Página 1 dos resultados de 22 itens digitais encontrados em 0.037 segundos

Estudo da toxicidade induzida pelo antiinflamatório sulindaco e seus metabólitos sulfona e sulfeto; Study of the toxicity induced by the anti-inflammatory sulindac and its metabolites, sulindac sulfone and sulindac sulfide

Leite, Samara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
35.98%
O sulindaco é um antiinflamatório não esteroidal (AINE) classificado quimicamente como ácido carboxílico, da classe dos acetatos, que inibe de forma não seletiva a cicloxigenase 1 e 2. Terapeuticamente, é utilizado como agente analgésico e antiinflamatório para o tratamento de sintomas da artrite reumatóide aguda e crônica, osteoartrite e espondilite anquilosante, no entanto, seu uso não está restringido somente a estas patologias, pois apresenta atividade quimiopreventiva, sendo atualmente também utilizado para este fim, apesar de inúmeros relatos de toxicidade gastrointestinal e hepática terem sido relatados na literatura. Ele é ingerido como um pró-fármaco, e por reações de biotransformação hepática origina um metabólito reduzido (sulindaco sulfeto, ativo farmacologicamente) e outro oxidado (sulindaco sulfona, inativo). Para avaliar os efeitos do sulindaco e seus metabólitos, foram realizados estudos in vitro em mitocôndrias isoladas de fígado de rato, para explorar aspectos mecanísticos de toxicidade mitocondrial, e ensaios com linhagem celular de hepatoma humano HepG2, para avaliar seus efeitos após metabolização, uma vez que estas células mantém enzimas responsáveis pelas reações de biotransformação de fase I e II. Nossos resultados demonstram que o sulindaco sulfeto estimula a respiração de estado 4 e promove a liberação de cálcio pré-acumulado pela organela de maneira concentração-dependente...

Relação entre eficiência fotodinâmica, citotoxicidade e propriedades moleculares de corantes para aplicação em terapia fotodinâmica; Relation between photodynamic efficiency, cytotoxic and molecular properties of dyes for application in photodynamic therapy

Buck, Suélen Tadéia Gasparetto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
25.9%
A terapia fotodinâmica consiste em uma nova e promissora técnica de tratamento de câncer. O tratamento se baseia na administração tópica ou sistêmica de um fotossensibilizador, que se acumula seletivamente em tecido tumoral. Na presença de luz e oxigênio o fotossensibilizador produz espécies tóxicas levando as células à morte. Neste trabalho foi determinada a eficiência fotodinâmica dos corantes fenotiazínicos (Azul de Metileno e Azul de Toluidina O) e xantenos (Rose Bengal, Eritrosina B, Eosina Y e Fluoresceína) através da comparação dos valores de concentração inibitória media (IC50) em células tumorais HEp-2; atividade fotodinâmica utilizando o ácido úrico como dosímetro químico; interação com proteína através da constante de ligação (KA) com BSA e coeficiente de partição em octanol-água (logP). Os resultados foram relacionados com as propriedades moleculares destes corantes afim de se obter uma melhor compreensão de suas estruturas e fornecer subsídios para o planejamento de novos e melhores compostos para serem utilizados como fotossensibilizadores em PDT. Os experimentos mostraram que os fenotiazínicos são mais citotóxicos nesta linhagem celular do que os xantenos, sendo que o Azul de Toluidina O possui o menor valor de IC50. Dentre os xantenos...

Clonagem e expressão de fator IX recombinante em células 293T e SK-Hep-1 e caracterização das células produtoras; Cloning and expression of recombinant factor IX in 293T and SK-Hep-1 cells and characterization of producing cells

Bomfim, Aline de Sousa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.29%
O fator IX (FIX) da coagulação sanguínea é uma proteína dependente de vitamina K de grande valor farmacêutico no tratamento da Hemofilia B, o qual é baseado na administração do fator de coagulação derivado de plasma humano ou da proteína recombinante produzida em células murinas. A terapia baseada nestas abordagens apresenta alto custo e está associada às contaminações com vírus e príons, além do desenvolvimento de inibidores de FIX. Esses efeitos aumentam o risco de morbidade e mortalidade relacionadas às hemorragias. Neste trabalho, clonamos o cDNA do FIX em um vetor lentiviral e avaliamos a expressão da proteína recombinante em duas linhagens celulares humanas. A clonagem do cDNA do FIXh no vetor de expressão lentiviral 1054 foi confirmada através da análise com enzimas de restrição específicas obtendo-se as bandas esperadas de 1407 pb e 10054 pb visualizadas em gel de agarose. As linhagens celulares 293T e SK-Hep-1 foram transduzidas com o vetor lentiviral 1054-FIX gerado em nosso laboratório e as células que apresentaram maior expressão de EGFP foram selecionadas e separadas por citometria de fluxo. A quantificação da expressão de FIXrh foi realizada por ensaios de ELISA e cromogênico. A quantificação de FIXrh total foi de 500 ng/106 células para a linhagem 293T e 803 ng/106 células para a linhagem SK-Hep-1. A atividade biológica específica de FIXh nas células 293T e SK-Hep-1 foi 0...

Ação do extrato de glândulas salivares de fêmeas do carrapato Rhipicephalus sanguineus (Latreille, 1806) sobre a inibição da proliferação de células de linhagem tumoral

Anholeto, Luís Adriano
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 114 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
26.17%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Processo FAPESP: 2013/00654-0; Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Celular e Molecular) - IBRC; Ticks, hematophagous ectoparasites produces saliva that presents molecules capable of modulating the immune-inflammatory and hemostatic system of the host. The present study was performed to characterize the salivary gland extract of female Rhipicephalus sanguineus (Latreille, 1806) fed for four days in rabbits by mass spectrometry (LCMS-IT-TOF) by shotgun strategy, which identified 14 proteins with diverse functions: as structural components of cell junctions, cytoskeleton, the nucleosome, and protein with anticoagulant and antiinflammatory actions corroborating data in the literature. In this study, we attempted to also examine the antitumor potential of this extract on tumor cell lines SK HEP-1 and HEP-G2, by MTT assay; analysis by Laser Scanning Confocal Microscopy techniques, and pattern analysis of mRNA transcription involved in cell death by apoptosis, including the products of genes Bax, Bcl-2, Caspases 3 and 9 Fas and Interleukin-1 α. The results showed that the extract obtained in concentration of 50 μg/ml significantly inhibited the proliferation of both cell lines tested. In the analysis of cores and actin filaments...

Estabelecimento de modelos celulares para análise in vitro dos mecanismos de virulência de neisseria meningitidis; Stablishment of cellular models in order to an in vitro analysis of Neisseria meningitides mechanisms of virulence

Rafaella Fabiana Carneiro Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.08%
Neisseria meningitdis, ou meningococo, é uma bactéria comensal da nasofaringe humana. Contudo, algumas linhagens meningocócicas ocasionalmente ultrapassam a mucosa respiratória e a barreira hematoencefálica e causam enfermidades como meningite e septicemia. Como a espécie humana é o único hospedeiro natural para esse patógeno, estudos in vitro com modelos celulares são uma ferramenta importante para a análise da interação entre o meningococo e seu hospedeiro. Este trabalho teve por objetivo avaliar a influência de diferentes linhagens de N. meningitidis na adesão celular, morfologia e expressão de quimiocinas inflamatórias em culturas in vitro de células humanas. Tais parâmetros também foram avaliados em um sistema in vitro de co-cultura celular entre células de origem nervosa e endotelial a fim de mimetizar a barrreira hematoencefálica humana. Os resultados obtidos indicam que a adesão de diferentes linhagens bacterianas em células humanas de sítios específicos do processo infeccioso do meningococo, como Hep-2 (laringe), NCIH460 (pulmão), Hec1b (endotelial) e NG97 (neuroglia) foi capaz de mimetizar o processo fisiopatológico deste microrganismo. Em condições in vitro, células de origem nervosa mostraram-se mais suscetíveis à infecção nos parâmetros avaliados como uma elevada expressão de TNF-α...

Fator citotóxico vacuolizante (VCF) produzido por Aeromonas veronii biovar sóbria inibe o crescimento de células tumorais humanas; Vacuolating cytotoxic factor (VCF) produced by Aeromonas veronii biovar sóbrias inhibits growth of human tumor cells

Luciana de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.02%
Aeromonas são bacilos Gram-negativos, anaeróbios facultativos, ermentadores, oxidase e catalase positivos, ubíquos em ambientes aquáticos e capazes de causar uma variedade de doenças em humanos, principalmente gastroenterite. As espécies mais comumente associadas com infecções em humanos são A. hydrophila, A.caviae e A. veronii biovar sobria. Entre os vários fatores de virulência descritos, Aerolisina é considerada um dos principais fatores de virulência do genero Aeromonas, sendo esta além de provocar a lise em eritrócitos de carneiro tem atividade enterotóxica. Recentemente foi descrito pelo nosso uma enterotoxina citotóxica denominada Fator Citotóxico Vacuolizante (VCF), diferente de Aerolisina biologica e molecularmente, no sobrenadante da cultura de Aeromonas veronni biovar sobria, isoladas de casos clinicos. O VCF purificado apresentou atividade citotóxica em linhagens de células tumorais humanas tais como, HEp-2, Caco-2, HeLa e NCI-H 292. No ensaio de efeito anti-proliferativo o VCF apresentou potencial atividade de inibição de crescimento de células tumorais NCI-ADR/RES, uma linhagem celular com resistência a múltiplas drogas de quimioterapia e K562, uma linhagem de células leucêmicas. Estes resultados sugerem que o VCF apresenta potencial toxigênico sobre células tumorais de origem humana.; Aeromonas is a Gram-negative...

Atividades antifúngica, citotóxica (células tumorais humanas) e hemolítica de cumarinas naturais e semi-sintéticas

Montagner, Cristina
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 125 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia.; As atividades antifúngica, citotóxica e hemolítica de 40 cumarinas foram avaliadas frente às espécies fúngicas: Candida albicans, Aspergillus fumigatus e Fusarium solani, três linhagens de células tumorais humanas: Caco-2 (adenocarcinoma colo retal), HCT-8 (adenocarcinoma ileocecal) e HEp-2 (carcinoma epidermóide de laringe) e eritrócitos humanos do grupo sangüíneo "O" Rh positivo. Entre os compostos cumarínicos estudados, encontram-se as cumarinas simples (monossubstituídas, dissubstituídas e trissubstituídas), as cumarinas preniladas, as furano e piranocumarinas. Para cada uma destas cumarinas foram determinadas as concentrações inibitórias mínimas (CIM) pelo método de microdiluição em caldo, a CC50, ou seja, a concentração de cada amostra que reduziu em 50% a viabilidade celular, pelo ensaio colorimétrico com sal de tetrazolium (MTT) e a porcentagem de hemólise. Os resultados foram expressos em mM. As atividades antifúngica, citotóxica e hemolítica das cumarinas monossubstituídas estudadas não dependeram dos padrões de substituição no núcleo cumarínico, nem mesmo das características dos grupos substituintes. Entre as cumarinas monossubstituídas...

Conjuntivite hemorrágica aguda causada pela variante do coxsackievirus A24, em Belém, Pará, Brasil, 1987

Santos,Elisabeth de O.; Macedo,Olinda; Gomes,Maria de Lourdes C.; Nakauth,Célia Maria
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1989 PT
Relevância na Pesquisa
45.78%
Durante um surto de conjuntivite hemorrágica aguda (CHA), ocorrido em Belém, Pará, Brasil, em 1987, foi feita investigação etiológica clínica e laboratorial, atendidos 83 pacientes e colhidos espécimes da conjuntiva, orofaringe e soro. Na linhagem celular HEP-2 obteve-se 73 isolamentos de um enterovírus posteriormente identificado pelo Centers for Disease Control (CDC), Atlanta, Geórgia, USA, como sendo uma variante do coxsackievirus A24. Em 56 pares de soro foram realizados testes de neutralização para o EV70 e para a cepa isolada, tendo havido 57% (32) de conversão sorológica para essa última.

Purificação, caracterização estrutural e funcional da lectina do veneno de Bothrops leucurus: Modulação de eventos citotóxicos após a irradiação gamma

dos Santos Nunes, Erika; Tereza dos Santos Correia, Maria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
25.98%
Lectinas são proteínas ou glicoproteínas de origem não imune cuja ligação reversível e específica a carboidratos resulta em aglutinação celular. Bothrops leucurus, serpente da Família Viperidae, representa um sério problema médico para a região Nordeste do Brasil. Uma lectina ligante de galactosídeo (BlL) foi purificada do veneno da serpente Bothrops leucurus através da combinação de cromatografia de afinidade e gel filtração. BlL aglutinou eritrócitos de coelho e humano, com preferência para eritrócitos de coelho, sendo especificamente inibida por galactose, rafinose e lactose, bem como por glicoproteinas. BlL é uma proteína ácida, com massa molecular de 30 kDa e composta de duas subunidades de 15 kDa, exibiu dependência de cátions divalentes, foi principalmente ativa em pH 4.0 a 7.0 e termoestável até 70°C. O espectro de emissão de fluorescência mostrou resíduos de triptófano completamente encobertos na sua estrutura. Dicroísmo Circular de BlL foi típico de uma proteína toda estrutural. BlL mostrou ser efetivo contra bactérias gram-positivas (Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis e Bacillus subtilis). A atividade antitumoral de BlL foi avaliada em relação ao seu potencial citotóxico em linhagem tumoral (K562...

Atividades antimicrobiana, citotóxica, antitumoral e antiinflamatória de extratos brutos de Lippia alba (Mill.) N. E. Brown

dos Santos Aguiar, Jaciana
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
25.96%
Lippia alba (Mill.) N. E. Brown (Verbenaceae), amplamente distribuída em todo o território brasileiro, é conhecida popularmente como erva cidreira e utilizada na medicina popular como analgésica, febrífuga, antiinflamatória, antigripal e nas afecções hepáticas. Plantas cultivadas na horta medicinal do Laboratório de Fitoterapia da Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária (IPA) foram utilizadas na produção de extratos brutos, para os quais atividades antimicrobiana, citotóxica, antitumoral e antiinflamatória foram avaliadas. Os testes de atividade antimicrobiana foram realizados frente a bactérias Gram-positivas, Gram-negativas, álcool-ácido resistente, fungo filamentoso e levedura. A atividade citotóxica de extratos clorofórmico da raiz e etanólico das folhas, foi avaliada frente à linhagem celular HeLa (derivada de adenocarcinoma de cérvix humano). A DL50 foi determinada para extratos clorofórmicos da raiz e etanólicos das folhas e estes extratos testados para avaliação de ação antitumoral, frente ao Sarcoma 180, e ação antiinflamatória, pelo método do bolsão de ar, em camundongos albinos suíços (Mus musculus). Os resultados foram expressos como médias ± desvios padrão e médias ± erro padrão médio e para a análise estatística dos dados foi utilizado o teste de análise de variância (ANOVA)...

Estudo químico e biológico de espécies do gênero Cnidoscolus presentes no ecossistema caatinga com potencial atividade terapêutica

José da Silva Peixoto Sobrinho, Tadeu; Lúcia Cavalcanti de Amorim, Elba (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.03%
Conhecidas por urtiga, as espécies pertencentes ao gênero Cnidoscolus despertam grande interesse científico. Possuem, entre outras, atividade antiinflamatória e antitumoral do sistema genito-urinário, antimicrobiana e anti-séptica. Os objetivos desta tese foram determinar o perfil fitoquímico e avaliar a atividade biológica dos extratos brutos e frações de quatro espécies medicinais de Cnidoscolus (C. infestus Pax & K. Hoffm., C. pubescens Pohl, C. quercifolius Pohl e C. urens (L.) Arthur) presentes em levantamentos etnobotânicos da Caatinga. As coletadas foram realizadas nos estados de Pernambuco (Altinho e Buíque) e Paraíba (Soledade) e o material testemunho foi depositado no Herbário UFP Geraldo Mariz do Centro de Ciências Biológicas/UFPE. O conteúdo de fenóis totais e taninos foram determinados pelo método Folin-Ciocalteu e o conteúdo de flavonóides pelo método de complexação com cloreto de alumínio. A atividade antioxidante foi analisada pelo ensaio do DPPH e ensaio quelante do íon ferroso (FIC). A caracterização fitoquímica foi realizada por cromatografia em camada delgada com eluentes e reveladores específicos. O método de difusão em ágar e Concentração Inibitória Mínima (CIM) foram utilizados para determinar a atividade antimicrobiana dos extratos brutos e frações. A toxicidade seletiva foi avaliada frente às larvas de Artemia salina Leach e a atividade citotóxica frente às linhagens HT-29...

Avaliação da inibição do crescimento tumoral pelo tratamento com ácido valpróico, atorvastatina e pioglitazona isoladamente e em associação

Luiz de Souza Barros, André; Gonçalves da Silva, Teresinha (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
25.91%
O câncer constitui um grande problema de saúde pública e é, atualmente, a segunda principal causa de morte por doença no mundo. Os agentes farmacológicos utilizados no tratamento do câncer incluem uma grande variedade de compostos que atuam de várias formas, nos mecanismos de sobrevivência, proliferação e migração celular. Dentre as novas classes de fármacos em estudo para tratamento do câncer estão os inibidores das histonas deacetilase (iHDAC), inibidores da 3-Hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase (HMG-CoA redutase) e os agonistas do receptor gama ativado pelo proliferador de peroxissomo (PPAR). O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial antitumoral e os efeitos toxicológicos, em modelos experimentais in vitro e in vivo, do ácido valpróico (inibidor de histonas deacetilases), da atorvastatina (inibidor da HMG-CoA redutase), e da pioglitazona (agonista do PPAR) isoladamente e em combinação. A avaliação da citotoxicidade foi realizada pelo método do MTT, nas linhagens de NCI-H292, Hep-2, K562 e carcinoma de Ehrlich (C.E). Os resultados apresentados no ensaio do MTT mostraram que o ácido valpróico, usado isoladamente, é citotóxico na linhagem de C.E com CI50 de 10,8 μg.mL-1. A atorvastatina usada isoladamente mostrou CI50 de 5...

Estudos farmacognósticos de Adenocalymma imperatoris- maximilianii (wawra) L. G. Lohmann e atividade biológica (bignoneaceae)

Oliveira, Gibson Gomes de; Melo, Sebastião José de (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
25.93%
Adenocalymma imperatoris-maximilianii (Wawra) L.G. Lohmann (Bignoniaceae) é uma liana conhecida como cipó-amarelo no Nordeste brasileiro, utilizada para afecções da pele e como alimento para caprinos. O presente estudo teve como objetivo caracterizar a morfoanatomia, histoquímica, realizar prospecção fitoquímica e atividades biológicas, frente a vírus, bactérias e linhagens de células tumorais, dos extratos aquosos, metanólicos, hexânicos, clorofórmicos, diclorometânicos e acetato de etila, das raízes, caules, folhas e flores. Para o estudo anatômico foram utilizadas técnicas para montagem de lâminas semipermanentes. Na prospecção fitoquímica preliminar (extrato metanólico) utilizou-se cromatografia em camada delgada (CCD) e cromatográfia a gás- acoplada a espectométria de massa-CG-EM (extratos: hexano, clorofórmio, diclorometano e acetato de etila). Para a análise antiviral, foi utilizada linhagem celular BHK-21-rep-FA17D-LucNeoIres. Para os testes antibacterianos utilizou-se metodologia de Concentração Inibitória Mínima e Bactericída frente á Staphylococcus aureus (CIM e CBM). Para análise citotóxica frente ás linhagens celulares: NCI-H292-carcinoma mucoepidermoide de pulmão humano; HEp-2-carcinoma de laringe humana; HL-60 -leucemia promielocitica aguda e MCF-7-câncer de mama humano...

Avaliação da atividade antimicrobriana, citotóxica e efeitos genotóxicos da prodigiosina produzida por Serratia marcescens UFPEDA 398

Cantalice, Jeanne Cristina Lapenda Lins
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
25.91%
A prodigiosina, pigmento vermelho natural, é um alcaloide produzido por Serratia marcescens e pertencente à família das prodigininas cujos pigmentos apresentam em sua estrutura química três anéis cíclicos pirrólicos. Este pigmento tem despertado, nos últimos anos, um crescente interesse das diversas áreas como médica, farmacêutica e industrial pela inúmeras atividades biológicas descritas como antimicrobianas, antimalárica e antitumoral. Este trabalho tem por objetivo avaliar a atividade antimicrobiana da prodigiosina frente a micro-organismos Grampositivos e Gram-negativos patogênicos, avaliar a atividade citotóxica do pigmento em linhagens de células tumorais e seus os efeitos genotóxicos. O pigmento vermelho foi isolado e identificado a partir da biomassa de Serratia marcescens UFPEDA 398 cujas as frações foram separadas e purificadas por cromatografia em coluna TLC, identificadas por cromatografia em camada delgada CCD e caracterizadas por cromatografia de massa GCMS sendo em seguida os dados obtidos comparados com a biblioteca computadorizada de valores em massa / elétrons (m / e) onde o pigmento vermelho caracterizado correspondeu a prodigiosina com máxima absorção em 534 nm e peso molecular de 323. Para avaliar a atividade antimicrobiana da prodigiosina foram realizados testes de difusão em discos frente aos micro-organismos Escherichia coli UFPEDA 224...

Avaliação da atividade citotóxica e dos possíveis mecanismos de ação de novos derivados 4-tiazolidinonas

Rodrigues, Maria do Desterro; Nascimento, Silene Carneiro do (Orientadora); Militão, Gardênia Carmem Gadelha (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
26.01%
Os compostos 4 - tiazolidinonas tem despertado grande interesse pela sua diversidade estrutural e descoberta de um grande número de atividades biológicas. O presente estudo avaliou a atividade citotóxica de novos derivados de 4- tiazolidinonas dos quais seis foram considerados ativos com percentual de inibição de crescimento celular superior a 75% pelo teste do MTT. Os compostos foram testados nas seguintes linhagens de células tumorais humanas: NCI-H 292 (carcinoma mucoepidermóide de pulmão); HT – 29 (carcinoma humano do cólon, HEp – 2 (carcinoma epidermóide de laringe); HL- 60 (leucemia promielocítica aguda) e K562 (leucemia mielocítica crônica). Nos seis compostos considerados ativos foi realizado o estudo da concentração que inibe 50% do crescimento celular (IC50) em sete concentrações seriadas que variaram de 0,39 a 25 μg/mL. O análogo 2-[(2-piridinyl-metileno)hydrazono]-4-thiazolidinonas (composto 2) apresentou melhores resultados com valores de IC50 entre 0,5 e 3,3 μg/mL nas linhagens testadas e por esse motivo foi escolhido para prosseguir com o estudo sobre mecanismo de morte celular frente à linhagem de células tumorais HL-60, na qual apresentou menor valor de CI50 no tempo de 48 h (CI50 = 3,04 μg/mL). A doxorrubicina foi utilizada como controle positivo e apresentou CI50 de 48 horas igual a 0...

Drifter technique: a new method to obtain metaphases in Hep-2 cell line cultures

LIMA, Eleonidas Moura; RISSINO, Jorge Dores; GUIMAR?ES, Adriana Costa; OVERAL, David James; KHAYAT, Andr? Salim; SOUZA, Patr?cia Carvalho de; CHRISTOFOLINI, Denise Maria; SMITH, Mar?lia de Arruda Cardoso; RODR?GUEZ BURBANO, Rommel Mario
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
106.3%
A linhagem celular Hep-2 ? formada por c?lulas de carcinoma da laringe e ? muito utilizada em modelos de carcinog?nese e mutagen?se. Para avaliar o potencial proliferativo desta linhagem, desenvolvemos uma metodologia citogen?tica (t?cnica do sobrenadante) para obten??o de met?fases a partir de c?lulas que, ao entrarem em mitose, perdem ades?o celular, ficando em suspens?o no meio de cultura. Atrav?s deste procedimento, foram contadas 2000 c?lulas, correspondendo a um ?ndice mit?tico (IM) de 22.2% . Apesar de o IM obtido por esta t?cnica n?o ter sido estatisticamente diferente do IM obtido por outras metodologias citogen?ticas cl?ssicas, a t?cnica do sobrenadante ? vantajosa porque elimina o uso de alguns reagentes utilizados na obten??o de met?fases e tamb?m diminui o consumo de reagentes de manuten??o desta linhagem.; ABSTRACT: The Hep-2 cell line is derived from laryngeal carcinoma cells and is often utilized as a model in carcinogenesis and mutagenesis tests. To ABSTRACT: evaluate the proliferative potential of this line, we developed a cytogenetic methodology (drifter technique) to obtain metaphases from cells that loose cellular adhesion when they underwent mitosis in culture. By this procedure, 2000 cells were counted...

3? Consenso Brasileiro para pesquisa de autoanticorpos em c?lulas HEp-2 (FAN): recomenda??es para padroniza??o do ensaio de pesquisa de autoanticorpos em c?lulas HEp-2, controle de qualidade e associa??es cl?nicas

DELLAVANCE, Alessandra; GABRIEL J?NIOR, Alexandre; NUCCITELLI, Barbara; TALIBERTI, Ben-Hur Braga; VON M?HLEN, Carlos Alberto; BICHARA, Carlos David Ara?jo; SANTOS, Cl?udio Henrique Ramos dos; BUENO, Cleonice; YANO, Cristiane Martinez; MANGUEIRA, Crist?v?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
86.03%
O 3? Consenso Brasileiro para pesquisa de autoanticorpos em C?lulas HEp-2 (FAN) teve como prop?sito avaliar as dificuldades de implanta??o do 2? Consenso ocorrido no ano de 2002, discutir estrat?gias para controlar a qualidade do ensaio e promover a atualiza??o das associa??es cl?nicas dos diversos padr?es. M?TODOS: Participaram do encontro em Goi?nia nos dias 13 e 14 de abril de 2008 pesquisadores e especialistas de diversos centros universit?rios e laborat?rios cl?nicos de diferentes regi?es do Brasil, com o prop?sito de discutir e aprovar as recomenda??es que visam ? melhor padroniza??o, interpreta??o e utiliza??o do ensaio pelos cl?nicos. Representantes comerciais de diferentes empresas produtoras de insumos para realiza??o do teste de FAN foram convidados como ouvintes. RESULTADOS E CONCLUS?ES: O 3? Consenso enfatizou a necessidade do controle de qualidade em imunofluoresc?ncia dada a heterogeneidade de microsc?pios e reagentes dispon?veis no mercado, promoveu adequa??es na terminologia utilizada para classificar os diferentes padr?es e, finalmente, atualizou as associa??es cl?nicas com finalidade de facilitar cada vez mais o melhor uso do ensaio pelos cl?nicos.; ABSTRACT: The Third Brazilian Consensus for autoantibodies Screening in HEp-2 cells had as purpose the evaluation of difficulties in the accomplishment of the 2nd Consensus recommendations that took place in the year of 2002...

III Consenso Brasileiro para Pesquisa de Autoanticorpos em C?lulas HEp-2: perspectiva hist?rica, controle de qualidade e associa??es cl?nicas

FRANCESCANTONIO, Paulo Luiz Carvalho; ANDRADE, Luis Eduardo Coelho; CRUVINEL, Wilson de Melo; ARA?JO, Fl?via Ikeda e; DELLAVANCE, Alessandra; GABRIEL J?NIOR, Alexandre; NUCCITELLI, Barbara; TALIBERTI, Ben-Hur Braga; VON M?HLEN, Carlos Alberto; BICHARA, Ca
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
86%
OBJETIVO: O III Consenso Brasileiro para Pesquisa de Autoanticorpos em C?lulas HEp-2 (FAN) objetivou discutir estrat?gias para controlar a qualidade do ensaio, promover a atualiza??o das associa??es cl?nicas dos diversos padr?es e avaliar as dificuldades de implanta??o do II Consenso ocorrido no ano de 2002. M?TODOS: Nos dias 13 e 14 de abril de 2007 participaram do encontro em Goi?nia pesquisadores e especialistas de diversos centros universit?rios e laborat?rios cl?nicos de diferentes regi?es do Brasil, com o prop?sito de discutir e aprovar as recomenda??es que visam a melhores padroniza??o, interpreta??o e utiliza??o do ensaio pelos cl?nicos. Foram convidados como ouvintes representantes comerciais de diferentes empresas produtoras de insumos para realiza??o do teste de FAN. RESULTADOS E CONCLUS?O: Dada a heterogeneidade de microsc?pios e reagentes dispon?veis no mercado, o III Consenso enfatizou a necessidade do controle de qualidade em ensaios de imunofluoresc?ncia indireta. Foram tamb?m feitas algumas adequa??es na terminologia utilizada para classificar os diferentes padr?es. Finalmente, foi realizada uma atualiza??o das associa??es cl?nicas com finalidade de facilitar cada vez mais o melhor uso do ensaio pelos cl?nicos.; ABSTRACT: OBJECTIVE: The Third Brazilian Consensus for Autoantibodies Screening in HEp-2 Cells (ANA) had as purpose the evaluation of difficulties in the accomplishment of the 2nd Consensus recommendations that took place in the year of 2002...

Estudo dos fatores de virulencia de amostras de 'Escherichia coli' patogenicas de origem aviaria (APEC); Study of the virulence factors from avian pathogenic Escherichia coli strains (APEC)

Gerson Nakazato
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
Duas linhagens de Escherichia co/i patogênicas isoladas de aves (APEC) com sinais clínicos de septicemia (517 e 521) e wna isolada de aves com sinais clínicos de 5índrome de Cabeça Inchada (5CIl O) foram selecionadas, do conjunto de 49 linhagens pertencentes ao Laboratório de Biologia Molecular Bacteriana, após a caracterização das mesmas quanto à presença das capacidades de adesão e invasão em células HEp-2 e HeLa, perfil de resistência a diferentes antimicrobianos, presença de genes (detectados por PCR) relacionados à patogenicidade, e perfil de DNA plasmidial. Teste de REP-PCR também foi realizado para separação destas linhagens em grupos clonais. Os plasmídios dessas linhagens foram transferidos, através de conjugação, para a linhagem receptora não patogênica, E. co/i HBI0l. A análise das amostras recombinantes obtidas, através das características estudadas, demonstrou que somente aquelas transconjugantes derivadas da linhagem 517, uma delas denominada de 517-1, apresentaram adesão e invasão nessas culturas celulares utilizadas, indicando que os genes responsáveis por estas características estão localizados no plasmídio que foi transferido (70 MDa). Pelo fato das capacidades de adesão e invasão das linhagens 521 e SCIl O não terem sido detectadas em transconjugantes em que ocorreram as transferências de plasmídios existentes nestas duas linhagens...

Conjuntivite hemorrágica aguda causada pela variante do coxsackievirus A24, em Belém, Pará, Brasil, 1987; Acute haemorrhagic conjunctivitis caused by coxsackievirus A24 (variant), in Belém, Pará, Brazil, 1987

Santos, Elisabeth de O.; Macedo, Olinda; Gomes, Maria de Lourdes C.; Nakauth, Célia Maria
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1989 POR
Relevância na Pesquisa
45.9%
Durante um surto de conjuntivite hemorrágica aguda (CHA), ocorrido em Belém, Pará, Brasil, em 1987, foi feita investigação etiológica clínica e laboratorial, atendidos 83 pacientes e colhidos espécimes da conjuntiva, orofaringe e soro. Na linhagem celular HEP-2 obteve-se 73 isolamentos de um enterovírus posteriormente identificado pelo Centers for Disease Control (CDC), Atlanta, Geórgia, USA, como sendo uma variante do coxsackievirus A24. Em 56 pares de soro foram realizados testes de neutralização para o EV70 e para a cepa isolada, tendo havido 57% (32) de conversão sorológica para essa última.; An epidemic of acute haemorrhagic conjunctivitis in Belém, Pará, Brazil, was investigated. From 83 patients, 73 samples of virus was isolated in cultures of HEP-2 cells from conjunctival swab and throat swab. The virus isolates were identified in Centers for Disease Control, Atlanta, Georgia, USA, as an antigenic variant of coxsackievirus A24. Neutralization Test was done on 56 paired serum samples, using entero virus type 70 (E V70) and virus isolates. Serological conversions for virus isolates were found in 57% (32 patients).