Página 1 dos resultados de 16 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Cianogênese e estado nutricional na seleção de clones de copa de seringueira resistentes ao mal-das-folhas; Cyanogenesis and nutritional status in selection of rubber tree crown clones resistant to South American leaf blight

Moraes, Larissa Alexandra Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
17.58%
O mal-das-folhas, principal doença da seringueira, ainda restrita ao continente americano, tem frustrado todas as tentativas de cultivo da seringueira em regiões com distribuição de chuvas durante todo o ano, tais como a Amazônia tropical úmida. A utilização da técnica de enxertia de copa com clones resistentes é uma solução para contornar este problema, porém, o efeito depressivo das copas enxertadas, ocasionado pela perda da estabilidade do látex tem sido um dos principais obstáculos para a adoção dessa técnica. O papel da cianogênese na perda da estabilidade do látex foi sugerido pelos resultados do estudo da incompatibilidade de enxertia de clones de copa sobre o clone de painel IPA 1 em plantas jovens mantidas em jardim clonal. Verificou-se que a incompatibilidade ocorria devido ao transporte de glicosídeos cianogênicos (linamarina e lotaustralina) sintetizados nos folíolos jovens dos clones de copa enxertados, para o caule do IPA 1, cujos sintomas iniciavam com a perda da estabilidade do látex seguido de sua coagulação nos laticíferos. Tais sintomas evoluíram para necrose do floema, além de acúmulo de polifenóis e taninos, aumento do número de esclereídeo, inclusão de tilosóides nos vasos laticíferos e depósito intercelular de lignina amorfa de coloração marrom acinzentada...

Avaliação da citotoxicidade, genotoxicidade e mutagenicidade da mandioca (Manihot esculenta Crantz) em célula tumoral HepG2; Assessment of Cytotoxicity, genotoxicity and mutagenicity of cassava (Manihot esculenta Crantz) in HepG2 cells

Oliveira, Rita de Cássia Silva de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.87%
O fator alimentar pode ser considerado um promotor tumorigênico responsável pela etiologia do câncer gástrico no estado do Pará. A mandioca (Manihot esculenta Crantz) é uma das muitas espécies da Amazônia consumida de modo indiscriminado pelos habitantes da região norte. O cianeto, seu principal componente tóxico, pode ser liberado durante o processamento da mandioca por meio da hidrólise do glicosídeo cianogênico linamarina. No organismo, o cianeto bloqueia a cadeia de transporte de elétrons inibindo a respiração celular e, provocando, entre outras coisas, a produção de radicais livres que podem agir no DNA, através da formação de adutos exocíclicos. O objetivo deste trabalho foi a avaliação da atividade citotóxica, genotóxica e mutagênica de folhas e tucupi, crus e cozidos, de mandioca mansa e brava, usando os ensaios do MTT, cometa e citoma em células HepG2. Os resultados obtidos demonstraram que a viabilidade celular decai à medida que a concentração aumenta na maioria dos grupos de tratamento. No ensaio do cometa, a análise visual demonstrou que o cianeto de potássio, usado como padrão, foi genotóxico em todas as concentrações testadas (5,0; 15,0 e 25,0 ?g/mL). As amostras de folhas de mandioca brava foram genotóxicas somente nas concentrações 15...

Tratamento da manipueira por processo de flotação sem uso de agentes químicos

Camili, Eloneida Aparecida
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 78 f. : il. color., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
16.87%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; Este trabalho teve como objetivo estudar o tratamento da manipueira, pelo processo de flotação, visando estabelecer os melhores parâmetros operacionais a serem adotados num sistema de recuperação da fração protéica e matérias graxas deste resíduo, sem o uso de agentes químicos. No efluente gerado durante o processo de flotação foi realizada hidrólise enzimática utilizada como substrato na produção de álcool no processo fermentativo. Foram realizados os tratamentos em dois tipos de processo de flotação: por ar dissolvido e ar induzido, sendo as colunas desenvolvidas em acrílico e PVC para operação contínuo, em uma planta piloto. Os dois sistemas de flotação não demonstraram diferenças em relação à recuperação de proteínas, amidos e matéria graxa, porém, o processo de flotação por ar dissolvido torna a manipueira diluída e para as etapas posteriores (hidrólise e fermentação) a concentração reduzida de carboidratos inviabilizaria a utilização como substrato para a fermentação alcoólica. Utilizando o processo por ar induzido, foram realizados ensaios variando vazão e temperatura...

Isolamento, seleção, identificação e avaliação de microrganismos aeróbios in situ, com habilidade à biodegradação de linamarina

Pantaroto, Suzan
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 128 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
38.52%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; Durante o processamento de raízes de mandioca para a produção de farinha e fécula, são geradas grandes quantidades de resíduos, dentre os quais destacam-se a manipueira como água proveniente da prensa da massa de mandioca ralada para a produção de farinha ou água residual de fecularia, neste caso a manipueira diluída com água de extração. A linamarina é um b-glicosídeo de acetona cianidrina e etil-metil-cetona cianidrina, presente em todas as células da planta de mandioca. A clivagem deste glicosídeo, em decorrência da lise das paredes celulares da planta, dá início à cianogênese, ou seja, a produção de ácido cianídrico. A linamarina é solúvel em água, sendo carreada juntamente com os efluentes líquidos, gerando problemas tanto ambientais quanto econômicos, no que se refere à disposição final e aproveitamento dos mesmos como sub-produtos do processamento de mandioca. Na literatura há relatos sobre a habilidade de microrganismos a metabolizar a linamarina, como única fonte de carbono e energia. O presente estudo teve por objetivo o isolamento, seleção e identificação de microrganismos aeróbios...

Metabolismo da linamarina em reator de digestão anaeróbia com separação de fases

Oliveira, Suzy Sarzi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xiv, 88 f. : il., gráfs.
POR
Relevância na Pesquisa
38.52%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; A mandioca contém linamarina em todas as partes da planta. A linamarina se decompõe por enzimas endógenas ou exógenas e gera ácido cianídrico. A fabricação de farinha se faz com a ralação das raízes descascadas e prensagem da massa obtida, gerando água de constituição que arrasta a linamarina solúvel e outros compostos orgânicos. Essa água pode causar poluição e intoxicação em animais e plantas. Uma solução para seu tratamento é a digestão anaeróbia, mas não há informações sobre o destino dos produtos da decomposição da linamarina, que podem ter sido metabolizados por microrganismos ou arrastados com os gases. Para elucidar essa questão, os gases gerados em um conjunto de reatores acidogênico e metanogênico em série, alimentados com água residual de mandioca, foram captados em solução de carbonato de sódio e depois dosado o HCN. Nos gases gerados nos dois reatores ocorreu arraste de HCN que captado e dosado, correspondeu a um mínimo de 0,28 a 0,47 mg.24h. Os valores de HCN captados e dosados nos gases corresponderam a uma parcela muito pequena da linamarina degradada e do cianeto livre e total dosados nos efluentes dos reatores. A dosagem da linamarase no resíduo recém coletado (manipueira) permitiu constatar que a atividade da enzima tem início imediatamente após a ruptura dos tecidos da raiz. O acompanhamento da atividade da linamarase no afluente do reator acidogênico (manipueira armazenada à temperatura ambiente) e nos efluentes dos reatores acidogênicos e metanogênicos mostrou que a atividade se mantém por todo o sistema. Como é difícil separar a ação da enzima da mandioca do metabolismo de microrganismos...

Degradação da manipueira utilizando reator de lodo ativado em batelada sequencial com elevado tempo de paralisação intermitente da aeração

Bueno, Gisele Ferreira; Almeida, Crislene Barbosa de; Del Bianchi, Vanildo Luiz
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 256-263
POR
Relevância na Pesquisa
16.87%
Conselho Nacional de Desenvolvimento em Pesquisa (CNPq); Cassava goes through a pressing process in the industrialization of cassava flour, generating a liquid effluent called manipueira. This milky-yellow fluid is highly toxic because it has the glucoside linamarin, which is enzymatically hydrolyzed to cyanide. This study aimed to evaluate the efficiency of the cassava treatment in an aerobic sequencing batch reactor, a cylindrical plastic (31cm high x 9cm diameter), with capacity of 2.0 liters and 1.5 liters of work, a ratio of diameter and height fluid 1:2.5, a running time of 24 hours and aeration stoppage of 19 hours with average feed of 3200 mg COD L -1 . COD, pH, turbidity, SVI and F/M analysis were carried out. The results showed 95.7% as a maximum COD reduction in the effluent and an average reduction of 77.2%; pH output values varied since 7.4 to 8.5; an increase in the output turbidity values was observed; SVI average value was 104.3 and the worked F/M average value was 0.6 d-1 . The results demonstrated that the process has generated considerable savings in energy consumption compared to traditional continuous systems, but the efficiency was reduced if compared to continuous aeration systems, even though these values are equivalent to anaerobic treatment system efficiency.; A mandioca passa por um processo de prensagem na industrialização da farinha de mandioca...

Análises metabolômicas, enzimáticas e histológicas de raízes de mandioca (Manihot esculenta Crantz), durante a deterioração fisiológica em pós-colheita

Uarrota, Virgilio Gavicho
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 174 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
17.58%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2015.; O presente trabalho teve como objetivo investigar as alterações nometabolismo secundário, na atividade enzimática e na histologia de raízesde quatro cultivares de mandioca (Manihot esculenta Crantz) durante adeterioração fisiológica em pós-colheita (PPD). Os resultados mostraramque durante os estágios iniciais de armazenamento das raízes, metabólitossecundários são formados (e.g., compostos fenólicos totais, antocianinas,flavonoides, escopoletina); glicosídeos cianogênicos (ácido cianídricototal, linamarina, acetona cianoidrina) são incrementados até 72 h dearmazemento; a atividade de sistemas enzimáticos antioxidantes é ativada(e.g., catalase, superóxido dismutase, cobre/zinco dismutase, manganêsdismutase, polifenol oxidase, ascorbato e guaiacol peroxidases, proteínas,linamarase); sistemas não enzimáticos antioxidantes (e.g., peróxido dehidrogênio, tocoferol, ácido ascórbico) açúcares solúveis, polissacarídeosácidos e ácidos orgânicos foram observados se acumular durante oarmazenamento nas cultivares.A principal hidroxicumarina observada foi a escopoletina. As cultivaresmais tolerantes à deterioração (Branco/IAC576-70) mostraram níveismais elevados deste metabólito...

Ácido cianídrico em tecidos de mandioca em função da idade da planta e adubação nitrogenada

Oliveira,Natália Trajano de; Uchôa,Sandra Cátia Pereira; Alves,José Maria Arcanjo; Sediyama,Tocio; Albuquerque,José de Anchieta Alves de; Souza,Everton Diel; Melville,Cirano Cruz
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.87%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o teor de ácido cianídrico em tecidos de mandioca, em função da idade da planta e níveis de adubação nitrogenada. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, em arranjo de parcelas subdivididas, com quatro repetições. As doses de nitrogênio em cobertura (0, 30, 60, 150 e 330 kg ha-1) foram alocadas nas parcelas, e as épocas de avaliação (90, 120, 150, 180, 240, 300 e 360 dias após o plantio), nas subparcelas. Os teores de ácido cianídrico foram avaliados em tecidos da folha, caule, polpa e córtex da raiz da cultivar Aciolina. Os efeitos das doses de N e das épocas de avaliação foram independentes. Doses entre 219 e 241 kg ha-1 de N em cobertura proporcionam os maiores teores de ácido cianídrico, que variaram de 332 a 401 mg kg-1 de matéria fresca nos tecidos avaliados. O teor de ácido cianídrico nos tecidos reduz-se linearmente com a idade da planta. O córtex da raiz acumula o maior teor de ácido cianídrico, e a polpa da raiz o menor. Por ocasião da colheita, aos 360 dias após o plantio, essa cultivar é classificada como mandioca mansa.

Aplicação de KCN e linamarina e a incompatibilidade de enxertia por translocação no clone de seringueira IPA 1

Moraes,Larissa Alexandra Cardoso; Moraes,Vicente Haroldo de Figueiredo; Castro,Paulo Roberto de Camargo e
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
28.52%
Para caracterizar evidências indiretas do envolvimento dos glicosídeos cianogênicos da seringueira, cujo principal componente é a linamarina, no desenvolvimento dos sintomas de incompatibilidade de enxertia por translocação apresentados pelo clone de painel IPA 1 (Hevea brasiliensis) em enxertos de copa com vários clones de outras espécies de Hevea, tentou-se sua reprodução através da aplicação de soluções com concentrações de cianeto de potássio (KCN) e linamarina no caule do clone IPA 1 e dos clones Fx 4098 e Fx 3864, que não apresentam reação de incompatibilidade com os mesmos clones incompatíveis com o IPA 1. A aplicação de soluções de KCN no caule provocaram rápida coagulação do látex nos laticíferos do IPA 1 com concentrações muito baixas de KCN e mais altas no Fx 4098. No Fx 3864, não houve efeito, exceto leve redução de escoamento com a dose mais alta. Os tratamentos com KCN causaram necrose apenas próximo ao local das aplicações. Com soluções de linamarina, a necrose, também precedida pela coagulação do látex, ocorreu em maior extensão do caule, o que indica maior mobilidade de linamarina, que do KCN. O IPA 1 mostrou-se, novamente, mais sensível às concentrações mais baixas de linamarina...

Translocation of cyanogenic glycosides in rubber tree crown clones resistant to South American leaf blight.

MORAES, L. A. C.; MOREIRA, A.; CORDEIRO, E. R.; MORAES, V. H. de F.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 47, n. 7, p. 906-912, jul. 2012. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 47, n. 7, p. 906-912, jul. 2012.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
EN
Relevância na Pesquisa
16.87%
Abstract ? The objective of this work was to assess the possible transport of cyanogenic glycosides from leaves of rubber tree crown clones (Hevea spp.) resistant to South American leaf blight to the trunk of the panel clones in which they are grafted. The cyanogenic potential (HCNp) of the crown clones was determined in the trunk bark, at different distances from the cambium, and its gradient was evaluated along the trunk. The correlation between the HCNp of the crown leaves and that of the trunk bark was also evaluated. HCNp determined in leaves showed a wide range variation in the species studied as crown clones, with the lowest values registered in H. nitida clones, and the highest ones in H. rigidifolia. In the trunk bark, the tissue layer nearer the cambium showed higher HCNp values. A positive basipetal gradient was observed along the trunk, i.e., there was an increase in HCNp from the apex toward the base. Although the grafted crowns influence the cyanogenic potential of the trunk bark of panel clones, the absence of correlation between the HCNp of the leaves and trunk bark indicates that the crown is not the main source of the cyanogenic glycosides found in the trunk. Resumo ? O objetivo deste trabalho foi avaliar o possível transporte de glicosídeos cianogênicos de folhas de clones de copa de seringueira (Hevea spp.) resistentes ao mal?das?folhas para o tronco dos clones de painel em que estão enxertados. O potencial cianogênico (HCNp) dos clones de copa foi determinado na casca do tronco...

Translocation of cyanogenic glycosides in rubber tree crown clones resistant to South American leaf blight.

MORAES, L. A. C.; MOREIRA, A.; CORDEIRO, E. R.; MORAES, V. H. de F.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 47, n. 7, p. 906-912, jul. 2012. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 47, n. 7, p. 906-912, jul. 2012.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
EN
Relevância na Pesquisa
16.87%
Abstract ? The objective of this work was to assess the possible transport of cyanogenic glycosides from leaves of rubber tree crown clones (Hevea spp.) resistant to South American leaf blight to the trunk of the panel clones in which they are grafted. The cyanogenic potential (HCNp) of the crown clones was determined in the trunk bark, at different distances from the cambium, and its gradient was evaluated along the trunk. The correlation between the HCNp of the crown leaves and that of the trunk bark was also evaluated. HCNp determined in leaves showed a wide range variation in the species studied as crown clones, with the lowest values registered in H. nitida clones, and the highest ones in H. rigidifolia. In the trunk bark, the tissue layer nearer the cambium showed higher HCNp values. A positive basipetal gradient was observed along the trunk, i.e., there was an increase in HCNp from the apex toward the base. Although the grafted crowns influence the cyanogenic potential of the trunk bark of panel clones, the absence of correlation between the HCNp of the leaves and trunk bark indicates that the crown is not the main source of the cyanogenic glycosides found in the trunk. Resumo ? O objetivo deste trabalho foi avaliar o possível transporte de glicosídeos cianogênicos de folhas de clones de copa de seringueira (Hevea spp.) resistentes ao mal?das?folhas para o tronco dos clones de painel em que estão enxertados. O potencial cianogênico (HCNp) dos clones de copa foi determinado na casca do tronco...

Estudio del mecanismo de muerte asociado a la terapia antitumoral linamarasa/linamarina/glucosa oxidasa

Gargini, Ricardo Antonio
Fonte: Universidade Autônoma de Madrid Publicador: Universidade Autônoma de Madrid
Tipo: Tese de Doutorado
SPA
Relevância na Pesquisa
16.87%
Tesis doctoral inédita. Universidad Autónoma de Madrid, Facultad de Ciencias, Departamento de Biología Molecular. Fecha de lectura: 15-10-2009

Quantificação de cianeto total nas etapas de processamento das farinhas de mandioca dos grupos seca e d'água

Chisté,Renan Campos; Cohen,Kelly de Oliveira; Mathias,Erla de Assunção; Oliveira,Suzy Sarzi
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
16.87%
O objetivo deste trabalho foi quantificar a concentração de cianeto total durante as etapas de produção da farinha de mandioca dos grupos seca e d'água. Em relação à farinha seca, a concentração de cianeto total na raiz de mandioca diminuiu de 160±11,8 mg HCN/kg para 149±12,3 mg HCN/kg após a trituração, 68±2,5 mg HCN/kg após a prensagem e chegando a 5±0,2 mg HCN/kg no produto final, após o processo de torração. Na produção da farinha d'água, a raiz de mandioca apresentava teor de cianeto total de 321±21,6 mg HCN/kg e durante o processo de fermentação da raiz, o teor de cianeto total nas primeiras 24 horas de fermentação era de 297±2,7 mg HCN/kg chegando a 64±2,3 mg HCN/kg após 96 horas em repouso no tanque. Após trituração e prensagem da massa fermentada, os valores diminuíram para 50±0,6 e 36±0,4 mg HCN/kg, respectivamente, obtendo-se no produto final a concentração de 9±0,1 mg HCN/kg, sendo evidenciado a eficiência do processo de destoxificação em ambos os processamentos.

Quantifica??o de cianeto total nas etapas de processamento das farinhas de mandioca dos grupos seca e d'?gua

CHIST?, Renan Campos; COHEN, Kelly de Oliveira; MATHIAS, Erla de Assun??o; OLIVEIRA, Suzy Sarzi
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.87%
O objetivo deste trabalho foi quantificar a concentra??o de cianeto total durante as etapas de produ??o da farinha de mandioca dos grupos seca e d'?gua. Em rela??o ? farinha seca, a concentra??o de cianeto total na raiz de mandioca diminuiu de 160?11,8 mg HCN/kg para 149?12,3 mg HCN/kg ap?s a tritura??o, 68?2,5 mg HCN/kg ap?s a prensagem e chegando a 5?0,2 mg HCN/kg no produto final, ap?s o processo de torra??o. Na produ??o da farinha d'?gua, a raiz de mandioca apresentava teor de cianeto total de 321?21,6 mg HCN/kg e durante o processo de fermenta??o da raiz, o teor de cianeto total nas primeiras 24 horas de fermenta??o era de 297?2,7 mg HCN/kg chegando a 64?2,3 mg HCN/kg ap?s 96 horas em repouso no tanque. Ap?s tritura??o e prensagem da massa fermentada, os valores diminu?ram para 50?0,6 e 36?0,4 mg HCN/kg, respectivamente, obtendo-se no produto final a concentra??o de 9?0,1 mg HCN/kg, sendo evidenciado a efici?ncia do processo de destoxifica??o em ambos os processamentos.; ABSTRACT: The aim of this work was to quantify the total cyanide concentration during the production stages of cassava flour from dry and water groups. In relation to dry flour, the total cyanide concentration in the cassava root reduced from 160?11.8 mg HCN/kg to 149?12.3 mg HCN/kg after grinding...

Aplicação de KCN e linamarina e a incompatibilidade de enxertia por translocação no clone de seringueira IPA 1; KCN and linamarin applications and the translocation incompatibility of crown clones of Hevea sp. budded onto IPA 1

Moraes, Larissa Alexandra Cardoso; Moraes, Vicente Haroldo de Figueiredo; Castro, Paulo Roberto de Camargo e
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2001 POR
Relevância na Pesquisa
28.52%
Para caracterizar evidências indiretas do envolvimento dos glicosídeos cianogênicos da seringueira, cujo principal componente é a linamarina, no desenvolvimento dos sintomas de incompatibilidade de enxertia por translocação apresentados pelo clone de painel IPA 1 (Hevea brasiliensis) em enxertos de copa com vários clones de outras espécies de Hevea, tentou-se sua reprodução através da aplicação de soluções com concentrações de cianeto de potássio (KCN) e linamarina no caule do clone IPA 1 e dos clones Fx 4098 e Fx 3864, que não apresentam reação de incompatibilidade com os mesmos clones incompatíveis com o IPA 1. A aplicação de soluções de KCN no caule provocaram rápida coagulação do látex nos laticíferos do IPA 1 com concentrações muito baixas de KCN e mais altas no Fx 4098. No Fx 3864, não houve efeito, exceto leve redução de escoamento com a dose mais alta. Os tratamentos com KCN causaram necrose apenas próximo ao local das aplicações. Com soluções de linamarina, a necrose, também precedida pela coagulação do látex, ocorreu em maior extensão do caule, o que indica maior mobilidade de linamarina, que do KCN. O IPA 1 mostrou-se, novamente, mais sensível às concentrações mais baixas de linamarina...

Monitoreo de DDI en la provincia de Formosa (2003)

Atencia,J.L.; Villavicencio,Viviana I.; Velazco,Patricia; Bernatené,D.; Sartorio,G.; Niepomniszcze,H.
Fonte: Revista argentina de endocrinología y metabolismo Publicador: Revista argentina de endocrinología y metabolismo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 ES
Relevância na Pesquisa
16.87%
Un total de 691 alumnos de escolaridad primaria, de ambos sexos, fue estudiado en este monitoreo de bocio endémico en dos localidades de la provincia de Formosa: ciudad de Formosa (299 niños) y Clorinda (392 niños). La edad de los escolares osciló entre 5 y 16 años. La palpación tiroidea fue hecha por el conjunto de los médicos participantes. Sin embargo, con la finalidad de aunar criterios con lo realizado previamente (1-15), se tomó como única referencia la palpación de H.N., que se llevó a cabo en la totalidad de los niños estudiados. La definición del grado de bocio fue similar a la utilizada en los otros relevamientos (1). Se determinó la yoduria en muestras casuales de orina emitidas por los niños una vez que fueron palpados (152 de la ciudad de Formosa y 154 de Clorinda). Se recogieron 139 muestras de sal de consumo hogareño de Formosa y 371 de Clorinda. El examen palpatorio de los niños reveló la existencia de bocio grado 1, con excepción de un niño de Clorinda que tuvo un nódulo único en una glándula cuyo resto era palpatoriamente normal. La prevalencia de bocio encontrada fue de 17,7 % en la ciudad de Formosa y de 13 % en Clorinda. Los niveles de yoduria alcanzaron, en la ciudad de Formosa, una media de 128±13...