Página 1 dos resultados de 281 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Utilização de macrófitas aquáticas na produção de adobe: um estudo de caso no reservatório de Salto Grande (Americana - SP) ; Utilization of aquatic macrophytes in the adobe’s production: a case study in the Salto Grande reservoir (Americana – SP)

Faria, Obede Borges
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/10/2002 PT
Relevância na Pesquisa
67.27%
Este trabalho busca otimizar a utilização de biomassa de macrófitas aquáticas na produção de adobe (tijolos de terra crua, secos ao sol), baseado na determinação e estudo de suas características físicas e mecânicas, assim como nas características físicas e químicas destas plantas. A pesquisa foi desenvolvida no reservatório de Salto Grande, no município de Americana - SP. Este lago está localizado em uma área com déficit de habitações de interesse social, apresentando altos índices de urbanização e industrialização, o que acarreta no seu avançado processo de eutrofização artificial, decorrente das ações antrópicas. As macrófitas aquáticas predominantes no reservatório (Brachiaria arrecta, Eichhornia crassipes e Pistia stratiotes) apresentam níveis elevados de metais pesados e nutrientes (nitrogênio e fósforo), o que torna inviável sua utilização como forragem ou fertilizante. A utilização desta biomassa em materiais de construção é aqui apresentada como uma alternativa de manejo integrado do lago, na forma de encapsulamento (ou solidificação / estabilização) destas substâncias químicas, além de possibilitar a autoconstrução de habitações de baixo custo. Uma outra função do uso da biomassa no adobe é a estabilização do solo...

Riqueza e distribuição de macrófitas aquáticas no rio Monjolinho e tributários (São Carlos, SP) e análise de sua relação com variáveis físicas e químicas; Aquatic macrophyte richness and distribution in Monjolinho river and tributaries (São Carlos, SP) and its relation with physical and chemical variables

Viana, Sabrina Mieko
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.59%
O presente trabalho teve como objetivo estudar a comunidade de macrófitas aquáticas em trechos do rio Monjolinho e alguns de seus tributários, avaliando a sua riqueza e distribuição. Além disso, variáveis físicas e químicas da água e sedimento de alguns locais de amostragem foram relacionadas com a ocorrência e distribuição das macrófitas aquáticas. Foram realizadas duas campanhas de coleta, uma em janeiro de 2004, no período chuvoso e outra em julho de 2004, em época de estiagem. Para a análise física e química da água e do sedimento foram realizadas amostragens em 9 pontos. Para o levantamento das macrófitas aquáticas e sua distribuição foram considerados 19 pontos ao longo do rio Monjolinho, enquanto para a análise da relação das macrófitas com as variáveis físicas e químicas do rio foram selecionadas 5 áreas, incluindo a nascente e foz do rio Monjolinho e três tributários. Os resultados mostraram que o rio Monjolinho encontra-se altamente impactado após a passagem pela área urbana, apresentando alguma capacidade de depuração em direção a sua foz. Comparados com outros trabalhos já realizados no período de 1989-1999, os dados demonstraram que muito pouco foi feito para a melhoria da qualidade deste rio. Com relação à comunidade de macrófitas aquáticas...

Composição e distribuição (espacial e temporal) de macrófitas aquáticas no reservatório do Lobo (Broa), Itirapina/Brotas, SP; Composition and distribution (spatial and temporal) of aquatic macrophytes in the Lobo reservoir (Broa), Itirapina/Brotas, Brazil

Delello, Danieli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.37%
A presente pesquisa teve por objetivo analisar a composição e distribuição das espécies de macrófitas aquáticas no reservatório do Lobo (Broa), em quatro períodos do ano de 2007: março, maio, agosto e novembro. Para atender os objetivos propostos, variáveis limnológicas envolvendo os compartimentos água (pH, condutividade, temperatura, oxigênio dissolvido, clorofila, formas nitrogenadas e fosfatadas, silicato reativo e material em suspensão) e sedimento (granulometria, matéria orgânica, fósforo e nitrogênio) foram analisadas em 8 pontos de amostragem na região litorânea do reservatório. Simultaneamente, exemplares de macrófitas foram fotografados e coletados para identificação, buscando-se uma relação com as características limnológicas, hidrológicas (vazão e tempo de residência) e climatológicas (temperatura do ar, precipitação, vento e radiação). Os resultados da análise das variáveis físicas, químicas e biológicas dos diversos pontos de amostragem mostraram que existe uma diferenciação espacial e temporal no reservatório, verificando-se aumento do grau de trofia do mesmo em relação aos estudos anteriores. Quanto à composição e distribuição das macrófitas, estas se encontram mais concentradas na área alagada formada pelo barramento das águas do rio Itaqueri e ribeirão do Lobo...

Análise do potencial de uso das macrófitas aquáticas do sistema de áreas alagadas construídas da ETE da Comunidade de Serviços Emaús (Ubatuba, SP) como adubo orgânico; Analysis of the potential use of the aquactic plants from the ETE of Comunidade de Serviços Emaús (Ubatuba, SP) as organic fertilizer

Antunes, Renata Pinassi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.59%
Áreas alagadas construídas (wetlands construídas) são sistemas de tratamento de efluentes líquidos domésticos e industriais que reproduzem "ecossistemas naturais" manejáveis, nos quais as macrófitas aquáticas desempenham importantes funções, promovendo a remoção de poluentes e contaminantes hídricos. No entanto, as taxas de crescimento das macrófitas são elevadas, requerendo, periodicamente, a retirada do excedente para otimizar a eficiência do sistema, acarretando na geração de um resíduo orgânico. Dentro desse contexto, procurou-se, nessa pesquisa, avaliar o potencial de uso das macrófitas aquáticas como um adubo orgânico (via compostagem), considerando as plantas provenientes do sistema de áreas alagadas construídas da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), da comunidade de Emaús, em Ubatuba, litoral norte do Estado de São Paulo. Para tanto foram utilizadas as espécies Pistia stratiotes, Eichhornia crassipes e Lemna minor, em diferentes tratamentos: T1 - 20% do volume de macrófitas e 80% do volume de resíduo sólido domiciliar orgânico (RSD); T2 - 100% macrófitas e T3 - 60% do volume de macrófitas e 40% de (RSD), buscando-se avaliar o processo da compostagem, a qualidade do adubo frente à legislação (variáveis físicas...

Padrões espaço-temporais de macrófitas aquáticas em ambientes aquáticos continentais neotropicais

Boschilia, Solana Meneghel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.33%
A presente tese avaliou os efeitos de dois distúrbios de larga escala sobre estrutura das assembleias de macrófitas aquáticas em distintos ecossistemas neotropicais: uma grande depleção do nível da água no reservatório de Itaipu (Brasil/Paraguai) e os pulsos de cheia e seca na planície do Alto Rio Paraná. O primeiro capítulo da tese avaliou o impacto imediato e de médio prazo da depleção no nível hidrométrico sobre os padrões de co-ocorrência das espécies e a estrutura espaço-temporal da assembleia de macrófitas aquáticas em cinco braços do reservatório de Itaipu. O segundo e terceiro capítulos analisaram os padrões de diversidade beta e a contribuição relativa dos seus diferentes componentes (substituição de espécies e aninhamento) para a estruturação das assembleias no reservatório de Itaipu e na planície de inundação do Alto Rio Paraná, respectivamente. Diferentemente do esperado, a assembleia de macrófitas do reservatório de Itaipu revelou um padrão de organização das espécies diferente do acaso no ano em que ocorreu a depleção, provavelmente devido à colonização de novas espécies na margem exposta e à morte de muitos indivíduos pertencentes a diversas espécies do grupo das submersas. Imediatamente após o distúrbio...

Utilização de análise multivariada e redes neurais artificiais na determinação do comportamento de colonização de populações de macrófitas aquáticas no reservatório de Santana

Pitelli, R. L. C. M.; Ferraudo, A. S.; Pitelli, A. M. C. M.; Pitelli, R. A.; Velini, Edivaldo Domingues
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 429-439
POR
Relevância na Pesquisa
67.27%
As análises de agrupamento e de componentes principais e as redes neurais artificiais foram utilizadas na determinação de padrões de comportamento das populações de macrófitas aquáticas que colonizaram o reservatório de Santana, Piraí-RJ, durante o ano de 2004. As análises de agrupamento dividiram o comportamento das populações durante o ano em dois grupos distintos, apresentando um padrão no primeiro semestre que difere daquele observado no segundo semestre do ano. A análise de componentes principais demonstrou que esse comportamento da comunidade (grupo de populações) é influenciado principalmente pelas espécies S. montevidensis, Heteranthera reniformis, Ludwigia sp., Rhynchospora aurea, C. iria, C. ferax e Aeschynomene denticulata no primeiro grupo e por Echinochloa polystachya, Polygonum lapathifolium, Alternanthera phyloxeroides, Pistia stratiotes, Eichhornia azurea, Brachiaria arrecta e Oxyscarium cubense no segundo grupo. As redes neurais artificiais agruparam as populações de macrófitas aquáticas em nove grupos, conforme sua densidade nos diferentes meses do ano. A aplicação da análise de componentes principais (ACP) nos valores de frequência das populações presentes nos primeiros três grupos de Kohonen permitiu discriminar três grupos de meses...

Utilização de macrófitas aquáticas flutuantes no tratamento de efluentes de carcinicultura

Henares, Matheus Nicolino Peixoto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 81 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
67.11%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; Esta dissertação de mestrado está organizada em três capítulos. O capítulo I apresenta uma introdução geral, onde são abordados os impactos ambientais provocados pela atividade da aqüicultura e o tratamento de efluente por wetlands construídas. O capítulo II e III são referentes à experimentos desenvolvidos no Setor de Carcinicultura do Centro de Aqüicultura da UNESP (CAUNESP), em Jaboticabal – SP. Os principais objetivos destes capítulos foram: (Capítulo II) determinar os possíveis impactos provocados pelo manejo utilizado para a manutenção de camarões reprodutores da espécie Macrobrachium rosenbergii na água utilizada no viveiro; (Capítulo III) avaliar a eficiência de uma wetland construída e povoada com duas espécies de macrófitas aquáticas flutuantes (Eichhornia crassipes e Salvinia molesta) com diferentes exigências nutricionais para otimizar o tratamento do efluente de viveiro de manutenção de reprodutores de M. rosenbergii. O resultado do Capítulo II permite concluir que o manejo realizado para a manutenção de camarões reprodutores da espécie Macrobrachium rosenbergii entre as biomassas de 403...

Tratamento de efluentes de piscicultura utilizando sistema tipo wetland povoado com espécies de macrófitas aquáticas de três tipos ecológicos diferentes

Assunção, Argos Willian de Almeida
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vii, 64 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
67.11%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; A aquicultura é uma atividade impactante para o meio ambiente, podendo causar eutrofização de corpos hídricos, introdução de espécies exóticas, transmissão de doenças e competição pelo uso da água. Os efluentes de criações de organismos aquáticos são ricos em matéria orgânica e nutrientes, nitrogênio e fósforo, decorrente de adubação, restos de ração e excreção. A partir de um viveiro de criação de pacu “Piaractus mesopotamicus” foi avaliado o impacto ambiental causado pela criação, a presença de organismos indicadores de contaminação fecal (Escherichia coli), e avaliada a eficiência de um sistema de tratamento tipo wetland construída utilizando três espécies de macrófitas aquáticas de tipos ecológicos diferentes: Eichhornia crassipes (flutuante), Ceratophyllum demersum(submersa) e Typha dominigensis (emersa). As variáveis analisadas foram temperatura, oxigênio dissolvido, condutividade elétrica, alcalinidade, dureza total, demanda química e bioquímica de oxigênio (DQO e DBO), nitrogênio (total, amoniacal...

Distribuição de macrófitas aquáticas em relação a variáveis ambientais em ecossistemas lóticos da Bacia do rio Itanhaém

Leung, Roberto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: vi, 126 f. : il., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
67.49%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC; O objetivo deste trabalho foi estudar a distribuição das macrófitas aquáticas em rios da planície costeira da bacia do rio Itanhaém. A abordagem adotada foi uma combinação de estudos observacionais e experimentais. No primeiro capítulo, estudou-se a distribuição das macrófitas aquáticas em relação a variáveis ambientais da água e do sedimento em 97 km de rios em duas estações do ano (verão e inverno). A salinidade foi a principal variável ambiental responsável pela separação das macróf5tas aquáticas em duas comunidades distintas, a do estuário e a dos rios. As principais espécies que ocorreram no estuário foram Spartina alterniflora. Crinum procerum e Scirpus califhrnicus, sendo que a primeira ocorreu em trechos de maior salinidade, a segunda em trechos com salinidade intermediária e a última em trechos de menor salinidade. As espécies de água doce mais freqüentes foram Egeria densa, Eichhornia azurea, Eichhornia crassipes. Pistia stratiotes, e Salvínia molesta. Egeria densa tendeu a ocorrer em trechos com maior transparência. menor nitrogênio total e maior fração areia no sedimento. Eichhornia azurea tendeu a ocorrer em locais com alta transparência e baixas concentrações de nitrogénio total. Finja siratiotes tendeu a ocorrer em trechos de rios com maiores concentrações de nitrogênio total na água. A freqüência de ocorrência das principais espécies não diferiu entre o verão e o inverno...

Distribuição de macrófitas aquáticas em relação a um gradiente ambiental na bacia do Rio Itanhaém, SP

Mori, Gisele Biem
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 96 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
67.52%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 12/08510-5; Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC; Environmental gradients have been widely used as an ecological framework to understand the dynamic and functioning of ecosystems. Watersheds show a different aspect because of the connectivity of rivers and streams in the drainage network, as proposed in the River Continuum Concept (RCC). The aquatic macrophytes, an important component of the aquatic flora, respond to environmental characteristics that influence their occurrence and distribution. In this study we verify the presence of an environmental gradient of abiotic characteristics and macrophytes distribution in a river’s stretch in the Itanhaém river basin, São Paulo, in order to understand if it can be explained by the RCC; and verify which abiotic characteristics are more important in the occurrence of species of aquatic macrophytes. The sampling was realized in downstream-upstream direction in 51 sampling points (500 meters of distance between them) of abiotic variables (limnological and of the channel) and occurrence of the species was determinate by the presence and absence of them in the points. The species of the study were: Egeria densa...

Preferência alimentar e eficiência da carpa capim (Ctenopharyngodon idella) no controle de macrófitas aquáticas em mesocosmos

Silva, Adilson Ferreira da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: v, 46 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
67.32%
Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; The macrophytes may be problems in many water bodies, being necessary to employ control technique. The use of grass carp fish (Ctenopharyngodon idella) is an established biological control technique in many countries. The aim of this study was to evaluate the efficiency of food preference and control of diploid grass carp exposed the macrophytes Ceratophyllum demersum, Egeria densa, Egeria najas and Hydrilla verticillata isolated and combined condition micro and mesocosms. To this, three experiments were conducted. The first experiment was the supply and planting of macrophytes C. demersum, E. densa and E. najas in microcosms of 250 liters with five repetitions in completely randomized design (CRD). In the second and third experiment plants were offered in isolated and combinated condition mesocosms 2000 L. In the second experiment the plant C. demersum, E. densa and E. najas was used, in the third experiment the macrophyte C. demersum, E. densa, E, najas and H. verticillata in a randomized block design (RBD) in triplicate. In the first experiment the treatment with lower quantity of fish were what to show the bigger consumption and to get in weight in conditions of microcosms. In the second experiment the plant more predated by grass carp was E. najas and C. demersum when offered alone...

A competição interespecífica explica a distribuição espacial de macrófitas aquáticas em estuários?

Nunes, Laís Samira Correia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 62 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
67.27%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC; Competitive interaction plays an important role in aquatic macrophytes zonation in estuaries. Estuarine regions are marked by stress gradients, especially in relation to salinity due to marine influence. In less stressful areas, the lower salinity ones, the halophytes can be excluded by freshwater plants, which have higher competitive ability. Thus, salt tolerant species have their occurrence limited to the most stressful areas, which are the high salinity areas. In the Itanhaém River Basin Estuary (SP) the emergent aquatic macrophytes Crinum americanum and Spartina alterniflora are distributed along the salinity gradient. The species occupy opposite ends of the gradient and form mixed banks in the intermediate zone. In this study we sought to understand the distribution of these species in the abovementioned region, assessing which abiotic and biotic factors influence their zonation. We tested the hypothesis that S. alterniflora is not established in the less stressful environment occupied by C. americanum due to the competition effect, and that, C. americanum would be intolerant to high salinity. Three study sites were selected according to the presence of the species in the salinity gradient: S. alterniflora monospecific bank in the lower zone (high salinity)...

Utilização de macrófitas aquáticas no tratamento de efluentes de suinicultura

Maia, Anabela; Catarino, Justina; Rodrigues, Fátima; Mendonça, E.; Trancoso, Maria Ascensão
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 18/04/2007 POR
Relevância na Pesquisa
67.45%
Em contraste com anteriores abordagens, actualmente as tecnologias ambientais tendem a utilizar um menor consumo de recursos energéticos e materiais. No que respeita ao tratamento de efluentes a utilização de macrófitas aquáticas tem tido um interesse crescente revelando-se como um método simples e energicamente eficiente na remoção de nutrientes e contaminantes com aplicação no tratamento de efluentes urbanos, industriais e agrícolas. Este sistema baseia-se nas interações entre as plantas, essencialmente através do sistema radicular, as diferentes espécies de microorganismos, o substrato , o ar, o sol e a água (Wood & McAtanney, 1996). Os efluentes agro-pecuários em particular os resultantes de suinicultura, apresentam elevada concentração em nutrientes, essencialmente azoto e fósforo, constituindo um problema agrícola e ambiental, na medida em que contaminam solos, águas superficiais e subterrâneas. O tratamento destes efluentes em leitos de macrófitas, parece ser uma tecnologia fiável, robusta e menos intensiva em recursos que os sistemas tradicionais. Efectivamente estes leitos constituem sistemas biológicos de tratamento de efluentes, nos quais as plantas podem remover directamente os constituintes dos efluentes e/ou promover a sua degradação...

Utilização de análise multivariada e redes neurais artificiais na determinação do comportamento de colonização de populações de macrófitas aquáticas no reservatório de Santana

Pitelli,R.L.C.M.; Ferraudo,A.S.; Pitelli,A.M.C.M.; Pitelli,R.A.; Velini,E.D.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.27%
As análises de agrupamento e de componentes principais e as redes neurais artificiais foram utilizadas na determinação de padrões de comportamento das populações de macrófitas aquáticas que colonizaram o reservatório de Santana, Piraí-RJ, durante o ano de 2004. As análises de agrupamento dividiram o comportamento das populações durante o ano em dois grupos distintos, apresentando um padrão no primeiro semestre que difere daquele observado no segundo semestre do ano. A análise de componentes principais demonstrou que esse comportamento da comunidade (grupo de populações) é influenciado principalmente pelas espécies S. montevidensis, Heteranthera reniformis, Ludwigia sp., Rhynchospora aurea, C. iria, C. ferax e Aeschynomene denticulata no primeiro grupo e por Echinochloa polystachya, Polygonum lapathifolium, Alternanthera phyloxeroides, Pistia stratiotes, Eichhornia azurea, Brachiaria arrecta e Oxyscarium cubense no segundo grupo. As redes neurais artificiais agruparam as populações de macrófitas aquáticas em nove grupos, conforme sua densidade nos diferentes meses do ano. A aplicação da análise de componentes principais (ACP) nos valores de frequência das populações presentes nos primeiros três grupos de Kohonen permitiu discriminar três grupos de meses...

Estrutura da comunidade de macrófitas aquáticas em três lagoas do Parque Estadual do Rio Doce, Minas Gerais, Brasil

Ferreira,Fernando Alves; Mormul,Roger Paulo; Pedralli,Gilberto; Pott,Vali Joana; Pott,Arnildo
Fonte: Instituto de Botânica Publicador: Instituto de Botânica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67.25%
As macrófitas aquáticas colonizam, em diferentes graus, a maioria dos ecossistemas lóticos e lênticos. Apesar da distribuição das macrófitas nas margens de lagos constituir um exemplo clássico de zonação, não existe acordo quanto aos fatores determinantes desse fenômeno. O presente trabalho teve por objetivo analisar a diferença na cobertura vegetal de três lagoas do Parque Estadual do Rio Doce; determinar se ocorre ou não sucessão de espécies na cobertura vegetal; e avaliar a distribuição das formas de vida e das espécies ao longo do gradiente de profundidade para cada lagoa. A composição da cobertura vegetal diferiu entre as lagoas estudadas. Contudo, apenas as lagoas Gambazinho e Preta apresentaram diferenças significativas entre si, enquanto a lagoa Dom Helvécio não diferiu das demais. Dessa forma, os resultados obtidos sugerem que cada lagoa constitui uma "ilha" em termos de diversidade, uma vez que muitas espécies ocorreram em apenas uma lagoa. A diversidade beta temporal apresentou uma substituição média de 70% das espécies e o principal fator que estruturou a comunidade de macrófitas nas lagoas estudadas foi o gradiente de profundidade.

Macroinvertebrados associados a macrófitas aquáticas flutuantes em canais urbanos de escoamento pluvial (Balneário Cassino, Rio Grande, RS)

Albertoni, Edélti Faria; Palma-Silva, Cleber
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
67.25%
O balneário Cassino localiza-se no município de Rio Grande, na planície costeira sul do Rio Grande do Sul. Apresenta em toda sua extensão canais construídos para escoamento pluvial, onde desenvolvem-se densos estandes de macrófitas aquáticas flutuantes. Com o objetivo de caracterizar as comunidades de macroinvertebrados associados às macrófitas, estas foram coletadas mensalmente em tréplicas, com rede de malha de 500 μ, de março de 2000 a fevereiro de 2001, em um total de cinco pontos, sendo P1 com Pistia stratiotes, P2 com Spirodela intermedia, P3 com Eichhornia crassipes, P4 com Salvinia minima, e P5 com Eichhornia crassipes. Em laboratório, foram lavadas em água corrente sobre peneira de 500 μ e o material conservado em álcool 80% e posteriormente separado em estereomicroscópio. As plantas foram secas em estufa (a 60º C), para estimativa do peso seco. Em cada ponto foram mensuradas as variáveis abióticas oxigênio dissolvido, tempe- ratura, pH e condutividade elétrica, e determinadas as concentrações de nutrientes totais. A comunidade associada foi avaliada quanto a abundância e composição taxonômica, e foram determinados os índices de diversidade de Shannon-Wiener (H’) e homogeneidade de Pielou (J’)...

Caracterização e importância das macrófitas aquáticas com ênfase nos ambientes límnicos do campus Carreiros - FURG, Rio Grande, RS

Trindade, Claudio Rossano Trindade; Pereira, Sabrina Amaral; Albertoni, Edélti Faria; Silva, Cleber Palma
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
67.11%
A comunidade de macrófitas aquáticas desempenha um papel estrutural e funcional de grande importância ecossistêmica em ambientes límnicos de águas rasas. Estes ambientes de lagos rasos e banhados são muito comuns na planície costeira do Rio Grande do Sul, dominando extensas paisagens e apresentando uma grande biodiversidade que reúne animais de várias categorias taxonômicas. Este texto é dirigido a alunos de cursos de graduação da área biológica e a professores de Ciências da rede de ensino fundamental e médio, tendo por objetivo fornecer uma visão geral sobre o assunto, reunindo informações de obras consagradas em ecologia de águas interiores, e de ecologia dos principais grupos. A sequência do texto consiste principalmente na apresentação de aspectos evolutivos, adaptativos e ecológicos desta comunidade. O texto procura fornecer uma visão geral sobre estes organismos, ressaltando sua biodiversidade e papel ecológico nos ambientes da região sul do estado do Rio Grande do Sul, tomando como referência os ambientes e as espécies facilmente encontradas nos ambientes aquáticos do campus Carreiros da Universidade. Além disto, são apresentadas algumas perspectivas de estudos visando à conservação dos ambientes límnicos da região.

Desempenho de lagoas de maturação utilizando macrófitas aquáticas e chicaneamento; Performance of maturation ponds using aquatic plants and baffles

Polisel, Kleber Castilho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.27%
As lagoas de estabilização têm sido, por suas características operacionais e baixos custos de implantação, consideradas como a opção mais viável para tratamento de águas residuárias em pequenas e médias comunidades. O sistema composto por lagoa anaeróbia e facultativa em série é o mais empregado no Brasil. Com o avanço no monitoramento das lagoas de estabilização que se iniciou na década de 90, no caso do Estado de São Paulo pela SABESP, e que hoje se encontra bastante estruturado, periódico e confiável, nota-se que esses sistemas apesar de projetados seguindo as técnicas mais recentes, não possuem a eficiência esperada quando em operação. Tornam-se então prementes os estudos no sentido de melhorar o desempenho dos sistemas existentes e fornecer subsídios para novos projetos de lagoas de estabilização. Este trabalho estudou a utilização de chicaneamento nas lagoas de estabilização verificando a influência das chicanas no comportamento hidrodinâmico e desempenho desses sistemas além da utilização de macrófitas aquáticas no processo de tratamento de águas residuárias. Concluiu-se que mesmo com aumento de eficiência de remoção de DQO, 'DBO IND.5', nitrogênio Kjedahl e amoniacal, para ambos os casos: lagoa com aguapé e lagoa com lentilha d’água...

Impactos do controle de macrofitas aquaticas com herbicidas 2,4 D em mesocosmo

Guilherme Luiz Guimarães
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em /02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
57.56%
O controle das macrófitas aquáticas é necessário em muitos ambientes submetidos a ação antrópica, pois pelas condições favoráveis à instalação e crescimento de algumas populações, há a formação de densas colonizações ocasionando alguns prejuízos ao próprio ambiente aquático, às atividades do homem e à saúde pública. O agente de controle e a própria morte e decomposição das plantas podem ocasionar outros efeitos prejudiciais ao ambiente. O presente trabalho foi conduzido visando avaliar os efeitos do controle das macrófitas aquáticas por congelamento ou por 2,4 D sobre algumas características da água de mesocosmos, em comparação com situações de mesocosmos sem macrófitas e mesocosmos totalmente colonizados. As macrófitas utilizadas na colonização dos mesocosmos foram Eichhornia crassipes, Pistia stratriotes e Salvinia auriculata. Os mesocosmos foram dispostos em delineamento inteiramente casualizado com quatro repetições e os tratamentos foram: (i) mesocosmo não colonizado, (ii) mesocosmo não colonizado com aplicação de 2,4 D (5,360 kg/ha de equivalente ácido ) na superfície da lâmina d'água, (iii) mesocosmo colonizado sem qualquer ação de controle, (iv) mesocosmo colonizado com morte das macrófitas por congelamento e (mesocosmo colonizado com controle das macrófitas por 2...

Macrófitas aquáticas da lagoa de Jijoca de Jericoacoara, Ceará, Brasil

Matias,Lígia Queiroz; Amado,Expedito Rômulo; Nunes,Edson Paula
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
67.11%
A lagoa de Jijoca de Jericoacoara situa-se no litoral do Ceará, Nordeste do Brasil (2º50'10'' e 2º55'32''S - 40º28'32'' e 40º24'09''W), sendo bordejada em sua extremidade Norte por dunas e por vegetação de tabuleiro nas demais faces. Realizou-se o levantamento da composição florística e da estrutura da comunidade de macrófitas aquáticas presentes na lagoa. As amostras das plantas foram coletadas e depositadas no herbário EAC. Densidade, freqüência e cobertura das espécies foram amostradas em 10 transectos plotados em áreas com boas condições de conservação de suas margens, evitando-se áreas urbanas e de atividade agropecuária adjuntas à lagoa. Apresenta-se a lista de 45 espécies ocorrentes, suas formas biológicas e dados da estrutura da comunidade. As espécies com maior índice do valor de importância (IVI) foram Eleocharis mutata (L.) Roem. & Schult., Paspalidium geminatum Stapf, Eleocharis atropurpurea (Retz.) Kunth, Nymphoides indica (L.) Kuntze e Echinodorus tenellus (Mart.) Buchen. A forma de vida predominante foi "plantas enraizadas ao substrato - anfíbias tolerantes à seca". Em relação à profundidade, ocorre aumento da diversidade de espécies de áreas mais profundas para 0-0,5m de espessura da lâmina d'água.