Página 1 dos resultados de 625 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Mecanismos de lesão cerebral no traumatismo cranioencefálico; The pathophysiological mechanisms following traumatic brain injury

ANDRADE, Almir Ferreira de; PAIVA, Wellingson Silva; AMORIM, Robson Luis Oliveira de; FIGUEIREDO, Eberval Gadelha; RUSAFA NETO, Eloy; TEIXEIRA, Manoel Jacobsen
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
O traumatismo cranioencefálico (TCE) é a principal causa de morte e sequela em crianças e adultos jovens nos países industrializados ocidentais. A lesão encefálica definitiva que se estabelece após o TCE é o resultado de mecanismos fisiopatológicos que se iniciam com o acidente e estendem-se por dias ou semanas. As lesões encefálicas no TCE podem ser classificadas em difusas e focais. Esses dois mecanismos costumam associar-se em um mesmo paciente, embora, geralmente exista o predomínio de um tipo. O conhecimento dos mecanismos fisiopatológicos da lesão cerebral no traumatismo cranioencefálico é fundamental para o estabelecimento de medidas terapêuticas clínicas e cirúrgicas. Neste artigo, realizamos uma revisão crítica da literatura sobre os princípios fisiopatológicos da lesão cerebral no paciente com traumatismo cranioencefálico.; Traumatic brain injury is the main cause of death and disability in children and adults in Western Countries. The definitive brain injury is a consequence of pathophysiological mechanisms that begin at the moment of an accident and may extend for days or weeks. Traumatic brain injury may be classified as diffuse or focal. These two mechanisms are commonly associated in a patient...

A utilização de inferências visuais na elaboração do discurso oral de indivíduos normais e indivíduos com lesão de hemisfério direito; The utilization of visual inferences in discourse generation in normal individuals and individuals with right hemisphere lesions

Ribeiro, Ariella Fornachari
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.59%
Inferências são representações mentais, formadas mediante a interação entre informações linguísticas explícitas e o conhecimento de mundo que um indivíduo tem. É sabido que indivíduos com lesões cerebrais em hemisfério direito (HD) frequentemente falham nesse tipo de tarefa e que esta falha pode interferir na elaboração do discurso oral destes indivíduos. A literatura sobre esse tema é escassa e não são conhecidos os efeitos do local da lesão cerebral no processamento inferencial desses indivíduos. Esta pesquisa teve como objetivos comparar o desempenho de indivíduos normais e indivíduos com lesão de HD em uma tarefa de realização de inferências a partir de estímulos visuais, comparar a elaboração do discurso oral desses sujeitos neste mesmo teste, e verificar o impacto da escolaridade e do local da lesão cerebral nestas tarefas. Para isso, foram avaliados 75 indivíduos normais, com média de idade de 60,3 anos (± 8,5) e escolaridade média de 9,6 anos (± 4,2) e 50 indivíduos com lesão de HD, com média de idade de 58,1 anos (± 12) e escolaridade média de 8,9 anos (± 3,2). Os sujeitos foram avaliados individualmente, através do instrumento 300 exercices de compréhension dinferences logique et pragmatique et de chaînes causales...

Avaliação psicomotora em crianças com lesão cerebral

Marcia Regina Pinez Mendes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2001 PT
Relevância na Pesquisa
56.58%
A presente pesquisa objetivou verificar a eficácia de um instrumento de avaliação psicomotora com abordagem fisioterapêutica em crianças com lesão cerebral, assim como traçar um perfil dos sujeitos com diferentes graus de lesão cerebral e seus respectivos déficits sensório-motores. Participaram do trabalho sessenta e quatro sujeitos com diagnóstico médico de Paralisia Cerebral grave ou moderada, de ambos os sexos, na faixa etária de oito meses a nove anos, de março à julho de 2000. Após colhidos todos os dados de cada sujeito, realizou-se análise estatística descritiva. Os resultados obtidos mostraram que: a) as crianças tetraparéticas são a maioria, apresentando tônus espástico e poucas com movimentos involuntários; b) as diparéticas são espásticas e com movimentos atetósicos; c) as hemiparéticas são a minoria e possuem pouca espasticidade. Concluímos ser este instrumento eficaz para avaliar a criança com lesão cerebral e acreditamos que pode constituir-se em um referencial para todos os profissionais que trabalham nesta área.; The current research had the objective of verifying the efficiency of a psychomotor instrument of evaluation with physiotherapic approach in children with cerebral lesion, as well as to outline a profile of the individuals with different degrees of cerebral lesion and its respective motor-sensorium deficits. Participated in the research sixty four individuals with medical diagnosis of severe or moderate Cerebral Palsy...

Niveis sericos de arginina vasopressina e disturbios de sodio e agua em pacientes com lesão cerebral grave; Vasopression serum levels and disorders of sodium and water balance in patients with severe brain injury

Eliane de Araujo Cintra
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.58%
Antecedentes. Desordens do balanço de sódio e água, especialmente aqueles secundários ao diabete insípido (DI), à síndrome da secreção inapropriada do hormônio anti-diurético (SIHAD) e à síndrome cerebral perdedora de sal (SCPS), são freqüentemente vistas em pacientes com lesão cerebral grave (LCG), tanto traumática quanto não-traumática, podendo comprometer seus prognósticos. Diversos autores têm sugerido que um aumento na secreção de vasopressina (AVP) pode ser responsável pela piora da lesão cerebral primária uma vez que ela afeta os mecanismos cerebrais de formação de edema. Contudo, as alterações fisiopatológicas anteriormente citadas continuam sendo focos de debates na literatura. Objetivo. Avaliar o comportamento dos níveis plasmáticos de vasopressina e a presença de desordens do balanço de sódio e água em pacientes com LCG. Desenho. Estudo prospectivo, observacional e aberto. Local. Unidade de terapia intensiva geral de adultos do Hospital das Clínicas da Universidade Estadual de Campinas. Pacientes e Métodos. Trinta e sete pacientes adultos, de ambos os sexos, com LCG (pontuação inicial na escala de coma de Glasgow ? 8) e tempo estimado de lesão ? 72 horas foram estudados. Dados clínicos e laboratoriais de interesse foram registrados e a AVP foi mensurada em amostras de sangue venoso colhidas no 1o...

Comportamento da arginina-vasopressina na lesão cerebral grave e morte encefalica : importancia fisiologica da manutenção do potencial doador

Eliane de Araujo Cintra
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.44%
pacientes com lesão cerebral grave (LCG) tais como trauma craniencefálico (TCE), acidente vascular cerebral hemorrágico (AVCR) ou isquêrnico (AVCI), hemorragia subaracnóidea (HSA), e aqueles com morte encefálica (ME), apresentam, fteqüentemente, distúrbios na secreção de vasopressina (AVP). Os mecanismos fisiopatológicos de tais distúrbios não estão muito bem esclarecidos....Observação: O resumo, na integra, podera ser visualizado no texto completo da tese digital; Patients with severe brain lesions (SBL) such as head trauma (HT), hemorrbagic (HS) or ischemic stroke (1S), subarachnoid hemorrhage (SAR), and those with brain death (BD), &equently show vasopressm (AVP) secretion disturbances. The pathophysiologic mechanisms of such disturbances are not completely understood. ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations

Constipação intestinal em pacientes admitidos para reabilitação com lesão cerebral decorrente de acidente vascular cerebral

Engler, Tânia Mara Nascimento de Miranda
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.66%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências Médicas, 2011.; Introdução: A constipação intestinal é uma queixa comum entre pessoas com lesão cerebral decorrente de acidente vascular cerebral (AVC), com uma prevalência que varia, dependendo do tipo de estudo realizado e o estágio da lesão cerebral avaliado, porém essa prevalência ainda é superior àquela encontrada na população geral. Frequentemente as revisões médicas citam uma associação entre a constipação intestinal e o AVC, mas essa associação direta, clínica ou fisiopatológica não está clara, ressaltando que os estudos nesta área são limitados. As explicações mais comuns para a constipação nesta população estão relacionadas à idade, número de medicações utilizadas, desidratação e imobilidade. Em nossa experiência no programa de reabilitação neurológica do Hospital SARAH-Brasília, o paciente relata com frequência sintomas que geram desconforto na evacuação e diminuição da frequência evacuatória, o que em muitos casos prejudica a sua qualidade de vida e de seus familiares. Objetivos: Conhecer a prevalência da constipação intestinal entre os pacientes admitidos com AVC; sua correlação com fatores como características sócio-demográficas e clínicas...

Estudo exploratório do impacto de um programa de reabilitação neuropsicológica na lesão cerebral adquirida

Morais, Ana Rita da Cruz Costa Correia de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.47%
São vários os domínios cognitivos (e.g. atenção, memória, funções executivas) que se encontram muitas vezes comprometidos em sujeitos com lesão cerebral, repercutindo-se no funcionamento diário destes pacientes. Como tal, a reabilitação neuropsicológica a estes níveis revela-se fundamental. O presente trabalho aborda um estudo retrospetivo exploratório do impacto do programa holístico de reabilitação neuropsicológica que decorreu no Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, ao nível dos seguintes domínios: atenção, compreensão verbal, funções executivas, perceção visual, memória de trabalho, depressão e qualidade de vida. O estudo abrangeu uma amostra de indivíduos com lesão cerebral adquirida (n=16) que frequentaram este programa com uma duração de 6 meses. Para avaliar estes diferentes domínios, utilizou-se um protocolo de avaliação que permitiu estabelecer a comparação dos resultados obtidos em dois momentos distintos de avaliação (pré e pós programa de reabilitação neuropsicológica), através de testes estatísticos recorrendo-se ao software SPSS Statistics versão 20.0. No geral, os resultados revelaram um aumento do desempenho ao nível do funcionamento atencional...

A LESÃO CEREBRAL E O DESEMPENHO NA ESCALA DE INTELIGÊNCIA DE WECHSLER PARA ADULTOS (WAIS-III)

Goncalves, Marta; Castro-Caldas, Alexandre; Simoes, Mario
Fonte: Psiquilibrios Publicador: Psiquilibrios
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 22016 bytes; application/msword
ENG
Relevância na Pesquisa
66.47%
Os estudos relativos à sensibilidade e utilidade das várias versões da WAIS na avaliação neuropsicológica: (1) falham em encontrar relação directa entre QIs e estruturas anatómicas, mas mostram que uma diferença significativa entre QIV e QIR tende a ser associada com lesões em hemisférios cerebrais diferentes; (2) os Índices Factoriais sugerem maior sensibilidade à lesão cerebral, sobretudo para o Índice de Velocidade de Processamento; (3) existem testes pouco úteis para a prática clínica, tendo sido propostas versões reduzidas da escala; (4) as fórmulas de deterioração, apesar de não serem satisfatórias quando utilizadas isoladamente, podem ser úteis se utilizadas em conjunto com dados de observação; (5) o efeito da idade no desempenho dos diversos testes da bateria aponta para diferentes localizações de lesões mas estes resultados não devem ser interpretados isoladamente. Na investigação e prática neuropsicológicas é aceite que a WAIS pode ser útil no despiste de lesão cerebral, quando utilizada por um clínico experiente e complementada por informação decorrente da história e observação do doente, bem como por uma análise mais qualitativa do desempenho nesta prova e/ou noutros testes.

A importância da musicoterapia na paralisia cerebral:perceção da equipa multiprofissional

Ribeiro, Emanuela Aurora Nunes
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
Esta dissertação foca quais os benefícios que uma criança com Paralisia Cerebral pode alcançar ao frequentar a Musicoterapia. Neste sentido, a temática-alvo em análise é a paralisia cerebral, debruçando-se no contributo da área da Música no desenvolvimento cognitivo de uma criança com Paralisia Cerebral segundo vários autores e segundo uma equipa multiprofissional. O indivíduo com paralisia cerebral pode ter os seus movimentos afetados bem como a postura que pode ser causada por uma lesão fixa não progressiva que ocorre antes, durante ou depois do nascimento. O dano cerebral numa paralisia não é reversível, produzindo incapacidade física para o resto da vida. A classificação clínica refere a existência de vários tipos de Paralisia Cerebral, tais como: espástica onde o movimento é difícil, atetósica em que o movimento é descontrolado e involuntário e atáxica onde o equilíbrio e a sensibilidade profunda são anormais. Os sintomas variam consoante a área de extensão da lesão, podendo incluir: tiques; perturbação da marcha; espasmos; convulsões e fraco tónus muscular. Para além da motricidade, a Paralisia Cerebral também pode afectar a visão, a audição, a inteligência e a fala. A necessidade de um diagnóstico precoce presenteia-se com o facto de dar início à terapia o mais cedo possível. Em caso de suspeita...

Estudo de Cariz Circum-Fonológico de Crianças Com e Sem Lesão Cerebral

Machado, Sofia Fernanda de Barros
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
A linguagem reveste-se de grande importância, em todo o processo de desenvolvimento da criança, pois vai mediatizar todas as suas aquisições e aprendizagens, proporcionando-lhe um desenvolvimento harmonioso, bem como a sua inserção, no meio familiar, escolar e social. Esta investigação baseia-se no estudo de caso de uma criança com Paralisia Cerebral, que apresenta dificuldades de linguagem, com diagnóstico de uma disartria, categoria da alteração da linguagem que corresponde a dificuldades motoras para a produção da fala, na base da qual, se encontra a desorganização neuromotora dos órgãos periféricos da fala. No sentido de enriquecer este estudo, optámos por realizar uma comparação da linguagem desta criança, portadora de lesão cerebral, com outra criança com a mesma idade mental, sem qualquer tipo de lesão, para poder, eventualmente, relacionar competências de linguagem oral, em crianças com a mesma idade mental, mas diferentes oportunidades para o acto de fala.

Avaliação da experiência subjectiva em pessoas com lesão cerebral: Adaptação para a populagão portuguesa do European Brain Znjury Questionnaire (EBIQ)

Emília Santos, Maria; Escola Superior de Saúde do Alcoitão; Sousa, Liliana de; Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto; Castro-Caldas, Alexandre; Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
A avaliação da qualidade de vida das pessoas que sofreram lesão cerebral tem sido um aspecto pouco explorado, como resultado, nomeadamente, da falta de instrumentos adequados, das dificuldades dos próprios sujeitos fazerem a sua auto-avaliação e ainda da inexistência de populações de controlo. O European Brain Injury Questionnaire (EBIQ - Teasdale et al., 1997) foi criado para que, de uma forma simples, o doente possa fazer uma avaliação da sua experiência subjectiva e, simultaneamente, um familiar próximo faça também uma avaliação paralela do doente.O presente trabalho constitui a adaptação do EBIQ para uma população de controlo portuguesa (307 pares - sujeito//elemento da família), de modo a permitir a utilização deste instrumento em diversas situações decorrentes delesão cerebral em sujeitos adultos.

Lesão cerebral penetrante por grande fragmento de fibra de amianto tratada por craniectomia descompressiva: relato de caso

Andrade,Gustavo Cardoso de; Silveira,Roberto Leal; Arantes Jr,Aluízio Augusto; Fonseca Filho,Gilberto Almeida; Pinheiro Jr.,Nilson
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
56.35%
Relata-se caso de paciente de 22 anos vítima de traumatismo cranioencefálico penetrante por fragmento de fibra de amianto medindo 15 x 12 cm, e seu tratamento bem sucedido por craniectomia descompressiva. Ao contrário da lesão encefálica por projétil de arma de fogo, lesão encefálica penetrante por objeto de baixa energia é incomum. A maioria dos casos relatados na literatura envolve lesões cranio-orbitárias ou autoflagelação em pacientes psiquiátricos. O caso relatado torna-se especial em virtude das grandes dimensões do objeto penetrante, do tratamento por craniectomia descompressiva e do bom resultado funcional alcançado.

Disfunção intestinal em pacientes com lesão cerebral decorrente de acidente vascular cerebral e traumatismo craniencefálico: estudo retrospectivo de uma série de casos

Dourado,Cinthia Carlos; Engler,Tânia Mara Nascimento de Miranda; Oliveira,Sandro Barbosa de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.48%
A disfunção intestinal é uma queixa comum entre pacientes com lesão cerebral decorrente de Acidente Vascular Cerebral e Traumatismo Craniencefálico. Este estudo objetivou pesquisar a prevalência da disfunção intestinal (incontinência anal e constipação intestinal) em pacientes com lesão cerebral decorrente de Acidente Vascular Cerebral e Traumatismo Craniencefálico, admitidos para reabilitação. Trata-se de um estudo retrospectivo de uma série de casos, a partir da análise dos dados de 138 prontuários de pacientes internados no primeiro semestre de 2009. A prevalência de disfunção intestinal foi 41%, sendo 33 (24%) incontinência anal e 37 (27%) constipação intestinal. Comprometimento motor, auxílio locomoção, alterações de memória e comunicação estiveram associados à presença de incontinência anal. A prevalência de disfunção intestinal é alta nessa população, identificá-la precocemente, bem como os fatores relacionados, e promover a reeducação intestinal, poderá contribuir para melhora na qualidade de vida dessas pessoas.

Lesão cerebral traumática e acidentes de trabalho: estudo de revisão

Ramos,Andreia; Jardim,Sílvia Rodrigues
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
66.42%
O objetivo do trabalho foi revisar os achados de pesquisas, nas literaturas nacional e internacional, sobre a associação entre lesão cerebral traumática (LCT) e acidentes de trabalho. Para revisão do assunto utilizou-se como bases de dados o MEDLINE e LILACS do período de 1991 a 2001. Foram encontrados poucos estudos (n=4) investigando a associação entre LCT e acidente de trabalho. Estes apresentavam limitações metodológicas, tais como utilização de bancos de dados secundários, a caracterização da amostra e os critérios utilizados para definir LCT. Percebe-se uma preocupação com os estudos sobre reabilitação e gastos dos sistemas de saúde com este tipo de lesão - e suas seqüelas mas pouca pesquisa envolvendo a discussão da inter-relação da organização do trabalho com a incidência de LCT.

Traqueostomia precoce versus traqueostomia tardia em pacientes com lesão cerebral aguda grave

Pinheiro,Bruno do Valle; Tostes,Rodrigo de Oliveira; Brum,Carolina Ito; Carvalho,Erich Vidal; Pinto,Sérgio Paulo Santos; Oliveira,Júlio César Abreu de
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.47%
OBJETIVO: Comparar os efeitos da traqueostomia precoce e da traqueostomia tardia em pacientes com lesão cerebral aguda grave. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com 28 pacientes admitidos na UTI do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora com diagnóstico de lesão cerebral aguda grave e apresentando escore na escala de coma de Glasgow (ECG) < 8 nas primeiras 48 h de internação. Os pacientes foram divididos em dois grupos: traqueostomia precoce (TP), realizada em até 8 dias; e traqueostomia tardia (TT), realizada após 8 dias. Dados demográficos e os escores Acute Physiology and Chronic Health Evaluation (APACHE) II, ECG e Sequential Organ Failure Assessment (SOFA) do dia da admissão foram coletados. RESULTADOS: Não houve diferenças significativas em relação aos dados demográficos ou aos escores coletados nos grupos TP e TT: APACHE II (26 ± 6 vs. 28 ± 8; p = 0,37), SOFA (6,3 ± 2,7 vs. 7,2 ± 3,0; p = 0,43) e ECG (5,4 ± 1,7 vs. 5,5 ± 1,7; p = 0,87). A mortalidade em 28 dias foi menor no grupo TP (9% vs. 47%; p = 0,04). Pneumonia nosocomial precoce (até 7 dias) foi menos frequente no grupo TP, mas essa diferença não foi significativa (0% vs. 23%, p = 0,13). Não houve diferenças em relação à ocorrência de pneumonia tardia ou ao tempo de ventilação mecânica entre os grupos. CONCLUSÕES: Baseado nesses achados...

Investigando o processamento de narrativas na lesão cerebral de hemisfério direito

Jerônimo, Gislaine Machado
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.54%
Os avanços das Neurociências permitiram um estudo mais refinado sobre o processamento da linguagem e a especialização hemisférica. Em relação ao processamento de texto, algumas pesquisas indicam uma maior participação do hemisfério esquerdo (HE), no que tange à integração textual, isto é, na compreensão da macroestrutura e criação de um modelo situacional adequado ao texto; enquanto que outras apontam para uma participação mais efetiva do hemisfério direito (HD) nessas funções. Quanto à compreensão da microestrutura parece haver um consenso de que o HE é o maior responsável. O objetivo desta pesquisa é averiguar como textos são processados por portadores de lesão no HD, considerando-se a participação das regiões hemisféricas no processamento dos três níveis de compreensão das narrativas: micro-, macroestrutura e modelo situacional. Trazemos os seguintes questionamentos: como o texto narrativo é processado por indivíduos com lesão cerebral no HD? Há diferenças de desempenho entre esses indivíduos e os neurologicamente saudáveis quanto à compreensão leitora da micro, macroestrutura e modelo mental da narrativa? Que relações podem ser estabelecidas entre o desempenho dos participantes na compreensão dos três níveis de processamento e o desempenho em tarefas de memória e funções executivas? As respostas a esses questionamentos foram buscadas pela implementação de um estudo...

Bateria montreal-toulouse de avaliação da linguagem: evidências de validade e de fidedignidade com adultos saudáveis e com lesão cerebral unilateral com e sem afasia

Pagliarin, Karina Carlesso
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Tese de Doutorado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.49%
A Bateria Montreal-Toulouse de Avaliação da Linguagem (Bateria MTL-BR) é um instrumento adaptado e amplamente revisado e reformulado do Francês para o Português Brasileiro para avaliar o funcionamento de diferentes componentes de linguagem oral e escrita, de praxias e de calculias, após lesão cerebral. Esta tese objetivou buscar evidências de validade e de fidedignidade verificando-se o papel da idade, da escolaridade, da afasia e da lesão cerebral unilateral no desempenho da MTL-BR por meio de três estudos empíricos. O primeiro estudo visou a analisar os efeitos de idade e da escolaridade no desempenho linguístico de 463 indivíduos adultos neurologicamente saudáveis na Bateria MTL-BR, procurando contribuir com dados normativos. Os escores médios foram comparados entregrupos por uma two-way ANOVA, com procedimento post-hoc Bonferroni, além de análises descritivas para normas. O segundo estudo avaliou evidências de validade de construto/convergente e de fidedignidade do instrumento em amostras clínicas e neurologicamente saudáveis. A fidedignidade foi analisada a partir das técnicas teste-reteste (correlação e medidas repetidas) e consistência interna (alpha de Cronbach). Quanto à validade, analisaram-se correlações entre desempenhos de diferentes tarefas de exame da linguagem. O terceiro estudo averiguou evidências de validade com relação a critérios externos clínicos. Participaram deste estudo 104 adultos...

Diagnostico localizatorio preliminar da lesão vascular cerebral isquemica com base em disturbios de fala e linguagem; Preliminary topographic diagnosis of ischemic brain injuries according to speech and language disorders

Fabricio Ferreira de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.66%
O diagnóstico topográfico da lesão cerebral vascular isquêmica depende dos sinais e sintomas apresentados pelos pacientes, os quais podem se restringir à esfera neurolinguística. Nestes casos, a semiologia apropriada pode predizer a localização lesional e facilitar o início de intervenções terapêuticas específicas. Utilizou-se uma bateria nãopadronizada para o diagnóstico topográfico a partir da avaliação de afasias e disartria na fase aguda pós-infarto cerebral; consiste em itens para atenção, dominância manual, percepção visual de formas, percepção auditiva de fonemas, fala espontânea, fluência, compreensão, repetição de palavras e frases, nomeação, fala automatizada, praxia ideomotora e construcional. Foram recrutados pacientes com infartos cerebrais durante 12 meses (Maio/2007 a Abril/2008) na Unidade de Emergência Referenciada do Hospital das Clínicas - UNICAMP. Trinta e sete pacientes que haviam sofrido um primeiro acidente vascular cerebral isquêmico (22 do gênero masculino, 15 do gênero feminino) foram submetidos ao teste nas primeiras 72 horas após a lesão, com as seguintes características adicionais : adultos com mais de 18 anos de idade, qualquer nível educacional, nãocomatosos...

Dosagem de S100B e enolase neuronal como marcadores de lesão cerebral: uma revisão

Gonçalves, Thiago Isael Teixeira
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.73%
Monografia apresentada à Diretoria de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense- UNESC, para a obtenção do título de especialista em Análises Clínicas.; Um biomarcador compreende uma característica objetivamente medida e avaliada como um indicador de processos biológicos normais, patológicos, ou resposta farmacológica a uma intervenção terapêutica. Marcadores periféricos de danos a órgãos como rins ou fígado têm sido amplamente utilizados com sucesso pela medicina. Entretanto, no que diz respeito ao cérebro, algumas particularidades impõem consideráveis dificuldades na identificação e dosagem sérica de marcadores bioquímicos de lesão cerebral. A S100B e a NSE são as proteínas consideradas mais importantes utilizadas como marcadores de dano cerebral. A S100B é uma pequena proteína citosólica dimérica, do tipo ligadora de cálcio, com alta específicidade para o tecido cerebral, sendo encontrada principalmente nas células da glia, astrócitos e células de Schwann, e em algumas populações de neurônios. A NSE é uma enzima glicolítica que é encontrada no citoplasma de neurônios e em células com diferenciação neuroendócrina. O presente estudo tem como principal objetivo a realização de uma revisão bibliográfica sobre as principais proteínas utilizadas como marcadores de lesão cerebral...

Avaliação da experiência subjectiva em pessoas com lesão cerebral: adaptação para a população portuguesa do European Brain Injury Questionnaire (EBIQ)

Santos,Maria Emília; Sousa,Liliana de; Castro-Caldas,Alexandre
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 PT
Relevância na Pesquisa
66.47%
A avaliação da qualidade de vida das pessoas que sofreram lesão cerebral tem sido um aspecto pouco explorado, como resultado, nomeadamente, da falta de instrumentos adequados, das dificuldades dos próprios sujeitos fazerem a sua auto-avaliação e ainda da inexistência de populações de controlo. O European Brain Injury Questionnaire (EBIQ - Teasdale et al., 1997) foi criado para que, de uma forma simples, o doente possa fazer uma avaliação da sua experiência subjectiva e, simultaneamente, um familiar próximo faça também uma avaliação paralela do doente. O presente trabalho constitui a adaptação do EBIQ para uma população de controlo portuguesa (307 pares - sujeito/elemento da família), de modo a permitir a utilização deste instrumento em diversas situações decorrentes de lesão cerebral em sujeitos adultos.