Página 1 dos resultados de 24 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Tradução fílmica do conto "Au bord du lit" de Guy de Maupassant; Filmic translation of the story "Au bord du lit" by Guy de Maupassant

Giacometti, Marilêne Volpon
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
As adaptações nunca param de ocupar as telas de cinema e continuam a prender a atenção de críticos e analistas. Este trabalho trata basicamente da tradução de linguagem do universo verbal - literário para o universo fílmico. E uma tentativa de criar urn caminho para o entendimento das adaptações e as razões da fragmentação e adequações que estas sofrem, criando-se um outro texto. Esta pesquisa está concentrada em uma específica adaptação. Ela investiga a forma como Luchino Visconti transmutou o conto Au bard du lit de Guy de Maupassant no filme II lavoro.; Adaptations never leave the marquees of movie theaters and have persistently captured the attention of critics and analysts. The present work focuses basically on language translation from the verbal - literary universe to the filmic universe. It is an attempt to find a way to understand adaptation and the reasons for the fragmentation and adequating process it suffers and that creates another text. The research is concentrated on a specific adaptation. It investigates the way Guy de Maupassant's Au bord du lit was translated by Luchino Visconti in the movie II lavoro.

Uma novela, um filme, o amor e a morte em Veneza

Marchezan, Luiz Gonzaga
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 13-27
POR
Relevância na Pesquisa
27.22%
This article compares Thomas Mann´s The death in Venice with its cinematographic version directed by Luchino Visconti.; Este artigo compara a novela A morte em Veneza, de Thomas Mann, com sua versão cinematográfica, dirigida por Luchino Visconti.

Teatro, cinema e literatura: confluências

Vicente, Adalberto Luis; Junqueira, Renata Soares; Costas, Iná Camargo; Falleiros, Flávia Nascimento; Martins, Fernando Cabral; Autran, Arthur; Paiva, Samuel; Ferreira, Carolin Overhoff; Coelho, Maria Cecília de Miranda Nogueira; Rovai, Mauro L.; Arêa
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
26.61%
Esta coletânea traz 14 estudos apresentados durante dois encontros acadêmicos realizados na Faculdade de Ciências e Letras da Unesp, em Araraquara, em 2011. Os artigos, produzidos por especialistas de diversas áreas, tiveram como foco principal, o tema proposto para os eventos: as confluências entre teatro, cinema e literatura. Na primeira parte do livro, os estudos têm por denominador comum as relações entre peças de teatro, obras cinematográficas e textos literários. Entre os artigos, há uma análise comparativa das características literárias-políticas do alemão Bertold Brecht, a partir de duas de suas peças, e de um filme, de cujo roteiro foi autor, além de uma reflexão sobre o peta e romancista francês Jules Romains, com foco naquilo que o poeta tomou de empréstimo à arte do cinematógrafo, e um texto sobre a técnica cinematográfica do close-up no filme Vagas estrelas da Ursa, de Luchino Visconti, que tem a personagem principal baseada em Electra. “Ato II – Peças, pessoas, personagens”, a segunda parte do livro, tem seu foco no teatro. Entre os artigos, estão uma análise de duas coletâneas de ensaios do crítico teatral Décio de Almeida Prado, um estudo sobre a peça Esperando Godot, de Samuel Beckett...

Pintar com palavras: as artes plásticas na poesia de Eugénio de Andrade

Mancelos, João de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa. Departamento de Letras Publicador: Universidade Católica Portuguesa. Departamento de Letras
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.22%
O poeta português Eugénio de Andrade (1923-2005) foi um conhecedor de pintura, escultura, cinema e fotografia. Neste artigo, centrado numa perspectiva ecfrásica, analiso textos onde o autor refere e presta tributo a obras de artistas como Vincent van Gogh (1853-1890), Álvaro Siza Vieira (1933), Luchino Visconti (1906-1976) e Eduardo Gageiro (1935). Referir-me-ei ainda ao ofício dos pintores e às semelhanças que Eugénio vê entre este e a arte da escrita. Portuguese poet Eugénio de Andrade (1923-2005) was a connoisseur of painting, sculpture, cinema and photography. In this article, following an ekphrasic perspective, I analyze texts where the author mentions and pays tribute to artists like Vincent van Gogh (1853-1890), Álvaro Siza Vieira (1933), Luchino Visconti (1906-1976) and Eduardo Gageiro (1935). I will also mention the labor of painters and the similarities Eugénio sees between this and the art of writing.

Opera Inglesa V: Benjamin Britten: Death in Venice

Amaral, Pedro
Fonte: RDP - Antena2 Publicador: RDP - Antena2
Tipo: Aula
POR
Relevância na Pesquisa
27.03%
“Ali, entre delicadezas e graças espirituosas (…) a beleza é o caminho para o espírito.” Thomas Mann, A Morte em Veneza. Depois da obra prima cinematográfica de Visconti, o Adagietto da Quinta Sinfonia de Gustav Mahler é provavelmente indissociável, para todos aqueles que conhecem o filme, da obra prima de Thomas Mann. Mas gostaria complementar esta perspectiva de A Morte em Veneza com uma outra: a que dela nos deixa Benjamin Britten na sua última ópera, Death in Venice, estreada dois anos após o filme de Visconti, no Aldeburgh [dizer: “oldebara”] Festival, em Junho de 1973. Benjamin Britten incubou durante largos anos o projecto de transportar para um palco de ópera A Morte em Veneza de Thomas Mann. Ditou o destino que as duas transmutações desta última – a cinematográfica de Luchino Visconti, e a musical de Benjamin Britten – surgissem quase ao mesmo tempo, com dois anos de diferença, e a seis décadas da obra prima do grande escritor germânico. Para quem não teve ainda a felicidade de a ler, podemos resumi-la laconicamente: Gustav von Aschenbach, um escritor alemão no auge da sua maturidade, sente uma terrível perda de inspiração. Parte para Veneza em busca do mistério das paisagens longínquas. Ali depara com um rapaz de inexprimível beleza. Perturbado por um tal encontro...

"ALQUEVA - paisagem como tema" / "ALQUEVA - landscape as a theme"

MENDES, Rui; PACHECO, Pedro; ROCHA, João
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
Alqueva, paisagem como tema Alqueva deixou de representar apenas uma aldeia esquecida no sul do Alentejo, tornando-se no novo paradigma de desenvolvimento de toda uma região. A barragem e o grande lago do Alqueva, como novos agentes de transformação, anunciam renovados futuros produtivos para a industria agrária, mas lançam, igualmente, a interrogação sobre a real dimensão do impacto ambiental que esta mudança está e irá produzir. Esta dupla e inevitável leitura a partir de um território em processo complexo de mutação, vem evidenciar uma crescente atenção sobre as questões patrimoniais, assim como um novo olhar sobre o que constitui e caracteriza esta paisagem. Alqueva passou, portanto a ser um sistema paisagem que importa estudar, não apenas enquanto fenómeno cultural, produto de uma história e de uma estética, mas também, pela necessidade de redesenhar o território com todas as suas novas evidências. Alqueva, de uma aldeia no centro Alentejo, parte de um estrutura de micro aglomerados urbanos em rede, organizados num vasto território também reserva Dark Sky, a uma nova marca identitária do Alentejo, a paisagem como um tema. Esta paisagem também se caracterizou por relações sociais e laborais, produtivas e culturais como contadas no texto de José Cutileiro...

Uma longa viagem

Ianni,Octavio
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
26.61%
O texto empreende uma leitura sociohistórica da dramática experiência de uma família de migrantes (a família Parondi) do sul rural da Itália para a metrópole industrial de Milão, por meio das vivências conflituosas expressas pelos protagonistas - a mãe, os cinco filhos, suas mulheres -, tal como recriadas no clássico filme neo-realista do diretor italiano Luchino Visconti, Rocco e seus irmãos (Rocco i suoi fratelli), de 1960.

The Riddle of Style Changes in the Visual Arts after Interference with the Right Brain

Blanke, Olaf; Pasqualini, Isabella
Fonte: Frontiers Research Foundation Publicador: Frontiers Research Foundation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 02/01/2012 EN
Relevância na Pesquisa
26.61%
We here analyze the paintings and films of several visual artists, who suffered from a well-defined neuropsychological deficit, visuo-spatial hemineglect, following vascular stroke to the right brain. In our analysis we focus in particular on the oeuvre of Lovis Corinth and Luchino Visconti as both major artists continued to be highly productive over many years after their right brain damage. We analyzed their post-stroke paintings and films, indicate several aspects that differ from their pre-stroke work (omissions, use of color, perseveration, deformation), and propose–although both artists come from different times, countries, genres, and styles–that their post-stroke oeuvre reveals important similarities in style. We argue that these changes may be associated with visuo-spatial hemineglect and the right brain. We discuss future avenues of how the neuropsychological investigation of visual artists with and without neglect may allow us to investigate the relationship between brain and art.

O discurso liter?rio e cinematogr?fico: simetrias e assimetrias em O Leopardo, Guisseppe Tomasi di Lampedusa X Luchino Visconti

SILVA, Jorge Almir Castro da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
57.92%
Este trabalho trata de duas artes, Literatura e Cinema. Embora aut?nomas e espec?ficas, traduzem-se em textos distintos, rela??es de identifica??o e ao mesmo tempo afastamento de uma obra em rela??o ? outra. Nossa abordagem tem, como ponto de partida, o texto liter?rio "O Leopardo", do escritor italiano Giuseppe Tomasi di Lampedusa e, como ponto de chegada, a obra cinematogr?fica hom?nima do cineasta, tamb?m italiano, Luchino Visconti. Lampedusa produziu uma obra que s? ganharia reconhecimento postumamente. Nela, criou um discurso narrativo atrav?s do qual p?e em destaque a Hist?ria e a representa??o da sociedade. Apesar de ter nos legado uma obra pequena, caracteriza-se por apresentar um estilo pr?prio, marcado por requintes de liberdade e recria??o da palavra. Luchino Visconti, o mais requintado criador da s?tima arte de seu tempo, transp?s, com rigor, para a tela, importantes obras de renomados escritores. Seus filmes traduzem uma precisa vis?o hist?rica e aristocr?tica. A narrativa cinematogr?fica mescla ousadia e criatividade, desafiando a escritura ao arquitet?-la em magn?ficas imagens, cumprindo com o (quase) intuito da fidelidade a abstra??o da imagem liter?ria.; RESUM?E: Cet travail traite de deux arts, la Litt?rature et le Cin?ma. C?est que...

A constelação Proust-Visconti; The Proust-Visconti constellation

Marcelo Mott Peccioli Paulini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
57.86%
No final dos anos 60 e início dos 70, o cineasta italiano Luchino Visconti preparava-se para realizar o seu mais ambicioso projeto: a adaptação cinematográfica de À la Recherche Du Temps Perdu, de Marcel Proust. Escreveu, com sua parceira de muitos trabalhos, Suso Cecchi D'Amico, o roteiro; os intérpretes foram escolhidos, as locações definidas. Por motivos vários, o filme não foi rodado. Desde jovem Visconti fora um leitor atento e fiel de Proust. Tal conhecimento e intimidade com o universo do escritor francês deixou marcas profundas no imaginário do cineasta italiano. Um dos criadores do neorrealismo, na década de 40, orientado então por uma visão marxista, Visconti começa, notadamente a partir de O Leopardo (1963), a filmar sob uma nova perspectiva, centrada em temas ligados à decadência de uma classe - a aristocracia - representada por uma família ou uma personagem nos seus momentos de agonia. A crítica acusou-o de decadente, a que ele respondeu assumindo sua concepção de decadência, reafirmando-a e intensificando-a até seu último filme, O Inocente, em 1976. A influência proustiana, assimilada ao longo dos anos, ficou mais evidente a partir da adaptação do romance de Lampedusa. Deleuze afirmou que Visconti era o cineasta do Tempo...

Luchino Visconti

Visconti, Luchino
Fonte: Buenos Aires; Argentina; Raab Publicador: Buenos Aires; Argentina; Raab
Tipo: Libro
ES
Relevância na Pesquisa
37.22%

Luzes vagas de estrelas: tempo e poesia em um filme de Visconti

Diego,Marcelo da Rocha Lima
Fonte: Programa de Pos-Graduação em Letras Neolatinas, Faculdade de Letras -UFRJ Publicador: Programa de Pos-Graduação em Letras Neolatinas, Faculdade de Letras -UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
Em 1965, Luchino Visconti filmou Vaghe Stelle dell'Orsa. No título, a referência direta ao incipit do poema "Le ricordanze", de Giacomo Leopardi, propõe um desafio aos estudiosos da relação cinema-literatura: se são abundantes, na história da sétima arte, adaptações de romances, contos, peças de teatro e óperas, como pensar a gênese de um filme a partir de um poema? Este trabalho buscará, com apoio em algumas reflexões de Giorgio Agamben sobre as experiências do tempo, da poesia e da imagem, criar hipóteses sobre o processo de leitura, por parte de Visconti, do poema de Leopardi - ou: como o cineasta desentranhou, do poema, o filme.

Entre la libertad estética y el respeto académico: la muerte en Venecia de Luchino Visconti

Rebolledo Dujisin, Matías Andrés
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Artículo de revista
ES
Relevância na Pesquisa
47.22%
Este artículo se inscribe dentro del marco de los estudios comparados entre literatura y cine, y se propone estudiar las transformaciones producto del cambio de medio de la voz narrativa de un texto literario al ser llevado al cine. Este estudio se llevará a cabo analizando un texto literario en especial, Muerte en Venecia de Thomas Mann, confrontándolo con su versión fílmica, la película homónima de Luchino Visconti, caracterizando en ellos las especifi cidades de cada discurso y, en particular, las características propias de la narración de cada uno de estos medios, para comprender así las consecuencias teóricas, prácticas y estéticas de este cambio fundamental en la diégesis.

Entre la libertad estética y el respeto académico: la muerte en Venecia de Luchino Visconti

Rebolledo Dujisin, Matias
Fonte: Universidad de Chile, Facultad de Filosofía y Humanidades, Departamento de Literatura Publicador: Universidad de Chile, Facultad de Filosofía y Humanidades, Departamento de Literatura
Tipo: Artículo de revista
ES
Relevância na Pesquisa
47.22%
Este artículo se inscribe dentro del marco de los estudios comparados entre literatura y cine, y se propone estudiar las transformaciones producto del cambio de medio de la voz narrativa de un texto literario al ser llevado al cine. Este estudio se llevará a cabo analizando un texto literario en especial, Muerte en Venecia de Thomas Mann, confrontándolo con su versión fílmica, la película homónima de Luchino Visconti, caracterizando en ellos las especifi cidades de cada discurso y, en particular, las características propias de la narración de cada uno de estos medios, para comprender así las consecuencias teóricas, prácticas y estéticas de este cambio fundamental en la diégesis.

O estranho na transcriação cinematográfica de Luchino Visconti para O estrangeiro, de Albert Camus: uma análise da abertura fílmica; The stranger in the cinematografic transcreation by Luchino Visconti for The stranger by Albert Camus: an analysis of filmic opening scene

Martins, Ana Cláudia Sampaio
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Centro de Letras e Comunicação; Programa de Pós-Graduação em Letras; UFPel; Brasil
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.91%
This study discusses the differents representation of alien in the narratives L’Étranger by Albert Camus and Lo straniero by Luchino Visconti. Therefore, our reflection is based on the precepts chosen by Tiphane Samoyault about the concept of intertextuality in order to understand how the works relate. We also consider the meaning of adaptation by the proposition of Linda Hutcheon. Under this perspective, we discuss the issues concerning the theory of alien of Julia Kristeva and Bernhard Waldenfels in the narratives thematic focus – the incipit from the novel and the opening scenes of Visconti’s film. Thereby, we analysis the alien behavior of the main character in the literary and filmic narratives, Meursault, in order to discuss the hypothesis of the research that seeks to understand if the filmic narrative is able to repay the strangeness of the novel since the opening.; Sem bolsa; Esse trabalho discute as diferentes representações de estranho nas narrativas L’Étranger, de Albert Camus, e Lo straniero, de Luchino Visconti. Para tanto, nossa reflexão baseia-se nos preceitos elencados por Tiphane Samoyault sobre o conceito de intertextualidade de modo a entender como as obras artísticas se relacionam. Pensamos, ainda...

Apresentação

Editores, Os
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2007 POR
Relevância na Pesquisa
26.61%
Começamos este número 27 de Significação com um pequeno texto de Greimas, "Acerca do jogo", que é ainda pouco conhecido internacionalmente. Em tradução anotada e comentada por J. C. Portela, o texto analisa o uso que se faz da analogia do jogo de xadrez nas ciências da linguagem – F. de Saussure, L. Hjelmslev, L. Wittgenstein –,indo daí ao percurso do sujeito "jogador", as suas interações e as suas estratégias.Logo em seguida temos em artigo de Carlos Augusto Calil, o relato de uma parceria, em 1924, entre Blaise Cendrars e Oswald de Andrade com base num desejo comum de se tornarem cineastas-cavadores. Em meio a um projeto ambicioso de realização de um "filme de propaganda sobre o Brasil", o "belo poeta" francês teve a oportunidade de testemunhar a eclosão da Revolução de 1924, reprimida com violência pelo governo federal. A experiência marcou a sua imaginação e sepultou os planos de realizar um filme no país, baseado em episódios da história paulista.Em "Cinema e Política" Lisandro Nogueira nos fala da representação do jornalismo e do marketing político no cinema brasileiro dos anos 90. O filme Doces Poderes, de Lúcia Murat, tenta mostrar que o jornalismo perde seu papel de fonte primária de informação em favor da "notícia enquanto produto". Buscando diagnosticar as rápidas mudanças ocorridas no campo da comunicação nesse período...

In Pompeii and Volterra the Earth Really Trembles: De-Territorialisation, European Art-Cinema, and the Fate of Neorealism in Roberto Rossellini's Journey to ltaly and Luchino Visconti's Sandra; In Pompeii and Volterra the Earth Really Trembles: De- Territorialisation, European Art-Cinema, and the Fate of Neorealism in Roberto Rossellini's Journey to ltaly and Luchino Visconti's Sandra

Ciammaroni, Stefano
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
37.5%
Este trabalho se utiliza de dois estudos de caso - Viagem to Italy (1953), de Roberto Rossellini e Sandra (1965), de Luchino Visconti para discutir questões políticas, historiográficas e estéticas [que interferem] no relacionamento entre o neo-realismo como cinema da nação italiana e o "cinema de arte europeu" como uma instituição desnacionalizada.; This paper uses two case studies, Roberto Rossellini 's Voyage to Italy (1953) and Luchino Visconti 's Sandra (1965), to discuss the political, historiographic and aesthetic issues informing the relationship between neo-realism as the cinema ofthe Italian nation and "European art-cinema" as de-nationalized institution.

Tradição e revolução: análise de La terra trema, de Luchino Visconti; Tradition and revolution: analysis of Luchino Visconti\'s movie La terra trema

Lopes, Ernesto José de Castro Candido
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
68.07%
Esta dissertação apresenta os resultados de uma análise do filme La terra trema (1947), dirigido pelo italiano Luchino Visconti. Considerando a feição política da obra, procuramos evidenciar o modo como Visconti articula temática e formalmente em seu filme as contradições históricas da Itália do pós-guerra. Para refletirmos a concepção de realismo na cinematografia de Visconti, analisamos alguns artigos que Visconti, Mario Alicata e Giuseppe De Santis publicaram na revista italiana Cinema, no início da década de 1940. Por meio desses artigos, apresentamos o empenho dos autores em retomar a narrativa de Giuseppe Verga para a criação de um novo cinema. Também apresentamos uma leitura do ensaio Alguns temas da questão meridional (1926), de Antonio Gramsci. Com essa leitura, indicaremos linhas de convergências entre pensamento do marxista sardo, e os problemas figurados pelo filme. Através do diálogo com a crítica italiana, e da análise de algumas cenas do filme, refletimos a forma como essa constelação de problemas se configurou no filme La terra trema.; This dissertation presents the results of an analysis of La Terra Trema (1948), directed by Luchino Visconti. Considering the political particularity of the movie...

Uma longa viagem

Ianni, Octavio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2004 POR
Relevância na Pesquisa
27.22%
O texto empreende uma leitura sociohistórica da dramática experiência de uma família de migrantes (a família Parondi) do sul rural da Itália para a metrópole industrial de Milão, por meio das vivências conflituosas expressas pelos protagonistas - a mãe, os cinco filhos, suas mulheres -, tal como recriadas no clássico filme neo-realista do diretor italiano Luchino Visconti, Rocco e seus irmãos (Rocco i suoi fratelli), de 1960.; The text undertakes a moving historical appraisal of the dramatic experiences faced by a family of migrants (the Parondi family) through their move from the rural south of Italy to the industrial metropolis of Milan, pointing out the expressive conflicting lives of the characters the mother, the five male siblings, their women -, just as performed in the classic feature film by neo-realist Italian director Luchino Visconti, Rocco and his brothers ("Rocco i suoi fratelli"), of 1960.

CARLOS DE OLIVEIRA AND FALHANÇO'S RESPONSIBILITY; CARLOS DE OLIVEIRA E A RESPONSABILIDADE DO FALHANÇO

Gandolfi, Leonardo; Universidade Federal Fluminense
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
Carlos de Oliveira is a Portuguese author who writes a kind of corrosive and historic defeat that he called falhanço. In his books this concept can be compared to some movies of the lato sensu neo-realistic director Luchino Visconti. In Carlos de Oliveira books, the falhanço can appear in the structural relationship between his own texts and the censorship during Portugal dictatorship, as we can see in the collapse of world showed in his two last books, Pastoral and Finisterra, published after the redemocratization in 1974. This text discusses others implications of the falhanço’s concept in his poems and fictionm as well.; Em Carlos de Oliveira, há a valorização de uma espécie de derrota corrosiva e geracional chamada, em certa altura, de “Falhanço”, e que encontra paralelo, por exemplo, em outro grande neorrealista lato sensu como o cineasta italiano Visconti. Isso talvez possa aparecer na relação estrutural de dependência entre os textos do autor e o sistema cerceador ditatorial, como deixa ver o colapso do mundo em seus dois últimos livros, publicados após o 25 de Abril. Ou ainda o desencontro entre o compromisso neorrealista e o compromisso com uma memória pessoal que se desloca, num outro momento, para um desencontro entre voz (gesto) e escrita (registro).