Página 1 dos resultados de 1166 itens digitais encontrados em 0.036 segundos

Parasitismo em lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith), na região do Triângulo Mineiro, MG

Silva, Fábio M. A.; Fowler, Harold Gordon; Lemos, Raimunda N. S.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 235-241
POR
Relevância na Pesquisa
86.46%
Com o objetivo de avaliar a freqüência e distribuição de parasitóides associados a larvas da lagarta do cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith), foram realizadas amostragens em campos comerciais da cultura do milho (Zea mays), nos anos agrícolas 1991/92 (duas regiões) e 1992/93 (cinco regiões). em cada local amostrado foram coletadas aproximadamente 100 larvas, em plantas com 20 a 40 dias após a emergência. As larvas foram criadas em laboratório a 25 ± 2ºC, UR 50 - 60%, fotoperíodo de 14 horas e observadas diariamente. Os parasitóides mais freqüentes foram: Chelonus texanus (Cresson) (Hymenoptera: Braconidae), Diadegma sp. (Hymenoptera: Ichneumonidae) e Archytas incertus (Macquart) (Diptera: Tachinidae). Foi observado que o parasitismo total foi de 10,3% em 1991/92 e 13,8% em 1992/93. Os parasitóides Diptera apresentaram preferência pela fase de pupa da lagarta do cartucho (76,5%), nos dois anos agrícolas. Os parasitóides Hymenoptera tiveram preferência por larvas de 3º e 4º ínstares (41,9 e 45,2%), no ano agrícola 1991/92 e de 2º e 3º ínstares (39,1 e 43,5%), no ano agrícola 1992/93.; The frequency and distribution of parasitoids associated with fall armyworm larvae, Spodoptera frugiperda (Smith), was observed in commercial maize (Zea mays) fields...

Estudo comparativo do efeito do inibidor de Adenanthera pavonina (ApTI) sobre o desenvolvimento da broca-da-cana (Diatraea saccharalis) e da lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) : aspectos biológicos, bioquímicos e de proteoma; Comparative study of the effect of the inhibitor Adenanthera pavonina (ApTI) on the development of the sugarcane borer (Diatraea saccharalis) and fall armyworm (Spodoptera frugiperda) : biological aspects, biochemical and proteome

Desireé Soares da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.47%
Inibidores de peptidases (IPs) são proteínas vegetais envolvidas nos mecanismos de defesa contra herbívoros e patógenos. São considerados agentes antimetabólicos, uma vez que sua presença na dieta de insetos compromete seu desenvolvimento normal. Este efeito se dá através da formação de complexos entre os IPs e as enzimas digestivas, comprometendo assim o processo digestivo dos insetos. Neste trabalho, investigamos efeitos do inibidor de tripsina de sementes de Adenanthera pavonina (ApTI) sobre o desenvolvimento de dois insetos-praga, a broca-da-cana (Diatraea saccharalis) e a lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda). Bioensaios, estudos bioquímicos e de proteômica, foram realizados a fim de determinar o efeito de ApTI sobre o desenvolvimento destes insetos. A exposição aguda de larvas de D. saccharalis ao ApTI diminuiu a atividade das tripsinas e quimotripsinas em 87% e 63%, respectivamente. ApTI afetou o desenvolvimento deste inseto como observado através da diminuição na viabilidade larval (55%) e pupal (20,6%). Larvas oriundas da geração F1 apresentaram efeitos similares aos observados na geração F0, como redução no peso (23%) e na taxa de sobrevivência (33%). Análises bioquímicas revelaram que o inibidor foi refratário à digestão pelas peptidases de D. saccharalis e que o perfil de enzimas digestivas permaneceu sensível à inibição por quantidades crescentes de ApTI. Entretanto...

Efeito do extrato acetato de etila de Trichilia pallida Swartz (Meliaceae) no desenvolvimento e sobrevivência da lagarta-do-cartucho

ROEL,ANTONIA RAILDA; VENDRAMIM,JOSÉ DJAIR; FRIGHETTO,ROSA TOYOKO SHIRAISHI; FRIGHETTO,NELSON
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
96.42%
O efeito de diferentes concentrações (massa/volume) do extrato acetato de etila de folhas e ramos de Trichilia pallida, em relação à lagarta-do-cartucho Spodoptera frugiperda (J.E. Smith), foi avaliado em condições de laboratório. As folhas de milho foram imersas em diferentes concentrações (0,0001%; 0,0008%; 0,006%; 0,05%; 0,4% e 3%) desse extrato e oferecidas a lagartas recém-eclodidas e com dez dias de idade, avaliando-se a duração e viabilidade das fases larval e pupal e a massa de pupas. A concentração letal 50 (CL50) estimada para lagartas com sete dias de idade foi de 0,048%. Verificou-se que o extrato causou mortalidade larval de 100% (em concentração igual ou superior a 0,05%), afetou a sobrevivência e o desenvolvimento do inseto (na concentração de 0,006%) e não provocou qualquer efeito no mesmo, em concentração igual ou inferior a 0,0008%. Lagartas alimentadas desde a eclosão foram mais afetadas do que as alimentadas a partir dos dez dias.

Combate à lagarta do cartucho Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797), em plantação de milho

Corte,C.R.; Almeida,S.L.; Takaoka,M.; Blanco Jr.,R.; Godoy,J.M.T.; Mariconi,F.A.M.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1985 PT
Relevância na Pesquisa
96.41%
Com a finalidade de estudar o eleito de alguns defensivos químicos sobre a "lagarta do cartucho do milho" foi instalado o presente ensaio no "Campo de Produção de Mudas Tietê", da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), em Tietê, SP. Foram utilizados os seguintes tratamentos: A - testemunha; B- bendiocarbe, 250 g C- hidrazona BTS 54439, 250 g; D - triclorfom, 250 g; E - piretróide bifentrina (FMC 54800), 30 g; F- piretróide (FMC - 65318), 30 g; G - tiodicarbe, 200 g; H - triazofós, 200 g. As quantidades são de ingrediente ativo por hectare. Os tratamentos tiveram quatro repetições, em blocos ao acaso, com parcelas de 150 m² (cada tratamento, 600 m² ). Aos dois e nove dias da aplicação, os piretróides (FMC - 54800 (bifentrina) e FMC 65318) e tiodicarbe foram promissores.

Eficiência de alguns produtos químicos sobre a "lagarta do cartucho do milho" Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797)

Takaoka,M.; Domingues,R.G.; Medina,C.L.; Blanco Junior,R.; Kato,W. Y.; Toniolo,S.R.; Almeida,S.L.; Mariconi,F.A.M.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1985 PT
Relevância na Pesquisa
96.5%
A lagarta do cartucho do milho é um sério depredador da cultura do milho. Quase todos os anos, os danos ocasionados às plantas são grandes. Para se conhecer o efeito de alguns defensivos sobre a citada lagarta, realizou-se este trabalho experimental, instalado em Piracicaba, SP, a 09 de dezembro de l983. Os produtos foram aplicados com pulverizador costal, manual, de 20 litros de capacidade, provido de bico em leque Teejet 8002. Utilizaram-se 200 litros de água por hectare e 30 cm³ de "Extravon" (espalhante-adesivo) por 100 litros de calda. Os tratamentos foram nove: A - testemu nha; B - monocrotofós, 240 g; C - bifentrina, 10 g; D - triazofós, 200 g; E -carbamato UC 75118, 150 g; F - monocro tofós, 400 g; G - acefato, 375 g; H - cabamato UC 76724, 150 g; I - clofentezina, 250 g. As quantidades acima são de ingrediente ativo por hectare. Aos 02 dias da pulverização, os melhores foram o triazofós e a bifentrina. Aos 07 dias, nenhum produto apresentava boa eficiência.

Parasitismo em lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith), na região do Triângulo Mineiro, MG

Silva,Fábio M. A.; Fowler,Harold G.; Lemos,Raimunda N. S.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1997 PT
Relevância na Pesquisa
86.46%
Com o objetivo de avaliar a freqüência e distribuição de parasitóides associados a larvas da lagarta do cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith), foram realizadas amostragens em campos comerciais da cultura do milho (Zea mays), nos anos agrícolas 1991/92 (duas regiões) e 1992/93 (cinco regiões). Em cada local amostrado foram coletadas aproximadamente 100 larvas, em plantas com 20 a 40 dias após a emergência. As larvas foram criadas em laboratório a 25 ± 2ºC, UR 50 - 60%, fotoperíodo de 14 horas e observadas diariamente. Os parasitóides mais freqüentes foram: Chelonus texanus (Cresson) (Hymenoptera: Braconidae), Diadegma sp. (Hymenoptera: Ichneumonidae) e Archytas incertus (Macquart) (Diptera: Tachinidae). Foi observado que o parasitismo total foi de 10,3% em 1991/92 e 13,8% em 1992/93. Os parasitóides Diptera apresentaram preferência pela fase de pupa da lagarta do cartucho (76,5%), nos dois anos agrícolas. Os parasitóides Hymenoptera tiveram preferência por larvas de 3º e 4º ínstares (41,9 e 45,2%), no ano agrícola 1991/92 e de 2º e 3º ínstares (39,1 e 43,5%), no ano agrícola 1992/93.

Novo isolado de Bacillus Thuringiensis efetivo contra a lagarta-do-cartucho.

SILVA-WERNECK, J.O.; ABREU NETO, J.R. de M.V.; TOSTES, A.N.; FARIA, L.O.; DIAS, J.M.C. de S.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.35, n.1, p.221-227, jan.2000. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.35, n.1, p.221-227, jan.2000.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.52%
Com o objetivo de encontrar principios ativos que possam ser usados no controle da lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith 1797), foram testados 205 isolados de Bacillus, provinientes de diferentes regioes brasileiras, contra larvas deste inseto. Apenas um isolado de B. thuringiensis subsp. kurstaki, denominado S93, causou 100% de mortalidade. A CL50 da mistura esporos-cristais do isolado S93 para larvas de 3.estadio de S. frugiperda foi de 37,0 ng/mL, enquanto a da estirpe HD-1 de B.thuringiensis subsp. kurstaki isolada do produto Dipel foi de 177,73 mg/mL, demonstrando ser o novo isolado muito mais toxico contra a lagarta-do-cartucho do que HD-1 Dipel.; 2000

Avaliação de linhagens de milho para resistência à lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (J. E. Smith).

COSTA, L. P.; SENA, M. R.; GUIMARAES, P. E. O. de; VIANA, P. A.; PACHECO, C. A. P.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 26.; SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A LAGARTA-DO-CARTUCHO, SPODOPTERA FRUGIPERDA, 2.; SIMPÓSIO SOBRE COLLETOTRICHUM GRAMINICOLA, 1., 2006, Belo Horizonte. Inovação para sistemas integrados de produção: trabalhos apresentados. [Sete Lagoas]: ABMS, 2006. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 26.; SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A LAGARTA-DO-CARTUCHO, SPODOPTERA FRUGIPERDA, 2.; SIMPÓSIO SOBRE COLLETOTRICHUM GRAMINICOLA, 1., 2006, Belo Horizonte. Inovação para sistemas integrados de produção: trabalhos apresentados. [Sete Lagoas]: ABMS, 2006.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.4%
2006

Caracterização molecular de 27 cepas eficientes de Bacillus thurigiensis contra a lagarta do cartucho, Spodoptera frugiperda.

LEITE, M. I. S.; FREIRE, F. L.; VIEIRA, M. C.; VALICENTE, F.H.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 26.; SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A LAGARTA-DO-CARTUCHO, SPODOPTERA FRUGIPERDA, 2.; SIMPÓSIO SOBRE COLLETOTRICHUM GRAMINICOLA, 1., 2006, Belo Horizonte. Inovação para sistemas integrados de produção: trabalhos apresentados. [Sete Lagoas]: ABMS, 2006. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 26.; SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A LAGARTA-DO-CARTUCHO, SPODOPTERA FRUGIPERDA, 2.; SIMPÓSIO SOBRE COLLETOTRICHUM GRAMINICOLA, 1., 2006, Belo Horizonte. Inovação para sistemas integrados de produção: trabalhos apresentados. [Sete Lagoas]: ABMS, 2006.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.4%
2006

Avaliação de híbridos de milho para resistência nativa à lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda.

GUIMARAES, P. E. de O.; VIANA, P. A.
Fonte: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 28.; SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A LAGARTA DO CARTUCHO, 4., 2010, Goiânia. Potencialidades, desafios e sustentabilidade: resumos expandidos... Goiânia: ABMS, 2010. Publicador: In: CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO, 28.; SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A LAGARTA DO CARTUCHO, 4., 2010, Goiânia. Potencialidades, desafios e sustentabilidade: resumos expandidos... Goiânia: ABMS, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.4%
2010

Controle da lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) na cultura do milho com inseticidas aplicados via irrigacao por aspersão.

VIANA, P.A.; COSTA, E.F.
Fonte: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 3, p. 451-458, 1998. Publicador: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 3, p. 451-458, 1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.42%
No periodo de 1988 a 1994 foram conduzidos experimentos para avaliar a eficiencia de inseticidas aplicados via irrigacao por aspersao com equipamento tipo lateral portatil, para o controle da lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) atacando a cultura do milho (Zea mays L.). No estadio de cinco a seis folhas, as parcelas experimentais foram infestadas artificialmente usando 10 lagartas recem-eclodidas/planta, dois dias antes da aplicacao dos inseticidas. A eficiencia dos inseticidas foi avaliada tres, 10 ou 15 dias apos a aplicacao, contando-se o numero de lagartas vivas coletadas em 50 plantas ao acaso por parcela. Clorpirifos (288,0 gi.a/ha) foi o mais eficiente (82,9 a 98,7%) no controle de S. frugiperda, sendo seguido por carbary (1105.0 gi.a/ha) (84,0%) diazinon (480,0 gi.a/ha) (83,4%), lambdacialotrina (10,0 gi.a/ha) (81,3%), triflumuron (2,5 gi.a/ha) (79,9%) e diflubenzuron (50.0 gi.a/ha) (73,3%).; 1998

Diferentes bicos do tipo leque no controle da lagarta do cartucho em milho.

CRUZ, I.; SANTOS, J. P. dos.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 19, n. 1, p. 1-7, 1984. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 19, n. 1, p. 1-7, 1984.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.42%
Foram conduzidos quatro experimentos de campo visando o controle de Spodoptera frugiperda em milho (Zea mays L.), envolvendo diferentes inseticidas, aplicados cada um com bicos do tipo leque, de diferentes angulos e vazoes. Inicialmente, testaram-se os inseticidas methomyl, chlorpiriphos ethyl, diazinon e trichlorphon, aplicados em duas dosagens e em dois estadios de crescimento da cultura, 0,30 e 0,50m de altura. Neste experimento foram utilizados os bicos 8001, 8002, 8003 e 8004. No segundo experimento foram testados apenas os melhores tratamentos obtidos no primeiro. Nos dois ultimos experimentos, alem de incluir um outro inseticida (thiodicarb), incluiram-se tambem bicos de serie 65. Em todos os experimentos foram realizadas infestacoes artificiais com cinco larvas de segundo instar por planta, dois dias antes da aplicacao dos inseticidas. Estes foram aplicados com um pulverizador manual-costal com um manometro adaptado em sua barra de pulverizacao mantendo a pressao em torno de 2,8kg/cm2 (40lbs/pol2). As avaliacoes, baseadas no numero de larvas vivas e mortas por planta, foram realizadas 48 horas apos a aplicacao dos inseticidas. Com base nos resultados, conclui-se que, com excecao das aplicacoes com bico da serie 01 (0,378 litros por minuto)...

Controle químico da lagarta do cartucho em milho.

CRUZ, I.; SANTOS, J. P.dos; WAQUIL, J. M.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 17, n. 5, p. 677-681, 1982. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 17, n. 5, p. 677-681, 1982.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.57%
Avaliaram-se diversos produtos quimicos em diferentes formulacoes e dosagens, visando o controle da lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith), em milho. Foram realizadas infestacoes artificiais com cinco larvas de segundo instar por planta, antes e depois da aplicacao dos produtos. Para a aplicacao dos inseticidas na forma liquida utilizou-se um pulverizador manual-costal, com um manometro adaptado na base de sua barra de pulverizacao, o que possibilitou um controle da pressao em torno de 40 lb/pol2. Utilizou-se um bico tipo leque numero 8004, dirigindo-se o jato de inseticida para o interior do cartucho da planta. Os inseticidas granulados foram aplicados diretamente no interior do cartucho da planta com um dispositivo tipo "matraca". Com base nos resultados, concluiu-se que dos produtos testados, os inseticidas em formulacao granulada, clorpirifos etil (Lorsban 15G), fonofos (Dyfonate 10G), metomil (Lannate 5G), diazinon (Basudin 14G), decamethrin (Decis 0,1G) e carbofuran (Furadan 5G), em avaliacao feita sete dias apos a aplicacao, foram os mais eficientes, apresentando uma percentagem de controle da lagarta-do-cartucho acima de 80%, alem de propiciarem um efeito residual de pelo menos cinco dias. Os inseticidas permetrina (Pounce) e metomil (Lannate 90PS) foram os melhores produtos aplicados por via liquida apos as infestacoes de S.frugiperda...

Nutriçao quantitativa de lagarta do cartucho em milho cultivado para três níveis de alumínio.

OLIVEIRA, L. J.; PARRA, J. R. P.; CRUZ, I.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 25, n. 2, p. 235-241, fev. 1990. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 25, n. 2, p. 235-241, fev. 1990.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.45%
O experimento foi conduzido em laboratorio, com larvas de lagarta-do-cartucho Spodoptera frugiperda (J.E. Smith, 1797). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado. As lagartas foram alimentadas com folhas de milho procedentes de um solo corrigido para tres niveis de aluminio atraves de calagem com calcario dolomitico. O consumo foliar foi medido em funcao da area e peso, sendo tambem calculados os indices de consumo e utilizacao. Os resultados mostraram que houve resposta compensatoria, onde a lagarta mudou seu comportamento em relacao a tomada de alimento, procurando compensar as dificuldades na digestao e aproveitamento do alimento, variando a ingestao de folhas sem alterar o desenvolvimento larval, as custas, entretanto, de um maior gasto de energia. As folhas de milho produzidas no solo com teor de Al baixo foram as mais adequadas para o inseto, pois foram menos consumidas e melhor digeridas, apresentando o menor custo metabolico.; 1990

Consumo foliar da lagarta do cartucho do milho Spodoptera frugiperda (J. E. Smith 1797) infectada com vírus de granulose ou de poliedrose nuclear.

VALICENTE, F. H.
Fonte: Anais da Sociedade Entomológica do Brasil, Jaboticabal, v. 17, n. 2, p. 347-357, 1988. Publicador: Anais da Sociedade Entomológica do Brasil, Jaboticabal, v. 17, n. 2, p. 347-357, 1988.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.43%
Com o objetivo de quantificar a area foliar consumida e o tempo letal medio de larvas infectadas com virus da granulose e poliedrose nuclear (VG e VPN), um experimento foi conduzido no Laboratorio de Patologia de Insertos, Sete Lagoas, MG. As amostras de folha foram obtidas com um vazador e a area determinada por um aparelho medidor de area foliar (cm2). O VG foi purificado atraves de centrifugacoes diferenciais e em gradientes de sacarose. A suspensao do VG foi feita atraves da mistura de 1,0 ml do virus purificado com 100 ml de agua destilada e tween a 0,1 %. Desta suspensao, foram tomados 30 ml que foram diluidos com 30 ml de agua destilada. As folhas de milho foram entao imersas nesta suspensao enquanto que a testemunha foi apenas imersa em agua e tween a 0,1 %. As lagartas foram alimentadas com estas folhas por 24 e 48 horas. Na suspensao do VPN usada havia 2,5 x 106 poliedrose/ml. Depois das larvas foram tratadas com folhas sadias ate atingirem a fase de pupa ou morrerem infectadas com o virus. Os resultados para o VG mostraram que enquanto o periodo larval das lagartas infectadas foi mais longo do que das sadias, o consumo foliar de lagartas sadias foi em media, 134,03 cm2, enquanto que o de larvas infectadas foi de 109,3 cm2. O tempo letal medio foi de 11...

Estudo do mecanismo adaptativo da lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) contra inibidores de peptidases vegetais; Study of the adaptive mechanism of the fall armyworm (Spodoptera frugiperda) against the plant peptidase inhibitors

Caio Fernando Ramalho de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
96.53%
Inibidores de peptidases vegetais apresentam atividade inseticida para insetos de diferentes ordens. Entretanto, alguns insetos não apresentam os efeitos deletérios esperados ao se alimentarem com estas proteínas. A lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda), inseto-praga generalista, é capaz de sintetizar enzimas resistentes à inibição quando alimentada em dieta contendo inibidores enzimáticos vegetais. No intuito de estudar as respostas adaptativas da lagarta-do-cartucho contra inibidores de peptidases realizamos bioensaios utilizando o inibidor de tripsina purificado de sementes de Entada acaciifolia (EATI). Larvas de 6º instar cronicamente alimentadas com dieta contendo 0,5% de inibidor (p/p) apresentaram uma redução de 20% no peso médio. No entanto, nenhum outro parâmetro foi afetado nos demais estágios de desenvolvimento. A presença do inibidor em dieta provocou aumento da atividade enzimática das tripsinas e quimotripsinas digestivas. Estudos de PCR em tempo real quantitativo (qPCR) revelaram que o aumento da atividade enzimática ocorreu devido a transcrição diferencial de genes de tripsinas e quimotripsinas e ensaios bioquímicos revelaram que as tripsinas expressas possuem baixa afinidade por diferentes inibidores vegetais e pelo EATI. Interessantemente...

Atividade inseticida do óleo essencial de pimenta longa (Piper hispidinervum C. DC.) sobre lagarta-do-cartucho do milho Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae)

Lima,Rafaela Karin; Cardoso,Maria Graças; Moraes,Jair Campos; Melo,Bruno Almeida; Rodrigues,Vanessa Gregório; Guimarães,Paula Lasmar
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.47%
Os objetivos desta pesquisa foram a obtenção e caracterização do óleo essencial de folhas de pimenta longa Piper hispidinervum, e avaliação de seu efeito no comportamento e/ou mortalidade da lagarta-do-cartucho do milho Spodoptera frugiperda. O óleo essencial foi obtido pela técnica "arraste a vapor d'água", utilizando-se de um aparelho de Clevenger modificado, e posteriormente submetido, à análise por CG-EM e CG. Foram realizados testes de ingestão e contato tópico em lagartas de 1º e 3º ínstar. Os resultados constataram que o óleo essencial de pimenta-longa possui atividade inseticida sobre S. frugiperda, causando redução alimentar e mortalidade, sendo o safrol (82%) seu constituinte majoritário. Verificou-se mortalidade no teste de ingestão em lagartas de 1º ínstar com CL50 = 16,2 mg/mL e para lagartas de 3º ínstar a CL50 = 9,4 mg/mL com redução alimentar CD50 = 0,72 mg/mL; e de toxicidade aguda no teste de contato tópico com DL50 = 277,91 μg/lagarta, após o intervalo de tempo de 96 horas, sendo também observados sintomas de neurotoxicidade, como o efeito knock-down.

Manejo da lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (Lepidoptera, Noctuidae), na cultura do milho; Management of Spodoptera frugiperda (Lepidoptera, Noctuidae), in corn crops

Rubin, Leomar Antonello
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.58%
Spodoptera frugiperda (Lep., Noctuidae) é uma importante praga na cultura do milho (Zea mays). A lagarta ataca o colmo podendo chegar a destruí-lo completamente, além disso, podem danificar a espiga, atacando o pedúnculo e impedindo a formação dos grãos, reduzindo a produtividade. Para minimizar os problemas causados por esta praga, são utilizadas diversas ferramentas de controle que visam diminuir seu impacto em agroecossistemas. Desta forma, o presente estudo teve o objetivo de enfocar a importância da lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) na cultura do milho, descrevendo aspectos morfológicos, ciclo de vida, danos, principais métodos de controle, finalizando com estudos de caso, os quais visaram fazer uma descrição e uma avaliação crítica de situações reais enfrentadas por produtores de milho em relação ao manejo de S. frugiperda.; Spodoptera frugiperda (Lep., Noctuidae) é uma importante praga na cultura do milho (Zea mays). A lagarta ataca o colmo podendo chegar a destruí-lo completamente, além disso, podem danificar a espiga, atacando o pedúnculo e impedindo a formação dos grãos, reduzindo a produtividade. Para minimizar os problemas causados por esta praga, são utilizadas diversas ferramentas de controle que visam diminuir seu impacto em agroecossistemas. Desta forma...

Combate à lagarta do cartucho Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797), em plantação de milho; Fall Armyworm Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797) control in corn field

Corte, C.R.; Almeida, S.L.; Takaoka, M.; Blanco Jr., R.; Godoy, J.M.T.; Mariconi, F.A.M.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1985 POR
Relevância na Pesquisa
96.41%
Com a finalidade de estudar o eleito de alguns defensivos químicos sobre a "lagarta do cartucho do milho" foi instalado o presente ensaio no "Campo de Produção de Mudas Tietê", da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), em Tietê, SP. Foram utilizados os seguintes tratamentos: A - testemunha; B- bendiocarbe, 250 g C- hidrazona BTS 54439, 250 g; D - triclorfom, 250 g; E - piretróide bifentrina (FMC 54800), 30 g; F- piretróide (FMC - 65318), 30 g; G - tiodicarbe, 200 g; H - triazofós, 200 g. As quantidades são de ingrediente ativo por hectare. Os tratamentos tiveram quatro repetições, em blocos ao acaso, com parcelas de 150 m² (cada tratamento, 600 m² ). Aos dois e nove dias da aplicação, os piretróides (FMC - 54800 (bifentrina) e FMC 65318) e tiodicarbe foram promissores.; A corn field work was carried out in Tietê, State of São Paulo, Brazil in order to control the fall armyworm. The treatments, with four repetitions, and the quantities of active ingredients, per hectare, were as follows: A - check; B - bendiocarb, 250 g; C - hydrazone BTS 54439, 250 g ; D - trichlorfon, 250 g ; E - pyrethroid biphenthrin, 30 g ; F - pyrethroid FMC 65318, 30 g ; G - thiodicarb, 200 g ; H - triazophos, 200 g. The best results were obtained with pyrethroid FMC 65318...

Efficiency of some chemical pesticides against the fall armyworm Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) on corn field; Eficiência de alguns produtos químicos sobre a "lagarta do cartucho do milho" Spodoptera frugiperda (J.E.Smith, 1797)

Takaoka, M.; Domingues, R.G.; Medina, C.L.; Blanco Junior, R.; Kato, W. Y.; Toniolo, S.R.; Almeida, S.L.; Mariconi, F.A.M.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1985 POR
Relevância na Pesquisa
96.5%
A lagarta do cartucho do milho é um sério depredador da cultura do milho. Quase todos os anos, os danos ocasionados às plantas são grandes. Para se conhecer o efeito de alguns defensivos sobre a citada lagarta, realizou-se este trabalho experimental, instalado em Piracicaba, SP, a 09 de dezembro de l983. Os produtos foram aplicados com pulverizador costal, manual, de 20 litros de capacidade, provido de bico em leque Teejet 8002. Utilizaram-se 200 litros de água por hectare e 30 cm³ de "Extravon" (espalhante-adesivo) por 100 litros de calda. Os tratamentos foram nove: A - testemu nha; B - monocrotofós, 240 g; C - bifentrina, 10 g; D - triazofós, 200 g; E -carbamato UC 75118, 150 g; F - monocro tofós, 400 g; G - acefato, 375 g; H - cabamato UC 76724, 150 g; I - clofentezina, 250 g. As quantidades acima são de ingrediente ativo por hectare. Aos 02 dias da pulverização, os melhores foram o triazofós e a bifentrina. Aos 07 dias, nenhum produto apresentava boa eficiência.; The fall armyworm is one of the most important pest on corn fields. It causes enormous losses almost every year. In order to know the effects of some chemicals against the caterpillars, a study was conducted under field conditions in Piracicaba, State of São Paulo...