Página 1 dos resultados de 4 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

O impacto do pec nas alterações às medidas de protecção social e respostas do serviço social

Lopes, Susana Margarida da Fonseca
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Mestrado em Serviço Social; O presente trabalho, analisa o impacto do Programa de Estabilidade e Crescimento, em virtude da instabilidade financeira em que se encontra a Europa, o País sentiu necessidade de proceder a ajustes nas políticas de protecção social, minorando as respostas do Serviço Social, bem como os serviços de atendimento que lidam diariamente com o resultado dessas políticas. O objectivo geral desta dissertação prende-se na avaliação e medição das consequências reais do PEC no funcionamento dos serviços de atendimento ao público da Segurança Social. Na realização da pesquisa, optamos por uma análise mista, a análise qualitativa que permitiu produzir um conhecimento interpretativo do fenómeno, exprimido na primeira mão pelos actores dos locais escolhidos onde desenvolvem a sua acção. Desenvolvemos também uma análise quantitativa que caracterizou a população abrangida pelo estudo como elementos primordiais de compreensão do trabalho realizado. Concluímos através da análise de resultados obtidos que a compreensão e a resposta às questões de investigação levantaram a ponta do véu, para uma nova realidade social, em que os serviços públicos de segurança social atravessam neste momento de crise uma realidade comprometida de identidade...

Pixelbot e seus usuários: em busca de uma conversação possível

Diniz Cerqueira Leite, Isabelle; Rogério de Lemos Meira, Luciano (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.42%
O presente estudo visou investigar os problemas que ocorrem na conversação entre PIXELBOT um chatterbot desenvolvido no VIRTUS (Laboratório de Hipermídia da UFPE) -- e seus usuários. Chatterbots são sistemas de Inteligência Artificial capazes de conversar com seres humanos através da Linguagem Natural (Laven, 2001). No entanto, a conversação desenvolvida entre os chatterbots e seus usuários normalmente é problemática porque tais sistemas são inábeis para lidar com aspectos da Linguagem Natural tais como ambigüidade, complexidade, variedade e verbosidade (Rooijmans, 2000). Devido a isso, PIXELBOT apresenta, com freqüência, elocuções que causam estranheza aos seus usuários e representam quebras de tópico ou de fluxo na conversação, comprometendo assim a sua coerência. Esta pesquisa teve por objetivo investigar as estratégias conversacionais utilizadas pelos usuários de PIXELBOT para resgatar as quebras de tópico e de fluxo que ocorrem ao longo da conversação e manter assim a coerência na mesma. Defendemos a hipótese de que os mecanismos de manutenção da coerência na conversação com o chatterbot estão relacionados a algum tipo de processo de interpretação, no qual o usuário busca um sentido à elocução de PIXELBOT atribuindo-lhe algum propósito. A proposta metodológica utilizada neste estudo se baseou na Análise da Conversação (Marcuschi...

Pixelbot e seus usuários: em busca de uma conversação possível

Diniz Cerqueira Leite, Isabelle; Rogério de Lemos Meira, Luciano (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.42%
O presente estudo visou investigar os problemas que ocorrem na conversação entre PIXELBOT um chatterbot desenvolvido no VIRTUS (Laboratório de Hipermídia da UFPE) -- e seus usuários. Chatterbots são sistemas de Inteligência Artificial capazes de conversar com seres humanos através da Linguagem Natural (Laven, 2001). No entanto, a conversação desenvolvida entre os chatterbots e seus usuários normalmente é problemática porque tais sistemas são inábeis para lidar com aspectos da Linguagem Natural tais como ambigüidade, complexidade, variedade e verbosidade (Rooijmans, 2000). Devido a isso, PIXELBOT apresenta, com freqüência, elocuções que causam estranheza aos seus usuários e representam quebras de tópico ou de fluxo na conversação, comprometendo assim a sua coerência. Esta pesquisa teve por objetivo investigar as estratégias conversacionais utilizadas pelos usuários de PIXELBOT para resgatar as quebras de tópico e de fluxo que ocorrem ao longo da conversação e manter assim a coerência na mesma. Defendemos a hipótese de que os mecanismos de manutenção da coerência na conversação com o chatterbot estão relacionados a algum tipo de processo de interpretação, no qual o usuário busca um sentido à elocução de PIXELBOT atribuindo-lhe algum propósito. A proposta metodológica utilizada neste estudo se baseou na Análise da Conversação (Marcuschi...

A segmentação inabil : um estudo da segmentação otrografica não-canonica; Inept hands : a study on non-canoncal orthography segmentation

Angela Satomi Kajita
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.96%
Estudos em Lingüística Histórica mostram que textos antigos são úteis não apenas para se analisar a língua escrita, mas também para retratar certos aspectos fonológicos, que em geral são associados apenas à língua falada. De fato, a informação fonológica que pode ser obtida do texto escrito - antigo ou moderno - varia das características de pronúncia ao padrão rítmico da língua; e se o texto foi escrito por um sujeito semi-alfabetizado (também chamado de mão inábil), é ainda mais provável que se encontrem tais características. O presente trabalho se concentra nos aspectos rítmicos dos escritos de adultos semialfabetizados portugueses dos séculos XVII e XVIII, selecionados do arquivo da Inquisição de Lisboa. Observando a segmentação ortográfica não-convencional nesses textos, pode-se ver que não se trata de algo aleatório; ao contrário, os sujeitos parecem ter usado critérios bem definidos para decidir onde deviam separar ou juntar elementos. Portanto, as hipossegmentações (i.e. a omissão de espaço em branco entre elementos separados) e as hipersegmentações (i.e. a inserção de branco gráfico entre elementos ligados) parecem ter motivação semântica ou fonológica. Pressupondo que as segmentações não-canônicas podem ser relacionadas aos aspectos rítmicos da língua...