Página 1 dos resultados de 224 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Leukograms of healthy Holstein calves within the first month of life; Leucograma de bezerros Holstein sadios no primeiro mês de vida

Benesi, Fernando José; Teixeira, Cynthia M. C.; Leal, Marta L. R.; Lisboa, Julio A. N.; Mirandola, Regina M. S.; Shecaira, Carolina de Lara; Gomes, Viviani
Fonte: REVISTA PESQUISA VETERINARIA BRASILEIRA; RIO JANEIRO Publicador: REVISTA PESQUISA VETERINARIA BRASILEIRA; RIO JANEIRO
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.53%
To establish reference values and to assess the influence of age on the leukograms of healthy Holstein calves, blood samples were obtained from 300 animals. These samples were distributed equally (n=20) among 15 experimental groups according to age: birth to 8 hours, 9 to 16 hours, 17 to 24 hours, 2 days, 3 days, 4 days, 5 days, 6 to 7 days, 8 to 9 days, 10 to 11 days, 12 to 13 days, 14 to 15 days, 16 to 20 days, 21 to 25 days and 26 to 30 days of age. The maximum numbers of leukocytes (9,305.0/mL), segmented neutrophils (6,551.2/mL) and total neutrophils (6,678.3/mL) were noted within the first 8 hours of life, while band neutrophils peaked in number (133.3/mL) between 9 and 16 hours after birth. Meanwhile, the maximum total lymphocyte (4,992.1/µL) and typical lymphocyte (4,686.1/µL) counts occurred between 21 and 25 days, whereas atypical lymphocytes (388.5/µL) reached their maximum number between 26 and 30 days, demonstrating an inversion of the neutrophil:lymphocyte ratio over time. Thus, the influence of age on the leukocyte count of the evaluated calves was verified. The release of endogenous corticosteroids during labor or at birth may contribute to this variation in leukograms with age.; Com a finalidade de estabelecer os valores de referência e de avaliar a influência do fator etário sobre o leucograma de bezerras sadias...

Leucograma e proteínas de fase aguda de ruminantes domésticos sadios e enfermos

Simplicio, Kalina Maria de Medeiros Gomes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 102 f. : il., gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.35%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; Foi avaliada a importância de proteínas de fase aguda (PFA) como biomarcadores de enfermidades em ruminantes domésticos. Para tal se determinou o proteinograma sérico e leucograma de 15 bovinos sadios e 15 doentes, 15 ovinos sadios e 15 doentes, e 15 caprinos sadios e 15 doentes. Todos foram submetidos a colheitas diárias de sangue durante sete dias, enquanto permaneciam internados no Hospital Veterinário da FCAV-UNESP, Câmpus de Jaboticabal. Em bovinos a haptoglobina teve destaque como biomarcador precoce e confiável de foco inflamatório/infeccioso. Em ovinos ceruloplasmina, haptoglobina, 1-glicoproteína ácida mostraram moderada atividade frente às enfermidades avaliadas. Caprinos acometidos por ectima contagioso não apresentaram boa responsividade das PFAs. No entanto, ceruloplasmina, haptoglobina, 1-glicoproteína ácida destacaram-se como biomarcadores de foco inflamatório/infeccioso em caprinos acometidos por mastite e artrite secundária à infecção pelo vírus da artrite encefalite caprina. Transferrina, embora tenha se mostrado biologicamente como uma PFA negativa em todos os grupos estudados...

Leucograma e metabolismo oxidativo de neutrófilos em cabras da raça Saanen nos períodos de gestação, parto e pós-parto

Fonteque, Joandes H.; Saito, Mere E.; Barioni, Graziela; Valente, Ana C. Dos S.; Takahira, Regina K.; Kohayagawa, Aguemi
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 63-70
POR
Relevância na Pesquisa
27.35%
The purpose of this study was to evaluate the leukocyte count and the oxidative metabolism of neutrophil in Saanen goats during periods of pregnancy, parturition and postpartum. Were used 20 Saanen goats, clinically healthy and serologically negative for caprine arthritis encephalitis virus (CAEV). Blood samples were collected by jugular venipuncture 49 (M1), 42 (M2), 35 (M3), 28 (M4), 21 (M5), 14 (M6), seven (M7), three (M8) days before the parturition, on the day of birth (M9), three (M10) and seven (M11) days postpartum, for the leukocyte count, and serum for cortisol, estradiol and progesterone determination. From 28 days (M4) before parturition until seven days postpartum (M11) blood samples were collected for evaluation of oxidative metabolism of neutrophils by the nitroblue tetrazolium reduction test (NBT). The results showed that at parturition day there were an increase in cortisol and estradiol levels and a decrease in progesterone serum, neutrophilic leukocytosis and left shift slight, decrease of lymphocytes, increase in the neutrophil: lymphocyte, eosinopenia, monocytosis and basophilia. There was a neutrophilic leukocytosis and an increase in the neutrophil: lymphocyte on the seventh day postpartum. There were not significant alterations in oxidative metabolism of neutrophils during pregnancy...

Análise multivariada de leucograma e da resposta de fase aguda em equinos acometidos por síndrome cólica de origem natural ou experimental

Nogueira, Andressa Francisca Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xv, 43 p.
POR
Relevância na Pesquisa
27.66%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; The acute phase proteins are glycoproteins synthesized by hepatocytes and appear early in the bloodstream during inflammatory processes. The study aimed to identify, differentiate, measure, evaluate and compare the acute phase serum proteins in horses with naturally occurring colics and those undergoing experimental intestinal obstruction and correlate them with the leukon count in these animals. From the 27 adult horses studied 12 were treated in the Veterinary Hospital Governor Laudo Natel (FCAV / UNESP) from July 2010 to July 2013 for acute abdomen, survivors or not, and 15 animals were subjected to experimental small or large intestinal obstruction. Samples were obtained from whole blood with anticoagulant, to perform the WBC, and without anticoagulant to perform the SDS-PAGE electrophoretogram immediately before laparotomy (MO), after surgery (M1), and daily until the seventh day after surgery, except the sixth day (M2, M3, M4, M5, M6 and M7). For data analysis the multivariate statistical method with exploratory factor analysis was used. The horses with naturally occurringg colic showed intense inflammatory patterns that horses undergoing experimental intestinal obstruction. The horses undergoing experimental intestinal obstruction had also inflammatory obstruction established the model. The acute phase proteins had greater participation in the variability of the inflammatory response than the WBC and only when the influence of time in each group was evaluated there was a correlation between acute phase proteins and WBC. The acute phase protein alpha 1-acid glycoprotein...

Leucograma e perfil bioquímico sérico de cabras com mastite experimental causada por Staphylococcus aureus e Streptococcus agalactiae

Simplicio, Kalina Maria de Medeiros Gomes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xviii, 73 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
27.35%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; Acute phase proteins (APP) are sensitive and early indicators of inflammation. However, information regarding goats APP are scarce in the literature. So the aim of this study was to determine the leukocyte count and serum biochemical profile, in particular APP, in goats with induced Staphylococcus aureus (Group I) and Streptococcus agalactiae (Group II) mastitis in order to verify its importance as early biomarkers of mammary infection in these species. GI was composed of five Saanen goats inoculated through the teat canal with about 9.5 x 109 colony forming units (CFU) of S. aureus and GII consisted of five French Alpine goats inoculated with approximately 4.4 x 1011 CFU of S. agalactiae. The experimental moment immediately prior to inoculation was designated M0 and the following identified as M1, M2, M3, M4, M5, M6 and M7 when blood and milk samples were obtained. Leucocyte count and measurement of plasma fibrinogen concentration, serum levels of aspartate aminotransferase, alkaline phosphatase, gamma glutamyl transferase, creatine kinase, total protein, albumin, urea, creatinine, total calcium, phosphorus, magnesium and iron, were determined with blood samples, using commercial kits. Serum transferrin...

A utilidade do leucograma, proteina c-reativa, interleucina-6 e fator de necrose tumoral-alfa no diagnostico da sepse neonatal tardia; The utility of white blood cell count, C-reactive protein, interleukin-6 and tumor necrosis factor-alpha for diagnosis of late neonatal sepsis

Jamil Pedro de Siqueira Caldas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.86%
O objetivo do estudo foi avaliar as propriedades diagnósticas de quatro exames laboratoriais na sepse neonatal tardia: leucograma, proteína C-reativa (PCR),interleucina-6 (IL-6) e fator de necrose tumoral-alfa (TNF-?). Analisaram-se 82 recémnascidos com idade entre três e 30 dias, em um período de 20 meses. Nos quadros suspeitos de sepse foram colhidas três amostras de sangue: à suspeita, 24 e 48 horas depois. O leucograma foi avaliado no dia da suspeita clinica e foi considerado alterado quando o índice neutrofílico e o numero total de neutrófilos estivessem alterados. Os marcadores séricos foram dosados por quimioluminescência e o limite de corte obtido pela construção da curva ROC. De acordo com a evolução clínica, os recém-nascidos foram classificados em três grupos: sepse comprovada por cultura, sepse clínica (culturas negativas e quadro clínico muito sugestivo de infecção) e não infectados. Os grupos foram comparáveis quanto ao peso ao nascer, idade gestacional, sexo, idade cronológica e índice de Apgar. Nos grupos sépticos, choque ocorreu em 36,2% e óbito em 8,6% das crianças. O leucograma alterou-se em 64,3% naqueles com sepse comprovada, 68,8% naqueles com sepse clínica e 25,0% nos não infectados. A mediana da PCR mostrou-se mais elevada nos grupos sépticos em relação ao não infectado...

Leucograma, proteína C reativa, alfa-1 glicoproteína ácida e velocidade de hemossedimentação na apendicite aguda

Carvalho,Bruno Ramalho de; Diogo-Filho,Augusto; Fernandes,Cleiton; Barra,Cristiane Borges
Fonte: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED Publicador: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2003 PT
Relevância na Pesquisa
27.91%
RACIONAL: O diagnóstico da apendicite aguda é clínico, mas alguns indivíduos podem apresentar sinais e sintomas pouco característicos. As dificuldades diagnósticas ainda conduzem os cirurgiões à realização de laparotomias desnecessárias, que atingem índices de 15% a 40%. Os exames laboratoriais, assim, podem se tornar complementos úteis no diagnóstico da apendicite aguda. O leucograma parece ser o de maior valor, mas a dosagem das proteínas de fase aguda, em especial da proteína C reativa, é objeto de vários estudos. CASUÍSTICA E MÉTODO: Estudo longitudinal prospectivo, envolvendo 63 pacientes submetidos a apendicectomia por suspeita de apendicite aguda no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, MG, de cujas amostras de sangue foram feitas dosagens das proteínas de fase aguda e leucograma. RESULTADOS: Foram 44 pacientes do sexo masculino e a faixa etária predominante entre 11 e 30 anos. A apendicite aguda foi mais freqüente no sexo masculino (69,8%) e na faixa etária entre 11 e 30 anos. O tipo flegmonoso foi mais freqüente (52,4%). O leucograma mostrou-se aumentado em 74,6% dos casos e a elevação da proteína C reativa foi observada em 88,9%. As dosagens de alfa-1 glicoproteína ácida e velocidade de hemossedimentação foram predominantemente normais. A proteína C reativa esteve aumentada em mais de 80% dos casos em todas as idades. O leucograma e a proteína C reativa alteraram-se em 80% dos pacientes com até 24 horas do início dos sintomas. Com tempo de evolução dos sintomas superior a 24 horas...

Acurácia diagnóstica do leucograma, proteína C-reativa, interleucina-6 e fator de necrose tumoral-alfa na sepse neonatal tardia

Caldas,Jamil P. S.; Marba,Sérgio T. M.; Blotta,Maria H. S. L.; Calil,Roseli; Morais,Sirlei S.; Oliveira,Rômulo T. D.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.86%
OBJETIVO: Avaliar o valor do leucograma, proteína C-reativa (PCR), interleucina-6 (IL-6) e do fator de necrose tumoral-alfa (TNF-α), isoladamente e em conjunto, na detecção da sepse neonatal tardia. MÉTODOS: Estudo de validação diagnóstica. A PCR, IL-6 e TNF-α foram dosados por quimioluminescência à suspeita clínica, 24 e 48 horas depois, e o leucograma unicamente à suspeita. De acordo com evolução clínica e resultados de culturas, três grupos foram definidos: sepse comprovada (SC), sepse provável (SP) e não infectados (NI). Os testes estatísticos utilizados foram os de Wilcoxon, qui-quadrado e análise de variância de Friedman e os limites de corte foram obtidos pela construção da curva ROC. RESULTADOS: Estudaram-se 82 crianças, sendo 42 no grupo SC, 16 no SP e 24 NI. Nos três momentos, as medianas da PCR e da IL-6 mostraram-se significativamente mais elevadas nos grupos SC e SP, e as do TNF-α alteraram-se apenas no grupo SC. Os índices diagnósticos da PCR foram elevados nos três momentos e com acurácia superior a do leucograma e semelhante a da IL-6 e a do TNF-α em suas primeiras medidas. Entre as citocinas, não houve diferença estatística entre elas, nem em relação ao leucograma. A associação dos testes não aumentou a capacidade diagnóstica...

Influência meteorológica no leucograma e na população citológica do trato respiratório de bezerros

Bertagnon,H.G.; Esper,G.V.Z.; Emanuelli,M.P.; Pellegrine,L.G.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.35%
Com o intuito de verificar a influência de diferentes condições meteorológicas na sanidade de bovinos, foi realizado citologia de lavados traqueobrônquicos obtidos por traqueocentese e leucograma sanguíneo de cinco bezerros em situações de extremos de temperatura ambiental, sendo T1 = T (temperatura ambiental) de 5ºC e UR (umidade relativa do ar) 93%; T2 = temperatura controle de T 22ºC e UR 80%; e T3 = T 30ºC e UR 41%. Pode-se observar que a condição T3 provavelmente gerou estresse nos animais, pois se observou monocitose significativa no leucograma e na análise do lavado traqueobrônquico, uma diminuição significativa de macrófagos alveolares gigantes, provavelmente por diminuição da atividade macrofágica alveolar, caracterizando esta temperatura e umidade relativa do ar como favoráveis ao aparecimento de doenças respiratórias.

Evolução clínica e avaliação de parâmetros leucocitários e de proteínas de fase aguda na pododermatite infecciosa ovina

Carvalho,Vitor S.; Araújo,Byanca R.; Vasconcelos,Ticianna C.; Chiminazzo,Cláudio; Costa Neto,Antonio O.; Ayres,Maria C.C.; Guimarães,José E.; Costa,Joselito N.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.53%
Neste artigo realizou-se a avaliação de ovinos mestiços Santa Inês com pododermatite infecciosa, verificando as alterações no leucograma e proteínas de fase aguda. No primeiro experimento, 70 fêmeas foram separadas em três grupos de acordo com o seu escore podal: Grupo controle (G1) com escore 0; Dermatite interdigital (G2) com escore 1 ou 2 e Pododermatite necrosante (G3) com escore 3, 4 ou 5. Durante dois meses observou-se a evolução clínica e efeitos no leucograma em cinco momentos: M1 (dia 0), M2 (dia 15), M3 (dia 30), M4 (dia 45) e M5 (dia 60). A intensidade do resultado do leucograma foi de baixa magnitude, observando-se alterações significativas (p<0,05) como uma leve leucocitose (G3, M4), atribuída a neutrofilia e um discreto aumento no número total de monócitos (G3, M2 e M3) apesar do extenso dano e necrose tecidual existentes na última fase da doença. No segundo experimento, utilizaram-se 105 animais de sete propriedades com objetivo de isolar o agente etiológico e avaliar os efeitos da doença sobre proteína plasmática total e proteínas de fase aguda. Os animais também foram separados em três grupos: controle, dermatite interdigital e pododermatite necrosante. Em todas as propriedades foi realizado o isolamento de Dichelobacter nodosus. Não houve correlação significativa (p<0...

Avaliação do quadro eritrocitário e da repercussão do estado anêmico no leucograma de caprinos com verminose gastrintestinal

Birgel,Daniela B.; Muller,Alois F.; Fantinato-Neto,Paulo; Storillo,Vanessa M.; Benesi,Fernando J.; Birgel Junior,Eduardo H.
Fonte: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) Publicador: Colégio Brasileiro de Patologia Animal - CBPA; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
Com o intuito de caracterizar a anemia decorrente da verminose gastrintestinal e avaliar as alterações no leucograma, foram realizadas hemogramas de 96 caprinos da raça Saanen adultos, sendo que 57 destes estavam anêmicos. O diagnóstico da enfermidade foi realizado pelos sintomas característicos da doença como mucosas conjuntival esbranquiçadas, edema submandibular, emagrecimento e pelame arrepiado, confirmados por exame de fezes no qual se detectou a presença de ovos da superfamília Trichostrongyloidea. As amostras de sangue foram colhidas por punção da veia jugular, utilizando-se o EDTA como anticoagulante. Realizaram-se as seguintes provas: contagem do numero de hemácias, determinação do volume globular, dosagem de hemoglobina, cálculo dos índices hematimétricos (VCM, HCM e CHCM), contagem do número total de leucócitos e a contagem diferencial de leucócitos, efetuada em esfregaços sanguíneos, corados pelo método de Rosenfeld. Os animais foram divididos em grupos, baseado na magnitude da diminuição do volume globular, (1) animais sem anemia, (2) anemia de grau leve, (3) anemia moderada e (4) anemia intensa. Nos processos anêmicos leves ou moderados a anemia era do tipo normocítico e normocrômico, enquanto nos animais com anemia intensa (diminuição maior que metade dos valores normais de He...

Valores de referência do leucograma de bovinos da raça Jersey criados no Estado de São Paulo

BIRGEL JUNIOR,Eduardo Harry; D´ANGELINO,José Luiz; BENESI,Fernando José; BIRGEL,Eduardo Harry
Fonte: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
27.53%
Estabeleceram-se os valores de referência do leucograma de bovinos da raça Jersey, criados no Estado de São Paulo, avaliando-se a influência exercida pelos fatores etários em amostras de sangue colhidas de 253 fêmeas clinicamente sadias e não-reagentes ao antígeno do Vírus da Leucose dos Bovinos. Nas amostras de sangue, que continham EDTA como anticoagulante, foi realizada a contagem do número total de leucócitos, em câmara de Neubauer modificada, utilizando-se o líquido de Thoma como diluidor e a contagem diferencial de leucócitos, efetuada em esfregaços sangüíneos, corados pelo método de Rosenfeld. Demonstrou-se que o leucograma desses bovinos sofria influência dos fatores etários. O número total de leucócitos e linfócitos aumentou até 12 meses de idade, estabilizando-se entre 12 e 24 meses, para, a seguir, diminuir, progressivamente, com o desenvolvimento etário, sendo o quadro leucocitário predominantemente linfocitário. Essas variações foram atribuídas, principalmente, ao comportamento do número absoluto de linfócitos. O número absoluto do total de neutrófilos não demonstrou variações significativas que pudessem ser atribuídas à influência dos fatores etários, mas o número absoluto de neutrófilos com núcleo em bastonete foi maior nos bezerros com até 6 meses de idade. O número absoluto de eosinófilos aumentou gradativamente com o desenvolvimento etário...

Influência da gestação e do puerpério sobre o leucograma de caprinos da raça Saanen, criados no Estado de São Paulo

Viana,Rinaldo Batista; Birgel Junior,Eduardo Harry; Ayres,Maria Consuelo Caribé; Biojoni,Fernanda de Souza Meirelles; Souza,Maria do Carmo Custódio de; Birgel,Eduardo Harry
Fonte: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.53%
Para avaliar a influência da gestação e do puerpério sobre os constituintes do leucograma de caprinos da raça Saanen foram colhidas 150 amostras de sangue, distribuídas em 5 grupos com 30 animais cada: cabras não prenhes; fase inicial da gestação (30 -| 60 dias de prenhez); fase média da gestação (60 -| 120 dias de prenhez); fase final da gestação (> 120 dias de prenhez); e recém-paridas (< 30 dias de puerpério). Nas amostras de sangue, colhidas em frascos contendo EDTA, foi realizada a contagem do número total de leucócitos em câmara de Neubauer, utilizando-se o líquido de Thoma como diluidor e a contagem diferencial de leucócitos,efetuada em esfregaços sangüíneos, corados pelo Método de Rosenfeld. Observou-se a influência da gestação sobre o leucograma, pois o quadro leucocitário foi caracterizado por uma diminuição gradual do número de leucócitos com o avançar da gestação, atingindo seus menores valores no final da gestação e no puerpério. Essa diminuição ocorreu devido ao comportamento observado para o número absoluto de linfócitos, que também diminuiu com a evolução da gestação. Dessa forma, o quadro leucocitário tornou-se, predominantemente, neutrofílico na fase final da gestação e no puerpério.

Leucocitose? Valores de Referência para os Leucócitos na Primeira Infância

Virella, Daniel; Teixeira, Valdemar; Esperança Pina, M.ª Julieta
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.53%
Contexto: Os valores do leucograma são frequentemente tidos em conta na decisão diagnóstica e terapêutica da infecção na primeira infância mas, estamos a identificar correctamente os casos de leucocitose? Objectivo: Determinar os valores de referência, obtidos num contador automatizado, do leucograma na primeira infância.Metodologia: Amostragem oportunista das crianças entre os 6 e 24 meses, utentes dos cuidados de Saúde Infantil dos Centros de Saúde do Concelho de Cascais. Foram excluídas as crianças com história de infecção nas 4 semanas prévias. Após consentimento paternal, foi realizado hemograma completo automatizado num contador Coulter e doseamento da proteína C reactiva (PCR) por método imunoturbidimétrico. Excluídas as crianças com PCR positiva, analizou-se a distribuição dos valores do leucograma.Resultados: Foram inquiridas 183 crianças, tendo sido colhido sangue a 125, das quais 120 apresentaram PCR negativa. Valores obtidos na contagem de leucócitos (10° por litro): distribuição Normal, não havendo diferenças nos três semestres abrangidos; valor mínimo 6,2; máximo 23,4; média 12,323; desvio padrão 3,399; percentil 2,5%: 6,738; percentil 97,5%: 19,5; neutrófilos: 11,7 - 53,1% (p2,5-p97...

Fatores etários no leucograma de fêmeas zebuínas sadias da raça Nelore (Bos indicus)

Costa,Joselito Nunes; Benesi,Fernando José; Birgel,Eduardo Harry; D'Angelino,José Luiz; Ayres,Maria Consuelo Caribé; Barros Filho,Ivan Roque de
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.66%
Para avaliar-se a influência dos fatores etários sobre o leucograma de fêmeas zebuínas da raça Nelore, examinaram-se amostras de sangue de 158 animais, distribuídos por sete grupos etários ( até 3 meses; 3 a 6 meses; 6 a 12 meses; 12 a 24 meses; 24 a 48 meses; 48 a 72 meses e maior que 72 meses). Os resultados expressos em valores médios (± desvios padrões) máximo (máx.) e mínimo (mín.) em milhares de células por mm³ para os diferentes componentes do leucograma foram os seguintes: leucócitos total máx. - 16992 ± 4104 ( 6 a 12 meses) e min. -10353 ± 2397 (48 a 72 meses ) ; neutrófilos total máx. - 3931 ± 1578 (até 3 meses) e min. - 2416 ± 1118 ( 6 a 12 meses ); eosinófilos máx. - 999 ± 499 (24 a 48 meses) e min. - 265 ± 276 ( 3 a 6 meses ); basófilos máx. - 67 ± 88 (> 72 meses) e min. - 39 ± 78 (6 a 12 meses); linfócitos típicos máx. - 12758 ± 3608 (6 a 12 meses) e min. - 5906 ± 1883 (48 a 72 meses); linfócitos atípicos máx. - 1310 ± 603 (3 a 6 meses ) e min. - 760 ± 419 ( 48 a 72 meses ); linfócitos total máx. - 14079 ± 4027 (6 a 12 meses ) e min. - 6666 ± 2059 ( 48 a 72 meses ) ; monócitos máx. -27 ± 62 ( até 3 meses ) e min.- 0 ( 6 a 12 meses). A existência de diferenças (p > 0...

Influência da gestação e do puerpério sobre o leucograma de caprinos da raça Saanen, criados no Estado de São Paulo; Influence of pregnancy and puerperium in the leucogram of Saanen goats (Capra hircus), bred in the state of São Paulo

Viana, Rinaldo Batista; Birgel Junior, Eduardo Harry; Ayres, Maria Consuelo Caribé; Biojoni, Fernanda de Souza Meirelles; Souza, Maria do Carmo Custódio de; Birgel, Eduardo Harry
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Para avaliar a influência da gestação e do puerpério sobre os constituintes do leucograma de caprinos da raça Saanen foram colhidas 150 amostras de sangue, distribuídas em 5 grupos com 30 animais cada: cabras não prenhes; fase inicial da gestação (30 -| 60 dias de prenhez); fase média da gestação (60 -| 120 dias de prenhez); fase final da gestação (>; 120 dias de prenhez); e recém-paridas (< 30 dias de puerpério). Nas amostras de sangue, colhidas em frascos contendo EDTA, foi realizada a contagem do número total de leucócitos em câmara de Neubauer, utilizando-se o líquido de Thoma como diluidor e a contagem diferencial de leucócitos,efetuada em esfregaços sangüíneos, corados pelo Método de Rosenfeld. Observou-se a influência da gestação sobre o leucograma, pois o quadro leucocitário foi caracterizado por uma diminuição gradual do número de leucócitos com o avançar da gestação, atingindo seus menores valores no final da gestação e no puerpério. Essa diminuição ocorreu devido ao comportamento observado para o número absoluto de linfócitos, que também diminuiu com a evolução da gestação. Dessa forma, o quadro leucocitário tornou-se, predominantemente, neutrofílico na fase final da gestação e no puerpério.; With the intention of evaluating the influence of pregnancy and puerperium in the leucogram of Saanen goats (Capra hircus)...

Influência do período pós-parto sobre o leucograma de fêmeas bovinas da raça holandesa; The influence of postpartum period on the leucogram of Holstein cows

Saut, João Paulo Elsen; Birgel Junior, Eduardo Harry
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Para avaliar a influência do período pós-parto sobre os constituintes do leucograma de fêmeas bovinas da raça Holandesa, foram colhidas 142 amostras de sangue nos primeiros 90 dias pós-parto. As amostras foram colhidas de vacas clinicamente sadias e não reagentes ao antígeno (GP 51) do vírus da Leucose dos Bovinos, divididas em 9 grupos experimentais, de acordo com o momento da colheita. Nas amostras de sangue foi realizada a contagem do número total de leucócitos e contagem diferencial de leucócitos. Durante todo o período estudado o quadro leucocitário foi predominantemente linfocitário, sendo nas primeiras 24 horas após aparição observado uma leucocitose fisiológica por neutrofilia com desvio à esquerda regenerativo, linfocitose e eosinopenia. Na primeira semana após o parto ocorreu a diminuição gradual do número de leucócitos, devido à redução do número absoluto de neutrófilos e linfócitos, sendo que exceção feita ao número absoluto de eosinófilos, nas amostras colhidas entre 6 - 8 dias após o parto os valores já estavam nos patamares observados nos animais fora do puerpério. Os valores de referência na primeira semana de puerpério variaram: entre 18.977 ± 5.644 e 12.247 ± 5.058 leucócitos/mm³; 8.453 ± 2.956 e 4.376 ± 4.139 neutrófilos /mm³ (532 ± 547 e 88 ± 174 neutófilos bastonete /mm³; 7.920 ± 2.689 e 4.289 ± 4.039 neutrófilos segmentado/mm³); 334 ± 387 e 225 ± 298 eosinófilos/mm³; 50 ± 128 e 23 ± 45 basófilos /mm³; 10.004 ± 4.901 e 7.595 ± 3.127 linfócitos/mm³; 121 ± 178 e 21 ± 85 monócitos/mm³.; With the purpose to evaluate the influence of postpartum period on the values of the leucogram of Holstein cows...

Valores de referência do leucograma de bovinos da raça Jersey criados no Estado de São Paulo; Reference values of the leucogram of the Jersey cattle, raised in São Paulo State

Birgel Junior, Eduardo Harry; D'Angelino, José Luiz; Benesi, Fernando José; Birgel, Eduardo Harry
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2001 POR
Relevância na Pesquisa
27.53%
Estabeleceram-se os valores de referência do leucograma de bovinos da raça Jersey, criados no Estado de São Paulo, avaliando-se a influência exercida pelos fatores etários em amostras de sangue colhidas de 253 fêmeas clinicamente sadias e não-reagentes ao antígeno do Vírus da Leucose dos Bovinos. Nas amostras de sangue, que continham EDTA como anticoagulante, foi realizada a contagem do número total de leucócitos, em câmara de Neubauer modificada, utilizando-se o líquido de Thoma como diluidor e a contagem diferencial de leucócitos, efetuada em esfregaços sangüíneos, corados pelo método de Rosenfeld. Demonstrou-se que o leucograma desses bovinos sofria influência dos fatores etários. O número total de leucócitos e linfócitos aumentou até 12 meses de idade, estabilizando-se entre 12 e 24 meses, para, a seguir, diminuir, progressivamente, com o desenvolvimento etário, sendo o quadro leucocitário predominantemente linfocitário. Essas variações foram atribuídas, principalmente, ao comportamento do número absoluto de linfócitos. O número absoluto do total de neutrófilos não demonstrou variações significativas que pudessem ser atribuídas à influência dos fatores etários, mas o número absoluto de neutrófilos com núcleo em bastonete foi maior nos bezerros com até 6 meses de idade. O número absoluto de eosinófilos aumentou gradativamente com o desenvolvimento etário...

Influência da parição e do puerpério no leucograma de caprinos (Capra hircus) da raça Saanen, criados no Estado de São Paulo; Influence of parturition and puerperium in the leucogram of Saanen goats (Capra hircus), raised in the State of São Paulo - Brazil

Birgel Júnior, Eduardo Harry; Viana, Rinaldo Batista; Ayres, Maria Consuelo Caribé; Benesi, Fernando José; Gomes, Viviane; Birgel, Eduardo Harry
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.74%
Com o objetivo de avaliar a influência da parição e do puerpério no leucograma de caprinos da raça Saanen foram colhidas 360 amostras de sangue de 20 cabras, sendo os resultados apresentados em 18 grupos experimentais: 32, 16, 8, 4, 3, 2, 1 e ½ dias antes do parto, imediatamente após a parição, ½, 1, 2, 3, 4, 8, 16, 32 e 64 dias após o parto. Nas amostras de sangue colhidas em frascos contendo EDTA, foram realizadas as seguintes provas: contagem do número total de leucócitos, em câmara de Neubauer modificada, utilizando-se o líquido de Thoma como diluidor e contagem diferencial de leucócitos, efetuada em esfregaços sangüíneos, corados pelo método de Rosenfeld. A avaliação dos resultados obtidos demonstrou que o leucograma sofreu influência da parição e do puerpério, sendo que durante todo o experimento o quadro leucocitário foi predominantemente neutrofílico. Nos últimos três dias de gestação observou-se gradual aumento do número de leucócitos, em decorrência das variações observadas no número de neutrófilos. No momento do parto o leucograma era caracterizado por leucocitose devido à neutrofilia associado a linfopenia. Nas primeiras 24 horas após o parto foi observado a existência de leucocitose por neutrofilia que desapereceu nos dias subseqüentes...

Leucograma de eqüinos hígidos submetidos a um protocolo hemodialítico

de Oliveira, Juliana; Professor adjunto – Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Estadual de Maringá, bolsista do CNPq durante doutoramento em Ciência Animal – EV – UFMG.; Palhares, Maristela Silveira; Professor associado – Departam
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; CMC; Artigo Original; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 24/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.53%
Com o objetivo de realizar adequação da técnica de hemodiálise para a espécie eqüina, foram formados quatro gruposexperimentais de seis animais cada, sendo os tratamentos: Grupo I: animais submetidos a cateterismo central unilateral eprotocolo de sedação (controle); Grupo II: animais submetidos a cateterismo central unilateral com cateter duplo-lúmen e umasessão de hemodiálise de seis horas; Grupo III: animais submetidos a cateterismo central unilateral com cateter duplo-lúmene duas sessões de hemodiálise de seis horas; Grupo IV: animais submetidos a cateterismo central bilateral com catetermono-lúmen e uma sessão de hemodiálise de seis horas. Empregou-se xilazina 10% (0,4 mg/kg) associada a acepromazina2% (0,08 mg/kg) via intravenosa para sedação. Foram utilizados dois hemodialisadores em série, do tipo fibras ocas, e o fluxosanguíneo foi de 319,18 ± 97,41 mL/minuto. A anticoagulação foi feita com heparina sódica em 100 UI/kg para primming,repetida na dose de 53,86 ± 18,61 UI/kg/hora. Dentre as respostas pesquisadas neste estudo, na avaliação hematológica nãoforam observadas alterações do leucograma (contagem global e diferencial dos leucócitos e avaliação da morfologia celular).Concluiu-se que a técnica de hemodiálise pode ser empregada na espécie eqüina...