Página 1 dos resultados de 214 itens digitais encontrados em 0.029 segundos

Participação do estresse e ansiedade na alteração do limiar de dor à pressão (LDP) em pacientes com DTM miogênica: um estudo comparativo; Participation of stress/anxiety on the alteration of PPT values in myogenic TMD patients

Vedolin, Gabriela Modesti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.35%
O objetivo deste trabalho foi analisar a influência da ansiedade e do estresse no limiar de dor à pressão (LDP) de músculos mastigatórios, numa amostra de estudantes universitários em diferentes períodos do ano letivo. Para este propósito, foram selecionados 45 indivíduos, sendo 29 estudantes, que apresentavam DTM de origem miogênica seguindo critérios de inclusão propostos pelo Research Diagnostic Criteria (RDC) e 16 que não apresentavam características de DTM, do gênero feminino, equilibrados em relação à idade. Utilizando um algômetro (KRATOS®) foram realizadas tomadas bilaterais dos limiares de dor à pressão (LDP) dos indivíduos da amostra nos músculos masseter, temporal anterior, médio e posterior. Além disso, os participantes foram solicitados a responder questionários multidimensionais, através do Inventário de Ansiedade de Beck (BAI) e o Inventário de Sintomas de Stress de Lipp (ISSL), para mensurar reações emocionais ou afetivas em situações que causem estresse e/ou ansiedade. Também, o nível de dor foi registrado pela Escala de Análise Visual (EAV). Todos os exames foram realizados em quatro momentos distintos (T1, T2, T3 e T4) tendo como parâmetro o período de avaliações acadêmicas da Faculdade de Odontologia de Bauru. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística (ANOVA...

Avaliação da dor no pós-operatório de artroscopia em eqüinos; Evaluation of post-operative pain in equine arthroscopic surgery

Borja, Mariana Chaparro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
86.2%
Durante muito tempo a dor nos animais foi subestimada, pensando-se que não sentiam dor ou que seu limiar era alto. As manifestações de dor eram mal interpretadas ou ignoradas, e por este motivo não existia uma justificativa para a prevenção ou tratamento adequado da dor. Existem sinais de dor nos animais que podem passar desapercebidos, como sons e mudanças comportamentais ou gestuais que necessitam ser tomado em conta. Devemos observar tanto as variações de conduta como as fisiológicas, que nos indicam dor, para conseguir tratá-la adequada e oportunamente. Neste estudo foram utilizados 20 eqüinos encaminhados para cirurgia artroscópica junto ao Serviço de Cirurgia de Grandes Animais da FMVZ/USP, estabelecendo-se protocolos de avaliação de dor dos pacientes associados a tratamento da dor pós-operatória. Os animais foram divididos aleatoriamente em dois grupos, sendo que no grupo 1 foi aplicada morfina na dosagem 0,1 mg/kg, por via intra-articular ao término do procedimento artroscópico, e no grupo 2 administrou-se fenilbutazona na dose de 4.4 mg/kg, uma vez ao dia, durante três dias, sendo a primeira aplicação realizada imediatamente antes ao procedimento cirúrgico. Dez eqüinos, pertencentes aos Departamentos de Clínica Médica e de Cirurgia da FMVZ / USP...

Determinação do Limiar de Dor à Pressão (LDP) da Articulação Temporomandibular (ATM) ideal para determinação diagnóstica de artralgia: um estudo baseado em algometria e ressonância magnética; Determination of the proper Pressure Pain Threshold (PPT) for the diagnosis of Temporomandibular Joint (TMJ) arthralgia: a magnetic ressonance and algometer - based study

Cunha, Carolina Ortigosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.28%
A Articulação Temporomandibular (ATM) pode ser acometida por inúmeros distúrbios articulares sendo os mais comuns os distúrbios de desarranjo do disco e os distúrbios inflamatórios. Um sinal clínico importante nesses casos é a sensibilidade dolorosa à palpação digital ou por mensuração do Limiar de Dor à Pressão (LDP), determinado com o uso de um instrumento denominado algômetro. O presente trabalho tem o objetivo de determinar qual o valor de LDP que melhor diferencie ATMs saudáveis daquelas acometidas por distúrbios inflamatórios e dolorosos. Ainda propõem-se a determinar se há diferenças entre o LDP de ATMs saudáveis e ATMs com deslocamento de disco com redução (DDCR) assintomáticos. Para isso, foi utilizada uma amostra de 60 indivíduos de ambos os gêneros com idade entre 18 e 50 anos, avaliados pelos critérios do Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD) e divididos em três grupos: 20 indivíduos com diagnóstico clínico de artralgia da ATM (com ou sem deslocamento de disco para anterior, 20 indivíduos com diagnóstico clínico de DDCR (assintomáticos) e 20 indivíduos sem dores ou ruídos na ATM (grupo controle). Toda a amostra foi submetida a exame de ressonância magnética para análise da posição do disco para confirmar o exame físico e validar os critérios de inclusão (RDC/TMD) para formação dos grupos. Foram realizados exames de algometria sobre o pólo lateral das ATMs...

Avaliação da eficácia em curto prazo do uso de placas estabilizadoras oclusais de cobertura total e dispositivos NTI (nociceptive trigeminal inhibitory splint) no tratamento da dor miofascial da musculatura mastigatória; Short-term evaluation of efficacy of the use of stabilization occlusal splint and NTI (nociceptive trigeminal inhibitory splint) in the treatment of the myofascial pain from masticatory muscles

Alencar, Eloisa Nassar de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.25%
O objetivo dessa pesquisa foi testar a hipótese de que o tratamento através de aparelhos oclusais é benéfico na melhora dos sinais e sintomas da Dor Miofascial (DMF) de origem mastigatória quando comparado a um grupo controle. Para isso, 51 indivíduos foram avaliados segundo os critérios estabelecidos pelo Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/ TMD) para determinar a presença de Dor Miofascial. Essa amostra foi então dividida de maneira randomizada e estratificada em três grupos: 21 pacientes receberam tratamento com placa estabilizadora rígida com cobertura total e técnicas de aconselhamento e mudanças comportamentais para pacientes com DTM (Disfunção Temporomandibular), 16 receberam o dispositivo NTI e técnicas de aconselhamento e mudanças comportamentais para pacientes com DTM e 14 participaram como grupo controle, recebendo apenas técnicas de aconselhamento e mudanças comportamentais para pacientes com DTM. Os dispositivos foram instalados e utilizados em uso parcial (noturno), os controles realizados após duas, seis semanas e três meses. Nos retornos, os pacientes foram avaliados quanto a EAV (Escala de Análise Visual), abertura bucal ativa e algometria (exame para análise do limiar de dor a pressão (LDP) realizado com o auxílio de um algômetro da marca KRATOS capaz de medir a pressão em Kgf). Ainda foram avaliados possíveis efeitos colaterais como desconforto ao uso dos aparelhos oclusais. Os resultados foram analisados com os testes estatísticos: Teste Qui-Quadrado...

Avaliação do impacto da presença de dor miofascial (rdc/tmd) no limiar de dor à pressão (ldp) da musculatura mastigatória em mulheres portadoras de enxaqueca; Impact of myofascial pain (rdc/tmd) on pressure pain thershold of masticatory muscles in women with migraine

Pinto, Livia Maria Sales
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.37%
O objetivo deste estudo foi avaliar o impacto da presença de dor miofascial, segundo o Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorders (RDC/TMD), no Limiar de Dor à Pressão (LDP) da musculatura mastigatória de mulheres portadoras de enxaqueca, fora da e durante a crise de enxaqueca. Adicionalmente, comparar índices de depressão e prevalência de apertamento dentário diurno e bruxismo do sono em mulheres com enxaqueca, com e sem o diagnóstico adicional de DTM. A amostra foi coletada no Ambulatório de Cefaléia do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e nas clínicas da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (FOB-USP), e foi composta por 101 voluntárias do sexo feminino, com idade variando entre 18 e 60 anos, com diagnóstico de enxaqueca previamente confirmado por neurologista. Para classificar as voluntárias em portadoras de DTM ou não, utilizou-se o RDC/TMD. Após aplicação do RDC/TMD, as voluntárias foram separadas em dois grupos: grupo I, pacientes portadoras de enxaqueca, sem DTM; e grupo II, pacientes portadoras de enxaqueca e DTM. Mais dois grupos (49 mulheres assintomáticas e 50 portadoras de dor miofascial) foram acrescentados ao estudo, utilizando-se dados originais e individuais de estudo previamente realizado com voluntárias brasileiras com características semelhantes a dos outros grupos obtidos neste estudo. Estes dois grupos foram utilizados para análise inicial do LDP. O LDP das voluntárias do grupo I e II foram avaliadas em dois momentos: inicialmente...

Avaliação somatossensorial do sistema trigeminal em condições dolorosas crônicas: testes quantitativos sensoriais e limiar de percepção atual; Trigeminal system somatosensory evaluation in chronic pain patients: quantitative sensory tests and current perception threshold

Sydney, Priscila Brenner Hilgenberg
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
76.57%
A dor crônica envolve complexos processos de gênese e condução neural e é decorrente da ativação de mecanismos periféricos e centrais de manutenção. Muitos pacientes crônicos são refratários aos diferentes tipos de tratamento propostos, o que gera a suspeita de que de alguma maneira estes não estão sendo totalmente eficazes. O objetivo deste trabalho é avaliar os mecanismos de condução, manutenção e modulação da dor em diferentes condições dolorosas crônicas. Foram avaliadas 92 mulheres, divididas em 5 grupos: Grupo I, 20 pacientes com Dor Miofascial da musculatura mastigatória; Grupo II, 20 pacientes com Fibromialgia; Grupo III, 20 pacientes com Cefaleia Crônica Diária; Grupo IV, 12 pacientes com Neuralgia Trigeminal e Grupo V, 20 pacientes saudáveis assintomáticas. Foram aplicados dois questionários, o IDATE e o OHIP-30, para mensuração do estado ansioso e da qualidade de vida relacionada a condição dolorosa diagnosticada, respectivamente. Todas as pacientes foram submetidas a Testes Quantitativos Sensoriais, como: Limiar de Dor à Pressão, Limiar de Detecção Mecânico, Limiar Doloroso Mecânico, Tolerância à Dor Isquêmica, Sensibilidade Dolorosa ao Frio, Sensação Pós-Estímulo e Controle da Modulação da Dor. Além disso...

Avaliação do tratamento da dor crônica em ombros de hemiplégicos com bloqueio transforaminal de C6: um estudo duplo cego randomizado sham-controlado; Transforaminal epidural steroid injection to treat hemiplegic shoulder pain: a randomized, double-blind, sham-controlled trial

Amadera, João Eduardo Daud
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
86.18%
Objetivo: A taxa de falha terapêutica para dor crônica em ombros de hemiplégicos (DOH) pós acidente vascular encefálico (AVE) é significante. Diversas abordagens terapêuticas têm sido propostas, porém os resultados dos estudos que as têm investigado demostram resultados controversos. Objetivo: Elaborar um protocolo para avaliar a eficácia da injeção de dexametasona via transforaminal (TF) na DOH. Métodos: Ensaio clínico randomizado, controlado por placebo, com cegamento de pacientes e avaliadores de desfecho. Ambiente clínico: Departamento de Ortopedia e Neurocirurgia de um hospital terciário. Participantes: Pacientes (N = 38) com DOH refratária ao tratamento conservador e escore de dor em repouso superior a quatro centímetros na escala visual analógica de dor (EVA) de 0 a 10 centímetros. Intervenção: TF no nível C5-C6. Comparador: Intervenção sham. Medida de desfecho principal: Variação na EVA três meses após a intervenção. Seguimento: As avaliações foram realizadas imediatamente antes, uma semana após e três meses depois das intervenções. Resultados: TF com dexametasona reduziu significantemente a intensidade da dor quando comparado com o grupo sham (p < 0,001). Adicionalmente, a Medida de Independência Funcional...

Eficácia da melatonina no tratamento da dor miofascial crônica facial : ensaio clínico randomizado, duplo-cego, controlado com placebo

Vidor, Liliane Pinto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.41%
Cenário clínico: A síndrome dolorosa miofascial (SDM), causa comum de dor musculoesquelética, pode ser incapacitante e desafiadora terapeuticamente, devido à ineficácia dos tratamentos convencionais para dor. Intervenções terapêuticas alternativas precisam ser pesquisadas para alcançar vias do processo de doença não contempladas com a terapêutica clássica. Dentre estas, o uso da melatonina, com efeitos cronobiótico, ansiolítico e analgésico, tem se apresentado como uma opção terapêutica atrativa no tratamento da SDM, que cursa com alterações de sono, dor, sintomas depressivos e de ansiedade. Objetivos: Avaliar a eficácia da melatonina exógena na redução da dor, no limiar de dor à pressão (LDP) e na qualidade de sono de pacientes com SDM facial. Métodos e Resultados: Um estudo randomizado, controlado foi realizado em 45 mulheres com dor miofascial, com idades entre 18 e 40 anos, segundo critérios Research Diagnostic Criteria for Temporomandibular Disorder (RDC/TMD). A eficácia da melatonina oral foi avaliada na redução da dor e melhora tanto do limiar de dor a pressão (LDP) como da qualidade do sono. Os participantes foram randomizados para receber 5 mg / dia de melatonina, 5 mg / dia ciclobenzaprina...

BDNF e efeito dose-resposta da melatonina no limiar de dor em individuos saudáveis

Stefani, Luciana Paula Cadore
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.47%
Introdução: A mensuracão da dor através de testes psicofísicos, entre eles o teste de quantificação sensitiva, definido como a determinação de limiares a estímulos álgicos controlados, possibilita o estudo de inúmeras variáveis que influenciam a percepção final da dor. Entre essas variáveis encontram-se o BDNF (Brain Derived Neurotrophic Factor), o gênero e sistemas modulatórios não classicamente descritos como o melatonérgico. Objetivos: Validar um equipamento para realização do teste de quantificação sensitiva usando amostra de voluntários brasileiros saudáveis e estudar fatores e sistemas neurobiológicos que alteram os limiares nociceptivos como sexo, BDNF e melatonina. Métodos: O novo equipamento (Heat Pain Stimulator-1.1.10; Brazil) foi utilizado em 20 voluntários saudáveis e em pacientes com neuropatia periférica, em duas sessões separadas, para acessar a reprodutibilidade dos limiares e a concordância com os equipamentos clássicos. Em etapa posterior, os limiares de dor foram medidos em voluntários e correlacionados com o gênero e os níveis de BDNF. Em estudo sucessivo 61 sujeitos foram randomizados em 1 dos 4 grupos: placebo, 0,05 mg/kg de melatonina sublingual (SL), 0,15 mg/kg de melatonina SL ou 0...

Sistema modulador descendente da dor na fibromialgia : mediadores séricos e efeito da melatonina: ensaio clínico fase II, double-dummy, controlado

Zanette, Simone de Azevedo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.58%
Introdução: A fibromialgia (FM) é uma síndrome de dor crônica musculoesquelética difusa, cuja etiologia não está totalmente conhecida. A síndrome cursa com dor, alterações do humor e sintomas de ruptura do ritmo circadiano. Sabe-se que seu processo fisiopatogênico envolve um desbalanço entre os sistemas de modulação excitatório e inibitório da dor. A capacidade do sistema modulatório inibitório está enfraquecida, com hiperativação de neurônios e da neuroglia, constituindo um quadro de sensibilização central. Portanto, estudos adicionais são necessários para compreender a relação entre possíveis marcadores séricos da hiperativação neuronal, tais como o Brain Derived Neurotrophic Factor (BDNF) e a proteína S100 beta (S100B). Além disso, estudos que busquem opções terapêuticas com efeito em vias neurobiológicas alternativas, tais como a melatonina, uma indolamina com efeitos ressincronizador, analgésico, anti-inflamatório e em sistemas moduladores da dor, como o gabaérgico, opioidérgico e glutamatérgico. Objetivos: 1) Primário: Avaliar se os níveis séricos de BDNF e S100B teriam associação com a FM e se ambos os mediadores sorológicos poderiam ser associados com o limiar de dor à pressão. 2) Secundário: Testar o tratamento com melatonina isolada ou em combinação com amitriptilina é melhor que amitriptilina isolada para modificar o sistema modulatório da dor. Assim...

Avaliação da prevalência de síndrome fibromiálgica em pacientes com DTM e estudo comparativo de aspectos clínicos e do limiar de dor à pressão

Murayama, Rafael Akira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 151 f. : il. + 1 CD-ROM
POR
Relevância na Pesquisa
76.36%
Pós-graduação em Odontologia - FOA; Introdução: Síndrome Fibromiálgica (SFM) e Disfunção Temporomandibular (DTM) são enfermidades debilitantes que mostram como principal característica a presença de dor crônica podendo compartilhar de aspectos comuns na fisiopatologia e características clínicas. Tem sido associadas à diminuição do limiar de dor à pressão (LDP) devido a mudanças de processamento da dor em nível de sistema nervoso central sendo que a obtenção do LDP pode ser verificada por algometria de pressão. Objetivos: Determinar a prevalência de SFM em pacientes com DTM e comparar características clínicas e o LDP em músculos mastigatórios e ATMs de pacientes com SFM associada ou não a DTM e controles assintomáticos. Metodologia: A prevalência de SFM foi avaliada em 274 pacientes com DTM. O diagnóstico para DTM seguiu os critérios do RDC/TMD e a SFM os critérios da Academia Americana de Reumatologia. O estudo comparativo incluiu 30 mulheres de mesma faixa etária (Grupo SFM+DTM: 15 mulheres e Grupo DTM: 15 mulheres). Os dados foram analisados através dos testes 2-t ou Mann-Whitney para comparação entre pares, e, qui-quadrado ou teste exato de Fischer para variáveis categóricas. Para avaliar o LDP...

Efeito da corrente interferencial, 2000Hz, no limiar de dor induzida

Pereira,Gitana Daiala; Cassolato,Katia Mazzaro; Lazarin,Pedro Henrique; Canto,Talita Oliveira; Portolez,José Luiz Marinho; Bertolini,Gladson Ricardo Flor
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
76.46%
O objetivo do estudo foi verificar a eficácia da corrente interferencial na diminuição da dor frente a um estímulo doloroso pressórico e ao frio, em indivíduos saudáveis, utilizando técnica de aplicação bipolar sobre a raiz nervosa. Quatorze voluntários participaram deste estudo e foram divididos em dois grupos. No primeiro dia, um grupo foi submetido à corrente interferencial enquanto o outro não realizou a terapia. No dia seguinte, os grupos foram trocados. Foram avaliados os limiares da dor por pressão, com um algômetro, e o da dor ao frio, além do desconforto pela Escala Visual de Escala da Dor (EVAD). Como forma de eletroestimulação, foi utilizada a corrente interferencial com os parâmetros 2.000Hz de corrente base, com AMF de 100Hz, ΔF 50%, slope 1/1. Os indivíduos foram reavaliados em três momentos: logo após eletroestimulação, 20 minutos após e uma hora depois. Quanto à comparação entre as avaliações com o algômetro de pressão e desconforto ao frio, os resultados não foram significativos, tanto no grupo placebo quanto no grupo eletroestimulado. Nas avaliações do limiar da dor ao frio houve diminuição do limiar de dor no grupo eletroestimulado. Conclui-se que o uso da corrente interferencial...

Ação da estimulação elétrica nervosa transcutânea sobre o limiar de dor induzido por pressão

Schulz,Aline Patrícia; Chang Chao,Belisa; Gazola,Franciele; Pereira,Gitana Daiala; Nakanishi,Marcos Koiti; Kunz,Regina Inês; Canto,Talita de Oliveira
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.42%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) é uma corrente de baixa frequência, utilizada para tratamento de dor, contudo há lacunas com respeito aos parâmetros de uso, bem como do modo de ação. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos da TENS, na forma burst, sobre a dor induzida por pressão. MÉTODO: Estudo duplamente encoberto e cruzado, com 23 indivíduos, de ambos os sexos, alocados em grupo TENS (GT) e grupo placebo (GP). A TENS burst, com duração de fase de 200 µs e com intensidade regulada até o limiar motor foi aplicada em duas regiões dos nervos mediano e ulnar, ambos na região supracondiliana, por 15 minutos. Para avaliação do limiar doloroso foi aplicado um dolorímetro de pressão sobre as regiões tenar e hipotenar nos seguintes períodos: antes e imediatamente após a estimulação, 20 minutos e 1 hora após o término da eletroestimulação. RESULTADOS: Por meio da avaliação do limiar doloroso da região tenar e hipotenar, observou-se que não houve diferença significativa quando comparados intragrupo e entre os grupos, para todos os momentos da avaliação. CONCLUSÃO: O uso de TENS na forma burst não foi eficaz para elevar o limiar na dor induzida por pressão.

Limiar de dor à pressão em crianças com cefaleia

Ferracini,Gabriela Natália; Speciali,José Geraldo
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.34%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A cefaleia está entre as dores mais comuns na infância, e estas apresentam mais sensibilidade a dor nas superfícies corporais, que pode ser avaliado pela algometria. O objetivo deste estudo foi rever na literatura os estudos que avaliaram o limiar de dor a pressão (LDP) em crianças com e sem cefaleia. CONTEÚDO: Conduziu-se uma busca nos bancos de dados bibliográficos, incluindo Pubmed (National Library of Medicine), LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) e ADOLEC (Saúde na Adolescência) para identificar estudos científicos relevantes. Quatro estudos preencheram todos os critérios de seleção, totalizando 492 crianças e adolescentes, de 5 a 15,8 anos de idade. Destas, 75 tinham migrânea, 61 cefaleia tipo tensional e 356 sem histórico de cefaleia. CONCLUSÃO: Não há consenso sobre a influência das cefaleias no LDP em crianças. Devido à escassez de estudos, não se pode concluir que o limiar de dor à pressão é menor em crianças com cefaleia quando comparado com crianças saudáveis.

Diretrizes para avaliação somatossensorial em pacientes portadores de disfunção temporomandibular e dor orofacial

Sydney,Priscila Brenner Hilgenberg; Conti,Paulo César Rodrigues
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
86.26%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Diferentes estímulos são necessários para avaliar a integridade das fibras aferentes e compreender melhor os mecanismos envolvidos nas diferentes condições dolorosas que podem afetar a região orofacial. O principal objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura, proporcionando diretrizes para a prática clínica. CONTEÚDO: Foram realizadas buscas na literatura de 1990 a 2011, na base de dados PubMed utilizando-se termos MeSH. A estimulação mecânica pôde ser realizada mediante o uso de monofilamentos de Von-Frey, para testar as fibras A-beta e A-delta. O teste de picada é uma maneira simples de se avaliar as fibras A-delta e C. O limiar de dor à pressão (LDP) testa as fibras A-delta e C. Dentre as modalidades de ensaios térmicos, pode-se utilizar cubos de gelo ou um spray aerosol congelante para medir a nível de sensibilização central envolvido. Os estímulos elétricos, aplicados pelo aparelho Neurometer/Neurotron®, avaliam os três tipos principais de fibras (A-delta, A-beta e C), hiperestesia e hipoestesia. Além disso, as fibras do tipo C também podem ser avaliadas por estímulos químicos com capsaicina e/ou mentol. CONCLUSÃO: Os testes quantitativos sensoriais consistem em uma forma confiável para avaliação da função sensorial das fibras nervosas. O déficit sensorial pode ser quantificado e os dados utilizados como auxílio diagnóstico ou para comparações de eficácia entre diferentes modalidades de tratamento.

Efeitos local e sistêmico do laser de baixa potência no limiar de dor por pressão em indivíduos saudáveis

Pelegrini,Stella; Venancio,Roberta Ceila; Liebano,Richard Eloin
Fonte: Universidade de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
76.48%
O laser de baixa potência é utilizado como recurso terapêutico para controle da dor. Porém, ainda é questionado o real efeito como também a dosimetria mais eficaz para esse efeito analgésico. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos local e sistêmico do laser de baixa potência no limiar de dor por pressão, em indivíduos saudáveis. Cento e cinquenta indivíduos foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos: Controle, Laser Placebo, 3 J, 6 J e 12 J. Para avaliar o limiar de dor, utilizou-se um algômetro de pressão em cinco tempos distintos. Na região da mão dominante do indivíduo, foi realizado o laser e a algometria para verificar o efeito local. Já naquela da perna dominante, realizou-se somente a algometria para verificar efeito sistêmico do laser de baixa potência. Houve redução local do limiar de dor por pressão no Grupo 3 J em comparação com os grupos Controle (p=0,0016) e Placebo (p=0,004), e não houve alteração sistêmica do limiar de dor por pressão. O laser de baixa potência, quando utilizado com energia de 3 J, reduziu o limiar de dor por pressão local em indivíduos saudáveis, porém não houve alteração sistêmica.

Relação do limiar da dor e depressão em pacientes portadores de disfunção temporomandibular

Damasceno Benevides, Silvia; Alves Motta, Mauricy (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
86.42%
A Disfunção Temporomandibular (DTM) caracteriza-se por alterações que comprometem a musculatura mastigatória ou as estruturas da articulação. O sinal mais frequentemente observado é a dor. Os fatores psicológicos estão relacionados ao processo de percepção da dor local. Estes podem implicar na predisposição, iniciação e perpetuação da DTM. As alterações psicológicas são comumente observadas em pacientes com dor crônica, especialmente a depressão. O objetivo desta pesquisa foi investigar a relação do limiar de dor por pressão (LDP) e a depressão. O desenho do estudo foi do tipo série de casos. A pesquisa foi desenvolvida no Centro de Controle da Dor Orofacial (FOP/UPE) no período de março a julho de 2005. A amostra constituiu-se de 81 indivíduos com idade média de 34,64 anos de ambos os gêneros, portadores de DTM com queixa de dor há mais de 3 meses. Foram utilizados como instrumento de avaliação a algometria de pressão, a escala analógica visual (EAV) e o Eixo II RDC/TMD adaptado culturalmente para a população brasileira. De acordo com os resultados obtidos, constatou-se que 65,5% dos sujeitos envolvidos na amostra apresentaram depressão, sendo 27,2% no grau moderado e 38,3% no grau severo. Os escores médios dos pacientes com depressão moderada e severa foram de 0...

Limiar de dor, prevalência de fibromialgia, qualidade de vida e de sono em mulheres com endometriose= : Pain threshold, fibromyalgia prevalence, quality of life and sleep quality in women with endometriosis; Pain threshold, fibromyalgia prevalence, quality of life and sleep quality in women with endometriosis

Fabiana Roberta Nunes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.45%
Introdução: Mulheres com endometriose frequentemente se queixam de dor, que pode interferir na qualidade de vida e de sono. Alguns estudos mostraram maior prevalência de algumas patologias, como fibromialgia, em mulheres com endometriose. Assim, e necessário avaliar as repercussões da endometriose na vida das mulheres. Objetivo: Comparar a prevalência de fibromialgia, o limiar doloroso, a qualidade de vida e do sono em mulheres com e sem endometriose. Métodos: Participaram do estudo 257 mulheres com endometriose, confirmada cirurgicamente e histopatologicamente, e 253 sem historia ou sintomas da doença. As mulheres do grupo com endometriose foram divididas em dois subgrupos, com endometriose grau I-II (n=89), e grau III-IV (n=168), de acordo com os critérios de 1996 da American Society for Reproductive Medicine. As voluntarias responderam aos questionários: Short-form 36 (SF-36) para avaliação da qualidade de vida, Inventario do Sono para avaliar a qualidade de sono e questionário de classificação de fibromialgia de acordo com os critérios de 1990 e 2010 do American College of Rheumatology (ACR). Alem disso, foi avaliada a dor das participantes através da escala visual analógica (EVA) e as mesmas foram submetidas a exame físico para avaliação do limiar de dor em 20 diferentes pontos corporais e a presença de dor nos tender points dos critérios de fibromialgia de 1990. Para a avaliação física foi utilizado um algometro que mensurava a digitopressao realizada pela pesquisadora. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade de Campinas e todas as mulheres assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido. Resultados: Na amostra estudada...

Interação entre limiar de dor e função autonômica após restrição de sono em indivíduos saudáveis

Dall'Agnol, Letizzia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.44%
Introdução: Embora a relação entre privação de sono e limiar de dor tenha sido estudada em condições patológicas de quadros álgicos agudos e crônicos, os mecanismos envolvidos neste processo ainda carecem de investigações. Nesse contexto, sabe-se que são crescentes as situações nas quais a restrição de sono aguda é induzida por atividades laborais cotidianas, e a compreensão desta relação demanda modelos que permitam observar o efeito em condições em que os estímulos sejam padronizados e controlados. Assim sendo, investigamos o efeito da restrição aguda de sono na função autonômica e sua relação com limiares de dor em indivíduos saudáveis. Objetivos: Avaliar a relação entre respostas autonômicas e percepção a estímulos nociceptivos térmicos e elétricos pós-restrição aguda de sono ocasionada por estresse laboral. Métodos: Foram avaliados 19 estudantes de Medicina saudáveis após noite de sono habitual (SN) e após plantão noturno de 12 horas (RS). Primeiramente examinamos características clínicas dos sujeitos utilizando escalas para avaliação de sono e sintomas psiquiátricos. Foram realizados também testes quantitativos de sensibilidade para sensações térmicas e elétricas e registradas respostas cutâneas simpáticas (RCS) induzidas por estímulo elétrico duplo com diferentes intervalos interestímulos (ISI). Resultados: A média de duração do sono durante as 12 horas de plantão noturno foi de 120+ 28 minutos. Os escores de ansiedade foram maiores na fase RS quando comparados com os da fase SN (p<0...

Efeitos local e sistêmico do laser de baixa potência no limiar de dor por pressão em indivíduos saudáveis; Local and systemic effects of low-power laser on pressure pain threshold in healthy subjects

Pelegrini, Stella; Venancio, Roberta Ceila; Liebano, Richard Eloin
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.48%
O laser de baixa potência é utilizado como recurso terapêutico para controle da dor. Porém, ainda é questionado o real efeito como também a dosimetria mais eficaz para esse efeito analgésico. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos local e sistêmico do laser de baixa potência no limiar de dor por pressão, em indivíduos saudáveis. Cento e cinquenta indivíduos foram distribuídos aleatoriamente em cinco grupos: Controle, Laser Placebo, 3 J, 6 J e 12 J. Para avaliar o limiar de dor, utilizou-se um algômetro de pressão em cinco tempos distintos. Na região da mão dominante do indivíduo, foi realizado o laser e a algometria para verificar o efeito local. Já naquela da perna dominante, realizou-se somente a algometria para verificar efeito sistêmico do laser de baixa potência. Houve redução local do limiar de dor por pressão no Grupo 3 J em comparação com os grupos Controle (p=0,0016) e Placebo (p=0,004), e não houve alteração sistêmica do limiar de dor por pressão. O laser de baixa potência, quando utilizado com energia de 3 J, reduziu o limiar de dor por pressão local em indivíduos saudáveis, porém não houve alteração sistêmica.; Low-power laser is used as a therapeutic tool for pain control. However...