Página 1 dos resultados de 36 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Intoxicações fatais no Arquipélago da Madeira associadas ao pesticida metomil

Pereira, Olívia R.; Joaquim, João José; Proença, Paula
Fonte: Escola Superior das Tecnologias da Saúde de Lisboa Publicador: Escola Superior das Tecnologias da Saúde de Lisboa
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
O metomil (Lannate L e Methomex 20 SL) é um insecticida carbamato utilizado essencialmente na agricultura para protecção de diversas culturas, nomeadamente tabaco, algodão, bananeira, milho, tomate, macieira e pereira. No entanto, apresenta uma elevada toxicidade para o Homem, facto que o torna responsável por um elevado número de intoxicações agudas, muitas delas fatais. O mecanismo de acção do pesticida encontra-se associado à inibição reversível da acetilcolinesterase, enzima fundamental do Sistema Nervoso Central. Os sintomas podem variar desde uma simples irritação cutânea e das mucosas até à morte por depressão do centro respiratório. Vários estudos concluem que a dose letal para o Homem é de aproximadamente 12 a 15 mg/kg. O presente trabalho tem como objectivo a avaliação do número de intoxicações fatais em indivíduos residentes no Arquipélago da Madeira associadas à ingestão do carbamato metomil, nos anos de 2003 e 2004. Na amostra foram incluídos todos os indivíduos falecidos nos anos de 2003 e 2004 e cujas amostras foram enviadas pelo Tribunal Judicial da Comarca do Funchal para o Serviço de Toxicologia Forense da Delegação de Coimbra, do Instituto Nacional de Medicina Legal (INML), onde se procedeu à detecção e confirmação de metomil...

"Desenvolvimento de uma matriz polimérica para incorporação e liberação controlada de papaína" ; "Development of a polymeric matrix for incorporation and controlled release of papain"

Zulli, Gislaine
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.56%
A papaína é uma enzima proteolítica extraída do látex das folhas e frutos do mamão verde adulto. Tem sido amplamente utilizada como agente debridante de escaras e cicatrizante de feridas. No entanto, apresenta baixa estabilidade, o que limita seu uso a formulações de manipulação extemporânea ou de curto prazo de validade. O objetivo deste trabalho foi incorporar a papaína em uma matriz polimérica de modo a obter um sistema de liberação controlada do fármaco. Polímeros de aplicação médica foram selecionados e inicialmente avaliados quanto à sua citotoxicidade. Os polímeros não-citotóxicos foram submetidos ao ensaio de irritação cutânea primária in vivo em animais, para avaliar sua capacidade de causar irritação na pele humana. Diversas membranas foram preparadas com os polímeros considerados adequados para aplicação biomédica para incorporação da papaína. As membranas preparadas com 2% de papaína foram selecionadas para serem submetidas ao ensaio de liberação com células de difusão de Franz. Parte dessas membranas foi irradiada com raios γ na dose de 25 kGy para esterilização do material. As membranas irradiadas e não-irradiadas foram testadas simultaneamente a fim de verificar se a radiação γ interferiria no perfil de liberação do fármaco. Os resultados do ensaio de liberação indicaram que o fármaco é liberado de maneira constante durante as 12 horas iniciais do experimento. A análise...

Teste de citotoxicidade 'in vitro' como alternativa ao teste 'in vivo' de Draize na avaliação de produtos cosméticos; In vitro citotoxicity test as an alternative to in vivo Draize test for the evaluation of cosmetic

Cruz, Aurea Silveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.51%
Os procedimentos descritos por Draize são a base dos testes de irritação ocular e cutânea adotados internacionalmente para avaliar produtos e substâncias. Entretanto, eles têm sido criticados por motivos éticos, devido à crueldade com os animais e, por isso, metodologias alternativas têm sido estudas para avaliar a toxicidade de produtos que entram em contato com o ser humano. Sendo assim, um estudo comparativo foi realizado entre testes de irritação ocular, cutânea e mucosa oral usando coelhos e testes in vitro pelos métodos de difusão em ágar e de captura do vermelho neutro, ambos usando as linhagens celulares NCTC clone 929, FPC-IAL e SIRC. Os cosméticos avaliados foram batons, bases faciais, pós compactos, blushes, sombras para os olhos, máscaras para os cílios, lápis ou delineadores para os olhos, e sabonetes líquidos de uso adulto e infantil. Os testes in vivo e as linhagens celulares utilizadas no método de difusão em ágar foram escolhidas de acordo com o local de uso dos produtos, com exceção da linhagem NCTC clone 929 que foi utilizada na avaliação de todas as amostras. Das 204 amostras, 141 foram avaliadas pelo teste de irritação cutânea e linhagem FPC-IAL, 80 pelo teste de irritação ocular e linhagem SIRC e 78 pelo teste de irritação de mucosa oral e linhagem FPC-IAL. Somente as amostras de sabonetes líquidos foram avaliadas também pelo método de captura do vermelho neutro com as três linhagens celulares. Na avaliação in vitro as amostras foram analisadas em diferentes concentrações e o parâmetro observado foi viabilidade celular com o corante vermelho neutro. Os resultados obtidos permitiram observar que as amostras positivas no método de difusão em ágar que apresentaram até índice de zona 3 ou seja...

Desenvolvimento e avaliação clínica dos efeitos de formulações dermocosméticas contendo dimetilaminoetanol ou acetil hexapeptídeo-3; Development and clinical evaluation of the effects of dermocosmetic formulations containing dimethylaminoetanol or acetyl hexapeptide-3.

Tadini, Kassandra Azevedo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.61%
O dimetilaminoetanol (DMAE) e o acetil hexapeptídeo-3 (AHP) vêm sendo utilizados em formulações dermocosméticas com finalidade antienvelhecimento. No entanto, há poucos trabalhos na literatura referentes aos efeitos dessas substâncias ativas no tecido cutâneo. Assim, o presente estudo tem por objetivos o desenvolvimento, a avaliação da estabilidade física, da segurança e da eficácia clínica de formulações dermocosméticas contendo DMAE e/ou AHP. Para tal, foram preparadas quatro formulações à base de ceras auto-emulsionantes compostas por álcool batílico e lecitina de soja ou ésteres de polietilenoglicol, estabilizadas por polímeros hidrofílicos (hidroxietilcelulose ou polímero de acrilato). Estas formulações foram acrescidas ou não (veículo) de 10% de uma solução a 0,05% de AHP e/ou de 9% de DMAE acetamidobenzoato e submetidas a testes preliminares de estabilidade. A seguir, foram realizados estudos de estabilidade por determinação do comportamento reológico, bem como uma análise sensorial. A formulação composta de ésteres de polietilenoglicol e polímero de acrilato (F4) apresentou melhor estabilidade e melhor sensorial e, assim, foi utilizada como veículo nos testes clínicos. Nesses testes avaliou-se a compatibilidade cutânea após uma única aplicação do produto na região das costas das voluntárias e a eficácia a curto (efeitos imediatos) e a longo prazo. Para a avaliação dos efeitos imediatos...

Desenvolvimento, caracterização e avaliação de sistemas microestruturados para veiculação de ácido retinóico na pele; Development, characterization and evaluation of microparticulate systems for skin delivery of retinoic acid

Lira, Ana Amélia Moreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.29%
Este trabalho propôe o desenvolvimento de micropartículas para veiculação deste fármaco na pele, aumentando a estabilidade da molécula e proporcionando uma liberação sustentada, o que resulta na otimização da terapia, visto que ocorre a redução dos efeitos colaterais. As micropartículas foram produzidas por três métodos diferentes, os dois primeiros utilizando a quitosana como polímero e o último utilizando uma associação de alginato com quitosana. As micropartículas de quitosana resultaram em interação do fármaco veiculado com o polímero e desta forma a sua utilização como sistema de liberação para veiculação do fármaco estudado foi descartada. As micropartículas de alginato/quitosana encapsularam efetivamente o fármaco, resultando em partículas irregulares com diâmetro médio de 148m. Elas apresentaram liberação sustentada do ácido retinóico por um período compatível com sua utilização tópica e por isso, parecem ser adequados para garantir estabilidade ao fármaco. Além disso, elas diminuíram a retenção do fármaco no estrato córneo quando comparado ao fármaco livre, mantendo seus níveis nas outras camadas mais profundas da pele. Esse direcionamento sítio-específico poderia diminuir a sua irritação dérmica...

Desenvolvimento e avaliação da incorporação e liberação de óleo de açaí em hidrogéis de poli(N-vinil-2-pirrolidona); Açaí oil development and evaluation of immobilization and release in poly (N-vinyl-pyrrolidone) hydrogels

Machado, Ana Carolina Henriques Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.29%
O açaí (Euterpe oleracea) é uma palmeira nativa do Brasil, distribuída por toda a bacia amazônica. Rico em ácidos graxos essenciais (principalmente o ácido oleico e o ácido linoleico), o óleo de açaí previne condições anormais da pele, como dermatites, escamações e ressecamento, e auxilia no processo de regeneração do tecido epitelial. Conhecendo-se os benefícios dos hidrogéis como curativos, esse trabalho objetivou desenvolver hidrogéis de poli(N-vinil-2- pirrolidona) (PVP) como um sistema de liberação de óleo de açaí para uso tópico em desordens cutâneas. Desconhecendo-se o comportamento do óleo de açaí frente à radiação, foi avaliada a composição de ácidos graxos do óleo antes e após ser submetido à radiação. Duas diferentes matrizes de hidrogel de PVP foram avaliadas quanto às suas características físicas e químicas por meio de ensaios de intumescimento, fração gel, propriedades mecânicas e citotoxicidade in vitro. As duas matrizes foram consideradas adequadas para serem utilizadas como sistema de liberação. Os dispositivos foram obtidos pela incorporação do óleo de açaí nas matrizes de hidrogel de PVP e submetidos aos ensaios de intumescimento, fração gel, propriedades mecânicas e citotoxicidade in vitro...

Emulsões à base de óleo de girassol (Helianthus annus L.) com cristal líquido: avaliação das propriedades físico-químicas e atividade cosmética; Emulsion composed by sunflower oil (Helianthus annus L.) with liquid crystals: evaluation of physical-chemical properties and cosmetic activity

Topan, José Fernando
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.29%
Emulsões são sistemas dispersos constituídos de pelo menos duas fases líquidas imiscíveis e um agente emulsificante para estabilização das mesmas. a fase dispersa destesw sistemas é conhecida como fase interna e o meio dispersante como fase externa, porém, são sistemas termodinamicamente instáveis. A presença de cirstais líquidos aumenta a estabilidade destas dispersões e além de alterar a viscosidade. São capazes de promover o encapsulamento de ativos, permitindo liberação sustentada, bem como a proteção dos fármacos foto- e termosensíveis. O óleo de girassol é uma interessante fase oleosa em uma emulsão, pois possui proprie3dades cicatrizantes devido à alta concentração de ácido linoléico e propriedades antioxidantes devido à presença de polifenóis e vitamina E Possuemaplicações em diferentes áreas como: cosméticos, alimentos, veículos de medicamentos e outros. Assim, os objetivos deste estudo foram desenvolver emulsões estáveis contendo cristais líquidos a partir da mistura de óleo de girassol (Helianthus annus L.) e mineral (vaselina líquida), caracterizá-las e avaliar a influência de diferentes ésteres graxos na formação dos cristais líquidos. As formulações foram desenvolvidas utilizando o método de diagrama e pseudo-diagrama ternário...

Desenvolvimento, caracterização, avaliação da estabilidade e da penetração cutânea de nanopartículas de ácido ursólico incorporadas em formulação cosmética; Development, characterization, evaluation of stability and skin penetration of ursolic acid nanoparticles incorporated in cosmetic formulation

Almeida, Mariana Mandelli de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.76%
A indústria cosmética tem investido em tecnologias inovadoras na busca de maior eficácia de seus produtos. A Nanotecnologia tem sido utilizada com o propósito de desenvolver formulações de menor risco de irritação cutânea e que promovam a liberação modificada do componente ativo. Este trabalho teve como objetivo geral desenvolvimento, caracterização e avaliação de nanopartículas de ácido ursólico incorporadas em formulação cosmética. Nesta pesquisa, para determinar a eficiência de encapsulação do AU (ácido ursólico) livre e nas nanopartículas poliméricas, foi validada uma metodologia que empregou a CLAE (Cromatografia em fase Líquida de Alta Eficiência) e os resultados obtidos indicaram boa reprodutibilidade do método e concordância entre os resultados obtidos, sendo a metodologia empregada na avaliação do AU livre e nanoparticulado. As nanopartículas contendo AU apresentaram características de potencial estabilidade química, obtendo eficiência de encapsulação de 80% de AU para as nanopartículas poliméricas e 100% para os carreadores lipídicos nanoestruturados. A caracterização físico-química das nanopartículas poliméricas contendo AU foi realizada determinando-se diâmetro da partícula (353...

Avaliação físico-química e tecnológica da fração saponosídica dos frutos de ilex paraguariensis A. St. Hil. : potencialidade como adjuvante espumógeno; Physico-chemical and technologycal avaliation of the saponins of Ilex paraguariensis A. St. Hil. fruits : potential adjuvant foaming

Canto, Gizele Scotti do
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47.06%
As saponinas são tensoativos naturais, caracterizadas principalmente por sua atividade espumógena. Ilex paraguariensis A. St. Hil, conhecida como "erva-mate", é uma espécie vegetal rica em saponinas e de importância econômica e cultural para este Estado. Estudos anteriores demonstraram que os frutos imaturos de I. paraguariensis, uma parte do vegetal sem valor comercial, apresenta teores mais elevados de saponinas que as folhas da erva-mate. O objetivo deste trabalho foi avaliar a potencialidade das saponinas dos frutos imaturos de I. paraguariensis como adjuvante espumógeno, sob o ponto de vista físico-químico e tecnológico, bem como a avaliação do potencial de irritação dérmica. Para isso, foram empregados um extrato bruto liofilizado (EXL) obtido por turbólise na proporção de 1:10 droga-solvente em etanol:água (40:60 v/v) como líquido extrator e dois produtos purificados ricos em saponinas, denominados Fr.7090 e P6, obtidos por um processo de fracionamento em fase sólida e eluição com metanol-água (método I) e por um processo de complexação com polímero polivinílico por contato direto (método II), respectivamente. Para a caracterização do perfil das saponinas e monitoramento de processos, foi desenvolvida uma metodologia analítica por CLAE em fase reversa C18...

Toxicidade dérmica e ocular do óleo essencial de orégano 3% (Origanum vulgare L.)

Schuch, Tatiana Larissa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
As formas alternativas de tratamento, como os fitoterápicos, vem ganhando espaço nessa busca pela melhor forma de combater enfermidades tanto na medicina humana, quanto na veterinária. Desde o inicio das civilizações, já se utilizava a fitoterapia como método terapêutico. No entanto, deve-se observar que a definição de medicamento fitoterápico é diferente de fitoterapia, pois não engloba o uso popular das plantas em si, mas sim seus extratos. Os medicamentos fitoterápicos são preparações técnicas elaboradas farmacologicamente a partir de princípios ativos extraídos de plantas medicinais. Do Origanum vulgare L., o orégano, é possível extrair importante óleo essencial, que possui compostos fenólicos, como timol, carvacrol, alfa-terpineol e gama-terpineol. O óleo essencial é responsável pela conhecida propriedade antimicrobiana, antifúngica e antioxidante. Sendo assim, apresenta grande potencial para desenvolver a partir dele um fitoterápico. A legislação brasileira sobre medicamentos que é de responsabilidade da ANVISA, que normatiza o registro de medicamentos fitoterápicos no Brasil, estabelece que deverá haver a comprovação de segurança de uso (toxicologia pré-clínica e clínica) e eficácia terapêutica (farmacologia pré-clínica...

Avaliação da irritação cutânea de hidrogéis de quitosana contendo capsaicinóides nanoencapsulados

Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
57.1%
Os sistemas nanoestruturados estão sendo cada vez mais pesquisados e estudados devido à necessidade cada vez maior de aperfeiçoar a ação de fármacos no organismo. Estes sistemas trazem diversas vantagens, tais como controlar a liberação de fármacos e possivelmente diminuir a irritação de substâncias irritantes quando aplicadas sobre a pele. A capsaicina, um fármaco analgésico usado no tratamento da dor de origem neuropática provoca irritação quando aplicada na via tópica. O uso de formulação comercial desta substância produz irritação nos usuários, motivo pelo qual muitos abandonam o tratamento. Uma alternativa promissora para a diminuição deste efeito indesejável na pele consiste da nanoencapsulação desse fármaco o que poderia aumentar a adesão ao tratamento. Portanto, esse trabalho avalia o poder irritante em humanos dessa nova formulação tópica composta de hidrogel de quitosana contendo nanocapsulas de capsaicina quando comparada com a formulação comercial e com uma fornulação semelhante contendo a capsaicina na forma livre (n=19 voluntários). Foram levantados dados qualitativos sobre a intensidade da sensação produzida nos voluntários e dados quantitativos do nível de eritema, pH e taxa de hidratação. Os dados foram avaliados por meio de estatística descritiva e ANOVA para medidas repetidas. Os resultados encontrados demonstram que a formulação desenvolvida com nanocapsula diminui significativamente o efeito irritante nos voluntários quando comparada com a formulação comercial e também se comparada a formulação livre...

Potencial antifúngico e toxicidade de óleos essenciais da família lamiaceae; Antifungal potential toxicity of essential oils and family lamiaceae

Santin, Rosema
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.47%
Plantas medicinais e óleos essenciais representam um importante papel na terapêutica, tanto na cura como também na prevenção de diferentes enfermidades, sendo esta prática medicinal uma das mais antigas formas de tratamento. Devido à utilização dos óleos essenciais na terapêutica e a importância do conhecimento do pontencial de toxicidade destes, objetivou-se: (i) identificar os principais componentes químicos dos óleos essenciais de Origanum vulgare (orégano), Origanum majorana (manjerona) e Rosmarinus officinalis (alecrim); (ii) avaliar a atividade antifúngica in vitro destes óleos essenciais frente a leveduras isoladas de animais hígidos e casos clínicos; (iii) avaliar a irritação/corrosão cutânea e ocular aguda dos três óleos essenciais e (iv) avaliar a sensibilização cutânea do óleo essencial de orégano. O material vegetal foi adquirido de distribuidor comercial e encaminhado para extração do óleo essencial por hidrodestilação em Clevenger e, para análise cromatográfica através da cromatografia gasosa. Para realização dos testes in vitro foi utilizado o método de microdiluição em caldo, documento M27A3 do Clinical and Laboratory Standards Institute (CLSI) com adaptações para fitofármacos e Malassezia pachydermatis. Os óleos essenciais de orégano...

Diminuição da irritação cutânea de capsaicina in vivo através da nanoencapsulação

Frank, L. A; Contri, Renata Vidor; Pohlmann, Adriana Raffin; Guterres, Silvia Stanisçuaski
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.77%

Avaliação do potencial de irritação cutânea e ocular de uma formulação inovadora obtida pela incorporação de nanocápsulas em hidrogel de quitosana

Contri, Renata Vidor; Frank, Luiza Abrahão; Pohlmann, Adriana Raffin; Schafer-Korting, Monika; Guterres, Silvia Stanisçuaski
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.77%

Desenvolvimento e estudo da estabilidade de gel com extrato de matricaria (L.) e avaliação da atividade antiinflamatória tópica comparada com gel de diclofenaco sódico

Queiroz, Maria Bernadete Rodrigues
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.79%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008.; A espécie vegetal Matricaria recutita L. (Asteraceae), conhecida popularmente por camomila, possui amplo uso na indústria de medicamentos, cosméticos e alimentos. Estudos realizados mostram que esta planta apresenta efeito antiinflamatório, espasmolítico, sedativo, antibacteriano e antifúngico atribuídos, sobretudo, a duas classes de compostos: terpenos e flavonóides. O objetivo deste trabalho foi desenvolver preparações semi-sólidas com extrato de camomila, utilizando um promotor de penetração, avaliando a atividade antiinflamatória tópica in vivo. Utilizou-se o capítulo floral da camomila para preparação do extrato pelo método de maceração com líquidos extratores como etanol 95% e propilenoglicol. Uma parteda solução extrativa etanólica de camomila foi concentrada, obtendo o extrato bruto de camomila. Todos os extratos preparados foram caracterizados por cromatografia em camada delgada utilizando como padrões: apigenina, quercetina e luteolina, flavonóides presentes na camomila. Empregaram-se três tipos de polímeros para preparação dos géis: o carbopol 940P, a hidroxietilcelulose (Natrosol® 250) e hidroxipropilmetilcelulose (HPMC) contendo a solução extrativa etanólica de camomila nas concentrações 3% e 5%. O extrato bruto de camomila...

Lipossomas de minoxidil para tratamento tópico da alopecia androgênica: desenvolvimento, caracterização e avaliação da permeação cutânea in vitro e in vivo

Barbosa, Círia Vieira
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
26.29%
A alopecia androgênica (AGA) é a mais comum das doenças crônicas dermatológicas e, entre os tratamentos utilizados para esta disfunção, o minoxidil (MNX) a 2% e 5% em soluções hidroalcoólicas tópicas apresenta sintomas relacionados à absorção sistêmica do fármaco, irritação do couro cabeludo devido ao álcool contido na formulação e retorno dos sintomas após interrupção do tratamento. O objetivo deste trabalho foi preparar, caracterizar e avaliar o perfil de liberação, a retenção no estrato córneo (EC) e nos folículos pilosos do MNX em lipossomas (LMNX) e destes lipossomas incorporados ao gel de hidroxipropilmetilcelulose (LMNX/HPMC). Estudos de estabilidade, difração de Raios-X (DR-X), espectroscopia no infravermelho (FTIR) e calorimetria diferencial exploratória (DSC) foram realizados para LMNX/HPMC (4 mg/mL). O perfil de liberação in vitro, retenção e permeação foi realizado em células de difusão de Franz, comparando-se às formulações LMNX e LMNX/HPMC a solução hidroalcoólica de MNX (20 mg/mL). A atividade promotora de crescimento capilar in vivo de LMNX/HPMC foi avaliada em ratos Wistar tratados por via tópica com os LMNX/HPMC e medicamento referência (Regaine®) a 2%. Análises de DR-X...

Desenvolvimento e caracterização de sistemas nanoestruturados contendo ácido ursólico: investigação da atividade citotóxica, antioxidante, anti-degradação da matriz celular, toxicidade e permeação cutânea ex-vivo e in vivo; Development and characterization of nanostructured systems containing ursolic acid: investigation of cytotoxic activity, antioxidant, anti degradation cellular matrix, toxicity and skin permeation ex-vivo and in vivo

Resende, Erika Crispim
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
O ácido ursólico (AU) é um composto triterpenoide pentacíclico que ocorre em grande variedade de plantas do Cerrado. Apresenta atividades anti-inflamatória, antioxidante, antitumoral e ação inibidora de enzimas responsáveis pelo envelhecimento cutâneo. Devido à sua reduzida hidrossolubilidade, a incorporação do AU em produtos de uso tópico representa um desafio farmacotécnico. Neste sentido, a produção de nanossistemas pode ser considerada uma alternativa promissora. O objetivo deste trabalho foi desenvolver e caracterizar sistemas nanoestruturados contendo AU, investigar a atividade citotóxica, antioxidante, antidegradação da matriz celular, toxicidade, avaliar o efeito de permeação cutânea ex vivo e in vivo do AU e verificar a eficácia no tratamento de manchas cutâneas e prevenção de rugas. Inicialmente o AU foi submetido aos ensaios de citotoxicidade em células B16-F10 e Balb/c 3T3 por MTT e em Balb/c 3T3 pela captação do corante vermelho neutro. A morfologia das células B16-F10 tratadas com AU foi avaliada através de coloração de Giemsa. A atividade antioxidante celular (AAC) do AU foi realizada em células NIH-3T3 pelo método de diclorofluoresceína. A capacidade do AU em inibir enzimas (elastase...

Encapsulação e caracterização de lipossomas contendo isotretinoína para aplicação dermatológica; Encapsulation and characterization of liposomes with isotretinoin for dermatological application

Milene Heloisa Martins
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.29%
Este trabalho teve como objetivos preparar, caracterizar, verificar a estabilidade e avaliar a permeação na pele e a irritação cutânea de formulações lipossomais contendo isotretinoína (ISOTN), destinadas ao tratamento dermatológico de casos severos de acne, com a finalidade de reduzir os efeitos adversos e a degradação do fármaco. As formulações lipossomais foram obtidas através da técnica de hidratação do filme lipídico seco. Foi observado que nos lipossomas constituídos apenas de fosfatidilcolinas saturadas (HPC) houve vazamento do fármaco inicialmente encapsulado. O máximo de encapsulação (> 98%), com aumento da fluidez das bicamadas lipídicas, foi obtido com as seguintes suspensões lipossomais: (a) mistura de HPC com 40% mol de surfatante insaturado Lipopeg 4DO (DO) - Lipo_HPC/DO; (b) mistura de HPC com 40% mol de fosfatidilcolinas insaturadas (PC) - Lipo_HPC/PC; (c) lipossomas contendo apenas PC - Lipo_PC; (d) mistura de PC com 20% mol de colesterol (Col) - Lipo_PC/Col e (e) mistura de PC com 10% mol de fosfatidilserina (PS) - Lipo_PC/PS. Devido ao elevado teor de encapsulação da ISOTN nestes lipossomas, foi desnecessário separar o fármaco não encapsulado. A razão molar ISOTN/lipídios foi ~0,026:1. Análises usando microscopia eletrônica de transmissão e de varredura das suspensões lipossomais confirmaram a estrutura lamelar e a geometria esférica dos lipossomas...

Nanoemulsions as vehicles for transdermal delivery of glycyrrhizin

Harwansh, Ranjit Kumar; Patra, Kartik Chandra; Pareta, Surendra Kumar; Singh, Jagadish; Rahman, Mohammed Akhlaquer
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
26.5%
O objetivo da investigação é avaliar uma nanoemulsão isotrópica termodinamicamente estável para a administração transdérmica da glicirrizina (GZ), com concentrações mínimas de tensoativo e co-tensoativo (Smix), que poderiam melhorar a sua solubilidade, a permeação e a estabilidade. Os diagramas pseudo-ternários de fase foram desenvolvidos e diversas nanoemulsões foram preparadas com óleo de soja como óleo, Span 80, Brij 35 como tensoativos e álcool isopropílico como co-tensoativo. As nanoemulsões que passaram por testes de estabilidade termodinâmica foram caracterizadas por pH, viscosidade, tamanho de gota e microscopia eletrônica de transmissão. A capacidade transdérmica da glicirrizina em passar através da pele de cadáver humano foi determinada por células de difusão de Franz. O perfil in vitro de permeação cutânea da formulação otimizada (NE2) foi comparada com a de gel convencional. Observou-se aumento significativo nos parâmetros de permeabilidade, como fluxo de equilíbrio (JSS) e coeficiente de permeabilidade (Kp) na formulação otimizado (NE2), que consistiu de 1% wt/wt de monoglicirrizinato de amônio (MAG), 32,4% de Span 80, 3,7% de Brij 35, 10% de álcool isopropílico, 46,5% de óleo de soja e 6...

Methods of acute biological assays in guinea-pigs for the study of toxicity and innocuity of drugs and chemicals

Ko, Gui Mi; Rosenkranz, Adela; Bertoncini, Clélia Rejane Antonio; Jurkiewicz, Neide Hyppolito; Franco, Mirian Ghiraldini; Jurkiewicz, Aron
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
37.11%
Descrevemos os testes usados em ensaios biológicos de curta duração para estudo de toxicidade e inocuidade de cosméticos, fármacos e outras substâncias químicas, feitos no Biotério Central/Cedeme da Unifesp, de 1986 a 2000. Testamos 602 amostras nos seguintes ensaios: 385 de irritação cutânea, 90 de irritação ocular (até 1995), 31 de toxicidade sistêmica por injeção, 26 de toxicidade oral aguda, 15 de toxicidade por aplicação intracutânea, 15 de sensibilização da pele, 15 de toxicidade de soros e vacinas de uso humano, 14 de toxicidade por implantação intramuscular, 7 de pirogênio, 2 de toxicidade dérmica aguda e 2 de irritação da mucosa. Os agentes testados foram: cosméticos e suas matérias-primas (42,0%), substâncias químicas industriais (32,9%), plásticos, borrachas e outros polímeros (15,9%), defensivos agrícolas (4,0%), medicamentos (2,7%) e vacinas (2,5%). Aqui daremos ênfase aos ensaios de irritação e sensibilização cutânea. Este trabalho foi feito inteiramente em biotério, em consonância com a idéia de que os biotérios em universidades, sem deixar de considerar os princípios éticos pertinentes e sem desconsiderar a presença de laboratórios para controles sanitário, genético...