomas-40 (EAS-40). Os resultados indicaram consistência interna aceitável para os componentes do CRQ 6.0. Eles se correlacionaram significantemente com sintomas psicopatológicos pela EAS-40. Os escores do CRQ 6.0 foram significantemente mais elevados para participantes de G1, quando comparados aos de G2 (RO e RE), participantes sob medicação (RE) e mulheres (D e RE).; Personas con hepatitis C crónica presentan alta probabilidad de sufrir de síntomas psicopatológicos y conflictos en las relaciones amorosas. El estudio tuvo como objetivo obtener pruebas de fiabilidad (consistencia interna)...

AJUSTAMENTO DIÁDICO E CONJUGALIDADE: AVALIAÇÃO DO BEM-ESTAR NO CASAMENTO; DYADIC ADJUSTMENT AND MARITAL RELATIONSHIP: EVALUATION OF WELL-BEING IN MARRIAGE

Scorsolini-Comin, Fabio; Santos, Manoel Antônio dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 07/11/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
46.27%
Este estudo teve por objetivo discutir a utilização da Escala de Ajustamento Diádico (EAD) para a avaliação do construto conjugalidade, a partir da investigação das correlações entre as suas dimensões: coesão, consenso, satisfação e expressão do afeto. A escala foi aplicada em uma amostra de conveniência e não-probabilística de 106 pessoas casadas e coabitando há 16,11±11,35 anos. Os dados obtidos evidenciaram que todos os domínios da escala correlacionaram-se moderadamente entre si, embora a análise multivariada stepwise aponte que apenas a coesão diádica esteve diretamente associada ao consenso diádico e à expressão do afeto. Tal achado confirma a adequação da escala para a mensuração não apenas do ajustamento diádico, mas também da conjugalidade. Sugere-se a possibilidade de utilização combinada com outros instrumentos associados, que avaliem dimensões individuais de satisfação com o cônjuge.; This study aimed to discuss the employ of the Dyadic Adjustment Scale (DAS) to the evaluation of marital relationship, based on the investigation of correlations between the dimensions: cohesion, consensus, satisfaction and expression of affection. The scale was administered to a convenience sample and non-probabilistic 106 people married for 16.11 ± 11.35 years. Data show that all areas of the scale were moderately correlated with one another...

The Paternal Remoteness After The End Of a relationship: a qualitative study; O Afastamento Paterno após o Fim do Relacionamento Amoroso: Um Estudo Qualitativo

Cúnico, Sabrina Daiana; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Arpini, Dorian Mônica; UFSM
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 12/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
Este estudo procurou conhecer os motivos que levam alguns pais a abdicar do exercício dapaternidade ao final de uma relação conjugal. Para tanto, integraram este estudo cinco pais queparticiparam da mediação familiar em um Núcleo de Assistência Judiciária e que ao longo dosatendimentos com a equipe de Psicologia demonstraram possuir pouco ou nenhum contato com osfilhos. A pesquisa teve caráter qualitativo e foi realizada através de entrevistas semidirigidas dequestões abertas. Os resultados alcançados apontaram para a dificuldade que alguns homens possuemde aceitar uma criança proveniente de um momento diferente do considerado por eles como ideal.Além disso, alguns consideraram possuir empecilhos que dificultam o acesso aos filhos, prejudicandoassim o exercício da paternidade.; This study aimed to investigate the reasons which lead some fathers to abdicate the paternity at theend of their marital relationship. Five fathers integrated this study and participated in family mediationin a Law Practice Center and that over the appointments with the Psychology team have shown havinglittle or no contact with their children. The research employed a qualitative method, using semistructuredinterviews with open-ended questions. The results point out the difficulty of some men toaccept a child who comes in at a moment not considered by them to be the ideal one. Moreover...

Psychosocial adjustment in infertility: a comparison study of infertile couples, couples undergoing assisted reproductive technologies and presumed fertile couples

Moura­-Ramos,Mariana; Gameiro,Sofia; Soares,Isabel; Santos,Teresa Almeida; Canavarro,Maria Cristina
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 EN
Relevância na Pesquisa
46.34%
The aim of the present study was to investigate psychosocial adjustment and infertility related stress of infertile couples and couples undergoing Assisted Reproductive Technologies (ART). In a cross sectional study, 148 couples were recruited: 79 couples undergoing ART, 25 infertile couples in their first medical appointment in an infertility centre and no previous ART treatments and 44 childless couples in reproductive age without infertility history. Measures assessed emotional adjustment, quality of life, marital relationship and infertility stress. Couples were the focus of the analysis. Results indicated that couples undergoing ART presented more adjustment difficulties, especially women. No significant differences were found in marital adjustment, although ART couples idealized their marital relationship to a higher degree. Results are discussed in terms of clinical implications and future research directions.

Marriage, sexuality, and holiness: aspects of marital ethics in the Corpus Paulinum

Zimmermann,R
Fonte: Acta Theologica Publicador: Acta Theologica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 EN
Relevância na Pesquisa
36.51%
A fundamental change in the understanding of marriage becomes apparent in the first century A.D., described by M. Foucault as the transition from a "matrimonial" to a "conjugal" marital concept. While early Christianity participated in this development, it also influenced it at decisive points and developed its own marital ethics. Through a consideration of philosophical (Musonius, Plutarch) and early Judaic (esp. Qumran, Jubilees) texts, this article outlines the marital concepts existing in the NT environment. In this context, the reciprocal community and the duration of the marital relationship are emphasized while sexuality remains wholly limited to reproduction. The core of the article offers a concrete analysis of texts from the Corpus Faulinum (1Cor 5-7; IThess 4:1-5; Eph 5:21-33), in which one can recognize, upon the backdrop of a traditionalhierarchical classification of man and woman, an equal and holistic relationship of the marital partners. Simultaneously - and here the Pauline texts extend beyond the borders of their environment - sexual intercourse is valued as an important component of the relationship between husband and wife. Here, the relationship of marriage, including the physical union of the marital partners...