Página 1 dos resultados de 168 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Associativismo, capital social e mobilidade : contributos para o estudo da participação associativa de descendentes de imigrantes africanos lusófonos em Portugal

Albuquerque, Rosana
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.11%
Tese de Doutoramento em Sociologia na especialidade de Sociologia das Migrações apresentada à Universidade Aberta; Os resultados que se apresentam decorrem de um projecto de investigação sobre a participação associativa de descendentes de imigrantes de origem africana lusófona em Portugal. A problemática sobre a qual se delineou a pesquisa centra-se na compreensão do processo de participação cívica activa na sociedade portuguesa, mediante a análise dos factores que condicionaram o seu envolvimento em associações e das interacções entre a acção individual e o contexto sociopolítico. A questão central orientou-se em dois eixos, relacionados entre si: um primeiro, que procura identificar catalisadores da participação cívica; um segundo, tenta compreender o papel que a participação associativa desempenha na vida dos sujeitos participantes na pesquisa, especificamente no que respeita a trajectórias de mobilidade social. O associativismo é estudado enquanto instrumento de aquisição de capital social, pois permite o acesso a redes sociais que lhe são intrínsecas, e pelos efeitos que exerce em trajectórias de mobilidade individuais. A estratégia metodológica adoptada nesta investigação caracterizou-se pela abordagem qualitativa e a primazia do paradigma interpretativo. A matéria-prima empírica foi recolhida com base em histórias de vida...

O vulto sagrado dos Estados Unidos : o longo caminho para a liberdade de expressão análise de algumas das confissões religiosas norte-americanas

Levi, Joseph Abraham
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.11%
Este dossier, centrado em testemunhos, em longas entrevistas a líderes religiosos lusófonos na Nova Inglaterra (EUA), pretende apresentar ao leitor uma reflexão que ajude a destruir os estereótipos sobre a religiosidade das comunidades falantes de português nos Estados Unidos da América. Aborda-se a questão da diversidade religiosa nesse vasto país, assim como a diversidade da comunidade portuguesa e, também, da cabo-verdiana.

Epílogo : quebrar o estereótipo na diáspora : portugueses, cabo-verdianos, brasileiros e outros lusófonos não-católicos na Nova Inglaterra

Levi, Joseph Abraham
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.42%
Quanto à receptibilidade entre os luso-falantes a aceitar uma nova religião e, obviamente, à possibilidade de converter-se, os brasileiros e, em seguida, os lusófonos africanos/asiáticos são os mais dispostos a ouvir e, consequentemente, a converter-se.

A OIT, Portugal e a Lusofonia

Quadros, Elias
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.11%
Sumaria este artigo o contexto do aparecimento da OIT em 1919, descreve a estrutura central e deconcentrad da Organização, realça o seu modo de funcionamento tripartido e os principais traços da sua atividade ao longo de mais de noventa anos de existência. Sistematiza as relações de Portugal com a OIT, relevando o período do Estado Novo em que País froi criticado por ausência de liberdade sindical e o período posterior à Revolução de 1974. As relações intensidicaramse no quadro democrático, consuzindo à abertura de um escritório da OIT m Lisboa que, em articulação com a CPLP, promove o papel da língua portuguesa no seio da Organização e na cooperação técnica com os oito países lusófonos espalhados pelos continentes com cerca de 250 milhões de falantes.; This article summarises the context in which the ILO came into being in 1919. It describes this organisation’s central and broader structure, highlighting its three-part based operation, as well as its main aims over the more than ninety years of its existence. It gives a brief account of the way Portugal related to the ILO, especially under the Portuguese fascist regime called «Estado novo», when this country was criticised for its lack of labour union freedom and the period which succeeded the 1974 Revolution. Under democratic rele...

Economia política da corrupção : caso dos Estados Lusófonos

Santos, Armando Rui Teixeira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.6%
Elaborar uma Economia Política da Corrupção, como falha do Estado, é reconhecer que o Estado serve elites e é necessária legislação concreta para limitar a actuação e os excessos da classe política e dos funcionários da Administração. A questão central para tese é a da verificação da existência de uma relação entre a pobreza e o nível de corrupção nos Estados Lusófonos, medida pela Transparency International. Depois de avaliado o estado da arte e feita a história do próprio estudo da corrupção, utilizando os métodos da análise económica e do estudo de opinião, concluímos que as críticas ao Índice de Percepção da Corrupção elaborado pela Transparency International não colhem. Com efeito, a tese prova que a corrupção diminui o potencial de uma economia. Usando métodos econométricos concluimos ainda pela existência de uma relação linear entre o Produto Interno Bruto per capita e o rating dos Estados Lusófonos no Índice de Percepção da Corrupção. Finalmente, um estudo de opinião sobre “a corrupção em Portugal”, elaborado em 2008, conclui que é nos Serviços de Saúde e no Fisco que há mais corrupção em Portugal, um país, contudo, que fez o upgrading legislativo nos últimos anos e onde a corrupção...

O desafio de reconhecimento do sujeito cego em espaços públicos de representação

Figale, Juliana Marques
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
17.11%
This work is funded based on the uneasiness with the concept of State as a public machine for development. Of State as a public machine to deliberate valid practices for valid methods and to limit valid subjects in valid spaces. In midst of this specific context, this work dedicates itself to investigate the following research problem: the mistaken recognition of the blind subject in public spaces of representation. For this reason, it was addressed the following question: how the blind subject is recognized in public spaces of representation? To answer the question, it was necessary to contextualize how the blind subject is being recognized in various public spaces of representation. In the international scope, the human rights debate held between the National States was analyzed (BRAND, 2005; KOERNER, 2002; UN, 2006). In the national arena, constitutional rights, federal laws, public policies and institutions representing the blind subject were examined (CABRAL, 2008; SARAVIA, 2006). Finally, in a local context, the fundaments of the concept of citizen for the subject recognition were investigated (AGAMBEN, 2002; RORTY, 1999, DELEUZE AND GUATTARI, 1996). The methodology included reports of national and international representatives in the Lusophone Countries Meeting for Dissemination and Implementation of the Convention on the Rights of Persons with Disabilities and...

Os reflexos da pós-modernidade nos novos estados africanos dada suas múltiplas ordens normativas; na perspectiva dos cinco estados lusófonos : Angola, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Cabo Verde

Nunes, Ernesto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.11%

La cortesía en la enseñanza de ELE a lusófonos

Vigón Artos, Secundino
Fonte: Universidad de Sevilla. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Sevilla. Servicio de Publicaciones
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2006 SPA
Relevância na Pesquisa
27.11%
La enseñanza del ELE a lusófonos presenta unas características especiales que cualquier profesor que se especialice en este grupo de estudiantes debe tener en cuenta Conviene anticipar que una de las mayores dificultades que encuentra el estudiante lusófono en el aprendizaje del ELE está relacionado con el uso de los pronombres personales, así como con los adjetivos posesivos, ya que en una primera fase de enseñanza éstos se le presentan al alumno como similares o equivalentes a las que se encuentra en su lengua materna; si los analizamos desde un punto de vista pragmático-funcional veremos que éstos no se comportan exactamente igual en una lengua que en otra. El problema aumenta lógicamente si tenemos en cuenta la cortesía y como funciona esta en cada una de las lenguas. Se pretende con esta comunicación avanzar en los habituales análisis contrastivos español/portugués que se vienen haciendo estos últimos años y presentar un análisis de errores y analizar la Interlengua de los pronombres personales, los adjetivos posesivos y sus repercusiones directas en el sistema verbal. El campo teórico en el que nos moveremos será como es habitual en nuestros trabajos anteriores la gramática funcional, teniendo en cuenta también perspectivas actuales de la enseñanza del ELE como el Análisis de Errores o la Interlengua.

A iniciativa alemplus : Acesso Livre EM Países LUSófonos

Baptista, Ana Alice
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
27.11%
Apresentação efectuada no Seminário de Empréstimo Interbibliotecas, Biblioteca Nacional, Lisboa, Portugal, 22 Fevereiro 2007.

Os direitos humanos no mundo lusófono: o estado da arte

Jerónimo, Patrícia; Holanda, Talita; Mesquita, António Pinto de; Morais, Tatiana; Cruz, Nélson Ferreira da; Homem, Filipa Aragão; Garrido, Rui; Baptista, Rute; Rodrigues, Ana Maria; Baverstock, Philip
Fonte: Observatório Lusófono dos Direitos Humanos da Universidade do Minho Publicador: Observatório Lusófono dos Direitos Humanos da Universidade do Minho
Tipo: Livro
Publicado em /05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
17.11%
Este livro constitui a primeira publicação do Observatório Lusófono dos Direitos Humanos da Universidade do Minho (OLDHUM), uma associação sem fins lucrativos, criada em 23 de outubro de 2009, que tem vindo a desenvolver várias iniciativas dirigidas à divulgação da temática dos direitos humanos nos países lusófonos e à formação no domínio dos direitos humanos. Numa destas iniciativas, foi proposto a um conjunto de alunos de mestrado e de doutoramento colaboradores do Observatório que fizessem um ponto de situação do estado da proteção dos direitos humanos em cada um dos Estados membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), ao tempo ainda sem a Guiné Equatorial, a partir do levantamento e da análise crítica dos relatórios elaborados por observatórios nacionais e internacionais de direitos humanos sobre esses países no período compreendido entre 2008 e 2013. Os resultados desta investigação foram apresentados publicamente numa conferência intitulada Os Direitos Humanos nos Países Lusófonos: O que nos dizem os Observatórios?, realizada na Escola de Direito da Universidade do Minho, no dia 31 de outubro de 2013, e, em versões desenvolvidas e actualizadas, são agora reunidos neste livro.

Diálogos da lusofonia: consciência léxico-semântica e lexicultura

Pinho, Joana Sofia Coelho de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
17.11%
O presente estudo enquadra-se no âmbito do percurso formativo do Mestrado em ensino do 1.º e 2.º ciclo do Ensino Básico, cujo principal objetivo é compreender em que medida a “lexicultura lusófona”, em particular os neologismos das variedades intralinguísticas da Língua Portuguesa, contribui para o desenvolvimento da Consciência Léxico-Semântica de alunos do 1.º CEB, oriundo dos países lusófonos. A investigação, com contornos de investigação-ação, foi implementada numa escola do 1.º CEB do concelho de Aveiro, em particular, numa turma do 2.º ano, durante o 3.º período do ano letivo 2012/2013, através de um projeto intitulado “Viagens Misteriosas”. Este foi concebido e implementado por nós, sendo composto por seis sessões, ao longo das quais recolhemos dados que, pela análise de conteúdo, nos permitiram dar resposta aos objetivos e questões investigativas. Sendo Portugal um país com uma comunidade imigrante muito significativa, as escolas portuguesas são, também elas, marcadas pela diversidade linguística e cultural. Esta diversidade é também evidenciada pelos alunos com origens lusófonas. Assim, importa ter em conta, nas aulas de Língua Portuguesa, as variedades intralinguísticas da mesma e os neologismos que delas emergem. O léxico é um dos aspetos que mais difere da norma europeia da Língua Portuguesa...

Mestiçagens e identidades intercontinentais nas sociedades lusófonas

Lobato, Manuel; Manso, Maria de Deus; Gomes, Ana Paula; Faria de Assis, Angelo Adriano; Pires, Ema; O’Neill, Brian Juan; Souza, Grayce Mayre Bonfim; Boavida, Isabel; Teles e Cunha, João; Martins, Luísa Fernanda Guerreiro; de Jesus Espada, Maria; Soare
Fonte: NICPRI Núcleo de Investigação em Ciências Políticas e Relações Internacionais Publicador: NICPRI Núcleo de Investigação em Ciências Políticas e Relações Internacionais
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
27.11%
O presente volume reúne uma selecção de nove trabalhos que foram maioritariamente apresentados ao colóquio Mestiçagens e identidades intercontinentais nos espaços lusófonos, que teve lugar na Universidade de Évora a 9 e 10 de Julho de 2012. Com esta publicação, pretendem os organizadores complementar o número especial da revista Perspectivas, onde foram publicados os restantes oito textos igualmente apresentados no mesmo colóquio e versando, na sua maior parte, questões do Brasil colonial, mas no qual se incluíram também contribuições sobre a Ásia portuguesa e o Japão da autoria dos mesmos organizadores. Tal repartição por volumes distintos obedeceu exclusivamente a razões que se prendem com o seu financiamento, pese embora a preocupação na arrumação dos textos segundo um critério predominantemente geográfico. Assim, as contribuições aqui reunidas, debruçando-se sobre objectos sociais em Portugal, Cabo Verde, Brasil, Moçambique, Índia, Malaca, Timor e Filipinas, conferem ao presente volume uma marca geograficamente ampla e diversificada, desdobrando-se também em abordagens provenientes de diferentes áreas disciplinares dentro das ciências sociais e humanas, da história à antropologia...

A construção do estigma em migrantes lusófonos no século XXI

Silva, Nilce da
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /02/2006 OTHER
Relevância na Pesquisa
27.6%
Este artigo trata de conjunto de reflexões nascidas nos encontros do grupo de pesquisa, extensão e ensino “Acolhendo Alunos em Situação de Exclusão Escolar e Social”, apoiado pelo CNPq, sobre dois temas que reincidem e inquietam sobremaneira os componentes do referido grupo: 1- O “estigma” atribuído aos alunos lusófonos com pouca escolaridade no Brasil e aos lusófonos, independentemente da escolaridade, na Europa. 2- As “diferentes estratégias” utilizadas por estes atores com a finalidade da sobrevivência nas sociedades de acolhimento letradas em que se inserem. Para subsidiar esta discussão, optamos pelo estudo dos teóricos: E. Goffman, Pierre Bourdieu e Z. Bauman, pois mostraram-se necessários para a discussão sobre o processo de formação do estigma de falantes lusófonos em situação de (i)migração, assim como, para a compreensão da necessidade da elaboração de máscaras de sobrevivência na “selva” letrada da sociedade de recepção, seja da Comunidade Européia ou da cidade de São Paulo.

O ensino-aprendizagem dos determinantes do espanhol: Análise dos erros cometidos por alunos lusófonos do 3ºciclo do Ensino Básico

Mota, Stéphanie Olívia Fernandes da
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.42%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Português no 3º ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário e de Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário; O presente estudo, enquadrado nas investigações em Análise de Erros da área da Linguística Contrastiva, visa o estudo dos determinantes da língua espanhola na Interlíngua escrita dos alunos lusófonos dos três níveis do terceiro ciclo do Ensino Básico. O objectivo geral deste trabalho consiste em identificar, classificar, descrever e analisar os erros mais frequentemente cometidos pelos alunos lusófonos, a fim de determinar quais são os aspectos linguísticos que apresentam maior dificuldade para tal público e estabelecer as suas causas. Este trabalho pretende, igualmente, demonstrar se existe uma evolução no uso dos determinantes na Interlíngua dos alunos ao longo dos três anos de aprendizagem da língua espanhola. Após esta primeira fase de estudo das produções erróneas dos discentes e a apresentação das suas consequentes conclusões, pretende-se, através da análise dos manuais dirigidos ao público lusófono, verificar se os materiais didácticos actuais encontram-se deveras adequados às necessidades destes alunos e se abordam, numa perspectiva contrastiva...

Transposição para o design de produtos de traços culturais portugueses e da lusofonia

Silva, Ana Sofia da Cunha e
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.6%
Esta dissertação pretende incentivar, contribuindo para o seu desenvolvimento e a sua disseminação, o design português e o design lusófono para que estes possam vir a ser mais reconhecidos, tal como sucede com o design escandinavo, o italiano e o alemão, ou seja, contribuir para tornar identificáveis o design português e o design lusófono. Para tal, foi feito um levantamento de traços baseados na identidade cultural do povo português e dos povos lusófonos e das diversas perspectivas que estes têm de si, entre si e dos não portugueses e não lusófonos sobres aqueles. Depois de os traços e as perspectivas recolhidos serem analisados, estes foram divididos em aspectos positivos, neutros e negativos. Com base neste estudo, foi desenvolvida e implementada uma metodologia para transpor os traços culturais portugueses e os da lusofonia para o design de produtos. Para começar, foram só considerados os aspectos portugueses e lusófonos de cariz considerado positivo e neutro, pois o objectivo é que tudo em si seja agradável, bom e positivo, logo os aspectos negativos foram excluídos da metodologia. Foram realizadas várias correspondências entre os traços culturais portugueses e da lusofonia, conotados como positivos e neutros...

A evolução da investigação em desporto na última década

Barbosa, Tiago M; Physical Education & Sports Science Academic Group, National Institute of Education, Nanyang Technological University
Fonte: Edições Desafio Singular Publicador: Edições Desafio Singular
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
17.42%
Existe a ideia generalizada entre a maioria dos académicos e investigadores que nos últimos cinco a dez anos se tem verificado uma evolução particularmente acentuada da produção científica em Desporto, Educação Física e áreas afins. Com todas as limitações que lhe estão associadas, existem vários indicadores bibliométricos que são recorrentemente selecionados para uma análise mais aprofundada. Considere-se para o efeito o Web of Science® de 02 de Junho de 2015. Entre o ano de 2005 e Junho de 2015 foram publicados 67031 trabalhos na área do Desporto, o que daria uma média de praticamente 6700 artigos por ano, ou de uma forma mais prosaica, 18.35 artigos por dia, 0.76 artigos por hora. Pese embora dizer que se publica praticamente um trabalho em Desporto por hora em revista de topo, parecer um tanto demagógico; não deixa de também ser uma boa forma de demonstrar como a investigação a nível internacional se tornou tão competitiva. Faça-se de seguida a análise por países com maiores níveis de produtividade. Em primeiro lugar surge os Estados Unidos da América (15735, 23.47%), seguido da Inglaterra (5961, 8.89%) e fecha o “pódio” a Austrália (4644, 6.92%). O Brasil aparece em oitavo lugar (2075, 3.09%) e Portugal em décimo sétimo (778...

Cooperación Sur-Sur entre Brasil y los Países Lusófonos Africanos (2003-2010)

Padilla Cuevas, Andrea
Fonte: Facultad de Relaciones Internacionales Publicador: Facultad de Relaciones Internacionales
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2015 SPA
Relevância na Pesquisa
37.73%
La arquitectura de la Cooperación Internacional ha atravesado varios cambios. Entre ellos, el surgimiento de la Cooperación Sur-Sur dejó entrever el marcado interés de los países en desarrollo por hacer parte de la misma. En Brasil, el gobierno de Lula da Silva fue el gran promotor de esta cooperación, especialmente con aquellos países de habla portuguesa en África. En este contexto, la presente monografía pretende determinar de qué manera la construcción social de identidad incide en la dinámica de Cooperación Sur-Sur entre Brasil y los países lusófonos africanos. Mediante una perspectiva constructivista, se analiza el valor de diversos elementos sociales, culturales e históricos cuya interacción configuró determinadas percepciones entre Brasil y los países lusófonos africanos. Este proceso de interacción social permitió la consolidación de una identificación positiva entre ellos, fortaleciendo su acercamiento político y generando así un considerable aumento en el volumen y las temáticas de los proyectos de cooperación formulados de 2003 a 2010.; International Cooperation’s architecture has been already through several changes. Among them, the emergence of South-South Cooperation allowed to glimpse developing countries’ profound interest to be part of it. In Brazil...

Prospectiva, estratégias e cenários globais: visões de Atlântico Sul, África Lusófona, América do Sul e Amazônia; Prospective, strategies and global scenarios: visions of the South Atlantic, Lusophone Africa, South America and the Amazon

Acioly, Luciana (Org.); Moraes, Rodrigo Fracalossi de (Org.); Guimarães, Samuel Pinheiro; Marques, Adriana Aparecida; Vaz, Alcides Costa; Costa Filho, Alfredo; Leite, Carlos Roberto; Faria, Emilson Paiva de; Pereira, João Mendes; Paiva, Luiz Eduardo da
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
PT-BR
Relevância na Pesquisa
27.11%
Este livro é uma transcrição do ciclo de seminários intitulado Prospectiva, Estratégias e Cenários Globais, promovido pelo Ipea entre junho e novembro de 2010, com o objetivo de contribuir para uma melhor compreensão de quatro espaços estratégicos para o Brasil: Atlântico Sul, África Lusófona, América do Sul e Amazônia. As falas se desenvolveram na direção de um entendimento das principais dinâmicas de todos estes espaços, suas tendências futuras e o impacto que a maior projeção internacional do Brasil tem causado ou pode vir a causar sobre eles. Nesse contexto, são abordados os seguintes temas: aspectos econômicos, sociais e militares da integração sul-americana; relações entre países lusófonos, incluindo representantes da África lusófona; planejamento estratégico voltado para a defesa sul-americana; segurança sul-americana com enfoque na cooperação naval; e proteção da Amazônia.; 217 p. : il.

O desenvolvimento de um cluster de serviços para a Ccoperação enconómica entre os países lusófonos e a China em Macau

Carvalho, Paulo Manuel Silva Madeira de
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.42%
Mestrado em Desenvolvimento e Cooperação Internacional; Com a implantação da Região de Administração Especial de Macau, após a transferência de soberania em 1999, o governo chinês atribuiu a Macau dois papéis distintos como directrizes para seu modelo de desenvolvimento económico, nomeadamente o papel de Centro Internacional de Turismo e Lazer (baseada na indústria do jogo) e o papel da Plataforma de Serviços de Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. Actualmente o primeiro papel é o principal modelo de desenvolvimento económico escolhido pelo governo de Macau. Apesar do primeiro papel ter trazido a Macau um crescimento económico nunca antes visto, a verdade também é que a dependência da indústria do jogo está a originar diversos problemas económicos e sociais. Quanto ao segundo papel, apesar do governo já ter tido diversas iniciativas interessantes, ainda não se conseguiu desenvolver toda a sua potencialidade, tanto em termos de cooperação internacional, como em termos de desenvolvimento da economia macaense. Perante esta situação parece ser importante o desenvolvimento de um Cluster de Serviços para a Cooperação Económica entre os Países Lusófonos e a China em Macau...

O SISTEMA CONSTITUCIONAL DOS PAÍSES LUSÓFONOS

JR., Luís Carlos Martins Alves; Faculdade de Direito da UFMG
Fonte: REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DA UFMG Publicador: REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO DA UFMG
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.11%
O presente ensaio visa analisar os sistemas constitucionais dos países lusófonos (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Portugal e Timor-Leste), a partir das categorias lançadas por Ferdinand Lassalle, Konrad Hesse e Karl Loewenstein, verificando mais a realidade jurídico-política do que o texto constitucional.PALAVRAS-CHAVE: Direito Constitucional Comparado. Lusofonia. Sistema Constitucional. Angola. .Brasil. Cabo Verde. Guiné-Bissau. Moçambique. São Tomé  e Príncipe. Portugal. Timor-Leste. Ferdinand Lassalle. Konrad Hesse. Karl Loewenstein. Abstract This essay aims to analyze the constitutional systems of the Lusophone countries (Angola, Brazil, Cape Verde, East Timor, Guinea-Bissau, Mozambique, São Tomé and Príncipe and Portugal), from the categories launched by the Ferdinand Lassalle, Konrad Hesse and Karl Loewenstein, checking over the legal and political reality of the constitutional text.KEYWORDS: Comparative Constitutional Law.  Lusophonie.  Constitutional System,  Angola.  Brazil. Cape Verde.  Guinea-Bissau.  Mozambique.  São Tomé and Príncipe. Portugal. East Timor. Ferdinand Lassalle. Konrad Hesse.  Karl Loewenstein.