Página 1 dos resultados de 4165 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Comparação da qualidade de vida de idosos residentes em meio rural e urbano

Anes, Eugénia; Fernandes, Adília; Antão, Celeste; Magalhães, Carlos Pires; Geraldes, Maria de Fátima
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
É real, a crescente representatividade da população idosa. A incidência das doenças crónicas aumenta à medida que a população envelhece, reforçando o seu papel na morbilidade e mortalidade (World Health Organization, 2004). Muitos estudos se têm dedicado a estudar a velhice, sob novas óticas, nomeadamente a qualidade de vida (Martins, Albuquerque, Gouveia, Rodrigues & Neves, 2007). A avaliação da qualidade de vida constitui um instrumento fundamental e indispensável ao planeamento em saúde, em especial, pela sua relação com a adoção de comportamentos promotores de saúde (Araújo, Ramos & Lopes, 2011). Este estudo pretendeu comparar a avaliação da qualidade de vida subjetiva, enquanto perceção individual em idosos residentes em meio urbano e rural de duas freguesias do Nordeste Transmontano de Portugal. Foi utilizado como instrumento de colheita de dados o 36-item short-form health survey (SF-36) (Ferreira & santana, 2003), ao qual foram associadas variáveis sociodemográficas e clínicas. A colheita de dados decorreu em 2012. Foi realizado um estudo comparativo, correlacional e transversal do tipo quantitativo. Neste estudo, foi constituída uma amostra de conveniência, onde participaram 54 idosos, dos quais 32 com residência urbana e 22 rural. Em termos médios os escores de qualidade de vida são superiores nos idosos residentes em zona rural...

Comparação da qualidade de vida de idosos residentes em meio rural e urbano

Anes, Eugénia; Fernandes, Adília; Antão, Celeste; Magalhães, Carlos Pires; Geraldes, Maria de Fátima
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Saúde
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
É real, a crescente representatividade da população idosa. A incidência das doenças crónicas aumenta à medida que a população envelhece, reforçando o seu papel na morbilidade e mortalidade (World Health Organization, 2004). Muitos estudos se têm dedicado a estudar a velhice, sob novas óticas, nomeadamente a qualidade de vida (Martins, Albuquerque, Gouveia, Rodrigues & Neves; 2007). A avaliação da qualidade de vida constitui um instrumento fundamental e indispensável ao planeamento em saúde, em especial, pela sua relação com a adoção de comportamentos promotores de saúde (Araújo, Ramos & Lopes; 2011). Este estudo pretendeu comparar a avaliação da qualidade de vida subjetiva, enquanto perceção individual em idosos residentes em meio urbano e rural de duas freguesias do Nordeste Transmontano de Portugal. Foi utilizado como instrumento de colheita de dados o 36-item shortform health survey (SF-36) (Ferreira & santana, 2003), ao qual foram associadas variáveis sociodemográficas e clínicas. A colheita de dados decorreu em 2012. Foi realizado um estudo comparativo, correlacional e transversal do tipo quantitativo. Neste estudo, foi constituída uma amostra de conveniência, onde participaram 54 idosos...

Comparação da qualidade de vida de idosos residentes em meio rural e urbano

Anes, Eugénia; Fernandes, Adília; Antão, Celeste; Magalhães, Carlos Pires; Geraldes, Maria de Fátima
Fonte: Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
É real, a crescente representatividade da população idosa. A incidência das doenças crónicas aumenta à medida que a população envelhece, reforçando o seu papel na morbilidade e mortalidade (World Health Organization, 2004). Muitos estudos se têm dedicado a estudar a velhice, sob novas óticas, nomeadamente a qualidade de vida (Martins, Albuquerque, Gouveia, Rodrigues & Neves, 2007). A avaliação da qualidade de vida constitui um instrumento fundamental e indispensável ao planeamento em saúde, em especial, pela sua relação com a adoção de comportamentos promotores de saúde (Araújo, Ramos & Lopes, 2011). Este estudo pretendeu comparar a avaliação da qualidade de vida subjetiva, enquanto perceção individual em idosos residentes em meio urbano e rural de duas freguesias do Nordeste Transmontano de Portugal. Foi utilizado como instrumento de colheita de dados o 36-item shortform health survey (SF-36) (Ferreira & santana, 2003), ao qual foram associadas variáveis sociodemográficas e clínicas. A colheita de dados decorreu em 2012. Foi realizado um estudo comparativo, correlacional e transversal do tipo quantitativo. Neste estudo, foi constituída uma amostra de conveniência, onde participaram 54 idosos...

Traços de personalidade e religião: meio rural versus meio urbano

Silva, Daniela Lopes da
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.3%
As relações do envolvimento religioso com os traços da personalidade em indivíduos do meio rural e indivíduos do meio urbano foram investigadas neste trabalho. Este estudo tem como objectivo o estabelecimento de associações entre traços de personalidade e religião, procedendo a um estudo comparativo entre uma amostra, constituída por indivíduos do meio urbano. A amostra rural foi recolhida no distrito de Portalegre e contou com a participação de 200 sujeitos escolhidos aleatoriamente, tendo sido também recolhida uma amostra de outros 200 sujeitos no meio urbano, em específico na região da Grande Lisboa, de uma forma aleatória. As idades dos participantes estão compreendidas entre os 18 e os 103 anos (M=44,20; DP=19,637), sendo os individuos de ambos os sexos. Procedeu-se a uma caracterização sociodemográfica da amostra e recorreu-se à aplicação de quatro instrumentos, a DUREL (Koening, 1997), o BFI (Oliver & John, 2001), o PANAS (Watson, Clark & Tellegen, 1988) e a PDS (Paulhus, 1998). Os resultados obtidos demonstraram associações sigmificativas entre as dimensões da personalidade, com as dimensões da religiosidade. Verificou-se que os indivíduos com alta religiosidade. Verificou-se que os indivíduos com uma religiosidade apresentam traços mais vincados de amabilidade e de conscienciosidade. Por outro lado verificou-se que os indivíduos com alta religiosidade no meio urbano apresentam um nível mais elevado de neuroticismo e de abertura à experiência do que no meio rural. ABSTRACT: The relation between the religious involvement with the personality traits in individuals from rural and urban environment were investigated in this work . This study aims to establish associations between personality traits and religion...

Pra que mexer nisso? : suicídio e sofrimento social no meio rural

Werlang, Rosangela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.33%
Esta tese trata da questão do suicídio na sua articulação com as transformações ocorridas no meio rural por meio do avanço capitalista no campo. Tal avanço, por sua vez, é considerado como potencialmente gerador de sofrimento social, causador de processos de autoexclusão, levando ao suicídio. Neste sentido, como problema de pesquisa, questionou-se: o suicídio pode constituir-se em expressão do sofrimento social causado pelas transformações ocorridas no campo nos últimos anos, em decorrência dos processos de desenvolvimento capitalista? Assim, o objetivo deste estudo foi o de verificar se as transformações sociais e econômicas no meio rural poderiam estar gerando situações de precariedade acentuada, conduzindo à prática suicida. Como procedimento metodológico utilizou-se a triangulação metodológica, tanto no que condiz à coleta de dados quanto à sua análise. Os dados foram coletados junto ao Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde do Brasil (SIM/DATASUS), através dos Inquéritos Policiais abertos por ocasião da morte por suicídio e, por fim, por meio da necropsia verbal. Para a análise dos dados foi utilizada a estatística descritiva, por meio da análise de distribuição de frequência...

Influência da escola na homogeneização de padrões e comportamentos de saúde nas populações infanto-juvenis de meio rural e meio urbano

Gonçalves, Artur; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
A partir de 1948, com a criação da Organização Mundial de Saúde (OMS), o Homem passa a ser considerado na sua dimensão bio-psico-social, ou seja, numa nova concepção holística da saúde. A concretização do direito fundamental à saúde implica o assumir de responsabilidades a nível societal, governamental e individual, para que todos os cidadãos tenham acesso à escola e assim possam desenvolver capacitação e literacia em saúde. Procurando verificar em que medida a escola influencia a homogeneização dos padrões e dos comportamentos em saúde nas populações infanto-juvenis de meio rural (Boticas) e meio urbano (Braga), foi constituída uma amostra de 800 alunos, sendo 400 de meio rural e outros 400 de meio urbano. Na recolha de dados utilizou-se um questionário composto por 10 eixos de investigação onde se abordam várias dimensões relacionadas com a construção da saúde. Os dados obtidos mostram claramente que a acção educativa constitui um poderoso meio de homogeneização dos padrões de comportamentos de saúde em jovens de meio rural e de meio urbano, já que no início da escolaridade (1º ano) apresentavam concepções substancialmente diferentes, as quais se foram esbatendo progressivamente ao longo da escolaridade...

Efeito da escolarização na convergência de modelos e de comportamentos de saúde em jovens estudantes portugueses de meio rural e meio urbano; Schooling effect on the convergence of models and health behaviours in young rural and urban Portuguese students

Carvalho, Graça Simões de; Gonçalves, Artur
Fonte: ABRAPEC Publicador: ABRAPEC
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.29%
A concretização do direito fundamental à saúde implica assumir responsabilidades a nível societal, governamental e individual, para que todos os cidadãos tenham acesso à escola e assim possam desenvolver capacitação e literacia em saúde. Procurando verificar em que medida a escola influencia a homogeneização dos padrões e dos comportamentos em saúde nas populações infanto-juvenis de meio rural (Boticas) e meio urbano (Braga), foi constituída uma amostra de 800 alunos, 400 de meio rural e 400 de meio urbano. Na recolha de dados aplicou-se um questionário com 10 eixos de investigação abordando várias dimensões de saúde. No início da escolaridade (1º ano) as crianças de meio rural e de meio urbano apresentavam conceções substancialmente diferentes, que se foram esbatendo progressivamente ao longo da escolaridade, para, no final do ensino básico (9º ano), tenderem a convergir para valores aproximados em todas as dimensões analisadas, mostrando assim o efeito homogeneizador da ação educativa.; The realization of the fundamental rights to health involves responsibilities at societal, governmental and individual levels, so that all citizens have access to school and so they can develop skills and health literacy. In order to estimate to what extent the school influences the homogenization of standards and health behaviours in children and young people of rural (Boticas) and urban (Braga) areas...

O associativismo e a participação cívica dos jovens em meio rural

Tavares, Cárina Isabel Castro
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
Esta dissertação tem como tema “O associativismo e a participação cívica dos jovens em meio rural”. Com este tema pretendeu-se alcançar o seguinte objectivo geral: “analisar o impacto do associativismo na participação cívica dos jovens em meio rural”. Para alcançar este objectivo e outros objectivos específicos, formulamos a seguinte hipótese geral: “o associativismo é um dos principais factores com influência na participação cívica dos jovens em meio rural”. Para melhor testar esta hipótese foram criadas cinco hipóteses específicas: os jovens que fazem parte de associações possuem características positivas tais como: solidariedade, confiança e tolerância na relação com os outros; existem relações positivas no respeito uns pelos outros, não existindo nos jovens associados a superioridade individual; os jovens associados têm compromissos cívicos que os levam a cumprir os seus deveres, tais como votar, confiança nos políticos e no país, porque têm uma atitude relacionada com capital social mais significativa; os motivos que levam os jovens ao associativismo prendem-se com o facto de reconhecerem que as expectativas e as oportunidades esperadas são alcançadas; o associativismo proporciona aos jovens satisfação e bem-estar na sua vida pessoal. Para conseguir concretizar esta investigação...

Estudo comparativo da coordenação motora, entre crianças do meio rural e do meio urbano, com idades compreendidas entre os 3 e os 6 anos de idade, na região Alentejo

Miguel, Susana Filipa Proença
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.25%
O Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC) é uma condição que afeta cerca de 5 a 6 % da população escolar. Como Psicmotricista, todos os esforços de tentar compreender melhor como ajudar as crianças a desenvolver a coordenação de uma maneira mais eficaz são importantes. Neste sentido, este estudo contou com a aplicação de um questionário sócio-demográfico em forma de entrevista e o uso da bateria Movement Assessment Battery for Children (M-ABC 2), objetivando a confirmação do modelo teórico para comparar a Coordenação Motora em crianças do meio rural e urbano com idades compreendidas dos 3 aos 6 anos de idade da região do Alentejo, Portugal. Como o ambiente em que o indivíduo está inserido, em particular a criança, afeta em muito as suas vivências e o seu Desenvolvimento Motor, realizamos um estudo comparativo para este população tendo em conta o facto de residirem em meio urbano ou rural. O estudo teve uma amostra com 318 crianças (159 do género feminino e 159 do género masculino), em que 225 são residentes de zonas urbanas e 93 de zonas rurais. Os resultados indicam a confirmação do modelo teórico do M-ABC 2, mostrando a sua adequação e, para além disso, indica que existem diferenças significativas nas provas de Dextralidade Manual...

Educação sexual na adolescência: meio rural versus meio urbano

Rosa, Rita Alexandra; Marques, António Manuel
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
O presente estudo teve por objectivo compreender a influência do meio rural e do meio urbano nos conhecimentos dos adolescentes de ambos os sexos, na área da sexualidade. Sob uma óptica quantitativa e transversal, participaram 418 adolescentes a frequentar o 9º ano de escolaridade em escolas públicas inseridas em meios rural e urbano, aos quais foi aplicado um questionário de auto-preenchimento, procurando caracterizar os conhecimentos, as fontes de informação em matéria de sexualidade e as perspectivas acerca da concretização da educação sexual. Os resultados revelaram algumas diferenças nos conhecimentos e interesses dos adolescentes de ambos os contextos em alguns domínios específicos, evidenciando a importância de valorizar as necessidades específicas dos adolescentes e o contexto sócio-cultural e geográfico em que estes se inserem.; Abstract: This study aimed to understand the influence of rural and urban settings on the knowledge of adolescents of both sexes regarding sexuality. Under a quantitative and transversal approach, with a sample of 418 adolescents attending the 9th grade in public schools, inserted in urban or rural settings, data was collected through the application of a self-fulfilled questionnaire...

O Modelo da Eletrificação de Moçambique: A Importância do Combate à Desflorestação no Meio Rural

Sebastião, António
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.19%
A presente dissertação de mestrado tem como objetivo analisar os processos de eficiência energética no meio rural, especificamente o caso de eletrificação rural em Moçambique. Analisa a potencialização da implementação dos projetos de eletrificação rural de forma descentralizada suportada pelo uso das energias renováveis, e por outro lado pretende avaliar qual o impacto destes projetos nas zonas rurais e isoladas, e o impacto da eletrificação rural em Moçambique considerando o atual contexto da luta contra desflorestação. O objeto de estudo centrou-se na problemática da desigualdade no acesso à energia elétrica em muitos países em vias de desenvolvimento. A revisão da literatura começa por debater os conceitos da eletrificação rural, especifica os seus impactos nas zonas rurais, relaciona a eletrificação rural e o desenvolvimento e por último da conhecer a importância do mercado do carbono e da desflorestação com os projetos de eletrificação rural em África. A revisão é antecedida pelo capítulo da economia rural na África Subsahariana que retrata o conceito de desenvolvimento rural e da crise agraria na região. Concretizamos a tese com base num estudo qualitativo através de entrevistas estruturadas a representantes de duas empresas que desenvolvem projetos ligadas a áreas de energias em Moçambique. As entrevistas foram elaboradas e organizadas na base de alguns conceitos da revisão de literatura...

A educação como estratégia de combate ao insucesso escolar: Comparação da perceção de Professores dos 2º e 3º ciclos do Ensino Básico em meio rural e urbano, no concelho de Ovar

Reis, Letícia Pacheco
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.22%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário; O Insucesso Escolar (IE) é uma preocupação que persiste na nossa sociedade. Várias são as tentativas para combater esta tendência que assombra o quotidiano das nossas escolas. O presente trabalho insere-se num estudo, com o principal objetivo de investigar se a disciplina de Educação Física (EdF) pode ser entendida como estratégia de combate ao insucesso escolar, segundo a percepção de professores, de ambos os sexos, de uma escola do meio rural e de uma do meio urbano, ambas do concelho de Ovar. E desta forma poder sensibilizar os professores da sua importância na influência do Sucesso Escolar (SE). Foram inquiridos 30 professores na escola rural, com idades compreendidas entre os 35 e 61 anos, e 45 professores na escola urbana com idades compreendidas entre os 31 e 64 anos. O instrumento de pesquisa utilizado foi um questionário com 8 questões de resposta fechada e uma de resposta aberta, em que os resultados obtidos demostraram que, de uma forma geral, a opinião dos professores de ambas as escolas vai ao encontro de que a EdF pode ser considerada fator potencializador do sucesso escolar. De forma mais específica os professores da escola rural estão totalmente de acordo com o facto de a EdF ser importante no combate ao insucesso escolar...

O bem estar da pessoa idosa em meio rural

Sequeira, Arménio; Silva, Marlene Nunes
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2002 POR
Relevância na Pesquisa
66.21%
O presente trabalho que tem por quadro de referência o Paradigma Ecológico-Ambiental da velhice, sustentado no Modelo ambiental de Lawton, procura averiguar «Quais os níveis de Bem Estar de um grupo de idosos residentes em meio rural», tentando ainda identificar «Que variáveis se constituem como mais importantes para o Bem Estar destes idosos». Constituiu- se para tal uma amostra de 40 pessoas residentes em meio rural (concelho de Mação), às quais foi solicitada resposta a um questionário adaptado para o efeito e à Escala de Ânimo de Lawton. Os resultados evidenciaram a existência de níveis médios de Bem Estar, apontando para uma adequada relação idoso/meio. ------ ABSTRACT ------ The Ecological Paradigm of old age and particularly Lawton’s Ecological Model are these study frameworks. We intended to know the levels of Psychological Well-Being of rural elderly and to identify which are the most important variables of Psychological Well-Being in these elderly. Our sample consisted of 40 rural people (living in Mação) who completed the Portuguese version of the Philadelphia Geriatric Center Morale Scale and a questionnaire designed by us. Our results show medium levels of Psychological Well-Being...

Reabilitação sustentável : conjunto de edifícios no meio rural

Magalhães, Helena da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
É necessár i o val o r izar o terr i tóri o, r e forçar a sua ent idade social e cultura l . O espaço rural como imagem e modo de vida pecul i a r , produto da acção do homem sobre o mei o natura l , revel a grande contras te ent re o “ on tem” e o “hoj e ” . Este trabalho, pre tende inter vi r no espaço rur a l tradi c i onal , onde prevalece o equ i l íbrio ent re a natureza e a act ividade humana. Com a industr ialização, além da perda económi c a , as s i s ti u- se a uma grande concen t ração de popul ação nos centros u rbanos , l e vando à deser t i ficação de zonas r urai s . É necessár io c r i ar um el o de ligação ent re o mei o r u r a l central e o meio urbano, desenvolvendo os transportes, a comunicação… “criar um novo mundo rural não agr ícola”, val o r izando o pat rimóni o natural e cul tural , para que este sej a “objecto de consumo” para ci tadinos, como residência secundária ou mesmo permanente, possi b i l i tando o con tacto com a n a tureza. O excesso de const rução nova, deverá de certo modo ser control ado, uma vez que existe um vas to pat rimóni o e d i ficado com grande possibilidade à reabilitação, pois este carece de i n tervenção...

Avaliação da eqüidade da Previdência no meio rural do Brasil

Kreter,Ana Cecília; Bacha,Carlos José Caetano
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
76.21%
Este trabalho avalia a eqüidade do sistema brasileiro de aposentadorias pagas no meio rural, dando ênfase à década de 1990. Entende-se como eqüidade a distribuição de aposentadorias sem viés de cor (ou raça), sexo e nível de educação. Motivado pela Constituição Federal de 1988, as Leis nº 8.212 e nº 8.213, de 1991 permitiram que homens (com 60 anos de idade ou mais) e mulheres (com 55 anos de idade ou mais) que tivessem comprovado exercício da atividade rural pudessem obter aposentadoria de um salário mínimo, mesmo não tendo contribuído com o sistema previdenciário. Tais mudanças foram significativas, pois igualaram os direitos de mulheres e homens e fixaram um valor mínimo das aposentadorias. Usando a análise tabular de microdados da PNAD (para os anos de 1992, 1996 e 1999) o trabalho comprova que essa nova sistemática previdenciária permitiu o aumento da renda per capita dos aposentados no meio rural, sem causar aumento da desigualdade da distribuição de renda. A mesma análise tabular dos dados sugere a presença de vieses na concessão das aposentadorias em favor de homens (em relação às mulheres), dos brancos (em relação aos negros) e dos mais instruídos (em relação aos menos instruídos), o que foi estatisticamente comprovado através da estimativa do modelo próbite. O trabalho se encerra sugerindo algumas medidas que possam minimizar essa ineqüidade na distribuição das aposentadorias pagas no meio rural.

Educação, concentração fundiária e desigualdade de rendimentos no meio rural brasileiro

Ney,Marlon Gomes; Hoffmann,Rodolfo
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
76.11%
O artigo estuda os efeitos dos fatores determinantes da renda rural, particularmente do capital humano e do capital físico. Além de equações de rendimentos ajustadas para o setor primário, foram analisadas regressões de renda para a população ocupada na indústria e no setor de serviços. Os resultados obtidos revelam que, embora o capital físico seja o principal determinante da concentração da renda agrícola, é a educação o fator que explica a maior parcela da desigualdade de rendimentos nas atividades não-agrícolas e no meio rural como um todo.

A representação social da doença em meio rural e em meio urbano

Carvalho, Lucília Maria Martins Neves Do Carmo
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.28%
O presente trabalho, de cariz quantitativo, descritivo e analítico, tem a finalidade de contribuir para o conhecimento das diferenças entre as representações sociais da doença dos indivíduos de meio rural e de meio urbano. Os objectivos traçados foram: identificar os conteúdos e a estrutura das representações sociais da doença em meio rural e meio urbano; analisar comparativamente os conteúdos e a estrutura das representações sociais da doença em função do meio de pertença. Conceptualizando operacionalmente as representações sociais como um sistema sociocognitivo constituído por um conjunto organizado e estruturado de informações, crenças, opiniões e atitudes dos indivíduos de um grupo, relativamente à doença, passível de ser definido pelo seu conteúdo e pela sua estrutura interna, inquirimos 35 indivíduos do meio rural e 35 do meio urbano, através da aplicação de um formulário e de duas escalas de tipo Lickert: uma para medir o grau de significado dos sintomas da doença (1 a 5); outra para medir a importância atribuída às causas da mesma (1 a 5). As principais conclusões são que, apesar das representações sociais da doença (sintomas e causas) diferirem qualitativamente entre o meio rural e o meio urbano...

Qualidade de vida do idoso em meio urbano e meio rural: Na perspectiva da ecologia humana

Almeida, José Manuel Gonçalves de
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.33%
O aumento generalizado das pessoas idosas levanta questões actuais, relativamente às suas necessidades específicas, às condições de vida num contexto de vida onde se insere. A terminologia Qualidade de Vida teve diferentes significados em diferentes períodos durante o século passado. Ganhou maior importância, quando se pretendeu medir o bem-estar das pessoas. Este estudo teve como questão central: comparar e analisar a Qualidade de Vida do Idoso, em meio urbano e meio rural, na perspectiva da ecologia humana e identificar os factores pessoais, factores situacionais e a sua importância no estudo. Nesse sentido, teve por base um trabalho de pesquisa exploratório, transversal, descritivo e comparativo entre idosos do meio urbano e do meio rural. Os participantes constituem uma amostra de indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos e a viverem nas freguesias de São Julião e de São Sebastião, do Concelho de Setúbal, consideradas como meio urbano; e nas freguesias de Azinheira de Barros, Carvalhal, Melides e Santa Margarida da Serra, do Concelho de Grândola, consideradas como meio rural. Os métodos seleccionados para a recolha de dados foram a entrevista estruturada e a entrevista semi-estruturada, com a aplicação de um formulário. No tratamento dos dados foi utilizada a estatística descritiva e a análise de conteúdo. Os resultados deste estudo apontam no sentido de não existirem diferenças na Qualidade de Vida do Idoso...

Reabilitação sustentável : conjunto de edifícios no meio rural

Magalhães, Helena da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
É necessár i o val o r izar o terr i tóri o, r e forçar a sua ent idade social e cultura l . O espaço rural como imagem e modo de vida pecul i a r , produto da acção do homem sobre o mei o natura l , revel a grande contras te ent re o “ on tem” e o “hoj e ” . Este trabalho, pre tende inter vi r no espaço rur a l tradi c i onal , onde prevalece o equ i l íbrio ent re a natureza e a act ividade humana. Com a industr ialização, além da perda económi c a , as s i s ti u- se a uma grande concen t ração de popul ação nos centros u rbanos , l e vando à deser t i ficação de zonas r urai s . É necessár io c r i ar um el o de ligação ent re o mei o r u r a l central e o meio urbano, desenvolvendo os transportes, a comunicação… “criar um novo mundo rural não agr ícola”, val o r izando o pat rimóni o natural e cul tural , para que este sej a “objecto de consumo” para ci tadinos, como residência secundária ou mesmo permanente, possi b i l i tando o con tacto com a n a tureza. O excesso de const rução nova, deverá de certo modo ser control ado, uma vez que existe um vas to pat rimóni o e d i ficado com grande possibilidade à reabilitação, pois este carece de i n tervenção...

Relações sociais de gênero no meio rural brasileiro: a mulher camponesa e o lazer no início do século XXI no Brasil; Gender social relationships in the country side: the country woman and leisure in the beginning of XXIth century in Brazil

Andrade, Rafael Júnio; Botelho, Maria Izabel Vieira; Fiúza, Ana Louise; Pereira, Eveline Torres
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.23%
Este estudo apresenta um olhar sobre o lazer das mulheres do meio rural no Brasil. Com este intuito foi realizada uma incursão na literatura referente aos estudos do lazer, às etnografias sobre o campesinato e sobre o trabalho feminino no meio rural e a contextualização das discussões sobre gênero. Foram utilizados os dados do Sistema Nacional de Informações de Gênero e da pesquisa Gênero, Trabalho e Família a fim de fundamentarmos nossas observações. Nesta primeira aproximação foi possível concluir que existe um campo de possibilidades diferencial voltado para as oportunidades de lazer para mulheres e homens no meio rural que não se altera de geração para geração. Antes de ser um tempo, ou uma mercadoria a ser adquirida, é vivenciada no cotidiano, entremeada nos afazeres, na relação com a família e com a comunidade.; This study presents a view on leisure of women in the rural environment in Brazil. With this intuit, an incursion was realized in the literature concerning the leisure study, the ethnography on the country and on woman work in the rural environment and the context of the discussion about gender. Data from the National System on Gender Information and from the Gender, Work and Family research were used to base our observations. In this first approximation was possible to conclude that there are several different possibilities back to the women and men leisure at the rural environment that doesn't change through generations. Before doing a time...