Página 1 dos resultados de 48 itens digitais encontrados em 0.117 segundos

Proposta de macro e microestrutura para um dicionário bilíngue-ativo de locuções verbais : português/espanhol

Mattos, Monissa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.85%
A importância da língua espanhola cresce cada vez mais no Brasil devido a interesses econômicos e culturais. Igualmente, o ensino do idioma, no país, aumenta na mesma proporção. Esse desenvolvimento do ensino e aprendizagem de língua espanhola como língua estrangeira requer muito mais do que meros conhecimentos linguísticos e domínio de regras gramaticais. Exige um conhecimento cultural e social, que possibilite ao falante da língua estrangeira comunicar-se em diferentes situações, sendo capaz de interagir por meio de expressões típicas da língua. Isto é, o falante de uma língua estrangeira, que almeja fluência no idioma, deve dominar, ademais de aspectos puramente gramaticais, a esfera idiomática da língua. Diante da necessidade de compreender-se e produzir-se palavras em seus contextos, evidenciamos a relevância de uma disciplina, cujos estudos são ainda recentes, mas que assume grande importância no processo de ensino e aprendizagem de uma língua: a Fraseologia. Soma-se a isso, a importância das obras lexicográficas como instrumentos de auxílio para quem aprende uma língua estrangeira e, mais do que isso, para quem pretende produzir uma expressão típica do idioma. Por essa razão, este trabalho insere-se nos estudos fraseológicos e na sua relação com a Lexicografia...

Letramento e alfabetização : práticas que se cruzam na construção da leitura e da escrita em uma turma de 1º ano do ciclo de alfabetização em português e espanhol

Lazarotto, Carmen Ângela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.73%
Esta pesquisa busca compreender a constituição do letramento em língua portuguesa e em espanhol, como língua adicional, na escola municipal de Ensino Fundamental Cinderela, no ciclo de alfabetização, no município de Santa Helena, extremo-oeste de Santa Catarina. Foram utilizados procedimentos metodológicos da pesquisa qualitativa de cunho etnográfico (ERICKSON, 1990; HEATH e STREET, 2008; MASON, 1996; JUNG, 2003). A geração de dados envolveu participação em eventos de letramento nas aulas de língua portuguesa e nas aulas de espanhol, participação em conselhos de classe, em reuniões com os pais, observação da hora do recreio e visita às famílias. O trabalho de campo foi realizado através de observação participante, e os dados consistiram de registros audiovisuais e fotográficos, notas em diário de campo, recolha e organização documental, e gravação de entrevistas. A análise de 12h/a de espanhol, 39 h/a de língua portuguesa (outras matérias escolares com a professora de referência), 2 horas e 30 minutos de recreio, e cerca de 11 horas nas famílias ocorreu em três etapas: análise dos registros audiovisuais a partir de uma revisão teórica focalizando os conceitos de letramento e eventos de letramento (HEATH...

Ensino de português e espanhol em contexto Teletandem: observações acerca de um projeto interinstitucional

Messias, Rozana Aparecida Lopes; Carvalho, Kelly C. H. P. de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 31-40
POR
Relevância na Pesquisa
75.75%
Este artículo tiene como objetivo observar cómo estudiantes brasileños de licenciatura, más específicamente, estudiantes de lengua española y portuguesa organizan y ponen en práctica la enseñanza del portugués, en el contexto del TELETANDEM. La intención es comprender (a) cómo son planifi cados los contenidos de la enseñanza de Lengua Portuguesa y (b) ¿Cuál es el impacto de esta práctica a la formación de profesores de portugués y español. Lo principios metodológicos que orientan esta pesquisa están anclados en el marco de la investigación cualitativa, en su vertiente narrativa, basado en los estudios de J. Clandinin y Michael Connelly (1996 ). Los datos obtenidos hasta ahora nos muestran que, debido a la proximidad de las lenguas, este contexto de aprendizaje virtual requiere la presencia de un mediador que señala a los aprendices aspectos que deben ser considerados.; Este trabalho tem como objetivo observar como alunos brasileiros de um curso de Letras, mais especificamente, alunos de Língua Espanhola e Portuguesa organizam e põem em prática o ensino de português para seus parceiros estrangeiros, no contexto Teletandem. A intenção é compreender (a) como são planejados os conteúdos de LP que ensinam; e b) qual o impacto dessa prática para a formação como professores de Língua Portuguesa e Espanhola. Os pressupostos metodológicos que sustentam essa investigação estão ancorados no arcabouço da pesquisa qualitativa...

Ensino/aprendizagem de espanhol para adolescentes do Ensino Médio

Escalante, Roberta; Gularte, Paola; Santos, Vanessa
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Relevância na Pesquisa
75.75%
Trabalho apresentado no 31º SEURS - Seminário de Extensão Universitária da Região Sul, realizado em Florianópolis, SC, no período de 04 a 07 de agosto de 2013 - Universidade Federal de Santa Catarina.; Este trabalho busca apresentar a ação de extensão intitulada “¿Hablas español? Espanhol no Ensino Médio para além da compreensão leitora”, cujo objetivo é fomentar a formação inicial de professores de Espanhol como Língua Estrangeira (E/LE) a partir da inserção dos licenciandos na realidade escolar da Educação Básica (nível médio) e promoção do ensino/aprendizagem da língua espanhola de forma mais abrangente, sem a tradicional ênfase na leitura. Vinculado ao Programa de Extensão CELUFFS (Centro de Línguas da UFFS) campus Cerro Largo/RS e, por meio da parceria externa com uma escola estadual no município de Cerro Largo, o projeto pretende atuar como espaço de integração e formação inicial docente na área de espanhol; contribuir nas discussões das disciplinas de estágios do curso de Licenciatura em Letras Português e Espanhol da UFFS campus Cerro Largo e propiciar aos alunos da Educação Básica, especialmente os do Ensino Médio, um contato com o espanhol de modo mais integral...

A integração curricular da intercompreensão numa turma de ELE

Borges, Ana Margarida de Almeida
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
85.75%
O presente Relatório Final de estágio tem como principal intento fazer o relato de uma experiência de integração curricular da intercompreensão (IC) numa turma de Espanhol Língua Estrangeira (ELE) do Ensino Secundário, decorrente do desenvolvimento de uma sessão na plataforma Galanet, procurando verificar de que forma esta experiência concorrre para o desenvolvimento curricular da disciplina. Após uma breve incursão pela paisagem didatológica que enforma este trabalho e pelos documentos reguladores do ensino de ELE em Portugal, prossegue-se com uma apresentação do contexto em que a intervenção foi realizada e da intervenção em si mesma (objetivos, estratégias, materiais, etc.). Posteriormente, procede-se a uma análise qualitativa e quantitativa dos dados, recolhidos ao longo das diversas intervenções didáticas: notas de campo elaboradas pela própria professora, artefactos escritos e orais elaborados pelos alunos; inquérito final. Propõe-se uma análise dos dados a partir do referencial aprendente, elaborado no âmbito do projeto Miriadi (Mutualização e Inovação por uma Rede de Intercompreensão à Distância), e do CARAP (Cadre de Référence pour les Approches Plurielles), orientado para as abordagens plurais do ensino-aprendizagem de línguas. Em concomitância...

A construção de pontes para um entendimento real : uma experiência em contexto espanhol língua estrangeira

Figueiredo, Carla Susana Marques da Silva
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
65.73%
A proximidade física e linguística de Portugal e Espanha condiciona a que a aprendizagem da língua e cultura espanholas seja, muitas vezes, encarada pelos alunos como um simples tradução da sua língua materna e consequente desvalorização das diferenças culturais existentes entre estes dois países. Mais do que isso, a falta de relevo dado à sociolinguística, a língua em uso no seu contexto real, leva a que não se dê a devida importância a estas questões, mesmo depois de devidamente explicitadas no QECR, com a agravante de vivermos em UE, com tudo o que daí advém. O presente projeto de investigação pretende mostrar a possibilidade de trabalhar a competência sociolinguística no contexto da aula ELE, através de várias atividades que levem os alunos a exercitar na prática algumas questões, levando-os a consciencializarem-se sobre o peso destes elementos na aprendizagem de uma língua estrangeira, sem prejuízo das demais competências trabalhadas numa unidade didática. A análise dos dados obtidos através de diferentes métodos e instrumentos mostra que é possível aumentar a sua consciencialização sobre a componente sociolinguística e, por outro lado, melhorar a sua competência sociolinguística prática para serem mais capazes de lidar com situações concretas.; Portugal and Spain’s physical proximity leads students...

Relatório da prática de ensino supervisionada no ano lectivo de 2009/2010: ensino de português e espanhol

Figueira, Maria João Cidade Conde
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.69%
Actualmente a língua espanhola é um dos idiomas mais falados pelo mundo inteiro e sobretudo em Portugal o número de alunos tem crescido por diversos factores como a proximidade linguística e geográfica. Como aprendizes de uma segunda língua, os alunos portugueses sentem necessidade de saber falar com fluência e escrever correctamente para poder integrar-se no mundo do trabalho além fronteiras. O presente relatório aborda questões como a importância da capacidade comunicativa no processo de ensino aprendizagem, que centra todo este processo no aluno, adequando os métodos, estratégias, objectivos e conteúdos às suas expectativas, necessidades e interesses. De acordo com as orientações programáticas e análise do currículo reflectimos sobre a nossa prática pedagógica de ensino de ELE, dando uma panorâmica deste ano lectivo com conquistas e recuos, cujo principal objectivo foi o alcance do sucesso educativo e a formação integral dos nossos alunos; ### ABSTRACT: Nowadays the Spanish language is one of the most spoken languages around the world, especially in Portugal, the number of students who wants to learn Spanish has increased. This increase is due to the geographical and linguistic proximity. As learners of a second language...

O relato das emoções : uma tarefa para a aula de E/LE - nível A2

Tomás, Ana Patrícia Marques André Martins, 1978-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.59%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino do Português no 3º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e de Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário, Universidade de Lisboa, 2012; O processo de aquisição de línguas estrangeiras é caracterizado pela sua complexidade. As etapas pelas quais os aprendentes passam ao longo deste processo são constituídas por avanços e recuos e por isso não são passíveis de ser avaliadas de uma forma linear. Assim, do nosso ponto de vista, o trabalho docente deve pautar-se pela criação de estratégias que cheguem ao maior número de estágios de aquisição, dentro do nível de proficiência linguística que visamos ensinar. Além disso, as necessidades comunicativas de cada turma devem constituir o ponto de partida para o desenho de unidades didáticas. Partindo destes pressupostos, procurámos criar uma sequência didática que chegasse a estes alunos em particular, sem nos concentrarmos apenas numa teoria ou método de ensino de línguas estrangeiras. Este projeto ancorou-se metodologicamente na abordagem por tarefas. Contudo, procurámos seguir uma perspetiva eclética, visando abranger as diferentes necessidades e preferências dos discentes. A nossa unidade didática incidiu...

Más allá de los tópicos : a cultura no ensino de Espanhol Língua Estrangeira

Araújo, Susana Santos Marques de
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.81%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino de Português e Espanhol, Universidade de Lisboa, 2012; É hoje inquestionável que uma língua não poder ser aprendida sem que esteja inserida no seu contexto sociocultural. Um breve percurso pela história da didática das línguas estrangeiras permite-nos concluir que a cultura nem sempre recebeu o justo tratamento, tendo sido vista apenas como mero adorno. Só a partir da década de setenta, e já com o método comunicativo, é que começamos a verificar a preocupação por desenvolver a competência sociocultural. Consideramos que se deve entender por competência sociocultural o conjunto de saberes que o aluno possui para usar de forma eficaz a língua numa situação comunicativa, evitando limitar o conhecimento a um conjunto de estereótipos que se apresentam como verdades absolutas. Em culturas tão próximas como a portuguesa e a espanhola, poderíamos ser levados a pensar que esta questão não é de suma importância. No entanto, uma análise a alguns manuais com uma presença significativa nas nossas escolas e um levantamento de dados junto de um grupo considerável de alunos de espanhol língua estrangeira revelam-nos precisamente o contrário. Em suma, trabalhar a cultura espanhola no contexto português revela-se um desafio na medida em que o professor terá de ter um papel ativo na desconstrução de um (des)conhecimento que faz parte da bagagem cultural do aluno e que lhe é imputado por vários agentes da sociedade.; Hoy no quedan dudas sobre la importancia del contexto sociocultural cuando se aprende una lengua extranjera. Si analizamos la historia de la didáctica de las lenguas extranjeras...

A banda desenhada como recurso didático nas aulas de Espanhol, Língua Estrangeira

Ramos, Vera Mónica Santos, 1977-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.68%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino de Português e Espanhol no 3º ciclo do Ensino Básico e Secundário, Universidade de Lisboa, 2012; A metodologia comunicativa que atualmente orienta o ensino das línguas estrangeiras defende uma diminuição do protagonismo do professor a favor da presença ativa e dinâmica do aluno. Esta situação obriga o docente a procurar, analisar e organizar materiais autênticos e didáticos que guiem o discente no seu processo de aprendizagem de uma língua estrangeira (LE). Neste sentido, a banda desenhada é mais um recurso didático a ter em conta nas aulas de língua estrangeira. O objetivo do presente relatório é mostrar as vantagens de usar este material nas aulas de espanhol, língua estrangeira (E/LE). A utilização da banda desenhada justifica-se por várias razões: a motivação que desperta nos alunos; a aproximação à leitura e o desenvolvimento da compreensão leitora que promove; a situação comunicacional que proporciona, próxima do registo oral; a temática geralmente atual, contemporânea, específica da cultura e do contexto em que este tipo de texto se insere e que o tornam mais próximo dos alunos; a abordagem sociocultural que oferece; as inúmeras possibilidades de exploração que permitem desenvolver os vários domínios da língua; o facto de ser um material acessível...

O papel dos marcadores do discurso na elaboração de comentários escritos na aula de Espanhol Língua Estrangeira

Pereira, Sandra Cristina da Silva, 1979-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.67%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino de Português no 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e de Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário, Universidade de Lisboa, 2012; Partindo da ideia de que escrever bem não é apenas evitar erros de ortografia ou uma atividade destinada àqueles que têm uma espécie de dom, procuramos com este relatório apresentar uma proposta de trabalho da expressão escrita na aula de espanhol língua estrangeira, tendo por base o papel dos marcadores do discurso na produção de textos. Estes elementos discursivos – como en primer lugar, además, o sea – serviram de pretexto para abordar uma série de conceitos importantes para o processo da escrita, como a planificação, a textualização e a revisão. O presente trabalho é, assim, o resultado da reflexão sobre a prática letiva desenvolvida com um grupo de alunos do ensino secundário (11.º ano) de nível inicial de espanhol, no âmbito da disciplina de Introdução à Prática Profissional III. Este relatório está organizado em duas partes, constituindo a primeira a fundamentação teórica da unidade didática elaborada e apresentada na segunda parte. Na fundamentação teórica abordamos o ensino da escrita na aula de espanhol língua estrangeira; o papel dos marcadores discursivos na produção textual e o uso das tecnologias de informação no processo da escrita. A segunda parte corresponde à apresentação do processo de planificação da unidade didática e reflexão sobre o trabalho elaborado.; A partir de la idea de que escribir bien no es sólo evitar errores de ortografía o una actividad destinada a los que tienen un genio magnífico...

Os verbos de cambio na aula de Espanhol Língua Estrangeira

Couto, Maria Margarida Glória do, 1979-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.68%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino de Português no 3º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e de Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário, Universidade de Lisboa, 2012; Ainda que o seu papel tenha variado consoante as diferentes metodologias adotadas ao longo dos anos, a competência gramatical é parte integrante e indissociável do ensino e aprendizagem de qualquer língua estrangeira. Tratando-se então do ensino de uma língua próxima à língua materna do estudante, torna-se fundamental a realização de tarefas formais que integrem a gramática e comunicação, promovendo uma «tomada de consciência», por parte do aluno, de mecanismos de análise linguística. Sabemos que uma das causas dos erros de portugueses aprendizes de espanhol se deve às interferências entre as línguas próximas. Assim, tendo em conta as dificuldades no uso da expressão de mudança, por parte de alunos portugueses, e a pertinência da sua aprendizagem nas aulas de espanhol língua estrangeira, propomos uma abordagem de alguns dos verbos de cambio mais utilizados - hacerse, volverse, convertirse, ponerse e quedarse - a partir de atividades pela descoberta que visem a consciencialização, por parte dos estudantes...

Uma proposta de integração das competências em TIC no ensino de Espanhol Língua Estrangeira

Santos, Nuno Filipe de Araújo Machado dos, 1998-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.6%
Relatório da prática de ensino supervisionada, Ensino de Português e Espanhol, Universidade de Lisboa, 2013

A Componente lúdica na aula de língua espanhola

Lucas, Susana Paula Jorge Venâncio
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
65.72%
Relatório da Prática de Ensino Supervisionada apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino de Português e de Língua Estrangeira (Espanhol) no 3.º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente relatório é, por um lado, o resultado de um longo trabalho de investigação sobre o processo ensino-aprendizagem do espanhol, enquanto língua estrangeira, em geral, e sobre, a utilização da componente lúdica em contexto sala de aula, em particular. A atividade lúdica introduzida na sala de aula de língua espanhola pode ser um valioso recurso pedagógico que facilita a progressão dos alunos nas suas aprendizagens. Estas mesmas páginas descrevem, ainda, a minha prática pedagógica, desenvolvida na P.E.S. – Prática de Ensino Supervisionado, no ano letivo 2011/2012, enquanto professora estagiária, numa instituição de ensino público, a Escola Básica de 2º e 3º Ciclos Santa Iria de Tomar. Esta experiência foi bastante positiva e permitiu-me verificar a importância e a necessidade da autorreflexão e autoavaliação da prática docente com vista à melhoria.

O recurso ao jogo na aprendizagem escolar do português e do espanhol: uma análise contextual na sala de aula

Valente, Ana Filipa Martins
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
55.74%
Uma das áreas de interesse fulcral nas sociedades é o ensino. Este assume um papel central e mediador, debate-se, reforma-se, isto é, assistimos continuamente a uma tentativa, a um esforço, pelo menos, de mudança. O ensino-aprendizagem não pode ser encarado restritamente, não pode ser nem estar “encarcerado” na instituição escolar. A sua amplitude atinge todo o meio que nos rodeia, nomeadamente a família. No dia a dia das crianças, são inúmeras as situações em que estas se confrontam com o jogo. Este estimula o desejo de aprender e, apesar de impor regras, não tem um carácter de “obrigatoriedade” (só joga quem quer) e flexibiliza a aquisição de conhecimentos. A criança é vista como um ser, um ator social geracional que brinca, que joga, que sonha e, os profissionais da educação, nomeadamente, apercebem-se da importância do jogo para a criança e reconhecem, ou deveriam reconhecer, o valor desta atividade. Este proporciona um maior desenvolvimento e dá curso à potencialidade, não só da criança, mas também do ensino. A matéria a lecionar nem sempre é “apetecível”. Primeiramente, recai sobre ela o peso da obrigatoriedade e, algo que é obrigatório perde, em grande parte, a sua carga motivadora. O uso de estratégias...

Glossário didático semibilíngue de verbos para o ensino de português como língua estrangeira (Português – Inglês / Espanhol)

Aguena, Juliana Nogueira
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.82%
Documento retido a pedido do autor; No Brasil, observa-se um interesse de pesquisadores na área da Lexicografia Pedagógica de forma enriquecedora. No entanto, nota-se uma falta de dicionários pedagógicos bilíngues diversificados e, até o momento presente, o Brasil não apresentou um dicionário bilíngue que tenha dado tratamento lexical de modo didático e gramatical ao verbo no formato semibilíngue da Língua Portuguesa, muito menos plurilíngue, dedicado ao ensino de Português língua estrangeira. O formato semibilíngue justificou-se também pelo seu caráter inovador no campo da Lexicografia Pedagógica Bilíngue Brasileira, por oferecer uma nomenclatura verbal que mantém o usuário em maior contato com a língua estudada, a Língua Portuguesa, nos seus aspectos morfológicos, fonéticos, sintáticos, semânticos, com exemplos contextualizados de uso e com alguns paradigmas verbais. Por isso que, o objetivo deste trabalho foi obter, como produto final, o Glossário Didático Semibilíngue de Verbos na direção do português às línguas inglesa e espanhola, dirigida aos aprendizes estrangeiros iniciantes da Língua Portuguesa que é inédito no Brasil. O Glossário deu tratamento lexical aos 144 verbos mais frequentes da Língua Portuguesa...

O recurso ao jogo na aprendizagem escolar do português e do espanhol: uma análise contextual na sala de aula

Valente, Ana Filipa Martins
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
55.74%
Uma das áreas de interesse fulcral nas sociedades é o ensino. Este assume um papel central e mediador, debate-se, reforma-se, isto é, assistimos continuamente a uma tentativa, a um esforço, pelo menos, de mudança. O ensino-aprendizagem não pode ser encarado restritamente, não pode ser nem estar “encarcerado” na instituição escolar. A sua amplitude atinge todo o meio que nos rodeia, nomeadamente a família. No dia a dia das crianças, são inúmeras as situações em que estas se confrontam com o jogo. Este estimula o desejo de aprender e, apesar de impor regras, não tem um carácter de “obrigatoriedade” (só joga quem quer) e flexibiliza a aquisição de conhecimentos. A criança é vista como um ser, um ator social geracional que brinca, que joga, que sonha e, os profissionais da educação, nomeadamente, apercebem-se da importância do jogo para a criança e reconhecem, ou deveriam reconhecer, o valor desta atividade. Este proporciona um maior desenvolvimento e dá curso à potencialidade, não só da criança, mas também do ensino. A matéria a lecionar nem sempre é “apetecível”. Primeiramente, recai sobre ela o peso da obrigatoriedade e, algo que é obrigatório perde, em grande parte, a sua carga motivadora. O uso de estratégias...

Música: a linguagem intercultural na aprendizagem de ELE

Simões, Elisabete de Jesus Carrasqueira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.61%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Português e Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário; Aprender uma Língua Estrangeira (LE) é ver o mundo de outra forma, descobrir um universo cultural e linguístico diferente da cultura de origem, despertando, no discente, a curiosidade pelo conhecimento de uma cultura distinta da sua. A música/canção, enquanto revelação cultural de uma sociedade, é um recurso que potencia o enriquecimento intercultural, tornando-se, por isso, extremamente útil no processo ensino/aprendizagem de uma LE. O recurso à música tem uma importância reforçada se tivermos em conta que, aliada ao ensino/aprendizagem de uma LE, se torna possível expressar sentimentos, gostos, sensações, opiniões, bem como conhecer e interagir com outras/novas culturas. Cabe ao professor a seleção adequada de músicas tendo em conta o perfil dos alunos, de forma a suscitar o interesse, atenção, motivação e participação dos mesmos em todas as atividades propostas.; Learning a Foreign Language is to see the world differently as well as to discover a different cultural and linguistic universe. On the other hand, it also stimulates the student to acquire the know ledge of a distinct culture. The music/song, as a cultural aspect of any society...

O lúdico no ensino-aprendizagem da língua estrangeira/espanhol

Oliveira, Cátia Branca Francisco
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
65.7%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Português no 3º ciclo do Ensino Básico e Secundário e de Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário; Esta dissertação, apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, constitui o resultado da reflexão da Prática de Ensino Supervisionada realizada no âmbito do Mestrado em Ensino de Português no 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e de Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário. Considerando a importância de um ensino-aprendizagem centrado no aluno, interessa aplicar estratégias que contribuam para o seu envolvimento e motivação. Neste trabalho destacamos o lúdico como uma ferramenta fundamental para um processo de ensino-aprendizagem eficaz e efetivo, que leve o aluno a adotar um papel central e ativo. Assim, o objetivo principal desta dissertação é apresentar definições, vantagens e atividades propostas por vários autores relativamente ao papel do lúdico no ensino e aprendizagem da Língua Estrangeira/Espanhol. Apresentamos, ainda, algumas atividades lúdicas desenvolvidas ao longo da prática pedagógica.; This essay, submitted to the Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, is the result of a reflexive analysis of the Supervised Teaching Practice undertaken within the context of the Master in Teaching Portuguese and Spanish in Basic and Secondary School. Bearing in mind the importance of a learner-centred teaching and learning...

A relação entre sintaxe e discurso no ensino de línguas estrangeiras

Pinto, Carlos Felipe da Conceição; Universidade Estadual de Campinas
Fonte: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada Publicador: Revista Horizontes de Linguistica Aplicada
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2011 POR
Relevância na Pesquisa
65.64%
Os estudos em gramática funcional e gerativa vêm mostrando que a estrutura sintáticada língua está estreitamente relacionada com a estrutura informacional da sentença.Nessa perspectiva, sentenças como “Se enojó Juan” e “Juan se enojó”, do espanhol,embora apresentem o mesmo valor de verdade do ponto de vista semântico, não sãoutilizadas nos mesmos contextos discursivos, tendo-se em conta que apresentamestruturas informacionais diferentes. Este artigo tem a finalidade de discutir algunsaspectos da relação entre sintaxe e discurso no ensino de línguas estrangeirasconsiderando que, muitas vezes, línguas diferentes apresentam a mesma estruturasintática com relação à ordem de palavras, mas os contextos em que cada ordem depalavra aparece são diferentes e os aprendizes tendem a transportar a estruturainformacional da língua materna para a língua estrangeira. Na primeira parte, sãodiscutidas algumas noções pragmático-discursivas como foco-pressuposição, temarema,tópico-comentário, informação velha-informação nova, foco informativo-fococontrastivo. Na segunda parte do texto, são apresentados dados do português e doespanhol que mostram que, embora as línguas tenham em geral a mesma ordem depalavras...