Página 1 dos resultados de 39 itens digitais encontrados em 0.082 segundos

Intervenção psicológica forense na área da saúde mental - Inimputabilidade

Sousa, Filipa Alves Costa Botelho de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.96%
RESUMO: Este trabalho é realizado com o objectivo de contribuir para uma melhor compreensão da Esquizofrenia e a sua relação com a criminalidade e a melhor forma de intervir psicológica e socialmente com o intuito de reabilitar o doente mental e reinseri-lo na sociedade, evitando fenómenos de estigma e exclusão social. Sendo este tema muito abrangente e complexo, o que se pretende, de forma descritiva, é abordar noções, segundo uma perspectiva psicológica forense, que permitam a reflexão sobre o estatuto de inimputável e a medida a aplicar a estes sujeitos (criminosos ou doentes mentais?) com características muito peculiares. Torna-se evidente a necessidade de desenvolver esforços no sentido de prevenir e reabilitar clínica e socialmente os indivíduos que sofrem de doença mental e que por razão desta cometeram um crime, nomeadamente através da criação de programas de intervenção adequados à casuística. Nesse sentido, neste trabalho é proposto um modelo de intervenção psicossocial, aqui elaborado sob a forma de programa de intervenção comunitário, tendo como principais objectivos, a reabilitação clínica e a reinserção social do utente na comunidade local, a prevenção da recidiva da doença e a reincidência no crime...

Psicologia das motivações ajurídicas do sentenciar : o lado invisivel da decisão

Anastácio, Marisa Alexandra Primor
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.81%
RESUMO: A presente investigação erige como objective inicial predizer as potencialidades/qualidades avaliativas da Grelha de Observação (Louro, 2005), realçando os diferentes comportamentos, a nível verbal e não-verbal, presentes em tribunal, relativamente aos arguidos, vítimas, testemunhas e juízes, num conjunto 34 julgamentos presenciados, no tribunal da Boa-Hora, 4ª Vara Criminal. Nesta medida, foram preenchidas 249 grelhas em contexto judicial, 190 do sexo feminino e 59 do sexo masculino, das quais, 43 grelhas referiam-se a arguidos dispostos 34 julgamentos, devido ao facto de haver julgamentos com mais do que um arguido; 14 a vítimas, dado a maior parte dos julgamentos a vítima fazer-se representar pelo Ministério Público; 108 a testemunhas e 73 grelhas aplicadas a 4 juízes presidentes de cada colectivo. Verificaram-se diferenças estatisticamente significativas no que toca aos comportamentos verbal e não verbal apresentados pelas personagens judiciais. Os resultados foram apoiados e discutidos com base na literatura revista. ABSTRACT: The present investigation aims at predicting the evaluative potential/quality of the Grelha de Observação (Louro, 2005), highlighting the different behaviors (verbal and non-verbal) displayed in a court of law...

Droga!!! Estou preso : programa de intervenção juspsicológico em meio prisional

Ribeiro, Catarina Lopes Ferreira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.81%
Esta dissertação tenta explorar a complexa dinâmica entre a existência de droga e os seus consumos em meio prisional. A nossa hipótese prende-se com a possibilidade de contextualizar os consumos e policonsumos de substâncias psicotrópicas nos estabelecimentos prisionais de Portugal, tendo por base uma análise da realidade do fenómeno em meio prisional, com reclusos do sexo masculino do EP de Caxias, através dos dados obtidos na aplicação de um inquérito desenvolvido especificamente para este objectivo. Ao analisar as tendências e evoluções dos consumos em Portugal, procuramos alertar para as dinâmicas a desenvolver, com a finalidade de minimizar as consequências abrangentes que permitam diminuir os danos causados aos indivíduos e à população reclusa pelo consumo. O uso e consumo de substâncias psicotrópicas são actualmente uma das maiores preocupações a nível mundial, sendo nomeadamente nos estabelecimentos prisionais que essas preocupações se evidenciam, acarretando com todas as implicações ao nível psicológico e de saúde. As fragilidades emocionais e motivacionais estão muito marcantes neste meio. Os sujeitos aí inseridos envolvem-se num misto de privações de liberdade, de privações de contactos sociais e de regras internas que são de cumprimento obrigatório. Por fim...

Severidade punitiva : penas severas: um factor de dissuasão de um crime?

Maia, Maria Carlos Espírito Santo
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.88%
A justiça e a Psicologia Forense movimentam-se no mesmo terreno, o das personalidades e comportamentos humanos, no entanto, operam em campos não tão complementares quanto o necessário. O berço da investigação respeita a História e evolução da penalidade, sobrevoando posteriormente nos caminhos (en) cruzilhados entre a Psicologia e o Direito. Particularizou-se os laços que envolvem a avaliação psicológica forense e a perícia de personalidade quando pedidas em tribunal, e deslizou-se superficialmente pela ética e deontologia. A sua máxime consiste na procura de conhecimentos sobre o nível de Severidade Punitiva, em processos de menores relativos à aplicação da Lei Tutelar Educativa, sendo a adolescência uma etapa da vida onde frequentemente se cometem algumas condutas transgressivas e onde as mesmas emergem Para isso, aplicou-se um instrumento psicológico construído para o efeito, o Índice de Severidade Penalizadora e Psicologização (Criminalização Secundária – Transgressionalidades e Delinquência Juvenil (ISPP-CS-TDJ). Finalmente ousa responder à pergunta “Penas severas como factor de dissuasão de um crime?”; Orientador: Carlos Alberto Poiares

Programa de prevenção : comportamentos sexuais de risco em adolescentes

Pereira, Sara Alexandra Piteira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.8%
Esta dissertação consiste numa revisão de literatura para se poder compreender a problemática da adolescência , verificando o que acontece no desenvolvimento durante essa fase de transição e crise ; a implicação que os pais, os pares e a escola têm nesta fase; e verificar quais os comportamentos sexuais de risco existentes nestas idades. O objectivo desta dissertação consiste na construção de um programa de prevenção de comportamentos sexuais de risco em adolescentes. Por este motivo verificou-se a necessidade de perceber a influência dos pais e da escola na sexualidade dos adolescentes e quais as intervenções existentes até ao momento.; Orientador : Carlos Alberto Poiares

A influência da psicologia no discurso do sentenciador: severidade "punitiva"e psicologização na justiça de menores

Turiel, Ana Merícia Pires
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
126%
RESUMO: A presente dissertação, integrada no Mestrado de Psicologia Forense e da Exclusão Social, da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, tem dois objectivos fundamentais: a análise da severidade das medidas tutelar educativas, na Justiça de Menores em Portugal e, avaliar o contributo do saber da Psicologia, no momento da decisão e escolha dessas mesmas medidas, pelo aplicador da lei. Para isso, foram analisados 58 Processos Tutelares Educativos, presentes no Tribunal de Família e Menores de Lisboa, e 11 arquivados na Direcção Geral de Reinserção Social, incidindo a análise, sobretudo, no tipo de medidas aplicadas, o género de crimes cometidos, e a referência a avaliações psicológicas ou perícias sobre a personalidade, como fundamento da decisão. Estes processos são analisados à luz de um instrumento de medida da aplicação de medidas tutelares em jovens, com idades compreendidas entre os 12 e os 16 anos: o Índice de Severidade Penalizadora e Psicologização no âmbito da transgressionalidade e delinquência juvenil (Criminalização Secundária – IPSS-CS-TDJ), de 2011. Os resultados evidenciam índices médios de severidade punitiva e de psicologização. Este estudo, dado o seu carácter pioneiro...

Da ruptura à psicopatologia: a importância e as consequências do suporte social em reclusos

Santos, Daniela Sofia Marques dos
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.96%
A presente dissertação propôs-se compreender a possível ligação entre a Ruptura Social vivenciada pelo indivíduo enclausurado e os consequentes Sintomas Psicopatológicos numa amostra de 51 reclusos do Estabelecimento Prisional Instalado Junto da Polícia Judiciária de Lisboa. O objectivo assentou na averiguação da existência de uma relação entre o Suporte Social, o Abandono Aprendido e a Depressão, Ansiedade e Stress. Os instrumentos utilizados foram a Escala Multidimensional de Suporte Social Percebido de Zimet, Dahlem, Zimet & Farley (1988), a Escala de Abandono Aprendido de Quinless e McDermott (1988), e a Escala de Ansiedade, Depressão e Stress, de Lovibond & Lovibond (1995). A relação entre o Suporte Social e a Depressão, Ansiedade e Stress, não foram significativas. Os sujeitos experienciam um elevado abandono aprendido, que varia consoante a sua idade e a sua escolaridade. No que diz respeito à sintomatologia, os reclusos preventivos vivenciam mais depressão, ansiedade e stress. As conclusões obtidas assumem importância para a Psicologia Forense e da Exclusão Social, numa perspectiva de reorganização do indivíduo, visando a sua reinserção na sociedade.; This dissertation proposed to understand the possible connection between the Social disruption experienced by individual enclosed and the consequent Psychopathological Symptoms in a sample of 51 inmates of the Estabelecimento Prisional Instalado Junto da Polícia Judiciária de Lisboa. The objective of this research was to investigate the existence of a relationship between Social Support...

Crenças acerca da violência conjugal e rupturas da conjugalidade na população residente nos distritos de Lisboa e Setúbal

Correia, Sandra Cristina Dias
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.94%
A violência conjugal é, para a Psicologia Forense e da Exclusão Social, assunto de extrema relevância. É campo de desconstruções, reflexões, análises, e intervenções. Esta investigação debruça-se, sobretudo, nas crenças acerca da violência conjugal, tendo como principal objectivo perceber e analisar essas mesmas crenças em sujeitos residentes nos distritos de Lisboa e de Setúbal, analisando as diferenças existentes entre géneros, distrito de residência, estado civil, área profissional, habilitações literárias e idade dos sujeitos. Desta investigação participaram 149 indivíduos. Para perceber as questões a que nos propomos dar resposta, foram utilizados um Questionário sócio-demográfico, a Escala de Crenças Sobre a Violência Conjugal (Machado, C.; Matos, M. & Gonçalves M., 2008) e o Inventário de Violência Conjugal (Machado, C.; Matos, M. & Gonçalves M., 2008). Em suma, os resultados dizem-nos que, de uma forma geral, a amostra estudada não aprova a legitimação e banalização da violência. Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre o distrito de residência, idade, habilitações académicas, estado civil e área profissional dos participantes, no entanto, não foram encontradas diferenças entre género.; For Forensic Psychology and Social Exclusion...

A importância do psicólogo forense na criminalização secundária

Gonçalves, Ana Filipa Sequeira Fragoso Dias
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.92%
A presente dissertação constituída numa construção teórica incide sobre a importância do psicólogo forense na criminalização secundária, nomeadamente ao nível da Psicologia do Testemunho e das motivações ajurídicas do sentenciar. Apresenta como objectivo demonstrar a necessidade de intervenção juspsicológica e enfatizar o contributo que a avaliação psicológica forense pode propiciar para o apuramento da verdade judicial e da respectiva decisão condenatória, não obstante outras questões pertinentes que emergem nos cenários da justiça e que envolvem diversos actores sociais (arguido, vítima, testemunhas e até mesmo o juiz) e influenciam todo o processo inerente ao exercício da aplicação da lei. Neste sentido, desenvolvemos uma revisão teórica acerca de temáticas inscritas na psicologia Forense, que se debruçam sobre o fenómeno criminal e os seus actores sociais, estabelecendo uma lógica idiossincrática que fundamenta e legitima a intervenção da psicologia nos cenários da justiça.; This dissertation constituted a theoretical construct with focuses on the importance of forensic psychologist in secondary criminalization, particularly in terms of the Psychology of Testimony and adjurical motivations of sentencing. Features intended to demonstrate the need for intervention of psychology in Justice and emphasize the contribution the forensic psychological assessment can provide as far as ascertaining the truth and justice of their sentence...

Psicologia do testemunho: a credibilidade dos idosos em tribunal: uma perspetiva teórico-epistemológica

Sousa, Priscila Maria Laranjo
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.82%
A presente dissertação teórico-epistemológica, elaborada através da análise da literatura sobre a problemática, tem como objetivo analisar a credibilidade do testemunho dos idosos em tribunal. Atualmente, o cenário da população mundial encontra-se em constante mutação, estando em crescente fase de envelhecimento, o que fomenta a probabilidade de, cada vez mais, aparecerem testemunhas idosas para prestar depoimentos na justiça. Como tal, são necessárias investigações que apurem a credibilidade dos mesmos, visto que o envelhecimento é uma fase em que ocorre uma panóplia de declínios a todos os níveis, especialmente, ao nível psicológico e cognitivo, onde se inserem os principais processos que atuam quando presenciamos um cenário de crime. Após a revisão da literatura, propomo-nos a analisar se o testemunho dos idosos em tribunal pode ser considerado credível, devido ao decréscimo no seu desempenho inerente à idade, bem como em razão de todas as fragilidades que a mesma acarreta.; This theoretical-epistemological thesis elaborated by analyzing the literature on the problem, aims to analyze the credibility of the elderly witness in court. Currently, the scenario of the world population is constantly changing and being in ascending aging stage...

Programa de prevenção das transgressionalidades juvenis

Costa, Ana Sofia Soares Barros da
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.85%
A presente investigação teve como objetivo desenhar um programa de prevenção de transgressões juvenis, direcionado para a promoção do desenvolvimento de competências pessoais e sociais, de modo a prevenir a exclusão social e orientar os jovens, auxiliando-os a desenvolver insights, de forma a conseguirem alcançar os seus objetivos, descobrindo ainda a sua vocação profissional. Este programa teve como população alvo os jovens inseridos no programa SportBosco, jovens estes carenciados de apoio psicológico, curricular e motivacional. Foi concebido para ser desenvolvido em horário extracurricular na Escola Salesiana de Manique, mas facilmente adaptado a qualquer escola; foi direcionado para jovens, com idades compreendidas entre os 12 e 16 anos, mais precisamente para o terceiro ciclo, uma vez que é nesta fase da adolescência que os jovens têm uma maior tendência para entrar na via da transgressionalidade perdendo os objetivos de vida. Este projeto foi desenhado para ser aplicado por uma equipa multidisciplinar, pois é a junção dos vários saberes que torna possível apoiar os jovens em todas as frentes, psicológica, motivacional, educacional e social.; This research aimed to design a program to prevent juvenile transgressions...

Severidade punitiva na delinquência juvenil: psicologização da lei e (re)inserção em âmbito tutelar educativo

Santos, Ana Rita Santos
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.88%
A Psicologia Forense demarca-se gradualmente numa ciência essencial e construtiva no campo da Justiça, na sua intervenção juspsicológica e compreensão do sujeito transgressivo enquanto ser idiossincrático. A adolescência, típica pelas suas transformações físicas e psicológicas, demarca-se igualmente por um crescimento do fenómeno da delinquência, onde factores de risco e protecção se debatem continuamente. A passagem pelo sistema de justiça em âmbito tutelar educativo torna-se, por vezes, um caminho certo, na qual o jovem poderá possuir uma medida sob o acto qualificado enquanto crime cometido. Aqui, a Psicologia Forense possui um carácter interventivo de enorme valor, avaliando o menor, compreendendo a sua trajectória de vida, os contextos onde se insere, qual a melhor medida que deverá ser aplicada, que intervenções deverão ser tomadas para uma reinserção correcta. Que Severidade Punitiva são estes jovens alvo face aos actos que cometeram, bem como a que nível o trabalho da Psicologia possui influência sobre o processo? Através da análise de processos tutelares educativos correspondentes a 30 jovens, em Tribunal de Família e Menores de Lisboa, verificou-se que a Severidade Punitiva é de intensidade média...

Da justiça à psicologia forense

Passos, Patrícia Sofia Alves de Oliveira dos
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.94%
Falar sobre motivações ajurídicas do sentenciar implica que se compreenda uma série de realidades que, ao longo dos séculos, caminharam paralelamente, não obstante nem sempre estarem interligadas. Psicologia, Direito e Justiça deveriam ser tidos como um todo, como complementos de uma mesma realidade - o Homem e o seu comportamento. Não basta a criação legislativa e a aplicação de penas se não se compreenderem os motivos associados à transgressão, se não forem tomadas medidas que corrijam, eduquem e enquadrem a realidade social ao contexto do momento. É fundamental uma sociedade legislada, segura, mas mais que isso é premente uma sociedade reeducada onde se compreendam todos os atores sociais, transgressores, vítimas, testemunhas, aplicadores do Direito, técnicos de polícia e de reinserção, legisladores e até os técnicos forenses. É fundamental uma sociedade do homem, com o homem, para a compreensão do mesmo. Até lá, em que campos se torna fundamental a Psicologia e como poderá esta Ciência atuar judicialmente, descartando enviesamentos, estereótipos, preconceitos, juízos desprovidos das internalidades e invisibilidades judiciais é o que nos conduz neste estudo. Perceber quem são os atores sociais e como agem...

Psicologia do testemunho infantil: verdades e mentiras na cena judicial

Pereira, Anabela Almeida Teixeira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.83%
A presente dissertação tem como objetivo estudar a temática da credibilidade do testemunho de crianças e jovens menores de idade. Os depoimentos efetuados por sujeitos de idades precoces geram controvérsia, pois, se por um lado existe uma tendência para lhes atribuir pouca confiabilidade e considerá-los como testemunhos inseguros e vacilantes, pelo outro existe o mito de que as crianças não mentem. Alguns autores referem ainda a falta de sinceridade das crianças e dos jovens, que poderá ser atribuída ao receio de um castigo contra si mesmo ou de uma punição a um familiar ou pessoa significativa, pelo que há que ter presente a possibilidade de mentira defensiva. Um falso testemunho poderá também ser induzido pela pressão de uma sugestão, por declarar como verdadeira uma ocorrência não real, baseada em falsas memórias, por sugestão, através de perguntas tendenciosas, pelo embaraço em narrar factos constrangedores ou ainda pela pouca capacidade em distinguir a verdade e a mentira, devendo partir-se do pressuposto que nem todos têm o mesmo grau de desenvolvimento intelectual, dependendo este do ambiente familiar, da educação, da socialização e de toda uma série de características pessoais que por certo influirão em determinado momento na veracidade do testemunho.; This thesis aimed to study the issue of credibility of the testimony of children and youth under age. The statements made by the subjects of earlier ages are controversial because on one hand there is a tendency to attribute their poor reliability and consider them to be insecure and vacillating testimony...

Caminhar para a inclusão com inteligência : programa de intervenção juspsicológica de formação da competência emocional em docentes

Pereira, Marta Filomena Monteiro
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.93%
A Exclusão Social significa a rejeição de tudo aquilo que se encontra fora dos padrões e representações ditas normais da sociedade moderna (Xiberras, 1993) podendo, portanto, ter várias fontes e origens (Costa, 1998; Costa, A. B., Baptista, I., Perista, P. & Carrilho, P., 2008) destacando-se, neste estudo, o desvio, a delinquência e o Abandono Escolar, sobre as quais se desenvolve a intervenção juspsicológica (Poiares & Ramos, 2007) desenvolvida pelo Psicólogo Forense e da Exclusão Social. A Intervenção Juspsicológica poderá dar-se a diferentes níveis de intervenção, mas, também, de prevenção. Existe, por isso, a necessidade de implementação de programas escolares alternativos (Genovés & Latorre, 1995) que requerem dos profissionais que aí exercem as suas funções – professores e técnicos - a devida preparação profissional e pessoal. Assim, e colmatando os programas direcionados para as crianças e jovens, o presente estudo apresenta-se como uma proposta de programa complementar a esses mesmos programas, incidindo sobre os profissionais e a necessidade de desenvolvimento da sua Competência Emocional, individual e de equipa. O Programa de Intervenção Juspsicológica Caminhar para a Inclusão com Inteligência...

Alienação parental: o alienador e a violência que exerce sobre as vítimas

Carmo, Gisela Maria Pires do
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.91%
A Alienação Parental (AP) é um fenómeno frequente na sociedade de hoje em dia, devido ao crescente número de divórcios e ao consequente aumento de disputas de guarda pelas crianças. Em 1985, o psiquiatra Richard Gardner propõe o termo Síndrome de Alienação Parental (SAP) para descrever a patologia desenvolvida em crianças que são vítimas de um processo de programação por parte de um progenitor, no sentido de as afastar do outro progenitor - considerado adequado/bom progenitor – para gozo próprio no contexto de separações conjugais litigiosas. O objetivo desta dissertação consiste em fazer uma revisão da literatura sobre o conceito da Síndrome de Alienação Parental do ponto de vista da psicologia forense. Ao longo do mesmo serão exploradas as temáticas da história socio-legal da família, o exercício da psicologia forense, as causas e consequências da Síndrome de Alienação Parental e da Alienação Parental, o enquadramento legal das mesmas, visando a criação de um contexto mais abrangente, permitindo uma reflexão mais profunda sobre o tema. O último capítulo proporciona sugestões de tratamento da Síndrome de Alienação Parental. Conclui-se que, não obstante a discussão da sua classificação como síndrome...

A influência dos processos psicológicos básicos na fidelidade dos testemunhos: contributos para a intervenção na área da psicologia forense

Kothe, Rochele
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.88%
O testemunho representa um papel de relevância no processo judicial, sendo que a prova testemunhal pode ser fulcral para uma decisão do tribunal. O objetivo deste trabalho centra-se na temática da psicologia do testemunho, mais especificamente no estudo da influência que os processos psicológicos básicos exercem no testemunho. Fatores tais como o processo de percepção, atenção, memoria, questionabilidade, emoção, personalidade, questões do contexto e implicações subjetivas dos sujeitos, podem condicionar o processo de testemunho e devem ser tidos em conta na avaliação do mesmo. Métodos e saberes da psicologia respondem à questões que são formuladas pelo direito, auxiliando no processo da avaliação do testemunho, avaliando a fidedignidade dos relatos, e, deste modo, fornecendo ao sistema jurídico uma mais valia no desdobramento processual bem como na aplicação da justiça. A psicologia forense tem tomado um lugar de destaque neste âmbito, atráves de técnicas específicas para obtenção e avaliação dos testemunhos. Este trabalho foi realizado através de pesquisa teórica, contemplando diferentes perspectivas e autores.; The witness has relevant role in the court proceedings, and the witnesses may be central to a court decision. This work focuses on the theme of testimony psychology...

Do desemprego à exclusão social "Eureka" programa psicoinclusivo de apoio ao cidadão desempregado

Cardoso, Susana Vanessa Pereira do Nascimento Teixeira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
115.98%
Na conjuntura actual de crise multidimensional, o desemprego é apontado como uma das principais causas da insustentabilidade de um sistema global que afecta a nível particular milhares de famílias em Portugal. O presente trabalho constitui um exercício de aproximação à realidade nacional em que se pretende analisar um conjunto de dimensões relacionadas, como as transformações do mercado de trabalho, decorrentes da globalização, a pobreza, o desemprego e a exclusão social, mais concretamente as consequências do desemprego e da exclusão, com o objetivo de propôr soluções de inclusão. Para este efeito procedeu-se a uma investigação, assente em revisão bibliográfica, de literatura actual relativa ao tema. A análise iniciar-se-á a um nível macro, incidindo sobre a paisagem socio-cultural do país, para depois focar-se a um nível micro, de maior proximidade com os atores sociais, admitindo que é nas suas narrativas que se inscrevem os sinais de uma experiência de desemprego, singular e irredutível, mas, ao mesmo tempo, repetida inúmeras vezes, no palco que nos serve de laboratório. Perceber as relações que se estabelecem nestas vivências e as suas consequências, torna-se fundamental para encontrar estratégias possíveis de integração social. Uma peça que se pretende fundamental neste xadrez...

Violência doméstica: há quem aceite?

Almeida, Ana Cristina Marques de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
95.8%
O presente estudo sobre a violência doméstica tem o objectivo de perceber que tipos de violência doméstica têm maior legitimação por parte da sociedade e quais são os menos aceites e mais criticados. Ou seja, o que se pretende é perceber até que ponto é que a violência doméstica (nas suas várias áreas) é aceite na sociedade actual e, por isso mesmo, alguns actos de violência considerados como sendo menos violentos. Pretende-se ainda saber quais são as crenças dos sujeitos relativamente a certas ideias preconcebidas relativamente à violência doméstica. O trabalho passa por comparar os vários tipos de violência doméstica que existem: desde a violência psicológica à violência física, da violência parental (sem esquecer, no entanto, que os pais também podem ser vítimas dos filhos) à violência conjugal (tentando perceber se existem diferentes legitimações quando a violência é exercida sobre o homem ou sobre a mulher e ainda em casais homossexuais); e por perceber, com base na amostra, quais os tipos de violência doméstica considerados menos violentos ou nada violentos em comparação com os considerados mais violentos.; This study of domestic violence aims to understand which types of domestic violence are given more legitimacy from society and which of them are more accepted and less criticized. In other words...

Severidade punitiva e psicologização no julgar a violência doméstica em Portugal

Oliveira, Andreia Isabel da Silva Gonçalves
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
156.03%
A presente dissertação, inserida no âmbito do Mestrado em Psicologia Forense e Exclusão Social, pretende demonstrar como a interação entre a Psicologia Forense e a Direito, disciplinas que estudam os comportamentos humanos, pode contribuir para um melhor entendimento da Justiça . Imbuído de um caráter desbravador, neste trabalho procura-se desenvolver, primeiramente, uma abordagem empírica acerca do conceito de severidade punitiva, aplicada especificamente ao crime de Violência Doméstica. Num segundo objetivo atenta-se à perceção da penetração da Psicologia Forense neste campo judicial. Num inicial recenseamento teórico é fornecida uma perspetiva histórica, sobre Onde?, Como? e Quando? a penalidade/crime evoluiu, e onde, posteriormente, cruzou o caminho da Psicologia, sem que nunca mais se pudessem descruzar. Numa segunda fase procede-se à explicitação do Índice de Severidade Penalizadora e Psicologização - Criminalização Secundária (ISPP-CS), instrumento criado por Poiares (2009), e apresentação e discussão dos resultados, a nível da Severidade Penalizadora e Índice de Psicologização, do mesmo quando aplicado a processos respeitantes ao crime de Violência Doméstica em Portugal.; This dissertation...