Página 1 dos resultados de 47 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

A rede de Capistrano de Abreu (1853-1927): uma análise historiográfica do rã-txa hu-ni-ku-~i em face da Sul-americanística dos anos 1890-1929; The Capistrano de Abreu´s scientific network: how the South-american languages were studied between 1890-1929

Christino, Beatriz Protti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.87%
Resumo Esta pesquisa teve por objetivo compreender, em função de seu contexto de produção e recepção, as soluções descritivas reconhecíveis no rã-txa hu-ni-ku-~i, obra sobre o Caxinauá (família Pano), escrita pelo brasileiro João Capistrano de Abreu (1853-1927) e publicada em 1914. De maneira a delinear o circuito de circulação do saber em que aquele trabalho se encontrava inserido, foi realizada uma investigação do ideal de ciência e do modelo de organização social do grupo de especialistas, de diversas nacionalidades, que se dedicaram ao exame das línguas e culturas da América do Sul, entre os anos de 1890 e 1929. De outro lado, levantaram-se as estratégias de segmentação e categorização de unidades lingüísticas do Caxinauá adotadas por Capistrano de Abreu e verificou-se a adequação descritiva de algumas das propostas de análise identificadas. Palavras-chave: Historiografia da Lingüística; Línguas Pano; Caxinauá; Americanística; Capistrano de Abreu (1853-1927).; This research aims to analyse the linguistic description of the Cashinaua language (a Pano language) presented by the Brazilian researcher João Capistrano de Abreu (1853-1927) in his study entitled rã-txa hu-ni-ku-~i (published in 1914) with respect to its context of production and reception. The analysis comprises the concept of science and the patterns of social relationship that characterized the international scientific community devoted to the study of South-American languages and cultures during the years 1890-1929. In addition...

Lingua matis (Pano) : uma descrição gramatical; Matis language (Panoan): a gramatical description

Rogerio Vicente Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.83%
Esta tese tem por objetivo apresentar uma descrição morfossintática da língua matis (família lingüística Pano), falada por 262 pessoas que habitam no médio Ituí - noroeste amazônico. o trabalho é composto de doze capítulos. No capítulo 1, apresentamos a situação do povo matis e fazemos considerações sobre algumas diferenças entre as línguas Matis e Matsés - por muito tempo classificadas como uma única língua. Nos capítulos dois a doze, descrevemos aspectos fonológicos e morfossintáticos da língua matis. Por se tratar de uma língua que não apresenta qualquer descrição morfossintática prévia realizada por outros pesquisadores, procuramos descrever sua morfologia de maneira mais abrangente possível, procurando explicar, assim, a função de cada morfema dentro de cada classe gramatical. Abordamos, ainda, aspectos gerais da sintaxe. Enfim, o estudo da língua matis é o resultado de uma pesquisa que objetiva descrevê-Ia em seus aspectos fonológicos, morfológicos e sintáticos. O trabalho colabora para o melhor conhecimento dessa língua, tanto para a família Pano quanto para as pesquisas lingüísticas em línguas indígenas brasileiras; The objective of this thesis is to present a morphosyntactic description of the Matis language (Panoan linguistic family)...

Aspectos da fonologia da lingua Kaxarari

Gladys cavalcante Sousa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37%
Esta dissertação apresenta uma descrição da fonologia da língua Kaxarari, pertencente à família Pano e divide-se em seis capítulos: do Capítulo I consta a introdução, na qual apresentam-se uma discussão a respeito da relevância de estudos de línguas indígenas, um histórico de como o presente projeto teve início, e ainda a metodologia utilizada na pesquisa; o Capítulo II é constituído de informações sobre a família Pano e, especificamente, sobre a língua Kaxarari e sobre a Aldeia Pedreira, local onde realizou-se este trabalho. No Capítulo III é feita a descrição fonológica da língua em questão. O Capítulo IV trata de alguns processos fonológicos da língua; no Capítulo V, mesmo não sendo o objetivo principal desta dissertação, apresentam-se algumas considerações preliminares sobre a morfologia do nome e do verbo Kaxarari. Concluindo, com o objetivo de comparar o Kaxarari com algumas das demais línguas Pano faladas no Brasil, destina-se o Capítulo VI a tecer breves comparações, relacionando este trabalho com alguns dos 5 trabalhos realizados sobre as línguas Matis, Shanenawá e Katukina. Assim, apresenta-se uma visão geral da descrição fonológica da língua Kaxarari; This dissertation presents a phonological description of the Kaxarari language...

Aspectos morfossintaticos da lingua Huariapano (Pano); Morphosyntax aspects Huariapano-Pano Language

Graziela de Jesus Gomes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.91%
Esta dissertação tem por objetivo apresentar uma análise de alguns aspectos da morfologia e sintaxe da língua Huariapano (Pano). Para tanto, o trabalho está dividido em quatro partes básicas: I. Introdução, em que é feito um breve histórico do povo Huariapano, da classificação de sua língua dentro da literatura e, ainda, é apresentada a metodologia aplicada na pesquisa lingüística; II. Aspectos da fonologia, em que são apresentados o quadro fonológico da língua e dois temas específicos: em que medida se apresenta e se justifica a ortografia e a fonologia da língua e, também, uma introdução sobre a estrutura silábica da mesma; III. Morfossintaxe I, em que são descritas as classes de palavras (ou partes do discurso), bem como sua estrutura morfológica; IV. Morfossintaxe II, em que se descrevem as estruturas de sentenças simples e complexas e ainda alguns aspectos sintáticos, como a marcação de caso, o sistema de referência alternada (switch-reference) e outros tipos de sistema de referência entre sentenças. Complementam o texto básico uma breve conclusão e as Referências Bibliográficas. Além disso, há a apresentação de um anexo que contém o léxico da língua Huariapano utilizado na exemplificação ao longo da dissertação; This dissertation aims to present an analysis of the Huariapano language (Pano) that will exhibit some aspects of the morphology and the syntax of the language. For this purpose the work is distributed in four basic parts: I. In the Introduction...

Elementos de descrição sintatica para uma gramatica do Katukina

Maria Sueli de Aguiar
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1988 PT
Relevância na Pesquisa
26.81%
Nesta dissertação, apresentados um estudo sobra a língua Katukina-Pano, uma língua falada por um grupo Indígena cuja aldeia localiza-se no Estado do Acre. Fazemos uma análise fonológica por se tratar de uma língua ágrafa, mas o fazemos de forma bastante resumida por não ser esse o tópico em que gostaríamos de fixar nossa discussão. Analisamos também morfologicamente o Katukina, não de forma resumida, mas direcionada. Assim, observamos que nessa língua os termos não se identificam facilmente a nível morfológico e isso dificulta - e muito - classifica-los como integrantes de uma ou outra classe gramatical. Esses termos não se apresentam com nenhum tipo de marca inerente, o que parece ser comum a outras línguas da família Pano. O que se colocaria como a discussão mais interessante deste estudo é a analise sintática, dividida aqui em, dois níveis para facilitar a apresentação e a exposição dos problemas: um nível compreende a descrição de alguns elementos da sintaxe da língua, enquanto o outro trata da análise desses elementos dentro do quadro teórico de Regência e Vinculação. Na parte descritiva, observamos que o Katukina tem marca morfológica somente para os tempos lógicos. Quanto à sentença...

Aspectos tipológicos na formação de palavras em um grupo de línguas da família Pano; Typological aspects in word-formation in a group of languages of the Pano family

Raphael Augusto Oliveira Barbosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
47.13%
Esta dissertação analisa o sistema de formação de palavras em um grupo de oito línguas da família Pano: Kashibo-Kakataibo, Katukina, Kaxinawa, Matis, Matsés, Shanenawa, Shipibo-Konibo e Yawanawa - sob a perspectiva teórica da linguística tipológicafuncional. O objetivo desta pesquisa é comparar e explicar as similaridades e diferenças de algumas propriedades semânticas a respeito dos elementos morfológicos usados pelos falantes desses idiomas com vistas a formar palavras por meio de três processos linguísticos: afixação, reduplicação e composição. Com este estudo, buscamos oferecer subsídios para novas pesquisas teóricas e aplicadas a respeito das funções e dos significados presentes na morfologia derivacional do grupo de línguas Pano estudado. Nesse sentido, descrevemos duas classes de prefixos (morfemas partes do corpo e aspectuais), e investigamos como a função locativa e os significados metafóricos são codificados pelo sistema conceptual de prefixação lexical, assim como analisar a função aspectual dos demais prefixos. A respeito da reduplicação, discutimos sua característica icônico-derivacional, sua função aspectual e numeral, e a ordem e significado de suas construções complexas (reduplicações com afixos). Ademais...

Análise fonológica do Saynáwa (Pano): a língua dos índios da T. I. Jamináwa do Igarapé Preto

André Cavalcanti Couto, Claudio; Virginia Telles de Araújo Pereira Lima, Stella (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Nosso trabalho tem como objeto de estudo a fonologia do Saynáwa, idioma falado pelos índios Saynáwa, que vivem na T.I. Jamináwa do Igarapé Preto, no município de Rodrigues Alves-AC. Essa língua, até então desconhecida, pertencente à família lingüística Pano, corre sérios riscos de extinção, contando apenas com 8 falantes. O objetivo deste trabalho foi o de descrever e analisar a fonologia segmental e suprassegmental do Saynáwa, identificando seus fonemas consonantais e vocálicos, seus padrões silábicos, como ocorre a silabificação, como o acento da língua é atribuído, quais são seus constituintes prosódicos e quais são seus principais processos fonológicos. O corpus foi obtido através de pesquisa de campo, por nós realizada em 2008. Nossa análise partiu dos procedimentos de descoberta do estruturalismo norte-americano, através da abordagem estruturalista distribucional, nos apoiando em Comrie e Smith (1977), Gleason (1978), e Lass (1984); mas teve nas teorias fonológicas não-lineares seu principal referencial, nos concentrando em Goldsmith (1979, 1995), Nespor e Vogel (1986), Clements (1990), Kenstowicz (1994), Hayes (1995), Clements e Hume (1995). Como resultado, identificamos a existência de 13 fonemas consonantais...

Diversidade linguística brasileira, as línguas páno e suas características ergativas

Abreu, Paulo Sérgio Reis de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
67.21%
This work focuses on Brazilian linguistic diversity and, within it, the Páno family, from which was pointed out, under the grammatical point of view, the operation of the case systems. The study consists of an introduction, three chapters, a conclusion, bibliography and three appendices. Chapter 1 brings historical information on the linguistic diversity in Brazil at the time of the Portuguese incursion, the present situation of our languages, the methods for linguistic classification and its application on the Brazilian indigenous languages, and also aims at pointing out the importance of the descriptive linguistic studies of our autochthonous languages. Chapter 2 deals specifically with the Páno family, with the history of how the region where it is situated in South-West Amazonia was populated, with the various Páno people situated in Brazil, with classificatory efforts, with studies already carried out by Brazilian researchers, and also searches for establishing a vision of the genetic relationships between those different languages. The chapter 3 brings theoretical information on the study of ergativity, based on Dixon (1994), as well as an analysis of this grammatical phenomenon carried out by Lyons (1968). Afterwards...

Fonética e fonologia do Jaminawa do Brasil (pano); Phonetics and phonology Yaminahua of the Brazil (panoan)

Cruvinel, Agmar Alves
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Letras e Linguística (FL); Faculdade de Letras - FL (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
This work aims to study the Yaminahua language of Brazil, affiliated to the linguistics family Panoan. The people Yaminahua of Brazil live in the state of Acre and are distributed as follows: most of ethnicity living in native village near the urban area, while small communities living in the cities. Our main goal in the current in this study is to present a preliminary description of the phonetics and phonology based on phonemic theory and, moreover, presents studies on the syllabic structure and how the distribution of stress occurs at the word level based on nonlinear phonology. Furthermore, we present considerations about the linguistics family Panoan, including some of the major classifications of this language family. We also make observations about Yaminahua ethnicity in general, beyond special considerations about the people Yaminahua of Brazil. The research corpus consists of data collected from field surveys undertaken in October 2011 and July 2012 in native villages and cities in Acre, with voluntary collaboration of eight native speakers of the target language who speak Portuguese.; Este trabalho tem como objeto de estudo a língua Jaminawa do Brasil, filiada à família linguística Pano. Os falantes dessa língua vivem no estado do Acre e se distribuem da seguinte forma: grande parte da etnia vive em aldeias próximas à zona urbana...

Descrição morfossintática da lingua Shanenawa (Pano)

Glaucia Vieira Candido
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Esta tese tem por objetivo apresentar uma análise da língua Shanenawa (Pano) de alguns aspectos fonológicos, da morfologia e da sintaxe da língua. Para tanto, o trabalho está dividido em quatro partes básicas: I. Introdução, em que é feito um breve histórico do povo Shanenawa, da classificação de sua língua dentro da literatura e, ainda, é apresentada a metodologia aplicada na pesquisa lingüística; II. Aspectos da fonologia, em que são apresentados o quadro fonético/fonológico da língua e dois temas específicos: o acento e a nasalização; III. Morfossintaxe I, em que são descritas as classes de palavras (ou partes do discurso), bem como sua estrutura morfológica; IV. Morfossintaxe II, em que se descrevem as estruturas de sentenças simples e complexas e ainda alguns aspectos sintáticos, como a marcação de caso, o sistema de referência alternada (switch-reference) e outros tipos de sistema de referência entre sentenças. Complementam o texto básico uma breve conclusão e as Referências Bibliográficas. Além disso, há a apresentação de alguns anexos que contêm, respectivamente, um léxico da língua, mapas de localização geográfica do povo Shanenawa e, finalmente, cópias de documentos referentes à demarcação das terras indígenas desse povo; This thesis aims to present an analysis of the Shanenawa language (Pano) that will exhibit some phonological aspects...

Um estudo sobre a fonologia da língua Mastanawa (Pano); A phonological study of the Mastanawa language (Panoan)

Eclenir da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.34%
Esta dissertação tem por objetivo apresentar uma descrição fonética e fonológica da língua Mastanawa (pertencente à família linguística Pano). Para isso, o trabalho foi dividido em cinco seções principais: a seção um, parte introdutória, consiste de um relato sobre nosso primeiro contato com a língua Mastanawa, o trabalho de campo e a metodologia usada para a coleta dos dados; a seção dois contém um pequeno histórico sobre o povo Mastanawa, sua localização e alguns aspectos da cultura; as seções três e quatro, a descrição dos sons existentes na língua e a análise fonêmica, respectivamente; e a quinta seção apresenta a sílaba, uma discussão sobre os segmentos ambivalentes j e w, e o acento no Mastanawa. As seções finais são complementares e inclui: uma breve conclusão, as referências bibliográficas e dois apêndices que trazem, respectivamente, um vocabulário básico da língua e mapas de localização geográfica dos Mastanawa.; The purpose of this dissertation is to present a phonetic and phonological description of Mastanawa, a language belonging to the Panoan linguistic family. To accomplish this, the work was divided into five main sections. The first section-the introductory part-consists of an account of our first contact with the Mastanawa language...

Aspectos fonologicos da lingua shanenawa (pano)

Glaucia Vieira Candido
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1998 PT
Relevância na Pesquisa
36.77%
Esta dissertação apresenta uma descrição fonética e fonológica da língua Shanenawá, pertencente à família Pano, que é falada por um povo localizado às margens do rio Envira, no município de Feijó, Estado do Acre, Brasil. O trabalho está estruturado em três partes básicas, além de dois apêndices e da bibliografia. Os dois apêndices contêm um vocabulário básico e mapas para a localização da área Shanenawá. A primeira parte é dedicada a informações gerais sobre o povo e a língua Shanenawá e a uma discussão sobre a classificação das línguas da família Pano. Inclui-se ainda nesta parte, a metodologia usada no trabalho de campo para a coleta dos dados utilizados nessa dissertação. A segunda parte trata da descrição fonética dos sons da língua e da análise fonêmica desses sons, a qual foi feita segundo os aspectos de contraste, variação livre e distribuição complementar. A terceira parte focaliza a fonologia da língua. Desta feita, as análises são efetuadas à luz de teorias mais atuais, ou seja, a partir das fonologias não-lineares ou autossegmentais. Esta parte aborda a estrutura silábica, o acento e os principais processos fonológicos como: a ocorrência dos glides labial [w] e palatal [j] em posições de Onset e Coda; a assimilação de consoantes nasais em posição de Coda; a nasal idade das vogais e a palatalização de consoantes coronais quando estas figuram em ambientes de vogais anteriores e do glide palatal [j].; This dissertation describes the phonetics and phonology of Shanenawá...

Os pronomes e seus traços em línguas da família Pano

Peixoto, Jaqueline dos Santos
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.75%
Nosso objetivo é realizar um estudo dos traços dos sistemaspronominais em Matsés, Marubo, Kaxinawá e Shipibo-Konibo,línguas pertencentes à família Pano. Lidando com dados de fontessecundárias, propomos que os quatro sistemas pronominais sejaminterpretados com base em um quadro teórico que explica a variação linguística em termos de traços formais com interpretação nagramática. A ideia de que as propriedades morfossintáticas dospronomes são explicadas com base nos traços gramaticais revelaque em Marubo, Kaxinawá e Shipibo-Konibo a proximidade dossistemas pronominais reflete o fato de os três sistemas compartilharemo mesmo conjunto de traços no núcleo funcional D e expressaremnúmero através da projeção de um QP no interior do DP; em Matsés,a assimetria da 1ª e 2ª pessoas com a 3ª pessoa é substituída pelasimetria estrutural.

Del 'Kaschibo' de Tessmann al cashibo-cacataibo contemporáneo: algunas notas para la comprensión de la historia lingüística de un pueblo pano

Biondi, Roberto Zariquiey; Pontificia Universidad Católica del Perú.
Fonte: Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas Publicador: Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
En su clásico volumen de 1930, Günter Tessmann ofrece una lista léxica del idioma <Kaschibo>, que corresponde a la lengua que actualmente se conoce, entre otras denominaciones, como cashibo-cacataibo. La lista de Tessmann ofrece 31 palabras en los tres dialectos <Kaschibo> que el autor identifica más 81 entradas con información solo sobre uno de ellos: <Kaschinõ>). En el presente artículo ofrecemos un estudio comparativo de los materiales de Tessmann a partir de datos contemporáneos sobre los distintos dialectos de cashibo-cacataibo (Zariquiey 2011b). La comparación nos enfrentará a problemas de interpretación sumamente interesantes y, a la vez, nos permitirá descubrir algunos cambios fonéticos y fonológicos relevantes para la comprensión de la diacronía de esta lengua pano.

la Grasserie, Raoul de. 1889. De la famille linguistique pano. Étude présentée à la session du Congrès des Américanistes en 1888. Paris: Maisonneuve & Ch. Leclerc.

Oliveira, Sanderson Castro Soares de
Fonte: Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas Publicador: Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 18/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
Considerado por vários estudiosos da família Páno como o primeirotrabalho linguístico sobre essa família (Shell 1975:16: Valenzuela 2003:42;Ferreira 2005:5; Oliveira 2009:28), o trabalho apresentado por Raoul dela Grasserie, durante o Congresso dos Americanistas de 1888 e publicadoem 1889, em Berlim, tem ainda o mérito de ser um trabalho pioneiro nouso do método histórico-comparativo no estudo de uma família indígenasul-americana (cf. Campbell 1997:53).

El sistema de concordancia del participante en las lenguas Pano y sus implicancias para el conocimiento de la Proto-Lengua

Valenzuela, Pilar M.; Chapman University
Fonte: Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas Publicador: Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Peer-reviewed Article; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.61%
En las lenguas de la familia Pano una serie de construcciones adjuntas (que expresan lugar, etapa de vida, cuantificación distributiva, manera, entre otros) están semánticamente orientadas hacia uno de los participantes obligatorios de la cláusula. Dicha relación es marcada explícitamente mediante una morfología flexiva al final de los adjuntos, en concordancia con la función sintáctica del participante acerca del cual predican. Este rasgo tipológicamente sobresaliente, llamado “concordancia del participante” (CP), opera tanto al interior de la cláusula como en la combinación de cláusulas. En este último ámbito sintáctico los marcadores de CP forman parte del sistema de cambio de referencia (switch-reference). El presente artículo trata la CP en lenguas pertenecientes a diferentes subconjuntos de la familia Pano y propone que este rasgo formaba parte de la gramática Proto-Pano. La discusión sobre el posible desarrollo diacrónico de este sistema conduce a una hipótesis acerca de la existencia de un sistema de marcación de caso tripartito en la proto-lengua.

Um exame do(s) sufixo(s) -rã do Kaxinawá (Pano) registrado por Capistrano de Abreu

Christino, Beatriz
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
O presente artigo examina a natureza do(s) sufixo(s) –rã do Kaxinawá (Pano) registrado por Capistranode Abreu (1853-1927) no início do século XX. Aborda-se a proposta de análise daquele pesquisador, assimcomo se empreende uma nova investigação das formas de ocorrência de –rã em contextos verbais enominais em narrativas por ele recolhidas.

Uma proposta de método quantitativo aplicado à análise comparativa das línguas Pano e Tacana

Ribeiro, Lincoln Almir Amarante
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.7%
Este artigo apresenta um método quantitativo binário para a comparação histórica de línguas, baseado emuma análise léxico-estatística. O método mostra uma solução viável para os problemas que foram encontradosem trabalhos de características semelhantes realizados previamente. Como aplicação ilustrativa do método,realizou-se uma análise comparativa de línguas das famílias Pano e Tacana, considerando listas de palavrasdefinidas como Proto-Formas. A aplicação do método resultou num fortalecimento da hipótese derelacionamento genético entre as ínguas dessas duas famílias.

Ergatividade em Matsés (Pano)

Fleck, David W.
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
Este texto explora diferentes padrões de alinhamento dos argumentos na gramática da línguaMatsés da família Pano, com ênfase especial na forma como a morfologia da língua aparentemente estátornando-se mais ergativa. O Matsés apresenta um forte padrão de marcação de caso do tipo ergativo/absolutivo,mas o alinhamento ergativo/absolutivo restringe-se ao sistema de caso e a alguns padrões morfológicos menores.A concordância de pessoa marcada no verbo é feita com os argumentos nominativos (S/A). A sintaxe ou mostrapadrões nominativo/acusativos triviais, ou, mais freqüentemente, não mostra nenhum alinhamento dos argumentos.Além dessa cisão entre a morfologia e a sintaxe, o Matsés não apresenta sistemas de ergatividade cindidaimportantes. As duas maneiras mais importantes pelas quais o Matsés está se tornando mais ergativo são o usoinovador do marcador de caso ergativo para tirar a ambigüidade das orações duplo-absolutivas, e a extensão dopadrão ergativo de marcação de caso de frases ativas simples para construções negativas reanalisadas. Uma dasabordagens sobre teoria da ergatividade assume que ela surge como um acidente histórico através de reanálises, e os sistemas ergativos são destinados a desgastar-se gradualmente...

Manifestações da ergatividade em caxinauá (pano)

Camargo, Eliane
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
Trata-se de um estudo sobre a sintaxe de ergatividade cindida em caxinauá (pano) queapresenta um padrão ergativo com os argumentos nominais, um padrão acusativo com os argumentospronominais e um padrão neutro, marcado unicamente pela 3a. pessoa do singular. Este texto mostra osdiferentes padrões de alinhamento e suas características morfológicas e sintáticas. As marcações de casodas construções antipassiva e passiva também são apresentadas.