Página 1 dos resultados de 351 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Estudo de caso comparativo entre Programas de Microcrédito na América Latina: o impacto socioeconômico nas mulheres das cidades de Bogotá e Recife; Estudio de caso comparativo entre los Programas de Microcrédito en la América Latina: el impacto socioeconómico en las ciudads de Bogotá y Recife.

Forte, Claudia Marcia de Jesus
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.74%
Esta tese tem por objetivo apontar os impactos gerados na vida socioeconômica das mulheres das cidades de Bogotá e Recife, que são atendidas pelos programas de microcrédito do Banco Caja Social (Colômbia) e Banco do Nordeste Brasileiro (Brasil). O referencial teórico está embasado nas obras do economista Amartya Sen e,sobretudo, na obra Desenvolvimento como Liberdade, que aponta no acesso ao crédito uma das liberdades mais dificieis de serem alcançadas, pois sempre se fará necessária a conjugação de políticas publicas, logo e consequentemente a mudança de paradigmas em algumas sociedades. Tem como pano de fundo a discussão sobre cultura e formação do capital social: a conjugação do capital econômico com o capital social outorga liberdade de acesso e possibilidade de inclusão social. A autonomia gerada pela criação e desenvolvimento de negócios, que tem por objetivo o sustento da família, são alguns dos impactos mais importantes observados na pesquisa. Utilizou-se de metodologia qualitativa de pesquisa, realizando um estudo comparativo entre as duas amostras, que compreendeu a entrevista com 100 mulheres em cada cidade. O instrumento utlizado foi questionário híbrido,contendo perguntas fechadas e abertas...

Microcrédito com responsabilidade individual: análise da possibilidade de criação de valor compartilhado; Microcredit with individual responsability: an analysis of the possibility of shared value creation

Bastos, Lívia Tiemi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.82%
Dentre as empresas atuando na Base da Pirâmide socioeconômica, os bancos comerciais têm-se destacado nos últimos anos. Eles têm participado em operações de microcrédito por meio de uma forma contratual de concessão de crédito, os empréstimos de microcrédito de responsabilidade individual, cujos riscos e custos de transação são elevados. Estudos reconhecem que nem todas as estratégias empresariais voltadas aos mercados da Base da Pirâmide são bem sucedidas. Porém, existem condições para que seja possível desenvolver estratégias focadas em atender as necessidades desses mercados, de modo que possibilitem a criação de valor compartilhado. O objetivo central do presente trabalho é levantar indícios de como a forma contratual de responsabilidade individual no microcrédito pode contribuir para a criação de valor compartilhado. O objeto de análise é a forma contratual de responsabilidade individual de Microcrédito Produtivo Orientado no mercado brasileiro. A abordagem metodológica escolhida é exploratória e qualitativa, por meio do método de estudo de caso de um programa de microcrédito. Ao cruzar informações da literatura com os dados coletados na etapa empírica, constatou-se o papel fundamental dos agentes de microcrédito na forma contratual de responsabilidade individual. A boa operação do programa de microcrédito analisado depende do trabalho do agente de microcrédito...

Sustentabilidade operacional de instituições brasileiras de microcrédito; Operational sustainability of Brazilian microfinance institutions

Pugeti, Valéria Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.78%
Este estudo teve como principal objetivo verificar se as instituições de microcrédito brasileiras são operacionalmente sustentáveis no longo prazo. A sustentabilidade operacional de uma Instituição Financeira de Microcrédito (IFM) é importante para que os beneficiários tenham acesso a serviços financeiros ao longo do tempo, pois IFM que não são sustentáveis acabam diminuindo seu impacto social. O microcrédito ganhou notoriedade desde as iniciativas de Yunus com a criação do Graamen Bank, sendo que sua missão é facilitar o acesso aos serviços financeiros para os pobres e todos os excluídos do sistema financeiro clássico, melhorando suas condições de geração de renda e atuando na redução da pobreza. Para avaliar o desempenho financeiro das instituições de microcrédito brasileiras utilizou-se como metodologia o cálculo de indicadores financeiros, de risco e produtividade. Estes indicadores permitem a verificação da sustentabilidade operacional e fatores que corroborem para explicar seu desempenho. Os dados foram coletados do MIX Market, que é a maior plataforma de dados e pesquisas sobre instituições de microcrédito no mundo. Como resultado, verificou-se que a maioria das instituições de microcrédito brasileiras analisadas são operacionalmente sustentáveis. Os indicadores de sustentabilidade do Brasil apresentaram desempenho melhor do que a média das instituições do mundo desde o ano de 2009. As instituições maiores em patrimônio líquido...

Efeitos do microcrédito na geração de renda em microempreendimentos : avaliação de impacto do programa Real Microcrédito

Righetti, Carlos Cesar Buosi
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
37.74%
O trabalho realiza uma investigação empírica sobre impacto do microcrédito produtivo orientadode um banco comercial privado, sobre renda disponível no domicílio de microempreendedores. O objeto de estudo foram os clientes da Real Microcrédito, uma empresa resultante da parceria entre o Banco Real, terceiro maior banco privado brasileiro, e a ONG Acción International,organização não-governamental com foco em microfinanças. Foram analisados 22.994 contratos de concessão de microcrédito, correspondendo a um total de 20.628 clientes do período de agosto de 2004 a abril de 2007, dos quais 2.366 possuíam duas ou mais tomadas de crédito. A variável dependente adotada para análise do impacto da renda do domicílio foi vendas médias. Utilizando a técnica de modelos hierárquicos lineares (HLM) para analisar os dados de evolução do indivíduo ao longo do tempo não foi possível concluir que os indivíduos apresentam mudanças nas suas vendas médias ao longo do tempo, pois não foi possível afirmar com significância estatística que há mudanças nas trajetórias das vendas médias para o conjunto de tomadores no período analisado. Analisando-se as diferenças entre os indivíduos foi possível concluir que a variável gênero feminino está associada ao aumento de renda do indivíduo participante do programa. No caso das demais variáveis analisadas no segundo nível (grupo solidário...

Impacto em renda do microcrédito : uma investigação empírica sobre geração de renda do Crédito Popular Solidário (São Paulo Confia), no município de São Paulo

Monzoni Neto, Mario Prestes
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
37.69%
Este trabalho apresenta uma investigação empírica sobre impacto do microcrédito na renda a partir de dados colhidos junto aos clientes de três unidades (Brasilândia, Jardim Helena e Heliópolis) do Crédito Popular Solidário (São Paulo Confia). O Crédito Popular Solidário (CPS) é uma iniciativa público-privada que conta com a participação protagonista da Prefeitura do município de São Paulo. O trabalho revela que o microcrédito é uma atividade marginal na economia brasileira, especialmente se comparada a alguns países do sudeste e sul da Ásia, ou mesmo com alguns países na América Latina. Com uma taxa de penetração desprezível ¿ do ponto de vista absoluto ou relativo ¿, o microcrédito tem grande potencial de crescimento no Brasil. A análise econômico-financeira e estatística dos dados demonstrou que o impacto do microcrédito na geração de renda não é desprezível. Além disso, a taxa interna de retorno média sobre o crédito concedido é de tal ordem que torna irrelevante o nível de taxas de juros (custo do capital) praticados pelo CPS e pelo mercado. Os resultados revelam que os microempreendedores em bairros de baixa renda em São Paulo são tão carentes de capital que qualquer injeção, principalmente na forma de capital de giro...

Disseminação de programas públicos de microcrédito : o caso da região metropolitana de São Paulo

Silva, Roberto Vilela de Moura
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
37.69%
Esse trabalho analisa o processo de disseminação de programas públicos de microcrédito implantados pelos governos municipais da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), com o objetivo de identificar os fatores que influenciaram a adoção desses programas, assim como identificar os fatores que influenciaram a opção pela implantação de seus diferentes modelos: estatal ou por meio de Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) criadas em parceiras entre instituições da sociedade civil e prefeituras municipais. O estudo conclui que a rápida disseminação dos programas públicos de microcrédito na RMSP nos últimos 15 anos foi influenciada por diversos fatores entre os quais: 1) a existência de problemas comuns e a percepção destes como prioritários pelos municípios: o aumento da informalidade e de pessoas que trabalham por conta própria, e a dificuldade que essas pessoas têm de obter crédito para suas atividades produtivas; 2) a redução das taxas de inflação e a nova regulamentação da atividade de microcrédito, que criaram um ambiente favorável à implantação e gestão desses programas; 3) a identificação do microcrédito como proposta de enfrentamento do problema a partir do acesso a informações sobre programas de microcrédito existentes no Brasil e no exterior por gestores públicos. Entretanto o acesso à informação sobre os diferentes modelos foi influenciado pela capacidade financeira e técnica dos municípios e a participação de seus gestores em fóruns de debates sobre problemas comuns e possíveis formas de enfrentamento destes. Já a escolha por um dos modelos foi influenciada por fatores ideológicos...

Aspectos limitadores e incentivadores para a adoção do mobile payment na realização de operações de microcrédito

Santos, Geraldo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.87%
Este estudo tem por objetivo identificar os aspectos que podem promover ou limitar o surgimento de arranjos de pagamentos de mobile payment (pagamentos móveis) que possam ser utilizados nas iniciativas de microcrédito no Brasil. O tema microcrédito foi escolhido em função do enorme potencial para a realização de operações de microcrédito no Brasil, bem como pelo aspecto de integração econômico-social que as operações de microcrédito podem proporcionar. A escolha do tema mobile payment ocorreu em função da versatilidade e inovação desta modalidade de pagamento, com potencial para uma grande transformação dos meios de pagamentos no mercado brasileiro. A análise da utilização do mobile payment nas iniciativas de microcrédito surgiu em função das contribuições que tal modalidade de pagamento pode trazer para a realização de operações de microcrédito. O objetivo deste estudo qualitativo é auxiliar na compreensão dos aspectos limitadores e incentivadores para a utilização do mobile payment nas iniciativas de microcrédito, bem como verificar quais contribuições a utilização do mobile payment pode trazer para a realização de operações de microcrédito. Adicionalmente, por meio das informações obtidas junto aos Grupos Sociais Relevantes (GSR) envolvidos nos arranjos de pagamentos...

Estratégias de marketing para alavancar o programa de microcrédito da Prefeitura Municipal de São Leopoldo

Azambuja, Clarissa de Araújo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Este trabalho aborda o microcrédito como uma alternativa para combater a exclusão social e a pobreza. Apesar de sua reconhecida importância como ferramenta social, o microcrédito ainda possui pouco uso, divulgação e incentivo. Assim, através de análises de caso de três instituições de microcrédito e de pesquisas de satisfação aplicadas com beneficiados do Programa de Microcrédito da Prefeitura Municipal de São Leopoldo, este estudo verifica os pontos comuns e os diferenciais entre as instituições de microcrédito, analisa as informações coletadas nas pesquisas de satisfação feitas com os beneficiados, identifica e descreve os pontos fortes e fracos com a utilização do modelo de Análise Swot, define os objetivos de marketing e propõe estratégias de marketing para o Programa. Tem como objetivo, não somente fazer a alavancagem e divulgação de um programa específico, mas, também, do tema como um todo.

Microcrédito em Santa Catarina: uma análise de suas características e relevância

Alexandre Raulino, Vecchietti
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 76 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.69%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; 0 presente trabalho objetiva auxiliar a compreensão sobre a questão do microcrédito no Estado de Santa Catarina. Entendendo que esse passa a se tornar uma fonte alternativa de recursos, não s6 para micro e pequenas empresas formais ou informais, mas para pessoas de baixa renda que de alguma forma não conseguem acesso ao crédito tradicional oferecido por bancos comerciais. 0 acesso ao crédito muitas vezes torna-se uma condição importante para o futuro dos pequenos empreendimentos, muitas vezes de origem familiar. A não disponibilidade de crédito obriga esses empreendimentos a se autofinanciarem, ou procurarem fontes alternativas de crédito o que por fim acaba por formar um circulo vicioso de endividamento levando ao fechamento do negócio. Estima-se que a grande maioria dos micros e pequenos empreendimentos no Brasil não possuem acesso ao crédito tradicional, surgindo assim A idéia de microcrédito, um crédito diferenciado, criado para atender especialmente esse público excluído do sistema financeiro tradicional (BACEN, 2005). Nesse contexto objetiva-se identificar os agentes do microcrédito em Santa Catarina...

capacitação gerencial no microcrédito produtivo: experiências do programa microcrédito de Santa Catarina

Aquino, Guilherme Marcondes de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 107 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.74%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Administração.; O sistema tradicional de crédito é marcado por diversas exigências, principalmente quanto às garantias. Os procedimentos destinados à análise da capacidade de pagamento do tomador de empréstimo excluem pequenos empreendedores, formais e informais, que acabam sendo condenados a viverem A margem da economia formal, da produção e do consumo. Microcrédito surge como uma alternativa ao sistema tradicional, pois trata da formalização de operações de crédito destinadas a prover recursos para microempreendedores sem garantias reais. Entretanto, o microcrédito não pode ser visto apenas sob a perspectiva do apoio financeiro, pois, para gerar o desenvolvimento do tecido produtivo, o crédito necessita integrar-se a adequadas ferramentas de capacitação do microempreendedor. A visão de que o crédito, por si só, garante a sobrevivência do empreendimento é limitada, uma vez que a ausência de serviços complementares não permite explorar todo o potencial dos programas de microcrédito. O objetivo do presente trabalho é descrever as iniciativas das agências de microcrédito atuantes no Estado de Santa Catarina...

O porquê e o para quê do microcrédito : o caso do Projeto de Capital de Risco Solidário em S. Tomé e Príncipe

Veiga, Ana Raquel Ferreira e
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.82%
O objetivo deste estudo é explorar quais as razões que levaram ao surgimento do microcrédito e qual o impacto desta estratégia na vida das pessoas que a ela recorrem. Procura-se ilustrar empiricamente a investigação através de um projeto de microcrédito embrionário – O Projeto de Capital de Risco Solidário em São Tomé e Príncipe. Para atingir estes objetivos e de forma a adquirir um enquadramento económico que facilite a compreensão do surgimento do microcrédito, recorrese à exploração de diversos conceitos, tais como pobreza, informação assimétrica e problemas de agência nos mercados de crédito. Conclui-se que o microcrédito é eficaz na resolução dos problemas de informação imperfeita que levam a que o mercado de crédito tradicional exclua as pessoas em situação de pobreza. A resposta à pergunta “microcrédito: para quê?” baseia-se numa análise socioeconómica dos impactos de um conjunto de projetos aqui revistos, destacando-se a importância do Capital Social no seu funcionamento. Concluise que a participação em programas de microcrédito pode contribuir para a redução da pobreza das famílias, enquanto fenómeno multidimensional. O caso de estudo desta investigação permitiu transpor as questões anteriormente abordadas para a realidade Santomense e para os resultados do projeto. Os métodos utilizados para a realização do trabalho no terreno consistiram na observação participante...

Financiamentos concedidos na forma de microcrédito: fomento para o desenvolvimento do empreendedorismo

Valoura, Maria Fernanda Evangelista
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.78%
Dissertação de Mestrado em Gestão; Tendo em consideração a realidade socioeconómica que se vive mundialmente, e especialmente a do nosso país, é de toda a importância contextualizar a solidariedade social e perceber em que dimensões se conjuga a iniciativa dos empreendedores/pequenos empresários e a sua relação com os instrumentos de apoio que existem, nomeadamente os produtos financeiros que promovem a inclusão social e que possibilitam acesso a crédito com características especiais, ou seja, o microcrédito. Tendo sido constituído como uma ferramenta para ajudar os mais desfavorecidos e a todos aqueles que não têm acesso ao crédito bancário tradicional, com a assumida preocupação de inclusão/ inserção social. Com este trabalho de investigação pretende-se desenvolver um estudo do enquadramento breve do microcrédito, identificando o contributo do mesmo como instrumento de desenvolvimento do empreendedorismo, demonstrando desta forma a importância do microcrédito para o desenvolvimento de um país como Portugal. Neste contexto, o objetivo desta investigação é verificar em que medida o microcrédito enquanto programa social, combate o desemprego da população com escassos recursos financeiros...

Impacto do microcrédito no rendimento das famílias: a Região de Trás-os-Montes e Alto Douro como estudo de caso

Silva, Pedro José Marques
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.74%
Dissertação de Mestrado em Gestão; O microcrédito tem assumido um papel decisivo em vários países de todo mundo, como ferramenta eficaz no combate à pobreza e à exclusão social, inicialmente nos países subdesenvolvidos, mas devido à sua reconhecida preponderância, mais recentemente também se expandiu para os países desenvolvidos, introduzido em Portugal através da ANDC (Associação Nacional de Direito ao Crédito) em 1998. Com base num estudo econométrico e no inquérito presencial aplicado aos beneficiários do microcrédito apoiados pela ANDC na região de Trás-os-Montes e Alto Douro entre 2002 e Novembro de 2012, o presente trabalho, tem como principal objetivo comprovar que o microcrédito tem um impacto positivo no rendimento monetário líquido das famílias beneficiárias do programa desta região. Foram também apresentados outros impactos noutras dimensões da inclusão social, por forma a reforçar que o microcrédito constitui nesta região, uma ferramenta eficaz no combate à pobreza e à exclusão social. As conclusões obtidas permitem comprovar que, de facto, o crédito concedido aos beneficiários desta região através do programa microcrédito, gera acréscimos significativos no rendimento monetário líquido dos empresários...

A Sustentabilidade Financeira e a Gestão do Risco de Crédito no Microcrédito : O Scoring como uma alternativa com valor para a gestão do risco de crédito : uma experiência para Portugal

Silva, Francisco Leal Gonçalves Barbosa da
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Mestrado em Finanças; O Microcrédito é um fenómeno crescente no Mundo desde os seus primeiros passos na índia e Bangladesh na década de 1970. Afirmou-se como uma alternativa eficaz no combate à pobreza e à exclusão social. No entanto, os seus méritos terão sido de certa forma sobrevalorizados à custa de uma menor preocupação com a eficiência e sustentabilidade financeira. Sugerimos que a sustentabilidade financeira é uma condição sine qua non para promover a capacidade das instituições de Microcrédito servirem mais e mais pobres populações. Dado oseu impacto na sustentabilidade financeira, a gestão do risco de crédito é um factor chave para o sucesso de uma instituição de Microcrédito. Assim, existem alguns mecanismos interessantes, alguns dos quais muito inovadores, que as instituições de Microcrédito encontraram para lidar com o risco de crédito. Um desses mecanismos, já em utilização massiva no crédito convencional, é o Scoring. Acreditamos que a utilização de Scoring no Microcrédito, mesmo tendo em conta os seus custos e pressupostos, pode ser um importante passo para o futuro da indústria, uma vez que promove uma gestão de risco de crédito mais precisa e eficiente e, desse modo, contribui decisivamente para um modelo de negócio mais sustentável.

O microcrédito como instrumento de luta contra a pobreza e exclusão social e promotor do empowerment em Cabo Verde: o caso do CITI-Habitat

Guedes, Joana Filipa Mota Nunes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.69%
Mestrado em Economia Social e Solidária/ Sistema de Classificação JEL: A13 e G21; A presente dissertação procura analisar a importância do microcrédito na luta contra a pobreza e exclusão social, por via do empowerment, a partir do exemplo concreto do projeto de microcrédito do Gabinete de Apoio a Médias e Pequenas Empresas da ONG CITI-Habitat, no ativo desde 1996 na cidade da Praia, na ilha de Santiago em Cabo Verde. Identificada a pergunta de partida “Consegue o CITI-Habitat, através do microcrédito, retirar alguns dos seus beneficiários da pobreza e da exclusão social?”, foi imprescindível começar por definir um quadro teórico coerente, que não pode deixar de compreender os conceitos de pobreza e exclusão social, empowerment e microcrédito, seguido de trabalho de investigação e de campo o mais profundo e próximo do objeto de estudo possível. Por conseguinte, a metodologia adotada passou pela análise documental,pela observação indireta com aplicação de inquéritos por questionário e entrevistas semi-diretivas e pela observação direta. Este trabalho permitiu chegar à conclusão de que o microcrédito é, na verdade, um instrumento de luta contra a pobreza e exclusão social...

O combate à probreza através do microcrédito em Àfrica : algumas observações acerca da situação em Moçambique

Santos, Teresa Fátima Bento
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.87%
Mestrado em Ciências Empresariais; O objetivo do presente estudo é analisar em que medida o microcrédito funciona como instrumento de combate à pobreza. Ele encontra-se apoiado em dados do continente africano, com especial foco na situação de Moçambique. O microcrédito nasce da consciência de exclusão dos pobres relativamente ao acesso a serviços financeiros formais. Embora a literatura reconheça no microcrédito uma mais-valia para as categorias socioeconómicas menos abastadas, existem autores que têm vindo a levantar dúvidas sobre o impacto positivo do microcrédito no combate à pobreza em África. A relação entre as duas dimensões (microcrédito e pobreza) é ilustrada a partir do estudo de caso de Moçambique, fazendo uma comparação com outros países do continente africano a partir de indicadores socioeconómicos e financeiros. De forma a atingir os objetivos propostos, desenvolveu um enquadramento teórico dos diversos conceitos fundamentais, tais como: pobreza, microcrédito e instituições de finanças. A análise da situação em Moçambique permitiu transpor para a prática os temas anteriormente expostos. Concluiu-se que o microcrédito pode auxiliar no combate à pobreza ao aumentar a quantidade de ativos disponíveis para os mais pobres e excluídos do acesso ao crédito tradicional. No entanto...

Microcrédito e suas relações com o desenvolvimento local: um estudo de caso sobre o banco da família

Silva, Roniel Antonio da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 129 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.82%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas.; Este trabalho discute o tema do microcrédito tendo por objetivo compreender suas relações com o desenvolvimento local a partir da melhoria da qualidade de vida das pessoas. Dentre as principais contribuições, este trabalho traz o histórico sobre o microcrédito como instrumento de crédito e de mudanças econômicas e sociais. A partir disto, são feitas algumas conexões com o desenvolvimento econômico, tendo como foco o território e o local. Há no decorrer do estudo, ainda, uma discussão sobre as principais visões ou paradigmas (emancipatório x liberal) que alguns autores têm definido sobre o microcrédito. O panorama geral do microcrédito no Brasil e em Santa Catarina é analisado com o propósito de situar seu papel na conjuntura econômica atual permitindo ter acesso a algumas das principais experiências de microcrédito no Brasil e também no estado de Santa Catarina. A fim de compreender ainda mais profundamente os impactos do microcrédito sobre a vida das pessoas, realizou-se um estudo de caso sobre o Banco da Família de Lages, uma das instituições pioneiras em microcrédito no estado de SC. A partir de pesquisa de campo chegou-se a resultados que demonstram diversas percepções sobre a contribuição do microcrédito para a melhoria da qualidade de vida e do desenvolvimento local.; This paper aims at discussing microcredit in order to understand its relationship with local development based on improvement of people's quality of life. Among its main contributions...

A importância do género no desenvolvimento das actividades do microcrédito: caso português

Fernandes, Joaquim Alarico Araújo
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.78%
Mestrado em Ciências Empresariais; A exclusão social e a pobreza afectam os vários quadrantes da sociedade, tais como os desempregados, as pessoas com poucas habilitações literárias, os jovens, os imigrantes e as mulheres. Em todo o mundo o microcrédito é considerado um instrumento para combater estes dois fenómenos porque permite que os indivíduos criem o seu próprio negócio. A presente dissertação faz uma análise sobre a importância do género masculino e feminino no sucesso do microcrédito em Portugal e o papel que tem este instrumento na exclusão social. O microcrédito é concedido maioritariamente em Portugal às mulheres e com uma idade média de 38 anos, porém, ao contrário de vários países, o grau de exclusão é maior nos homens e são eles que estão mais dependentes em relação ao crédito. Por outro lado, as habilitações literárias e o estado civil são importantes para o sucesso de negócio.; The social exclusion and the poverty affect many sectors in our society, such as unemployment, people with lack of literacy skills, the young people, the immigrants and women. Microcredit is considered to be an instrument to fight against these two issues in the whole world as it allows the individuals to create their own business. The present article seeks to make an analysis in Portugal about the relevance of the gender male and female in microcredit. Microcredit is provided mainly in Portugal to women and to people with a mean age of 38 years...

El microcrédito ¿una estrategia de abatimiento de la pobreza?

Ergueta Tejerina, María Amparo
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.78%
El trabajo se orientó a comprender la relación entre microcrédito y pobreza. El estudio ha llevado a concluir que, aunque el microcrédito fue asimilado desde un inicio como una estrategia llamada a resolver la precariedad social de sectores económicamente deprimidos, en su aplicación estándar ha demostrado ser una estrategia cuya función principal es la de permitir la ampliación de la cartera de préstamo de los proveedores de servicios. Ello no obsta para que estos servicios hayan logrado al menos convertirse en un medio eficaz para aliviar las necesidades de financiamiento de aquellos segmentos específicos de población que enfrenta situaciones de pobreza moderada, que soportan el sistema con su cultura de pago. El estudio también ha contribuido a explorar los efectos contradictorios del microcrédito, identificando que éste puede llegar a incidir en la segregación y exclusión financiera de la población altamente vulnerable. Para argumentar la tesis el estudio ha empleado el modelo económico del principal-agente, que describe intercambios que se realizan en contextos de asimetría informativa. Las relaciones de agencia permiten caracterizar intercambios sociales en los que un individuo depende de la acción de otro para lograr su propósito. Debido a que los intercambios se establecen en un ambiente caracterizado por la asimetría informativa este tipo de interacciones incorporan una dimensión de riesgo...

Microcrédito: uma política social de redução da pobreza?

Colodeti, Vicente de Paulo
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES Publicador: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.82%
Por meio de pesquisa bibliográfica e documental, o presente trabalho busca alcançar dois objetivos principais: a) conhecer e analisar as limitações e as potencialidades da concessão de microcrédito — vista como suposta política social — para a redução significativa da pobreza no Brasil; b) analisar criticamente um conjunto de argumentos teóricos nitidamente favoráveis ao desenvolvimento de programas de microcrédito voltados ao “combate à pobreza”, argumentos esses que, em conjunto, constituem o que é aqui chamado “teoria pró-microcrédito”. Para tanto, lançou-se mão de algumas das principais produções teóricas favoráveis ao microcrédito, de documentos institucionais e governamentais com informações sobre o funcionamento de programas que concedem tal modalidade de crédito na contemporaneidade brasileira e de diversos dados sobre a pobreza e o trabalho informal no País. Discute-se a diversidade de concepções teóricas da pobreza, da informalidade e da política social, dadas as interfaces destas com o microcrédito, o qual, no campo teórico, é predominantemente considerado um tipo de investimento “produtivo e orientado” fornecido a responsáveis por pequenos negócios (em sua maioria, informais) e que funcionaria como importante ativo gerador de renda para os “microepreendedores”...