Página 1 dos resultados de 20142 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Níveis e avidez de anticorpos IgG específicos para a porção de 19kDa da região C-terminal da proteína-1 de superfície de merozoítos de P. vivax (MSP1 19) em grupos populacionais expostos à malária; Level and avidity of specific IgG antibodies to C-terminal 19kDa of Plasmodium vivax merozoite surface protein 1 (MSP119) in population groups exposed to malaria

Kudó, Mônica Eriko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.78%
O objetivo deste trabalho foi estudar a resposta imune, quanto ao nível e à avidez dos anticorpos IgG, dirigidos contra o antígeno recombinante derivada da Proteína 1 de Superfície de Merozoíto de Plasmodium vivax (PvMSP119) em indivíduos residentes em diferentes áreas endêmicas do Brasil, empregando o teste ELISA. Para tanto, foram estudadas amostras de indivíduos expostos à malária, infectados ou não e em acompanhamento terapêutico. Na padronização das condições de reação, obteve-se uma sensibilidade de 95,00% em amostras de pacientes com gota espessa positiva para P. vivax e uma especificidade de 99,50% em amostras de indivíduos saudáveis e com outras patologias. Entre as amostras de pacientes com P. falciparum, 7,14% foram reagentes. O estudo dos diferentes grupos de pacientes com malária vivax mostrou haver diferença significante entre os primo infectados e aqueles com episódios anteriores de malária, sendo os níveis (IR) e avidez (IA) de IgG mais baixos nos primo infectados, embora os níveis de anticorpos já estivessem elevados nesses pacientes. A predominância de IgG anti-PvMSP119 de baixa avidez nos pacientes primo infectados por P. vivax, sugere um baixo grau de proteção, mesmo na presença de elevados níveis de anticorpos observados já no início da infecção. A análise dos indivíduos não infectados mostrou haver uma associação negativa dos resultados de IR com o tempo decorrido desde o último episódio de malária e associação positiva com o número de malárias anteriores. Em relação aos IA houve associação positiva com ambos os parâmetros...

Influência de variantes de receptores de reconhecimento padrão na suscetibilidade à malária; Influence of point variants of pattern recognition receptors in the susceptibility to human malaria

Leoratti, Fabiana Maria de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.8%
Malária é uma das principais causas de doença e morte no mundo, principalmente de crianças. É considerada a força de seleção evolucionária mais forte que se conhece na história recente do genoma humano. Além dos fatores ambientais e do próprio parasito, fatores genéticos do hospedeiro têm um papel fundamental tanto na suscetibilidade como na evolução clínica da infecção. O sistema imune inato reconhece os plasmódios através de um número limitado de receptores de reconhecimento padrão (PRRs) e inicia vários mecanismos de defesa que resultam no desenvolvimento de inflamação e resistência do hospedeiro à infecção. Mas, a eliminação completa do parasito requer respostas imunes adaptativas que são amplificadas pela ativação do sistema imune inato. As manifestações clínicas de malária são dependentes dos níveis de citocinas próinflamatórias circulantes produzidas, as quais em níveis altos contribuem para a imunopatologia da doença. O balanço entre respostas pró e antiinflamatórias dirigidas contra o parasito é considerado crítico para a proteção clínica, assim a resposta imune inata pode contribuir tanto para proteção da malária como para modular a resposta imune adaptativa. Neste estudo...

Manifestações clínicas e patogênese da plaquetopenia na malária

Lacerda, Marcus Vinícius Guimarães de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
36.83%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2007.; A plaquetopenia é uma reconhecida complicação hematológica da infecção malárica, porém, sua patogênese ainda é incerta. Os objetivos deste trabalho foram estimar a freqüência e as manifestações clínicas da plaquetopenia na malária, e avaliar o papel dos imunocomplexos circulantes (ICC) e da agregação plaquetária in vitro. O estudo foi realizado em Manaus (Amazonas), entre 2004 e 2006, com seleção aleatória de pacientes com diagnóstico microscópico e molecular de malária vivax (n=142) e malária falciparum (n=26), após exclusão de pacientes com outras doenças. Foram analisadas as características dos pacientes, além da parasitemia, hemograma, exames bioquímicos do sangue e testes de coagulação. Os ICC foram dosados (n=48) e após a eluição da IgG dos ICC, em pacientes com plaquetopenia grave, verificou-se sua capacidade de ligação in vitro a plaquetas normais (n=2), e sua capacidade de destruição plaquetária in vivo, após injeção intraperitoneal em camundongo C57BL/6 sadio (n=1). Plaquetas incubadas com ICC de pacientes com malária e plaquetopenia foram submetidas à fagocitose por células THP-1 (n=3). Avaliou-se também a agregação de plaquetas normais...

Prevalência de partos prematuros no Hospital de Base "Dr. Ary Pinheiro" (Porto Velho - RO) causados por malária durante a gestação no período de 2001 a 2003 em usuárias do SUS

Simões, Maria da Conceição Ribeiro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.79%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.; O presente estudo teve como objetivo analisar a prevalência dos partos prematuros em mulheres infectadas por malária e usuárias do SUS no Hospital de Base “Dr. Ary Pinheiro” – HBAP, no município de Porto Velho – RO, no período de 2001 a 2003. Realizou-se um estudo descritivo retrospectivo, onde foram analisados 715 prontuários de gestantes que tiveram partos prematuros e selecionados 314 prontuários de mulheres que terminaram sua gravidez entre a 20ª e 36ª semanas. Neste período ocorreram 12.829 partos no HBAP e 927 (7,2%) foram partos prematuros. Estes partos prematuros foram relacionados com várias causas: 30,8% com Rotura Prematura de Membranas(ROPREMA), 15,9% com Óbito Fetal Intra-Útero (OFIU), 11,4% com Infecção do Trato Urinário (ITU), 13,3% com Doença Hipertensiva Específica da Gestação (DHEG), 7,9% com Descolamento Prematuro da Placenta (DPP), 6,0% Gemelares, 2,5% com Eclampsia, 1,9% com Mal Formação Fetal, 1,2% Anencéfalo, 0,6% com Placenta Prévia (PP), 0,6% com Apresentação Pélvica, 0,3% com Lupus Eritematoso Sistêmico (LES), que foram excluídos deste estudo, e 7,3% correlacionados com malária...

Disfunção endotelial e fator de necrose tumoral-α na malária grave

Santos Neto, Leopoldo Luiz dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.78%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 1993.; A malária representa atualmente um importante problema de saúde pública. A evolução clínica da infecção pelo P. falciparum é geralmente benigna, mas a mortalidade pode atingir até 50% dos casos. Citocinas como o fator de necrose tumoral-α (FNT-α) e o fenômeno de aderência associado as hemácias parasitadas são os principais mecanismos envolvidos na fisiopatogenia da forma grave de malária. Contudo, ainda existem muitos pontos na patogenia desta infecção, particularmente a contribuição da disfunção endotelial no desenvolvimento da síndrome de inflamação sistêmica da forma grave da malária. Com o objetivo de contribuir para o entedimento da disfunção do endotélio na malária grave foi realizado um estudo envolvendo 42 pacientes infectados pelo Plasmodium falciparum, 6 infectados por P. vivax e 13 indivíduos hígidos. A função endotelial foi avaliada, através da detecção da concentração plasmática da selectina-E e do fator de von Willebrand (FVW). Um total de 19 pacientes foram caracterizados como apresentando a forma grave e 23 a forma moderada, de acordo os critérios da OMS. Nos pacientes com malária houve aumento da concentração de selectina-E e do FVW...

Características epidemiológicas da malária autóctone no estado do Tocantins, Brasil, 1998 a 2006.

Gener, Miguel Emilio Sarmiento
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.81%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2008.; Definição do problema e justificativa: De 1996 a 2006, o Estado do Tocantins (TO) registrou, em média, 0,3% dos casos de malária da Região Amazônica, dos quais, 37% foram autóctones. O risco médio foi um caso por 1.000 hab. Apresenta ainda condições geográficas, climatológicas e ecológicas menos favoráveis à transmissão da malária, em relação a outros Estados Amazônicos. Desta forma, há perspectiva de interrupção da transmissão autóctone no estado. Para tanto, é necessário uma análise epidemiológica da ocorrência dos casos autóctones registrados e seu risco de adoecer nos últimos 9 anos. Objetivo: Descrever as características epidemiológicas dos casos autóctones de malária registrados no TO, de 1998 a 2006. Métodos: Tipo de estudo: Epidemiológico, ecológico e descritivo com base em levantamento de dados disponíveis. Série temporal do número de casos autóctones de malária humana notificados no TO. Fontes de dados: Sistema de Informação sobre Malária (Sismal), Sistema de Vigilância em Malária (Sivep-Malária), Relatórios Técnicos, Empresa Brasileira de Pesquisa Agro-pecuária (Embrapa), Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente do TO (SEPLAN-TO) e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Resultados: De 1998 a 2006...

Monitoramento da incidência da malária na Amazônia Brasileira utilizando algoritmo automatizado

Braz, Rui Moreira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Núcleo de Medicina Tropical, 2013.; Introdução: A Amazônia Brasileira concentra 99% dos casos de malária notificados no país. Porém, ainda não se conhece os níveis de variação da incidência da doença nos municípios. Objetivo: Desenvolver e aplicar algoritmo para detecção da variação da incidência da malária nos municípios da região. Métodos: Desenvolveu-se um sistema de monitoramento automatizado, baseado no diagrama de controle por quartis para classificação dos municípios em 4 grupos, conforme a variação da incidência da malária: grupo 1) aqueles com incidência abaixo dos valores esperados; grupo 2) aqueles com incidência dentro dos valores esperados; grupo 3) aqueles com epidemias; grupo 4) aqueles com apenas um caso durante o ano. A associação entre presença de áreas especiais (assentamentos, garimpos, áreas indígenas e de fronteira) e a ocorrência de epidemias, foi verificada com o teste do ?, p ≤ 0,05. A dependência espacial das epidemias de malária nos municípios foi analisada por meio da variável proporção de meses epidêmicos , aplicando-se os índices de Moran global e local...

Situação epidemiológica da malária na Amazônia brasileira entre 2003 e 2012

Lapouble, Oscar Martin Mesones
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.79%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, Núcleo de Medicina Tropical, 2014.; Introdução: A malária permanece como uma das mais importantes causas de morbidade e mortalidade nas regiões tropicais do mundo, com uma estimativa de 2,4 bilhões de pessoas expostas ao risco de infecção pelo Plasmodium falciparum e 2,9 bilhões de pessoas expostas ao risco de infecção pelo Plasmodium vivax. No Brasil, chegaram a ser registrados seis milhões de casos por ano na década de 1940, com transmissão em 70% dos municípios. O processo de ocupação desordenada da Amazônia iniciado na década de 1960 favoreceu o aumento de casos da doença na região. O Programa Nacional de Controle da Malária do Ministério da Saúde do Brasil (CGPNCM), criado em 2003, recomenda, por orientação da Organização Mundial da Saúde, três intervenções principais para alcançar os objetivos traçados no controle da doença: diagnóstico rápido dos casos de malária e tratamento com medicamentos efetivos; a distribuição de mosquiteiros impregnados com inseticida de longa duração para atingir cobertura total da população em risco; e o uso de borrifação residual intradomiciliar com inseticidas para reduzir ou eliminar a transmissão. Objetivos: Descrever a situação epidemiológica da malária na Região Amazônica Brasileira entre os anos 2003 e 2012. Métodos: Análise das bases de dados de mortalidade (SIM)...

Malária: incidência no distrito de Aveiro

Saraiva, Olga Maria Martins
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.8%
A malária representa um grave problema, não só em termos de saúde pública, mas também ao nível do desenvolvimento cultural e sócio-económico. A malária é uma doença infecciosa, causada por um protozoário do género Plasmodium e é transmitida naturalmente ao hospedeiro humano por picada da fêmea do mosquito do género Anopheles infectado. As espécies de parasitas que podem infectar os humanos e causar malária são quatro: P. vivax, P. falciparum, P. ovale e P. malariae, sendo a espécie P. falciparum a mais patogénica, causando doença grave. A forma grave da doença pode ter complicações cerebrais, hepáticas, renais, circulatórias e hematológicas. Atendendo às alterações climáticas ocorridas nos últimos anos e ao aumento de viajantes para zonas endémicas bem como ao facto que no passado a Região de Aveiro já foi afectada pela malária, é importante estudar a incidência de malária na Região de Aveiro, avaliando a sua evolução, de modo a evitar o ressurgimento da malária. Este trabalho teve como objectivo avaliar a incidência de malária no distrito de Aveiro, caracterizar a população afectada e relacionar os casos positivos de malária com alterações nos parâmetros hematológicos e bioquímicos. O diagnóstico de malária foi feito em pacientes do Hospital Infante D. Pedro de Aveiro (HIDP)...

Susceptibilidade genética à malária cerebral em crianças angolanas

Sambo, Maria do Rosário Teixeira de Alva Sequeira Bragança, 1959-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.84%
Tese de doutoramento, Medicina (Genética), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2010; As manifestações neurológicas da infecção pelo Plasmodium falciparum, que culminam com o coma não despertável, configuram a síndroma de malária cerebral. Esta é uma das síndromas mais graves de malária severa que contribui, em larga escala, para a elevada mortalidade da malária em crianças da África subsaariana. A identificação de variantes genéticas do hospedeiro que influenciam a evolução clínica da malária severa e que determinam a fisiopatologia da malária cerebral é um dos desafios que persistem na investigação de factores genéticos da malária. Esta tese teve como principal objectivo investigar variantes genéticas que, de um modo específico, permitissem diferenciar factores de risco de malária cerebral de factores de risco de malária severa não cerebral. Foi desenhado um estudo de associação de casos-controlos, tendo-se analisado dezassete genes previamente correlacionados com a malária severa em 749 crianças angolanas. O estudo compara 130 casos de malária cerebral com 158 controlos de malária severa não cerebral, para detectar factores de risco específicos de malária cerebral. Para confirmar a exclusividade de eventuais factores de risco específicos de malária cerebral...

Malaria and tuberculosis co-infection:role for hemozoin immunosuppression?

Frita, Rosangela M. R. C., 1981-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
36.8%
Tese de doutoramento, Ciências Biomédicas (Microbiologia e Parasitologia), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2014; Malaria and tuberculosis (TB) endemic regions overlap considerably, especially in sub-Saharan Africa. Although it is very likely that co-infections occur in these regions, not much is known about malaria-TB co-infections in humans, and how the interplay between these two infections might affect the prognosis of co-infected individuals. Furthermore, multiple Plasmodium infections will likely result in accumulation of malaria pigment (hemozoin) in host organs. Hemozoin was first thought of as an inert waste product resulting from hemoglobin digestion. However, several studies have associated the presence of hemozoin with host immunosuppression. Thus, the subject of this thesis was the study of Malaria-Tuberculosis co-infections with a particular focus on a possible role for hemozoin induced immunosuppression. For this, protocols for hemozoin production and characterization were first established. Then, in vitro studies to investigate how hemozoin ingestion affected cellular functions of human peripheral blood mononuclear cells (PBMC) were performed. For the first time hemozoin effects at the single cell level were investigated by flow-cytometry...

Impact of Malaria Control on the Demand for ACTs

Laxminarayan, Ramanan; Klein, Eili; Smith, David
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.81%
As planning for malaria shifts from control to elimination and eventual eradication, policymakers are faced with decisions about resource allocation, and best approaches for financing malaria control interventions. At the operational level, these decisions will determine the relative emphasis on different tools such as insecticide treated nets (ITNs), indoor residual spraying (IRS) and artemisinin-based combinations (ACTs) in various local settings. At a global level, these decisions will guide the appropriate role of global financing mechanisms such as the Affordable Medicines Facility for Malaria (AMFm) in the malaria elimination effort. Previous papers have separately examined the cost-effectiveness of individual tools like IRS and ITNs and financing mechanisms such as the AMFm. Here we look at the cost-effectiveness of AMFm at different transmission intensities and levels of malaria control. We find that deaths averted as a result of AMFm are maximized when other control measures such as ITNs are simultaneously applied. Although policymakers have to tradeoff between investments in AMFm and malaria prevention tools...

Impact of Intermittent Screening and Treatment for Malaria among School Children in Kenya : A Cluster Randomized Trial

Halliday, Katherine E.; Okello, George; Turner, Elizabeth L.; Njagi, Kiambo; Mcharo, Carlos; Kengo, Juddy; Allen, Elizabeth; Dubeck, Margaret M.; Jukes, Matthew C.H.; Brooker, Simon J.
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
EN_US
Relevância na Pesquisa
36.8%
This paper investigates the effects of intermittent screening and treatment of malaria on the health and education of school children in an area of low-to-moderate malaria transmission. A cluster randomized trial was implemented with 5,233 children in 101 government primary schools on the south coast of Kenya in 2010-12. The intervention was delivered to children randomly selected from classes 1 and 5 who were followed up twice across 24 months. Once during each school term, public health workers used malaria rapid diagnostic tests to screen the children. Children who tested positive were treated with a six-dose regimen of artemether-lumefantrine. Given the nature of the intervention, the trial was not blinded. The primary outcomes were anemia and sustained attention and the secondary outcomes were malaria parasitaemia and educational achievement. The data were analyzed on an intention-to-treat basis. Anemia in this setting in Kenya, intermittent screening and treatment, as implemented in this study, is not effective in improving the health or education of school children. Possible reasons for the absence of an impact are the marked geographical heterogeneity in transmission...

Eryptosis as protection factor against malaria; Eryptose als Schutzfaktor gegen Malaria

Bobbala, Diwakar
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
EN
Relevância na Pesquisa
36.82%
Over the past centuries malaria, a dreadful pathogen born blood related disease has been the major cause of mortality among mankind. As time passed the pathogens coevolved with their hosts, simultaneously manipulating the hosts’ defence mechanisms by intruding and mimicking various host related metabolic and signaling pathways. In the course of their parasitic effect they modified themselves to proliferate and destruct the host to death. The present strategy for controlling and curing infectious diseases has targeted various metabolic or enzymatic systems within the parasite. The most severe drawback of this method of controlling the diseases has led to the development of parasitic resistance and consequent relapse of once-contained infectious diseases amidst the host. I intended for a novel drug discovery paradigm in order to prevent the pathogen related resistance focusing on identifying and targeting host factors essential for pathogen entry, survival and proliferation. The innovative methods involve stimulation of the infected erythrocytes and recognition by the spleen macrophages to get rid of the pathogen and prevent the further course of the disease. In case of malaria the pathogen, Plasmodium, enters erythrocytes and thus escapes recognition by the immune system. The pathogen induces oxidative stress to the host erythrocyte...

Impregnated Nets Cannot Fully Substitute for DDT : Field Effectiveness of Malaria Prevention in Solomon Islands

Over, Mead; Bakote'e, Bernard; Velayudhan, Raman; Wilikai, Peter; Graves, Patricia M.
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Tipo: Publications & Research :: Policy Research Working Paper; Publications & Research
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
36.8%
The incidence of malaria in Solomon Islands has been declining since 1992, but there is a large geographical variation between areas in the incidence level and the rate of decline. The authors used a mix of control interventions, including DDT residual house spraying and insecticide-treated mosquito nets. Data on monthly incidence and control activities performed from January 1993 to August 1999 were gathered for 41 out of the 110 malaria zones in the country. Monthly reports on the number of fevers seen at outpatient health clinics in the same zones over the same period were also extracted from the clinical health information system. The authors used multivariate random effects regression, including calendar month as an instrumental variable, to investigate the relationship between the number of malaria or fever cases and the control measures applied by month and zone, while adjusting for rainfall and proximity to water. The results showed that DDT house spraying, insecticide treatment of nets, and education about malaria were all independently associated with reduction in incident cases of malaria or fever...

Rolling Back Malaria : The World Bank Global Strategy and Booster Program

World Bank
Fonte: Washington, DC Publicador: Washington, DC
Tipo: Publications & Research :: Publication; Publications & Research :: Publication
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
36.79%
This report translates the Bank's corporate commitment into increased efforts to control malaria. It lays the basis for a Booster Program for Malaria Control, through which the Bank will make an important contribution to malaria control in the years ahead. This effort will be undertaken in support of country-led programs, and in partnership with community service organizations, specialized agencies, and financiers of malaria control at all levels. Consistent with the new Global Strategic Plan of the Roll Back Malaria Partnership, the Bank's work will combine measures to increase coverage of malaria-specific interventions with effective service delivery, broader health-system development, and capacity building across multiple sectors. The new business model combines an emphasis on outcomes with flexibility in approaches. Products and services related to malaria control will be tailored to client segments, in order to meet the needs of countries, and deploy the Bank's comparative advantages, while strengthening collaboration with partner agencies...

Intensifying the Fight Against Malaria : The World Bank's Booster Program for Malaria Control in Africa; Intensifier la lutte contre le paludisme : le programme renforce de la Banque mondiale pour la lutte contre le paludisme en Afrique

World Bank
Fonte: Washington, DC : World Bank Publicador: Washington, DC : World Bank
Tipo: Publications & Research :: Publication; Publications & Research :: Publication
ENGLISH; EN_US
Relevância na Pesquisa
36.83%
This document describes the purpose and context of the Booster Program, its first three years of operation and the proposed design of phase two of the program. Phase two seeks to build on the successes of and lessons learned from phase one and to enable the World Bank to play its expected role in scaling up and sustaining malaria control interventions to reach the new ambitious but achievable global goal set by the Roll Back Malaria (RBM) Partnership, of eliminating malaria as a major public health problem in Africa by 2015. The Bank has subscribed fully to this agenda, as illustrated by statements made by senior management in several public forums.

Blood levels of sulfadoxine and pyrimethamine, according to the malaria-treatment response, in two municipalities of Antioquia, Colombia [Concentraciones sanguíneas de sulfadoxina y pirimetamina según la respuesta terapéutica antimalárica, en dos municipios de Antioquia, Colombia]

Carmona J.; Pabon A.; Marquez D.; Lopez C.; Morales G.; Blair S.
Fonte: Universidade de Medellín Publicador: Universidade de Medellín
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article
SPA
Relevância na Pesquisa
46.63%
Problem. There has been a constant increase in the level of therapeutic failure of the sulfadoxine-pyrimethamine (SP) combination for treating uncomplicated Plasmodium falciparum malaria. Objective. To use high-performance liquid chromatography to quantify blood levels of SP in patients with good clinical response and in patients who did not respond to treatment. Methods. This experimental study was carried out in 2002 in Turbo and Zaragoza, two municipalities in the department of Antioquia in Colombia. There were 79 patients (45 in Turbo and 34 in Zaragoza), including both men and women, who ranged in age from 1 year to 60 years. All the patients had uncomplicated Plasmodium falciparum malaria, with a parasite density of 500 to 50 000 parasites/μL. The patients were each randomly assigned to a treatment group. The treatment groups were not blinded; the physician who provided the medication also evaluated the therapeutic response. The treatment consisted of a single combination dose of sulfadoxine (25 mg/kg) and pyrimethamine (1.25 mg/kg) in tablets (500 mg of sulfadoxine and 25 mg of pyrimethamine). Clinical- parasitological follow-up was carried out for 21 days. Blood levels of sulfadoxine and pyrimethamine were measured two hours after the treatment was given and also the day of treatment failure...

The Economics of Malaria Vector Control

Brown, Zachary Steven
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação
Publicado em //2011
Relevância na Pesquisa
36.79%

In recent years, government aid agencies and international organizations have increased their financial commitments to controlling and eliminating malaria from the planet. This renewed emphasis on elimination is reminiscent of a previous worldwide campaign to eradicate malaria in the 1960s, a campaign which ultimately failed. To avoid a repeat of the past, mechanisms must be developed to sustain effective malaria control programs.

A number of sociobehavioral, economic, and biophysical challenges exist for sustainable malaria control, particularly in high-burden areas such as sub-Saharan Africa. Sociobehavioral challenges include maintaining high long-term levels of support for and participation in malaria control programs, at all levels of society. Reasons for the failure of the previous eradication campaign included a decline in donor, governmental, community, and household-level support for control programs, as malaria prevalence ebbed due in part to early successes of these programs.

Biophysical challenges for the sustainability of national malaria control programs (NMCPs) encompass evolutionary challenges in controlling the protozoan parasite and the mosquito vector, as well as volatile transmission dynamics which can lead to epidemics. Evolutionary challenges are particularly daunting due to the rapid generational turnover of both the parasites and the vectors: The reliance on a handful of insecticides and antimalarial drugs in NMCPs has placed significant selection pressures on vectors and parasites respectively...

Performance Evaluation of Zanzibar's Malaria Case Notification (MCN) System: The Assessment of Timeliness and Stakeholder Interaction

Khandekar, Eeshan
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2015
Relevância na Pesquisa
36.81%

Malaria places a tremendous burden on the world's developing countries, with latest estimates making malaria responsible for 198 million cases and 584,000 deaths in 2013. Recent success in malaria control reducing prevalence across the world, however, has placed the goal of malaria elimination at the forefront of countries' malaria strategies. Malaria elimination is the reduction of locally acquired malaria prevalence to zero. Due to the risk each malaria case poses for onward transmission of malaria, quickly detecting and treating all cases of malaria is crucial for malaria elimination. As a result, a robust surveillance system that can track all cases in real-time should be at the core of any malaria elimination program.

One region embarking on malaria elimination is Zanzibar, a semi-autonomous region of Tanzania. Zanzibar has instituted a malaria surveillance system for elimination, termed the Malaria Case Notification (MCN) system in 2012. MCN relies on cell phone reporting to transmit data on all malaria cases detected at health facilities, and tracks all positive cases to their household to test all household members for malaria. As MCN is the core of Zanzibar's public health enterprise for malaria elimination, it should periodically undergo a performance evaluation. Following recommendations in the Centers for Disease Control and Prevention's (CDC's) Updated Guidelines for Evaluating Public Health Surveillance Systems...