Página 1 dos resultados de 4100 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Tratamento térmico mínimo do suco de laranja natural: cinética da inativação da pectinesterase. ; Single-strength orange juice minimal heat treatment: Pectin-methilesterase inactivation kinetics.

Badolato, Gabriela Gastaldo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2000 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
A pasteurização do suco de laranja está associada a degradação da pectina solúvel. Neste trabalho, suco de laranja natural foi pasteurizado em um trocador de calor de placas utilizando três diferentes temperaturas: 82,5, 85,0 e 87,0 °C e tempos de retenção variando de 11 a 59 s, com o intuito de se obter um produto "minimamente processado". Suco de laranja em garrafa de polietileno foi comparado ao suco em lata de alumínio armazenados durante o período de 21 dias, sob temperatura de refrigeração. Foram realizadas análises de ° Brix, acidez, pH, sólidos insolúveis, sólidos totais, teor de polpa, atividade da pectinesterase, microbiologia e sensorial. O principal objetivo deste trabalho foi estudar a cinética da enzima pectinesterase e correlacionar estes resultados com atributos de qualidade do suco de laranja processado. As propriedades físico-químicas do suco de laranja processado apresentaram diferenças significativas devido as variações da matéria-prima durante o período de estudo, de junho de 1999 a fevereiro de 2000. A condição de pasteurização obtida mais apropriada foi a de 87°C e tempo de retenção variando de acordo com o pH do suco; pH 4,0 requereu um tempo de retenção maior do que pH 3...

Estudo da cinética de inativação térmica da pectinesterase em suco de laranja natural minimamente processado. ; Inactivation kinetics of pectin methylesterase in minimally processed orange juice.

Tribess, Tatiana Beatrís
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
A pasteurização mínima do suco de laranja consiste na utilização de temperatura e tempo mínimos de forma a garantir uma inativação parcial da pectinesterase. Desta forma obtém-se um produto com vida de prateleira superior ao suco d’e laranja fresco e qualidades sensoriais preservadas. O suco de laranja pasteurizado sob tratamento térmico mínimo é uma alternativa de produto para o mercado interno, contribuindo para um melhor aproveitamento da fruta em épocas de safra. O objetivo deste trabalho foi estudar a cinética de inativação térmica da pectinesterase no suco de laranja por meio de processamentos isotérmicos contínuos em três temperaturas de processamento (82,5; 85,0 e 87,5 ºC), seis valores de pH controlados (3,6; 3,7; 3,8; 3,9; 4,0 e 4,1) e no mínimo seis tempos de retenção para cada condição de valores de pH/temperatura de processamento. Os resultados foram ajustados a um modelo matemático da cinética de inativação da PE. Também foram analisadas as características físico-químicas do suco fresco e após o processamento e foi realizada uma estimativa da vida de prateleira a partir da análise sensorial do suco. Os parâmetros físico-químicos do suco de laranja foram influenciados pelo pH do suco...

Perfil sensorial e aceitabilidade de suco de laranja integral pasteurizado e suco de laranja reconstituido; Sensorial profile and acceptability of orange juice pasteurized and orange juice reconstituted

Jordão, Fabiana Galvani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
As indústrias têm deixado de produzir o suco de laranja integral pasteurizado em substituição ao suco de laranja reconstituído devido, principalmente, à dificuldade em se produzir esse tipo de suco durante todo o ano com as mesmas características. Esse trabalho objetivou avaliar sensorialmente esses dois tipos de sucos. Sete provadores selecionados e treinados avaliaram a aparência, aroma, sabor e textura de amostras de suco de laranja utilizando a Análise Descritiva Quantitativa (ADQ). O teste de aceitação pelo consumidor foi realizado com cento e um provadores não treinados, utilizando a escala hedônica e um mapa de preferência foi traçado. A ADQ mostrou que houve diferenças significativas (p<0,05) em relação a: cor amarela, concentrado, aroma laranja, aroma de sumo, sabor de laranja, sabor passado, sabor cozido. Entretanto, não houve diferenças significativas (p>0,05) entre as amostras do suco em relação a: aroma cítrico, aroma cozido, aroma doce, sabor sumo, gosto doce, gosto ácido e encorpado. O suco reconstituído apresentou os atributos com maior intensidade para cor amarela, concentrado, aroma de sumo, sabor passado e sabor cozido em relação ao pasteurizado enquanto esse, o aroma e sabor de laranja foram os atributos mais acentuados. O teste de consumidor indicou que os dois sucos tiveram aceitação parecidas situando-se entre os termos hedônicos indiferente e gostei ligeiramente e o resultado do mapa de preferência mostrou baixa aceitação pela grande maioria dos consumidores de suco. Os dados de HPLC não mostraram diferença entre as amostras de suco analisadas.; The industries are allowing to produce the orange juice pasteurized in substitution to the orange juice reconstituted...

Efeitos do processamento térmico e da radiação gama na estabilidade físico-química, microbiológica e sensorial de caldo de cana puro e adicionado de suco de frutas, armazenado sob refrigeração; Heat treatment and gamma radiation effects on the physical-chemical, microbiological and sensory stability of pure sugarcane juice or added with fruit juices, stored under refrigeration

Oliveira, Aline Cristine Garcia de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
O caldo de cana é uma bebida saborosa, energética, não alcoólica que conserva todos os nutrientes presentes na cana-de-açúcar, muito apreciado no Brasil que, se devidamente explorado, pode alcançar um mercado consumidor com proporções ainda maiores. O presente trabalho teve como objetivos avaliar o grau de aceitação do mercado consumidor e a estabilidade do caldo de cana puro e adicionado de suco de frutas, submetido ao processamento térmico (70°C/ 25 min) e/ ou à radiação gama (2,5 kGy), armazenado em garrafas de polietileno de alta densidade sob refrigeração (5 ± 1°C). O teste de mercado do caldo de cana processado e embalado foi avaliado através da aplicação de 350 questionários em seis municípios paulistas. A qualidade do caldo de cana foi avaliada através dos parâmetros: microbiológicos (contagem de aeróbios psicrotróficos, bactérias lácticas e fungos filamentosos e leveduriformes), físico-químicos (pH, cor, acidez titulável, teor de sólidos solúveis, ratio e atividade da polifenoloxidase) e sensoriais (teste hedônico). Foi determinada a composição centesimal das bebidas elaboradas analisando-se: umidade, valor calórico, carboidratos totais, açúcares totais e redutores, extrato etéreo...

Estimativa da vida de prateleira de caldo de cana padronizado estocado sob refrigeração; Shelf-life estimate of standardized sugarcane juice stored under refrigeration

Andrade, Ivana Morais Geremias de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
O presente trabalho consistiu na padronização do ratio, definido como a razão entre o teor de sólidos solúveis (SS) e a acidez titulável (AT), no processamento em escala piloto e no estudo da vida de prateleira (VP) de caldo de cana estocado sob refrigeração. Utilizando-se um delineamento central composto rotacional, com onze formulações de caldo de cana, investigou-se o ratio da formulação que resultou em melhor aceitação sensorial, em uma ampla faixa de SS (13,1 a 25,9 ºBrix) e de AT (0,02 a 0,09 % de ácido cítrico). Determinada a melhor formulação, processaram-se três lotes de caldo de cana padronizado (L1, L2 e L3). A estabilização da bebida foi baseada na seguinte combinação de métodos térmicos e não térmicos: acidificação, pasteurização (95 ºC/ 30 s), envase asséptico em garrafas de polietileno tereftalato (PET) e estocagem refrigerada. Testes físico-químicos, microbiológicos e enzimáticos, incluindo-se a determinação da atividade da peroxidase (POD) e da polifenoloxidase (PPO) foram realizados na bebida in natura e recém-processada (tempo zero da VP). Para o estudo da VP do caldo de cana padronizado pasteurizado, as amostras, em todos os lotes processados, foram fracionadas e estocadas nas temperaturas de 4...

Long-term orange juice consumption is associated with low LDL-cholesterol and apolipoprotein B in normal and moderately hypercholesterolemic subjects

Aptekmann, Nancy P.; Cesar, Thais B.
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.16%
Abstract. Background: This study investigated the hypothesis that long-term orange juice consumption (≥ 12 months) was associated with low risk factors for cardiovascular disease in adult men and women with normal and moderately high cholesterol blood levels. Methods. The sample consisted of 103 men (18-66 y) and 26 women (18-65 y); all were employees of an orange juice factory with daily access to free orange juice. The results showed that 41% of the individuals consumed 2 cups (480 mL) of orange juice per day for at least twelve months, while 59% of the volunteers are non-consumers of orange juice. Results: Orange juice consumers with normal serum lipid levels had significantly lower total cholesterol (-11%, p <0.001), LDL-cholesterol (-18%, p < 0.001), apolipoprotein B (apo B) (-12%, p < 0.01) and LDL/HDL ratio (-12%, p < 0.04) in comparison to non-consumers, as did the consumers with moderate hypercholesterolemia: lower total cholesterol (-5%, p <0.02), LDL-cholesterol (-12%, p <0.03), apolipoprotein B (-12%, p <0.01) and LDL/HDL ratio (-16%, p <0.05) in comparison the non-consumers counterparts. Serum levels of homocysteine, HDL- cholesterol and apolipoprotein A-1, body composition and the dietary intake of food energy and macronutrients did not differ among orange juice consumers and non-consumers...

Isolamento e identificação de Alicyclobacilus acidoterrestris a partir de sucos de maracuja e abacaxi pasteurizados, e determinação da resistencia termica de seus esporos; Isolation and identification of Alicyclobacilus acidoterrestris from passion fruit and pineapple juice pasteurized, and determining the thermal resistance of its spores

Ivana Cristina Spolidorio Mc Knight
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
Alicyclobacillus acidoterrestris, uma bactéria termoacidófila esporogênica, recentemente tem sido relacionada com problemas de deterioração em sucos de frutas pasteurizados. Devido a alta resistência térmica de seus esporos, sobrevivem aos tratamentos de pasteurização. A deterioração é descrita pela produção de odor desagradável, semelhante a desinfetante, não ocorre produção de gás e raramente há formação de sedimentos no suco. O objetivo deste trabalho foi o de estabelecer uma metodologia de isolamento para Alicyclobacillus acidoterrestris em suco de maracujá e suco de abacaxi, identificar as cepas isoladas e determinar a resistência térmica destes isolados nos sucos. Suspensões de esporos da cultura padrão A. acidoterrestris DSM 2498 foram submetidas a tratamentos térmicos 60°C/60min, 60°C/30min, 70°C/20min, 80°C/5,10 e 30 min e ebulição por 5 min, para determinar a melhor condição de ativação dos esporos em suco de maracujá e abacaxi, separadamente. O melhor tratamento para a ativação nos dois sucos estudados foi o de 70°C/20 min. Foi determinado o tempo de enriquecimento para o isolamento de esporos de A. acidoterrestris a partir de amostras de suco de maracujá e abacaxi experimentalmente contaminadas com a cepa padrão DSM 2498. O melhor tempo de enriquecimento varia com o suco...

Efeito de diferentes aromas citricos sobre a qualidade e estabilidade sensoriais de suco de laranja pronto para beber.; Effect of different citrus aromas on sensory quality and stability of ready-to-drink orange juice.

Selma Bergara Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Para a recuperação do aroma e sabor de fruta fresca ao suco industrializado, subprodutos do processamento do suco de laranja, como óleo essencial e essências aquosa e oleosa, são normalmente reincorporados ao produto processado. A adição de cada um desses subprodutos confere ao produto final qualidade e estabilidade sensoriais distintas. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a qualidade e estabilidade sensoriais do suco de laranja reconstituído, produzido com laranjas de variedades brasileiras e aromatizado com quatro diferentes aromas naturais de laranja, quais sejam: I - óleo essencial; II - frações destiladas de essência oleosa (oil phase); III - aroma formulado contendo frações destiladas de óleo essencial e de essência oleosa; e, IV - aroma formulado contendo frações destiladas de óleo essencial, frações destiladas de essência oleosa e de essência aquosa (water phase). Assim, esta pesquisa consistiu em quatro etapas, a saber: avaliação do impacto dos quatro aromas naturais sobre a aceitação e perfil sensorial do suco de laranja pronto para beber em condições pré-processamento térmico; avaliação da estabilidade sensorial dos aromas naturais ao processamento térmico do suco; avaliação do impacto dos aromas naturais sobre a estabilidade sensorial do suco pronto para beber durante o armazenamento da bebida e...

Avaliação da influencia do grau de maturação do fruto citrico na composição quimica e sensorial de refrigerantes, refrescos, e energeticos a base de suco de laranja.; Evaluation of the influence of the degree of maturation of the citric fruit in the chemical and sensorial composition of cooling, refreshments, and energy to the orange juice base.

Mario Benassi Junior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
Foram formuladas três tipos de bebidas cítricas: Refrigerante, Refresco e Energético, e avaliada a influência do nível de maturação do suco na qualidade final dessas formulações. O Refrigerante foi formulado com 10 % de suco, em 5 diferentes níveis de maturação, com relação Brix/Acidez ("Ratio") de: 8, 10, 12, 14 e 17. Os Refrescos foram formulados com 30 % de suco, oriundo de níveis de ?Ratio? 10 e 17, e com três diferentes níveis de acidez (ácido cítrico): 0,75%, 0.55%, 0,35%, gerando bebidas com níveis finais de "Ratio" de 14, 19 e 30, totalizando seis tratamentos. Os Energéticos foram formulados com 2 % de suco, em níveis de ?Ratio? de 10 e 17, e três níveis de estabilizante (goma xanthana) 0,04%, 0,05% e 0,06%, totalizando seis tratamentos. Nessas bebidas, e no suco concentrado utilizado como matéria prima, foram realizadas as seguintes determinações físico-químicas: viscosidade, cor (Hunter -L, a, b), opacidade, ácido ascórbico, pH, pectina, prolina, atividade de pectinesterase, cinzas, e minerais (N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn, Zn, Na, Al), em triplicata, além disso as bebidas foram avaliadas através de análise sensorial, composta de um teste de aceitação, com escala não estruturada de 0 a 9 (desgostei muitíssimo...

Microfiltração tangencial do caldo de cana-de-açúcar : avaliação da influência da temperatura e da pressão transmembrana e comparação em relação ao processo de clarificaçaõ convencional; Tangential microfiltration of sugarcane juice : evaluation of the influence of temperature and transmembrane pressure ad comparison n relation to the process of conventional clarification

Reinaldo Eduardo Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Caldo de cana-de-açúcar foi submetido a dois tipos diferentes de tratamentos clarificantes ¿ convencional e microfiltração. O tratamento convencional foi aplicado ao caldo controle (a 14 °Brix), baseado no aquecimento (30, 40, 50 ou 60°C), calagem até pH 7,2, ebulição,adição de polímero e decantação. A microfiltração seguiu um planejamento fatorial completo, com 11 ensaios. As variáveis independentes foram temperatura e pressão transmembrana, que variaram entre 25,9 e 54,1°C e entre 1,8 e 3,2 bar, respectivamente. O caldo para a microfiltração também foi ajustado para 14 °Brix. As respostas avaliadas foram: fluxo acumulado de permeado; e resistências (membrana, fouling, polarização da concentração/camada polarizada e total). Um experimento com caldo controle (sem ajuste prévio de pH) e outro com ajuste prévio (pH = 7,2) também foram avaliados, sob as mesmas condições. Os caldos clarificados por processo convencional e os permeados e retentados por microfiltração foram comparados em relação a diferentes propriedades físico-químicas. A teoria de renovação de superfície foi testada para o caldo de cana; e alterações no tratamento industrial do caldo foram sugeridas. Os caldos clarificados sob diferentes temperaturas apresentaram diferenças mínimas entre si ou em relação ao controle...

Dinâmica da perda e formação de compostos voláteis durante a concentração de suco de caju (Anacardium Occidentale L.) e impacto sobre o perfil sensorial da bebida; Dynamics of the losses and formation of volatile compounds during the concentration of cashew-apple juice (Anacardium Occidental L.) and impact on the sensory profile of the beverage

Aline Camarão Telles Biasoto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
O suco concentrado de caju apresenta grande potencial de mercado, mas tem sua receptividade prejudicada em decorrência da perda, por evaporação ou degradação, de compostos voláteis importantes para o aroma e sabor da bebida. Os objetivos desta pesquisa foram: conhecer a dinâmica da perda e formação de voláteis durante a concentração do suco de caju por evaporação, avaliar o impacto dessas alterações sobre o perfil sensorial da bebida ao longo do processo de concentração, e identificar a importância odorífera dos voláteis perdidos e formados. Suco fresco de caju (clone CCP76) foi concentrado de 10,3°Brix a 42,1°Brix em evaporador piloto tipo termo-sifão, operando em sistema fechado, com vácuo de 700mmHg e com vapor a 110oC. Ao longo do processo de concentração cinco amostras de suco foram recolhidas. Seus teores de sólidos solúveis foram de 11,8°Brix, 14,9°Brix, 20,2°Brix, 29,6°Brix e 42,1°Brix. Os voláteis do suco fresco e das cinco amostras de suco concentrado foram extraídos por método de enriquecimento dos vapores do headspace em armadilha contendo polímero poroso (Porapak®), procedendo-se duas horas de captura sob vácuo de 70mmHg, e eluição dos voláteis capturados em acetona. Os voláteis foram identificados por cromatografia gasosa-espectrometria de massas (CG-EM) e quantificados por padronização externa...

Total polyphenol content and antioxidant activity of commercial Noni (Morinda citrifolia L.) juice and its components

Bramorski,Adriana; Cherem,Adriana da Rosa; Marmentini,Chaiana Paula; Torresani,Joseane; Mezadri,Tatiana; Costa,Andréa de Almeida Silva
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
37.15%
The plant Morinda citrifolia L. (noni) has been the focus of many recent studies due to its potential effects on treatment and prevention of several diseases. However, there are few in vivo and in vitro studies concerning its composition and antioxidant capacity. The aim of the present study was to determine the total polyphenol content (TPC) and antioxidant capacity of a juice commercialized as noni juice, but containing grape, blueberry and noni fruits. Commercial noni juice was compared against its separate constituents of blueberry and grape juice. Folin-Ciocalteu and DPPH• methods were used to determine the concentration of total polyphenol content and antioxidant activity, respectively. Commercial noni juice presented higher values of TPC (91.90 mg of gallic acid/100 mL juice) and antioxidant activity (5.85 mmol/L) compared to its 5% diluted constituents. Concentrated blueberry juice presented higher TPC and antioxidant activity than the other juices analyzed. Considering that the blueberry and grape juices account for only 10% in the composition of commercial noni juice, it can be inferred that these two components contribute significantly to the antioxidant activity. Therefore, additional studies are necessary in order to elucidate the contribution of the noni juice as an antioxidant.

Phenolic extraction and juice expression during white wine production.

Nordestgaard, Simon Jonathan
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011
Relevância na Pesquisa
37.13%
Phenolic compounds are important constituents of white wine that can impart bitterness and astringency and influence stability and colour. The specific types and concentrations of phenolic compounds vary between the different grape tissues. For example grape skins contain much higher concentrations of phenolics than grape pulp. Consequently, grape processing techniques, particularly the method by which juice is expressed, can influence the phenolic profile of white wines. Concerns of elevated phenolic levels tend to lead to conservative practices such as limiting the time between machine harvesting and winery processing, and the use of relatively expensive batch draining and pressing equipment. Phenolic extraction during pomace contact, such as might occur after machine harvesting prior to winery processing, was investigated at a controlled laboratory scale. Contact time significantly increased phenolic extraction as did the fraction of broken berries. However, given the uncertainty in the amount of berry breakage in industrial practice, full scale transport trials should be performed by wineries where economic advantage could be gained from relaxing restriction on times between harvesting and winery processing. Techniques used for white grape juice expression both now and in the past were critically reviewed and winery sampling was performed to develop a practical understanding of operational issues. For the expression of juice from white grapes...

Avaliação quantitativa do risco da patulina em suco de maçã; Quantitative risk assessment of patulin in apple juice

Anderson de Souza Sant'Ana
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.23%
A patulina é uma micotoxina produzida por fungos pertencentes aos gêneros Penicillium, Aspergillus e Byssochlamys. Penicillium expansum se destaca por ser potencial produtor de patulina nas maçãs, enquanto Byssochlamys nivea e B.fulva se destacam pela potencial produção desta micotoxina em sucos de maçãs pasteurizados. À patulina tem sido atribuídos diversos efeitos agudos e crônicos adversos à saúde humana. No presente estudo determinou-se quantitativamente o risco dos níveis de patulina no suco de maçã ultrapassar o limite de 50ppb estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e a probabilidade de produção da patulina por bolores termoresistentes sobreviventes à pasteurização do produto. Para isto, i) avaliou-se a ocorrência de bolores termoresistentes e patulina em amostras pertencentes à 5 diferentes lotes de suco de maçã provenientes de uma unidade produtora localizada no sudeste do Brasil; ii) avaliou-se a capacidade de produção da patulina por cepas de B.fulva (IOC 4518) e B.nivea (ATCC 24008 e FRR 4421) em suco de maçã armazenado à 21ºC e à 30ºC (consideradas temperaturas médias anuais das regiões tropicais e subtropicais do Brasil); iii) determinou-se a cepa Byssochlamys produtora de patulina mais termoresistente dentre as três estudadas...

Pigmentos, vitamina A e outras propriedades físicas, químicas e sensoriais de suco de caju e marcujá; Pigments, vitamin A and other physical properties, chemical and sensory properties of cashew juice and marcuja

Heloisa Mascia Cecchi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Formato: application/pdf
PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
O presente trabalho visa â caracterização de sucos tropicais tipicamente brasileiros, no caso, caju e maracujá, através de um estudo das propriedades físicas, químicas e organolépticas. Os sucos dessas frutas, além da importância no consumo interno, pois são de baixo custo, poderiam trazer mais divisas ao País, com a exportação para diversas partes do mundo. O estudo foi dividido em 2 partes: (1) determinação da composição qualitativa e quantitativa de carotenóides e valor de vitamina A de sucos processados e não processados; e (2) comparação de sucos clarificados e não-clarificados através das propriedades sensoriais e das características físicas e químicas, comumente estudadas em sucos como sólidos solúveis, pH, acidez total, açúcares totais e redutores, ácido ascórbico e taninos, além do conteúdo de carotenóides. A identificação dos carotenóides foi feita através dos espectros de absorção, ordem de saída na coluna cromatográfica, valores de Rf em cromatografia em camada delgada e, em alguns casos, reações químicas específicas. A quantificação realizou-se por meio da absorção máxima, aplicando-se a lei de Beer. A composição qualitativa de carotenóides não variou entre os sucos processados e não-processados...

Increase of Antioxidant Activity of Tomato Juice Upon Functionalisation with Vegetable Byproduct Extracts

Larrosa, Mar; Llorach, Rafael; Espín de Gea, Juan Carlos; Tomás Barberán, Francisco
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artículo Formato: 259768 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
37.13%
11 pages, 3 figures, 5 tables.; Phenolic-enriched extracts from blanched artichoke (BA), artichoke blanching waters (ABW), cauliflower (CA), carrot (CR), celery (CE) and onion (ON) byproducts were used to ‘functionalise’ tomato juice. The antioxidant activity of functional tomato juice significantly increased over control juice according to a set of in vitro antioxidant assays (i.e. inhibition of lipid peroxidation determined by the ferric thiocyanate method and scavenging of both ABTS•+ and DPPH• free radicals). A trained sensory evaluation panel determined the maximal allowed byproduct extract concentration in the functionalisation of tomato juice without modifying its natural sensory properties (mg extract/mL tomato juice): 2.5, 5, 10, 10, 10 and 20 for CA, ON, BA, ABW, CE and CR, respectively. The maximum antioxidant activity (within consumers' acceptance limits and measured by the ABTS•+ method) was increased 5.4-, 3.4-, 2.5-, 1.7-, 1.5- and 0.6-fold over the control when functional tomato juice was assayed after modification with ABW, BA, CR, ON, CE and CA, respectively. A serving of functional tomato juice (250 mL) containing vegetable extracts (within consumers' acceptance limits) provides an additional intake of phenolic compounds which can range from 22 mg (when functionalised with CA extract) to 300 mg (with BA extract). In the light of the above investigations...

The potent in vitro antioxidant ellagitannins from pomegranate juice are metabolised into bioavailable but poor antioxidant hydroxy–6H–dibenzopyran–6– one derivatives by the colonic microflora of healthy humans

Cerdá, Begoña; Espín de Gea, Juan Carlos; Parra, S.; Martínez, P.; Tomás Barberán, Francisco
Fonte: Springer Publicador: Springer
Tipo: Artículo Formato: 259768 bytes; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
37.15%
16 pages, 3 tables, 7 figures.-- Online version published Jan 2004.; [Background]: The antiatherogenic activity of pomegranate juice has been attributed to its antioxidant polyphenols. The most potent in vitro antioxidant polyphenol from this juice is the ellagitannin punicalagin. However, the bioavailability of ellagitannins, including punicalagin, has not been previously described in humans.; [Aim of the study]: The present work aims to evaluate, in healthy humans, the bioavailability and metabolism of pomegranate juice ellagitannins, to assess their effect on several blood parameters (including cardiovascular risk disease markers) and to compare the antioxidant activity of punicalagin with that of the in vivo generated metabolites.; [Design]: Six healthy subjects (four men and two women) consumed 1 L of pomegranate juice daily (5.58 g/L polyphenols, including 4.37 g/L punicalagin isomers) for 5 days. The polyphenols and the in vivo generated metabolites were measured by HPLC–DAD–MS–MS. Fourteen haematological and twenty serobiochemical parameters including LDL, HDL and VLDL as well as cholesterol and triglycerides in each lipoprotein were evaluated. In vitro antioxidant activity of plasma (ABTS and FRAP assays) and urine (ABTS and DPPH) were determined.; [Results]: Neither punicalagin nor ellagic acid present in the juice were detected in both plasma and urine. Three microbial ellagitannin-derived metabolites were detected: 3...

Total polyphenol content and antioxidant activity of commercial Noni (Morinda citrifolia L.) juice and its components

Bramorski, Adriana; Cherem, Adriana da Rosa; Marmentini, Chaiana Paula; Torresani, Joseane; Mezadri, Tatiana; Costa, Andréa de Almeida Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
37.15%
A planta Morinda citrifolia L. tem sido objeto de muitas pesquisas decorrente de seus efeitos benéficos no tratamento e prevenção de muitas doenças. No entanto, são escassos os estudos in vivo e in vitro sobre os compostos presentes e sua capacidade de atuar como antioxidante. Objetivou-se com este trabalho determinar o índice de polifenóis totais (IPT) e a capacidade antioxidante do suco de noni comercial, constituído de uva, mirtilo e a fruta do noni. O suco de noni comercial foi comparado com seus constituintes (mirtilo e suco de uva) separadamente. Os métodos Folin-Ciocalteu e DPPH• foram utilizados para determinar a concentração de polifenóis totais e capacidade antioxidante, respectivamente. O suco de noni apresentou valores superiores de IPT (91,90 mg ácido gálico/100 mL de suco) e atividade antioxidante (5,85 mmol/L) quando comparado aos seus constituintes diluídos a 5%. O suco de mirtilo, na sua forma concentrada, apresentou IPT e atividade antioxidante superior aos demais sucos. Considerando que os sucos de mirtilo e de uva representam apenas 10% na composição do suco de noni, pode-se inferir que estes dois constituintes contribuem de forma significativa para a atividade antioxidante. Assim, estudos adicionais são necessários para elucidar a contribuição do suco de noni como sequestrador de radicais livres.; The plant Morinda citrifolia L. (noni) has been the focus of many recent studies due to its potential effects on treatment and prevention of several diseases. However...

In vitro and in vivo study of effect of lemon juice on urinary lithogenesis

Oussama,Abdelkhalek; Touhami,Mohamed; Mbarki,Mohamed
Fonte: Archivos Españoles de Urología (Ed. impresa) Publicador: Archivos Españoles de Urología (Ed. impresa)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
37.15%
OBJECTIVES: The diversity of experimental results obtained in the study of the effect of citrus juice on urinary lithogenicity moved us to study the effect of these substances in vitro and in-vivo. The in-vitro study is based on the turbidimetric method on calcium oxalate crystallization. In vivo, we studied the effect of lemon juice consumption on urinary chemistry and we tested it on calcium oxalate crystallization in natural urine. METHODS: The formation of crystals is induced by the addition of the oxalate and calcium solution. Optical density (OD) is measured in a closed system at physiological conditions. The effects of the various juices of lemon, was evaluated by the addition of 50 ml of juice. A male volunteer with no history of kidney stone participated in this study, by lemon juice ingestion. The pH, concentration of oxalate, calcium and citrate were determined before and after ingestion and urine was freshly analyzed by microscopy. RESULTS AND CONCLUSIONS: In synthetic urine, the inhibition rate of calcium oxalate crystallization increases gradually with the lemon juice concentration. In natural urine, we noted that the kinetics of crystallization of calcium oxalate, before and after ingestion of lemon juice, are comparable. In vivo...

Green juice as a protector against reactive species in rats

Oliveira,Pathise S.; Saccon,Tatiana D.; da Silva,Tatiane M.; Costa,Marcelo Z.; Dutra,Filipe S. P.; Vasconcelos,Alana de; Lencina,Claiton L.; Stefanello,Francieli M.; Barschak,Alethéa G.
Fonte: Nutrición Hospitalaria Publicador: Nutrición Hospitalaria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/10/2013 ENG
Relevância na Pesquisa
37.19%
Introduction: Green juice is popularly known for introducing antioxidants, improving intestinal function and reducing weight gain. Objectives: In the present study we determine the antioxidant effect of green juice comparing it with orange juice. Methods: Rats were divided into three experimental groups and submitted to supplementation for 15 days: the (GJ) group received green juice, the (OJ) group received orange juice and the control group received water. We evaluated the antioxidant activity and total phenolic content of green and orange juices, as well as rat weight gain. We also investigated some oxidative stress parameters, namely thiobarbituric acid-reactive substances (TBARS), superoxide dismutase and catalase in rat cerebral cortex. Results and discussion: Results showed that GJ had significantly less weight gain than the control group. With respect to antioxidant activity screening, the remaining percentage of DPPH at dilutions 1:10, 1:100 and 1:1000 of green juice was 22.8%, 58% and 78%, and orange juice, at the same dilutions, was 5.6%, 5.6% and 77.2%, respectively. The ability of juices to reduce the ABTS radical was 3.5 mmol trolox/L for green juice and 5.2 mmol trolox/L for orange juice. Additionally, the green juice did not present any difference in total phenolic acid content when compared to orange juice. TBARS were reduced in GJ and OJ. Besides...