Página 1 dos resultados de 4618 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Identificação dos riscos sanitários na manipulação de medicamentos alopáticos não estéreis em farmácia comunitária e o papel das boas práticas de manipulação no controle desses riscos; Identification of sanitary risks related to the pharmaceutical compounding of non-sterile drug products in community pharmacy and the role of Good Compounding Practices in controlling these risks

Braga, Gláucia Karime
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
A manipulação de medicamentos pode ser considerada a essência da profissão farmacêutica. Os produtos manipulados são destinados a um indivíduo e, por essa razão, eles são considerados uma importante ferramenta na terapêutica. Entretanto, de acordo com a literatura, a ausência de comprovação científica quanto à segurança e eficácia clínica desses medicamentos faz com que os profissionais de saúde assumam um risco toda vez que um medicamento manipulado é dispensado. Com a finalidade de regular esse setor, a ANVISA aprovou o Regulamento Técnico de Boas Práticas de Manipulação em Farmácia BPMF a RDC 67/2007, a qual tem sido criticada devido aos seus exigentes requisitos para as farmácias comunitárias. Os objetivos desse trabalho foram identificar os riscos sanitários, seus efeitos e impactos na tríade qualidade-segurança-eficácia e as medidas de controle que podem ser aplicadas para reduzir os riscos identificados, a fim de verificar se tais medidas de controle se constituem como requerimentos de BPMF. Este trabalho, considerado teórico-conceitual, foi elaborado com base em uma pesquisa documental, por meio da hermenêutica da RDC 67/2007, do desenvolvimento e aplicação da ferramenta Análise de Perigos...

Manipulação de recém-nascidos pré-termo: o cenário na UTI neonatal de um hospital do interior paulista; Handling preterm infants: the scenario at the neonatal ICU of a hospital in the interior of São Paulo State.

Pereira, Fabíola Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
Introdução: O progresso tecnológico nas Unidades de Terapia Intensiva Neonatais (UTIN) possibilitou o aumento da sobrevida de recém-nascidos pré-termo (RNPT) muito imaturos. Este avanço tornou a UTIN estressante devido ao grande número de procedimentos invasivos, aos equipamentos, à presença de luz, ao ruído e à manipulação excessiva que contribuem para as alterações no desenvolvimento dos prematuros. Objetivo: Descrever a manipulação a que o RNPT é submetido na UTIN de um hospital do interior paulista. Metodologia: Estudo descritivo e exploratório realizado com 20 RNPT, os quais foram filmados, durante 24 horas consecutivas. As manipulações foram categorizadas em: monitoramento, terapêutica e de cuidado. Os procedimentos realizados conjuntamente foram considerados como uma manipulação na contagem da frequência de manipulações do RN. A duração foi registrada do início até o término de cada procedimento e, quando agrupado, foi considerado o momento exato do primeiro procedimento até o término do último, totalizando o período de uma manipulação em agrupamento. Resultados: Houve um total de 768 manipulações e 1.341 procedimentos, com médias de 38,4 e 67,05 respectivamente. As manipulações com apenas um procedimento (504) representaram 65...

Uma proposta de sistema robótico para manipulação e interação física segura em ambientes não estruturados; A proposal of a robotic manipulation system for safe physical interaction in non-structured environments

Pedro, Leonardo Marquez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Este trabalho propõe um sistema de manipulação robótica para interação física segura com objetos ou humanos em ambientes não estruturados. A proposta considera a execução de tarefas de manipulação e a prevenção e tratamento de colisões utilizando apenas uma lei de controle, o controle de impedância. A inovação científica consiste em um sistema multifuncional implementado com uma única lei de controle em contraste com os sistemas já existem que utilizam chaveamento entre controladores para cada diferente funcionalidade do sistema, e que apresentam diversas desvantagens como instabilidade e oscilações, aumento da complexidade de programação, entre outras. Inicialmente é proposto um planejador de manipulação e regrasping baseado na combinação de trajetórias suaves e na adaptação dos parâmetros de um controle de impedância em tempo de execução. A mudança da impedância para cada etapa é obtida pela modificação dos parâmetros de inércia, rigidez e amortecimento do controlador. A estabilidade desta mudança dinâmica é possível pela utilização de trajetórias suaves obtidas com planejador Squeezed Screw modificado, cujas trajetórias geradas são livres de descontinuidades na posição e na velocidade. Adicionalmente...

Expressão da imunorreatividade à tirosina hidroxilase no hipotálamo de ratos machos adultos submetidos à manipulação neonatal

Hermel, Erica do Espirito Santo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37%
A estimulação neonatal tem sido utilizada como modelo experimental para examinar os mecanismos pelos quais variações precoces do ambiente do animal afetam o desenvolvimento de sistemas neurais, dando origem a alterações comportamentais e endócrinas estáveis. A estimulação neonatal consiste na manipulação dos animais por alguns minutos diariamente durante os primeiros dias de vida. Esse procedimento provoca, na vida adulta, uma série de alterações comportamentais e endócrinas que se caracterizam pela diminuição do medo a ambientes novos e uma resposta menos acentuada da secreção de glicocorticóides pela supra-renal quando os animais são expostos a estímulos estressantes. A dopamina é um neurotransmissor que atua no sistema nervoso central, onde está envolvida na integração de vários aspectos da função neuroendócrina, como, por exemplo, um regulador na secreção de prolactina e do hormônio liberador de corticotrofina. O objetivo do presente estudo foi investigar o papel da manipulação neonatal sobre o sistema dopaminérgico através da quantificação de neurônios contendo tirosina hidroxilase, a enzima inicial e limitante da síntese de catacolaminas, em núcleos hipotalâmicos. Ratos machos Wistar foram divididos em dois grupos. Um grupo foi submetido à manipulação por um minuto...

Efeitos da manipulação neonatal sobre a concentração plasmática de hormônios da reprodução e a densidade de receptores de angiotensina II no sistema nervoso central de ratas adultas

Gomes, Cármen Marilei
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
A manipulação neonatal é um modelo experimental utilizado para avaliar o modo pelo qual interferências precoces na vida do animal podem alterar funções neuroendócrinas e comportamentos na vida adulta. O procedimento de manipulação neonatal, além de alterar a atividade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal (eixo HPA) em ratos machos e fêmeas, pode causar profundas mudanças na função reprodutiva de ratas adultas. De fato, há evidências de que a manipulação neonatal diminui a atividade do eixo HPA através da redução da síntese e secreção de hormônios que são liberados quando os animais são expostos ao estresse na vida adulta e, além disso, induz à presença de ciclos anovulatórios e diminui a receptividade sexual de ratas. Considerando essas alterações induzidas pela manipulação neonatal que são relacionadas à função reprodutiva de ratas, essa tese teve por objetivo estudar as possíveis causas da alteração no comportamento sexual e ovulação induzidas pela manipulação neonatal. Para isto, além de estudar o perfil hormonal desses animais, o que incluiu os esteróides gonadais, as gonadotrofinas e a prolactina (PRL) em diferentes fases e horários do ciclo estral, o conteúdo do hormônio liberador de gonadotrofinas (LHRH) em algumas regiões do sistema nervoso central (SNC) e na eminência mediana (EM); foi avaliada a possível participação do sistema angiotensinérgico central...

Manipulação neonatal, aprendizado olfatório e reprodução em ratos

Raineki, Charlis
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Em ratos, um procedimento simples, como “manipular” os filhotes por alguns minutos durante as duas primeiras semanas de vida, pode marcar decisivamente o desenvolvimento do indivíduo. Assim, esse modelo experimental tem sido muito utilizado para se examinar os mecanismos pelos quais variações precoces do ambiente do animal podem afetar seu desenvolvimento. A manipulação neonatal tem como conseqüência, na vida adulta, uma série de alterações comportamentais e neuroendócrinas que se caracterizam basicamente por uma diminuição do medo. Por outro lado, esse procedimento também induz a uma diminuição da função reprodutiva tanto em machos quanto em fêmeas. No entanto, os mecanismos neurais afetados por essas intervenções no período neonatal são pouco conhecidos. Em filhotes de ratos, a identificação da mãe é vital para a sobrevivência. Esse reconhecimento ocorre devido ao aprendizado olfatório, que se dá por condicionamento, através do pareamento do cuidado maternal (estímulo tátil) com o cheiro da mãe. O estímulo tátil, realizado pela mãe, atua sobre o locus coeruleus promovendo um aumento na liberação de noradrenalina no bulbo olfatório, que vai resultar na fosforilação do CREB, fundamental para a formação da memória olfatória. Os resultados apresentados nessa tese mostram que a manipulação neonatal repetida interfere com esse aprendizado olfatório...

Manipulação neonatal e estado hormonal : efeitos comportamentais e respostas neuroendócrinas ao estresse em ratos machos e fêmeas adultos

Severino, Gabriela Sentena
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
A manipulação neonatal promove alterações neuroendócrinas e comportamentais em ratos. Os efeitos conhecidos deste procedimento não são observáveis após gonadectomia neonatal e antes da instalação da puberdade, sugerindo que os hormônios esteróides gonadais modulam os efeitos da manipulação neonatal. Este trabalho teve como objetivo investigar uma possível modulação dos efeitos da manipulação neonatal sobre comportamentos e a resposta ao estresse da PRL e do LH. O efeito da manipulação neonatal sobre a atividade noradrenérgica no PVN induzida por estresse também foi avaliada. A manipulação neonatal consistiu em manipular os filhotes do 1° ao 10° dia de vida. Os animais foram estudados na idade adulta. No experimento 1, o comportamento no campo aberto e as respostas da PRL e do LH ao estresse por contenção foram analisados em ratos e ratas nas fases do diestro, proestro e estro. No experimento 2, os animais nãomanipulados e manipulados foram submetidos à gonadectomia fictícia, gonadectomia e gonadectomia seguida de reposição hormonal de testosterona nos machos e estradiol nas fêmeas. Três semanas após as cirurgias, o comportamento no campo aberto e as respostas da PRL e do LH ao estresse foram realizados. No experimento 3 ratos machos e fêmeas em diestro foram subdivididos em basal e estresse. As concentrações plasmáticas de PRL foram determinadas por radioimunoensaio e os conteúdos de NA e MHPG foram determinados através de detecção eletroquímica. Ratos machos manipulados permaneceram mais tempo nos quadrantes centrais e ratas apresentaram aumento da duração de locomoção no campo aberto ao longo do ciclo estral. A gonadectomia em ratos machos e fêmeas manipulados reduziu a duração de locomoção no campo aberto e em ratas reduziu a freqüência de entrada nos quadrantes centrais. A manipulação neonatal reduziu a resposta da PRL e do LH ao estresse em ratos machos. Em ratas na fase do estro foi observada uma menor resposta da PRL ao estresse quando comparadas às ratas nãomanipuladas na fase do estro. O mesmo ocorreu com a resposta do LH ao estresse em ratas manipuladas nas fases do proestro e do estro. A redução da resposta da PRL ao estresse em ratas manipuladas foi observada apenas em ratas submetidas à ovariectomia fictícia. Ratas manipuladas não apresentaram aumento da razão MHPG/NA no PVN após aplicação do estresse. Os efeitos da manipulação neonatal sobre comportamentos em ratos machos e fêmeas e sobre a resposta da PRL ao estresse em fêmeas parecem depender da presença de hormônios esteróides gonadais. A ciclicidade dos hormônios esteróides gonadais durante o ciclo estral influencia os efeitos da manipulação neonatal sobre a resposta da PRL e do LH ao estresse em ratas. A manipulação neonatal reduz a responsividade do sistema noradrenérgico ao estresse em fêmeas.; Neonatal handling promotes neuroendocrine and behavioral changes in rats. Known effects of this procedure are not perceived after neonatal gonadectomy and before puberty...

Efeitos neuroendócrinos da interação entre hormônios sexuais e manipulação neonatal em ratos machos e fêmeas adultos

Martins, Isabel Amaral
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37%
Influências de secreções endógenas e estímulos ambientais durante o período neonatal parecem ser determinantes para programar a atividade neuroendócrina e comportamental na vida adulta. O propósito do presente trabalho foi estudar a interação entre os hormônios gonadais e a manipulação durante o período neonatal sobre a concentração plasmática de corticosterona, gonadotrofinas (hormônios luteinizante e folículo estimulante), e hormônios gonadais (estradiol, progesterona e testosterona) em ratos adultos machos e fêmeas. Para alguns grupos experimentais, filhotes de ratos Wistar foram gonadectomizados, ou submetidos à cirurgia fictícia, antes de 6 horas após o nascimento, ou foram mantidos sem cirurgia. Metade destes animais foram estimulados diariamente, ou foram mantidos sem a manipulação neonatal, durante os primeiros 10 dias de vida. Para outros grupos experimentais, machos foram manipulados diariamente durante o período dos 10 primeiros e gonadectomizados aos 80 dias de vida. Somente a manipulação neonatal não provocou diferenças na concentração plasmática de corticosterona e gonadotrofinas, tanto em machos quanto em fêmeas, mas reduziu a secreção de hormônios gonadais em fêmeas. Enquanto a manipulação em fêmeas gonadectomizadas logo após o nascimento induziu um menor aumento na resposta de corticosterona comparada com às fêmeas não-manipuladas...

Efeitos da manipulação neonatal sobre a proliferação celular na área pré-óptica medial, no núcleo para ventricular do hipotálamo, hipocamo e locus coeruleus

Padilha, Camila Batista
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37%
A manipulação neonatal ocasiona alterações comportamentais frente a situações estressantes, mostrando animais hiporresponsivos ao estresse, exibindo uma menor reatividade emocional, uma menor taxa de defecação e maior exploração que os nãomanipulados quando colocados em um ambiente novo, mesmo que este inclua seu predador natural, como no caso do campo aberto com predador (Levine et al., 1967; Padoin et al., 2001; Severino et al., 2004). A manipulação neonatal prejudica ainda a função reprodutiva dos animais na idade adulta, seja na exibição do comportamento sexual em machos e em fêmeas, ou na redução ou bloqueio da ovulação e exibição de ciclos anovulatórios pelas fêmeas (Gomes et al., 1999). Outro efeito bastante marcante é observado na morfologia do encéfalo destes animais, dando suporte neural às alterações comportamentais e neuroendócrinas observadas nestes animais. O presente trabalho teve por objetivo verificar se a redução do número de neurônios em animais de 11 e 90 dias, constatada na área pré-óptica medial, no locus coeruleus e no núcleo paraventricular do hipotálamo dos animais manipulados quando comparados aos não-manipulados, deve-se a uma redução da proliferação celular nestes núcleos aos 11 dias de idade...

Manipulação neonatal, ocitocina, vasopressina e comportamentos sociais em ratos

Todeschin, Anelise Schindler
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Eventos que acontecem aos filhotes, tais como intervenções no ambiente ou alterações no comportamento maternal, durante o período neonatal induzem a alterações neuroendócrinas e comportamentais estáveis, percebidas já na infância e perduram na vida adulta do animal. O modelo de manipulação dos filhotes no período neonatal tem sido estudado com o objetivo de tentar compreender as alterações no ambiente perinatal e suas manifestações, visto que muitas patologias psicológicas podem ser desencadeadas neste período e se manifestar na vida adulta. A principal conseqüência da manipulação neonatal é uma redução da ansiedade a ambientes novos em ratos adultos. Logo após o nascimento, o sistema nervoso central (SNC) ainda está em formação e intervenções ocorridas no período neonatal afetam alguns sistemas neurais. Este trabalho teve como objetivo estudar o efeito da manipulação durante os primeiros dias de vida, em filhotes de rato e suas conseqüências em comportamentos sociais e em sistemas neurais relacionados à ocitocina e vasopressina. A ocitocina, um hormônio neuro-hipofisário cujo papel na reprodução é bem conhecido foi estudado neste trabalho porque tem funções importantes no SNC, principalmente em modular comportamentos...

Efeito da manipulação neonatal sobre o sinal de BDNF no bulbo olfatório de ratos

Reis, Adolfo Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Ao nascerem os mamíferos não estão com o sistema nervoso plenamente desenvolvido e os primeiros dias de vida representam uma fase crítica para o desenvolvimento do sistema nervoso, de fato nesta fase o encéfalo esta passando por diversos processos fundamentais como organização funcional das redes neurais, proliferação neuronal, migração, diferenciação, além de gliogênese e mielinização. Em ratos, um procedimento simples, como “manipular” os filhotes por alguns minutos durante a primeira semana de vida, pode marcar decisivamente o desenvolvimento do indivíduo. Assim, a manipulação neonatal tem sido muito utilizada para se examinar os mecanismos pelos quais variações ambientais podem afetar o desenvolvimento do filhote. A manipulação neonatal promove uma série de alterações comportamentais e neuroendócrinas que se caracterizam basicamente por uma diminuição do medo no adulto. Além das mudanças neuroendócrinas já foram relatadas diversas alterações sobre a estrutura do sistema nervoso, como por exemplo, na densidade de células na área pré-óptica medial, na amígdala medial póstero-dorsal e no núcleo periventricular antero ventral, no córtex pré-frontal, núcleos amidalóides e no Locus coeruleus que apresenta papel decisivo durante o desenvolvimento. Sabe-se que o Locus coeruleus apresenta uma atuação muito importante no aprendizado olfatório...

Avaliação do impacto da manipulação neonatal no comportamento de ratas ovariectomizadas

Laureano, Daniela Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37%
O período neonatal é um momento determinante no desenvolvimento do sistema nervoso central. A manipulação neonatal em ratos tem sido usada como um modelo de intervenção capaz de causar mudanças no sistema nervoso central, com efeitos comportamentais na idade adulta, embora muitas vezes esses efeitos não sejam observáveis antes da puberdade. Assim, é possível que a presença de hormônios gonadais seja importante para alguns efeitos da manipulação neonatal. O objetivo desse estudo foi verificar a associação entre a liberação de hormônios gonadais na puberdade e as alterações comportamentais observadas na idade adulta, em animais submetidos à manipulação neonatal, avaliando-se atividade motora e comportamento do tipo ansioso. As ninhadas provenientes de 22 ratas prenhes foram divididas em dois grupos: manipulado no período neonatal e não manipulado no período neonatal. Os animais manipulados no período neonatal foram separados de suas mães 10 minutos por dia, durante os primeiros 10 dias de vida e mantidos em uma incubadora a aproximadamente 34°C. Os animais foram desmamados aos 21 dias e divididos em três sub-grupos: ovariectomia (a cirurgia foi realizada entre 24 e 28 os dias de vida), sham (cirurgia, sem retirada dos ovários) e controle. Aos 60 dias...

Manipulação neonatal e seus efeitos sobre o bulbo olfatório em ratos : morfologia e comportamento

Azevedo, Marcia Scherem
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37%
A manipulação neonatal altera o comportamento maternal e a relação mãefilhote induzindo mudanças fisiológicas e alterações comportamentais em resposta a estímulos estressores, que perduram ao longo da vida do animal. O objetivo deste trabalho foi analisar os efeitos da manipulação neonatal (dia pós-natal 1 ao dia pósnatal 10) sobre o número de células nas camadas do bulbo olfatório de ratos machos e fêmeas aos 11 e aos 90 dias de idade. Além disso, estudar o envolvimento do sistema olfatório (no início e na vida adulta do animal) no estabelecimento das relações sociais em ratos que sofreram manipulação neonatal. Nossos resultados mostraram uma redução significativa no número de células mitrais e no número total de células na camada glomerular em ratos manipulados machos e fêmeas em ambas as idades. O número de neurônios NeuN-positivo também está alterado. Fêmeas manipuladas no período neonatal apresentam redução no número de neurônios NeuN-positivos na vida adulta. Quanto às relações sociais, a manipulação neonatal não alterou a preferência olfatória no início da vida do animal (aos 11 dias de idade). Entretanto, na vida adulta este procedimento causou uma redução na preferência sexual de ratos machos. Em relação ao comportamento maternal...

Efeitos sexo-específicos da manipulação neonatal em ratos : avaliação de diferentes tipos de memórias, relacionadas ou não ao consumo de alimento palatável, e de parâmetros neuroquímicos

Noschang, Cristie Grazziotin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.09%
Consideráveis evidências demonstram que a qualidade do ambiente no início da vida influencia padrões de desenvolvimento que determinam a saúde e a produtividade do indivíduo ao longo da vida. Para estudar essa interação utilizamos o protocolo da manipulação neonatal que consiste em uma breve separação dos filhotes de sua mãe. Estudos demonstram que ratos submetidos a este procedimento apresentam quando adultos um aumento no consumo de alimento palatável, quando este é oferecido por um curto período de tempo, sem alterar o consumo de ração. Uma possibilidade para explicar este efeito seria que os ratos manipulados no período neonatal teriam alterações na memória relacionada ao consumo de alimento palatável. Desta forma, o objetivo desta tese foi avaliar os efeitos da manipulação neonatal sobre diferentes tipos de memória, relacionadas ou não ao alimento palatável, bem como parâmetros neuroquímicos que podem estar associados a alterações cognitivas, entre eles a atividade das enzimas Na+/K+-ATPase e acetilcolinesterase e os parâmetros do estresse oxidativo, considerando a possibilidade de diferenças sexo-específicas. Além disso, como o consumo aumentado de alimento palatável pelos animais manipulados no período neonatal é observado apenas após a puberdade...

Efeitos da manipulação na articulação sacroilíaca e transição lombossacral sobre os sinais de indivíduos portadores de instabilidade do tornozelo; Effects of manipulation on sacroiliac joint anda lumbossacral transition on the signs in individuals with ankle sprain

Gustavo Luiz Bortolazzo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37%
A manipulação articular é uma técnica utilizada na área de reabilitação física com o objetivo de aumentar a mobilidade articular e gerar respostas reflexas para diminuir a dor, melhorar o controle motor e a flexibilidade. Indivíduos com instabilidade do tornozelo apresentam alteração do controle motor no membro inferior homolateral ao tornozelo instável e alteração do controle postural, o que pode alterar a simetria entre os músculos posturais. A tese está apresentada em formato alternativo, com apresentação de 3 artigos, que têm como objetivos avaliar o efeito da técnica de manipulação articular na sacroilíaca e transição lombossacral sobre a atividade elétrica dos músculos que movem o tornozelo e a coluna lombar, sobre o limiar de dor à pressão, sobre a flexibilidade e sobre a assimetria dos músculos paravertebrais lombares ao nível de L5. Vinte voluntários foram divididos aleatoriamente em grupo experimental (n=10), em que os voluntários receberam manipulação na articulação sacroilíaca e transição lombossacral e grupo placebo (n=10), em que os voluntários receberam manobra sem efeitos terapêuticos. Foi realizada avaliação eletromiográfica dos músculos paravertebrais lombares ao nível de L5...

Influência da manipulação digital com luvas na resistência à compressão e tenacidade à fratura de resinas compostas

Fortkamp, Saulo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 147 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Odontologia; O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da manipulação digital com luvas na resistência à compressão e tenacidade à fratura de duas resinas compostas micro-híbridas fotopolimerizáveis, Filtek Z250 e Tetric Ceram (TC). Foram confeccionados 4 grupos experimentais (n=10) para cada teste e resina utilizada, totalizando 160 espécimes distribuídos aleatoriamente em 16 grupos de acordo com o tipo de manipulação, da seguinte forma: Grupos do teste de compressão- (1A-Z250 e 5A-TC) - espécimes manipulados com luvas contaminadas (LC); (2A-Z250 e 6A-TC) - espécimes manipulados com luvas limpas (LL); (3A-Z250 e 7A-TC) - espécimes manipulados com luvas contaminadas limpas com álcool 70% (LCLA); (4A-Z250 e 8A-TC) - espécimes manipulados com espátula (E), sem o contato com as luvas. Grupos do teste de tenacidade- (1B-Z250 e 5B-TC) - espécimes manipulados com LC; (2B- Z250 e 6B-TC) - espécimes manipulados com LL; (3B-Z250 e 7B-TC) - espécimes manipulados com LCLA; (4B-Z250 e 8B-TC) - espécimes manipulados com E. Após os testes de resistência à compressão e tenacidade à fratura, os valores foram analisados estatisticamente com ANOVA (a = 0...

A associação entre a manipulação dos resultados contabilísticos e a opinião dos auditores

Borralho, João Miguel C.
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
37%
Mestrado em Contabilidade; Investigação empírica prévia documenta a existência de práticas de manipulação de resultados contabilísticos (earnings management) pelos gestores. O papel dos auditores na detecção e sinalização destas práticas tem também sido objecto de estudo na literatura. Na Europa Continental a fraca relação obtida entre indicadores da citada manipulação e o tipo de auditor (Big 4 e outros), não permite concluir quanto à eficácia da auditoria na contenção da manipulação de resultados, o que tem sido atribuído à concentração da propriedade accionista e ao menor risco de litígio dos auditores. Baseados nestes resultados, verificámos, numa amostra de empresas ibéricas, no período de 2002-2004, se os auditores são eficazes na detecção e reporte da manipulação dos resultados contabilísticos nos relatórios de auditoria. Utilizámos na medição da citada manipulação, a metodologia dos accruals discricionários, calculados pelo modelo de Jones modificado (1995). Os resultados obtidos indicam existir uma associação estatística significativa entre os accruals discricionários e a opinião de auditoria, induzindo a eficácia dos auditores. Este resultado é corroborado pela relação estatística significativa que também se observa entre os accruals discricionários e alguns tipos de reservas de auditoria. No domínio da qualidade da auditoria...

A manipulação de resultados contabilísticos: uma revisão da literatura

Vila, Ana Rita Bizarro do Carmo da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O presente estudo efetua uma revisão da literatura sobre o tema manipulação de resultados contabilísticos. O estudo da manipulação de resultados contabilísticos implica analisar o conceito de manipulação de resultados, identificar quais os incentivos que levam os gestores a manipular os resultados e conhecer as metodologias existentes para detetar a existência de manipulação de resultados. A manipulação de resultados assume-se como um fenómeno complexo e de difícil deteção. Este fenómeno altera os resultados divulgados pelas empresas, para que estas possam alcançar os seus objetivos. Os objetivos que levam os gestores a manipular os resultados estão diretamente relacionados com o contexto económico-legal em que as empresas operam. Através das metodologias existentes é possível verificar quais as empresas que manipulam os seus resultados. Da revisão da literatura efetuada, conclui-se que a manipulação de resultados ocorre porque os normativos contabilísticos possuem uma certa flexibilidade, que permite ao gestores manipular as demonstrações financeiras de uma forma discricionária. Os incentivos que motivam os gestores a manipular os resultados diferem de país para país. A nível nacional os principais incentivos que levam os gestores a manipular os resultados centram-se na diminuição do imposto a pagar e na preocupação em apresentar informação contabilística mais favorável quando necessitam de negociar financiamento adicional junto dos credores.

Efeito da manipulação lombar em pacientes com dor lombar aguda

Jorge, Sílvia
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Introdução: A manipulação vertebral é um procedimento de terapia manual realizada em alta velocidade, pequena amplitude e normalmente no final de movimento. Estudos recentes sugerem a manipulação da coluna lombar com efeitos directos nos mecanismos neurofisiológicos da dor assim como na funcionalidade. Objectivo: Avaliar os efeitos, na dor e na funcionalidade, da manipulação lombar, em pacientes com dor lombar aguda de origem mecânica, no dia seguinte à manipulação. Materiais e Métodos: Participaram neste estudo três pacientes de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 31 e 35 anos, com queixas de dor lombar há menos de oito dias e que apresentavam restrição e dor nos movimentos de flexão lombar. Foi utilizado o teste de Mitchell para identificar as vértebras lombares disfuncionais. Os instrumentos utilizados foram a escala numérica da dor (END) para avaliar a dor e o questionário de incapacidade lombar Roland Morris (QIRM) para avaliar a funcionalidade. Os utentes foram avaliados antes da manipulação e no dia seguinte à sua aplicação. Em cada paciente foi realizada apenas uma manipulação lombar. Resultados: No dia seguinte à intervenção os pacientes apresentaram diminuição da dor (6/10 vs 0/10; 5/10 vs 3/10; 4/10vs 1/10) e melhoria da funcionalidade (7/24 vs 1/24; 16/24 vs 9/24; 8/24 vs3/24). Conclusão: Com base nos resultados obtidos pode concluir-se que...

A manipulação de resultados contabilísticos: uma revisão da literatura

Vila, Ana Rita Bizarro do Carmo da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
O presente estudo efetua uma revisão da literatura sobre o tema manipulação de resultados contabilísticos. O estudo da manipulação de resultados contabilísticos implica analisar o conceito de manipulação de resultados, identificar quais os incentivos que levam os gestores a manipular os resultados e conhecer as metodologias existentes para detetar a existência de manipulação de resultados. A manipulação de resultados assume-se como um fenómeno complexo e de difícil deteção. Este fenómeno altera os resultados divulgados pelas empresas, para que estas possam alcançar os seus objetivos. Os objetivos que levam os gestores a manipular os resultados estão diretamente relacionados com o contexto económico-legal em que as empresas operam. Através das metodologias existentes é possível verificar quais as empresas que manipulam os seus resultados. Da revisão da literatura efetuada, conclui-se que a manipulação de resultados ocorre porque os normativos contabilísticos possuem uma certa flexibilidade, que permite ao gestores manipular as demonstrações financeiras de uma forma discricionária. Os incentivos que motivam os gestores a manipular os resultados diferem de país para país. A nível nacional os principais incentivos que levam os gestores a manipular os resultados centram-se na diminuição do imposto a pagar e na preocupação em apresentar informação contabilística mais favorável quando necessitam de negociar financiamento adicional junto dos credores.