Página 1 dos resultados de 651 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

'No Poema': um paradigma da tessitura poética de Sophia de Mello Breyner Andresen; 'No Poema': a paradigm of Sophia de Mello Breyner Andresen's poetry

Steinberg, Vivian
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.52%
Este trabalho tem como objeto a investigação da poética de Sophia de Mello Breyner Andresen através da série No Poema, sétima parte do livro Geografia (1967). A poeta joga com a crosta terrestre e a crosta da linguagem. Notamos elementos comuns entre sua poética e a de seus pares, por exemplo: a poeta denuncia a morte dos deuses e a crise da linguagem, há o desaparecimento elocutório do sujeito, o silêncio está presente como elemento da criação, a poeta persegue o "ostinato rigore" que Paul Valéry retomou. A poesia de Sophia tem pontos coincidentes com a de Hölderlin, enquanto poeta que vê a linguagem como casa do ser, com a de João Cabral, o "ostinato rigore", o silêncio como elemento da criação poética e o desaparecimento do sujeito depois da criação, com a de Francis Ponge, o gosto pelo concreto, por nomear precisamente os objetos, com a de Paul Celan, a síntese, com a de Fernando Pessoa, o paradigma da tradição literária portuguesa moderna. Essa constatação se deu a partir da nossa leitura dos poemas selecionados para a análise.; This assignment aims the investigation over Sophia de Mello Breyner Andresen poetics throughout the series "No Poema", in the 7th part of the book entitled Geografia (1967). The poet plays up with the earthy and language crust. We observe common elements between her poetics and of her pairs. For instance: the poet reveals the Gods death as well as the language crisis. The subject has a discursive fading...

Imagens, reverberações na poesia de Alberto da Cunha Melo: uma leitura estilística; The reverberation of image in Alberto da Cunha Melo' s poetry: a stylistic approach

Moliterno, Isabel de Andrade
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.48%
Tendo a estilística como suporte metodológico, apresento uma leitura da obra do poeta pernambucano Alberto da Cunha Melo, com o objetivo de contribuir para os estudos sobre seu estilo. Inicialmente, abordo algumas questões teórico-metodológicas que norteiam minha aproximação ao texto poético; teço algumas considerações sobre conceitos como imagem, texto, estilo, forma e sentido. Em um segundo momento, procuro oferecer uma visão panorâmica da obra, analisando alguns poemas representativos de cada fase da produção do autor, que se estende por mais de quatro décadas. Nessa seção, já registro alguns traços estilísticos que mais se destacaram ao longo das várias leituras; e enfoco aspectos envolvidos na construção da expressividade, ou seja, verifico, por meio da observação de determinados recursos lingüísticos, a maneira como o sentido é produzido e afeta a percepção do leitor. Na terceira parte deste estudo, procedo à leitura estilística mais completa de quatro poemas, cada um pertencendo a uma fase distinta. A poesia de Alberto da Cunha Melo é dividida em quatro períodos, de acordo com questões relativas à forma. Na conclusão, retomo, de modo mais sistemático, os principais traços estilísticos. Embora observe diferentes aspectos do uso da língua...

Diferentes percursos de tradução da épica homérica como paradigmas metodológicos da recriação poética - Um estudo propositivo sobre linguagem, poesia e tradução; Different ways of translation of the Homero epics as methodological models to poetic recreation - A propositional study about language, poetry and translation

Fernandes, Marcelo Tápia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.45%
A tese discute, inicialmente, a conceituação de poesia, a especificidade da tradução poética e as possibilidades de análise de poemas, para, com base nessas considerações, analisar fragmentos das traduções da épica de Homero à língua portuguesa realizadas por Manuel Odorico Mendes, Carlos Alberto Nunes e Haroldo de Campos,considerando-seas respectivas concepções acerca da atividade tradutória.A partir das obras estudadas, busca-se a identificação de diferentes paradigmas metodológicos de recriação poética, apresentando-se, por fim, uma proposta de método tradutório da poesia épica que envolve uma concepção rítmica baseada em possibilidades de adaptação, em português, do padrão hexamétrico da poesia greco-latina.; This thesis discusses, from the start, the concept of poetry, the specificiness of its translation and the possibilities concerning the analysis of poems, so it can, based on these considerations, examine translation fragments of the Homero epics to the Portuguese language made by Manuel Odorico Mendes, Carlos Alberto Nunes and Haroldo de Campos, and consider their conception around translation activity. From the works studied, this paperseeks the identification of distinct methodological models to poetic recriation and presents...

A poética multifacetada de Jerome Rothenberg; The multifaceted poetic of Jerome Rothenberg

Mateus, Andrea Martins Lameirao
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.55%
A Poética Multifacetada de Jerome Rothenberg investiga o modo operacional da poética de Jerome Rothenberg (1931). Nascido em Nova York, em 1931, Rothenberg fez parte de uma geração intermediária entre movimentos poéticos bastante conhecidos de público e crítica: a poesia beatnik dos anos 1950 e 1960 e a language poetry do início da década de 1970. Junto com o poeta Robert Kelly, Rothenberg concebe a deep image nos anos 1960, movimento de curta duração, mas essencial para seu desenvolvimento poético. Rothenberg é conhecido principalmente por ter criado o termo etnopoesia e por seus experimentos com o que chamou tradução total, ao traduzir a poesia indígena norteamericana. A tradução total foi um método inovador de considerar a musicalidade, a presença de distorções de palavras ou palavras sem sentido, e outros mecanismos poéticos das artes verbais indígenas como parte integrante da composição. Dessa forma, o resultado da tradução deveria necessariamente contemplar todos esses aspectos. A partir de seu dito o primitivo é complexo Rothenberg passa a considerar aspectos poéticos da produção oriunda de culturas orais, ditas primitivas, como a base de seu conceito de etnopoesia. Sua busca pelo primitivo também o conecta diretamente com outros autores lidos como experimentais na poesia...

A Poesia em Ducrot; The poetry in Ducrot

Adilson Ventura da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.59%
Neste trabalho buscamos entender a separação feita por O.Ducrot, em sua teoria sobre a argumentação na língua, entre a poesia e a argumentação. Partindo da hipótese de que, para ele, esta separação está posta na maneira como o discurso se apresenta frente a relação da língua com a enunciação, percorremos toda a teoria sobre a língua desenvolvida por ele. Em seguida aplicamos o modelo de análise semântico-argumentativa desenvolvida por Ducrot em um enunciado retirado de um poema e em um enunciado de um não-poema, para verificar a aplicabilidade do modelo em diferentes enunciados. Depois, analisamos a palavra poesia em dois textos ducrotianos, sob a perspectiva da Semântica do Acontecimento e, por último, debatemos o modo como a poesia se relaciona com as noções de língua, enunciação, frase e enunciado, texto e discurso. Após percorrer este percurso, apresentamos os resultados a que chegamos e, além disso, levantamos algumas questões a serem trabalhadas posteriormente; In this research, we seek to understand the division made by O. Ducrot in his theory on the language´s argument, between poetry and argument. Starting from the hypothesis that, for him, the division resides in the way the speech presents itself when it comes to the relationship of language and enunciation...

As formas da inspiração : linguagem e criação poética em "Inspiração nordestina" de Patativa do Assaré; Forms of inspiration : language and poetic creation in "Inspiração nordestina" de Patativa do Assaré

Jorge Henrique da Silva Romero
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.3%
Este trabalho procura investigar a linguagem e a criação poética em Inspiração Nordestina. Publicado em 1956, esse livro representa um momento importante na trajetória poética de Patativa do Assaré. A questão que permeia toda a dissertação é como o poeta transita entre as formas de uma tradição popular, com um repertório composto por cordéis, desafios e pelejas, e uma tradição poética composta por formas pouco utilizadas pelos "poetas populares", como décimas, sonetos, oitavas. É utilizando essa diversidade de recursos poéticos e a possibilidade de se expressar em duas "línguas" ("matuta" e outra de acordo com a norma padrão) que o poeta redimensiona panorama da poesia brasileira dos séculos XX e XXI; This study investigates the language and poetic creation in Inspiração Nordestina. Published in 1956, this book represents an important moment in the history of poetic Patativa do Assaré. The question that permeates the entire thesis is how the poet moves between forms of a popular tradition, with a repertoire consisting of "cordéis", "desafios" and "pelejas", and a tradition of poems composed by some forms used by the "folk poets" as decimals, sonnets , octaves. It is using this diversity of poetic devices and the possibility to express themselves in two "languages"("Matuta"and standard) that the poet resize the panorama of Brazilian poetry of XX and XXI century

Why we need signed poetry in bilingual education

Sutton-Spence,Rachel
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 EN
Relevância na Pesquisa
56.56%
A truly bilingual and bicultural education for deaf children requires them to learn about the deaf art-form of sign language poetry. In this article I outline the advantages and challenges of doing this. Reviewing the scarce literature on teaching deaf children signed poetry, whether translated or original, I relate it to the use of literature in L2-learning settings. Reflections of deaf teacher-poets from the UK show that deaf children readily relate to signed poetry, and with informed language focus from teachers it helps them to develop a range of language skills, and express their emotions. Barriers to this, however, include lack of training and awareness for both deaf and hearing teachers - even when the teachers are poets.

O entardecer de uma era: técnica, poesia e pensamento em Heidegger

Lopes, Alan Marinho
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
The thinking dialog between Heidegger s philosophy and the poetry of Hölderlin and Rilke must be dealt in language s domains. The difficulty to establish this dialog comes from the man in itself, unable to think out of the understructure of science and the modern technique. The poetic language was forgotten or ignored, turning itself obsolete in front of improvements and resources of the technique. Heidegger searches the essences to the poetry so may it be comprehended in its plenitude for the man. Technique, poetry and existence must be pronounced and investigated so the being shows itself again. To Heidegger, the man lives in a period of uncertainty due finding himself at the sunset of age. The uncertainty generates the poverty and the night of world represents the absence of god and original truth. Only with the fundamental comprehension of poetry, the man of today can project himself to the future not anymore as technique product, but with freedom to choose. The message of poetry of Hölderlin and Rilke, according to Heidegger s interpretation, transmits an alert to the contemporary man against the coming danger in his maintained relation with nature. The purpose of the following work is to build this thinking dialog, without disfigure the poetry...

Alberto Girri, or poetry as hermeneutic reason

Villanueva-Ghelfa, Celestino Alberto
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.6%
One of the main factors that makes the poetry of the Argentine Alberto Girri (1919–1991) a whole world of its own is my argument that in a fragmentary world like the present, poets search for a formal integrity which in the act of reading creates not only their own inner world but also the readers'. It is important to insist on this turning point in which most of the Symbolist work is circumscribed. Later, this would be of capital importance for the avant-garde as well as for the post-avant-garde: Mallarmé's Un coup de dés jamais n'abolira le hasard would make poetry something absolutely modern. An original distribution of the white and black opened a new space for the text, shifting the then dominant phonocentrism. My close reading of this author as well as the given theoretical frame avoids the failure into an instrumental use either of the page or of the writing but ignoring physical reciprocity. What follows is, that this “shift” privileged heightened vision over audition of the “musical score”. Thus, an intense materialization of the language is achieved that increases the anonymity of the text. ^ Following this new arrangement of words, so to speak, Girri's poetic work now drives deeply inside words in order to lend them dignity from meaning. I conclude that the best way to “render” this poetry with religious aim (L. “re-ligare” to bind the fragmented) is by way of the philosophy of language. I also propose that Girri's task as a translator...

The Discourse of Embodiment in the Nineteenth-Century British and North American Sign Language Debates

Esmail, Jennifer
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 695556 bytes; application/pdf
EN; EN
Relevância na Pesquisa
36.52%
The Discourse of Embodiment in the Nineteenth-Century British and North American Sign Language Debates examines the transatlantic cultural reception of deafness and signed languages to determine why a largely successful nineteenth-century movement known as Oralism advocated the eradication of signed languages. The dissertation answers this question through exploring a range of texts including fiction by Charles Dickens and Wilkie Collins, Oralist texts by Alexander Graham Bell and Thomas Arnold, and deaf resistance texts including poetry and proposals to establish Deaf settlements. I argue that Oralists – and a wider Victorian culture – believed that signed languages were inferior to spoken and written languages because they believed that signed languages were more embodied than these other modes of language. This charge of embodiedness produced negative constructions of signed languages as more concrete, iconic, and primitive than speech and writing. In chapter one, I examine poetry written by deaf people in order to uncover the phonocentrism that underscored both Oralism and the dominant nineteenth-century construction of the importance of aural and oral sound to poetry. In chapter two, I consider the relationship between the sign language debates and the debates around evolution in order to argue that both sides of the evolutionary debate were invested in making deaf people speak. In chapter three...

O fluxo e a cesura : um ensaio em linguagem, poesia e psicanálise; Flow and caesura : an essay in language, poetry and psychoanalysis

Paulo Sérgio de Souza Júnior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.58%
Se, por um lado, a poesia encarna um granus salis para a ciência da linguagem - ou é aí considerada uma excrescência, ou resta forçosamente diluída nos humores do uso quotidiano da língua -, por outro, com Jacques Lacan, ela chega decisivamente a constituir, enquanto ruptura, uma esfera indispensável à reflexão psicanalítica. O presente trabalho consiste, pois, numa articulação proposta a partir do reconhecimento dessa ambivalência. É aventada, para tanto, uma particularização do poético em meio a outras instâncias da linguagem. E, nesse sentido, suscitado pelo que Jean-Claude Milner chama de 'ponto de cessação' (O amor da língua, 1978 [2012]), são feitas distinções consideradas importantes, realizadas de modo a problematizar a questão e a procurar trazer elementos de resposta - passando por elaborações sobre o Real e a diferença - ao que são a língua, a fala e o equívoco se, tal qual entendida pela psicanálise, a poesia existe.; If, on the one hand, poetry embodies a granus salis to the science of language - or is there considered an excrescence, or forcibly left diluted in the humors of everyday language - on the other hand, with Jacques Lacan, it comes decisively to constitute, while rupture, an essential sphere to psychoanalytic thinking. The present work is therefore a joint proposal from the recognition of this ambivalence. It is proposed...

O sentido da palavra poesia nas ciências da linguagem; The sense of the word poetry in the language sciences

Adilson Ventura da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este trabalho tem por objetivo discutir o modo como a poesia é tratada nas Ciências da Linguagem, observando a obra de um conjunto de cientistas da linguagem do século XX, tomados em virtude do fato de que fazem parte dos autores que de algum modo tocaram nesta relação. Para esse estudo, vamos, em cada autor, apresentar uma síntese de seu pensamento, trazendo conceitos centrais, procurando o lugar em que aparece a poesia, levando em conta a distinção feita por Austin entre a linguagem ordinária, que é o uso comum, e a linguagem não-ordinária, que é o uso da linguagem em situações especiais. Além dessa discussão teórica, nos situaremos na perspectiva da Semântica do Acontecimento para analisar a palavra poesia em obras específicas de cada autor. Desse modo nos valeremos de dois procedimentos, a reescritura e a articulação, que estabelecem o Domínio Semântico de Determinação (DSD) que, segundo Guimarães (2004), apresenta o sentido das palavras, isso levando em consideração que o sentido das palavras se dá na sua relação enunciativa com outras dos textos em que funcionam. Assim, através dessas análises que iremos produzir, poderemos ter um quadro significativo do modo como a poesia é tratada nas Ciências da Linguagem.; This work aims discuss how poetry is treated in the Language Sciences...

Heidegger: Poesía, estética y verdad.; Heidegger: Poetry, esthetics and truth. [Spanish]

Marta De La Vega Visbal; Universidad Simón Bolívar
Fonte: Universidad del Norte Publicador: Universidad del Norte
Tipo: article; publishedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.52%
El análisis de la concepción del lenguaje en Heidegger nos sirve como punto de partida e hilo conductor para explicar su teoría estética y la vinculación y relaciones entre estética y ontología; y entre estética y verdad, entendida ésta como aletheia, como un "sacar del olvido", como "des-ocultación". En segundo lugar, analizamos las características constitutivas del Da-sein, en cuanto ser-en-el-mundo, desde el punto de vista del lenguaje. En tercer lugar, al considerar el horizonte histórico como ontológicamente constitutivo del Da-sein, intentamos explicar qué significa esta temporalidad desde la vida auténtica y qué significa crear; y también, por qué la creación de una obra de arte ocupa un lugar preferencial en relación con la propuesta heideggeriana. Nos preguntamos, por último, qué es Poesía para Heidegger y en qué sentidos es indisociable de la verdad (aletheia). E intentamos interpretar el alcance de la Poesía (Dichtung) en relación con la estética, así como del lenguaje en relación con la verdad.; The analysis of Heidegger’s conception of language serves as a starting point and common thread to explain his aesthetics theory and the linkage and relationship between aesthetics and ontology, and between aesthetics and truth...

Hart Crane's "Voyages" : analysis and translation

Migliavacca, Adriano Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
36.57%
O cenário da poesia moderna de língua inglesa congrega uma série de autores ingleses e norte-americanos que criaram obras com estilos, formas, problemáticas e visões de mundo altamente diversificados. Uma ampla gama de recursos linguísticos e estéticos foi desenvolvida, incluindo o uso da colagem, a sintaxe fragmentada, o verso livre e a linguagem coloquial algumas vezes intercalada com a solene. Dentre tais autores modernos, o poeta norte-americano Hart Crane se destaca por sua obra poética de alta originalidade e complexidade e suas perspectivas estéticas bastante individualizadas. Em sua obra, Crane articulou recursos e referências literárias e filosóficas variadas. Sua poesia se caracteriza por uma versificação que contempla do pentâmetro iâmbico branco elisabetano ao verso livre moderno; uma sintaxe que se distancia da língua falada com inversões e rupturas; um vocabulário eclético que une arcaísmos a neologismos; uma retórica rica em figuras de linguagem; e um ideário simbólico e temático compreendendo as ideias e imagens místicas e metafísicas do simbolismo francês e a exploração de sentimentos individuais do romantismo inglês. Além desses referenciais, Crane foi particularmente inspirado e instigado pelo poeta norte-americano moderno T. S. Eliot...

Depois da poesia da linguagem: a inovação e seus descontentes teóricos; After language poetry: innovation and its theoretical discontents

Perloff, Marjorie
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
56.62%
A partir dos anos 70, os poetas do grupo Language procuram colocar a poesia no mesmo passo das questões filosóficas e políticas discutidas na época. Renovam a reflexão sobre poesia, suspeitando dos sentidos e formas estabelecidos e propondo experimentos que desreferencializassem os significados. Além da teorização de base marxista e pós-estruturalista, esses poetas incorporaram questões relacionadas a gênero e raça nos últimos anos, enriquecendo seu espectro. Seu trabalho vem amadurecendo e continua a oferecer desafios.; From the 70s onwards, the poets of the Language Group have tried to get poetry in step with the philosophical and political issues discussed at the time. They have renewed the discussion about poetry, placing received meanings and forms under suspicion and proposing experiments which dereferentialize meaning. Besides a Marxist - and post-structuralist-based theorization, over the past years these poets have incorporated issues relating to gender and race, enriching their range. Their work shows signs of maturity and remains very challenging.

POETRY AND CRITICS. WORD AND BODY: SOME CONSIDERATIONS ON MIA COUTO’S WORK; POESIA E CRÍTICA. PALAVRA E CORPO: ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE TEXTOS DE MIA COUTO

Martha, Diana Junkes Bueno; UFSCar
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
The aim of this article is to put in dialogue two texts by Mia Couto, writ­ten in different genders, and published with a large gap of time between each other. In both, the tensions among poetry, thought and life reflect the author’s attitude in face of language and its poetic transformation strength that could act in society and lyric person. The first text, is an intervention [poetic] made in Stockholm, in 2008; the other is a poem from author’s first writings, Nocturnamente, from 1981. In both it is possible to note that authorship figurations address to two kinds of crisis: political and social dilemmas from Africa and also, in terms of individual subjectivity crisis, to the dilemmas of the poetic person, following the path of modernity but adding to it something new: the concern with body and corporality of scripture. In both texts, the intervention and the poem, language and human being has a crucial role, whether to re-ordinate the world or to ordi­nate the profound lyricism of poetic person. In this sense, the critical cons­ciousness are pinpointed not as something usually dropped in traditional crisis debate, but from this debate to something challenger: the reflexions on (un)limited powerful of poetry resistance, as Jean Luc Nancy suggests.; O objetivo deste artigo é aproximar dois textos de Mia Couto...

USELESS POETRY: BRIEF ANALYSIS OF LUÍS QUINTAIS’ POETRY; A INÚTIL POESIA: BREVE ANÁLISE DA POESIA DE LUÍS QUINTAIS

Moreira, Deyse dos Santos; Université Sorbonne Nouvelle Paris 3
Fonte: NEPA/UFF Publicador: NEPA/UFF
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Artigo avaliado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Marked in gray, pervaded by a vague presence of melancholy, Luís Quin­tais’ verses present us a world framed by fragmented images, opaque and quotidian, whose space and time are interrupted by voids. But what are these voids? These pages, which came from such a question, in their eager to seek answers, encounter another question: after all, why do many of the current poetics, including the poetry of which Luís Quintais is part, attract attention to the word, brushing on their verses a reflection of the poetic language and their (in)utility and power of resistance against the society of their time? Thus, when we read Luis Quintais’ poetry, we see that the metalinguistic function is vital to understand the feeling of emptiness in his poems which, in their turn, take us to a reflection on language, memory and history.; Assinalados de cinza e permeados por uma presença imprecisa da melan­colia, os versos de Luís Quintais nos apresentam um mundo tecido de ima­gens fragmentadas, quotidiano opaco cujo espaço e tempo são interrom­pidos por vazios. Mas que vazios são esses? Estas páginas, oriundas dessa questão, em seu buscar respostas, depararam-se com outra dúvida: afinal, por que muitas das poéticas atuais, das quais a poesia de Luís Quintais faz parte...

In the crossing of poetry and songs, it’s possible to learn “samba in school”; No cruzamento de poesia e canção, aprende-se “samba no colégio”

Saraiva, Juracy Assmann; Universidade Feevale; Lopes, Gabriela Hoffmann; Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; Kaspari, Tatiane; Rede Pública Estadual de Ensino do RS
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; 350; Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
The article proposes the inclusion of Brazilian popular music in disciplines that contemplate the study of the Language and the Literature, as a strategy to approximate the youth to the poetry. Songs, due to their way of circulating, invade the world of the youth and present them the formal characteristics of the lyric poetry, besides translating emotions and collective feelings. Under such angle, song and poetry do not distinguish themselves by their structural components, since both modalities can contain esthetic attributes. This point of view is sustained, in this article, by researchers such as Marisa Lajolo, Salete de Almeida Cara, Salvatore D’Onofrio and by the exposition of the poetry origin and its evolution, which prove that sonorous traces are presented in contemporaneous poems even that the register of the written word has provoked the rupture between the poetic art and the music. To prove the legitimacy of the convergence of poems and songs, the authors of this article analyze and interpret texts belonging to both genres, indicating common elements between them, such as the exploration of expressive resources of the language, that invoke the receptor’s participation in the deciphering of their meaning, and reflections about the human condition and about their circumstances. Therefore...

Perhappiness: The art of compromise in translating poetry or: ‘Steering Betwixt Two Extremes’.

Attwater, Juliet; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
36.55%
In the following article I will debate the possibility (or impossibility) of poetry translation and give an overview of historical approaches to the translation of poetry, as well as translational theories used for its realization and analysis. I will briefly trace the history of the Brazilian poetic tradition and treat differences in language, genre and prosody between Brazilian and English poetry before outlining the personal aims and strategies which I adopted for a commissioned translation of a sonnet by the Brazilian poet Glauco Mattoso for the on-line poetry journal Slope, and attempting to evaluate the resulting translation within the context of the ideas discussed in the article.; In the following article I will debate the possibility (or impossibility) of poetry translation and give an overview of historical approaches to the translation of poetry, as well as translational theories used for its realization and analysis. I will briefly trace the history of the Brazilian poetic tradition and treat differences in language, genre and prosody between Brazilian and English poetry before outlining the personal aims and strategies which I adopted for a commissioned translation of a sonnet by the Brazilian poet Glauco Mattoso for the on-line poetry journal Slope...

Translating concrete poetry; Translating concrete poetry

Malmkjaer, Kirsten
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1987 POR
Relevância na Pesquisa
36.56%
It is interesting to examine the art form known as concrete poetry with translation -- both practical and theoretical -- in mind, because it was, according to Kopfermann (1974:x1), considered international by its creators: the language-elements are not tied to the author's mother tongue, reduction and reproduction allow elements of different languages to be combined in the scone text. The basis for this is the materiality (mostly understood in an optical or acoustic sense) of the vocable° and elementary structures which are the sane in all (or at least the Indo- -European) languages. This theoretical stance might suggest that it is not necessary to translate concrete poetry from one Indo-European language to another. However, most anthologies of concrete poetry contain translations and/or word glosses (see, for instance, Bann (1967), Solt (1968) and Williams (1967), so there is obviously a perceived need to provide some assistance to speakers of languages other than that in which any particular poem is composed.