Página 1 dos resultados de 157 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Contribuição à maricultura da alga vermelha Kappaphycus alvarezii (Rhodophyta, Solieriaceae) para produção de carragenanas ; Contribution to the mariculture of the red algae Kappaphycus alvarezii (Rhodophyta, Solieriaceae) for carrageenan production

Hayashi, Leila
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.62%
Kappaphycus alvarezii (Doty) Doty ex P. C. Silva é uma alga vermelha comercialmente importante por ser a principal fonte de carragenana kappa, hidrocolóide utilizado como agente espessante e estabilizante em alimentos, fármacos e cosméticos. Devido à sua importância, é fundamental desenvolver bases tecnológicas visando sua maricultura sustentada e a seleção de linhagens mais produtivas com carragenanas de melhor qualidade. Esse trabalho teve como objetivos: 1. desenvolver a cultura de tecidos para a propagação de plantas matrizes, selecionar as melhores linhagens para cultivo in vitro e produzir novas linhagens; 2. testar a espécie como biofiltro em cultivos integrados com peixes e 3. analisar os efeitos de diferentes condições de cultivo no rendimento e na qualidade das carragenanas, segundo parâmetros comerciais. Para o primeiro objetivo, foram testadas cinco linhagens (tetrasporófitos marrom, verde e vermelho, gametófito feminino e linhagem “Edison de Paula”, EP, selecionada a partir da germinação de tetrásporos) para definir o sistema experimental mais adequado para a micropropagação. Explantes da linhagem EP foram tratados com colchicina com a finalidade de induzir linhagens poliplóides. Essa linhagem foi selecionada por apresentar maior tolerância aos procedimentos de esterilização utilizados na cultura de tecidos. Apesar das altas taxas de indução de calos observadas em todas as linhagens...

A representação social dos maricultores: uma análise das instâncias participativas associadas à maricultura no Litoral Norte do Estado de São Paulo; The social representation of shellfishermen: an analysis of participatory associated with mariculture on the North Coast of São Paulo

Montagner, Natalia Correa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.75%
A partir do Gerenciamento Costeiro Integrado como referencial teórico, este trabalho reconhece a necessidade de organização da sociedade civil para sua fundamental participação nos processos de discussão e elaboração de políticas públicas. A maricultura se apresenta como atividade emergente e alternativa às comunidades pesqueiras, no Litoral Norte de São Paulo, porém demanda organização para sua efetiva inserção nos espaços participativos. Para isto, foram identificadas e analisadas as instâncias participativas, relacionadas à maricultura, como associações, colônias e conselhos, existentes nos quatro municípios do Litoral Norte do Estado de São Paulo, Ilhabela, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba, com foco no processo de representação social. Foram feitos levantamentos das formas de associativismo e representação e dos conselhos de aquicultura atuantes na região; análises da estrutura organizacional destes conselhos e associações com base em seus estatutos sociais, leis ou decretos de criação e regimentos internos como forma de identificar maiores ou menores graus de institucionalidade e práticas de gestão que influenciem na viabilidade e eficiência da representação; e, análises da representação das associações nos conselhos...

A CONTRIBUIÇÃO DA GESTÃO DE DESIGN EM GRUPOS PRODUTIVOS DE PEQUENO PORTE NO SETOR DA MARICULTURA: o caso AMPROSUL

Merino, Giselle Schmidt Alves Díaz
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.62%
Dissertação - Giselle Schmidt Alves Díaz Merino; O papel da Gestão de Design em organizações, especificamente em grupos produtivos de pequeno porte no setor da maricultura, atentando para a evidência da sua contribuição nos aspectos de competitividade, diferenciação e sustentabilidade é o foco central desta pesquisa. Esta abordagem não foi encontrada na literatura, na qual foi identificado um potencial crescimento do setor, que se apresenta como promissor, tanto em geração de renda, quanto na produção de alimentos. A Gestão de Design definida como uma forma de coordenar e articular os recursos existentes numa determinada organização visando uma melhoria na competitividade, diferenciação e sustentabilidade, pode ser uma alternativa para o desenvolvimento da maricultura. Os procedimentos utilizados foram numa primeira etapa de revisão da literatura e numa segunda etapa caracterizado por um estudo de caso, que envolveu observação, entrevistas, formulários e questionários. Os resultados obtidos permitiram concluir que a Gestão de Design contribui para a valorização de empreendimentos desta natureza potencializando sua competitividade, diferenciação e sustentabilidade. Foram identificadas fragilidades no que se refere à organização...

A contribuição do design de embalagem para produtos da maricultura de origem familiar: embalagem para mexilhão; A packaging design contribution for mariculture family origin products: mussels packaging

MERINO, Giselle Schmidt Alves Díaz; GARCIA, Lucas José; MERINO, Eugenio Andrés Díaz; VIEIRA, Milton Luiz Horn
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.43%
A contribuição do design de embalagem para produtos da maricultura de origem familiar embalagem para mexilhão; O alinhamento entre produção-mercado-consumo através de uma interface que contenha as informações exigidas pela legislação e pelo consumidor são fundamentais. Desenvolver embalagens/rotulagens que atendam as atuais demandas é o objetivo deste trabalho, propondo uma embalagem para produtores de pequeno porte que precisam se diferenciar e competir de melhor forma, considerando a viabilidade de produção, inserção no mercado e atendimento as demandas de consumo.

Modos de apropriação e gestão patrimonial de recursos costeiros :

Vinatea Arana, Luis
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xix, 245f.| il., tabs. +
POR
Relevância na Pesquisa
27.84%
Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas.; A presente tese trata sobre os modos de apropriação e a gestão patrimonial de recursos costeiros através de um estudo de caso referente ao potencial do desenvolvimento e dos riscos socioambientais que oferecem o cultivo de mexilhões da espécie Perna perna e de ostras da espécie Crassostrea gigas na Baía de Florianópolis, Estado de Santa Catarina. Nesta pesquisa estabeleceram-se como objetivos diagnosticar as formas de apropriação e gestão dos recursos costeiros e avaliar as condições de viabilidade de implementação de uma estratégia alternativa de gestão dos mesmos. Os modos de apropriação foram levantados por meio da descrição dos atores envolvidos com os recursos, das percepções e racionalidades dos mesmos, das modalidades de acesso e de transferência dos direitos de acesso, dos usos efetivos que são feitos dos recursos, dos seus impactos socioambientais e das modalidades de repartição dos frutos da exploração dos recursos costeiros. Já a gestão destes foi verificada através da elucidação dos comportamentos dos atores envolvidos no cultivo de moluscos e dos processos de tomada de decisão. Igualmente...

O cooperativismo no setor da maricultura

Diogo, Hugo Ricardo Lamas
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ii, 42 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.84%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Aquicultura.; A aqüicultura, em geral, e a maricultura em particular, constitui tecnologias alternativas na produção de alimento, gerando empregos diretos e indiretos junto a comunidades de pescadores artesanais. O processo de crescimento e desenvolvimento das atividades aquícolas é apresentado sob um ponto de vista histórico da crise no setor pesqueiro, buscando transcender a dimensão produtivista. No Estado de Santa Catarina, o cultivo de mexilhões apresenta-se como alternativa viável na manutenção de pescadores em suas áreas de origem, gerando emprego, renda e contribuindo para a limitação dos processos de degradação dos ecossistemas litorâneos. Por outro lado, o crescimento da atividade gera problemas relacionados à qualidade do produto, ao beneficiamento, a comercialização, entre outros. O cooperativismo surge como instrumento de organização social e econômica para o setor produtivo, constituído por pequenos e médios produtores. Pelo histórico do cooperativismo, incluindo suas potencialidades e contradições, aponta-se para a necessidade de se avaliar seu papel na maricultura catarinense. Assim...

Utilização da análise de risco ecológica à maricultura com ênfase nas florações de algas nocivas

Schmitt, Fabricio
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xv, 183 f.| il., tabs., grafs., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental.; Este trabalho teve como objetivo utilizar a ARE para o problema das florações, colimetria e parâmetros físico-químicos. Três embarques no navio oceanográfico Soloncy Moura (IBAMA/CEPSUL) em parceria pelo projeto Monitoração do Meio Aquático Costeiro-Marinho para o Litoral Catarinense, foram realizados em agosto, setembro e novembro de 2002, no litoral de Santa Catarina entre Laguna e São Francisco do Sul, nas isóbatas de 5m, 10m e 20m. Os estressores selecionados foram: coliforme total e fecal, oxigênio dissolvido, temperatura, salinidade, Secchi, amônio e ocorrência de microalgas. Os gráficos de superfície dos estressores, demonstram a presença de duas massa de água no Estado, uma ao sul de Florianópolis (ACAS) e outra ao norte (águas tropicais). Locais mais abrigados como a baía de Florianópolis apresentaram altos índices de amônio e coliformes. Os resultados da análise de componentes principais mostram dominância da temperatura e correlação positiva entre esta e coliformes totais e fecais e indireta com oxigênio. Os dados dicotômicos (teste cochram) do endpoint microalga...

“Plantadores do mar”: a maricultura catarinense e o processo de exclusão dos produtores familiares.

Rosso, Kelem Ghellere
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 102 f.: il.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.43%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Curso de Ciências Sociais.; A presente pesquisa é resultado dos estudos desenvolvidos através do Núcleo de Estudos sobre Agricultura Familiar – NAF/SPO/UFSC, coordenado pela Professora Doutora Maria Ignez Silveira Paulilo. Anteriormente à minha pesquisa outros pesquisadores do mesmo Núcleo haviam investigado sobre a maricultura a partir das perspectivas teóricas das Ciências Sociais, deixando no NAF valiosos trabalhos e acervo.

O papel da maricultura na configuração urbana do Ribeirão da Ilha

Silva, Ana Claudia Nascimento
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 213 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Urbanismo, História e Arquitetura da Cidade, Florianópolis, 2012; Esta pesquisa tem como objetivo analisar os impactos da introdução da maricultura na estrutura urbana do distrito do Ribeirão da Ilha, em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Este distrito tem como característica peculiar um traçado urbano de origem colonial bastante preservado. A hipótese que argumentamos no transcorrer da pesquisa é a de que a atividade maricultora, ao se constituir em um negócio altamente lucrativo (tendo em vista os incentivos do Estado e a colaboração de instituições públicas como UFSC, EPAGRI, etc.) e se inserir na reprodução ampliada do capital, gera impactos negativos sobre a estrutura sócio espacial do Ribeirão da Ilha. Tendo em vista que as relações de produção, que passaram da pesca artesanal para o autoconsumo, como atividade econômica predominante, para a produção de moluscos voltada para o mercado tem provocado transformações na estrutura urbana do distrito. Como instrumento analítico, realizou-se uma pesquisa historiográfica no sentido de buscar informações referentes à formação sócio espacial do distrito Ribeirão da Ilha nos últimos 40 anos. Além disso...

A Contribuição da gestão de design em grupos produtivos de pequeno porte no setor da maricultura

Merino, Giselle Schmidt Alves Díaz
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.62%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-graduação em Design e Expressão Gráfica, Florianópolis, 2010; Esta pesquisa pretende discutir o papel da Gestão de Design em organizações, especificamente em grupos produtivos de pequeno porte no setor da maricultura, atentando para a evidência da sua contribuição nos aspectos de competitividade, diferenciação e sustentabilidade. A abordagem a este setor, praticamente não foi encontrada na literatura, e em contrapartida, verificou-se um potencial crescimento do setor, podendo vir contribuir significativamente no desenvolvimento social e econômico da região. A Gestão de Design definida como uma forma de coordenar e articular os recursos existentes numa determinada organização visando uma melhoria na competitividade, diferenciação e sustentabilidade, pode ser uma alternativa para o desenvolvimento da maricultura. Estimulando este setor que se apresenta como promissor, tanto em geração de renda, quanto na produção de alimentos. Os procedimentos utilizados foram numa primeira etapa de revisão da literatura e numa segunda etapa caracterizado por um estudo de caso, que envolveu observação, entrevistas...

Tecnologia social e maricultura: estudo do caso em Florianópolis

Machado, Jefferson
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 93 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.62%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas.; O objetivo deste trabalho é fazer um estudo comparativo entre a síntese de Tecnologia Social e Maricultura, abordando a noção de desenvolvimento, para avançar em estágios de melhoria. As tecnologias convencionais evoluem rapidamente, gerando um cenário de grande disparidade social, ambiental e cultural. Por esse motivo, surgiu o movimento de Tecnologia Social, que é uma forma de amenizar os problemas causados pelas inconsistências do modelo vigente. Assim, a partir de um estudo de caso, pautado em indicadores da SATECS, no município de Florianópolis, averiguou-se que a maricultura tem características de Tecnologia Social, porém com determinadas restrições.; The objective of this work is to make a comparative study of the synthesis of Technology and Social Mariculture, addressing the notion of development, to advance in stages of improvement. Conventional technologies evolve rapidly, generating a scenario of very disparate social, environmental and cultural. Therefore, the movement emerged Social Technology, which is a way to alleviate the problems caused by inconsistencies of the current model. Thus...

A gestão de design para o desenvolvimento e valorização de produtos da maricultura

Garcia, Lucas José
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 193 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.62%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Design e Expressão Gráfica, Florianópolis, 2013.; A Gestão de Design aplicada no setor da maricultura, mais especificamente em uma Micro e Pequena Empresa, corresponde ao foco central desta pesquisa. Recorreu-se a usabilidade, por intermédio das embalagens, como alternativa para potencializar a satisfação dos consumidores no ato da compra e consumo de produtos do setor. Como procedimentos metodológicos foram utilizados o levantamento bibliográfico dos temas centrais da pesquisa: maricultura, gestão de design, usabilidade, embalagens e processo de desenvolvimento de produtos alimentícios, e o estudo de caso. Este foi desenvolvido por meio da aplicação do Modelo CDS (Competitividade, Diferenciação e Sustentabilidade) e do GODP (Guia de Orientação para o Desenvolvimento de Projetos), além da incorporação de ferramentas como grupo focal, questionário e formulário. Foram identificadas fragilidades e potencialidades do setor que se relacionam ao design na forma de apresentação e comercialização dos produtos. Questões relacionadas a comercialização, já foram apontadas por diversos autores, no entanto...

Sistemas agroalimentares localizados: possível "chave de leitura" sobre a maricultura em Santa Catarina

Lins,Hoyêdo Nunes
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.62%
O artigo foca os "sistemas agroalimentares localizados" (SAL), clusters de atividades de produção de alimentos que registram produção primária, transformação e comercialização. Representando uma derivação para questões rurais das abordagens sobre aglomerações produtivas, esse enfoque chama a atenção para os recursos locais específicos, especialmente os de ordem ambiental e sócio-cultural. O tema dos SAL é utilizado como "chave de leitura" em estudo sobre a maricultura de Santa Catarina, setor que outorgou destaque nacional a esse estado no cultivo de moluscos. Sublinha-se, na análise, a importância de fatores relacionados aos "capitais" humano, social e natural, presentes no litoral catarinense, e acentua-se o caráter de "recurso específico" incrustado na rede de vínculos que sustentou o crescimento da maricultura, uma rede que se revela, ela própria, uma importante inovação.

Indicadores de sustentabilidade para a maricultura de pequena escala

Pereira, Leandro Angelo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
38.01%
Resumo: "A maricultura de pequena escala pode ser sustentável?" Esta foi a pergunta que norteou o presente trabalho. Nos últimos anos a maricultura cresceu significativamente, gerando alguns impactos na área econômica, social e ambiental. Desta forma, o conceito de sustentabilidade aplicado à maricultura pode ser uma conexão entre a conservação dos sistemas naturais, o contexto social e o desenvolvimento econômico; ou seja, uma ligação entre estas três áreas. Ao analisarmos a sustentabilidade da maricultura, o que se pode afirmar é que o caminho de um sistema de cultivo sustentável é bastante difícil, porém realístico se ocorrer por meio de um planejamento envolvendo a participação da sociedade e a cooperação entre os diversos atores. Para que isso ocorra, a utilização de indicadores de sustentabilidade torna-se fundamental. O presente trabalho propõe 21 indicadores como os mais adequados para avaliar a sustentabilidade da maricultura, sendo 6 na área ambiental, 7 na área econômica e 8 na área social. Este conjunto de indicadores propostos pode ser utilizado pelos próprios maricultores, por instituições de pesquisa e extensão, por organizações não governamentais e até mesmo por instituições de governo em diferentes escalas. Ao aplicarmos este conjunto de indicadores propostos para avaliar a ostreicultura em três diferentes comunidades locais (duas no Paraná e uma em Santa Catarina)...

O desenvolvimento recente da maricultura no Paraná : políticas públicas e perspectivas de sustentabilidade

Silva, Hugo Juliano Hermógenes da
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 224f. : il. algumas color.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
28.1%
Orientadores: Profª. Drª. Naína Pierre e Prof. Dr. Thiago Zagonel Serafini; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento. Defesa: Curitiba, 19/09/2014; Inclui referências; Resumo: A aquicultura é apontada como chave para a solução da crise pesqueira e como esperança da existência de pescado para alimentação humana no futuro. Nos últimos anos, no Brasil, o governo federal vem desenvolvendo uma agressiva política de promoção da aquicultura, particularmente após a criação da Secretaria Especial da Aquicultura e Pesca, em 2003, transformada em 2009 no Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA). Isto foi acompanhado do enfraquecimento do papel dos órgãos ambientais, revelando o privilégio à dimensão econômica do desenvolvimento frente à ecológica. Nesse sentido, o MPA tem favorecido a pesca industrial e a aquicultura, e promovido um processo de conversão do pescador artesanal em aquicultor. Historicamente, a maricultura no Paraná tem sido pouco expressiva, porém, atualmente, os setores privado, não governamental e governamental apresentam interesse em expandir a atividade. Assim, iniciaram-se, nos últimos anos, ações específicas dirigidas a dar um novo impulso ao setor...

As popula??es pesqueiras e a maricultura: um olhar sobre os processos de diminui??o dos recursos pesqueiros no litoral paraense - RESEX M?e Grande de Curu??

DIAZ, Rafael Paiva de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.84%
Disserta sobre como as popula??es pesqueiras do litoral paraense, a partir do acesso e uso dos recursos naturais, podem contribuir para a efetiva??o de estrat?gias exitosas na diminui??o da press?o sobre os recursos naturais de uso comum. Para tanto o trabalho se volta ? vila de Lauro Sodr?, localizada na RESEX M?e Grande de Curu??, munic?pio de Curu??, litoral nordeste do Par?. A vila de Lauro Sodr? se encontra ?s margens do rio Tijoca. Possui uma vegeta??o composta por florestas de manguezais exuberantes, o que proporciona ? comunidade a atividade de extra??o de recursos do mangue, al?m de condi??es favor?veis ? maricultura, que se estabeleceu a partir de 2006, com a cria??o da Associa??o dos Aquicultores da Vila de Lauro Sodr? (Aquavila) para o cultivo de ostras. Para a coleta de dados o estudo contou com a observa??o direta em campo das atividades de maricultura, assim como fez uso de question?rios com perguntas objetivas e entrevistas semiestruturadas junto aos associados, no que se refere ? extra??o e ao cultivo das ostras. A maricultura vem sendo utilizada como uma das estrat?gias adotadas pela Funda??o das Na??es Unidades para a Agricultura e Alimenta??o (FAO), para frear a press?o sobre os recursos marinhos de uso comum em todo o mundo. Objetivou-se neste estudo contribuir para uma reflex?o sobre como as popula??es do litoral amaz?nico...

O Uso de análise espacial em SIG na gestão da maricultura

Vianna, Luiz Fernando de Novaes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 324 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
38.01%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Geografia, Florianópolis, 2011; Em 2005 o Brasil, lançou o Programa Nacional de Desenvolvimento da Maricultura em Águas da União através da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca - SEAP-PR, hoje Ministério da Pesca e Aquicultura - MPA. O objetivo foi ordenar a atividade e promover sua expansão. Foi a primeira iniciativa no país de implementar uma política pública direcionada especificamente para esse setor. O primeiro estado a colocar esta política em prática foi Santa Catarina e para isto necessitou desenvolver uma metodologia própria para atender às diretrizes impostas pela legislação vigente. Um dos focos principais desta metodologia estava no uso de Sistemas de Informações Geográficas - SIG para auxiliar no processo de seleção das áreas para maricultura. Isto gerou uma demanda imediata por uma pesquisa que indicasse a melhor forma de implementar aquele programa, com base na realidade ambiental, social, econômica e política do Estado. Esta tese engloba parte desta pesquisa e traz contribuições sobre o uso de SIG na gestão da maricultura. É apresentada uma proposta metodológica numa perspectiva mais abrangente de gestão costeira...

Maricultura na Penha

Gonzalez Labale, Alejandro Raul
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 198 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.62%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-graduação em Antropologia Social; Este trabalho trata de mariscos, pesquisa oceanográfica, extensão universitária, pescadores artesanais, políticas públicas; ou, por outras palavras, da rede sócio-técnica que os contém e define sob o rótulo de maricultura. A maricultura também pode ser pensada como uma tecnologia mediante a qual se aplicam conhecimentos biológicos e oceanográficos obtidos em laboratório; porém, preferimos dar a nosso trabalho um viés que nos ajude a desenhar uma rede de relações entre objetos técnicos, práticas políticas, grupos sociais, práticas científicas, objetos, pessoas e instituições. Esta etnografia intenta retratar a difusão da inovação tecno-científica em suas diferentes formas. No texto estas preocupações abrem a diferentes níveis e âmbitos de interesse. Um primeiro o constitui a delimitação teórica de nossa abordagem, tratado exaustivamente no primeiro capítulo e constitui, também, o tema de pequenas notas a longo do trabalho. O exercício etnográfico foi metodologicamente analisado, nos capítulos seguintes, a descrição do 'caso' intenta assim não se separar da reflexão de estilo. Alguns apartados abordam brevemente tópicos a respeito da Antropologia Aplicada e da questão do Desenvolvimento.

Saber local e Educação Ambiental: parcerias necessárias no processo de inserção da maricultura familiar na Ilha dos Marinheiros- Rio Grande/RS

Barenho, Cíntia Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.96%
Dissertação(mestrado)- Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental, Instituto de Educação, 2008.; A crise pesqueira no estuário da Lagoa dos Patos tem incitado ações de gerenciamento e desenvolvimento, visando à restauração da qualidade ambiental e a inserção de alternativas de renda às populações locais. Neste contexto se estabeleceu o Programa de Manejo Integrado do Estuário da Lagoa dos Patos (Programa Costa Sul), sendo que um dos seus projetos visava à inserção da aqüicultura, através do cultivo do camarão-rosa (Farfantepenaeus paulensis) em cercados abertos, por famílias de pescadores artesanais e agricultores da Ilha dos Marinheiros (Rio Grande - RS). Dentro deste contexto, esta pesquisa investigou como o processo de inserção de maricultura familiar ocorreu na comunidade e como os saberes (científicos e locais) se relacionaram durante o desenvolvimento deste. Os aspectos teóricos da investigação se basearam principalmente nos conceitos de aqüicultura sustentável, na educação ambiental crítica e transformadora, bem como nos aspectos da etnociência e do conhecimento ecológico tradicional. Técnicas de pesquisa qualitativa, participante e da etnografia foram empregadas e os dados foram coletados por meio de vivências e observações dentro dos setores envolvidos (comunidade de pescadores e agricultores...

Potencial para maricultura da carragenófita Hypnea musciformis (Wulfen) J.V. Lamour. (Gigartinales - Rhodophyta) na Ilha da Marambaia, Baía de Sepetiba, RJ, Brasil

Reis,Renata Perpetuo; Caldeira,Aline Queiroz; Miranda,Ana Paula dos Santos; Barros-Barreto,Maria Beatriz
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.43%
A falta da prática de cultivo comercial de macroalgas no Brasil junto com a crescente demanda do mercado nacional de ficocolóides é suprida pela importação de algas e colheita em bancos naturais, principalmente na costa nordestina. Na busca de um cultivo em pequena escala para uso das comunidades litorâneas foi implantado um cultivo experimental com H. musciformis, na Ilha da Marambaia, RJ (43º59'35" W e 23º04'00" S). Ao todo foram testadas nove técnicas de fixação da alga nas unidades experimentais de maricultura (UEM). Nos experimentos realizados entre a primavera de 2003 e o outono de 2004, as taxas de crescimento geralmente foram negativas. Entre os invernos de 2004 e 2005, foram na maioria positivas. O fitobentos próximo à UEM foi analisado para verificar o crescimento dessa espécie na assembléia e no cultivo. Observou-se maior percentual de anfípodas e de matéria orgânica nas UEM e a presença de carposporófitos em épocas de baixa salinidade em ambos os locais. Atribuiu-se o baixo rendimento da taxa de crescimento aos fatores ambientais como: ressacas, aderência de matéria orgânica nas algas, herbivoria e danos as UEM por ação antrópica. Constatou-se que o tratamento fixando a muda com abraçadeira foi o de mais fácil manuseio e baixo custo e que somente com a conscientização da comunidade litorânea e remuneração salarial para esta atividade será possível exercer o cultivo de H. musciformis com sucesso.