Página 1 dos resultados de 144 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Implantação de empreendimentos de base imobiliária por meio de fundos de investimento imobiliário: critérios de governança dos recursos financeiros para mitigação de riscos capaz de potencializar a captação de investimentos privados com car.; Development of new income producing properties through fundos de investimento imobiliario (real estate mutual funds): criteria of financial governance for risk mitigation to improve private investiments with small and medium savings.

Amato, Fernando Bontorim
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.85%
Com o crescimento da economia e a globalização dos mercados financeiros mundiais, produtos novos, formatados de uma maneira profissional que permitam ao investidor maior liquidez potencial, segurança no conceito de lastro imobiliário e rentabilidades atraentes, são, cada vez mais, o alvo dos investidores. A presente tese estabelece critérios de governança dos recursos aplicados pelos investidores em fundos imobiliários durante o ciclo de implantação do empreendimento, no intuito que seja possível proteger esses recursos até o momento no qual o empreendimento esteja em plenas condições operacionais para produzir resultados financeiros que remunerarão os mesmos investidores. Através desses critérios de governança, os empreendedores e demais agentes atuantes no segmento econômico do real estate poderão identificar quais os instrumentos mais adequados a serem associados às ofertas públicas de quotas de fundos imobiliários no intuito de atrair eficientemente a poupança acumulada de parte da sociedade, em especial, de pequenos e médios investidores. Nessa linha, a melhor aceitação no mercado deverá repercutir numa ampliação da quantidade de investidores e do volume de recursos captados.; With economy growth and globalization of world financial markets...

Fundos de investimento imobiliário - governança corporativa.; Real estate investment funds - corporate governance.

Ferreira, Fernanda Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.89%
Atualmente no Brasil, é possível observar um movimento no mercado dos FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário). Este movimento inclui desde alterações recentes na regulamentação, nos prospectos e regulamentos como alterações nos novos tipos que têm sido ofertados no mercado. Além disso, este mercado está em uma fase de grande expansão, no cenário nacional. O ambiente econômico nacional e internacional têm propiciado uma busca por alternativas de investimento, e o FII possui características muito relevantes. Em um mercado cada vez mais pulverizado e mais negociado em bolsa de valores, os critérios de Governança Corporativa se tornam peça fundamental para qualquer tipo de investimento, com seus diversos aspectos, representa transparência, equidade no tratamento e prestação de contas. Itens fundamentais requeridos pelo investidor atual, que busca diversificar seu risco em veículos de investimento transparentes e com retorno considerável. Diante do momento econômico do mercado, da movimentação dos FIIs e da relevância dos critérios de Governança Corporativa, surge o presente estudo. Analisando as alterações no ambiente de investimento FII, com base em seus prospectos, regulamentos e na própria regulamentação...

Investimento de longo prazo no mercado imobiliário brasileiro

Rodrigues, Martim Gross
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.94%
Este trabalho apresenta o estudo de um portfólio de investimento de longo prazo com fundos de renda variável, fundos de renda fixa, imóveis e taxa livre de risco. Para a previsão dos retornos foram utilizados dois modelos distintos e então estimados os portfólios com diferentes graus de aversão a risco e diferentes prazos de maturação. O trabalho conclui que o investimento imobiliário deve ter uma participação considerável na escolha do portfólio - o que varia entre 20% e 28% - e também que o custo de não utilizar o investimento imobiliário como ativo da carteira pode ser relevante – de 119 p.p. a 178 p.p. por ano. Os modelos são robustos a mudanças de grau de aversão a risco e ao modelo estatístico adotado.

Determinantes da rentabilidade dos fundos de investimento imobiliário no Brasil

Fiorini, Renato Maestre
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.97%
Esta dissertação busca identificar as características indicativas de desempenho superior de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) com quotas negociadas em bolsa. Desta maneira visa subsidiar um investidor leigo de quais informações o mesmo deve procurar em um prospecto de um fundo de investimento a fim de selecionar o seu fundo. Para tanto foi aplicada uma metodologia de regressão simples da rentabilidade observada em diversos intervalos de tempo contra variáveis geralmente indicativas de desempenho levantadas na revisão bibliográfica. Como resultado deste trabalho, destacaram-se como características estatisticamente relevantes para uma maior rentabilidade fundos de gestão ativa, sem imóvel definido, cuja política de investimento visa lajes corporativas localizadas nos grandes centros urbanos.

Persistência na performance de fundos de investimento imobiliário brasileiros entre 2008 e 2012

Guimarães, José Gustavo Macedo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.89%
O objetivo deste trabalho é avaliar a persistência na performance de fundos de investimento imobiliário. Para isso, adotamos metodologia semelhante à de Carhart (1997): analisamos o desempenho, ao longo do tempo, de carteiras de fundos selecionados segundo seus percentis de retorno. Posteriormente, a performance desses fundos foi avaliada através de modelos multifatores. Para determinação desses modelos, foram criados índices baseados nas informações das ações do mercado brasileiro e do IBOVESPA. Os resultados sugerem que fundos de investimento imobiliário de retorno superior apresentam persistência em seus desempenhos. No caso dos modelos multifatores, conclui-se que os dados utilizados do mercado acionário não representam de forma satisfatória fundos de investimento imobiliário. No entanto, quando a modelagem é feita utilizando-se o IFIX, nota-se alfa positivo para os fundos mais rentáveis.; The goal of this study is to evaluate the persistence in performance of real estate investment funds. In order to do that a methodology similar to Carhart (1997) was adopted: portfolios were select accordingly to the fund returns and performance was analyzed over time. Subsequently performance was evaluated through multifactor models. These models were created using indexes based on information from the Brazilian stock market and the IBOVESPA. The results indicate that high past returns real estate investment funds present persistence in their performance. In the case of multifactor models...

Fundos de investimento imobiliário e suas caracteristicas de hedge contra inflação no Brasil

Orru Neto, Angelo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.85%
Este trabalho tem por objetivo verificar a relação entre a inflação e o retorno dos fundos de investimento imobiliário no Brasil, uma vez que é amplamente difundida a crença de que imóveis tem seu valor corrigido pela inflação ao longo do tempo. Os indicadores de preços imobiliários utilizados foram IFIX, FIPEZAP e o IVG-R, testados contra as variáveis macroeconômicas de diferença entre as expectativas dos indicadores de inflação, representado pelo IPCA, e câmbio, e também contra as variáveis de risco de prazo, representada pela diferença entre o retorno aos títulos do tesouro com vencimento em 1 mês e em 30 anos, e a volatilidade dos mercados financeiros, representada pelo índice Ibovespa. Os resultados revelam que o retorno dos fundos de investimentos imobiliários e a variação dos índices de preço de imóveis utilizados têm pouca correlação com os índices de inflação e mais relação com as outras variáveis do modelo.

A utilização dos fundos de investimento imobiliários como veículos na gestão de ativos das empresas

Okazuka Junior, Mario
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.81%
No Brasil, historicamente, as companhias sempre detiveram ativos imobiliários (sede social, plantas fabris, galpões, etc.), influenciadas pela instabilidade macroeconômica, o que acarretava a dificuldade em estimar o preço do dinheiro. Com o controle inflacionário, foi possível expandir formas de financiamento de longo prazo, permitindo que as empresas passassem a realizar a alocação de recursos financeiros com mais eficiência, direcionando-os para as suas atividades principais. Assim, a discussão sobre a propriedade imobiliária pelas empresas é recente. E, há menos tempo ainda é que foram elaboradas novas alternativas, como os fundos de investimento imobiliário que tornaram-se mais representativos nos últimos três anos. Este trabalho visa analisar sobre as razões que permitem aos fundos de investimento imobiliário serem propostos como uma opção para as empresas realizarem a gestão de seus ativos imobiliários, quando estas buscarem não imobilizar recursos, mas sim, a locação do imóvel. Para alcançar este objetivo, o trabalho fará uma abordagem qualitativa, apresentando as características operacionais e tributárias dos fundos imobiliários e dois estudos de casos de empresas que promoveram a desmobilização de ativos por meio de fundos imobiliários. O primeiro caso é a venda de um centro de distribuição do Magazine Luiza...

Proposta de implementação de crédito imobiliário nas agências do BB através de um plano de marketing

Ried, Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.88%
Devido à carência por linhas de crédito voltadas para o investimento imobiliário, à instabilidade econômica e política do Brasil, vislumbra-se um potencial mercado para a concessão de linhas de investimento de longo prazo. O mercado aprimorou-se e com a estabilidade gradativa da economia brasileira, notadamente no controle da inflação, verificam-se boas e seguras garantias ao efetivo sucesso na aplicação do crédito imobiliário habitacional. O Governo Federal criou medidas para ampliar as possibilidades de crédito imobiliário e de incentivar a indústria de construção civil, com o intuito de reduzir o déficit habitacional brasileiro. Dentre estas medidas destacam-se a possibilidade de retomada do imóvel em caso de inadimplência, a ampliação de garantias e, ainda, a exigibilidade de contabilidade separada de cada empreendimento do caixa geral das construtoras, como mitigador do risco de inadimplência. O Banco do Brasil, vivenciando este momento da economia está buscando adequar-se às novas regras do mercado, em consonância com as diretrizes do Governo Federal. A estruturação de um plano de Marketing para a implementação de linha de crédito imobiliário, visa à ampliação da oferta de produtos e serviços...

Fundos de investimento imobiliário como alternativa de investimento no mercado financeiro : um estudo comparativo

Franke, Gabriel de Azevedo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.94%
O presente trabalho apresenta os resultados de um estudo realizado no mercado financeiro, no qual é feito um comparativo entre uma modalidade ainda incipiente no Brasil, os Fundos de Investimento Imobiliário, e uma série de alternativas de investimentos disponíveis no mercado financeiro. Para tanto, foi estruturada uma carteira teórica de investimentos formada única e exclusivamente por cotas de fundos dessa classe negociadas nos mercado de bolsa e balcão da BM&FBOVESPA. A análise comparativa engloba não só a rentabilidade obtida, mas também os riscos envolvidos em cada uma das aplicações. Dentre as alternativas de investimento selecionadas para a realização dos comparativos, há cinco fundos de investimentos e três bechmarks. Os dados utilizados no estudo foram obtidos através de informações disponibilizadas pela BM&FBOVESPA e por meio do banco de dados da Bloomberg. A análise comparativa foi realizada no período que vai do dia 31 de janeiro de 2008 até o dia 30 de dezembro de 2011. Após a realização do estudo comparativo, os resultados demonstraram que os Fundos de Investimento Imobiliário são uma alternativa de investimento com rentabilidade elevada e com riscos moderados, que podem ser minimizados através da estruturação de uma carteira de investimentos. Outro ponto a favor dessa modalidade de investimentos são as inúmeras vantagens que eles trazem em relação ao tradicional investimento imobiliário - feito de forma direta - e não por meio do mercado financeiro. Por fim...

Modelos avaliação de desempenho de fundos de investimento imobiliário

Marques, Daniela Sofia Figueiredo
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.92%
O fundo de investimento define-se como o património que resulta da agregação e aplicação de capital de entidades individuais e/ou coletivas em valores mobiliários ou equiparados, permitindo a diversificação do risco da carteira, bem como permitem auferir uma elevada liquidez. Os fundos de investimento imobiliário são os fundos de aplicações em bens imóveis, com o principal objetivo de transação, exploração e desenvolvimento de projetos de construção e afins. O sector da construção é um bom motor de desenvolvimento económico de entre vários setores de atividade económica. É um indicador económico por excelência na criação de valor e riqueza, de emprego e como impulsionador da economia e principal setor empregador. No entanto, é também o setor mais susceptível a variações da economia, em termos globais. Atendendo à instabilidade económica, financeira, politica e social que se vive no período em análise deste trabalho, entre 2007 e 2013, tornou-se interessante avaliar o comportamento de uma carteira de fundos de investimento imobiliários fechados, face a determinadas variáveis macroeconómicas, mostrando assim a sua capacidade de desenvolvimento num contexto de instabilidade. A introdução de variáveis condicionais de informação pública permite-nos avaliar de que forma esta carteira reage à falta de confiança dos consumidores/clientes em investir num bem imóvel...

O investimento imobiliário em Angola: aspectos da procura de habitação em Luanda

Chaves, Zoraima Patrícia Sebastião
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.79%
Este trabalho consiste em analisar o investimento imobiliário em Angola, nomeadamente a facilidade ou dificuldade em adquirir casa própria pelos cidadãos e as disparidades encontradas no preço dos imóveis. Para a sua realização foi adoptada uma metodologia de investigação de tipo qualitativo, com recurso a pesquisa documental e à entrevista como técnica de recolha de dados primários. A análise da informação foi realizada em função do objectivo de estudo por meio de análise dos conteúdos. Os resultados demonstram a existência de uma disparidade entre o rendimento imobiliário e seus respectivos preços. Apesar das dificuldades e limitações da pesquisa, seja pela qualidade da informação estatística e documental recolhida, muitas vezes contraditória em função da fonte considerada, seja pela falta de experiência de investigação e falta de disponibilidade dos entrevistados, os resultados encontrados permitem retirar algumas conclusões assim como sugerir orientações e pistas de pesquisa futura; Abstract: This work consists of analyzing the real estate investment in Angola, namely the ease or difficulty in home ownership by citizens and disparities found in house prices. For it, a qualitative research methodology was adopted...

Fundos de investimento imobiliário

Jordão, Patrícia Andreia Oliveira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.92%
Mestrado em Contabilidade e Gestão das Instituições Financeiras; Com a elaboração desta dissertação procura-se divulgar os fundos de investimento imobiliários, esclarecendo o investidor sobre a diversidade das tipologias existentes, qual a que melhor se adapta às suas exigências ou preferências de investimento, qual as vantagens e desvantagens existentes do seu uso como produto financeiro. Por outro lado explanar o que o mercado tem para oferecer, quantos fundos de investimento imobiliário existem, como poderão ser comercializados, quais os montantes sob gestão, que entidades regulam o fundo de investimento imobiliário. Procura-se também estudar, em particular, a evolução, ao longo do ano de 2006 a 2009 do fundo de investimento imobiliário Fundimo analisando a variação do valor das unidades de participação, a diversidade do activo ao longo do período e a forma como esta pode influenciar o valor do fundo, a rendibilidade obtida e os riscos associados.; This dissertation seeks to disseminate the real estate investment trusts, explaining the investor about the diversity of existing typologies, which one best suits your requirements or preferences for investment, what are the advantages and disadvantages of its use as a financial product. Furthermore we will explain what the market has to offer...

O Investimento Imobiliário nas Carteiras de Activos dos Fundos de Pensões e das Seguradoras em Portugal

Fragoso, Bruno Monteiro
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
Mestrado em Gestão e Avaliação Imobiliária; Este trabalho surgiu no sentido de tentar procurar uma resposta para a seguinte dúvida: se o imobiliário apresenta rentabilidades mais atractivas para horizontes de investimento de longo prazo, porque apresenta percentagens reduzidas no total das carteiras de activos dos investidores institucionais? Neste sentido, este trabalho terá como finalidade a caraterização do investimento imobiliário nas carteiras de activos dos fundos de pensões e das empresas seguradoras, em Portugal. As principais fontes de informação utilizadas, neste trabalho, foram os registos históricos tanto das carteiras de investimento dos investidores institucionais, como dos principais tipos de activos, nomeadamente, acções, obrigações e imobiliário, e a elaboração de um questionário dirigido aos gestores das carteiras de activos dos referidos investidores. Constatando-se que, para os investidores institucionais em análise, a razão mais atractiva para o investimento no imobiliário se prende com a possibilidade de diversificação da carteira de activos, e que o maior risco é o da falta de liquidez, a opção de investimento mais consensual, é contudo em obrigações, visto que o peso da classe do investimento imobiliário é obtido através do modelo de Asset Liability Management (ALM)...

Análise de factores explicativos da rendibilidade de um Fundo de Investimento Imobiliário Aberto

Lacerda, Filipe Miguel Fernandes de Araújo
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.96%
Mestrado em Gestão e Avaliação Imobiliária; Compreender como reage o imobiliário aos diversos estímulos do mercado é uma das prioridades para os investidores profissionais. Durante muitos anos o Imobiliário foi o motor da economia nacional. Numa primeira fase, aproveitando os Fundos Comunitários o País apostou nas grandes obras publicas. Numa segunda fase a aposta foi efectuada por investidores nacionais e estrangeiros noutros sectores do imobiliário. Tal dinâmica faz-nos reflectir quanto ao passado, presente e futuro do imobiliário. Actualmente os veículos de investimento mais avançados disponíveis em Portugal para investir em imobiliário de uma forma diversificada, são os Fundos de Investimento Imobiliário Abertos e Fechados (FIIA e FIIF), veículos financeiros que estão sujeitos, como qualquer negócio, às evoluções das variáveis macroeconómicas do País. Face ao exposto, esta dissertação vai analisar o comportamento da variação da unidade de participação de um FIIA face às variáveis macroeconómicas, entre 1987 e 2011. As conclusões retiradas indiciam que a variação da unidade de participação não ocorre apenas pela influência de factores macroeconómicos, mas também pela capacidade que a Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliários possui em controlar a variação da unidade de participação consoante a sua politica de valorização.; Understanding how real estate market reacts to various stimulus is one of the professional investors priority. During many years Real Estate has been the major engine of the national economy. Initially Portugal invested in major public works...

Nova vida no palacete amarelo ao Chiado: estudo de caso de investimento imobiliário

Russo, Teresa Lopes
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
67.11%
Mestrado em Gestão; Em 1880, quando Eça de Queiroz escreveu “O Mandarim”, certamente, não imaginava que o seu “Palacete Amarelo ao Loreto” (o actual Palácio Valada e Azambuja), onde decorriam “algumas das mais afamadas festas” de Lisboa, se transformaria, mais de 130 anos depois, num empreendimento residencial, destinado ao arrendamento residencial de curta duração (short term rentals)1. O actual Palácio Valada e Azambuja foi alvo de uma intervenção de Reabilitação Urbana conduzida por um Fundo de Investimento Imobiliário, o Fundo Santa Casa 2004, gerido e administrado pela FundBox – Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, SA. O trabalho que agora se apresenta pretende estudar esta intervenção de Reabilitação Urbana, procurando fazer um enquadramento teórico entre as seguintes temáticas: Mercado Imobiliário, Reabilitação Urbana e Fundos de Investimento Imobiliário. Importa demonstrar a pertinência dos Fundos de Investimento Imobiliário como veículos ativos e credíveis nos processos de Reabilitação Urbana e a importância da Reabilitação Urbana no Mercado Imobiliário. O desenvolvimento destas análises permite constatar que a utilização de incentivos fiscais na Reabilitação Urbana pode desempenhar um papel fundamental...

Fundos de investimento imobiliário versus Real Estate Investment Trusts: análise de performances

Gabriel, Fernanda Sousa
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.6%
O objetivo deste trabalho é analisar a performance dos Real Estate Investment Trusts (REITs) e Fundos de Investimento Imobiliários (FIIs) por meio dos índices estimados de Sharpe, Treynor, Alfa de Jensen, MM, Sortino e Appraisal Ratio no período de 2003 a 2013, bem como identificar as variáveis macroeconômicas que afetaram o retorno destes ativos durante o período analisado mediante o uso do modelo APT (Asset Pricing Theory). Especificamente, buscou-se determinar a performance obtida pelos REITs e FIIs antes da crise (Janeiro/2003 a Maio/2007), durante a crise (Junho/2007 a Março/2009) e após a crise (Abril/2009 a Agosto/2013) financeira de 2008. Adicionalmente, foi investigada a estabilidade da performance dos REITs e FIIs durante o período de 2003 a 2013, assim como entre os subperíodos anteriormente mencionados. Finalmente, investigou-se se os FIIs apresentaram melhor desempenho do que os REITs durante algum dos subperíodos analisados. Os resultados mostraram que a maioria dos REITs e FIIs foram capazes de superar a taxa livre de risco e do portfólio de mercado durante o período em análise. No entanto, o Teste de Sinais de Wilcoxon indica que, de maneira geral, a performance dos REITs não persistiu durante os subperíodos da amostra. Os FIIs...

O justo valor como base de mensuração e sua auditoria: o caso particular dos fundos de investimento imobiliários fechados

Brás, Gisela de Jesus Pereira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.6%
Mestrado em Auditoria; Após uma época dourada de valorização imobiliária, assiste-se, sobretudo a partir de 2009, a uma queda acentuada do valor de mercado dos imóveis. Em simultâneo, acontecem reformas ao nível da preparação e divulgação da informação financeira para a generalidade das empresa e outras entidades, adoptando-se, basicamente, os critérios do IASB para a mensuração dos elementos constantes nas demonstrações financeiras, nomeadamente o justo valor. Esta evolução contabilística não teve impacto no referencial contabilístico aplicável aos fundos de investimento imobiliário, os quais estão sujeitos a regulamentação da própria CMVM. Nestes fundos, a mensuração dos imóveis deve situar-se num intervalo compreendido entre o custo de aquisição e a avaliação dos imóveis (justo valor), a qual corresponde à média de duas avaliações independentes. Procura-se com o estudo analisar a atitude mais ou menos prudente das sociedades gestoras e, acima de tudo, verificar em que medida se aceita ou não a existência de imóveis com valor contabilístico superior à média das avaliações. Do estudo efectuado conclui-se que no âmbito do intervalo de mensuração legalmente permitido, não é possível percepcionar uma política de mensuração que seja consistente entre os imóveis da mesma sociedade e gestora e muito menos entre sociedades gestoras. Por outro lado...

Valorização do Activo Imobiliário dos Fundos de Investimento Imobiliário Portugueses e suas Características

Pais, Manuel Alexandre Pinto Caldeira
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.96%
Mestrado em Finanças; Os Fundos de Investimento Imobiliário são um veículo de investimento indirecto em activos imobiliários, não cotados, tendo na valorização dos imóveis o ponto central do seu desempenho. A regulamentação portuguesa vigente, para além de ter em conta as avaliações realizadas por peritos avaliadores externos, concede à entidade gestora margem para decidir o valor a apresentar pelo fundo. Efectivamente, o gestor dos fundos pode fixar o valor do imóvel entre o seu valor de aquisição e a média das duas avaliações realizadas por avaliadores externos. Este paradigma pretende ser modificado com a proposta de alteração da valorização do activo imobiliário, pretendendo-se utilizar exclusivamente as avaliações dos peritos externos na valorização dos activos imobiliários. Neste sentido, para perceber melhor as alterações introduzidas por esta proposta, sugerimos neste trabalho estudar as características das rendibilidades, pelo processo de valorização vigente, bem como pelo processo proposto, tendo em conta, não só as especificidades do activo imobiliário e as questões levantadas com os valores baseados em avaliações, como também a natureza, gestão e regulamentação próprias destes fundos. Para comparação com o mercado bolsista...

Estudo da Função de Corporate Governance na Gestão de Fundos de Investimento Imobiliário Portugueses

Crespo, Gonçalo Nolasco
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.89%
Mestrado em Finanças; O presente trabalho visa o estudo e a análise da função de corporate governance no âmbito da actividade de gestão de Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs). Pela sua natureza e devido à legislação que o regula, o mercado imobiliário apresenta uma menor transparência e um nível inferior de divulgação informação, quando comparado com o mercado mobiliário. Face a esta realidade, a função de corporate governance encontra-se pouco desenvolvida no âmbito da gestão de fundos de investimento imobiliário (FIIs). Na verdade, a crescente competitividade no mercado de gestão de activos imobiliários, aliada à crescente pressão exercida pelos investidores e pelas entidades de supervisão para aumento dos mecanismos de controlo e transparência, atribuem à função de corporate governance um papel cada vez mais importante na estratégia das empresas de investimento.Neste sentido, pretende-se, a partir deste estudo, identificar os factores críticos do modelo de governação e gestão de FIIs em Portugal e aferir qual o impacto do conjunto dessas decisões no preço do serviço de investimento prestado.; The present work aims to study and analyse the importance of the corporate governance function in Portuguese real estate fund industry. Considering the nature and characteristics of this type of vehicles...

Fundo de investimento imobiliário avaliação de resultados sobre a ótica das variáveis: Rentabilidade, yield (rendimentos distribuídos) e

Oliveira, Eliana Laureano de
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.65%
O tema tem o intuito de revelar a atratividade de uma nova opção de investimento pouco explorada por pessoas físicas no Brasil, os Fundos de Investimentos Imobiliários (FII). Apesar do crescimento e da diversificação, os fundos imobiliários ainda respondem por uma parcela muito pequena da indústria total de fundos de investimentos, esse fato se deve a pouca divulgação deste mercado no Brasil. O objetivo principal do trabalho foi evidenciar a atratividade dos FII com uma possibilidade de ganho constante e investimento relativamente seguro, a partir da avaliação de seus resultados sobre a ótica das variáveis: rentabilidade, yield (rendimentos distribuídos) e volume de negócios. Para tanto foram analisados 40 FII no período de Março/2011 a Fevereiro/2012. Como resultado desta pesquisa foi possível observar que a rentabilidade foi 16,41% superando o CDI que no mesmo período rendeu apenas 9,13%, com relação ao yield a sua distribuição de rendimento teve uma média de 1,34% sobre o preço de lançamento das cotas e, em relação ao volume de negócios observou uma elevação de negócios devido a alteração na mudança de regra determinada pela BM&FBOVESPA possibilitando a entrada de novas empresas e investidores.