Página 1 dos resultados de 3406 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Juventude no SUS: as práticas de atenção à saúde no Butantã; Youth at SUS: health practices in Butantã

Amarante, Andrea Gasparoto de Medeiros
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
Este trabalho toma como objeto as práticas de atenção à saúde desenvolvidas na rede básica de serviços de saúde voltadas para a juventude. O objetivo geral foi analisar as práticas de saúde específicas para a juventude na rede básica de serviços de saúde da Supervisão Técnica de Saúde Butantã, região Centro-Oeste do município de São Paulo, tomando por referência as políticas públicas brasileiras nessa área. Fundamentando-se no campo da Saúde Coletiva, a juventude é compreendida como uma categoria social, o que submete compreensões centradas nas mudanças biológicas a análises mais amplas, enfatizando a existência de várias juventudes, a depender da inserção de classe social dos jovens. Para isso, identificou-se as práticas de saúde específicas para a juventude a partir dos depoimentos dos trabalhadores e analisou-se a tendência dessas práticas frente às políticas públicas brasileiras, em especial aos programas de saúde (federal, estadual e municipal) da juventude. Dessa forma, os trabalhadores constituíram os sujeitos dessa pesquisa. Utilizou-se a entrevista semi-estruturada como técnica para a coleta dos dados e a análise temática como estratégia para a apreensão da realidade. A análise permitiu elencar categorias empíricas - como o setor saúde percebe a juventude...

Gestão municipal de políticas públicas dirigidas à juventude e possíveis aproximações com a promoção da saúde; Municipal management of public policies aimed to youth and possible approaches of health promotion

Andrade, Elisabete Agrela de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
RESUMO No campo da saúde pública, as políticas públicas direcionadas à juventude têm sido geralmente, embasadas num modelo biológico que enfatiza a noção de adolescência e juventude como fenômenos atemporais e universais. Ao ter o compromisso de ampliação e qualificação das ações de promoção da saúde no Sistema Único de Saúde, o setor saúde precisa compreender a saúde do jovem de forma ampliada. A partir das aberturas institucionais para a participação da juventude na gestão pública, foi objetivo deste estudo analisar o trabalho dos auxiliares da juventude nas subprefeituras do município de São Paulo, por partir-se do entendimento que além de colaborar para a compreensão das ações voltadas à juventude, poderiam possibilitar a aproximação da saúde pública e a reflexão a respeito dos princípios e estratégias da promoção da saúde. De caráter qualitativo, a primeira parte da pesquisa priorizou os temas: juventude, políticas públicas e promoção da saúde. A segunda parte concentrou-se na análise documental e na coleta de dados junto a esses atores sociais, utilizando-se de aplicação de questionário e entrevista. O discurso teórico conceitual foi convincente quanto à importância deste ator social na construção de políticas públicas dirigidas a juventude...

Cultura lúdica da juventude brasileira. Rebeldia e consumo nas páginas da Veja e da Folha de São Paulo nas décadas de 1970 e 1980; Cultura lúdica da juventude brasileira. Rebeldia e consumo nas páginas da Veja e da Folha de São Paulo nas décadas de 1970 e 1980

Nascimento, Renato Souza do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Ao se estudar a cultura da juventude, devemos analisá-la dentro do contexto de uma sociedade de consumo. Por isso mesmo, ligada à música e à moda (não no seu sentido estrito). A cultura da juventude brasileira foi pautada principalmente pelas influências musicais internacionais, mas sempre dando uma cara nova aos movimentos juvenis que aqui se criavam, sendo o período entre as décadas de 1970 e 1980, o de maior efervescência e criatividade musical. O objetivo desse trabalho é analisar esse tema com base na sua relação com a indústria cultural, apontando as especificidades da atuação do Mercado, tanto para a mercantilização de movimentos espontâneos da juventude, quanto para as estratégias envolvidas na criação de fenômenos ou modismos. Entender como esse processo se deu no nosso país é essencial para refletir os rumos da juventude atual e sua relação com o consumo. A indústria cultural é formada por vários sistemas, sendo a mídia um deles. Por isso, com base em dois meios de comunicação impressos a revista Veja e o jornal Folha de São Paulo, tentou-se traçar a relação entre a abordagem midiática e a consolidação dos movimentos ou fenômenos musicais pelo mercado cultural.; When studying the culture of youth we should analyze it within the context of a consumer society. Therefore...

Juventude e políticas públicas : formação de agenda, elaboração de alternativas e embates no Governo Lula

Rocha, Heber Silveira
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Esta dissertação analisa os principais fatores, atores e contexto político que levaram o tema das políticas públicas de juventude adentrar na agenda governamental, culminando na criação da política nacional da juventude em 2005. Entende-se como política nacional de juventude os seguintes elementos: Secretaria Nacional de Juventude, Conselho Nacional de Juventude e Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem). Analisou-se o período de 2002 a 2005, quatro anos determinantes para os diferentes atores promoverem o tema da política de juventude, bem como elaborarem alternativas de políticas e promoverem o processo de definição do problema, na perspectiva de J. Kingdon. O postulado deste autor quanto a três fluxos à tomada de decisão de políticas públicas – problema, políticas públicas e política – foi usado ao longo da dissertação, servindo de referencial teórico para compreender o movimento e entrada do tema juventude na agenda. Em termos metodológicos, sistematizou-se a literatura a respeito da juventude em dimensões diversas. Foram realizados questionários e entrevistas qualitativas com atores responsáveis e participantes dos diferentes processos e fluxos envolvidos na discussão da política nacional de juventude. As entrevistas evidenciaram que as diferentes dinâmicas analisadas – Projeto Juventude...

Levante juventude, juventude é pra lutar : a relação entre esferas de vida e identidade na constituição do engajamento juvenil

Ruskowski, Bianca de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
O debate sobre juventude é complexo, pois é ao mesmo tempo um conceito teórico e muito utilizado no senso comum. Na última década ganhou maior visibilidade a partir de uma série de ações por parte do Governo Federal na implementação de diversas instâncias para políticas públicas de juventude. Com isso, foi realizada uma série de pesquisas na tentativa de traçar o perfil da juventude brasileira dos anos 2000. Esses estudos demonstram um declínio da participação juvenil nas instâncias tradicionais (partidos políticos, sindicatos e movimento estudantil) e apontam para novos modos de associativismo, principalmente no âmbito cultural. Com isso, temos a necessidade de estudar as novas formas de associativismo e engajamento na juventude. Por isso, os objetivos da pesquisa foram identificar como e porque os jovens se engajam em movimentos sociais e como se dá a construção de vínculos entre os atores e com a organização. Para tanto, analisamos como as redes interpessoais e a conjugação entre militância e esferas de vida influenciam no engajamento dos jovens, criando identificação com os movimentos sociais. De acordo com a problemática apresentada esta pesquisa foi do tipo qualitativa e a coleta de dados se deu na cidade de Porto Alegre/RS...

Juventude, reconhecimento e justiça social nas agendas de políticas públicas do Brasil; Youth, recognition and social justice in public policies agenda in Brasil

Machado, Amanda Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.23%
O trabalho nomeia a juventude como objeto de estudo, identificando convenções, acordos e tratados internacionais como marcos multiplicadores de uma nova concepção de jovem, a de sujeito de direitos. No Brasil, o impacto político de tais instrumentos é a criação da Secretaria Nacional da Juventude, em 2005, e de organismos afins em esferas estaduais e municipais. Nesse universo, órgãos como Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) respondem por agendas de políticas públicas com a intervenção de atores governamentais e da sociedade civil. Déficits de agendas públicas em focar o jovem como sujeito de direitos e de justiça social direcionaram a pesquisa ao Conselho Nacional da Juventude (CONJUVE) a fim de identificar alcances e limites de conteúdos de expansão de cidadania e reconhecimento dos direitos humanos, no período 2005-2010. Assim, é objetivo do estudo refletir sobre o conteúdo da agenda das políticas públicas de juventude, seus pressupostos e o impacto de formatos políticos do passado, visando contribuir com reflexões sobre políticas públicas e estimular a análise política sobre o tema. Igualmente, estima-se trazer elementos para subsidiar programas e projetos direcionados à juventude. Nesses termos...

Os movimentos sociais de juventude e os direitos dos jovens no Brasil

Severo, Mirlene Fátima Simões Wexell
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 219 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Sociais - FCLAR; Ao longo da história nacional, os movimentos sociais de juventude contribuíram para a democratização da sociedade como também para as melhores condições de vida da população. Participaram ativamente dos movimentos abolicionista, tenentista, da semana de arte moderna de 1922, da consolidação do partido comunista brasileiro, fundaram a União Nacional dos Estudantes, organizaram o Fora-Collor. Os jovens atuam junto à sociedade através de contextos culturais e da conjuntura política que se apresenta. A partir de 2003 órgãos governamentais começaram a colocar prioridade sobre os direitos dos jovens. Inicialmente, o poder legislativo indicou propostas de programas especiais para a população de 15 à 24 anos e posteriormente, em 2004 o governo federal assumiu as discussões sobre o tema. A preocupação neste momento era gerar emprego e renda para os jovens e desta forma inibir a violência da qual são vítimas e agentes. Em 2005 foram criadas pelo governo federal a Secretaria Nacional de Juventude e o Conselho Nacional de Juventude. Na Câmara dos Deputados, neste mesmo ano, é proposto o Estatuto da Juventude e o Plano Nacional de Juventude. Várias ações são encaminhadas em um período curto de tempo. No Brasil a discussão sobre os direitos dos jovens chegou tardiamente comparada à outros países da América Latina...

Relação juventude-escola frente aos processos excludentes

Rodríguez, Inés Olivera
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 215 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.; Dentro da problemática da relação juventude rural - escola, o objetivo da presente pesquisa está na identificação e discussão em torno a quais são os sentidos que a escolaridade tem para a juventude do campo. Sem negar os problemas mais estruturais de desigualdade e exclusão social, me proponho a compreender como são possíveis arranjos diversos frente a escola, o que exige indagar em como é compreendida a escola no campo. Um aspecto central é que a escola é compreendida aqui como uma das várias facetas da vivência social da juventude rural, e por este motivo é apresentada em inter-relação com outros âmbitos de socialização. Assim, família, trabalho, grupo de pares e lazer são alguns dos aspectos fortemente trabalhados neste trabalho. A pergunta de fundo que leva à centralização dos sentidos no presente estudo seria: como, ante condições materiais adversas, são possíveis diversas relações e significações da escola? Como moças e rapazes constroem esta relação? Seguindo a proposta teórica de autores como Bourdieu (1995, 1998, 2004), Charlot (1996) Dubet e Martuccelli (1998)...

Juventude e Adolescência sob o olhar dos jovens participantes do Projeto Jovem Aprendiz

Souza, Lucas Bittencourt de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 67 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.26%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Serviço Social.; O presente trabalho de conclusão de curso tem como objeto as concepções dos adolescentes-jovens do Projeto Aprendiz acerca da sua experiência juvenil. O objetivo geral do trabalho é apresentar quais são as concepções e vivências dos adolescentes-jovens do Projeto Aprendiz acerca da sua experiência juvenil no atual contexto histórico. Os objetivos específicos são: Analisar as concepções teóricas de juventude e adolescência, do ponto histórico e no atual contexto; Compreender o significado do termo juventude e juventudes; Discutir os desdobramentos do entendimento de juventude a partir das quatro concepções de juventude apresentadas por de Abramo (2005), sendo elas, a juventude como período preparatório, a juventude como etapa problemática, o jovem como ator estratégico do desenvolvimento e a juventude cidadã como sujeito das políticas; Apresentar o perfil dos sujeitos da pesquisa quanto à idade, sexo, locais que os jovens gostam de frequentar, interesse por programas televisivos, acesso e mecanismo de acesso às redes sociais e estilo musical. Analisar a importância para os jovens-adolescentes participantes do projeto da escola...

Análise sobre a constituição do campo político de formulação de políticas públicas de juventude

Rosa, Itamar da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 156 p.| tabs., il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2014; As políticas públicas de juventudes vêm assumindo destaque na composição dos discursos políticos da contemporaneidade. Nos últimos anos, o incremento de Políticas de Juventude na área da educação e trabalho vem adquirindo espaço considerável na agenda Estatal. A partir de 2005 com a criação da SNJ Secretaria Nacional da Juventude e do CONJUVE Conselho Nacional de Juventude, a amplitude do debate chega às vias da qualidade da participação política da juventude na formulação dessas políticas. Ou seja, para além do corpo de técnicos e especialistas do governo, supõe-se a intervenção da sociedade na figurada juventude, como algo a mais na hora de implementar um programa ou ação, ou mesmo, na elaboração de um marco jurídico-legal como o estatuto da juventude. Este último consolidaria junto com SNJ e CONJUVE uma política de Estado, independente de governos vindouros. É nessa discussão que este trabalho busca contribuir, analisando a constituição do campo político de políticas de juventude entre os anos de 2004 a 2012...

A dinâmica do conselho nacional da juventude - CONJUVE e o campo das políticas públicas educacionais

Farias, Beronicy Paula de Morais
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2013.; Este estudo analisa a dinâmica do Conselho Nacional da Juventude – Conjuve um espaço institucionalizado de debate que conta com a participação de representantes do poder público e da sociedade civil, voltados para a temática da juventude, com o objetivo de compreender as políticas educacionais se apresentam, e, como são negociadas pelos diferentes grupos temáticos que compõem esse Conselho. O propósito foi verificar a influência do Conjuve na formulação das políticas educacionais para a juventude, especialmente na relação com o Ministério da Educação, mais precisamente, com a Secretaria de Educação Básica. A pesquisa adota uma perspectiva histórico-crítica e se baseia na utilização do método histórico-dialético para a análise. Na revisão da literatura foram abordados conceitos e paradigmas a respeito da juventude, da formulação das políticas públicas e educacionais, considerando a transversalidade de raça, gênero, além do recorte geracional e econômico (FRASER, 2001; BANGO, 2008; NOVAES, 2009 e AQUINO, 2009), para tanto, delineia um mapa das desigualdades educacionais vivenciadas pelos jovens brasileiros a partir dos indicadores coletados pelo IBGE e INEP. O objetivo central da pesquisa foi compreender como se dá a etapa que antecede a formulação das políticas educacionais para a juventude...

Juventude em pauta : o processo de construção da política pública de juventude em Sergipe

Guedes Cavalcante, Itanamara; Cristina Brito Arcoverde, Ana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Nos últimos anos vem crescendo o número de estudos e publicações sobre as políticas públicas de juventude, esta pesquisa se propõe apresentar um dos aspectos ainda pouco explorado: como se dar o processo de construção da política de juventude, analisando o processo de elaboração da Política Pública de Juventude no Estado de Sergipe. Neste sentido, buscamos Identificar quais são as demandas da juventude; Caracterizar os tipos destas demandas; Identificar quem são os sujeitos alvos destas demandas; Caracterizar as lutas realizadas pelos jovens; Verificar quais os espaços de negociações; Identificar a participação dos jovens na construção da política pública de juventude. A pesquisa qualitativa do tipo documental e bibliográfica, os procedimentos metodológicos utilizados foram à catalogação dos documentos, pesquisa bibliográfica, a entrevista semi-estruturada, para a interpretação dos dados coletados foi usado a técnica de análise de conteúdo para melhor apreender a essência dos documentos e as respostas da entrevista realizada. Identificou-se nesse processo de construção da Política Estadual de juventude em Sergipe que os principais sujeitos sociais são: os jovens militantes do movimento estudantil e os filiados aos partidos políticos...

Juventude rural e permanência no campo: um estudo de caso sobre juventude do Assentamento Rural Flor do Mucuri/SE

Santos, Ana Caroline Trindade dos
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.12%
A juventude rural enfrenta no seu cotidiano situações adversas caracterizadas pela exclusão do sistema produtivo, pelo precário acesso aos serviços e recursos de infra-estrutura e de políticas públicas específicas para a juventude no campo. Os estudos que tratavam sobre a juventude rural reportavam a migração do jovem para os espaços urbanos. Pesquisas recentes têm mostrado, no entanto, que esse movimento migratório é quase sempre temporário e a permanência passa a fazer parte das pesquisas acadêmicas no reconhecimento da juventude como importante segmento para reprodução da agricultura familiar. O presente estudo analisa quais os elementos que contribuem para a escolha do jovem entre permanecer no campo ou sair definitivamente do meio rural. O assentamento rural Flor do Mucuri localizado no município de Divina Pastora no estado de Sergipe foi o local de pesquisa, com universo de 44 jovens assentados com faixa etária entre 16 a 29 anos. O estudo de caso foi a opção pelo tipo de pesquisa, as técnicas de coleta de dados utilizadas foram os questionários, aplicados aos jovens, entrevistas semi-estruturadas e realização de entrevistas em grupo. A escolha em permanecer no meio rural é determinada pelo acesso do jovem ao trabalho em uma atividade produtiva não agrícola que possibilite sua autonomia financeira...

Estatuto da juventude : Lei nº 12.852, de 5 de agosto de 2013, e legislação correlata

Brasil. [Estatuto da juventude (2013)]
Fonte: Brasília : Edições Câmara Publicador: Brasília : Edições Câmara
Tipo: livro Formato: 87 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.03%
Apresenta a Lei 12.852 que institui o Estatuto da Juventude e dispõe sobre os direitos dos jovens, os princípios e diretrizes das políticas públicas de juventude e o Sistema Nacional de Juventude (Sinajuve).; Atualizada até 6/5/2015.

Estatuto da juventude [gravação de som] : Lei nº 12.852, de 5 de agosto de 2013, e legislação correlata

Brasil. [Estatuto da juventude (2013)]
Fonte: Brasília : Câmara dos Deputados, Edições Câmara Publicador: Brasília : Câmara dos Deputados, Edições Câmara
Tipo: Áudio Formato: Áudio mp3
PT_BR
Relevância na Pesquisa
47.03%
Apresenta a Lei 12852 que institui o Estatuto da Juventude e dispõe sobre os direitos dos jovens, os princípios e diretrizes das políticas públicas de juventude e o Sistema Nacional de Juventude (Sinajuve), bem como a Lei 12845 de primeiro de agosto de 2012 e o Decreto 8074 de quatorze de agosto de 2013.; Áudio gravado com o aplicativo Balabolka, com uso da voz Heloísa Microsoft.; Atualizado até 10 de novembro de 2014.; Programa de Acessibilidade da Cãmara dos Deputados.

Juventude 470: identidades sociais em construção e a relação com a (in)visibilidade televisiva

Mallmann, Maria Gabriela Carrizo
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.12%
O presente estudo, ocorrido entre os anos de 2011 e 2012, apresenta a experiência da pesquisadora junto a “Juventude 470”, moradora do bairro Bom Jesus, conhecido por seus altos índices de violência. A pesquisa tem como objetivo entender como a juventude em situação de vulnerabilidade se percebe, enquanto sujeitos de direito, em contraposição aos estereótipos criados pela televisão, bem como sua realidade social. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa de caráter participante, que utiliza como embasamento teórico o método dialético-crítico, tomando como base as categorias teóricas da contradição, totalidade e historicidade. A referida pesquisa utiliza como técnica metodológica o grupo focal, assim como o recurso da câmera filmadora, de modo a oportunizar ao jovem a experiência de registrar cenas que, de certa forma, mostram sua visão de mundo em resistência contra-hegemônica aos processos de alienação e violação vividos. A televisão lança imagens fetichizadas que alimentam um mercado contraditório, que ao mesmo tempo vende/escraviza e informa/aliena. Neste movimento dialético, provoca repercussões no cotidiano da juventude da classe trabalhadora, por meio de processos estigmatizantes e perversos.O que é projetado na televisão...

Políticas públicas de juventude : uma construção possível?

Costa, Ozanira Ferreira da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.22%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2009.; Este estudo trata das políticas públicas de juventude no Brasil, com ênfase na juventude de classes populares, tendo como referência de análise o Plano Plurianual 2004- 2007. Tem como base normativa a Constituição Federal, a Política Nacional de Juventude, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a Lei Orgânica da Assistência Social. Analisa a implementação descentralizada dessa política no Distrito Federal e leva em consideração as relações entre Estado e Sociedade, situando o debate sobre as políticas públicas de natureza social no cenário das duas últimas décadas e as implicações das transformações societárias para a constituição do Estado de Direito pós 1990 no contexto da juventude. O objetivo geral é analisar o processo de implementação das políticas públicas de juventude na Era Lula e sua relação com as demandas dos jovens das classes populares no Brasil. Busca ainda, como objetivos específicos, construir uma matriz nacional das políticas públicas para a juventude, identificar e analisar como se processa a participação dos atores em tais políticas para esse segmento. A hipótese central é a de que os movimentos sociais foram importantes para construir a defesa de direitos sociais e direitos humanos...

Longa caminhada, fôlego curto: o desafio da inserção laboral juvenil por meio dos consórcios sociais da juventude; Texto para Discussão (TD) 1224: Longa caminhada, fôlego curto: o desafio da inserção laboral juvenil por meio dos consórcios sociais da juventude; Long walk, short breath: the employability challenge of youth through social consortia of youth

Cardoso Jr., José Celso; Gonzalez, Roberto; Stivali, Matheus; Santos, José Carlos dos; Costa, Alysson
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Este trabalho corresponde à versão ligeiramente modificada do Relatório Final de Avaliação e Consolidação das Atividades de Campo, realizado com os seis projetospiloto dos Consórcios Sociais da Juventude (CSJs), envolvendo as regiões do Distrito Federal e entorno, do Grande ABC em São Paulo, do Rio de Janeiro (RJ), de Belo Horizonte (MG), de Salvador (BA) e de Fortaleza (CE). Os CSJs são uma das linhas de ação do Programa Nacional de Estímulo ao Primeiro Emprego para Juventude (PNPE), do Departamento de Políticas para Juventude, Ministério do Trabalho e Emprego, governo federal. Depois de um breve relato dos objetivos e justificativas da pesquisa, o capítulo 2 realiza uma curta digressão para situar os Consórcios Sociais da Juventude no contexto mais amplo das iniciativas recentes de políticas públicas federais para a juventude no país. No capítulo 3, são sumarizados e sistematizados os relatos de campo obtidos por meio das entrevistas-guiadas aos seis CSJs visitados no país. No capítulo 4, repete-se o procedimento para as entrevistas realizadas com as Delegacias Regionais do Trabalho (DRTs). A síntese analítica comparada das experiências de campo é efetuada no capítulo 5, o qual pode ser considerado o capítulo central do trabalho. Por fim...

Juventude e políticas sociais no Brasil; Texto para Discussão (TD) 1335: Juventude e políticas sociais no Brasil; Youth and social policy in Brazil

Castro, Jorge Abrahão de (Organizador); Aquino, Luseni (Organizador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Esta publicação reúne textos que abordam a inserção da temática juventude no âmbito das políticas sociais brasileiras. A primeira seção apresenta uma abordagem ampla sobre a matéria, recuperando os conceitos de juventude que têm servido como balizas operacionais para a atuação de governo e propondo a identificação das principais questões que afetam os jovens brasileiros na atualidade. As dez seções seguintes analisam as ações voltadas para a juventude executadas pelo governo federal nas várias áreas de corte social (educação, trabalho, saúde, assistência social, cultura, segurança pública etc.), colocando em perspectiva a adequação entre os temas que interessam à juventude e a forma como as políticas sociais têm lidado com o público jovem em suas estratégias de atuação. A última seção apresenta um balanço da Política Nacional da Juventude implementada pelo governo federal desde 2005, trazendo à luz alguns de seus principais avanços e as maiores dificuldades enfrentadas até o momento.; 152 p. : il.

A JUVENTUDE CAMPONESA EM CENA E SUA RELAÇÃO COM A INSTITUIÇÃO ESCOLAR

Verônica Moreno Machado; Universidade Federal de Mato Grosso
Fonte: EDUFRO Publicador: EDUFRO
Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
O artigo integra a Dissertação de Mestrado da autora, intitulada “Percepções da Juventude Camponesa sobre a Educação do Campo na escola estadual do Assentamento Sadia/Vale Verde”, defendida no ano de 2013, no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT. Tem como objetivo, contextualizar o jovem como sujeito social e a sua relação com a instituição escolar, especialmente, identificarmos as particularidades da juventude camponesa e seu protagonismo no território camponês. O texto está subdividido em dois tópicos: no primeiro apresentamos os jovens como sujeitos sociais e a diversidade da juventude e no segundo tópico abordamos sobre a juventude rural ou juventude camponesa. Desta maneira, podemos compreender o contexto da juventude camponesa na sua diversidade e complexidade, assim como sua participação na escola e nos movimentos sociais populares.