Página 1 dos resultados de 125 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Diretrizes para avaliação de projetos e programas de investimento social privado ; Applicability of Joint Committee Program Evaluation Standards in Brazil

Marino, Eduardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
45.97%
Esta dissertação busca contribuir com a crescente demanda por parâmetros para o planejamento e a implementação de avaliação de projetos e programas sociais operados por organizações do terceiro setor com recursos advindos de doadores do setor privado no Brasil. Em muitos países, avaliadores têm-se organizado em associações profissionais, buscando fomentar pesquisas, discussões sobre best practices e definição de códigos de ética. Nos Estados Unidos, representantes da American Evaluation Association e de outras associações locais desenvolveram um conjunto de 30 Standards baseados em práticas generalizadamente aceitas para orientar o planejamento e para avaliar a qualidade de avaliações realizadas. Procurou-se verificar junto a um grupo de avaliadores e gerentes a aplicabilidade desses Standards no Brasil. Foram conduzidos cinco estudos de caso, considerando-se como “casos” processos de avaliação realizados por avaliadores externos. A maior parte dos 30 Standards foram aceitos como aplicáveis tal qual foram originalmente propostos. Alguns deles receberam sugestões de modificação em seus textos para melhor adequação ao contexto brasileiro. O estudo revelou que há no país um ambiente propício à sua utilização. Revelou também que o atributo de maior fragilidade dos casos estudados é o da “Utilidade”. A pesquisa aponta desafios e questões...

A governança de fundações e institutos empresariais: um estudo exploratório; Governance of corporate foundations and institutes: an exploratory study

Mindlin, Sergio Ephim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.04%
Esta tese tem o objetivo de estudar a governança de institutos e fundações criados por empresas para realização de investimento social privado. A participação da iniciativa privada no financiamento ou na realização de investimentos sociais, culturais e ambientais cresceu, no Brasil, especialmente desde o início da década de 1990. Algumas empresas, em número crescente, instituíram fundações e institutos com o propósito específico de gerenciar e executar essa atividade. Essa modalidade de investimento se desenvolveu num país que não conseguiu ainda superar a má distribuição de renda e os problemas dela decorrentes, apesar de ter crescido economicamente, ser classificado como um dos países de levado IDH e ter conseguido estabelecer um regime político democrático estável desde o final dos anos 80. Acreditase que essas fundações empresariais têm grande potencial de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental do país. É, portanto, importante que se possa entender quais fatores contribuem para que sejam eficazes e que se aprofunde o estudo da sua governança. Governança é conceituada como um conjunto de mecanismos de incentivo e controle utilizados para superar ou minimizar os chamados conflitos de agência...

Contribuição para a elaboração de diretrizes e estratégias para o investimento social privado em saúde, no Brasil; Contribution to the development of policies and strategies for private social investment in health in Brazil

Canel, Regina Célia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
96.49%
A Responsabilidade Social das Empresas (RSE) nasce a partir dos anos 1990, quando temas como direitos humanos e do trabalho, meio ambiente e Desenvolvimento Sustentável (DS) são discutidos entre os países membros das Nações Unidas. A partir daí foi criado um grande número de normas e instrumentos para consolidar a RSE e o DS, colocados como prática de gestão. Paralelamente, mudanças na economia global e na capacidade resolutiva do Estado com relação a questões sociais (como a Saúde), tornaram importante o papel social do setor privado, através de políticas e práticas de RSE e do Investimento Social Privado (ISP). A pesquisa se justifica pelo fato de que cabe ao setor público garantir a Saúde como um direito de todos e a definição de Políticas Públicas de Saúde e ao setor privado contribuir para que isso seja efetivado. Mas para que o setor privado contribua efetivamente, e tenha a Saúde como uma das metas da RSE e do ISP, ele necessita ser adequadamente abordado e ter suporte especializado na sua gestão, o que por sua vez pode tornar esses programas mais adequados às realidades locais nas quais as empresas estão inseridas ou dispostas a atuar. Complementarmente, esses programas de RSE podem contribuir para a sustentabilidade do próprio SUS. O presente trabalho tomou como questões específicas: a ampliação do conhecimento sobre a RSE e o ISP em Saúde e as suas linhas de ação; os contextos e as representações sociais dos atores envolvidos na definição...

Responsabilidade social e investimento social privado na empresa GTECH Brasil: estudo de caso

Carvalho, Mariângela Pinheiro de
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.4%
Esta dissertação traça uma trajetória, evitando, no entanto, uma linha evolucionista, dos termos e conceitos que foram usados no decorrer da história para identificar as intervenções das empresas em ações sociais, desde as atuações assistencialistas até a atuação direta em projetos, com criação de institutos e fundações ligados às empresas, compartilhando não só investimentos financeiros, mas conhecimento, tecnologia e mão de obra especializada. Mas, como veremos, só isso não é suficiente para que uma empresa seja caracterizada como socialmente responsável. Como parâmetro, será trabalhada a diferenciação entre responsabilidade social empresarial (RSE) e investimento social privado (ISP), usando as definições e modelos do Instituto Ethos de Responsabilidade Social e do Grupo de Institutos e Fundações e Empresas (GIFE), respectivamente. Como estudo de caso, será apresentada a GTECH Brasil, empresa multinacional do ramo de loterias online, que, para realizar ações sociais, criou o Instituto Gtech de Cidadania e Cultura (IGCC), em 2000. A empresa, fazendo uso da verba disponível de incentivo à cultura, com a Lei Rouanet, realizou um projeto corporativo de arte-educação, chamado Projeto Asa, que tinha por foco trabalhar com jovens de sete a 17 anos...

A internacionalização de investimentos sociais privados corporativos : uma análise de práticas de empresas multinacionais brasileiras

Zingano, Elisa Dihl
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.45%
No cenário de crescente envolvimento do setor privado em questões sociais públicas, em que a distinção entre o público e o privado torna-se cada vez mais tênue e empresas são conclamadas para a solução de demandas sociais, disseminam-se práticas de Responsabilidade Social Corporativa (RSC), e organizações multinacionais passam, gradativamente, a desenvolver iniciativas sociais além de suas fronteiras, enfrentando desafios inusitados. O Investimento Social Privado (ISP), que é definido na literatura brasileira como o repasse de recursos voluntários a projetos sociais e que representa a dimensão da RSC focada na comunidade e nas ações sociais voltadas ao interesse público (GIFE, 2013), vem se tornando objeto constante de pesquisas no Brasil. Dentre os desafios relacionados ao ISP, aponta-se a lacuna de estudos que analisem a internacionalização do Investimento Social Privado, fato este particularmente significativo visto que multinacionais brasileiras vêm expandindo suas práticas sociais para além das fronteiras do país (NOGUEIRA; SCHOMMER, 2009). Neste contexto, a presente pesquisa qualitativa e exploratória, realizada através de estudos de casos múltiplos em quatro representativas multinacionais brasileiras que investem socialmente em países estrangeiros nos quais mantêm atividades...

Neoliberalismo e hegemonia burguesa: ação social empresarial através dos Institutos Ethos de Responsabilidade Social Empresarial e Empresas e Gife (Grupos de Institutos, Fundações e Empresas)

Andrade, Luana Maria de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 191 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.96%
Pós-graduação em Ciências Sociais - FFC; In this dissertation, we analyze the strategies , discourses and actions of the Institutes Gife and Ethos to the social sphere . For this purpose, the analysis is focused on reasons why these two organizations of such magnitude, Gife and Ethos has been created in Brazil aiming at a distinct social entrepreneurs role associated to traditional philanthropy and welfare performed up to then. With this goal, have been analyzed both the historical conditions and key actors that made possible the raising of a new business activity expressed in the ideology of CSR and Private Social Investment policies. Thereto, due the 1980s political opening, entrepreneurs or fractions of the capitalists was forced to redefine their strategies of domination. They could not have the coercion as predominant element, requiring strategies to more consensual nature new political arrangements in this political framework. With the implementation of neoliberalism in the country, the social activism of entrepreneurs began gaining prominence and strength, since the state policy for the social area developed, particularly in the 1990s, through the shrinkage of state liability against social problems, allowing for the intervention of the private sector in this area . In this scenario...

Educação pública como nicho de investimento social privado

Lopes, Kátia de Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 249 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
56.17%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2010; No contexto da globalização do capital e mutações do neoliberalismo, Unesco e Banco Mundial se destacam na proposição de agendas políticas que enfatizam o engajamento de organizações privadas em redes. Apresentadas como facilitadoras da ação coletiva, da participação política, e de parcerias entre o público e o privado, as ações de redes criam fontes alternativas para aumentar o investimento social em educação. O objetivo geral do presente trabalho foi estudar os interesses subjacentes à formação de redes com vistas a discutir a sua atuação na produção de políticas públicas para educação. Realizamos pesquisa bibliográfica e análise documental para identificar nos documentos da Unesco e da rede Gife as diretrizes de constituição de redes e respectivas formas de atuação. Para descrever e analisar o modo como a rede Gife se constitui e opera, utilizamos a metodologia da Análise de Redes Sociais. Adotamos como referencial teórico, os estudos de Gramsci. A atualidade do pensamento de Gramsci está relacionada às contribuições de seu trabalho para análises articulada dos processos de produção e reprodução no capitalismo. Na tentativa de construir uma nova pedagogia da hegemonia...

O valor da diversidade racial nas empresas

Myers,Aaron
Fonte: Universidade Cândido Mendes Publicador: Universidade Cândido Mendes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
45.97%
Apesar de constituir quase metade da população brasileira, os afro-brasileiros são sub-representados nas empresas, em particular nos altos escalões. Algumas empresas no Brasil estão desenvolvendo iniciativas em favor da diversidade que visam à inclusão de afrodescendentes, entre outros grupos historicamente discriminados, no mercado de trabalho. Durante cinco meses, o autor desta comunicação investigou e entrevistou representantes desses programas de diversidade no Rio de Janeiro e em São Paulo. Serão apresentados os resultados de sua pesquisa, que analisa as estratégias, justificativas e impacto da promoção da diversidade racial no setor privado.

Responsabilidade social e investimento social privado: entre o discurso e a evidenciação

Milani Filho,Marco Antonio Figueiredo
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Departamento de Contabilidade e Atuária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
96.28%
Esta pesquisa objetivou investigar se as empresas que se declaram socialmente responsáveis divulgam informações financeiras específicas sobre os recursos gastos em benefício público (investimento social privado) e, também, verificar se há diferença significativa da dimensão desses gastos entre empresas cujos produtos estão associados a externalidades negativas e as organizações participantes do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). A amostra foi formada por 52 empresas, segregando-se em: 34 organizações participantes do ISE e 18 empresas das indústrias de fumo, bebidas alcoólicas e armas. Os dados foram obtidos dos relatórios anuais dos exercícios de 2005 e 2004, páginas eletrônicas e balanços sociais das respectivas empresas, do banco de dados eletrônicos da Bovespa e, ainda, de questionários enviados aos gestores cujas empresas não explicitavam, publicamente, seus projetos sociais. Os resultados apontaram que nem todas as organizações que declaram realizar investimentos sociais evidenciam tal fato. Na amostra, 11,8% das entidades componentes do ISE e 72,2% das organizações vinculadas a externalidades negativas, não divulgam informações financeiras sobre o valor de gastos sociais...

Investimento social das empresas: cooperação organizacional num espaço compartilhado

Schommer,Paula Chies
Fonte: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia Publicador: Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
46%
Este artigo é fruto de um estudo que busca identificar características de estruturas organizacionais através das quais empresas investem sistematicamente em ações voltadas para a comunidade no Brasil. Identifica também tipos de cooperação entre estruturas organizacionais de empresas e estruturas voltadas para a área social e elementos que influenciam esses tipos de cooperação. É um estudo exploratório, comparativo, de natureza qualitativa, que utiliza como referência vinte organizações integrantes do GIFE - Grupo de Institutos, Fundações e Empresas. Baseia-se em conceitos relacionados ao investimento social das empresas e às relações interorganizacionais de cooperação. Entre as conclusões, destaca-se que os modelos de atuação nessa área no Brasil caracterizam-se pela heterogeneidade e hibridismo, e estão em transformação, numa pluralidade de formas e relações característica do atual cenário organizacional. São exemplos claros da imprecisão dos limites entre público e privado e dos tipos diferenciados de organizações geradas no espaço de interação pelo bem comum. Identifica-se também que algumas condições devem ser desenvolvidas para que as virtudes das relações de cooperação interorganizacional sejam potencializadas.

A lógica do capital e do estado na provisão dos meios de consumo coletivo: uma experiência de responsabilidade social no campo da assistência à criança

Maria Saraiva, Joseana; Regia Fernandes Gehlen, Victoria (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.06%
Trata-se de um estudo que tem por objetivo apreender o significado e as tendências assumidas pelas iniciativas de responsabilidade social empresarial. Para compreensão dessa temática buscou-se uma explicação à luz da teoria da racionalidade econômica apontada por Lojkine, segundo a qual os serviços de assistência social se inserem entre as despesas que não tem retorno, na medida em que não criam valor, mas ao contrário, efetivam despesas de consumo supérfluas e, portanto, sem valor para o capital. Como não são criadores de valor, não interferem diretamente na produção de mais valia, embora estejam relacionados com processos indispensáveis à acumulação do capital. Utilizou-se na análise um enfoque qualitativo, privilegiando o estudo de caso, tendo como referência a experiência do Programa Florescer, exercício de responsabilidade social da Alimentos do Brasil, executada em parceria com a Universidade Federal Rural de Pernambuco e a Prefeitura Municipal, junto à rede de Educação Infantil. A partir da hipótese de trabalho e dos objetivos delimitados no estudo constituíram indicadores expressivos na análise do discurso o sentido político das ações e sua conseqüência para missão empresarial...

Responsabilidade social

Catarina, José alves
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
56.53%
Resumo: Esta pesquisa tem o propósito de analisar o investimento social privado de duas instituições bancárias com atuação no Brasil, sendo uma de capital nacional e a outra, de capital estrangeiro. Para tanto utiliza-se um referencial bibliográfico que permite inserir o investimento social privado no contexto da responsabilidade social empresarial. A metodologia empregada é a de estudo de casos, de caráter exploratório, com avaliação transversal e abordagem descritivo-qualitativa. Utiliza-se a técnica de análise temática para a construção de um quadro de análise com as seguintes categorias: Causas; Valores e Transparência; Planejamento e Gestão; Comunidade e Governo; e Meio Ambiente. Os resultados da análise sugerem que a herança da tradição da filosofia da matriz em apoiar projetos sociais representa o fator principal na caracterização do investimento social privado por parte da organização de capital estrangeiro, enquanto na organização de capital nacional a motivação do investimento social privado está ligada aos valores pessoais e à visão filantrópica de seu fundador, que ao longo dos anos foram sendo incorporados aos valores da instituição. Esta pesquisa tem o propósito de analisar o investimento social privado de duas instituições bancárias com atuação no Brasil...

Parcerias e pobreza no Brasil : as contradições dos arranjos realizados entre entidades governamentais e empresas privadas para combater a pobreza no Brasil dos últimos 20 anos

Beghin, Nathalie
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
45.96%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2009.; No Brasil, como no resto do mundo, tem crescido de forma significativa a realização, em caráter voluntário, de associações entre organizações governamentais e empresas privadas para combater a pobreza. São exemplos disso: a doação de alimentos de uma indústria para um programa público de combate à desnutrição infantil; a alocação de recursos de uma associação empresarial para a construção de cisternas no bojo de uma política governamental de convivência com o semiárido; o apoio financeiro de diversas empresas a programas oficiais de Educação de Jovens e Adultos (EJA); a participação de empresas em campanhas lideradas por entidades governamentais que visam eliminar o trabalho infantil e o trabalho escravo. Essas associações, chamadas de parcerias público-privadas do social (PPPs) – de acordo com a nomenclatura utilizada pelas Nações Unidas – inscrevem-se nos movimentos, globais e nacionais, de responsabilidade social das empresas (RSE) e de investimento social privado (ISP). As razões que explicam o crescimento desse fenômeno social são diversas e...

A importância do investimento social privado para manutenção dos programas e projetos do Bairro da Juventude dos Padres Rogacionistas, de Criciúma – SC

Santos, Daiane Bento dos
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.34%
Monografia apresentada ao Setor de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC, para obtenção do grau de Especialista em Gestão Empresarial.; O presente estudo demonstra a importância do Investimento Social Privado para manutenção dos programas e projetos do Bairro da Juventude de Criciúma-SC e consequentemente a redução dos problemas sociais do município. Para alcançar os objetivos propostos conceituam-se aqui o terceiro setor, as organizações sociais no Brasil, além da definição de problemas sociais e Investimento Social Privado. Mais do que a demonstração e definição, este estudo analisa a credibilidade e sustentabilidade das entidades do terceiro setor, além de realizar uma pesquisa, através de entrevista, com um percentual de empresas parceiras do Bairro da Juventude, que se tornou fundamental para o alcance dos resultados e conclusão deste estudo.

Educação, consenso que merece atenção; Education, consensus that deserves attention

Santos, Juliana Winkel Marques dos; Piza, Vania de Toledo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.12%
O educomunicador Fernando Rossetti, cofundador de projetos como Cidade Escola Aprendiz e a Rede CEP, em São Paulo, fala sobre o aumento do interesse dos setores governamentais eprivados em Educomunicação. Comenta ainda a maneira, por vezes contraditória, pela qual a própria escola ainda lida com aárea, assim como os efeitos do aumento do número de iniciativas em Educomunicação junto aos jovens e aos setores educacionale de investimento social privado.; The educommunicator Fernando Rossetti, co-founder of projects with the Cidade Escola Aprendiz [City School Apprentice] and Rede CEP [CEP Network], in Sao Paulo, talks on the increase of interest on Educommunication by public and private sectors. He comments the way, sometimes contradictory, by which school itself dealswith the area, as well the effects of the rise in the number of educommunication initiatives on youngs and educational andsocial private investments sectors.

As representações sociais de jovens participantes de projeto social de inserção no mercado de trabalho; Las representaciones sociales de jóvenes participantes de un proyecto social de inserción en el mercado de trabajo; Social representations of young participants in a social project for their inclusion in the labor market

Garay, Angela Beatriz Scheffer
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
55.96%
O presente estudo analisou, a partir de estudo de caso em empresa multinacional de destaque em responsabilidade social com projeto social voltado à inserção via trabalho, as representações sociais formadas pelos participantes sobre trabalho e futuro profissional. Foram entrevistados dois gestores e 26 participantes do projeto, incluindo ex-alunos, hoje empregados na empresa. A partir da compreensão do imaginário desses jovens, pode-se verificar que, para eles, a condição fundamental para a entrada no mercado de trabalho é ter ou não "atitude", condição que hoje já os diferencia de outros jovens de suas comunidades e que favorece o acesso a possibilidades de consumo, bem como amplia os círculos de convívio próximo. O trabalho adquire diferentes sentidos. A empresa é vista tanto como espaço de profissionalismo quanto como "uma família", interessada no futuro deles. Há todo um esforço de mobilização da subjetividade no sentido de aproximar o sonho dos jovens das possibilidades existentes na empresa; En este artículo se analizaron, a partir de un estudio de caso en una empresa multinacional de relieve en responsabilidad social con proyecto social orientado a la inserción a través del trabajo, las representaciones sociales formadas por los participantes sobre empleo y futuro profesional. Fueron entrevistados 2 gestores y 26 participantes del proyecto...

Responsabilidade social e investimento social privado: entre o discurso e a evidenciação; Social responsibility and private social investment: between discourse and disclosure

Milani Filho, Marco Antonio Figueiredo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2008 POR
Relevância na Pesquisa
96.32%
Esta pesquisa objetivou investigar se as empresas que se declaram socialmente responsáveis divulgam informações financeiras específicas sobre os recursos gastos em benefício público (investimento social privado) e, também, verificar se há diferença significativa da dimensão desses gastos entre empresas cujos produtos estão associados a externalidades negativas e as organizações participantes do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). A amostra foi formada por 52 empresas, segregando-se em: 34 organizações participantes do ISE e 18 empresas das indústrias de fumo, bebidas alcoólicas e armas. Os dados foram obtidos dos relatórios anuais dos exercícios de 2005 e 2004, páginas eletrônicas e balanços sociais das respectivas empresas, do banco de dados eletrônicos da Bovespa e, ainda, de questionários enviados aos gestores cujas empresas não explicitavam, publicamente, seus projetos sociais. Os resultados apontaram que nem todas as organizações que declaram realizar investimentos sociais evidenciam tal fato. Na amostra, 11,8% das entidades componentes do ISE e 72,2% das organizações vinculadas a externalidades negativas, não divulgam informações financeiras sobre o valor de gastos sociais...

Lições a aprender: a crise e os investimentos sociais

Fischer, Rosa Maria
Fonte: Universidade de São Paulo. Superintendência de Comunicação Social Publicador: Universidade de São Paulo. Superintendência de Comunicação Social
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/05/2010 POR
Relevância na Pesquisa
55.94%
Este artigo coloca as reflexões preliminares acerca de como a crise econômico-financeira de 2008 e 2009 repercutiu sobre as políticas de sustentabilidade empresarial, principalmente no vértice da responsabilidade social. Para alimentar essas análises, foram realizados levantamentos de opiniões e expectativas junto a gestores de empresas e de organizações da sociedade civil. Verificou-se que as medidas tomadas pelas empresas procuraram assegurar a sustentabilidade econômico-financeira do negócio e as estratégias focadas no meio ambiente. Já as ações sociais propriamente ditas, como as parcerias com organizações da sociedade civil, tiveram seus investimentos reduzidos e/ou temporariamente suspensos. Os empreendimentos sociais não estavam preparados para enfrentar a crise e ficaram vulnerabilizados em suas capacidades de captar recursos. Entretanto, ambos os levantamentos indicaram perspectivas otimistas para a retomada dos investimentos socioambientais, apoiadas em uma visão de rápida superação da crise no Brasil.; We present in this article some preliminary reflection on how the 2008-2009 economic crisis echoed on enterprise sustainability policies, mainly concerning actions of social responsibility. To feed this analysis...

INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS E INVESTIMENTOS SOCIAIS PRIVADOS: UMA RELAÇÃO INVERSA?; INTERNATIONALIZATION OF COMPANIES AND PRIVATE SOCIAL INVESTMENTS: AN INVERSE RELATION

Millani Filho, Marco Antonio Figueiredo; Universidade Presbiteriana Mackenzie UPM
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 31/08/2010 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
66.07%
This paper has investigated the relationship between the degree of internationalization of Brazilian companies and the disclosure on private social investments. This research was motivated by the assumption that the lower was the involvement with the local consumer market, the less the corporate social investment in the community. The sample was formed by 30 Brazilian companies more internationalized. Data on social investments were surveyed in the annual reports, web pages and social balance of the respective companies based on year 2007. The rate of internationalization followed the criteria defined by UNCTAD, which considers three variables of operations in the foreign market: total revenue, value of assets and number of employees. The data were correlated and the results showed a significant negative relationship, suggesting that there was a minor interest of the most internationalized in evidence of possible social actions aimed at local community, compared to less internationalized companies.; Esta pesquisa investigou a relação entre o grau de internacionalização de empresas brasileiras e a evidenciação de informações sobre investimentos sociais privados. Tal investigação foi motivada pela suposição de que...

Gestão do Investimento Social Privado em Projetos de Desenvolvimento Local – O Caso de uma Escola de Turismo no Estado do Espírito Santo; PRIVATE SOCIAL INVESTING MANAGEMENT IN LOCAL DEVELOPMENT PROJECTS- THE CASE OF A TOURISM SCHOOL IN THE STATE OF ESPÍRITO SANTO; PRIVATE SOCIAL INVESTING MANAGEMENT IN LOCAL DEVELOPMENT PROJECTS- THE CASE OF A TOURISM SCHOOL IN THE STATE OF ESPÍRITO SANTO

Alves, Juliane Aguilar de Castro; UFRJ; Ferraz, Fernando Toledo; FGV-Rio; Kamel, José Augusto; UFRJ
Fonte: Universidade Federal Fluminense - LATEC Publicador: Universidade Federal Fluminense - LATEC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
76.2%
O modelo de interação empresa-sociedade vem sendo rediscutido amplamente sob a ótica do desenvolvimento local sustentável, partindo da premissa de que nenhuma organização da sociedade civil, com fins lucrativos ou não, pode sobreviver em um ambiente instável e desigual. Ao mesmo tempo, as empresas têm assumido cada vez mais o papel de provedoras de bens comuns e têm sido chamadas à atuação social tanto pelas comunidades quanto pelo próprio governo. Diante desse cenário e num contexto em que o exercício da responsabilidade social empresarial deve contribuir para o desenvolvimento sustentável, a questão que se apresenta é como uma grande empresa poderá conciliar os interesses do seu negócio com as necessidades e expectativas do governo e das comunidades no seu entorno. Este trabalho teve por objetivo verificar a contribuição do investimento social privado para o desenvolvimento local por meio da atuação conjunta de uma grande empresa de energia e uma escola profissionalizante de turismo no município de Anchieta-ES. Para consecução do objetivo proposto optou-se pela pesquisa exploratória, de natureza qualitativa, delimitando a amostra originalmente em seis instituições cuja atuação é voltada proeminentemente ao fomento do desenvolvimento local em suas comunidades e chegando até o Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPES) e o projeto da Escola Família Turismo (EFTUR). Foram entrevistados os gestores das instituições selecionadas e profissionais que atuaram e/ou atuam como gestores de projetos sociais.; The business-society interaction model has been largely discussed from a sustainable local development perspective...