Página 1 dos resultados de 16137 itens digitais encontrados em 0.125 segundos

Acções recentes de investigação e desenvolvimento experimental na colheita mecanizada de azeitona em Portugal

Peça, José; Almeida, Arlindo; Pinheiro, Anacleto; Dias, António; Santos, Luís S.S. dos; Lopes, João; Gomes, José; Reynolds, Domingos
Fonte: Instituto Superior de Agronomia - UTL Publicador: Instituto Superior de Agronomia - UTL
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
A mecanização da colheita da azeitona e hoje ponto assente como fundamental para a sucesso futuro da fileira. Em Portugal, devido ao predomínio do olival de sequeiro, com densidades de 90 a 240 arvores par hectare, os conhecimentos e experiencia dos olivicultores e técnicos, referentes a mecanização, estão sobretudo adaptados a estes olivais. A equipa de autores reunida em torno do projecto Sistemas de Colheita Mecânica de Azeitona financiado pelo programa P AMAF promoveu acções de investigação e desenvolvimento com tecnologia, então disponível, de fabrico nacional, permitindo a obtenção de elementos quantificados sobre o desempenho técnico e económico das diferentes opções, que vão desde a colheita com vibradores de tronco e recolha manual, ate colheita e recolha recorrendo a um vibrador integrado com apara frutos. Reuniu, ainda importante informação das limitações em cada caso.

Contributos para uma observação efectiva do design em Portugal

Lima, Paulo Gonçalves Vidal Corte-Real e
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.79%
Esta dissertação pretende dar relevo . problemática da observação do Design em Portugal, através duma reflexão que estabeleça as bases para a construção de um Observatório Português do Design. A necessidade da aquisição de conhecimentos rigorosos e fiáveis sobre o Design que se pratica em Portugal e as actividades com ele relacionadas, bem como a sua posterior divulgação, são os factores que estiveram na origem desta investigação. A noção de que o Design é hoje encarado como um factor fundamental nos processos de crescimento económico, tanto nas empresas como nos países, tem cada vez mais defensores. A sua crescente import.ncia enquanto ferramenta estratégica, foi demonstrada pelo recente interesse que o Design despoletou na conferência da "World Economic Forum" realizada em Davos (Suiça, 2006), onde se reuniram os países mais desenvolvidos do mundo para discutirem o futuro económico e social do planeta. Foram realizados cerca de 22 eventos relacionados com o Design, o que é um sintoma de que os decisores políticos e económicos começam a dar uma grande relevência a esta disciplina. Partindo da ideia da constituição de um observatório do Design em Portugal, esta dissertação aborda o estudo e observação do Design...

Inovação e produtividade : o caso da indústria transformadora portuguesa

Cibrão, Bruno Manuel Pinto Ribeiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.67%
Um dos objectivos das análises económicas consiste em determinar se o retorno dos investimentos efectuados na promoção da inovação (independentemente do nível de agregação considerado) justifica a despesa realizada. Esta dissertação insere-se neste âmbito, procurando analisar a relação que se estabelece entre a inovação (mais precisamente a despesa em investigação e desenvolvimento (I&D), uma vez que esta como input é mais fácil de medir do que o output da inovação) e a produtividade. Pretende-se igualmente investigar em que medida um aumento do peso dos sectores de alta e média-alta tecnologia no pessoal ao serviço de uma economia e/ou indústria afecta o seu nível de produtividade. O estudo empírico apresentado assenta num modelo econométrico aplicado ao caso em particular da Indústria Transformadora Portuguesa no período compreendido entre 1980 e 2003. Os resultados da estimação revelam de uma forma geral um impacto positivo na produtividade do trabalho da Indústria Transformadora Portuguesa provocado tanto por externalidades emergentes da despesa em I&D efectuada pelo Estado, como pelo investimento em I&D realizado pelas indústrias Fabricação de Máquinas e Equipamentos, Fabricação de Equipamento Eléctrico e de Óptica e Fabricação de Material de Transporte. Quanto à relação entre a produtividade do trabalho da Indústria Transformadora Portuguesa e o peso que estas três indústrias assumem no pessoal ao serviço da Indústria Transformadora Portuguesa...

Empresas de I&D : centralidade do conhecimento e práticas de cooperação

Resende, Cláudio Sérgio Aires
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.82%
No contexto competitivo actual, caracterizado pelo recurso crescente ao conhecimento como alavanca para a competitividade, os recursos intangíveis assumem uma importância inquestionável para os indivíduos, para as organizações e até para os países. Por essa razão analisar e compreender as empresas que se dedicam à criação e transacção de conhecimento tornou-se uma prioridade. Entre as organizações de conhecimento intensivo, as empresas privadas de investigação e desenvolvimento constituem um nicho que se dedica à criação de conhecimento através da realização de actividades de i&d. Esta dissertação conduziu à contextualização da emergência e envolvente destas empresas, tentando compreender a partir de que contextos floresceram, como se caracterizam e quais os elementos centrais que sustentam a sua sobrevivência. Os resultados demonstram que o crescimento positivo do investimento público e privado em i&d, bem como a crescente adopção de novas práticas de gestão da i&d nas organizações, baseadas na internacionalização, outsourcing e estabelecimento de parcerias de desenvolvimento, assumem um papel chave na expansão destas empresas. Neste mercado emergente de conhecimento, as empresas privadas de investigação e desenvolvimento sustentam a sua actividade e sobrevivência em duas estratégias fundamentais: criação...

Contratos em investigação e desenvolvimento

Frias, Ana Isabel Almeida
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
75.72%
A universidade e a indústria sempre se encontraram ligadas pelas mais diversas relações, quer de carácter formal quer de carácter informal. Nas últimas décadas estas relações temse vindo a aprofundar, principalmente no campo da transferência de tecnologia e/ou conhecimento, ou na cooperação para Investigação e Desenvolvimento (I&D). Tentar perceber esta relação, as motivações e os problemas existentes tem sido objecto de análise em muitos dos estudos realizados na actualidade. Esta cooperação e/ou transferência de conhecimentos pode tomar diversas formas, e algumas delas são reguladas por um acordo formal, com uma definição rigorosa dos objectivos a atingir. Nesta tese, analiso os diferentes tipos de contrato e/ou parcerias que têm sido estabelecidos entre a Universidade de Aveiro e várias empresas que com ela se tem relacionado desde 1990. O meu objectivo é perceber as razões que determinam a escolha, pelas duas partes, de uma relação contratual ou de uma relação de parceria. Identifico os diferentes tipos de problemas que podem surgir nestas relações de I&D, e as várias formas como estes poderão ser prevenidos ou minimizados. Identifico, em particular, os tipos de comportamento oportunista que podem ocorrer na relação...

Desenvolvimento colaborativo de novos produtos na indústria do mobiliário: uma abordagem qualitativa

Silva, Luis Filipe Reis da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.78%
Propósito: A dissertação apresentada tem como objectivo identificar os procedimentos e métodos de gestão utilizados pelas empresas pertencentes ao sector do mobiliário no desenvolvimento de novos produtos. Metodologia: A revisão bibliográfica permitiu desenvolver um estudo qualitativo aplicado a oito empresas, com o objectivo de analisar os procedimentos e métodos de gestão inerentes às actividades de concepção e desenvolvimento colaborativo de novos produtos. Resultados: Os resultados alcançados com o estudo permitiram concluir que: (1) a maioria das empresas estudadas desencadeia as suas actividades de investigação e desenvolvimento com base nos princípios da inovação aberta; (2) os dois subsectores analisados, designadamente mobiliário em madeira e mobiliário metálico, apresentam características divergentes quando à coordenação e gestão de recursos afectos ao processo de desenvolvimento de novos produtos; (3) os procedimentos e métodos de gestão utilizados no desenvolvimento de novos produtos dependem da dimensão das organizações e do sector de actividade onde estas operam; (4) as empresas estudadas pertencentes ao subsector do mobiliário em madeira são tradicionais; (5) as empresas analisadas são “seguidoras” das tendências de mercado; (6) a totalidade das empresas estudadas fomenta o envolvimento de fornecedores no processo de desenvolvimento de novos produtos; (7) o desenvolvimento colaborativo de novos produtos é potenciado por factores relacionais entre os intervenientes...

Economia, Sociologia e Desenvolvimento Rural

Carvalho, Maria Leonor da Silva; Santos, Marcos Olímpio Gomes dos
Fonte: Comissão Executiva do 1º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia e Desenvolvimento Rural/Universidade de Évora Publicador: Comissão Executiva do 1º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia e Desenvolvimento Rural/Universidade de Évora
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
75.69%
Com este evento procurou-se por um lado, dinamizar acções de cooperação e parceria entre instituições públicas e empresas privadas, de Angola e de Portugal, no âmbito da Economia, Sociologia e Desenvolvimento Rural e, por outro lado, reunir técnicos dos dois países para que, em conjunto e de uma forma integrada, reflectissem e debatessem os problemas actuais e perspectivas a curto e longo prazo naquelas áreas, tendo em vista encontrar formas eficazes de cooperação entre os dois países, nos domínios referidos. Neste âmbito decorreu o I Encontro que se pretende venha a ter continuidade com alguma periodicidade, em locais de Angola ou de Portugal. Tendo como pano de fundo as linhas orientadoras referidas, a iniciativa foi estruturada através dos seguintes momentos: Sessões Plenárias, Mesas Redondas e Sessões Paralelas. As Mesas Redondas debateram o Ensino e Investigação, o Desenvolvimento Rural, e o Estado Actual da Cooperação e Perspectivas Futuras. No âmbito da visita técnica, os participantes do Encontro deslocaram-se à Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos e à Central Fotovoltaica da Amareleja, proporcionando-lhes o conhecimento de experiências relacionadas com cada um dos empreendimentos. Na sessão de encerramento foram sintetizadas as principais conclusões do Encontro: Dar continuidade ao Encontro através de uma nova iniciativa a decorrer em Angola dentro de dois 2 anos; Apostar nas culturas energéticas e no aproveitamento do biogás de origem pecuária; Fomentar iniciativas que promovam o desenvolvimento em geral e...

Poder no relacionamento entre profissionais e doentes

Fernandes, Manuel Agostinho Matos
Fonte: unidade de investigação e desenvolvimento em enfermagem Publicador: unidade de investigação e desenvolvimento em enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
85.72%
O presente artigo tem como principal objectivo apresentar uma análise sobre a presença do poder no relacionamento entre profissionais de saúde e doentes de um serviço de nefrologia. Assim, foram utilizadas como foco de análise as concepções correspondentes às categorias e subcategorias, definidas na tese de doutoramento, (do autor do artigo) dedicado ao estudo deste relacionamento. Utilizou-se como ponto de partida a importância atribuída ao princípio da autonomia (Beauchamp & Childress, 2002), e o direito à autodeterminação do doente no relacionamento entre profissionais e doentes consagrado na dos Carta do Direitos dos Doentes, do Ministério da Saúde. O estudo no qual se baseia esta análise, tem como principal questão de investigação, definir qual a dinâmica de relacionamento entre profissionais de saúde e doentes que melhor se adapta à Gestão da Qualidade na Saúde, sendo ao mesmo tempo, adequada à realidade clínica e sociológica actual. Assim sendo, decidiu-se adoptar no âmbito desta análise o método fenomenográfico, enquadrado nas metodologias qualitativas, o qual foi considerado adequado ao estudo de fenómenos em que se procura identificar a diversidade de concepções existentes sobre os mesmos. Como o método defende que o fenómeno será mais facilmente compreendido se forem utilizadas as perspectiva dos vários intervenientes...

Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural – Actas do 2.º Encontro Luso-Angolano na Universidade Metodista de Angola

Carvalho, Maria Leonor da Silva; Santos, Marcos Olímpio Gomes dos; Caeiro, Joaquim
Fonte: Universidade de Évora / Comissão Executiva do 2.º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural / Universidade Metodista de Angola Publicador: Universidade de Évora / Comissão Executiva do 2.º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia, Ambiente e Desenvolvimento Rural / Universidade Metodista de Angola
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
75.68%
Na sequência do 1º Encontro Luso-Angolano em Economia, Sociologia e Desenvolvimento Rural, realizado na Universidade de Évora, em Évora, de 16 a 18 de Outubro de 2008, realizou-se em Luanda, na Universidade Metodista de Angola, o 2º Encontro Luso-Angolano naquelas temáticas, de 6 a 8 de Outubro de 2011 Tal como o 1º Encontro, este também foi muito participado, tendo contado com cerca de 100 participantes, sendo de salientar as presenças de 14 portugueses e 2 brasileiros. Contou ainda com uma ampla cobertura mediática, a nível de televisão - Televisão Pública de Angola, TV Zimbo e RTP África, de semanários - Sol-Angola e REGISTO-Évora, e ainda da Angola Press. OBJECTIVOS Com este evento procurou-se por um lado contribuir para fortalecer o relacionamento entre Angola e Portugal no interesse comum dos povos em relação ao desenvolvimento sustentável, no qual a agricultura desempenhará um papel determinante e, por outro lado, contribuir para a criação de iniciativas que promovam o desenvolvimento rural, bem como a troca de informação sobre experiências bem sucedidas ou boas práticas que conduzam a uma estratégia de desenvolvimento sustentável no eixo agro-industrial. Este 2º Encontro veio consolidar e ampliar as relações de parceria existentes entre as Universidades Metodista de Angola e a Universidade de Évora...

Contributo da Força Aérea para o Desenvolvimento de um Cluster Aeronáutico Português

Figueiredo, Mário
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Outros
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
75.79%
O objetivo deste trabalho consiste na análise do contributo que a Força Aérea Portuguesa dá para a dinamização da rede aeronáutic a nacio nal, com vista à sua evolução para um cluster. Esta evolução designar-se-á neste trabalho por clusterização. A Força Aérea opera Sistemas de Armas complexos para os quais é necessário realizar um conjunto de atividades de aquisição, manutenção, modificação e certificação. Nesse processo, envolve outros operadores, entidades reparadoras, universidades e institutos nacionais e estrangeiras. O conjunto destas organizações é aqui designado por rede aeronáutica nacional ou apenas rede, sempre que o contexto seja auto-explicativo. O problema consiste em avaliar de que forma pode a Força Aérea Portuguesa contribuir para o desenvolvimento da rede aeronáutica nacional no sentido desta se tornar um cluster. Esta análise pressupõe que um cluster possui, em relação à rede, um nível superior de interação organizacional donde decorrem benefícios para todas as entidades envolvidas. O conceito utilizado para cluster é o de Michael Porter. Para atingir o objetivo deste trabalho recorre-se à metodologia de investigação proposta por Raymond Quivy e Luc Van Campenhoudt. Identificado o problema...

Aprender ensinando : investigação e desenvolvimento na docência

Mira Leal, Susana; Dinis, Raquel; Massa, Sara; Rebelo, Filomena
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 22/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
75.88%
Comunicação apresentada no IX Colóquio sobre Questões Curriculares / V Colóquio Luso-Brasileiro, sob o tema "Debater o Currículo e seus Campos - Políticas, Fundamentos e Práticas", realizado no Porto em 21, 22 e 23 de Junho de 2010.; Pensar hoje na formação de professores é pensar num processo de desenvolvimento que se prolonga pelo tempo de carreira do professor. A formação inicial deixou de ser o cerne da formação dos professores, perspectivando-se apenas como um marco num percurso de crescimento e construção identitária. Nesta linha, a OCDE (2005) releva a importância de melhorar a articulação entre as etapas da formação inicial, inserção e desenvolvimento profissional, recomendando um maior apoio nos primeiros anos de carreira e a criação de incentivos para um desenvolvimento profissional continuado. São hoje princípios orientadores desse processo: i) a valorização dos professores como sujeitos e agentes activos da sua própria formação; ii) o diálogo entre as experiências, crenças e conhecimentos individuais e os desafios, oportunidades e especificidades contextuais; iv) a orientação para a resolução de problemas e necessidades dos alunos, das escolas, dos professores, com vista à melhoria dos processos pedagógicos e dos resultados da aprendizagem; v) a instituição de dinâmicas de partilha e interacção nas escolas e a criação de comunidades de aprendizagem capazes de gerar sinergias conducentes ao desenvolvimento individual e colectivo dos seus membros; vi) a assumpção de uma perspectiva analítica...

Ensinar teoria e desenvolvimento curricular online : a importância da avaliação formativa

Sousa, Francisco
Fonte: Centro de Investigação em Educação (CIEd), Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação (CIEd), Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
75.86%
XI Colóquio sobre Questões Curriculares / VII Colóquio Luso-Brasileiro & I Colóquio Luso-Afro-Brasileiro sobre Questões Curriculares. Complexo pedagógico I, Campus de Gualtar - Universidade do Minho, Braga - Portugal, entre quinta-feira, 18-09-2014 e sábado, 20-09-2014.; Através deste texto pretende-se refletir sobre o desenvolvimento de um modelo de lecionação de disciplinas da área da Teoria e Desenvolvimento Curricular em regime de e-learning e b-learning. Nos anos académicos de 2011/12 e 2012/13, o modelo, doravante designado por "Desenvolvimento Curricular online" (DC-O), foi adotado na lecionação, totalmente online, de uma unidade curricular da licenciatura em educação básica, Universidade dos Açores. No ano académico de 2013/14, o DC-O foi adotado na lecionação de um terço de uma unidade curricular do mestrado em ensino de história e geografia no 3º ciclo do ensino básico e no ensino secundário, oferecido pela mesma universidade. Para estudar o desenvolvimento do DC-O, tem sido seguida uma metodologia de investigação do design curricular, que pode ser considerada uma variante da investigação do design educacional através da qual o desenvolvimento de um produto curricular é sistematicamente estudado. Os resultados obtidos até ao momento evidenciam que o modelo está a ser eficaz na realização das aprendizagens previstas e é considerado muito satisfatório por parte dos estudantes. Relacionando algumas características do modelo com alguns dados obtidos por inquérito aos estudantes e com determinados conceitos teóricos...

As actividades de I&D em operadores de redes de transportes de energia eléctrica

Henriques, João FIlipe Alves
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
Mestrado em Economia e Gestão da Ciência, Tecnologia e Inovação; Este trabalho procura traçar o perfil das empresas operadoras de redes de transporte de energia eléctrica, ou seja, as empresas responsáveis pela operação, manutenção e desenvolvimento das Redes Nacionais de Transporte dos respectivos países, no que concerne ao seu envolvimento em actividades de Investigação e Desenvolvimento (I&D). Através da análise à evolução de alguns indicadores, como a despesa anual em I&D e a intensidade de I&D, recolhidos para algumas das principais empresas europeias, conclui-se que este é um sector de baixa intensidade de I&D. No entanto, conclui-se também que este sector não é menos intensivo em I&D do que outro que lhe está próximo, o das utilities energéticas que actuam no sector da produção de energia eléctrica, sector esse que inclui algumas das empresas europeias que mais investem anualmente em I&D. Uma outra conclusão importante é a de que o desinvestimento em actividades de I&D que se verificou nessas utilities energéticas no decorrer da primeira década do século XXI, teve um ponto de inflexão por volta do ano de 2007 e desde então recuperou (se não superou mesmo) os níveis anteriores. Por outro lado...

A atividade profissional dos docentes dos institutos superiores politécnicos portugueses: envolvimento em atividades de investigação e transferência e valorização económica do conhecimento

Dias, Ana Patrícia Carneiro de Sousa
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.7%
Mestrado em Estudos Sociais da Ciência; A investigação e a transferência e valorização económica do conhecimento científico e tecnológico têm vindo a assumir-se como missões centrais das instituições de ensino superior, juntando-se, deste modo, à sua inicial e mais tradicional missão de ensino. Esta evolução, sentida também nas instituições de cariz politécnico, acarreta, consequentemente, modificações ao nível das práticas profissionais dos seus professores. Neste contexto, o nosso objetivo é conhecer e analisar o conjunto das atividades desenvolvidas pelos docentes dos institutos superiores politécnicos portugueses no âmbito da sua prática profissional, em especial no que se refere ao seu envolvimento em atividades de investigação e de transferência e valorização económica do conhecimento. Para o efeito, recorreu-se à aplicação de um inquérito por questionário, de administração direta em modalidade online, aos docentes dos quinze politécnicos nacionais públicos, tendo sido obtida uma taxa de resposta que ronda os 12% da população. O tratamento dos dados envolveu análise estatística descritiva e inferencial. Os resultados obtidos evidenciam um envolvimento ainda pouco expressivo dos docentes dos institutos politécnicos portugueses em atividades de investigação e de transferência e valorização económica do conhecimento...

Mapeamento da Investigação e Desenvolvimento na União Europeia

Pereira, Luis Nobre; Ferreira, Lara N.
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
75.76%
A Investigação e Desenvolvimento (I&D) tem um papel fundamental nos dias de hoje pois é a base da Inovação, do Conhecimento e do Desenvolvimento Tecnológico.

A inovação e o sistema de incentivos para a prosperidade das organizações e dos países

Regadas, Ana Sofia Caceiro
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.71%
O presente relatório foi elaborado no âmbito do estágio curricular realizado na área de Inovação da ISA – Intelligent Sensing Anywhere, S. A., de 9 de fevereiro a 12 de junho de 2015, com vista à obtenção do grau de Mestre em Gestão. No atual contexto de globalização, rápida evolução tecnológica e alta competitividade, a Inovação é um tema cada vez mais importante para a sustentabilidade das organizações e dos países. Neste sentido, o trabalho tem como objetivo alertar para a importância do investimento em Inovação e verificar se os Sistemas de Incentivos contribuem para o aumento da Inovação e da competitividade das organizações portuguesas. Do estudo realizado, é possível verificar que Portugal ainda está com desempenhos de inovação relativamente baixos comparativamente à média da União Europeia e com significativas assimetrias territoriais, pelo que deverá reforçar a capacidade de inovação das suas organizações e incentivar o investimento em Investigação e Desenvolvimento, principalmente em regiões menos desenvolvidas. O Sistema de Incentivos vem responder eficazmente a estas necessidades, de forma estruturada, para impulsionar a competitividade das organizações e a recuperação económica e crescimento do país. Para as pequenas e médias empresas...

Indústria nacional na edificação de capacidades da defesa; Contributos do desenvolvimento sustentado das capacidades das Forças Armadas para a economia nacional

Ferreira, José
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
75.79%
Em 2010, a venda de armamento rendeu às 100 maiores empresas de defesa do mundo, cerca de 411 mil milhões de dólares. A indústria de defesa tem vindo a ganhar relevância ao longo dos anos, devido à dimensão económica que alcançou e também devido à utilização intensiva de tecnologia, que aplica em diversas áreas de consumo, militares e civis. A importância económica da indústria de defesa, e a sua imprescindibilidade na sustentação logística das Forças Armadas, conferem-lhe uma dimensão estratégica. Em Portugal, os períodos de maior atividade da indústria de defesa estão relacionados com situações de crise ou guerra, como foi o caso das operações militares em África, entre 1961 e 1974. Neste período, o embargo internacional de venda de armas a que Portugal esteve sujeito, conferiu à indústria de armamento um papel fundamental na sustentação do esforço militar no Ultramar. A redução do dispositivo militar que ocorreu após 1974 e o reajustamento orçamental subsequente tiveram consequências na indústria nacional de armamento, que perdeu competitividade e acabou por se tornar insolvente e encerrar definitivamente no ano 2000. As restantes empresas de defesa com participação pública, foram integradas na Holding “Empresa Portuguesa de Defesa” (EMPORDEF). O objetivo traçado pelo Executivo para as empresas de defesa com participações públicas é a criação de condições para a sua privatização. Este trabalho pretende identificar de que forma é que o desenvolvimento de capacidades de defesa das Forças Armadas pode contribuir para a dinamização da economia relacionada com o setor de defesa...

As escolas como espaços de investigação e desenvolvimento : questões emergentes em duas escolas açorianas

Sousa, Francisco
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
75.81%
II Workshop "Professores Investigadores", Angra do Heroísmo, 10 e 11 de Outubro de 2014.; Os apelos à indução de uma cultura de investigação em escolas do ensino não superior remontam, pelo menos, à década de 70 do século XX, destacando-se, nessa altura, os trabalhos de Lawrence Stenhouse e a sua defesa de "uma ciência educativa em que cada sala de aula é um laboratório e cada professor um membro da comunidade científica". Com o seu trabalho pioneiro, Stenhouse não só apela a que os professores investiguem mas também promove a ideia de que a investigação ação é o método por excelência do professor investigador. Mais recentemente, têm emergido novas abordagens à investigação realizada por professores do ensino não superior ou então com a participação destes. É o caso da investigação do design educacional, que tem várias características em comum com a investigação ação – designadamente o seu enfoque em problemas práticos, o facto de ser conduzida em contextos reais de ensino e depender da participação efetiva (não apenas da disponibilidade para fornecer dados) dos professores que trabalham nesses contextos – mas distingue-se desta última por visar a produção de princípios de design generalizáveis e integráveis na construção de uma base de conhecimento. Procurando explorar estas possibilidades de participação de docentes do ensino não superior em processos de investigação...

e-online | Espaço de informação em Engenharia em Portugal

Rodrigues, Maria Eduarda; Escola Superior Agrária/Escola Superior de Artes Aplicadas - Instituto Politécnico de Castelo Branco; Pereira, Ana Maria Alves; Divisão de Documentação, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa; Aze
Fonte: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas Publicador: Actas do Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; conferenceObject Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.73%
 Face ao atual paradigma que se coloca às instituições de ensino superior, motivado sobretudo pela conjuntura económica global, as bibliotecas procuram redimensionar os seus serviços, desenhando novas estruturas de apoio, mais flexíveis, baseadas na partilha efetiva de recursos, que se pretende que venham a funcionar como fonte estruturante e sustentável de um modelo integrador, participativo e competitivo criando dinâmicas geradoras de valor.   O projeto e-online surge da necessidade de estimular o bom uso do recurso informação nas atividades de formação académica em Ciência e Tecnologia e nas iniciativas de Investigação e Desenvolvimento. O e-online envolve bibliotecas e serviços de documentação de 17 instituições de Ensino Superior que desenvolvem formação e investigação no domínio da Engenharia em Portugal.  O e-online tem como objetivos: promover a cooperação entre instituições de ensino superior que desenvolvem formação e investigação no domínio da Engenharia com o intuito de aspirar à excelência dos serviços prestados e à redução dos custos associados aos mesmos; melhorar a eficiência e a eficácia da prestação de serviços no domínio de Engenharia; promover a acessibilidade a recursos de informação...

I & D, educação e crescimento económico : uma análise aplicada a Portugal

Lopes, Andrea Alves
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
75.72%
Este trabalho analisa a relação entre a atividade de Investigação e Desenvolvimento (I&D) e o crescimento económico em Portugal, para o período de 1980-2013, complementando estudos já outrora realizados. O objetivo é compreender se o crescimento económico português tem beneficiado da I&D, incorporando na análise a relação entre a disponibilidade de capital humano e a capacidade do país levar a cabo atividades de I&D por intermédio da estimação de um modelo VAR que considera todas as variáveis como interdependentes. Para o efeito, começou por definir-se um VAR com três variáveis: PIB real per capita, despesa em I&D em percentagem do PIB e os anos médios de escolaridade total da população portuguesa. A partir do modelo inicial, e após a investigação das características em termos de estacionaridade das séries estatísticas utilizadas, analisou-se a existência de uma relação de equilíbrio de longo prazo entre as três variáveis aplicando a metodologia proposta por Johansen. Esta não permitiu identificar uma relação de longo prazo, ao contrário do previsto pelos modelos de crescimento endógeno, segundo os quais I&D e educação são os principais responsáveis por melhorias da produtividade, por sua vez o motor do crescimento do produto no longo prazo. Este resultado pode dever-se ao facto da despesa total em I&D em percentagem do PIB ter sido realizada...