Página 1 dos resultados de 140 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Obtenção e caracterização de células de membrana sinovial ovina transformadas pelo antígeno T do vírus símio 40: influência na variabilidade dos genes gag e env e do LTR dos vírus da artrite-encefalite caprina (CAEV) e maedi-visna (MVV) dos ovinos.

Costa, Ubirajara Maciel da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.39%
Cultivos celulares podem ser utilizados para isolamento viral, caracterização de novas amostras virais e produção de imunobiológicos. Podem ser empregados cultivos celulares primários, secundários ou de linha. Estes últimos podem ser obtidos pela transformação física, química ou biológica de cultivos primários ou secundários. Para verificar a interação entre células transformadas com o Ag T do vírus símio 40 (SV40) e os Lentivírus de Pequenos Ruminantes (SRLV), amostras brasileiras de SRLV foram utilizadas para inoculação em cultivos celulares de membrana sinovial ovina transformados pelo Ag T e comparadas à amostras inoculadas em cultivos não transformados. Inicialmente, as células transformadas pelo Ag T foram caracterizadas e observou-se um aumento na cinética de crescimento e alterações no cariótipo, provavelmente induzidas pela presença do Ag T. Este foi detectado por PCR no núcleo e no citoplasma das células transformadas e sua expressão, confirmada através de RT-PCR. A fim de avaliar a permissividade e a possível seleção de populações virais em células transformadas, dois isolados, um de maedi-visna dos ovinos e um de artrite-encefalite caprina, foram inoculados em células MSO e TMSOpSV1. Através da análise de sequências dos genes gag e env e LTR obtidos por PCR...

Soroprevalência da pneumonia progressiva ovina (Maedi-Visna) na região de Botucatu-SP

Rosa, Eric Pivari
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 45 f.
POR
Relevância na Pesquisa
67.39%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; O presente estudo visou determinar a soroprevalência da pneumonia progressiva ovina na região de Botucatu mediante prova de imunodifusão em gel de agar (IDGA). Foram avaliadas 400 amostras de soro sangüíneo de ovinos de oito propriedades de corte, com criação em sistema semi-intensivo, de diferentes municípios da região. Nenhuma das amostras de soro foi reagente na prova de IDGA. Com base nos resultados obtidos, foi verificada uma discordância com estudos realizados em outros estados brasileiros, nos quais a prevalência da doença vem aumentando progressivamente.; The present study aimed to verify the prevalence of the ovine progressive pneumonia in Botucatu region by means of imunodiffusion test in agar-gel. Serum samples of 400 sheep from eight specific farms for meat, with type of semi-intensive breding of different areas. All the samples tested were negative to Maedi-Visna. With base in the obtained results, is verified a discordance when compared with other studies of other Brazilians states, where the prevalence of the disease comes increasing progressively.

Ocorrência de ovinos soropositivos para Maedi-Visna na região de Araçatuba-SP-Brasil

Lombardi, Adriana Longo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 35 f. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
58.02%
Pós-graduação em Ciência Animal - FMVA; A Secretaria de Defesa Agropecuária estabeleceu o controle e erradicação de Maedi-Visna no Brasil, que inclui o diagnóstico laboratorial e sacrifício dos animais positivos. Com o objetivo de se determinar a ocorrência de Maedi-Visna em ovinos na região de Araçatuba-SP, foram coletadas 444 amostras de sangue de ovinos com idade entre dois e 12 anos, de ambos os sexos e de diversas raças, em 20 propriedades desta região escolhidas aleatoriamente. Exame físico geral foi feito em todos animais, incluindo-se freqüência cardíaca (FC), freqüência respiratória (FR) e temperatura retal (TR), afim de diagnosticar sinais clínicos compatíveis com a doença. Utilizou-se o kit para diagnóstico de Maedi-Visna (IDGA - Imunodifusão em gel de ágar) em amostras de soro. Doze animais reagiram positivamente ao teste, em cinco rebanhos distintos. Não houve associação significante entre prevalência da doença e a raça acometida, o sexo dos animais, os tipos de criação e nem entre as variáveis FC, FR e TR. A prevalência da doença foi de 2,7% sendo que nenhum animal positivo apresentou sinais clínicos compatível com Maedi Visna.; The Agriculture Council established measures for control and erradication of Maedi-Visna in Brazil...

Produção de antígeno nucleoprotéico do vírus da artrite-encefalite caprina e comparação com o do vírus Maedi-Visna para utilização em teste de imunodifusão em ágar gel

Abreu,Silvio R. O.; Castro,Roberto S.; Nascimento,Sérgio A.; Souza,Marleide G.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1998 PT
Relevância na Pesquisa
67.39%
Foi feita uma comparação entre os antígenos (Ag), preparados a partir dos vírus Maedi-Visna (MVV) e Artrite-encefalite Caprina (CAEV) para detecção de anticorpos contra o CAEV em 120 amostras de soro caprino. A sensibilidade e especificidade relativa da imunodifusão em ágar gel (IDAG) usando-se Ag MVV em relação ao Ag CAEV, foi 77,3% e 100%, respectivamente (X2, p<0,01). Assim, para diagnóstico de infecção pelo CAEV recomenda-se apenas o uso de Ag preparado a partir do CAEV.

Lentivírus de pequenos ruminantes (CAEV e Maedi-Visna): revisão e perspectivas

Callado,Ana Karina Cunha; Castro,Roberto Soares de; Teixeira,Maria Fátima da Silva
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
67.39%
Os lentivírus de pequenos ruminantes (SRLV), cujos protótipos são os vírus da Artrite-Encefalite Caprina (CAEV) e Maedi-Visna, são patógenos amplamente distribuidos, os quais causam doenças degenerativas progressivas lentas em caprinos e ovinos, determinando importantes perdas econômicas. Estes vírus causam infecções persistentes com período de incubação longo e causam inflamatórias e degenerativas. As lesões são induzidas em tecidos específicos do hospedeiro como articulações, pulmões, CNS e glandulas mamárias devido à replicação viral em células da linhagem monocítico-fagocitária que são as principais células-alvo. A infecção ocorre principalmente durante os primeiros meses de vida, através da ingestão de vírus no leite ou colostro de cabras ou ovelhas infectadas. A indução da resposta imunológica é variável e não protege contra a infecção. O diagnóstico é baseado primariamente na detecção de anticorpos para SRLV, geralmente por imunodifusão em gel de agar (AGID) e enzyme linked immunosorbent assay (ELISA). O diagnóstico e separação ou descarte dos animais soropositivos associado ao uso de certas práticas de manejo, especialmente das crias, são os principais meios implementados para prevenir a disseminação de SRLV...

Pesquisa de anticorpos contra Maedi-Visna em ovinos nas microrregiões de Botucatu, Campinas, Piedade e São Paulo, Estado de São Paulo

Gregory,L.; Lara,M.C.C.S.H.; Kiraly,A.C.M.; Hasegawa,M.Y.; Rizzo,H.; Henriques,L.C.S.; Rossi,R.S.; Castro,R.S.
Fonte: Instituto Biológico Publicador: Instituto Biológico
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
67.57%
O objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência da infecção pelo vírus Maedi-Visna em ovinos criados nas microrregiões de Botucatu, Campinas, Piedade e São Paulo do Estado de São Paulo. As amostras de soro sanguíneo foram colhidas de 226 ovinos e foi realizada a técnica de imunodifusão em gel de ágar para a detecção de anticorpos antivírus Maedi-Visna e verificou-se que nenhuma das amostras testadas foi sororeagente. Dessa forma, faz-se necessário um estudo mais amplo no estado, a fim de se confirmar a baixa ocorrência e importância da enfermidade no estado.

Use of a recombinant maedi-visna virus protein ELISA for the serologic diagnosis of lentivirus infections in small ruminants.

Pasick, J
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/1998 EN
Relevância na Pesquisa
47.7%
Highly purified recombinant gag and env proteins derived from Icelandic strain 1514 of maedi-visna virus were used in an indirect enzyme immunoassay (ELISA) to detect antibodies to small ruminant lentiviruses in sheep and goat sera. The recombinant protein-based ELISA performed very well relative to whole maedi-visna virus and whole caprine arthritis-encephalitis-virus-based ELISAs in its ability to detect anti-maedi visna virus and anti-caprine arthritis-encephalitis virus antibodies, despite the antigenic and genomic variability that is known to exist within and between these two small ruminant lentiviruses. The data suggest that these recombinant maedi-visna virus proteins can be reliably used in an ELISA for the routine serodiagnosis of lentiviral infections in sheep and goats.

Estudo sorológico da Maedi-Visna pelo método da Imunodifusão em Gel de Ágar em rebanhos ovinos de Juazeiro, Bahia, Brasil.

SOUZA, T. S. de; COSTA, J. N.; MARTINEZ, P. M.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 8, n. 4, p. 276-282, out./dez. 2007. Publicador: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, v. 8, n. 4, p. 276-282, out./dez. 2007.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.57%
O estado da Bahia possui o segundo maior rebanho de ovinos do país e, dentre as enfermidades que acometem esses animais, a Maedi-Visna inspira cuidados pela considerável elevação do risco de infecção pelo Lentivirus com a introdução de animais de raças exóticas no Brasil. Dessa forma, realizou-se este trabalho com o intuito de verificar a prevalência da Maedi-Visna no município de Juazeiro Bahia, que detém uma das maiores concentrações de ovinos do país. Foram pesquisadas 200 amostras de soro oriundas de 13 propriedades rurais, utilizando-se o teste de Imunodifusão em Gel de Ágar. O sistema de criação predominante na região é o extensivo, com presença de animais nativos, mestiços e sem raça definida, visando a produção de carne e pele principalmente, com baixa produtividade e baixo índice de tecnificação. A prevalência obtida foi de 0,5%, o que justifica a realização de levantamentos sorológicos mais amplos, bem como a implantação de medidas de prevenção e controle dessa enfermidade no estado, frente à utilização de raças para o melhoramento genético de animais nativos e sem raça definida.; 2007

Desenvolvimento e padronização de um ELISA indireto para diagnóstico de Maedi Visna em ovinos.

DANTAS, T. V. M.; ARAÚJO, S. A. C. de; PINHEIRO, R. R.; ARAGÃO, M. A. do C.; SILVA, J. B. A. da; RICARTE, A. R. F.; RIBEIRO, A. L.; TEIXEIRA, M. F. da S.
Fonte: Ciência Animal Brasileira, v. 9, n. 1, p. 181-187, jan./mar. 2008. Publicador: Ciência Animal Brasileira, v. 9, n. 1, p. 181-187, jan./mar. 2008.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.57%
O objetivo deste trabalho foi desenvolver e padronizar um ELISA indireto para diagnóstico de Maedi Visna (MV). Produziu-se o antígeno em sobrenadantes de cultivo celular de membrana sinovial caprina (MSC) inoculado com o Maedi Visna Vírus (MVV) cepa K1514, que passou por ciclos de congelamento e descongelamento, sendo logo após clarificado por centrifugação a 3.000 g por 40 minutos A suspensão clarificada foi precipitada por PEG 8000, centrifugada a 12.000 g por 60 minutos, o pellet ressuspendido em TNE (Tampão Tris-HCl, NaCl, EDTA) e ultracentrifugado a 42.000 g por 105 minutos em colchão de sacarose, e ressuspendido em PBS contendo phenylmethylsulphonyl fluoride (PMSF). Realizou-se o ELISA em microplacas de 96 poços, incubadas por 1h a 37 ºC, utilizando-se como revelador o-phenylenediamine (OPD). Para a comparação entre os testes de ELISA e AGID, utilizaram-se 175 amostras de soros. A concentração ótima do antígeno foi a de 2 µg/mL e a melhor diluição dos soros, controles e testes de 1:100. O ELISA detectou um maior número de positivos (40) que o AGID (11), apresentando uma sensibilidade de 91%, especificidade de 82%. O ELISA promoveu uma melhor sensibilidade que o AGID. Embora sua especificidade tenha ficado abaixo do esperado...

Anticorpos contra o vírus da Maedi-Visna em rebanhos ovinos da microrregião de Juazeiro - Bahia.

MARTINEZ, P. M.; COSTA, J. N.; SOUZA, T. S.; ANUNCIAÇÃO, A. V. M.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: Ciência Animal Brasileira, v. 10, n. 3, p. 603-608, 2009. Suplemento 1. Publicador: Ciência Animal Brasileira, v. 10, n. 3, p. 603-608, 2009. Suplemento 1.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.57%
To detect the presence of Maedi-Visna virus in sheep in the Juazeiro microregion, Bahia, 919 serum samples were evaluated by an agar gel immunodiffusion test (AGID). The samples were collected in eight of the cities that make up this microregion: Juazeiro, Sento Sé, Sobradinho, Pilão Arcado, Campo Alegre de Lourdes, Remanso, Casa Nova and Curaça. A positive reaction to AGID was evidenced in 0,34% of the sheep sampled. We concluded that antibodies against sheep lentivirus are present in this microregion, which is probably due to the predominance of native animals in the investigated farms.; 2009; Edição das palestras e resumos de trabalho apresentados durante o VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE BUIATRIA, realizado em Belo Horizonte, outubro de 2009.

Enquete soroepidemiológica da Maedi-visna no estado do Ceará.

PRIMO, T. S.; FARIAS, D. A. de; ANDRIOLI, A.; ALVES, F. S. F.; OLIVEIRA, A. A. da F.; ARAGÃO, M. A. do C.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: In: SEMANA DA CAPRINOCULTURA E DA OVINOCULTURA BRASILEIRAS, 5., 2006, Campo Grande. Palestras e resumos. Campo Grande: Embrapa Gado de Corte; Embrapa Caprinos, 2006. Seção resumos. 3 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: SEMANA DA CAPRINOCULTURA E DA OVINOCULTURA BRASILEIRAS, 5., 2006, Campo Grande. Palestras e resumos. Campo Grande: Embrapa Gado de Corte; Embrapa Caprinos, 2006. Seção resumos. 3 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
68.04%
A Maedi-Visna (MV) é uma enfermidade que provoca nos ovinos adultos uma infecção multisistêmica, de evolução crônica, causada por um retrovírus não oncogênico. O principal impacto econômico está nas falhas reprodutivas, redução da produção de leite e perda de peso. Este trabalho teve como objetivo verificar a prevalência da MV em rebanhos ovinos do Estado do Ceará. Foram coletados 415 amostras de soro ovino para o diagnóstico por imunodifusão em gel de agarose, usando um antígeno experimental produzido na Embrapa Caprinos, produzidos com a cepa K1514. Dois animais (0,5% - 2/415) apresentaram anticorpos contra o vírus da MV(MVV), sendo um animal da raça Dorper e outro mestiço. Este resultado confirma a presença do MVV em ovinos do Ceará. Medidas de controle devem ser implantadas para reduzir o risco de disseminação do MVV. Soro-epidemiological studies of Maedi-Visna in sheep at North region of Ceara State. Abstract - The Maedi-Visna constitutes a complex gradual slow infection of sheep caused by a non-oncogÍnic retrovirus. The main economic impacts are reproductive fails, reduction in milk yielding and weight losses. The objective of this work is to know the prevalence of Maedi-Visna Virus in sheep flocks at the Ceara state. A four-hundred and fifteen samples were taken to sero-diagnose the Maedi-Visna Immunodiffusion in gel agarose using a experimental antigen from Maedi-Visna Virus strain K1514 produced at Goat Center...

Sistemas de criação de ovinos e ocorrência de anticorpos contra o vírus da Maedi-Visna na microrregião de Juazeiro, BA.

MARTINEZ, P. M.; COSTA, J. N.; SOUZA, T. S. de; COSTA NETO, A. O.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Salvador, v. 11, n. 2, p. 342-353, abr./jun., 2010. Publicador: Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal, Salvador, v. 11, n. 2, p. 342-353, abr./jun., 2010.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.79%
Com o objetivo de se obterem informações sobre os sistemas de produção de ovinos e avaliar a frequência de anticorpos contra o vírus da Maedi-Visna (MV) em propriedades localizadas na microrregião de Juazeiro - BA, investigou-se, a partir da aplicação de questionários, algumas características de manejo sanitário, alimentar e reprodutivo em 58 propriedades nos oito municípios que compõem essa região: Juazeiro, Sento Sé, Sobradinho, Pilão Arcado, Campo Alegre de Lourdes, Remanso, Casa Nova e Curaçá. Das propriedades visitadas, 89,6% (81,74% - 97,46%) adotavam sistema extensivo de criação e 58,6% (45,92% - 71,28%) não tinham assistência técnica. O manejo sanitário mostrou-se precário. Os produtores entrevistados apontaram a linfadenite caseosa como uma das doenças mais observadas nos rebanhos. Analisaram-se 919 amostras de soro pelo teste de Imunodifusão em Gel de Agarose (IDGA) no Laboratório de Patologia Clínica da Embrapa Caprinos e Ovinos, em Sobral - CE. Detectaram-se quatro animais positivos. As Lentiviroses de Pequenos Ruminantes têm demonstrado, em diversos estudos, relação direta com os manejos adotados nas propriedades e introdução de tecnologias sem adequado controle sanitário. Acredita-se que o baixo número de ovinos positivos evidenciado neste levantamento deva-se ao baixo índice tecnológico adotado na região. Outra possibilidade é de que...

Avaliação da ocorrência de anticorpos contra o vírus da Maedi-Visna em ovinos do Município de Dormentes, PE.

LANDIM, A. M. de S.; VESCHI, J. L. A.; MARTINS, R. de J.; ZAFALON, L. F.; CASTRO, R. S. de
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMIÁRIDO, 6., 2011, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semiárido, 2011. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMIÁRIDO, 6., 2011, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semiárido, 2011.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 405-411.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.39%
A Maedi-Visna (MV) é uma enfermidade de distribuição mundial específica de ovinos, causada por um lentivírus da família Retroviridae, subfamília Lentivirinae, do grupo dos Lentivírus de Pequenos Ruminantes (LVPR). É uma doença crônica, de evolução lenta e progressiva e com o agravamento das lesões, ocorrem perda de peso e debilidade que podem levar o animal à morte. O presente trabalho objetivou avaliar a ocorrência de anticorpos contra o vírus da MV em ovinos do Município de Dormentes, PE. Foram coletadas 408 amostras de sangue de ovinos de diferentes propriedades rurais do Município, independente da raça, sexo, grau de sangue e idade, que foram enviados para abate no Matadouro Municipal de Petrolina, PE. Para a identificação da presença de anticorpos contra o vírus da MV, utilizou-se o teste de Imunodifusão em gel de ágar (IDGA). Após a realização das análises laboratoriais, verificou-se que somente um animal, ou seja, 0,25% do total foi positivo no IDGA. Diante dos resultados obtidos, concluiu-se que a quantidade de animais com anticorpos contra o vírus da MV do Município de Dormentes, PE foi baixa, quando avaliados pelo teste de IDGA. Entretanto, ressalta-se que esta é uma enfermidade de importância no comércio de pequenos ruminantes.; 2011

Prevalência sorológica da Maedi-Visna em rebanhos ovinos damicrorregião de Juazeiro - Bahia por meio do teste de imunodifusão em gel de ágar.

MARTINEZ, P. M.; COSTA, J. N.; SOUZA, T. S. de; LIMA, C. C. V. de; COSTA NETO, A. de O.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 12, n. 2, p. 322-329, abr./jun., 2011. Publicador: Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 12, n. 2, p. 322-329, abr./jun., 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.7%
A introdução de novas raças, com o objetivo de aumentar a produtividade, levou à alteração do perfil sanitário dos rebanhos. Dentre as enfermidades introduzidas no Brasil, destacam-se as lentiviroses de pequenos ruminantes (LVPR), representadas pela artrite-encefalite caprina (CAE) e pela maedi-visna (MV). Devido à importância econômica da ovinocultura para a microrregião de Juazeiro-Bahia e à escassez de dados sobre a lentivirose em ovinos, buscou-se obter a prevalência da MV. Foram avaliados 919 soros por imunodifusão em gel de ágar (IDGA). As amostras foram colhidas nos oito municípios que compõem essa microrregião (Juazeiro, Sento Sé, Sobradinho, Pilão Arcado, Campo Alegre de Lourdes, Remanso, Casa Nova e Curaçá), conforme a representatividade de cada município no total de animais. Constatou-se que 0,34% (4/919) dos ovinos amostrados apresentaram reação positiva no IDGA. Concluiu-se com esse resultado que a MV ocorre na microrregião estudada, com baixa prevalência, provavelmente pela predominância de animais de raças localmente adaptadas. SEROLOGICAL PREVALENCE OF MAEDI VISNA IN SHEEP HERDS IN THE MICROREGION OF JUAZEIRO - BAHIA, BYAGAR GEL IMMUNODIFFUSION (AGID). The introduction of new breeds, aiming at increasing productivity...

Maedi-visna vírus: produção de antígeno, análise protéica e antigênica.

ARAGÃO, M. A. C.; PINHEIRO, R. R.; ANDRIOLI, A.; ALVES, F. S. F.; OLIVEIRA, A. A. F.; TEIXEIRA, M. F. S.
Fonte: Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 75, n. 4, p. 423-429, out./dez., 2008. Publicador: Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 75, n. 4, p. 423-429, out./dez., 2008.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.85%
A Maedi-Visna é uma doença persistente, progressiva e debilitante em ovinos causada por lentivírus que resulta primariamente em pneumonia intersticial e pode estar associada a mamite e encefalite. Este trabalho teve como objetivo produzir antígeno a partir do vírus Maedi-Visna total para utilização em ensaios imunoenzimáticos. Na produção do antígeno foram utilizados cultivos primários de células de membrana sinovial caprina, infectados com amostra padrão (MVVK1514). As suspensões virais foram tituladas e o antígeno semipurificado pela precipitação em PEG (polietilenoglicol) e ultracentrifugação. Foram realizadas eletroforese em gel de poliacrilamida (SDS-PAGE) e Western Blotting (WB). A SDS-PAGE de origem viral e do meio de cultivo resultou em várias bandas protéicas. No WB constatou-se a presença de sete proteínas imunogênicas de pesos moleculares aproximados de 16, 27, 35, 50, 42, 63 e 123 kDa. Destas, três proteínas (16, 27 e 50 kDa) apresentaram boa reação imunogênica. O trabalho abre perspectivas da utilização de testes imunoenzimáticos com maior sensibilidade para lentivírus ovino. Maedi-Visna virus: antigen production, protein and antigenic analysis. Abstract - Maedi-Visna is a persistent, progressive and debilitating disease in sheep caused by lentivirus which results primarily in interstitial pneumonia and may be associated with mastitis and encephalitis. This study aimed to produce antigen from the Maedi-Visna virus for use in immunosorbent assay. The antigen was produced using secondary cultures of cells from sheep synovial membrane...

Prevalência de anticorpos contra os Lentivírus de Pequenos Ruminantes no Estado do Rio Grande do Norte.

SANTOS, V. W. S. dos; SANTIAGO, L. B.; ALVES, F. S. F.; FARIAS, D. A. de; LIMA, A. M. C.; CAVALCANTE, A. C. R.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 7.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 13., 2012, Maceió. Anais... Maceió: Sociedade Nordestina de Produção Animal, 2012. 3 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 7.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 13., 2012, Maceió. Anais... Maceió: Sociedade Nordestina de Produção Animal, 2012. 3 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.64%
Resumo: O objetivo deste trabalho foi realizar o levantamento sorológico da Artrite-Encefalite Caprina e da Maedi-Visna em caprinos e ovinos pertencentes a 66 propriedades rurais localizadas no Estado do Rio Grande do Norte. A mesorregião Central Potiguar foi representada pelos municípios de Afonso Bezerra, Angicos, Lajes e Pedro Avelino e a mesorregião Oeste Potiguar por Apodi, Caraúbas, Mossoró e Upanema. Foi realizada a coleta de sangue de 2042 animais, sendo 1111 caprinos e 931 ovinos. Após processamento, as amostras foram encaminhadas ao Laboratório de Patologia Clínica da Embrapa Caprinos e Ovinos para a realização do teste de Imunodifusão em Gel de Agarose. A prevalência do lentivírus caprino no Estado foi de 1,1% (12/1111). A mesorregião Central Potiguar apresentou 0,6% (3/475) de caprinos soropositivos, com 12,5% (3/24) das propriedades infectadas. Já na mesorregião Oeste Potiguar, observou-se prevalência de 1,43 (9/636) para o lentivírus caprino, com 19,4% (6/32) das propriedades com, pelo menos, um animal reagente. Nenhum ovino apresentou reação positiva no teste. Apesar disso, considerando a transmissão das lentiviroses entre as espécies caprina e ovina, medidas de controle devem ser implementadas para evitar a disseminação da doença no Estado. Prevalence of antibodies against Small Ruminant Lentivirus in flocks of Rio Grande do Norte State. Abstract: The aim of this study was to perform the serological survey of Caprine Arthritis-Encephalitis and Maedi-Visna in sheep and goats belonging to 66 rural properties located in Rio Grande do Norte State...

Inquete sorologica do Maedi-Visna em rebanho de ovelhas Rabo Largo no Norte do Ceará.

ÁVILA, A. A.; MELO, F. C. C. de; SANTOS, F. C. P. dos; SANTOS, C. M. dos; ANDRIOLI, A.; SANTOS, V. W. S. dos; PINHEIRO, R. R.; COSTA, A. P. da
Fonte: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 7.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 13., 2012, Maceió. Anais... Maceió: Sociedade Nordestina de Produção Animal, 2012. 3 f. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 7.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 13., 2012, Maceió. Anais... Maceió: Sociedade Nordestina de Produção Animal, 2012. 3 f. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.79%
Resumo: Maedi-Visna (MV) é uma doença de ovinos, causada por lentivírus, responsável por uma infecção de caráter progressivo, lento e persistente. As perdas econômicas são falhas reprodutivas, morte, diminuição da produção láctea e perda de peso dos animais. A enfermidade foi introduzida no Brasil por meio da importação de raças exóticas infectadas. Baseando-se na elevação do risco da disseminação da doença, objetivou-se com este trabalho determinar a prevalência de anticorpos para o vírus do MV em rebanhos de ovinos Rabo Largo criados no norte do Ceará. Para tanto, foram avaliados 64 ovinos oriundos da Fazenda Experimental Vale do Acaraú, localizada no município de Sobral-CE. Os resultados foram obtidos pela microtécnica de imunodifusão em gel de agarose e Western Blot. As amostras sanguíneas apresentaram resultados negativos para a prevalência de anticorpos do Maedi-Visna. Conclui-se com estes resultados que o rebanho está livre da infecção da MV, entretanto os órgãos fiscalizadores devem manter a vigilância para evitar a entrada dessa enfermidade nos rebanhos ovinos naturalizados. Abstract: Maedi-visna (MV) is a disease of sheep caused by lentiviruses, responsible for a progressive, slow and persistent infection. Economic losses are reproductive failure...

Epidemiologia das principais doenças infecciosas de ovinos do município de Uberlândia, MG; Epidemiology of the main ovine infections diseases from Uberlândia county, MG

Salaberry, Sandra Renata Sampaio
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
47.95%
O objetivo deste estudo foi verificar a sanidade dos ovinos do município de Uberlândia (MG), pesquisando a prevalência das principais doenças infecciosas que podem acometer os ovinos: leptospirose, brucelose (Brucella abortus e Brucella ovis), maedi-visna, clamidofilose, neosporose e toxoplasmose, associando essas infecções aos fatores de risco. Foram colhidas aleatoriamente amostras de sangue de 334 ovinos de ambos os sexos, idades e raças variadas procedentes de 12 propriedades do município de Uberlândia, MG. Aplicou-se um questionário epidemiológico em cada propriedade. As amostras de sangue foram submetidas aos testes de Soroaglutinação Microscópica (leptospirose), Antígeno Acidificado Tamponado (brucelose - Brucella abortus), Fixação de Complemento (brucelose ovina – Brucella ovis e clamidofilose), Imunodifusão em Gel de Ágar (maedi-visna) e Imunofluorescência Indireta (neosporose e toxoplasmose). As prevalências encontradas foram: 22,2% para leptospirose e título de 1/100 a 1/3200, 3,3% para clamidofilose e títulos de 1/32 a 1/64, 8,1% para neosporose e títulos de 1/50 a 1/3200 e 30,8% para toxoplasmose. Não houve ovinos reagentes para brucelose (Brucella abortus e Brucella ovis) e maedi-visna. Houve diferença estatística significativa (p<0...

Ocorrência de anticorpos contra o vírus Maedi-Visna em ovinos Santa Inês, no estado de Sergipe, Brasil.

MENDONÇA, C. E. D'A.; BARROS, S. L. B.; MENDONÇA, M. A. D'A.; GUIMARÃES, V. A. A.; PINHEIRO, R. R.
Fonte: Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 80, n. 3, p. 346-351, 2013. Publicador: Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v. 80, n. 3, p. 346-351, 2013.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.85%
Resumo: As Lentiviroses de Pequenos Ruminantes (LVPR) são enfermidades infecciosas de etiologia viral causadas por retrovírus, caracterizadas por uma doença de degeneração progressiva e lenta. O objetivo deste estudo foi determinar a ocorrência de anticorpos contra o lentivírus no rebanho ovino Santa Inês, de Sergipe. Para analisar o número mínimo de amostras utilizou-se o cálculo de Astudillo, com prevalência esperada (p) de 10%, margem de erro (?) de 20% e grau de confiança de 95% (g = 1,96), obtendo-se o número mínimo de amostras (n) de 861. Foram colhidas 941 amostras de soro ovino oriundas de 54 propriedades e 19 municípios distribuídos nas três mesorregiões do Estado, sendo o número de amostras proporcional ao efetivo ovino do município. O soro foi acondicionado a -20ºC até a realização do teste de Imunodifusão em Gel de Ágar (IDGA). Os resultados considerados positivos ou suspeitos na IDGA foram reavaliados através da técnica de Western blotting. Dos animais amostrados, 194 (20,62%) eram machos e 747 (79,38%) eram fêmeas. Quanto à estratificação por idade, 300 ovinos eram jovens (31,88%), entre seis meses e um ano, 308 (32,73%) eram jovens adultos, entre 1 e 3 anos, e 333 (35,39%) tinham idade estimada superior a 3 anos. Os resultados obtidos demonstraram que anticorpos contra o vírus Maedi-Visna (MVV) ocorrem no rebanho ovino do estado de Sergipe em baixa frequência (0...

Inquérito sorológico de lentiviroses de pequenos ruminantes (Maedi-Visna e artrite-encefalite caprina) no estado de São Paulo; Serologic survey of small ruminants lentiviruses (Maedi-Visna and caprine arthritis-encephalitis) in São Paulo state

Lara, Maria do Carmo Custódio de Souza Hunold; Villalobos, Eliana Monteforte Cassaro; Cunha, Elenice Maria Sequetin; Chiebao, Daniela; Gabriel, Fabio Henrique; Paulin, Lília; Castro, Vanessa; Nassar, Alessandra Figueiredo de Castro; Piatti, Rosa; Okuda,
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.99%
O objetivo deste estudo foi determinar a frequência de animais soropositivos ao vírus da Maedi-Visna (MVV) em ovinos e ao vírus da CAE (CAEV) em caprinos criados no estado de São Paulo. Na pesquisa dos anticorpos séricos anti- MVV e anti-CAEV foi utilizada a técnica de imunodifusão em gel de ágar (IDGA). Dentre os ovinos estudados, 0,3% (4/1235) eram sororreagentes ao MVV e 15,1% caprinos (30/199) ao CAEV. Foi realizada a análise de fatores de risco associados à condição de propriedade positiva para CAEV e Maedi-Visna. Foram selecionadas variáveis para as duas enfermidades, no entanto, quando essas variáveis foram usadas na regressão logística múltipla, não foram identificados fatores de risco para as infecções. A infecção pelo CAEV no estado de São Paulo tem uma ampla disseminação e com uma alta prevalência enquanto que o MVV apresenta baixa prevalência. Ressalta-se a importância de medidas de prevenção e controle para diminuir a ocorrência da CAE e evitar a disseminação da Maedi-Visna.; The aim of this study was to carry out the serological occurrence of Maedi-Visna virus (MVV) and CAE virus (CAEV) in ovines and caprines breeding in São Paulo state. The test to detect MVV and CAEV antibodies was agar gel immunodiffusion (AGID). The detection of antibodies against MVV was 0...