Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Dendrocronologia de árvores de mogno, Swietenia macrophylla King., Meliaceae, ocorrentes na floresta tropical Amazônica do Departamento de Madre de Dios, Peru; Dendrochronology of the mahogany trees, Swietenia macrophylla King., Meliaceae, occurring in the Amazon Rainforest of the Department of Madre de Dios, Peru

Rosero Alvarado, Jedi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.5%
Estudos sobre a fenologia e anatomia do lenho de árvores de espécies tropicais revelam um desenvolvimento e crescimento cíclicos, relacionados com as condições climáticas (temperatura e precipitação) e de sítio (competição, luz, armazenamento de água no solo, etc.). A sensibilidade a estes fatores resulta, para as árvores de algumas espécies, na sazonalidade da atividade cambial e na formação de anéis de crescimento anuais. Essa característica possibilita a determinação da idade, da taxa de crescimento em diâmetro do tronco e da reconstrução de eventos climáticos, bem como na aplicação de técnicas de manejo florestal sustentável. No presente trabalho, foram aplicadas as técnicas de dendrocronologia, em árvores de mogno, de duas populações na floresta tropical Amazônica do Peru, visando a (i) caracterização da estrutura macro e microscópica do lenho e dos anéis de crescimento, (ii) comprovação da anualidade da formação dos anéis de crescimento e determinação da idade das árvores, (iii) avaliação da biodeterioração do lenho das árvores, (iv) aplicação da densitometria de raios X no estudo do lenho e dos anéis de crescimento e (v) aplicação dos anéis de crescimento em dendroclimatologia e dendroecologia. Foram selecionadas 20 árvores de mogno em duas populações localizadas no Departamento de Madre de Dios...

Crescimento e idade de cinco espécies arbóreas do Morro Santa Cruz, Corumbá-MS

Urquiza, Marcus Vinícius Santiago
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.88%
Análises de anéis de crescimento foram realizadas em cinco espécies arbóreas de uma floresta semidecidual da Morraria de Santa Cruz, Corumbá-MS. As seguintes questões foram propostas: (1) é possivel determinar a idade de Nectandra cissiflora, Pouteria torta, Coussarea hydrangeaefolia, Guarea guidonea e Luehea grandiflora através da contagem dos anéis de crescimento? (2) Qual é o ritmo de crescimento das espécies pesquisadas? (3) Qual é a idade das espécies? (4) A estrutura etária das espécies apresenta formato de "J" invertido? O ritmo de crescimento foi investigado pelo método de janelas de Mariaux, em que é feito um ferimento no cambio vascular da árvore. Após dezoito meses, foram obtidos discos transversais e baquetas de madeira (Sondas de Pressler). As amostras foram polidas e a anatomia do lenho das esp?cies foi classificada de acordo com quatro tipos básicos criados por Coster (1927,1928). Após a contagem dos anéis de crescimento, foram criados, para cada uma das espécies, modelos crescimento baseados em idade e diametro. Além disso, individuos das cinco espécies foram contados e medidos (DAP e altura) para investigação da estrutura etária. Os resultados mostram que apenas Luehea grandiflora tem anéis de crescimento pouco distintos. Todas as espécies possuem ritmo de crescimento anual porque o ambiente tem estação seca capaz de induzir a produção de uma camada de crescimento por ano. As idades contadas são positivamente correlacionadas com crescimento. Espécies de dossel cresceram mais rápido devido a maior exposição à luz nos estratos mais elevados da floresta. A idade máxima das árvores não chegou a 250 anos porque a floresta possui solos rasos...