Página 1 dos resultados de 5 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Descrição fonético-fonológica da língua Akwen-Xerente

Souza, Shelton Lima de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
47.32%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Lingüística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Lingüística, 2008.; Este trabalho destina-se a produzir uma revisão dos trabalhos fonológicos já existentes e um aprofundamento das características fonéticas dos segmentos consonânticos e vocálicos a fim de propor uma nova alternativa de análise fonológica. O Xerente é falado em aldeias próximas à cidade de Tocantínia - TO, que se encontra cerca de 90 km da capital Palmas. As aldeias, onde nossos auxiliares de pesquisa residem são: Centro, Salto e Recanto. O estudo levará em conta os resultados já obtidos por outras pesquisas sobre a fonologia, como os estudos de Mattos (1973), Braggio (2005), Grannier e Souza (2005). Esta língua, segundo Rodrigues (1986), pertence ao tronco lingüístico Macro-Jê e à família lingüística Jê. Os dados para a realização desta pesquisa foram registrados junto a falantes nativos e bilíngües em Português-Xerente que vivem em aldeias demarcadas no município de Tocantínia às margens do rio Tocantins, no Estado de mesmo nome. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This work intends to produce a review of existing phonological research and to deepen knowledge on the characteristics of phonetic consonantal and vocalic segments in order to propose a new alternative for the phonological analysis. The Akwe‚-Xerente language is spoken in villages near the city of Tocantínia - TO...

Empréstimos lingüísticos do português em Xerente Akwé; LINGUISTIC OPERATIONS IN THE PORTUGUESE XERENTE Akwe

MESQUITA, Rodrigo
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Letras e Linguística; Lingüística, Letras e Artes
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
38.08%
Many languages, spoken by minority populations coming in contact with majority ones are losing vitality. Additionally, several other languages have become extinct, and this phenomenon is related to a cultural complexity involving a unique way to reflect on reality and to become a part of it. The reasons for this are many, and in each case, they act in different ways. Identifying these reasons can help to clarify the situation of a given language, and, consequently, provide subsidies for (re)vitalization projects, given that the understanding of the sociolinguistic situation may reveal what is behind the many facets resulting from the predominantly asymmetric relationships among unequally assigned political, economic and cultural powers among the involved populations. In this sense, variations and changes in those languages are directly related to changes that have taken place in the social and cultural medium and in the ecosystem where those peoples live. Thus, both linguistic and extra-linguistic factors act on those changes. According to several authors (Albó, 1988; Braggio, 1997; Godenzzi, 2000; Nettle & Romaine, 2000; Romaine, 1995 among others), borrowings made by minority languages which come in contact with dominant languages...

O sistema de classificação nominal Akwe-Xerente (Jê): âmbitos de análise; The system of classification Akwe-Xerente:scope of analysis

SIQUEIRA, Kênia Mara de Freitas
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Letras e Linguistica; Linguistica, Letras e Artes Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Letras e Linguistica; Linguistica, Letras e Artes
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
88%
The need to describe and document the languages threatened with extinction has been gaining importance in the last decades, given the growing risks of cultural loss and the knowledge accumulated by indigenous people. The purpose of continuity of each one of these languages is ensured by actions based on the results of studies which focus on the description of the sociolinguistic problem, as well as on the description and analysis of the linguistic aspects which characterize the language of a determined linguistic family, since the death of a language means, among many other things, an undetermined loss of the science of Linguistics and, above all, the disrespect for the rights of these people to preserve their immaterial richness. The present research has as objective to answer some questions regarding the use of classifiers, terms of classes and names in classifying function as components of the classifying system of the language Akwe-Xerente (Jê), spoken by the indigenous people of the same name. The Akwe-Xerente add up to about 3,100 people and inhabit indigenous lands in the region of Tocantinia, in the Tocantins State. The description of the system of the Xerente classification is based on theoretical functional references for the recognition and differentiation of some nominal radicals which may occur in the function of classifying or organizing the classes which show common characteristics amongst the designated items such as form...

Souza Filho, Sinval Martins de (2010). Aspectos morfossintáticos da língua Akwe-Xerente (Jê).

Gonçalves, Solange Aparecida
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%

Padrões de alinhamento morfossintáticos em Akwe?-Xerente (Jê)

Sousa Filho, Sinval Martins
Fonte: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas Publicador: LIAMES: Línguas Indígenas Americanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2011 POR
Relevância na Pesquisa
57.33%
Neste texto, objetiva-se apresentar os padrões de alinhamento morfossintáticos da língua Akwe)-Xerente (Jê), a qual é falada por 3.100 indígenas que vivem em duas áreas indígenas situadas na cidade de Tocantínia - TO.  A partir de estudos tipológico-funcionais sobre padrões de alinhamento (Comrie, 1976, 1981, 1985 e 1989) e de estudos do tema em línguas indígenas brasileiras (Alves, 2004, Cabral et alli, 2004 e Grannier, 2002), são descritos e analisados os casos gramaticais relacionados ao sujeito e ao objeto, a saber: casos nominativo, absolutivo, ergativo e partitivo. São colocados em evidência dois padrões de alinhamento em Xerente, o nominativo-absolutivo e o ergativo-absolutivo. Em Xerente, quando os sujeitos de verbos intransitivos estão alinhados duplamente, por um lado como sujeito de verbos transitivos e, por outro, como objetos de verbos transitivos, a língua opera com o sistema nominativo-absolutivo. Já o caso ergativo-absolutivo é resultado de uma modificação circunstancial na sentença que faz com que o sujeito intransitivo (S) seja tratado como o objeto direto (O) e diferente do Sujeito transitivo (A) (cf Dixon, 1979 e 1994 e Valin Jr, 2001). Assim, procura-se demonstrar como ocorre a cisão entre os alinhamentos nominativo-absolutivo e ergativo-absolutivo na referida língua.