Página 1 dos resultados de 4474 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Emprego de um método molecular para avaliar a presença de Listeria monocytogenes em saladas de hortaliças folhosas minimamente processadas.; Use of a molecular tool for the evaluation of Listeria monocytogens in minimally processed vegetable salad.

Fröder, Hans
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.1%
A demanda por frutas e hortaliças frescas, associada à necessidade de maior praticidade da vida atual, está causando um aumento no interesse, por parte dos consumidores, nos produtos minimamente processados (MP). Processamento mínimo inclui as operações de lavagem, corte, descascamento e embalagem do produto. Entre os microrganismos patogênicos que, potencialmente, podem ser transmitidos por vegetais MP citam-se: Listeria monocytogenes, Escherichia coli O157:H7 e Salmonella sp. A pesquisa destes microrganismos é usualmente demorada mas, a cada dia, novos métodos para detecção rápida de patógenos em alimentos são lançados no mercado. Dentre estes métodos, aqueles que empregam ferramentas moleculares têm se tornado mais populares, cabendo destacar os que empregam a reação de polimerização em cadeia (PCR). Para a pesquisa de Listeria monocytogenes existe no mercado o sistema automatizado BAX®System que permite a detecção de L. monocytogenes em, no máximo, 54 h. Neste estudo, buscou-se avaliar a microbiota de vegetais folhosos MP além do emprego do sistema BAX® para a detecção de L. monocytogenes nestes produtos. Foram examinadas, no período de março a julho de 2003, 181 amostras de saladas MP coletadas em diferentes estabelecimentos comerciais no município de São Paulo...

Controle de Listeria monocytogenes em lingüiça frescal refrigerada através do uso de óleo essencial de orégano e nisina; Control of Listeria monocytogenes in fresh pork sausage due to use of oregano essential oil and nisin

Kruger, Monika Francisca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
67.09%
Listeria monocytogenes é conhecida como um importante patógeno causador de doenças transmitidas por alimentos na última década. Apesar do número de casos por ano ser relativamente baixo, a infecção pode ser grave, com mortalidades acima de 30%. Pesquisas realizadas no Brasil relataram uma incidência de 32% em amostras de produtos cárneos, e o microrganismo foi encontrado em 80% das amostras lingüiças frescal de carne suína. Apesar dos recentes avanços nas tecnologias de controle de patógenos em alimentos, os consumidores têm procurado alimentos "naturais", isto é, submetidos a tratamentos menos agressivos e isentos de conservadores químicos. Antimicrobianos naturais são uma opção interessante, mas sua aplicação requer uma melhor compreensão de sua funcionalidade nos alimentos. Os óleos essenciais e seus compostos fenólicos estão se tornando agentes antimicrobianos naturais bastante populares, assim como a nisina, uma bacteriocina produzida por Lactococcus lactis subsp. lactis. Esta pesquisa foi desenvolvida para avaliar o efeito de óleo essencial de orégano (O.E.O.) e de nisina, individualmente ou em combinação, na inibição da multiplicação de Listeria monocytogenes Scott A in vitro (meio de cultura) e in situ -(lingüiça frescal suína). A atividade inibitória foi testada pela metodologia de difusão em poços...

Listeria monocytogenes em camarão (Penaeus brasiliensis): marcadores sorológicos e genéticos no monitoramento de sua disseminação em uma unidade processadora de pescado; Listeria monocytogenes in shrimp (Penaeus brasiliensis): serologic and genetic markers to trace the dissemination in a sea food processing plant

Destro, Maria Teresa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/1995 PT
Relevância na Pesquisa
67.1%
A ocorrência de Listeria monocytogenes em alimentos vem sendo estudada desde o início dos anos 80, após seu envolvimento em vários surtos de doença de origem alimentar. Os frutos do mar são o grupo de alimentos que despertou menor atenção por parte dos pesquisadores, apesar de terem sido envolvidos em casos esporádicos de listeriose e mesmo em surtos da doença. A amostragem ambiental e de produto, ao longo de uma linha de processamento é uma forma de localizar áreas relacionadas à contaminação do alimento permitindo que sejam feitas correções para evitar a produção de bens que exponham o consumidor a doenças. Com a finalidade de avaliar a contribuição da matéria prima e fatores ambientais na ocorrência e distribuição de L. monocytogenes em uma indústria processadora de pescados, e mais especificamente, numa linha processadora de camarão rosa (penoeus brasiliensis), é que desenvolveu-se a presente pesquisa. Também buscou-se determinar as diversidades antigênica e genética das cepas de L. monocytogenes isoladas, e correlacionar esta diversidade à sua distribuição na indústria. Assim, um total de 363 amostras coletadas em diferentes pontos de uma linha de processamento de camarão rosa foram examinadas para a presença de L. monocytogenes...

Estudo comparativo entre a eficiência da filagem da Mozzarella e da pasteurização lenta do leite na inativação do Mycobacterium fortuitum e da Listeria monocytogenes experimentalmente inoculados no leite de búfala; Comparative study between the efficiency of the Mozzarella stretching and the holder pasteurization of milk in the inhibition of the Mycobacterium fortuitum and the Listeria monocytogenes experimentally inoculated into buffalo milk

Raimundo, Daniele Cristine
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.09%
Leite integral de búfala foi experimentalmente contaminado com Mycobacterium fortuitum e Listeria monocytogenes. Foi feita a análise quantitativa dos agentes imediatamente antes e depois de dois tratamentos térmicos: pasteurização (do leite) e filagem (da Mozzarella). Na análise da Listeria, foi empregada metodologia adaptada para a obtenção do NMP, usando os meios UVM, Fraser e Palcam como pré-enriquecimento, enriquecimento seletivo e isolamento, respectivamente. O Mycobacterium foi semeado em placas com meio Löwenstein-Jensen modificado. Os resultados mostraram que a pasteurização do leite reduziu em média 6,0 log NMP/mL de Listeria sp e 4,0 log UFC/mL de Mycobacterium sp. A filagem da coalhada reduziu em média 8,37 log NMP/g de Listeria sp e 6,3 log UFC/g de Mycobacterium sp. Concluiu-se que a filagem da Mozzarella foi mais eficiente que a pasteurização do leite na redução do inóculo de Listeria monocytogenes e Mycobacterium fortuitum em cerca de 2 logaritmos de cada agente.; Whole buffalo milk was experimentally contaminated with Mycobacterium fortuitum and Listeria monocytogenes. The quantitative analysis of the agents was made immediately before and after two thermal treatments: pasteurization (of milk) and stretching (of Mozzarella). In the analysis of the Listeria...

Avaliação da segurança microbiológica de hortaliças minimamente processadas, pela enumeração de microrganismos indicadores, Salmonella sp. e Listeria monocytogenes por métodos convencionais e aplicação da PCR em tempo real na quantificação de Listeria monocytogenes; Evaluation of the microbiological safety of minimally processed vegetables by the enumeration of indicative microorganisms, Salmonella spp. and Listeria monocytogenes by conventional methods and quantification of Listeria monocytogenes by real-time PCR

Oliveira, Maria Aparecida de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.16%
A vida moderna tem gerado mudanças importantes nos hábitos alimentares em todo o mundo e observa-se um aumento da demanda por alimentos prontos para o consumo, tais como frutas e hortaliças minimamente processadas. As condições de embalagem e armazenamento destes produtos podem favorecer a multiplicação de bactérias psicrotróficas, destacando-se o patógeno Listeria monocytogenes. Para estudos de avaliação de riscos microbiológicos relativos a L. monocytogenes, dados quantitativos são fundamentais, mas, os métodos para enumeração disponíveis atualmente são trabalhosos e morosos. Há grande interesse no desenvolvimento de métodos rápidos para a determinação das populações de L. monocytogenes, o que pode reduzir significativamente o tempo de análise. Neste trabalho, foram analisadas 162 amostras de hortaliças minimamente processadas adquiridas no comércio varejista de Ribeirão Preto/SP, no período de setembro de 2007 a agosto de 2008. Foram realizados ensaios convencionais para enumeração de coliformes totais e termotolerantes, Escherichia coli e bactérias aeróbias psicrotróficas. Foi realizada a detecção de Listeria sp. por imunoensaio (Oxoid Listeria Rapid Test) e de Salmonella por método convencional. Alíquotas congeladas de amostras positivas para L. monocytogenes e Salmonella sp. foram também avaliadas quantitativamente empregando-se métodos convencionais. Para quantificação de L. monocytogenes foi utilizado o método da Reação de Polimerase em Cadeia (PCR) em tempo real...

Quantificação e análise de viabilidade de Listeria monocytogenes em biofilmes por semeadura em placa, microscopia de fluorescência e ensaios preliminares de PCR em tempo real; Quantification and viability analysis of Listeria monocytogenes biofilms by plate count, fluorescence microscopy and preliminary assays of real-time PCR.

Winkelstroter, Lizziane Kretli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.08%
A formação de biofilmes é um fator preocupante para indústria de alimentos, pois pode comprometer a sanitização de superfícies de contato e aumentar o risco de contaminação por patógeno em alimentos processados. L. monocytogenes é uma bactéria de ampla distribuição no ambiente e com capacidade de formar biofilmes e sobreviver por longos períodos em condições adversas. Esta bactéria pode causar doenças em pessoas imunocomprometidas e mulheres grávidas manifestando-se por infecções do sistema nervoso central, abortos e nascimentos prematuros. Vários estudos têm demonstrado que algumas bactérias podem sofrer transição para o estado viável mas não cultivável em resposta ao estresse. Considerando-se a importância da garantia da segurança e qualidade dos alimentos, há necessidade de desenvolvimento e de padronização de técnicas rápidas para a quantificação de células viáveis de L. monocytogenes em alimentos e biofilmes. Neste estudo foi avaliada a formação de biofilmes e viabilidade celular de Listeria monocytogenes em condições de estresse. Foram utilizadas técnicas de semeadura em placa e quantificação direta por microscopia de fluorescência com os corantes cloreto de 5-ciano-2,3-di-(p-tolil) tetrazólio (CTC) e 4...

Análise comparativa do processo de invasão de hepatócitos de rato por Listeria monocytogenes e Salmonella Typhimurium: caracterização morfológica, quantificação da liberação de TNF-alfa e da morte celular por apoptose; Comparative analysis of rat hepatocytes invasion process by Listeria monocytogenes and Salmonella Typhimurium: Morphological characterization, quantification of TNF-alpha release and cellular death by apoptosis

Santos, Sânia Alves dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.1%
INTRODUÇÃO: Os hepatócitos apresentam papel potencial em iniciar e amplificar a resposta inflamatória aguda no fígado, através da liberação de citocinas pró-inflamatórias, em papel complementar ao exercido pelas células de Kupffer e endoteliais. A invasão bacteriana da célula hepática é um estímulo para que o hepatócito produza citocinas como o TNF-alfa, capaz de induzir sua própria morte por apoptose. O TNF-alfa pode ser tanto um agente citotóxico (induzindo a morte celular), quanto um agente protetor (através da ativação de NF-kB). A morte por apoptose do hepatócito libertaria as bactérias que seriam destruídas pelo sistema imunológico hepático ativado. Salmonella Typhimurium (ST) e Listeria monocytogenes (LM) são patógenos responsáveis por importantes doenças de origem alimentar. O hepatócito é o maior local de replicação bacteriana no fígado. As conseqüências da invasão bacteriana dos hepatócitos e sua repercussão na produção de TNF-alfa e na morte celular necessitam ser melhor xxix avaliadas. MÉTODOS: Nesse estudo procuramos investigar o comportamento dos hepatócitos invadidos por ST e LM sorogrupos 4a, 4b e 1/2a, analisando os seguintes parâmetros: a) morfologia = por microscopia óptica (MO) (hematoxilina e eosina) e por microscopia eletrônica (ME); b) dosagem do TNF-alfa liberado pelos hepatócitos invadidos = o TNF-alfa liberado foi detectado por técnica ELISA no sobrenadante das culturas; c) pesquisa da morte celular por apoptose = avaliada através das técnicas TUNEL e anexina (citometria de fluxo). Para todos os parâmetros foi realizada análise comparativa estatística entre os quatro tipos de bactéria. RESULTADOS: As monocamadas de hepatócitos agredidas por Listeria monocytogenes e Salmonella Typhimurium apresentam ruptura em sua distribuição...

Ocorrência e caracterização sorológica e genotípica de Listeria monocytogenes em indústrias de queijo do Estado de São Paulo.; Occurrence, serological and genotypic characterization of Listeria monocytogenes in cheese manufacturing plants in São Paulo State.

Barancelli, Giovana Verginia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
67.18%
Pesquisas sobre Listeria monocytogenes em indústrias de produtos lácteos no Brasil são escassas. Três laticínios (A, B e C) produtores de queijos do Estado de São Paulo foram monitorados para a presença de L. monocytogenes no período de outubro/2008 a setembro/2009. Foram realizadas 12 coletas, correspondentes a 12 lotes de queijo produzidos, sendo quatro de cada laticínio. Em cada laticínio, as visitas foram realizadas com intervalos de aproximadamente 2 meses entre cada uma. Foram analisadas 393 amostras, sendo 201 de superfícies com e sem contato com alimentos e 192 de alimentos (leite cru e pasteurizado e queijo) água e salmoura, para pesquisa de L. monocytogenes. As análises foram realizadas de acordo com o método do Food and Drug Administration (FDA). Os resultados confirmam a presença de Listeria spp nas instalações dos três laticínios. L. monocytogenes, L. innocua, L. seeligeri e L. welshimeri foram as espécies isoladas neste estudo. Especificamente a espécie L. monocytogenes não foi encontrada no laticínio A, entretanto, o microrganismo foi isolado de 12,5% das amostras do laticínio B e de 9,1% do laticínio C. L. monocytogenes não foi isolada do leite cru dos silos, do leite pasteurizado, da água e dos queijos Minas frescal...

Avaliação quantitativa do risco de Salmonella e Listeria monocytogenes em vegetais minimamente processados; Quantitative risk assessment of Salmonella and Listeria monocytogenes in minimally processed vegetables

Sant'Ana, Anderson de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
67.09%
A ocorrência de surtos de doencas associadas aos vegetais minimamente processados (VMP) tem chamado a atenção para a sua segurança microbiológica. A avaliação quantitativa de riscos permite que o impacto das materias-primas e processamento seja avaliado e os resultados obtidos sejam usados para gestão e comunicação do risco. Desta forma, o presente estudo objetivou quantificar o risco de infecções por Salmonella spp. e Listeria monocytogenes a partir do consumo de VMP no Brasil. Um total de quinhentas e doze amostras de VMP foram analisadas e foi possivel enumerar e detectar Salmonella em 0,4% e 0,4% das amostras, respectivamente. L. monocytogenes foi enumerada e detectada em 0,97% e 3,1% das amostras analisadas, respectivamente. Os isolados de Salmonella spp. (n=4) e L. monocytogenes (n=69) foram confirmados por PCR e caracterizados por sorotipagem tradicional. Os isolados de L. monocytogenes foram caracterizados quanto ao ribotipo, resistencia ao cloro, taxa de multiplicação (µ), capacidade de formação de biofilmes e presença de genes de virulência. O sorovar predominante entre Salmonella spp. foi S. Typhimurium. Em relação a L. monocytogenes, observou-se prevalência do sorotipo 4b e do ribogrupo DUP-1038 e presenca de genes de virulência em 100% (inlA) e 97% (inlC e inlJ) dos isolados. A maioria dos isolados de L. monocytogenes foi resistente a exposição a 125 ppm de cloro livre...

Influência da temperatura, de enzimas degradantes de DNA e do sobrenadante de cultura de estafilococos na formação de biofilme por Listeria monocytogenes em superfície abiótica; Influence of temperature, DNA degrading enzymes and staphylococcal culture supernatant on biofilm formation by Listeria monocytogenes on abiotic surface

Silva, Eliane Pereira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
67.09%
A listeriose é uma infecção rara e grave, transmitida principalmente por alimentos. É causada pela bactéria Listeria monocytogenes e acomete principalmente mulheres grávidas e pessoas comprometidas imunologicamente. Este patógeno é reconhecido como um problema para as indústrias de alimentos devido à sua capacidade em formar biofilmes. Os biofilmes são comunidades microbianas aderidas a superfícies bióticas ou abióticas embebidas em uma matriz de polímeros extracelulares produzidos pelas próprias células. Estas estruturas são resistentes a procedimentos de higienização e desinfecção, contribuindo para a persistência de L. monocytogenes em ambientes processadores de alimentos. Desta forma, há grande interesse em estratégias para prevenir a formação de biofilmes por L. monocytogenes. No presente trabalho foi investigada a formação de biofilmes por L. monocytogenes em superfície abiótica, sob diferentes temperaturas, na presença de enzimas degradantes de DNA (DNAses) e na presença de sobrenadante de cultura de estafilococos com e sem atividade de DNAse termoestável (termonuclease). Foram utilizadas técnicas de cultivo e de microscopia e os resultados demonstraram que L. monocytogenes aderiu à superfície de aço inoxidável...

Avaliação do papel de óxido nítrico, de óleos essenciais e de sanitizantes na dispersão de biofilmes de Listeria monocytogenes em superfície abiótica; Evaluation of the role of nitric oxide, essential oils and sanitizers in biofilm dispersion of Listeria monocytogenes on abiotic surface

Teixeira, Fernanda Barbosa dos Reis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
67.11%
Biofilmes de Listeria monocytogenes são fontes potenciais de contaminação de alimentos processados e podem diminuir a efetividade de procedimentos de higienização e sanitização nas indústrias. No presente estudo foi avaliada a estrutura e a dispersão de biofilmes formados por duas cepas de L. monocytogenes em diferentes superfícies, como aço inoxidável, vidro e poliestireno. Foram utilizados diferentes sistemas de cultivo como microplacas de 96 poços de poliestireno e de aço inoxidável, microplacas de 24 poços contendo lâminas circulares de aço inoxidável ou de vidro e, câmaras de poliestireno contendo 8 poços com fundo de borossilicato (vidro). Os experimentos foram realizados com incubação por 1, 4 e 8 dias a 25°C. A formação de biofilme foi verificada em microplacas de 96 de poliestireno e de aço inoxidável através do método de quantificação de biomassa do biofilme por coloração com cristal violeta, e também em sistema de microplaca de 24 poços contendo lâminas circulares de aço inoxidável ou de vidro, através de enumeração em placa das células aderidas nas superfícies. As estruturas dos biofilmes foram observadas por meio de microscopia de fluorescência (para o sistema de microplaca de 24 poços contendo lâminas circulares de aço inoxidável) e através de microscopia confocal a laser (para o sistema com câmaras com fundo de vidro). Para isso...

Avaliação da expressão de genes de virulência por Listeria monocytogenes em alimentos modelos; Expression of virulence genes by Listeria monocytogenes in model food systems

Silva, Lilian Pereira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
67.13%
O controle da contaminação de alimentos por Listeria monocytogenes é um desafio para a indústria, pois a bactéria é tolerante a muitas condições adversas que são empregadas para conservação de alimentos. L. monocytogenes é uma bactéria patogênica e pode causar doença de natureza não entérica grave, em pessoas imunocomprometidas, idosas e durante a gestação. No presente estudo foi avaliada a expressão gênica de duas linhagens L. monocytogenes IAL 633 sorotipo 1/2a mais comumente isoladas de alimentos e L. monocytogenes ATCC 19115 sorotipo 4b mais comumente encontradas em surtos hospitalares, utilizando caldos modelos formulados a partir de extratos de carne e peptona de peixe, suplementados ou não com glicose, cloreto de sódio, orégano, pimenta do reino e uma mistura desses ingredientes. Os caldos modelos formulados e suplementados ou não com os ingredientes foram incubados por 1 hora a 25ºC e em seguida, foi realizada extração de RNA e síntese de DNA complementar (cDNA). O cDNA foi amplificado e quantificado por PCR em tempo real, com primers para os genes alvos prfA, inlA, actA e hly, que codificam respectivamente o fator regulador positivo, internalina A, actina e hemolisina, relacionados à virulência desta bactéria. L. monocytogenes IAL 633 sorotipo 1/2a cultivada em caldo de carne acrescido de glicose diminuiu a expressão de prfA...

Bactérias láticas produtoras de bacteriocinas em salame: isolamento, caracterização, encapsulação e aplicação no controle de Listeria monocytogenes em salame experimentalmente contaminado; Bacteriocin-producing lactic acid bacteria in salami: isolation, characterization, encapsulation and application for the control of listeria monocytogenes in experimentally contaminated salami

Barbosa, Matheus de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
67.09%
A tecnologia da microencapsulação apresenta várias aplicações na indústria de alimentos. Sabendo-se que diferentes fatores intrínsecos e extrínsecos dos alimentos podem influenciar a produção e atividade antimicrobiana das bacteriocinas produzidas pelas bactérias láticas, este estudo teve como principal objetivo avaliar a funcionalidade da encapsulação de bactérias láticas (BAL) bacteriocinogênicas em alginato de cálcio no controle de Listeria monocytogenes em salame experimentalmente contaminado. Para atingir este objetivo, foram isoladas novas cepas de BAL a partir de salame, que foram identificadas e caracterizadas quanto às propriedades das bacteriocinas produzidas, avaliando-se a influência do processo de encapsulação na produção de bacteriocinas. Foram isoladas quatro cepas produtoras de bacteriocinas, identificadas como Lactobacillus sakei (uma cepa), Lactobacillus curvatus (duas cepas) e Lactobacillus plantarum (uma cepa), nomeadas MBSa1, MBSa2, MBSa3 e MBSa4, respectivamente. As bacteriocinas produzidas pelas quatro cepas foram termoestáveis e com exceção da cepa MBSa2, sensíveis a pH acima de 8. Todas inibiram todas as cepas de Listeria monocytogenes testadas e várias espécies de BAL, mas foram inativas contra bactérias Gram negativas. As bacteriocinas foram purificadas por cromatografia de troca iônica seguida de cromatografia de interação hidrofóbica sequencial e cromatografia de fase reversa...

Listeria monocytogenes : um perigo presente nos alimentos

Guahyba Bisneto, João Pereira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.12%
As doenças transmitidas por alimentos (DTA’s) representam um grande problema em saúde pública, sendo responsáveis por doenças de gravidade variável e óbitos em todo o mundo, ocasionando um enorme impacto social e econômico nas comunidades e seus sistemas de saúde. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 75% das doenças que tem afetado o homem nos últimos dez anos são causadas por patógenos presentes em animais ou em produtos de origem animal. Muitos estudos têm demonstrado que os principais alimentos responsáveis pela veiculação de patógenos ao homem são as carnes e seus derivados, havendo consenso mundial de que a L. monocytogenes está entre os microorganismos de maior relevância. Existem relatos de surtos associados ao consumo de leite, queijos, carne bovina, suína, aves e peixes. A Listeria monocytogenes é uma bactéria responsável pela doença de origem alimentar denominada de listeriose. Apesar da baixa incidência, a listeriose representa um importante risco à saúde pública, pelo grau de severidade de sua infecção e pelo alto índice de mortalidade (20% a 30%). A Listeria monocytogenes pode causar infecções do sistema nervoso central (meningite, encefalite e meningoencefalite)...

Rastreamento de Listeria monocytogenes em industrias processadoras de queijo frescal tipo latino, nos Estados Unidos da America, empregando a subtipagem molecular .; Tracking of would listeria monocytogenes in processing industries of frescal cheese Latin type, in the United States of America, using the molecular subtipagem.

Dirce Yorika Kabuki
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
67.09%
Os queijos frescais estilo Hispânico são alimentos de alto risco à contaminação por L. monocytogenes e já foram associados à pelo menos dois surtos de listeriose nos Estados Unidos da América. O conhecimento maior das fontes de contaminação por L. monocytogenes no processamento de queijos frescos tipo Hispânico é crítico para permitir o desenvolvimento de estratégias mais eficazes para o controle deste perigo. Neste trabalho, foi realizado um diagnóstico da contaminação por L. monocytogenes em três indústrias processadoras de queijos frescais tipo Hispânico, nos Estados Unidos. Um total de 246 amostras ambientais foi coletado e analisado para L. monocytogenes utilizando-se o método preconizado pela "Food and Drug Administration" (FDA) e o método "Biosynth L. monocytogenes detection system" (LMDS). As amostras de queijo, produzidos nestas indústrias (n=111), foram analisadas utilizando-se o método da FDA, modificado pela inclusão dos meios de cultura "L. monocytogenes plating medium" (LMPM) e "Listeria monocytogenes confirmatory plating medium" (LMCM) utilizados no método LMDS. L. monocytogenes foi detectada em 6,3% dos queijos e 11,0% das amostras ambientais. Dentre as amostras ambientais, aquelas obtidas de caixa vazada de plástico...

Avaliação da qualidade higio-sanitária da carne de frango: pesquisa de Listeria monocytogenes por PCR

Caleiro, Patrícia Alexandra Costa Silva Rufino
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em 23/04/2009 POR
Relevância na Pesquisa
67.17%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; O consumo de carne de frango, nas diferentes apresentações existentes, tem em Portugal uma enorme expressão, pelo que a segurança destes produtos é de extrema importância. A Listeria monocytogenes é ubiquitária, adaptando-se facilmente a ambientes refrigerados e com possibilidade de aumentar a sua termotolerância quando submetida a stress térmico o que a torna um enorme desafio para a garantia da segurança alimentar. A listeriose, doença causada pela infecção por Listeria monocytogenes no homem, é particularmente grave em grávidas, recém-nascidos, crianças, idosos e imunodeprimidos ou debilitados, todos eles potenciais consumidores de carne de frango uma vez que se trata de um alimento nutritivo e equilibrado muito adequado à alimentação destes indivíduos. A prevalência da doença embora reduzida, tem vindo a aumentar registando uma taxa de mortalidade elevada. Os frangos são portadores de Listeria monocytogenes, excretando a bactéria e contaminando as caixas de transporte, as linhas de abate e os locais de manipulação das carcaças e derivados resultantes da desmancha. O peito de frango, chega ao consumidor final na forma refrigerada e em embalagem de atmosfera modificada...

Contributo para uma avaliação de risco de Listeria monocytogenes em queijo Serra da Estrela

Guilherme, Vanda Maria Pereira
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 23/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.1%
Dissertação de Mestrado em Segurança Alimentar; Durante o fabrico do queijo podem estar presentes microrganismos indesejáveis e até mesmo patogénicos, como Listeria monocytogenes. Este microrganismo, ubiquitário, é considerado um agente patogénico emergente como revelam os dados do último relatório da European Food Safety Authority. A sua importância está relacionada com a sua resistência a factores de stress, como concentrações de sal elevadas e pH ácido, com a sua capacidade de crescer em refrigeração, ocorrência em vários alimentos e responsabilidade por diversos surtos (inclusive em Portugal), envolvendo a ingestão de alimentos manipulados inadequadamente, crus ou mal cozinhados, incluindo o queijo. O queijo Serra da Estrela (QSE) é um produto tradicional importante pela sua qualidade gastronómica e tradição que encerra. Existem registos da ocorrência de Listeria spp. neste produto, importando estabelecer-se qual o risco para o consumidor e como varia este com as possíveis medidas de controlo. Nestas incluem-se não só as práticas de higiene e de manufatura a melhorar, mas também as condições de conservação praticadas pelo consumidor de queijo Serra da Estrela. O objectivo deste trabalho é contribuir com os elementos necessários à construção de um modelo de avaliação de risco de listeriose por consumo de produtos tradicionais prontos-a-comer. Os dados recolhidos e produzidos no âmbito deste projecto são referentes às condições de crescimento de Listeria monocytogenes e sua averiguação nas queijarias da região demarcada da Serra da Estrela...

COMPARA????ES FILOGEN??MICAS ENTRE CEPAS DE Listeria monocytogenes ISOLADAS DE DIFERENTES FONTES E REGI??ES GEOGR??FICAS.; PHYLOGENOMIC COMPARISONS BETWEEN Listeria monocytogenes STRAINS ISOLATED FROM DIFFERENT SOURCES AND GEOGRAPHIC REGIONS.

NAL??RIO, ??len Silveira
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia Agroindustrial; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia Agroindustrial; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.14%
Listeria monocytogenes is the causative agent of listeriosis which may cause a range of diseases from gastroenteritis, meningitis and death. In fact, disease outcome can be related to strain serotype/lineage thus molecular analyses has demonstrated that L. monocytogenes is a highly diverse species which can be grouped into three lineages. Whole-genome microarray can be employed to study phylogenetic relationships among Listeria strains either species or serotype level, in addition to demonstrate differences on their virulence potential and/or environmental adaptation. The aim of this study was the whole genome comparison of L. monocytogenes strains from different origins. Ninety-nine L. monocytogenes strains from different geographical origins (Brazil, Denmark, Austria, Ireland, USA and unknown), including clinical strains (humans and animals), food and food industries strains were analysed. DNA from all strains were competitively hybridized on to a L. monocytogenes DNA microarray based on the whole-genome sequence L. monocytogenes EGD-e. DNA labeling and hybridization protocol were followed according to Dorrell et al., (2001). Data acquisition, processing and comparative phylogenomics were performed as previously described by Stabler et al. (2006). Comparative phylogenomics clustered the L. monocytogenes strains into two central clades which is representative of the two main lineages of this species. In addition each of these clades were divided into two further subclades. Clade formation was independent of the geographical origin of strains with the exception of the clade containing persistent strains (strains that persist in food-processing environment)...

Occurrence of Listeria monocytogenes in cheese and ice cream produced in the State of Paraná, Brazil; Ocorrência de Listeria monocytogenes em queijos e sorvetes produzidos no Estado do Paraná, Brasil

Abrahão, Wanda Moscalewski; Abrahão, Paulo Roberto da Silva; Monteiro, Cristina Leise Bastos; Pontarolo, Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2008 ENG
Relevância na Pesquisa
67.09%
The occurrence of Listeria monocytogenes in Brazilian ice cream and in some soft and semi-soft cheeses produced and sold in the State of Paraná, Brazil was evaluated. Ninety samples of cheese and sixty samples of ice creams were analyzed following the guidelines outlined by the official institutes, AOAC and FDA. In the ice cream samples no isolation of Listeria spp. was found. The percentage of these ninety samples of cheeses positive for Listeria spp. was 12.20%. Listeria monocytogenes was detected in six (6.70%) of the same samples. The presence of Listeria innocua was five (5.50%) in the samples analyzed was also observed. According to the results of the work it is possible to presume that there is a potential health risk to the brazilian population, heightened by aging and the increase in immunodepressed. These results indicate the need for the implementation of monitoring of these microorganisms as much by producers as by health inspectors. The results also show that the VIP (visual immunoprecipitation assay) is a viable triage method of contaminated samples for the liberation of products for commercialization, as it is quick, reliable and does not require additional equipment other than that normally found in production labs...

INCIDÊNCIA DE Listeria monocytogenes EM QUEIJO DE COALHO REFRIGERADO PRODUZIDO INDUSTRIALMENTE

CASTELO BRANCO, MARIA AURINEIDE DE ABREU; DE FIGUEIREDO, EVÂNIA ALTINA TEIXEIRA; BORGES, MARIA DE FÁTTIMA; DA SILVA, MARIA CRISTINA DELGADO; DESTRO, MARIA TEREZA
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2005 POR
Relevância na Pesquisa
67.18%
Avaliou-se a incidência de Listeria monocytogenes em queijo de coalho, produzido industrialmente e comercializado sob refrigeração na cidade de Fortaleza- CE (Brasil). Também foram avaliadas as condições de pH e de atividade de água nas amostras contaminadas com espécies de Listeria. Foram analisadas 84 amostras de queijo de coalho industrializado de diferentes marcas empregando o TECRA Listeria Visual Immunoassay (LISVIA) modificado. Das 84 amostras, 16 (19%) estavam contaminadas com Listeria monocytogenes, 5 (5,9%) com Listeria innocua e 1 (1,2%) com Listeria grayi. Listeria monocytogenes foi isolada na faixa de pH de 5,75 a 6,37 e em atividade de água entre 0,949 e 0,970. O TECRA LISVIA detectou a presença de Listeria spp. em 9 (10,7%) amostras. Todas as amostras positivas no teste rápido foram confirmadas por testes culturais e bioquímicos e em todas foi detectada a presença de Listeria monocytogenes. O plaqueamento das amostras negativas na leitura visual do teste rápido permitiu o isolamento de Listeria spp. em 8 amostras e em 7 foi detectada a presença de Listeria monocytogenes. INCIDENCE OF Listeria monocytogenes IN INDUSTRIALLY MANUFACTURED REFRIGERATED “COALHO” CHEESE Abstract Incidence of Listeria monocytogenes in “coalho” cheese industrially manufactured and commercialized in refrigerated temperature in the city of Fortaleza...