Página 1 dos resultados de 117 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Comunicação política governamental

Azevedo, Flávia Adriane Araújo de
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
46.22%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte integrante dos requisitos para obtenção do grau de mestre em Ciências da Comunicação, com especialização em Marketing e Comunicação Estratégica.; A temática central deste trabalho é a comunicação política realizada em âmbito governamental. O desenvolvimento da pesquisa se deu por meio de um estudo transnacional, por meio da identificação e posterior análise de algumas estratégias de comunicação de governo adotadas no Brasil, no mandato do Presidente Luís Inácio Lula da Silva e em Portugal, no mandato do Primeiro-Ministro José Sócrates. Verifica-se que a maioria dos estudos que envolvem o entrelaçamento entre comunicação e política salientam as análises que contemplam a cobertura midiática, as estratégias de marketing político e eleitoral, o comportamento do eleitor, construção da imagem pública, entre outros. No tocante ao sub-tema comunicação governamental é possível perceber que a maioria dos estudos ocupam lugar no campo das Relações Públicas. Esta, por sua vez, preocupa-se com o tema comunicação de governo muito mais pela lógica da comunicação organizacional, pouco valorizando questões problemáticas concernentes à política. Embora utilize dois países...

A universidade e o seu contributo para o desenvolvimento da União Europeia

Andrade, José Romão Costa
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.13%
O trabalho presente é uma investigação sobre a Universidade sua génese e diversidade, caminhada e desenvolvimento, prosperidade em crescimento, papel cultural e fonte de conhecimento seus momentos de glória, seu de impasse e de crise e tentativas para devolver a glória e prestigio de outrora. Nasceu na Europa Meridional com o título de “Studium Generale”. Não nasceu nem “ex abrupto” nem “ex nihilo”, a sua génese remonta às escolas religiosas dos conventos e catedrais onde se conservavam os documentos da cultura greco – latina que mais tarde imperará na Europa sob o antropocentrismo, em oposição ao Teocentrismo. O “Studium General” nasce sobre o patrocínio da Igreja que mantinha como disciplinas principais nestes centros a Teologia e Filosofia, cuja leccionação é circunscrita a poucas Escolas e professores escolhidos. Acorriam à Universidade alunos de todos os cantos da Europa, evidentemente com meios e frades alunos pobres e para os frades criaram-se colégios que os acolhiam e protegiam. A reunião de estudantes devido a disturbios gerou ambiente controverso e obrigou as autoridades governamentais a medidas quer de contenção quer de protecção a residentes e forasteiros. O estudante era um estrangeiro que se deslocava no espaço europeu consoante a fama dos professores. A língua latina foi o veiculo de ligação e comunicação. Pouco a pouco os estados foram-se dando conta do valor da universidade e dos seus ensinamentos e disputavam com a Igreja o seu patrocínio. A Universidade contribui para o desenvolvimento dos Estados a nível administrativo...

As chaves de Hiram: o agendamento dos media e o condicionamento da opinião pública na crise política de 2011

Bizarro, Fernando José das Neves Martelo
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.68%
Mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias da Informação; No dia 5 de fevereiro de 2012, o jornal “Público” publicou uma entrevista1 com a jornalista Judite de Sousa, conduzida por Anabela Mota Ribeiro. Nela, a diretora adjunta de informação da TVI, responde a várias questões levantadas pela entrevistadora, com destaque para a sua relação com os banqueiros portugueses. Em causa, estavam as entrevistas que protagonizou com os quatro principais responsáveis da banca portuguesa para o canal de televisão, 48 horas antes do então primeiro-ministro José Sócrates pedir ajuda financeira ao FMI. A forma clara e inequívoca, com que Judite de Sousa, confirma a intencionalidade das entrevistas, foi o ponto de partida para esta dissertação, a qual tem como premissas, duas linhas de pensamento que se complementam; A Teoria de Agendamento (Agenda Setting) e a “Espiral do Silêncio”. Em causa está uma das figuras políticas portuguesas mais carismáticas e que mais controvérsia tem gerado. De facto, a José Sócrates, não se pode ficar indiferente, ou se ama ou se odeia. Mas até que ponto, é que a comunicação social contribuiu para alimentar esta relação de amor/ódio? A manipulação dos media sempre existiu. Importa pois distinguir...

Platão e o Cavalo de Pau: aspectos do problema da síntese e da constituição do acesso no Teeteto

Oliveira, Samuel José Gambito de
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
26.26%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Filosofia Geral; Este estudo procura aprofundar alguns problemas centrais de interpretação do Teeteto de Platão. Para esse efeito, concentra-se numa análise de um trecho do meio do diálogo (184b4-186e12), onde Sócrates introduz a imagem do cavalo de pau. Discute-se o sentido desta imagem, os fenómenos a que faz referência e as suas implicações. O “cavalo de pau” descrito por Sócrates no Teeteto ilustra um modelo de compreensão: um determinado modo de interpretar o nosso acesso às coisas. Por um lado, exprime um peculiar fenómeno que é, de certo modo, o protagonista do Teeteto: um fenómeno de compreensão espontânea do nosso acesso às coisas que habitualmente acompanha este mesmo acesso e faz parte integrante dele. É este mesmo fenómeno que se exprime no αἰσθάνεσθαι de 151e e que volta a constituir o ponto de partida de 184b. Por outro lado, este fenómeno distingue-se pelo seu carácter confuso, indiferenciado: trata-se de uma compreensão que não é vazia, que inclui determinações (e até mesmo um intricado complexo de determinações) – mas de tal modo que essas determinações são em grande parte vagas e estão articuladas entre si de forma confusa...

Sensacionalismo dos media na abordagem dos temas políticos - Reflexão em torno da retórica dos Media

Mendes, Solange Isabel Roberto
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências da Comunicação, área de especialização em Estudo dos Media e Jornalismo.; Em tempo de democracia a comunicação tem um papel determinante: é ela que permite ao jornalismo ser o que é hoje, uma vez que a liberdade de expressão é um direito e uma garantia que nos assiste. Tivemos o propósito de analisar o que designamos por “jornalismo sensacionalista”, em particular aquele que se manifesta na abordagem dos temas políticos, na preocupação de tentar definir uma fronteira entre este modo de fazer jornalismo e o de fazer jornalismo de referência. Nesta dissertação pretendeu-se fazer a caracterização do jornalismo a que chamamos sensacionalista, apostado na captação de audiências e nas práticas manipulativas, por oposição ao jornalismo do "fazer saber austero" de que fala Patrick Charaudeau. São discerníveis dois caminhos: o do bom jornalismo - jornalismo austero, comprometido com a verdade - e o do jornalismo sensacionalista, comprometido apenas com a captação de audiências, o que faz à custa da comoção emocional exagerada - a comoção psicagógica que opera de forma manipuladora. Mas cada vez mais se o jornalismo sensacionalista está presente nos meios de comunicação é porque há espectadores para esse tipo de jornalismo. Importou caracterizar o jornal na formação da opinião pública...

As Estratégias Argumentativas no Discurso Político Eleitoral: o Caso das Eleições Legislativas de 2011

Fontes, Filipe Samuel Fernandes
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.43%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais (Especialização em Ciência Política); Esta dissertação pretende analisar o discurso político eleitoral de Pedro Passos Coelho e de José Sócrates nas eleições legislativas de 2011. Para isso, debruçamo-nos sobre debates televisivos e entrevistas à imprensa mediante o modelo analítico dos esquemas argumentativos. Este é um modelo analítico inovador: foi criado na Filosofia e nunca foi usado na Ciência Política. O nosso objetivo é analisar os argumentos utilizados por Passos Coelho e por Sócrates, e perceber quais são as diferenças e as semelhanças entre as estratégias argumentativas destes dois candidatos. Além disso, almejamos comparar a televisão e a imprensa, para compreender se o uso dos argumentos difere em função do meio de comunicação de massa. Os resultados indicam que Passos Coelho utiliza o argumento baseado no raciocínio prático de forma mais preferencial do que Sócrates, e que o argumento baseado nas consequências negativas e os esquemas argumentativos baseados no pragmatismo têm um papel relevante nas estratégias argumentativas dos dois líderes partidários. A análise empírica permite-nos ainda concluir que os esquemas argumentativos são usados de forma mais preferencial nas entrevistas à imprensa do que nos debates televisivos. Ao invés...

El gobernante "autokrator": de Sócrates a Platón

Solana Dueso, José
Fonte: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
46.39%
Este artículo, en su primera parte, examina algunos textos clásicos significativos sobre la historia política de Atenas en el último cuarto del siglo V y concluye que la democracia ateniense reservaba el término "autokrator" solamente para la asamblea o para los órganos que dimanan de ella. En la segunda parte se muestra cómo en la teoría política iniciada por Sócrates y desarrollada por Platón la competencia científica hace innecesaria, e incluso nociva, la participación popular en el gobierno. Por ello el filósofo rey debe ser "autokrator" y "anypeuthynos".; In the first part of this paper, some classical texts on the political history of Athens in the last quarter of the fifth century are examined. The conclusion is that the Athenian democracy reserved the term "autokrator" only for the Assembly of the People or for the organs that spring from it. In the second part it is shown how in the political theory initiated by Socrates and developed by Plato the scientific competence makes unnecessary and, even, injurious the participation of the people in the government. For that reason the philosopher king must be "autokrator" and "anypeuthynos".

O spin doctoring em Portugal : perspectivas de governantes, jornalistas e assessores de comunicação que operam na Assembleia da República

Ribeiro, Vasco
Fonte: Universidade do Porto Publicador: Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.22%
In the mid-80s the English term quot;spin doctorquot; began to being the best way to classify press secretaries that manipulating journalists and, consequently, public opinion (Safire, 1984, October 21; Maltese, 1992; Tankard Sumpter, 1994; Kurtz, 1998, Manning, 1998; Campbell, 2002). Under this assumption, and with a main objective to try to understand whether there is, in fact, spin doctoring in Portugal, it was decided to conduct elite interviews of the elements who quot;inhabitquot; the center of national political activity and the nucleus of higher concentration and productivity political journalism in Portugal - the Portuguese Parliament. Thus, we conducted 30 interviews with the trinomial politics - press secretaries - journalists; namely 1) the press secretaries who carry out their activity for the different parliamentary groups; 2) to correspondent-journalists in Parliament and who deal daily with these professionals; and 3) the politicians who hire their services. It should be stressed among respondents are two former prime-ministers of Portugal, Pedro Santana Lopes and Jose Socrates, and various press advisers and press consultants who served several parties and several governments. Among the results, not only demonstrates the existence of this activity in Portugal...

Sócrates, la "Piedad" y los márgenes de la convivencia cívica

Beneitez, José Manuel
Fonte: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones Publicador: Universidad de Alcalá de Henares. Servicio de Publicaciones
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
46.46%
La polis clásica fue producto del pluralismo cívico y no conoció ningún dogmatismo de carácter político o religioso; sin embargo, la "piedad" (hósios, eusébeia) sirvió de piedra de toque para consolidar la convivencia cívica. Atenas, la primera democracia que hubo en el mundo, afamada por reinar en ella la libertad de palabra, fue la misma que silenció a Sócrates. Al célebre filósofo se le condenó a morir por no creer en los dioses de su ciudad, por haber introducido otros nuevos y por corromper a la juventud. En realidad, el único cargo contra él en el proceso a que se le sometió en el año 399 a. de n. e. fue el de "impiedad" (asébeia). En el presente artículo pretendo poner de relieve esta tensión entre el "individuo" (Sócrates) y la comunidad cívica (Atenas), y cuáles eran por ende los límites de lo tolerable y lo intolerable en la polis clásica.; The classic polis emerged from civic pluralism without any political or religious dogmatism. However, "piety" (hósios, eusébeia) set up the touchstone to consolidate the civic coexistence. Athens was the world's first democracy, renowned for its freedom of speech, but it silenced Socrates. This famous philosopher was senteciated to death for allegedly disbelieving in the gods of his city...

Comunicação política em Portugal e no Brasil: a cobertura jornalística dos chefes de governo

Freitas, Renata Suely de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.22%
Esta dissertação de Mestrado apresentada à Universidade de Coimbra estuda a comunicação política em Portugal e no Brasil. Pretende-se investigar como se dá a cobertura na imprensa acerca dos principais políticos, nomeadamente os Chefes de Governo: José Sócrates, Primeiro-ministro de Portugal, e Luiz Inácio Lula da Silva, Presidente da República do Brasil. A primeira parte da Dissertação é um enquadramento teórico sobre conceitos de comunicação política e imagem política através dos media, assim como também traz reflexões sobre a imprensa na sociedade actual e a produção de notícias nos dois países. A segunda parte do trabalho contextualiza o momento da imprensa e da política nos países e apresenta o estudo de caso. O estudo empírico centra-se na análise de duas revistas de referência em Portugal e no Brasil: a Revista Visão e a Revista Veja, respectivamente; e em um período de tempo determinado: de Setembro de 2008 a Março de 2009. Baseado em metodologias já existentes em estudos desta área, como Ferin (2007) e Serrano (2006), analisaram-se as reportagens que continham acções significativas dos Chefes de Governo nestes periódicos. A partir de uma grelha de variáveis de forma e conteúdo, foi possível obter dados estatísticos e escrever resultados interpretativos. Desse modo...

Portugal e a Revisão da Lei Eleitoral

Pinto, José Filipe
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.27%
Antes da realização do ciclo eleitoral que marcou a vida portuguesa em 2009, houve uma tentativa, que chegou a ser aprovada na generalidade, para alterar a Lei Eleitoral no que concerne às eleições autárquicas e surgiram estudos sobre as possíveis alterações da lei para a eleição da Assembleia da República. As dificuldades sentidas pelo Governo de maioria relativa, chefiada por José Sócrates, na sua ação governatiava, desde logo na aprovação do Orçamento para 2010, trouxera, de novo para a discussão a questão da estabilidade governativa. Este artigo procura mostrar para essa estabilidade - tanto a nível do Poder Central como do Poder Local - não resulta da alteração da Lei, mas da construção de uma consciência democrática.; Before the electoral cycle that marked the Portuguese life in 2009, there was an attempt, which was approved in general, to change the electoral law on the local elections and some studies on possible amendments to the law for the election of the Assembly of the Republic were presented. The difficulties experienced by the relative majoraty government ruled by José Sócrates in its policy, as for example, the Budget Approval Process for 2010, brought the discussion back to the question of political stability. This article seeks to show that this stability - both in the Central Government as in Local Power - doesn't result from the alteration or amendment to the law...

O spin doctoring em Portugal : estudo sobre as fontes profissionais de informação que operam na Assembleia da República; Spin doctoring in Portugal : a study of professional sources of information operating in the Portuguese Parliament

Ribeiro, Fernando Vasco Moreira
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 12/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.22%
Tese de doutoramento em Ciência da Comunicação (ramo de conhecimento em Estudos de Jornalismo); O objectivo central desta investigação é tentar compreender 1) o que é o spin doctoring; 2) se é praticado em Portugal (designadamente na Assembleia da República); e 3) se é igual, uma variação, ou uma atividade completamente diferente da assessoria de imprensa. Outro dos objectivos que este trabalho pretende alcançar passa por tentar elencar uma matriz identitária dos spin doctors que permita compreender quais são os seus grandes objectivos, pré-requisitos, principais momentos e técnicas usadas no desenrolar das suas funções. Destaque-se, também, que a assessoria de imprensa política tem sido uma das atividades profissionais do autor, assim como um objecto de estudo de anteriores trabalhos de investigação na área das ciências da comunicação. O presente trabalho revela, numa primeira fase, o peso das fontes profissionais de informação ao serviço de interesses das organizações e faz uma incursão pela história da assessoria de imprensa política mundial e nacional, desde os primeiros alvores da civilização até, praticamente, aos nossos dias. Uma investida com particular enfoque nas técnicas de manipulação dos media por parte dos mais marcantes presidentes norte-americanos...

A cobertura jornalística do computador "Magalhães" : um estudo dos semanários portugueses

Melro, Ana Isabel Gomes Gonçalves
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
26.22%
Relatório de estágio de mestrado em Ciências da Comunicação - Informação e Jornalismo; O presente Relatório é elaborado no âmbito do estágio no projecto de investigação “Navegando com o ‘Magalhães’: Estudo sobre o Impacto dos Media Digitais nas Crianças” (PTDC/CCICOM/ 101381/2008), financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). Este projecto tem como objecto principal de estudo o programa ‘e.escolinha’, lançado em 2008 pelo XVII governo liderado por José Sócrates, que permitiu o acesso a crianças do 1º ciclo do ensino básico ao computador ‘Magalhães’. Mais especificamente, o projecto visa, por um lado, compreender e analisar as políticas subjacentes à medida que enquadra a distribuição do computador e, por outro, analisar e compreender os usos e práticas que as crianças fazem do computador, dentro e fora das escolas. Tendo em conta que o computador ‘Magalhães’ foi alvo de uma atenção significativa por parte dos meios de comunicação social, que lançaram, deste modo, uma discussão intensa no espaço público em torno desta medida governamental, o presente Relatório tem como finalidade analisar a cobertura do computador ‘Magalhães’ por dois jornais semanários – Expresso e Sol. A partir da análise de conteúdo das notícias publicadas sobre o computador...

Dizer sem falar: a Comissão de Ética, Sociedade e Cultura e a alegada tentativa de controlo da comunicação social por José Sócrates

Magarreiro, João Paulo Brinquete
Fonte: Escola Superior de Comunicação Social Publicador: Escola Superior de Comunicação Social
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.53%
Dissertação apresentada à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Jornalismo.; A presente dissertação pretende contribuir para o estudo das relações entre política e jornalismo, colocando em diálogo as acusações feitas por indivíduos da área dos media, em Comissão Parlamentar, quanto às más relações que o à época primeiro-ministro José Sócrates tinha com o jornalismo que (alegadamente) tentava silenciar. Os discursos deste último, em que tece comentários acerca de determinados meios informativos, são alvo de Análise Crítica do Discurso, com o objectivo de se indagar que peso tiveram nos desígnios que a comunicação social portuguesa tomou ou viria a tomar. E de que forma as suas palavras contribuíram para decisões de silenciamento, censura, ou afastamento de profissionais, e de alteração ou controlo de linhas editoriais em diferentes publicações.; The following dissertation intends to add insight into the study of the relation between politics and journalism by confronting the accusations made under parliamentary inquiries by individuals within the media sector regarding the ill-natured relationship of Portuguese former prime-minister José Sócrates with journalism...

Gestão de carreiras dos profissionais de saúde

Campos, Elisabete
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto; Instituto Politécnico de Bragança; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Viana do Castelo Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto; Instituto Politécnico de Bragança; Instituto Politécnico do Cávado e do Ave; Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.22%
Com a reforma da Administração Pública, implementada de forma mais integrada e abrangente pelo Governo socialista de José Sócrates (XVII Governo Constitucional), foi iniciada a reformulação das carreiras dos profissionais de saúde, nomeadamente a carreira médica e a carreira de enfermagem, continuando-se a aguardar a reformulação das carreiras dos técnicos superiores de saúde e dos técnicos de diagnóstico e terapêutica. As inúmeras mudanças que decorrem destas reformulações têm criado por sua vez um clima de receio e expectativa junto dos profissionais de saúde, o que aliado a um período de contingência e recessão económica, tem causado uma certa instabilidade. Embora fosse de reconhecimento geral que a anterior forma como se geria as carreiras dos profissionais de saúde, utilizando como critérios de progressão mecanismos automatizados com foco na antiguidade, não fosse a mais correcta, uma vez que não cumpria princípios de justiça e meritocracia, são agora levantadas inúmeras dúvidas com estas reformulações. A questão principal é se efectivamente virão dar resposta à necessidade de uma maior flexibilidade na evolução profissional, mais adequada aos contributos de cada colaborador...

Avaliação do desempenho docente e conflitos profissionais: ensaio de um enquadramento e exploração de evidências sobre o caso português

Pereira, Irina Bettencourt
Fonte: CIES-ISCTE Publicador: CIES-ISCTE
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
26.3%
Desde o fim dos anos 90 que os governos portugueses procuram desenvolver novos modos de gestão na administração pública e de racionalização do aparelho de Estado. A partir de 2002, o governo social-democrata de José Manuel Durão Barroso anunciou uma “revolução” na administração pública, embora a sua concretização mais ampla tenha sido conduzida a partir de 2005 pelo governo socialista de José Sócrates. Durante o período anterior de governação social-democrata foi criado um novo sistema de avaliação de desempenho na administração pública portuguesa. Existiam diversas lacunas na sua concepção, entre as quais a inexistência de modelos de avaliação adaptados aos corpos especiais da função pública, designadamente para os professores, médicos, enfermeiros e polícias. Como consequência, este modelo teve uma aplicação bastante diminuta nos últimos três anos, o que fez com que o governo socialista posterior o revisse integralmente. No final de 2006, o Ministério da Educação negociou com os sindicatos dos professores um novo Estatuto da Carreira Docente (ECD) que deu azo à criação das bases de um modelo de avaliação de desempenho adaptado aos professores para começar a ser implementado no início de 2008. O facto de a sua concepção e aplicação não estarem a gerar um consenso generalizado entre os professores...

O julgamento de Sócrates; The trial of Socrates

Godoy, Arnaldo Sampaio de Moraes
Fonte: Fundação José Arthur Boiteux Publicador: Fundação José Arthur Boiteux
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
Trata da historiografia jurídica e das relações entre direito, história e verdade. Vale-se de referências literárias ao julgamento de Sócrates, colhida em textos de contemporâneos do  filósofo, identificando tessitura de narrativas que atestam incongruência, relativismo e construído cultural clássico na tradição ocidental. Indica abordagens mais recentes, como a de Isidor Stone, não aceita pela tradição acadêmica. Instiga, na medida em que pretende invocar que a história do direito é menos o que aconteceu e mais o que o narrador pretende inventariar. Denuncia aspectos da miragem helênica, contribuindo na construção dos saberes críticos na feição contemporâneo dos textos de filosofia do direito.; It deals with juridical historiography and the relations between right, history and truth. It relies on literary references on the trial of Socrates, collected from texts of his time, identifying the narrative webbing that witnesses incongruence, relativism, and classic cultural constructs of western tradition. It also points out novel approaches...

SÓCRATES CONTRA A EDUCAÇÃO SOFÍSTICA NO PROTÁGORAS

Silva, José Lourenço Pereira da
Fonte: Archai: Journal on the origins of Western thought; Archai: Revista de estudos sobre as origens do pensamento ocidental Publicador: Archai: Journal on the origins of Western thought; Archai: Revista de estudos sobre as origens do pensamento ocidental
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
No Protágoras de Platão, Sócrates discute o problema fundamental da educação: a virtude pode ser ensinada? A questão pode ser reformulada como segue: virtude pode ser ensinada nos termos da pedagogia sofística, isto é, uma aprendizagem dos valores, normas e padrões pelos quais uma cidade é organizada, e o ensino de como manipular estes valores e normas para benefício próprio. Em contraste, argüindo a unidade das virtudes e a tese associada de que virtude é conhecimento, Sócrates sugere que a verdadeira educação implica a adesão consciente a padrões morais objetivos.

O mito de Prometeu - acordos e desacordos entre Sócrates e Protágoras

Ravazi, Guilherme Pinto; Universidade Federal de Santa Maria
Fonte: Pólemos Publicador: Pólemos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.13%
Pretendo, no presente artigo, apresentar a discussão do diálogo Protágoras de Platão sobre questões políticas envolvendo a democracia e a possibilidade de a virtude ser ensinada. Irei expor os pontos onde o personagem Sócrates concorda com Protágoras e em quais aspectos eles discordam. Ademais, explicitarei conceitos importantes, como ‘justiça’ e ‘pudor’ que ocorrem no diálogo, além de mostrar como a versão platônica do mito prometeico contribuiu para a filosofia política posterior.

A hermenêutica platônica no Íon e no Protágoras

Sousa, José Renato de Araújo
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.39%
A forma mais simples e imediata de definir em poucas palavras a hermêutica é chamá-la de “arte ou técnica da interpretação”. Segundo Scheleimacher os gregos teriam sido os iniciadores dessa arte, quando buscavam interpretar os versos de seus poetas. Platão pode ser visto como um desses hermeneutas antigos das obras poéticas, ao lado dos sofistas que se proclamavam como os melhores intérpretes da arte de Homero. Neste artigo procuramos acompanhar um pouco dessa hermenêutica platônica apresentada por Sócrates nos diálogos Íon e Protágoras. As considerações da personagem Sócrates são importantes para entendermos a preocupação dos gregos em decifrar os enigmas da sua própria linguagem ao fazerem a exegese dos seus textos. Palavras-chave Platão; Sócrates; Hermenêutica Abstract To define hermeutics of the simple manner, direct, brief, we can call it “art or technique of interpretation”. According Scheleimacher the initiators of this practice were greeks, since they seeking to interpret the verse of his poets. Along with Sophists, Plato may be considered like one these antique hermeutical of poetic creation, that proclaimed themselves the best Homero’s hermeuticals. In this article we intend to understand something of this Plato’s hermeutics that Socrate dispute in the Ion and Protagora dialogues. The appreciations Socrate personage are very important to we understand in what manner the greeks were preoccupied to decode enigma of language them...