Página 1 dos resultados de 1433 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Livro didático de Geografia: PNLD, materialidade e uso na sala de aula; Geography´s textbooks PNLD, material and use in the classroom

Kanashiro, Cintia Shukusawa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.89%
O trabalho analisa o percurso estabelecido pelo livro didático de Geografia Trança Criança, volume de 4ª série, desde as diretrizes e avaliação do MEC, no contexto do Programa Nacional do Livro Didático, até o uso numa determinada sala de aula. Trança Criança foi a coleção de Geografia mais bem avaliada pelo MEC no PNLD 2004. O objeto selecionado permitiu examinar práticas e representações de atores da cadeia do livro didático: MEC e avaliadores; indústria editorial (autores, editores e técnicos de editoração); e, por fim, professora e alunos de uma sala de aula. O estudo aborda a materialidade do livro e a descrição enunciada de conteúdo (geográfico e pedagógico), e observa seu uso com princípios de orientação etnográfica. Verificou-se que o livro foi pouco usado e de modo diferente do enunciado pelos protocolos de leitura; a disciplina Geografia desenvolvida na sala de aula também se distanciou do conteúdo do livro. Tal fato revela que as práticas pedagógicas inserem-se numa dinâmica interna própria e se relacionam àquilo que se denomina cultura escolar (Chervel). Isso pode contribuir para elucidar a distância entre o que se pretende no discurso oficial e o que sucede no âmbito escolar; entre o que preconiza a ciência de referência e o que ocorre na prática geográfica escolar; entre o que traz o protocolo de leitura do livro e o uso que se faz dele. A pesquisa revelou também problemas na escolha do livro naquela realidade escolar...

Visualidade do livro didático no Brasil: o design de capas e sua renovação nas décadas de 1970 e 1980; Schoolbook visual image in Brazil: cover design and its renovation in the 70s and 80s

Moraes, Didier Dominique Cerqueira Dias de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.85%
Até o final da década de 1960, o livro escolar brasileiro era em sua maioria produzido dentro dos padrões técnicos e visuais da indústria livreira tradicional em relação estreita e participando do que se conhece como cultura escolar, em que a linguagem visual como modo de conhecimento e construção de significados não era devidamente reconhecida e valorizada. Com raras exceções, a visualidade do livro didático não tinha como referência a produção gráfica de melhor qualidade que aparecia em livros de literatura e outras mídias e não era produto de método projetual mais rigoroso e qualificado. Na década de 1970, com a expansão da indústria cultural e dos meios audiovisuais e o surgimento de novas referências de gosto particularmente para a juventude, a visualidade do livro didático praticada ficou ainda mais distante de seu público. As editoras existentes e as novas que surgiram com a expansão do ensino em todos os níveis, mesmo quando percebiam as mudanças de gosto ocorridas, ou não davam importância para esse fato, ou não sabiam como atualizar as linguagens de sua produção, ambos os aspectos sendo decorrentes da pouca cultura visual de seus dirigentes e do não reconhecimento do modo visual como expressão válida de conhecimento e do design como recurso para despertar o interesse pelo aprendizado e ferramenta de promoção de vendas. Será a editora Ática...

Livro didático de matemática: lugar histórico e perspectivas; Mathematics Textbook: historical place and perspectives

Silva, Daniel Romao da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.86%
O livro didático assume múltiplas funções e características. Constitui-se como uma referência de conteúdos para alunos e professores, guia orientador das atividades em sala de aula e como padrão de organização e sistematização do currículo. Porém, encontra-se sujeito às influências do contexto histórico e político em que se situa, estando impregnado dos valores e concepções desse contexto. Para compor a identidade do livro didático soma-se ainda a sua importância no mercado editorial. O livro didático é analisado, então, conforme as dimensões: suporte de conteúdos e métodos de ensino, veículo de valores, produto cultural e mercadoria. A partir desse cenário, será analisada a interação dessas várias dimensões na constituição do papel desempenhado pelo livro didático de Matemática para o Ensino Fundamental II, ao longo do período de 1971 a 2006, caracterizado pelo Ensino Fundamental com duração de oito anos. De modo a completar o estudo, foram analisados alguns livros didáticos de Matemática utilizados no período.; The textbook assumes multiple functions and features. It constitutes a reference content for students and teachers guide, guiding the activities in the classroom and as a standard of organization and systematization of the curriculum. However...

O discurso sobre o livro didático de inglês: a construção da verdade na sociedade de controle; The discourse about the English textbook: the construction of truth in the society of control

Braga, Maria Dolores Wirts
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.86%
Nossa proposta de investigar o discurso sobre o livro didático de inglês toca inevitavelmente na questão do discurso de verdade do livro didático. Direcionada pela hipótese de que o poder de discurso de verdade do livro didático de inglês (LDI) é construído pelos dizeres acerca do LDI, nossa pesquisa dedica-se a estudar o funcionamento desse que chamamos de discurso sobre o LDI e os efeitos de sentido que ele produz. Mais especificamente, estudamos os dizeres sobre o LDI adotado na escola pública brasileira a partir do Programa Nacional do Livro Didático, PNLD 2011. Apesar de o LDI já ter sido adotado localmente na rede pública por algumas escolas ou alguns professores, é através do PNLD 2011 que o governo federal, pela primeira vez, propõe títulos a serem adotados em âmbito nacional, patrocinando o custo desses materiais consumíveis, para o ensino de língua estrangeira (espanhol e inglês). Para esta investigação, apoiamos nossas observações nos conceitos pertinentes à linha pecheutiana de Análise do Discurso. Esses conceitos fundamentam a nossa análise dos dizeres do corpus de pesquisa, formado por três segmentos. O segmento oficial compreende os principais documentos referentes ao PNDL 2011. O segmento midiático foi composto por textos disponibilizados na internet...

O uso do livro didático no contexto de um curso livre de inglês

Lamberts, Denise von der Heyde
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.86%
Este estudo teve como objetivo central analisar o uso do livro didático pelos professores em um curso livre de inglês. O livro didático é um dos recursos mais utilizados por professores e alunos, especialmente neste contexto. Sua importância abrange: definição dos conteúdos a serem estudados; recursos usados em sala de aula; auxílio aos professores, especialmente os menos experientes, nas preparações de atividades; padronização do ensino, entre outros. A maneira como o livro didático é usado influencia no processo de ensino e aprendizagem. Por isso, primeiramente, buscou-se conhecer, através de um questionário aplicado aos catorze (14) professores da filial do curso em análise, a opinião deles sobre este recurso e as modificações feitas por estes profissionais aos livros. Analisando as respostas do questionário, percebeu-se que os professores acreditam que o livro didático tem muito mais vantagens que desvantagens, mas que os professores adaptam as atividades para adequação ao perfil dos alunos e das turmas. Além do questionário, foram realizadas quatro (4) observações em aulas diferentes de turmas de adultos. Com as observações, concluiu-se que, em maior ou menor grau, há adaptação às atividades do livro didático...

Como os professores de 6º ao 9º anos usam o livro didático de Ciências; How teachers of 6º to 9º years using the textbook of sciences

Fernanda Malta Guimarães
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.91%
O uso do livro didático deve proporcionar aos alunos domínio e reflexão dos conhecimentos escolares, de modo a ajudá-los a ampliar sua compreensão da realidade, sua formulação de hipóteses de solução para problemas atuais. Ou seja, o livro didático deve tentar promover nos alunos um exercício de cidadania. Todavia, a literatura científica tem indicado a qualidade precária da grande maioria dos livros didáticos de Ciências no Brasil, muito embora as avaliações periódicas do Programa Nacional do Livro Didático PNLD já alcancem mais de 15 anos no país sem, contudo, conseguirem influir na melhoria profunda da qualidade desses materiais. Os professores, por sua vez, continuam a fazer uso desses materiais, os quais interferem de alguma maneira na qualidade do ensino-aprendizagem de Ciências. Por este motivo, tivemos como objetivo analisar como professores dos 6º aos 9º anos usam o livro didático de Ciências. Para isso, construímos um questionário de pesquisa que foi validado num teste piloto com 10 professores, com o auxílio do software estatístico SPSS. Aplicamos este instrumento a 102 professores de escolas municipais e estaduais da região de Taubaté, sendo os resultados analisados também através do SPSS. Os resultados obtidos indicam que o livro didático é ainda o principal material didático de uso em sala de aula. O trabalho enfatiza ainda o fato de o livro didático ser frequentemente usado pelos professores no que diz respeito aos textos...

Obediência ou transgreção? Eis a questão! Crenças de professores de língua inglesa de cursos livres sobre a utilização do livro didático

Souza, Arthur Manoel Cavalcante de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, 2007.; Este estudo objetivou a investigação das crenças sobre o livro didático de duas professoras experientes dentro de uma mesma instituição de ensino. A instituição tem investido cada vez mais em tecnologia de ponta, como um diferencial de mercado. Essa instituição também tem substituído os livros didáticos publicados por editoras internacionais por livros didáticos publicados por editora própria. O objetivo desta pesquisa foi investigar o impacto que a adoção de tais materiais próprios tem causado no corpo docente da instituição. Para tanto, foram convidadas duas professoras para participar de um estudo de caso em que teriam que: a) responder a um questionário sobre crenças; b) ceder uma entrevista a respeito das respostas do questionário; c) ter duas de suas aulas observadas na íntegra pelo pesquisador; d) preparar os planos de aula referentes a essas duas aulas; e e) ceder entrevistas referentes aos eventos ocorridos durante as aulas observadas. O estudo identificou que uma das professoras tinha um perfil mais "obediente" em relação ao livro didático e ao manual do professor...

O livro didático na perspectiva da formação de professores

Pessoa,Rosane Rocha
Fonte: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada Publicador: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.86%
Há provavelmente tanto razões a favor quanto contra a utilização do livro didático no ensino de língua estrangeira, mas o fato é que, no Brasil, poucos são os contextos educacionais em que não se adota um livro didático. A relação entre essa ampla adoção do livro didático e os modelos tradicionais de formação profissional, nos quais os professores aprendem a aplicar em suas práticas pedagógicas teorias produzidas por agentes externos, parece bastante óbvia. No entanto, nos modelos atuais de formação, que objetivam principalmente que os professores construam conhecimento sobre ensino e aprendizagem, será que há espaço para o livro didático ou deveria o professor criar os seus próprios materiais? Neste texto, abordaremos esse tópico, levando em consideração a percepção de alunos do curso de graduação em Letras da UFG sobre a utilização do livro didático no ensino de inglês.

A professora e as propostas de produção de texto em um livro didático de português : mudanças que singularizam a atividade; The teacher and the activities for the production of texts in the textbook of portuguese : changes to single out the activity

Assis, Quitéria Pereira de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Educação brasileira; Programa de Pós-Graduação em Educação; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Educação brasileira; Programa de Pós-Graduação em Educação; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
This study sought to examine the effectiveness of proposed activities for the production of texts included in the textbook Portuguese Project Pitanguá, 3rd grade, a teacher in the municipal schools of the city of Maceió, in the 2007 school year. Our hypothesis is that the effectiveness of proposed production of texts included in the textbook Portuguese, both elements present in the symbolic universe of the teacher as coming from the fundamental relationship between the operators of the language, is made present. We based this theory work in the metaphoric and metonymic processes (LEMOS, 1998, 1997, 1992) and in Figures Other (Dufour, 2000, 2005), representatives of the symbolic universe of the subject. We believe the relevance of this research is in search of trying to understand the relationships established between the proposed production of text inserted into a textbook and the teacher guides. We found that trying to put in place what the textbook suggests, and yet, modify the proposals, the teacher brought his "reading", indicating the emergence of fragments of his symbolic universe (Dufour, 2000) and the characterization of a subject which is a different value to what is proposed in the textbook, placing it as a subject with autonomy in the face of the textbook...

Uso do livro didático de matemática analisando a prática docente no ensino do sistema de numeração decimal

Luiza Laureano Rosas, Maria; Coelho Vieira Selva, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
67.02%
O presente estudo investigou como vem sendo usado o livro didático de Matemática no ensino do Sistema de Numeração Decimal numa turma de 2º ano do 1º ciclo do Ensino Fundamental da Rede de Ensino do Recife. Vergnaud (1986, 1991, 1997) considera que o processo de ensino e de aprendizagem da matemática deve buscar uma variedade de situações relativas aos seus aspectos conceituais e possibilitar que os mesmos sejam representados por diversas formas com o objetivo de se garantir uma compreensão mais ampla. Durante muito tempo o processo de ensino e de aprendizagem do Sistema de Numeração Decimal esteve relacionado à idéia de que crianças aprendem os aspectos do sistema por meio da reprodução de seqüências numéricas. Diversos estudos (NUNES e BRYANT, 1997; LERNER e SADOVSKY, 1996; CARRAHER, 1982; e outros), no entanto, têm demonstrado que momentos de leitura, comparação, interpretação, escrita e operação com números contribuem para a compreensão do sistema. Considerando o livro didático de Matemática, tem-se observado avanços, entretanto pesquisas ainda apontam que o mesmo permanece como definidor da prática docente e pontuam a dificuldade de professores em escolher e usar tal recurso (BELFORT...

O uso do livro didático de matemática por professores do ensino fundamental

Maria Queiroz de Oliveira, Esmeralda; Lisbôa Guimarãres, Gilda (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.99%
O livro didático vem se constituindo ao longo da história da educação escolar, como importante recurso, se não o mais importante recurso utilizado por professores e alunos. Assim, torna-se importante conhecer como os professores desenvolvem os conteúdos matemáticos abordados no mesmo em suas práticas de sala de aula. Vários documentos nacionais e internacionais têm feito recomendações quanto ao ensino da Matemática e a inclusão em seu currículo do bloco de conteúdo Tratamento da Informação, devido a sua importância e relevância social no atual contexto. A presente pesquisa investigou como professores do 2º ano do 2º ciclo que atuam na Rede Municipal de Ensino do Recife utilizam o livro didático de Matemática. Para tanto, realizamos dois estudos. No primeiro estudo entrevistamos 15 professoras, buscando traçar um perfil das mesmas e tentando identificar as relações existentes ou não, entre os seus perfis e o uso do livro didático. Foi identificado que 10 professoras diziam utilizar o livro didático e cinco diziam não utilizar o livro didático. Encontramos apenas uma única diferença entre os grupos de professoras - a perspectiva de continuidade na carreira docente. A opção pelo não uso do livro...

As representações sociais do livro didático por professores de matemática

Santos, Edna Matilde dos; Cruz, Fatima Maria Leite (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Esta pesquisa investigou as representações sociais do livro didático por professores de Matemática, em Pernambuco, com o intuito de contribuir com a discussão acerca da compreensão do fenômeno da não aprendizagem em Matemática. Referenciamos o estudo na Teoria das Representações Sociais (MOSCOVICI, 2007) que propõe uma teoria do senso comum, explicando o conhecimento leigo construído a partir das interações entre os grupos sociais. A pesquisa foi qualitativa e plurimetodológica (CRUZ, 2006b), na construção dos dados: questionário de associação livre e hierarquização de palavras e entrevistas semiestruturadas; na análise dos dados, o Software EVOC e a análise de conteúdo de Bardin. Participaram 66 professores, 23 de Glória do Goitá e 43 de Vitória de Santo Antão. Os resultados revelaram uma única representação social para livro didático e livro didático de Matemática, independentemente do município. O núcleo central tem o sentido positivado no livro didático como apoio didático e pedagógico e o sistema periférico possui sentidos positivados na aprendizagem em Matemática a partir da prática e da aplicabilidade dos conteúdos, bem como, nos aspectos identitários do grupo social dos professores de Matemática e em um sentimento de pertença a um grupo social superior aos outros professores de outras disciplinas. Identificamos dois preconceitos em relação aos professores contratados e aos alunos de escolas públicas. Nas entrevistas vimos a utilização do livro didático positivamente no desempenho escolar dos alunos...

Práticas de Ensino Para a Formação do Leitor: O Uso do Livro Didático e a Exploração das Estratégia de Leitura no 1º Ano do Ensino Fundamental

Campos, Nathália Késsia de Souza
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
66.96%
A presente pesquisa teve como foco investigar como se dava o uso do livro didático por duas professoras da rede municipal de Camaragibe que lecionavam em turmas do 1º ano do 1º ciclo do ensino fundamental. Buscamos analisar como as docentes conduziam/desenvolviam o ensino da leitura a partir da utilização do livro didático de português. Como procedimentos metodológicos realizamos: análise do livro didático utilizado, entrevistas com as professoras sobre o referido livro e observações das práticas de leitura realizadas pelas professoras, ao fazer uso do livro didático nas suas turmas. A análise do livro didático apontou em relação à análise dos textos que compõem as unidades temáticas do livro Letramento e Alfabetização - 1° ano, que os autores se preocuparam em propor gêneros textuais diversos para que o exemplar acompanhasse as discussões da perspectiva do letramento e propuseram várias atividades que buscavam explorar a compreensão textual através da exploração das estratégias de leitura. No que diz respeito à prática das professoras, constatamos através das observações que ambas utilizavam o livro didático com frequência. Percebemos, também, que as mesmas realizavam os comandos do livro com relação à realização da leitura dos textos trabalhados e também acrescentavam estratégias mesmo quando o livro não propunha. Com relação às práticas de ensino da leitura pelas professoras refere-se à exploração das estratégias de compreensão leitora. A estratégia de explorar os conhecimentos prévios do leitor acerca do texto foi a mais implementada pela professora 1. A docente também trabalhou questões ligadas à exploração de estratégias de apreender o sentido e localizar informações do texto...

Livro didático de química - PNLD/2012

Turin, Jussara
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.92%
Resumo: Tendo em vista a importância do Livro Didático na educação brasileira e os altos investimentos do Governo Federal na operacionalização do Programa Nacional do Livro Didático, esta pesquisa tem por objeto de estudo o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e neste o Livro Didático de Química. Buscou-se investigar fatores que influenciaram o professor de Química na escolha do Livro Didático aprovado no PNLD/2012. A pesquisa faz parte do Programa Observatório da Educação - Edital 01/2008 - SECAD/INEP/CAPES, Projeto 3284, intitulado "Inovações Educacionais e Políticas Públicas para Melhoria da Educação no Brasil" a qual tem como objetivo analisar os impactos das políticas educacionais nas redes escolares. O interesse desta pesquisa foi de investigar a efetividade da Política Pública do Programa Nacional do Livro Didático PNLD/2012, cuja proposta é a de que o professor da Educação Básica escolha livros, a partir de uma seleção de obras didáticas que passam por uma avaliação criteriosa, proposta pelo MEC/SEB realizada por especialistas, e a partir de então, são selecionados os livros para a escolha. Trata-se de uma pesquisa qualitativa cujos dados desta pesquisa foram produzidos a partir de documentos acerca do Livro Didático...

O livro didatico publico de educação fisica para o ensino médio do Estado do Paraná

Costa, Carine Ferreira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.93%
Resumo: A organização do trabalho didático da Educação Física escolar e seus instrumentos didáticos nas últimas décadas instigaram os professores que atuam na escola. É fato também que a aproximação dos pesquisadores da área com o referencial marxista fortaleceu a Educação Física enquanto componente curricular obrigatória. Um dos resultados desse debate teve como uma de suas conseqüências a publicação de um o LDP de Educação Física do estado do Paraná no ano de 2006, como parte integrante de uma coleção de livros didáticos para o ensino médio foi viabilizado pela abertura da política do PNLD/EM e pelo desenvolvimento de uma política de formação continuada da SEED/PR. No entanto, a inclusão da Educação Física no projeto, foi viabilizada a partir do debate acadêmico da área que suscita a problematização das práticas corporais no modo de produção capitalista. Esse debate é fundamentado a partir da aproximação da Educação Física Escolar com a Pedagogia Histórico - Crítica que teve como resultado o desenvolvimento em meados da década de 1990 da metodologia de ensino denominado como Crítico – Superadora que propunha uma organização do trabalho didático da Educação Física Escolar fundamentada na organização da classe trabalhadora a partir de preceitos marxistas apontados pelos seus autores. A estrutura do LDP-EF foi pautada nas reflexões da metodologia Crítico-Superadora oficializada como metodologia norteadora da área a partir das DCE do Paraná...

O livro didático de história: um caleidoscópio de escolhas e usos no cotidiano escolar (Ceará, 2007 2009)

Timbo, Isaíde Bandeira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.97%
In the first decade of the XXI century, it is possible to assert that school textbook is part of the material culture of most public Brazilian schools by means of National School Textbook Program (PNLD). This research aimed at identifying and analyzing textbooks choice in Ceara, relating it to the uses of such tool within school daily life. The setting for the study was four public schools, two of them placed in Fortaleza, and the other in Quixada. It evaluated the uses of textbooks in the 6th grade. As part of methodology, public managers were interviewed, teachers answered surveys, and a direct observation during History classes in 2008 school year was carried out. The observation was over after round chats with students in the class, in which each one designed draws and sentences concerning to the textbook. Furthermore, the study was based on MEC official documents that regulate the textbook choice process with National textbook Program announcement (PNDL/2008) and PNDL/2008 Textbook Guide, in addition to History textbooks schools used. Roger Chartier‟s concept of appropriation was an analysis category, as well as Michael de Certeau s strategy and tatics‟, and Dominique Julia‟s concept of school culture . The study recognizes textbook in the perspective of Alain Choppin and Egil Borre Johnsen...

Critérios de seleção e utilização do livro didático de inglês na rede estadual de ensino de Goiás: um estudo de caso com quatro professoras; Criteria for selection and English textbook use in public state schools in Goiás: a case study with four teachers

COSTA, Bianca Ribeiro Morais
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.98%
The aim of this study is to point out the selection criteria and evaluation of English textbook in state schools of Goiás, considering the suggestions made by the Programa Nacional do Livro Didático (PNLD/2011), and the subsequent use of the adopted textbook in the classroom. The research, which follows the parameters of the qualitative approach, can be classified as a case study and was conducted in 2011 in the city of Anápolis, Goiás, where the researcher and the participants in this study live. Data were collected by means of questionnaires, interviews, audio recordings of classes and the researcher s field notes. The theoretical basis of this study is related to the context of teaching English in public schools (COX; ASSIS- PETERSON 2008; PAIVA, 2003; WALKER, 2003), the general characteristics of textbooks and their use in public schools (ALMEIDA FILHO; CONSOLO, 1990; RAMOS, 2009; MAGNO and SILVA, 2009), the specific characteristics of English book (ANSARY; BABAAI, 2002; XAVIER; SOUZA, 2008; TOMLINSON, 2008), the relationship between textbook and teaching practice (CORACINI , 1996; PEREIRA, 2007; SILVA, 1996), the selection criteria and evaluation of English textbook (DIAS, 2009, BROWN & RODGERS, 2002; RIBEIRO, 2008) and the implementation of the Programa Nacional do Livro Didático - PNLD/2011 in relation to the curriculum component: Modern Foreign Language - English and Spanish (BRASIL...

O conceito de lugar no livro didático e o processo de ensino-aprendizagem; The concept of Place in the didactic book and the teachinglearning process

Silva, Luan do Carmo da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
This dissertation, entitled The concept of Place in the didactic book and the teachinglearning process, is focused on the matter of the not so discerning use of the didactic book in the geography classes, its subtle contribution to the citizen formation of the students and the effective learning of the geographic knowledge. The research had the intention to answer the following questions: what have been the conceptions of place brought by the didactic works of regional nature used in the state of Goiás during the early years? How do the teachers absorb the concepts of place pointed by those works and how do they use these concepts during the teaching-learning process? From what has been exposed, the research had as aims: to analyze the practices and the theoretical conceptions brought and propitiated by the didactic books of Geography that have regional characteristics of the state of Goiás and the introduction of these notes in the classrooms of Elementary school concerning the meaning of place; problematize the Geography that is brought by the didactic books, discuss the different basis to the construction of the concept of place in the academic Geography and in the school Geography; to interpret and to analyze the practice of those who works directly with the formative process in the early years – the teacher. In the ambit of the school Geography...

A escolha do livro didático de língua estrangeira do Programa Nacional do Livro Didático

da Silva, Larissa Goulart; UFRGS/ University of Warwick; Sarmento, Simone; UFRGS
Fonte: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada Publicador: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.96%
ResumoEste trabalho tem por objetivo investigar os critérios utilizados pelos professores de Língua Estrangeira das escolas públicas para selecionar o livro didático (LD) do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). O PNLD abrange o componente curricular de Língua Estrangeira desde 2011. Estudos anteriores (SARMENTO; SILVA, 2012; 2013) investigaram aspectos relacionados ao PNLD nas escolas, sem, contudo, detalhar o processo de escolha realizado pelos professores. Acreditamos que esta pesquisa seja relevante para alguns segmentos: 1) os professores, que poderão refletir sobre sua prática; 2) as editoras, que poderão repensar a divulgação dos seus materiais; 3) o próprio PNLD como forma de acompanhar o desenvolvimento do programa nas escolas. Foram analisados questionários realizados com professores de inglês e espanhol. Concluiu-se que a maioria dos professores tem realizado uma seleção impressionista (CUNNINGSWORTH, 1995) do LD devido à falta de tempo para se dedicar a uma avaliação criteriosa e ao desconhecimento dos recursos disponíveis para auxiliar na escolha, como, por exemplo, o Guia do Livro Didático.Palavras-chave: Livro didático. Programa Nacional do Livro Didático. Seleção de livro didático. AbstractThis paper aims to investigate the criteria used by foreign language teachers in public schools to choose the textbook (LD) from the National Textbook Program (PNLD). The PNLD has encompassed foreign languages since 2011. Previous studies (SARMENTO; SILVA...

VELHOS OBJETOS X NOVOS OLHARES: OS USOS DO LIVRO DIDÁTICO NO ENSINO DE HISTÓRIA

Lisbôa, Elaine Regina Mendes; Silva, Márcia Andrea Teixeira da; Sousa, Thalisse Ramos de
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
O presente trabalho tem por objetivo refletir sobre os usos do livro didático no ensino de história, relacionando questões vivenciadas pelos professores, políticas voltadas para o livro didático, metodologias de ensino-aprendizagem, currículo oficial, ilustrações e novas tecnologias. Inicialmente o livro didático é abordado como um instrumento de reprodução de ideias e valores da cultura dominante, pontuando o papel do professor na construção e desconstrução de identidades e sujeitos. Em seguida, a relação poder e saber é questionada através de reflexões sobre as políticas públicas e o Programa Nacional do Livro Didático (PNLD). Adiante, destaca-se a importância de uma análise crítica da iconografia disponibilizada nesses materiais, em especial, às representações pejorativas presentes nas imagens relacionadas aos povos negros e indígenas. Por fim, trata-se da sobrevivência do livro didático mediante o surgimento de novas tecnologias, ressaltando a necessidade de novas metodologias, decorrentes de novos instrumentos. Temos, portanto o professor como responsável por estabelecer o diálogo entre o livro didático e as múltiplas questões do meio externo a fim de transformar alunos em cidadãos críticos e socialmente atuantes.