Página 1 dos resultados de 11776 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Neuroaccounting: mapeamento cognitivo cerebral em julgamentos de continuidade operacional; Neuroaccounting: cognitive brain mapping in going-concern judgments

Carvalho Junior, Cesar Valentim de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.65%
O objetivo principal desse estudo é explicar a extensão em que os padrões de mapeamento cerebral acompanham os padrões comportamentais de julgamentos de auditores e contadores, quando da avaliação de evidências para decisões de continuidade operacional. Para isso, foi adaptado o protocolo comportamental do Asare (1989), bem como foi utilizado o método desenvolvido pelo laboratório EINA, para coleta de dados por meio de eletroencefalograma (EEG) e elaboração do mapeamento cognitivo cerebral. Adicionalmente, visando o enriquecimento da discussão científica acerca da contabilidade, destacam-se as hipóteses formuladas por Basu e Waymire (2006), Dickhaut (2009) e Dickhaut et al. (2010), utilizando bases biológicas (cerebrais) para predizer a evolução das normas contábeis. O planejamento dessa pesquisa exploratória contemplou a investigação do relacionamento entre a teoria de atualização de crenças (HOGARTH; EINHORN, 1992) e as bases neurocientíficas, para uma amostra composta por 25 indivíduos (12 auditores e 13 contadores). Como resultado, auditores e contadores apresentaram julgamentos similares, quanto à continuidade operacional da companhia, sobretudo ao demonstrarem maior sensibilidade aos blocos de evidências negativas (HOGARTH; EINHORN...

Julgamentos parciais de mérito no processo civil individual brasileiro; Partial judgments on the merits in Brazilian individual civil procedure

Barbosa, Bruno Valentim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.65%
Trata-se o presente estudo de monografia de conclusão do curso de mestrado em Direito Processual Civil, no âmbito da pós-graduação da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (FDUSP), sob a orientação do Professor Doutor Paulo Henrique dos Santos Lucon, depositada no mês de janeiro do ano de 2013. Esta dissertação de mestrado trata dos julgamentos parciais de mérito no processo civil individual brasileiro, por meio do estudo da utilização da técnica da sentença parcial, que embora sem previsão expressa e literal no ordenamento jurídico brasileiro (diferentemente do que ocorre em alguns sistemas estrangeiros), pode ser utilizada, com cautela, a fim de concretizar princípios constitucionais, como a celeridade, a efetividade e a isonomia, além de contribuir para que se faça justiça no caso concreto. No primeiro capítulo, explica-se a pertinência do tema escolhido como objeto de estudo e faz-se uma breve introdução. No segundo, são explicados, em breve síntese, os temas mais importantes relacionados ao objeto em análise, como o conceito de mérito e a teoria dos capítulos de sentença. O terceiro capítulo é destinado ao delineamento dos julgamentos parciais já existentes no sistema, a respeito dos quais não se insurge a doutrina. O quarto destina-se a analisar e enfrentar as críticas à possibilidade de julgamentos parciais de mérito no ordenamento jurídico brasileiro. No quinto capítulo...

Sobre a contextualidade dos enviesamentos de sexo nos julgamentos sobre dor

Bernardes, Sónia Gomes da Costa Figueira
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
Doutoramento em Psicologia Social e Organizacional. Especialidade em Psicologia Social / CÓDIGOS DE CLASSIFICAÇÃO (American Psychological Association): 2970 Papéis Sexuais e Estudos das Mulheres 3360 Psicologia da Saúde e Medicina; A presente tese contribui para conceptualização do fenómeno dos enviesamentos de sexo nos julgamentos sobre dor, argumentando ser este dependente de variáveis contextuais relativas à pessoa com dor, à/o percipiente e/ou à situação. Primeiramente (secção I), é feita a revisão de literatura sobre este fenómeno, sendo proposto um quadro conceptual integrativo que visa dar sentido à sua variabilidade. É ainda revista a literatura sobre os conteúdos das representações sobre género e dor, visto serem estas pedras basilares no quadro conceptual proposto. Seguidamente (secção II), é explorada a contextualidade dos conteúdos das representações, de leigo/as e enfermeiro/as, sobre género e dor: 1) é construída uma teoria enraizada sobre a contextualidade das expectativas de papel de género sobre as (re)acções de estoicismo face à dor, e 2) são analisadas as representações sobre masculinidade(s) e feminilidade(s) de homens/mulheres com lombalgia crónica comparativamente com as de homens/mulheres típicos...

Julgamentos de justiça em contexto escolar e comportamentos desviantes na adolescência

Sanches, Ana Cristina Pires; Pereira, Maria Gouveia
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.71%
Pesquisas no âmbito da justiça, nomeadamente no âmbito do modelo relacional da autoridade (Tyler & Lind, 1992) têm demonstrado que as pessoas quanto mais percepcionam as autoridades como justas mais as legitimam e mais adoptam comportamentos próactivos face ao grupo. Nesta investigação partimos da hipótese de que os julgamentos de injustiça relativamente à autoridade escolar por parte dos adolescentes estão relacionados com os comportamentos desviantes na adolescência. Além disso, analisamos também a mediação da avaliação das autoridades institucionais na relação entre os julgamentos de justiça e os comportamentos desviantes. Os participantes foram 331 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 18 anos. Os resultados mostraram que quanto mais positivos são os julgamentos de justiça acerca dos professores, no que respeita aos procedimentos utilizados e à qualidade da relação, menor é o envolvimento dos adolescentes em actos de desvio. Esta relação foi mediada pela avaliação da autoridade institucional e mostrou-se significativa mesmo controlando o efeito da idade e do género. Estes resultados evidenciam que a percepção que os adolescentes têm acerca da relação estabelecida com a autoridade escolar é um factor central na compreensão do desvio e que os julgamentos de justiça procedimental/ relacional desempenham um papel relevante no desenvolvimento dessas relações. ABSTRACT Research in the justice field...

Consumo de álcool, tabaco e droga em adolescentes: Experiências e julgamentos de risco

Vinagre, Maria da Graça; Lima, Maria Luísa
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
26.46%
A elevada prevalência de consumo de substâncias psicoactivas nos adolescentes e a alteração nos padrões de consumo constituem uma ameaça à sua saúde, bem-estar e qualidade de vida. Pretende-se assim contribuir para a compreensão do problema, através do estudo de algumas variáveis implicadas neste processo. Este estudo, inserido numa investigação mais vasta sobre o tema, tem como objectivos analisar o papel da experiência de consumo dos adolescentes nos julgamentos de risco, e verificar a influência do sexo e idade conjuntamente com as práticas de consumo nos julgamentos de risco. Participaram 585 estudantes dos 10º, 11º e 12º anos de escolas secundárias públicas de Lisboa, através do preenchimento de um questionário que permite caracterizar a sua experiência de consumo assim como a estimativa de risco face a situações/ /cenários construídos para o efeito. Os resultados revelaram que os adolescentes que não consomem percepcionam-se como mais susceptíveis às consequências negativas destes consumos quando comparados com os que têm essa experiência; e quanto maior o seu envolvimento nos consumos menor a estimativa de risco, à excepção do tabaco que parece ser, para a maioria, a substância mais ameaçadora...

O pensamento contrafactual e a atribuição de culpa a vítimas de violação em cenários de stranger e acquaintance rape

Silva , Daniela Maria Da Costa Ferreira Muro E
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.65%
Dissertação de mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Cada vez mais a violação é perspetivada como o trauma que efectivamente constitui (Vidal & Petrak, 2007; Krahé, 1991). Ao impacto do crime per se, acresce o feedback da sociedade, que, se negativo, desencadeia um processo de vitimização secundária (Strómwall, Landstrom & Alfredsson, 2014), nomeadamente, a atribuição de culpa pelo crime à vítima. Uma das teorias que tem sido empregue na compreensão dos julgamentos de culpabilidade imputados a vítimas de violação é a teoria do pensamento contrafactual (Levy & Ben-David, 2008, pp. 7, 8) que concebe estes julgamentos como resultado do contraponto que se estabelece entre a realidade e as alternativas imaginadas (Roese, 1994; Roese, 2005, p. 17). O presente documento discute o fundamento e a viabilidade de implementação de uma investigação que enquadre a problemática dos julgamentos de culpa imputados a vítimas do crime de violação à luz do pensamento contrafactual, com uma metodologia que faz uso de vinhetas escritas e de listas de contrafactuais ascendentes focados na vítima. Adicionalmente, incorporamos a variável «tipo de relacionamento entre vítima e agente do crime» que, segundo nos constou...

Julgamentos de justiça em contexto escolar e comportamentos desviantes na adolescência

Sanches, Cristina; Unidade de Investigação em Psicologia Cognitiva da Educação e do Desenvolvimento, ISPA-IU; Gouveia-Pereira, Maria; Unidade de Investigação em Psicologia Cognitiva da Educação e do Desenvolvimento, ISPA-IU
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.71%
Pesquisas no âmbito da justiça, nomeadamente no âmbito do modelo relacional da autoridade (Tyler & Lind, 1992) têm demonstrado que as pessoas quanto mais percepcionam as autoridades como justas mais as legitimam e mais adoptam comportamentos proactivos face ao grupo. Nesta investigação partimos da hipótese de que os julgamentos de injustiça relativamente à autoridade escolar por parte dos adolescentes estão relacionados com os comportamentos desviantes na adolescência. Além disso, analisamos também a mediação da avaliação das autoridades institucionais na relação entre os julgamentos de justiça e os comportamentos desviantes. Os participantes foram 331 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 18 anos. Os resultados mostraram que quanto mais positivos são os julgamentos de justiça acerca dos professores, no que respeita aos procedimentos utilizados e à qualidade da relação, menor é o envolvimento dos adolescentes em actos de desvio. Esta relação foi mediada pela avaliação da autoridade institucional e mostrou-se significativa mesmo controlando o efeito da idade e do género. Estes resultados evidenciam que a percepção que os adolescentes têm acerca da relação estabelecida com a autoridade escolar é um factor central na compreensão do desvio e que os julgamentos de justiça procedimental/ relacional desempenham um papel relevante no desenvolvimento dessas relações.

A virtude da justiça e seu preço em verdade: Uma reflexão sobre os julgamentos das Juntas Militares na Argentina à luz da Comissão da Verdade e Reconciliação da África do Sul

Hilb,Claudia
Fonte: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento Publicador: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Contrastando os Julgamentos das Juntas Militares na Argentina e os trabalhos da Comissão da Verdade e Reconciliação na África do Sul, o texto questiona de que forma a opção escolhida pela Justiça na Argentina pôde ter como correlato, observada 25 anos mais tarde, certo sacrifício ou perda da Verdade. Além disso, discute se esse sacrifício é inevitável, indaga suas razões e se pergunta sobre a possibilidade de esse questionamento contribuir para a restituição parcial dessa perda.

Efeitos de instruções e do horizonte nos julgamentos de tamanhos relativos pictóricos

Alves,Nelson Torro; Fukusima,Sérgio Sheiji
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
26.58%
O objetivo deste trabalho foi investigar o papel das instruções de julgamento e de informações pictóricas de profundidade na percepção de tamanho relativo. No experimento, os observadores escolheram qual dentre dois retângulos (estímulo-padrão e teste) apresentados na tela de um computador era o mais alto. Os observadores foram divididos em grupos de acordo com as instruções de julgamento (aparente ou objetivo) recebidas e o tipo de gradiente de textura no qual eram apresentados os estímulos. Os julgamentos não foram afetados pela textura, mas predominantemente pelas instruções experimentais. Instruções de julgamento aparente apresentaram maiores erros relativos e favoreceram a subestimação de tamanho do estímulo-teste, enquanto instruções de julgamento objetivo favoreceram a superestimação de tamanho. A presença da linha do horizonte promoveu maior acurácia nos julgamentos de tamanho relativo. Instruções de julgamento e altura do horizonte mostraram-se, portanto, como fatores importantes na determinação dos julgamentos de tamanhos relativos percebidos visualmente.

Julgamentos de infidelidade: um estudo exploratório dos seus determinantes

Viegas,Thaysa; Moreira,João Manuel
Fonte: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte Publicador: Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.46%
O objetivo deste estudo é contribuir para uma melhor compreensão dos determinantes dos julgamentos acerca da existência de infidelidade marital e sua gravidade, sobre os quais existe pouca investigação, apesar do seu impacto nas relações de casal. Uma amostra de 68 homens e 221 mulheres respondeu online a um questionário, no qual se perguntava se o sucedido num conjunto de cenários constituiria infidelidade e quão grave seria. Uma análise fatorial identificou quatro aspectos que determinam a avaliação de infidelidade: envolvimento afetivo, contato físico/sexual, comportamento inocente e consentimento pelo parceiro. É atribuída maior gravidade quando o envolvimento é deliberado, continuado e sexual. Adultos jovens ou idosos, pessoas mais religiosas e com posicionamento político mais conservador fazem julgamentos mais severos. As mulheres penalizam mais o envolvimento na internet. A paixão e o consentimento do parceiro atenuam a gravidade. Situações ambíguas são julgadas como mais graves pelo parceiro do que pelo autor do comportamento.

Julgamentos sobre ações e sentimentos em interpretações de histórias: uma abordagem piagetiana

Souza,Maria Thereza Costa Coelho de; Folquitto,Camila Tarif Ferreira; Oliveira,Marcella Pereira de; Natalo,Samanta Pedroso
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.71%
Este artigo apresenta dados selecionados a partir de pesquisa com 76 crianças de cinco a dez anos sobre interpretações de dois contos de fadas dos Irmãos Grimm: O lobo e os sete cabritinhos e Senhor lobo e senhora gata. O objetivo é discutir os julgamentos das crianças sobre ações e sentimentos de personagens dos contos, baseados nos conceitos de valores, julgamentos e apreciações emocionais, de Piaget. A hipótese geral foi a de que os julgamentos e a capacidade de avaliar sentimentos evoluem com a idade. O método utilizado foi a entrevista clínica piagetiana adaptada aos dois contos. Os resultados indicaram diferenças entre as crianças mais velhas e as mais jovens da amostra, mas as análises estatísticas não apontaram diferenças significativas para comparações entre crianças de faixas etárias mais próximas. Esta pesquisa contribuiu para a discussão sobre o uso de contos de fadas em estudos sobre valorizações afetivas e julgamentos em crianças.

Produtividade, necessidade e empatia: relações entre julgamentos distributivos, consideração empática, angústia pessoal e tomada de perspectiva

Rodrigues Sampaio, Leonardo; Roazzi, Antonio (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.58%
A concepção de justiça distributiva está relacionada à maneira como as pessoas avaliam a distribuição de bens positivos e negativos na sociedade. A revisão de literatura indica que apesar de Piaget e Kohlberg terem defendido a indissociabilidade entre cognição e afetividade, ainda há uma escassez de estudos que tentam demonstrar como estas duas dimensões estão relacionadas à moralidade como um todo e, mais especificamente, aos julgamentos de justiça distributiva. O presente trabalho constitui-se por dois estudos com delineamento quase-experimental, cujo objetivo principal foi analisar se a empatia influenciava as decisões distributivas de adolescentes. Além disto, objetivou-se analisar se o sexo, a idade e o tipo de escola exerciam influência significativa sobre a noção de justiça distributiva dos adolescentes e sobre os seus níveis de empatia. Para acessar os julgamentos distributivos dos adolescentes, elaborou-se uma situação-problema hipotética na qual os participantes deveriam decidir qual a maneira mais justa de distribuir dinheiro entre trabalhadores, considerando os dois principais condicionantes apresentados na história: a necessidade e a produtividade dos trabalhadores. A empatia, por sua vez...

Julgamentos parciais no processo civil; Partial judgments in civil procedure

Correia Filho, Antonio Carlos Nachif
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
26.78%
Este trabalho trata fundamentalmente da admissibilidade dos julgamentos parciais do mérito e de questões de mérito no sistema processual civil brasileiro, considerando especialmente o modelo constitucional de processo civil, bem como no sistema processual prospectivo previsto no Projeto de Novo Código de Processo Civil, que deve entrar vigor em breve. Com este objetivo, será abordado no início da dissertação o dogma da unidade estrutural da sentença, sua origem, fundamentos e aplicabilidade no processo civil brasileiro, já que esse dogma parece ser o principal óbice que se opõe à realização dos julgamentos parciais. Em seguida, procede-se à análise da natureza dos pronunciamentos judiciais em que se realizam os julgamentos parciais, quando admitidos no CPC/73, para defini-los como decisões interlocutórias de mérito (ou de questões de mérito) ou sentenças parciais e intermediárias. Além disso, pretende-se estabelecer os pressupostos autorizadores dos julgamentos parciais, para que, assim, esses julgamentos sejam realizados de forma eficiente e em prol da efetividade da tutela jurisdicional. Trata-se ainda os julgamentos parciais na arbitragem e suas particularidades decorrentes das disposições específicas da Lei de Arbitragem e das características específicas do processo arbitral. Finalmente...

Efeito dos julgamentos de justiça e do feedback no salário de reserva; Effect of justice judgments and feedback in reservation wage

Paiva, Maria José Andrade Correia de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação de mestrado em Psicologia Aplicada; O presente estudo explora a interação entre os julgamentos de justiça e o feedback no salário de reserva. Os participantes foram distribuídos aleatoriamente por 4 condições experimentais (justiça/injustiça X feedback/não feedback), começando por avaliar a justiça de situações relacionadas com o trabalho (justas/injustas), e de seguida resolvendo mentalmente conjuntos de 5 operações numéricas (com/sem feedback), com pagamento decrescente. O ponto em que os participantes paravam, definia o salário de reserva. Pretende-se mostrar a existência de um efeito combinado da exposição a situações de justiça e do feedback na realização da tarefa na média do salário de reserva, sendo esperado que a presença de feedback, tal como a exposição a situações justas, diminua a média do salário de reserva. Os resultados mostraram que os participantes foram sensíveis à justiça das situações apresentadas, e à presença de feedback, mas que, contrariamente às previsões, apenas este último teve o efeito esperado no salário de reserva, baixando a sua média. Também não se observou qualquer interação entre estas variáveis. O padrão de resultados é discutido no âmbito deste procedimento...

The influence of mood states and relational ambiguity on justice judgments; A influência dos estados de humor e ambiguidade relacional nos julgamentos de justiça

Soares, Inês Oliveira Silva Pinto
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2015 ENG
Relevância na Pesquisa
36.85%
Dissertação de mestrado integrado em Psicologia; Some research about the influence of mood states on justice judgments suggests that positive mood states lead to more positive justice judgments whereas negative mood states lead to more negative justice judgments (Bodenhausen, Sheppard, & Kramer, 1994). This effect may interact with the perceived ambiguity in a social relationship. In situations of relational ambiguity, justice judgments function as a compensatory strategy to diminish the perceived ambiguity, given that they allow the devaluing of the unjust aspects of the relationship (Bos & Lind, 2002). In non-ambiguous situations, the justice evaluation is characterized by the existence of a threshold up to which the injustice in the relationship can be tolerated: but, when that limit is crossed, all the just aspects of the relationship are ignored and the relationship is considered completely unjust (Gilliland, Benson, & Schepers, 1998). The purpose of this study was to understand the role of mood states and of the ambiguity of the social relationships in justice judgments. Our hypothesis were: a) in the commercial, less ambiguous, situation, mood states have a smaller contribution in the justice judgment process. Therefore...

Julgamentos sobre ações e sentimentos em interpretações de histórias: uma abordagem piagetiana; Judgements about actions and feelings in stories' interpretations: a Piagetian approach

SOUZA, Maria Thereza Costa Coelho de; FOLQUITTO, Camila Tarif Ferreira; OLIVEIRA, Marcella Pereira de; NATALO, Samanta Pedroso
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.71%
Este artigo apresenta dados selecionados a partir de pesquisa com 76 crianças de cinco a dez anos sobre interpretações de dois contos de fadas dos Irmãos Grimm: O lobo e os sete cabritinhos e Senhor lobo e senhora gata. O objetivo é discutir os julgamentos das crianças sobre ações e sentimentos de personagens dos contos, baseados nos conceitos de valores, julgamentos e apreciações emocionais, de Piaget. A hipótese geral foi a de que os julgamentos e a capacidade de avaliar sentimentos evoluem com a idade. O método utilizado foi a entrevista clínica piagetiana adaptada aos dois contos. Os resultados indicaram diferenças entre as crianças mais velhas e as mais jovens da amostra, mas as análises estatísticas não apontaram diferenças significativas para comparações entre crianças de faixas etárias mais próximas. Esta pesquisa contribuiu para a discussão sobre o uso de contos de fadas em estudos sobre valorizações afetivas e julgamentos em crianças.; This paper presents some data of 76 children's representation of two Brothers Grimm's fairy tales: The wolf and the seven young kids and Mr. Wolf and Mrs. Cat. Children were aged from 5 to 10/11 years old. The article aims to discuss children's judgements about characters'feelings and actions...

A ???Lei da Ficha Limpa??? e a Jurisdi????o Constitucional: um estudo acerca dos julgamentos do Supremo Tribunal Federal que apreciaram a validade jur??dica da Lei Complementar n. 135, de 04/06/2010, nos autos dos Recursos Extraordin??rios n. 630.147, 631.102 e 633.703, da A????o Direta de Inconstitucionalidade n. 4.578, e das A????es Declarat??rias de Constitucionalidade n. 29 e 30

Kobayashi, Cl??udio Roberto dos Santos
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.46%
A presente disserta????o tem como objeto de estudo os julgamentos realizados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) que apreciaram a validade jur??dico-constitucional da Lei Complementar n. 135, de 04/06/2010, tamb??m conhecida como ???Lei da Ficha Limpa???. Os julgados s??o criticados ?? luz de alguns autores das teorias juspositivista e jusmoralista. O estudo aponta para a constru????o de votos no Supremo Tribunal Federal, observando os preceitos normativistas da corrente positivista, ou seja, tendem a efetuar um racioc??nio l??gicodedutivo para solucionar as diverg??ncias. N??o obstante, os fundamentos apresentam caracter??sticas inerentes ao posicionamento moralista, pois invariavelmente apela-se para aos elementos justi??a e moral como resultados esperados no campo jur??dico. Desta maneira, os ministros atestam a validade jur??dico-constitucional ?? luz das duas teorias ao aproximarem solu????es juspositivistas e jusmoralistas. As quest??es subjetivas, impostas pelos fundamentos moralistas s??o resolvidas pela ader??ncia angariada por meio dos votos proferidos nos julgamentos. Considera-se, para efeitos futuros de aprofundamento te??rico, a an??lise conjunta das teorias, com a finalidade de se alcan??ar melhores resultados a t??tulo de aceitabilidade...

Affordances em crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico: julgamentos de ação na passagem por aberturas estreitas tendo em conta o género, a idade e a prevalência de obesidade

Brito, Mário Rui Nunes de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.58%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física, nos Ensinos Básico e Secundário; As possibilidades de ação, denominadas por Gibson (1979) de affordances, dependem do ajuste entre as características corporais do indivíduo e as características do ambiente, utilizando o conhecimento das suas próprias dimensões corporais para executar todo o tipo de ações do dia-a-dia, como subir escadas, atravessar barreiras, agarrar objetos etc. A passagem por aberturas estreitas (portas) é um exemplo de affordance. A passagem é propiciada quando as aberturas são mais largas que a maior dimensão corporal horizontal (largura dos ombros), e quando a abertura é mais pequena, para evitar a colisão, verifica-se uma rotação dos ombros. Nos adultos, o ponto crítico (< 1.3) estimado por Warren e Whang (1987) na passagem pelas aberturas, resulta do rácio largura ombros/abertura, indicando que este é maior que um para deixar uma margem de segurança que permita as variações laterais na trajetória do tronco que estão presentes durante a marcha. Com base nestes pressupostos, esta investigação teve como objetivo geral: estimar as variáveis preditoras do rácio crítico de transição para uma nova categoria de ação na passagem de aberturas estreitas em crianças com idades compreendidas entre os 6.5 e os 10.5 anos. Como objetivos específicos foram definidos: (i) - estimar o rácio crítico de rotação dos ombros em crianças com idades compreendidas entre os 6.5 e os 10.5 anos na passagem de uma abertura; (ii) - comparar o rácio crítico de rotação dos ombros...

Estudo sobre um parâmetro de tarefa e um parâmetro amostral para experimentos com julgamentos de aceitabilidade temporalizados

de Souza, Ricardo Augusto; de Oliveira, Cândido Samuel Fonseca; Universidade Federal de Minas Gerais; Silva, Jesiel Soares; Universidade Federal de Minas Gerais; Penzin, Alberto Gallo Araújo; Universidade Federal de Minas Gerais; Santos, Alexandre Alves
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado pelos pares; Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
A tarefa de julgamento de aceitabilidade de sentenças temporalizadas é uma das técnicas de eliciação de julgamentos na qual  se impõem restrições temporais aos juízes. Propõe-se que essa técnica proporciona observações mais fidedignas de conhecimento implícito  e processos automatizados. Este estudo explora a definição de tetos  temporais mínimos para a execução dessa tarefa por falantes nativos das  línguas dos estímulos, assim como avalia o impacto do recrutamento de  amostras de conveniência, formadas por participantes com treinamento  em estudos de linguagem, sobre esse tipo de experimento. Os resultados  indicam não haver impacto crítico dessa forma de amostragem de  conveniência, e que efeitos de gramaticalidade são detectáveis com  janelas temporais de 4 segundos para cada sentença. The speeded sentence acceptability judgment task is a  technique for the elicitation of judgments in which temporal constraints  are imposed on judges. It is suggested that such technique provides more  reliable observations of implicit knowledge and automatic processes. This  study explored the setting of minimal temporal ceilings for performance  in the speeded acceptability judgment task by native speakers of the  stimuli languages...

Julgamentos de justiça em contexto escolar e comportamentos desviantes na adolescência

Sanches,Cristina; Gouveia-Pereira,Maria
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.71%
Pesquisas no âmbito da justiça, nomeadamente no âmbito do modelo relacional da autoridade (Tyler & Lind, 1992) têm demonstrado que as pessoas quanto mais percepcionam as autoridades como justas mais as legitimam e mais adoptam comportamentos pró-activos face ao grupo. Nesta investigação partimos da hipótese de que os julgamentos de injustiça relativamente à autoridade escolar por parte dos adolescentes estão relacionados com os comportamentos desviantes na adolescência. Além disso, analisamos também a mediação da avaliação das autoridades institucionais na relação entre os julgamentos de justiça e os comportamentos desviantes. Os participantes foram 331 adolescentes, com idades compreendidas entre os 12 e os 18 anos. Os resultados mostraram que quanto mais positivos são os julgamentos de justiça acerca dos professores, no que respeita aos procedimentos utilizados e à qualidade da relação, menor é o envolvimento dos adolescentes em actos de desvio. Esta relação foi mediada pela avaliação da autoridade institucional e mostrou-se significativa mesmo controlando o efeito da idade e do género. Estes resultados evidenciam que a percepção que os adolescentes têm acerca da relação estabelecida com a autoridade escolar é um factor central na compreensão do desvio e que os julgamentos de justiça procedimental/relacional desempenham um papel relevante no desenvolvimento dessas relações.