Página 1 dos resultados de 1763 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Socio-cultural visions of interactivity within Museums

Tsitoura, Angelina
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.2%
The ideas on which this paper is based are drawn from my thesis “Interactivity in Museums. A Relationship Building Perspective” written in 2007 for the fulfillment of the Master Degree in Museology at the Reinwardt Academy in Amsterdam. The main arguments are that the notion of Interactivity conceptualized within a technological orientation coupled with the pedagogic approach of mere information transmission need to be reconsidered; that Interactivity in museums is a conception both misinterpreted and under-implemented; and that the problems of understanding Interactivity will resolve by identifying the aspects which define Interactivity and most importantly focus on why they matter in a broader socio-cultural context within museums. Without an intention to attribute all the developments and advances associated with new museological practice, in some deterministic way, solely to politics and economic change, I argue that the new strategies adopted by museums towards progression and broader accessibility –at least regarding interactivity, seem to be linked more with a dominant commercialization of culture and education, than with a belief towards an effect on social change through the promotion of social interaction within a pluralistic and multicultural society...

The local population and museums. An analysis based on the use of museums in the Alt Pirineu and Aran Region (Catalonia, Spain)

Alcalde Gurt, Gabriel
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.2%
His paper is based on a study of visitors to the museums in the Alt Pirineu and Aran region (Catalonia, Spain). We describe the characteristics of the museums’ users and analyse the relationship between the museums and the local community. We highlight the importance of these facilities for local development, and the need to consider and prioritize their role as culture centres for the region’s population.

Training for museums and the National Charter for museum professions in Italy: a new prospective for development

Travagli1, Anna Maria Visser; Badia, Francesco
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.3%
Traditionally Italian universities have trained researchers and professionals in conservation: archaeologists, art historians and architects. It is only with the reform of the universities, from 1999, that the teaching of museology and museography have also been expanded.Italian museums are for the most part public museums, depending on local bodies or the national ministry; they lack autonomy and do not possess specific professional figures. The task of conservation has predominated over the other roles of museums, but with the reform of the conservation law in 2004 the definition of „museum‟ has been introduced in Italy as well, and regulations regarding the development of heritage have been issued; in addition the Regions have also taken on a more active role for museums belonging to local bodies and for the development of their territory.Museum professions are not officially recognised, but the museum community, through the various associations and ICOM Italia, has put together a document to act as a general reference, the National Charter of Museum Professions, which has been followed by the Manual of Museum Professions in Europe. Now there is a need to plan the content and outlines ofvocational training courses for museum professionals...

Museums as service providers

Moutinho, Mário Caneva
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.2%
The present paper discusses the complex understanding of Museum as an entity that provides services. Indeed we are far from seeing museums fully acting as services since the rationale of the way they operate derives from the permanent concession of grants either from state budgets or from beneficent institutions. In order to do this, we use reflections presented in previous papers, where we considered these issues separately; we now believe they will gain some coherence when articulated with the reflection on museums seen in their possible, albeit inadequately assumed, condition as service providers.We shall consider some aspects of the introduction in museums of the new information and communication technologies (NICT) as part of this process. On the one hand, these technologies open doors, and some museums take good advantage of that; but on the other hand their being used in a limited way does not enable the realisation of the role they can play, with multiple benefits from the organisational point of view, fostering innovation and creating new service concepts that are more aware of the world we live in.

Museus e Coleções Universitários: Por que Museus de Arte na Universidade de São Paulo?; University museums and collections: why art museums at the University of São Paulo?

Almeida, Adriana Mortara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
Essa tese trata do perfil dos museus universitários - sua origem, desenvolvimento e perfil atual -, com ênfase para os museus de arte. Procura definir o que seria um museu universitário modelo e busca identificar o quanto desse modelo existe na prática. Descreve a formação e as características dos museus da Universidade de São Paulo e dos museus universitários de arte no Brasil. Analisa a coleção e o museu de arte da Universidade de São Paulo - Coleção de Artes Visuais do Instituto de Estudos Brasileiros e Museu de Arte Contemporânea - diante do modelo proposto para museus universitários. E finalmente, discute a necessidade da Universidade de São Paulo possuir ou não essas coleções de arte.; This thesis addresses the profile of university museums - their origin, development and current profile– with emphasis on art museums. It attempts to define what a model university museum should be and to compare it to the existing situation. It describes the foundation and characteristics of the University of São Paulo museums and of university art museums in Brazil. It analyses the art collection and the University of São Paulo art museum - Visual Arts Collection of the Brazilian Studies Institute and the Contemporary Art Museum - in comparison to the university museum model proposed. And finally it discusses the need for those art collections in the University of São Paulo.

Aprendizagem em museus: uma análise das visitas escolares no museu biológico do Instituto Butantan.; Learning in museums: an analysis of the school visits to the biological museum of the Butantan Institute.

Sapiras, Agnes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Partindo-se do pressuposto de que as exposições de museus apresentam um grande potencial educativo e, considerando-se as avaliações de público como fundamentais para a implementação das ações educativas desenvolvidas nestes espaços, formulou-se o principal objetivo desta pesquisa, que foi o de investigar de que forma as conversas estabelecidas por meio das interações entre estudantes do ensino fundamental II, durante visitas ao Museu Biológico do Instituto Butantan, podem favorecer o processo de aprendizagem. Enfatizamos que a principal finalidade foi analisar "como" o aprendizado se estabeleceu a partir das interações, que englobaram aspectos voltados ao intercâmbio de informações e significados estabelecidos durante as conversas entre estudantes, e também entre estes e os educadores (monitores/professores) e as interações com a exposição Em nosso referencial teórico adotamos autores que desenvolveram estudos sobre aprendizagem em museus e, pelo fato de enfocarmos nossas análises no processo de aprendizagem por meio das interações, nos inspiramos nos pressupostos da perspectiva sócio-histórica de Vygotsky. Nossa metodologia teve caráter predominantemente qualitativo, porém, também realizamos um breve levantamento quantitativo no intuito de ampliar a compreensão dos dados sobre os indícios de aprendizagem. Os dados foram coletados por meio de observações e filmagens...

Concepções de popularização da ciência e da tecnologia no discurso político: impactos nos museus de ciências; Concepts of science and technology popularization in the political speech: some thoughts on science museums

Navas, Ana Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.33%
Esta pesquisa busca caracterizar as concepções de popularização da ciência e da tecnologia (C&T) que permearam o discurso e as ações do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) do Brasil, na gestão 2003-2006. Como parte do processo, foram exploradas as relações que, nesse discurso, são estabelecidas entre museus de ciências, popularização da ciência e divulgação científica, tomando como referência uma ação especificamente desenvolvida pelo MCT no âmbito dos museus de ciências: o Edital Seleção Pública de Propostas para Apoio a Museus e Centros de Ciências, formulado em 2003. Como referenciais teóricos, foram utilizados estudos desenvolvidos no âmbito da sociologia da ciência, da comunicação pública da ciência, da divulgação científica e da comunicação em museus. A pesquisa teve abordagem qualitativa, usando dados coletados em documentos e em entrevistas. Os documentos foram textos oficiais do MCT no período 2003-2006 e projetos apresentados ao Edital; as entrevistas consideraram consultores do Comitê Temático de Divulgação Científica do CNPq e profissionais de museus de ciências beneficiários do Edital. Os dados coletados mostram que a área de popularização da C&T está sendo legitimada politicamente pelo MCT por meio da consolidação do Departamento de Difusão e Popularização da C&T e por meio de financiamentos...

Relações entre ciência, tecnologia e sociedade em museus de ciências; Relations between science, technology, and society in science museums

Contier, Djana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Este trabalho analisa como museus de ciências no Brasil exploram as relações e as interferências mútuas entre ciência, tecnologia e sociedade, utilizando como principais referenciais a educação com enfoque ciência, tecnologia e sociedade (CTS), e a comunicação pública da ciência. A escolha da educação com enfoque CTS está relacionada à discussão sobre a importância da formação de cidadãos críticos diante das questões de ciência e tecnologia (C&T), incluindo a abordagem ciência, tecnologia, sociedade e meio ambiente (CTSA). Já a escolha da comunicação pública da ciência se dá pelo seu debate sobre a mudança na forma de participação do público nas tomadas de decisão sobre C&T. Esses dois referenciais desafiam as instituições que atuam na interface ciência e público a repensar seus objetivos e propósitos. Um questionamento ainda mais relevante, se levados em consideração o crescimento e o fortalecimento dos museus de ciências no Brasil nos últimos anos. Para este projeto, foram selecionadas e analisadas três exposições de diferentes museus de ciências nacionais: Educação Ambiental, do Museu de Ciências e Tecnologia/PUC-RS; Reprodução e genética, do Espaço Biodescoberta do Museu da Vida/Fiocruz...

Centros e museus de ciência e tecnologia; Science and technology centers and museums

Massabki, Paulo Henrique Bernardelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
Os centros e museus de ciência e tecnologia foram pouco estudados sob o aspecto arquitetônico. É proposto o conceito de centro de ciência e tecnologia, cuja particularidade é ser focado na experiência e nos fenômenos, e não nos objetos. Existem instituições específicas relacionadas a esse tipo de instituições, em especial o CIMUSET / ICOM, ASTC, ECSITE e ABCMC. Os centros de ciência são protagonistas das mudanças museológicas desde seu surgimento, nos anos 1930. O equivalente da experiência estética dos museus de arte nos museus de ciência é a experiência do processo da ciência. Os objetivos dos centros de ciência são: educacional, divulgação científica, debate e participação, social, motivação, lazer, impacto urbano. Seus públicos alvos principais são famílias e escolas. A internet, a realidade virtual e outras novas tecnologias têm grande impacto nos museus. A interatividade com objetos não é condição suficiente para o aprendizado. São necessários níveis mais profundos de interatividade e interações sociais para o sucesso do aprendizado. Os modelos interativos dos centros de ciências são os equivalentes aos objetos originais nos acervos dos museus tradicionais. A mediação humana é a mais indicada forma de interlocução entre a instituição e o visitante...

A criança nos museus de ciências: análise da exposição Mundo da Criança do Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS; The child in science museums: analysis of the exhibition World´s Children Museum of Science and Technology PUCRS

Iszlaji, Cynthia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
O estudo em questão teve como objetivo principal analisar se e como os museus de ciências levam em consideração a criança pequena em suas ações, em especial a exposição. Para tal, a pesquisa visou à compreensão da concepção de criança e infância a partir das mudanças ao longo do tempo, através dos principais teóricos da área. Nesta pesquisa a concepção de criança e infância está fundamentada nas discussões de Vygotsky, cuja teoria caminha numa perspectiva histórico-cultural. A criança que emerge dos estudos dessa teoria é uma criança a ser compreendida como sujeito histórico, social e cultural, uma vez que ela influencia e é influenciada pelos determinantes que constituem a formação social no qual se encontra inserida. A escolha do contexto da pesquisa baseou-se nos resultados do questionário enviado para os museus de ciências brasileiros com objetivo de mapear as instituições que desenvolvem exposições e/ou ações educativas voltadas para o público infantil. Para este projeto, foi selecionada a exposição Mundo da Criança no Museu de Ciência e Tecnologia da PUCRS, por apresentar uma área destinada para crianças pequenas de 3 a 6 anos. Por se configurar como uma pesquisa qualitativa a coleta de dados se deu por meio de entrevistas ao conceptor da exposição investigada...

Aspectos da atividade de promoção de marketing nos serviços turísticos de museus; Aspects of the marketing promotion activity at tourism services in museums

Nascimento, Camila Leoni
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
A definição dos programas de promoção de marketing varia de acordo com o público que se quer atingir e também com o tipo de comunicação que se quer transmitir. Para definir o programa de comunicação e quais as ferramentas que serão utilizadas, é preciso desenvolver uma estratégia de comunicação de acordo com as necessidades dos clientes e com os objetivos da organização. Este estudo teve como objetivo principal identificar e analisar as atividades de promoção de marketing referentes aos serviços turísticos, mais especificamente nos museus, onde foi realizada a pesquisa de campo. Para atingir esse objetivo, primeiro foi realizada a revisão teórica abordando os conceitos de promoção de marketing, os serviços e os aspectos da atividade de promoção em serviços. Por fim, foram estudados os serviços turísticos e contextualizado o objeto de estudo acerca da atividade de promoção de serviços turísticos com ênfase em museus. O método utilizado para a pesquisa de campo foi o estudo de caso. O trabalho teve sua aplicação na área de museologia, investigadas três instituições: a Pinacoteca do Estado de São Paulo, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand e o Museu da Casa Brasileira Organização Social de Cultura. Para cada museu foram analisadas as seguintes atividades de promoção de marketing: segmentação e posicionamento...

O tratamento documental de coleções fotográficas em museus de arte; The documental treatment of photographic collections in art museums

Taboada, Cynthia Elias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
A pesquisa apresenta um levantamento de dados sobre o tratamento documental de coleções fotográficas em museus de arte, após a incorporação da fotografia em seus acervos. Foram selecionados, como estudos de caso, os seguintes museus de arte de São Paulo: Museu de Arte Moderna de São Paulo, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, Museu Lasar Segall e o Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo. A pesquisa é contextualizada através da compilação de dados sobre os caminhos institucionais para preservação da fotografia e sobre o processo de assimilação da fotografia pelos museus de arte, evidenciado a partir da segunda metade do século XX. No caso dos museus de arte, pode-se observar que cada instituição percorreu uma trajetória para incorporar e documentar fotografias. Utilizam atualmente sistemas informatizados e bancos de dados como métodos de documentação e enfrentam a problemática de classificar e documentar as fotografias da coleção detalhadamente, devido à diversidade da arte contemporânea que faz uso da linguagem fotográfica, bem como da fotografia produzida na contemporaneidade. A variedade de processos e técnicas relacionados à fotografia e o hibridismo entre tipologias artísticas fazem da documentação de fotografias nos museus de arte um trabalho em constante aperfeiçoamento.; The research presents a survey of data about the documentary treatment of the photographic collections in art museums...

Os objetos nos museus de ciências: o papel dos modelos pedagógicos na aprendizagem; The objects in science museums: the role of pedagogical models in learning.

Figueroa, Ana Maria Senac
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.36%
Esta pesquisa teve por objetivo caracterizar o papel pedagógico dos objetos/modelos nos museus de ciências. Assim, consideramos, neste estudo, os objetos no museu que foram construídos com a intenção de favorecer as relações de ensino e de aprendizagem. Buscamos apontar o papel pedagógico dos objetos em exposições de museus, bem como caracterizar o potencial do objeto em expressar determinados produtos e processos na aprendizagem, ao ser apresentado em uma exposição de museu. Além disso, procuramos identificar aspectos relacionados aos conceitos e processos que os sujeitos são capazes de perceber, ao observar o objeto em uma exposição. A abordagem metodológica se fundamentou no referencial da pesquisa qualitativa e foi selecionado o Museu de Ciências Naturais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. A escolha do modelo do esqueleto da preguiça gigante se justificou por tratar do objeto que, pelo seu tamanho e posição expográfica chama especialmente a atenção do público. Além disso, ele tem um papel importante no desenvolvimento de estudos de biologia e de paleontologia, bem como reúne uma gama muito grande de características importantes, o que o tornou adequado para a pesquisa. Selecionamos para a entrevista...

A mediação em museus de Ciências da Universidade de São Paulo: a experiência no Museu de Anatomia Veterinária Dr. Plínio Pinto e Silva e na Estação Ciência; Mediation in the science museums of the University of São Paulo: the experiences of Museu de Anatomia Veterinária Dr. Plinio Pinto e Silva and Estação Ciência

Braga, Joana Soares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Os museus de ciências são reconhecidos por seu caráter educativo e por sua contribuição ao desenvolvimento sociocultural da sociedade por meio da divulgação científica. No ambiente universitário, os museus assumem atividades de extensão. Nessas atividades, eles se responsabilizam por compartilhar o ensino e a pesquisa com a comunidade. Nesse contexto, esta dissertação aborda a noção da mediação como elemento essencial para a experiência do visitante no museu. A mediação é diretamente responsável pela apropriação da informação que pode ocorrer nesses espaços. É a partir dela que o visitante estabelece conexões e reflexões que estimulam o desenvolvimento de seu pensamento crítico. Na Universidade de São Paulo foram selecionados dois museus de Ciências - o Museu de Anatomia Veterinária Dr. Plínio Pinto e Silva e a Estação Ciência - para que fossem observadas as mediações neles existentes, distinguidas entre mediação humana e mediação por dispositivos não humanos. Foram aplicados questionários junto ao público visitante, majoritariamente composto de estudantes. Também foram entrevistados professores e profissionais dos museus. Constatou-se que a mediação é um conceito de entendimento variado para os profissionais e que se molda na prática das visitas. Ela está presente nos museus através do mediador humano e também de dispositivos não humanos...

Musealização da natureza: exposições em museu de história natural como representação cultural; Musealization of the nature: exhibits in natural history museums as cultural representation

Silva, Mauricio Candido da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Uma das principais características das exposições museológicas é o seu potencial de representatividade histórico-cultural, sobretudo quando dirigimos nossa atenção aos museus de história natural dos séculos XIX e XX, período de constituição do museu público, impulsionado pelos discursos nacionalistas, civilizatórios e modernizantes. A análise de projetos expositivos desse contexto possibilita inferir que o novo modelo de museu é resultado da busca do equilíbrio entre os estudos científicos desenvolvidos através das coleções de pesquisa e as formas efetivas de instrução pública. Centenas de museus foram construídos enquanto outros reformaram suas áreas técnicas e administrativas, de forma a atender os novos parâmetros estabelecidos pelos programas museológicos, arquitetonicamente definidos como área restrita de pesquisa e área restrita da exposição pública. As exposições museológicas abertas à visitação ganharam impulso a partir de uma perspectiva objetiva. Os recursos comunicacionais, que nasceram e se desenvolveram nestes museus, reforçam o sentido da educação popular a partir da leitura do discurso expositivo presente nas narrativas polissêmicas estabelecidas nos novos espaços de consagração da ciência. O objeto museológico...

Museus históricos e pedagógicos no século XXI: processo de municipalização e novas perspectivas; Historic and Pedagogical Museums in the 21st century: municipalization process and new perspectives

Avila, Ana Carolina Xavier
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
No decorrer dos últimos vinte e oito anos, o governo do Estado de São Paulo vem empenhando esforços para o que, atualmente, tem chamado de "municipalização" da Rede de Museus Históricos e Pedagógicos do Estado de São Paulo. Tal conjunto, reconhecido como a primeira e maior rede de museus do País, criado, em sua grande parte, por Vinício Stein Campos - profissional da educação -, ao longo dos anos foi entendido como de caráter eminentemente municipal; a partir disto, compreendeu-se no cerne da Secretaria de Estado da Cultura, que tais acervos deveriam ser legitimamente devolvidos a seus municípios, dadas as suas características e significado junto às comunidades locais. O texto Museus Históricos e Pedagógicos no Século XXI: processo de municipalização e novas perspectivas pretende levantar, registrar e analisar o desenrolar do processo de municipalização dos Museus Históricos e Pedagógicos do Estado de São Paulo, ainda em andamento, e as possíveis modificações que poderá trazer a estas instituições, tanto em aspectos administrativos quanto técnicos e conceituais. A partir de um panorama geral da constituição da Rede de Museus Históricos e Pedagógicos, desenvolvida no decorrer das décadas de 1950...

Museus de ciencias e tecnologia no Brasil : uma historia da museologia entre as decadas de 1950-1970; Museums of sciences and technology in Brazil : a history of museology between the decades of 1950 and 1970

Maria Esther Alvarez Valente
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Há uma evidência inquestionável e concreta da criação de museus de ciências e tecnologia a partir dos anos de 1980, no Brasil, e parece pouco consistente explicar a proliferação das iniciativas museológicas como um mero processo de imitação e/ou da criação voluntarista. A intenção de ir além das factualidades levou à busca de outras explicações. O objetivo central da pesquisa foi procurar compreender os momentos do processo que 'pavimentaram' o ambiente do surgimento dos projetos de museus de ciências e tecnologia efetivados a partir dos anos de 1980, no Brasil. Ou seja, entender o que explica esse surgimento que pôde ser percebido no recorte do período estudado, delimitado entre as décadas de 1950 - 1970. Nessa busca, partiu-se da hipótese de que o surgimento desses museus se daria em função de um ambiente propício para que esse fenômeno ocorresse. A análise de documentos, oriundos da área da museologia e da ciência e tecnologia, fundamentou e forneceu subsídios à construção de momentos, de ambientes e de trajetória dos museus de temática científica e tecnológica brasileiros. O presente estudo tem por finalidade contribuir para a história da museologia brasileira, com foco nos museus de ciências e tecnologia; Evidence of the establishment of museums of science and technology from the 1980s in Brazil is unquestionable and concrete...

Os museus de arte no Brasil moderno : os acervos entre a formação e a preservação; The art museums in modern Brazil : the collection between the formation and the preservation

Fernanda Tozzo Machado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.39%
O objetivo desta pesquisa é o estudo das relações que existiram entre a formação e a preservação dos acervos dos primeiros museus de arte brasileiros que incorporaram obras de arte modernas - o Museu Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand e os Museus de Arte Moderna de São Paulo e do Rio de Janeiro. O recorte temporal está concentrado entre os anos de 1940, período da criação desses museus, e o percurso dos seus respectivos acervos até o início da década de 60. Por meio das diferenças e semelhanças das configurações dos museus públicos e daqueles formados por colecionadores particulares que se tornaram associações de direito civil, apresenta que, se por um lado os museus públicos propõem acervos representativos da nacionalidade, por outro, nos de formação privada, os interesses de particulares e dos grupos associados sobressaem em forma de vocação personalista. Esses "museus de arte" foram analisados a partir de uma extensa revisão da historiografia que abordaram o tema da formação dos referidos museus e, principalmente, na crítica das fontes primárias pertencentes aos arquivos institucionais originais, tendo como estudo de caso a primeira fase do Museu de Arte Moderna de São Paulo. As relações entre a constituição dos museus de arte e o entendimento da preservação...

O papel do setor educativo nos museus : analise da literatura (1987 a 2006) e a experiencia do museu da vida; The role of educative division in museums : analysis of the literature around education in museums (1987 to 2006) and the experience of the museum of life

Maria Iloni Seibel Machado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
Esta tese tem por objetivo explicitar as abordagens pedagógicas e o papel do setor educativo nos museus, a partir da análise de literatura que trata de educação em museus, incluindo teses e dissertações defendidas entre 1987 e 2006 no Rio de Janeiro e em São Paulo. Parte do pressuposto de que a prática educativa é uma prática intencionalizada e, como tal, atende a interesses e cumpre objetivos específicos voltados para determinados públicos - de acordo com o contexto e momento histórico em questão. Inicialmente busca situar o setor educativo em diferentes momentos da história dos museus, onde aparece como um setor específico criado para atender o público escolar sobremaneira. As funções que lhe foram atribuídas se traduzem em ações e atividades que acabam se tornando a "marca registrada" da atuação do setor educativo em diferentes tipos de museus, que é referenciada em princípios político-pedagógicos que tendem a corresponder àqueles que informam o sistema de ensino e a ideologia dominante nos diferentes momentos históricos - na maioria das vezes não explicitados. Apresenta um panorama geral das teses e dissertações selecionadas com informações sobre as instituições em que foram defendidas, bem como a formação dos autores...

The form and the program of the great international museums; La forma y el programa de los grandes museos internacionales; A forma e o programa dos grandes museus internacionais

Neiva, Simone; Perrone, Rafael Antonio Cunha
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
This paper discusses the evolution of the form and program of major international museums over the last five centuries. We analyzed museums built between the 17th and 19th centuries; modern museums, including the Museum for a Small City (Mies van der Rohe), the Guggenheim Museum in New York (Frank Lloyd Wright), and the Museum of Unlimited Growth (Le Corbusier); and contemporary museums such as Centre George Pompidou (Richard Rogers/Renzo Piano) and the Guggenheim Museum Bilbao (Frank Gehry). Born from the habit of collecting, up until the 19th century, museums were not identifiable as the attraction we know today. Initially consisting of only a corridor, their program evolved from a set of rooms and library to spaces that replicate urban life synthesized in their interiors. In their buildings, historic architectural elements such as stairs, porticos, and rotundas were consecrated. However, starting from the mid-19th century, museums have become a place of formal audacity, assuming the transparency of glass, the dynamics of the spiral, or the movement of Boccioni’s bottle.; El presente artículo trata de la evolución de la forma y del programa de los grandes museos internacionales, a lo largo de cinco siglos. Han sido analizados los museos surgidos entre los siglos 17 e 19; los museos modernos: Museo para una Ciudad Pequeña (Mies van der Rohe)...