Página 1 dos resultados de 379 itens digitais encontrados em 0.048 segundos

Ambientes de intera????o em rede para a sa??de: a pr??tica de educa????o e pesquisa do N??cleo de Experimenta????o de Tecnologias Interativas da Fiocruz no Facebook

Silva, Thiago Petra da
Fonte: Instituto de Comunica????o e Informa????o Cient??fica e Tecnol??gica em Sa??de Publicador: Instituto de Comunica????o e Informa????o Cient??fica e Tecnol??gica em Sa??de
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.11%
O advento da Internet e a populariza????o das redes sociais no Brasil tornou importante analisar os novos ambientes para uso e pr??tica na Educa????o e na Pesquisa em Sa??de. Ao compreendermos o Facebook como um dispositivo de atua????o para os atores da Sa??de, torna-se necess??rio analisar as potencialidades desses ambientes, o que, a posteriori, permitir?? avan??os na produ????o do conhecimento e uma pr??tica de comunica????o e informa????o baseada na intera????o em rede. Esta pesquisa pretende contribuir para o desenvolvimento de pr??ticas interativas de educa????o e pesquisa em redes sociais, partindo da necessidade para a constru????o de ambientes de intera????o, comunica????o e informa????o na sa??de. Com base na compreens??o de que a Internet se tornou um espa??o importante para a participa????o cidad??, ?? compreendida a necessidade de refletir sobre a comunica????o como processo de intera????o, que n??o mais significa transmiss??o de mensagens entre emissores e receptores. E o discutir as redes como possibilidade de intera????o social, entende-se at?? que ponto as redes sociais podem ser estruturadas de maneira centralizada, descentralizada ou distribu??da, e assim, no contexto dos fen??menos que emergem na Internet...

O quadro de escrever como recurso facilitador de intera??o e aprendizagem dos alunos no processo de avalia??o

MICCIONE, Dom?nico G?es
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Relevância na Pesquisa
65.95%
Esse estudo teve como objetivos: 1. Investigar os resultados da aprendizagem dos alunos, decorrente de uma experi?ncia de avalia??o, usando como recurso facilitador o quadro de escrever. 2. Utilizar procedimentos que possibilitem a participa??o do aluno nas atividades avaliativas desenvolvidas no quadro de escrever. Foi desenvolvida em uma turma do 1? ano do Ensino M?dio, em escola p?blica federal do estado do Par?. Os resultados indicam que o uso do quadro de escrever de forma interativa, facilita a aprendizagem dos alunos quando considerados aspectos did?tico-pedag?gicos inerentes ?s tend?ncias em Educa??o Matem?tica, tais como a avalia??o diagn?stica, a intera??o social, o contrato did?tico, o erro e os obst?culos epistemol?gicos. Por fim, conclui-se que o quadro de escrever deve ser ressignificado na pr?tica pedag?gica do professor de matem?tica.; ABSTRACT: This study the following goals: 1. To investigate the students learning results from an evaluation experience, using the blackboard as a way of making it easier. 2. To use procedures that make the student participation in evaluation activities on the blackboard possible. It was developed in a high school-first-year group from a federal public school of Par?. The results indicate that the blackboard use in an interaction way makes the students learning easier when pedagogy didactic aspects that do not depend on the tendencies in Mathematics Education...

O racismo na trajet?ria escolar e profissional de professoras universit?rias

CHAVES, Evenice Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.08%
A pesquisa proposta empregou um aporte te?rico-metodol?gico interdisciplinar e enfocou as desigualdades sociais e raciais no percurso escolar e profissional de professoras universit?rias. A literatura brasileira consultada na ?rea da Psicologia n?o fornece exemplares de pesquisas qualitativas sobre desigualdades sociais e raciais, focalizadas no negro e no branco. Nesse contexto, inseriu-se o presente estudo, que objetivou responder ?s seguintes quest?es: 1) h? indicadores de desigualdades sociais, produzidas estruturalmente, que perpassaram a trajet?ria escolar e profissional da pessoa socialmente intitulada de preta, de parda e de branca? 2) h? indicadores de desigualdades raciais, quando se compara o percurso de vida da pessoa socialmente intitulada de preta e parda com o da pessoa socialmente denominada de branca? Participaram do estudo tr?s professoras universit?rias: uma socialmente definida como branca e duas como negras (preta e parda), p?s-graduadas e lotadas em diferentes departamentos de uma universidade p?blica brasileira. Na coleta de informa??es, empregou-se a entrevista narrativa, um question?rio s?cio-demogr?fico e uma lista de complementa??o de frases. As informa??es coletadas foram submetidas a tratamento, que as transformaram em dados. A organiza??o dos dados incluiu o processo de categoriza??o. Os resultados mostraram que a pobreza...

O processo de constru??o de pol?ticas de inclus?o social no projeto Escola Cabana: consensos e tensionamentos entre os segmentos sociais e o poder p?blico municipal

OLIVEIRA, Izabel Cristina Borges Corr?a
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Relevância na Pesquisa
65.92%
Este estudo sobre o processo de constru??o de pol?ticas de inclus?o social no projeto Escola Cabana e os consensos e tensionamentos entre os segmentos sociais e o poder p?blico municipal procurou investigar e refletir se esse projeto possibilitou (ou n?o) a inclus?o e participa??o dos segmentos sociais (Movimento das Mulheres, Homossexuais, Negros e dos PNEEs), bem como da contempla??o de suas reivindica??es e interesses no processo de formula??o e elabora??o de pol?ticas p?blicas, a partir das an?lises de documentos oficiais e das falas de integrantes dos movimentos sociais e de dirigentes da educa??o municipal, no per?odo de 1997 a 2000 e 2001 a 2004. Ele abrange uma discuss?o sobre as perspectivas de compreens?o sobre exclus?o e inclus?o social, espa?os p?blicos democratizados, participa??o popular e processos identit?rios, tendo como pano de fundo a abordagem do per?odo de redemocratiza??o do Brasil. Este trabalho contemplou ainda a rela??o entre os documentos produzidos pelo governo municipal sobre o projeto da Escola Cabana e os depoimentos dos entrevistados, estabelecendo uma s?rie de vari?veis que discriminam as motiva??es dos sujeitos da sociedade para o envolvimento com os segmentos sociais, bem como dos gestores do poder p?blico com as entidades da sociedade civil...

Intera??es sociais e o discurso sobre o vis?vel e o invis?vel em aulas de qu?mica

PARENTE, Andrela Garibaldi Loureiro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.03%
Estuda, a partir da intera??o e do di?logo, a elabora??o de explica??es em aulas de qu?mica, tendo em vista aspectos te?ricos e emp?ricos deste conhecimento. Participaram da pesquisa uma professora e sua turma de 26 alunos, do primeiro ano do ensino m?dio, de uma escola p?blica do munic?pio de Bel?m-Pa. Foi planejada uma aula envolvendo a realiza??o de um experimento sobre a forma??o da ferrugem. Foram formados quatro grupos de alunos para realizar o experimento. Ap?s observarem o experimento, os quatro grupos de alunos discutiram entre si, em seguida, em conjunto com a professora e, posteriormente, a professora discutiu com a turma toda. Os di?logos ocorridos nos grupos e na turma toda foram filmados e transcritos integralmente. Recorremos ? an?lise microgen?tica para analisarmos o di?logo de um dos grupos sem a presen?a da professora, do mesmo grupo com a presen?a da professora e da turma toda. Identificamos nos di?logos as seq??ncias das quais emergiram as explica??es. Nestas sequ?ncias utilizamos as categorias propostas por Mortimer e Scott (2002) para analisar as inten??es, o conte?do, a abordagem comunicativa, os padr?es de intera??o e as interven??es da professora. As an?lises nos possibilitaram compreender e discutir como os alunos elaboram explica??es em aulas e...

A estrutura da brincadeira e a regula??o das rela??es

PONTES, Fernando Augusto Ramos; MAGALH?ES, Celina Maria Colino
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.07%
A brincadeira tradicional de rua ? um fen?meno paradigm?tico da organiza??o social de crian?as e da cultura infantil. O estudo das brincadeiras tradicionais infantis possibilita a investiga??o de um fen?meno "espont?neo", sem o planejamento adulto e sem o recurso da escrita. Cada brincadeira, em cada cultura, possui uma estrutura peculiar que a define. A estrutura da brincadeira, no geral determina o desenrolar dos acontecimentos no jogo, prevendo padr?es, estrat?gias e san??es t?picas. Apesar desta estrutura ter sua origem hist?rica nas rela??es, constitui um elemento supra-relacional, ritualizado. Cada caracter?stica estrutural, verbalmente codificada, existe independente das rela??es, ? um dos seus determinantes. Na verdade, a estrutura de uma brincadeira n?o determina totalmente e linearmente as intera??es entre os sujeitos de modo a eliminar as peculiaridades das rela??es; a estrutura interage com as rela??es anteriormente dadas. As intera??es nas brincadeiras ser?o fruto do institucionalmente dado e das rela??es entre seus membros. A partir de exemplos de brincadeiras tradicionais tais como, peteca (bola de gude), papagaio, tratos, el?stico e outras, ser?o analisados aspectos estruturais que condicionam e interagem com as rela??es. Acredita-se que a investiga??o de tais fatores seja importante tanto para melhor descri??o da brincadeira quanto para compreens?o das rela??es entre os membros do grupo bem como da transmiss?o da cultura da brincadeira.; ABSTRACT: Traditionally...

A intera??o e a (im)polidez nos f?runs da comunidade orkuteana "Bel?m"

SILVA, Erika Suellem Castro da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.15%
As redes sociais do ciberespa?o t?m se configurado como um fen?meno cada vez mais comum em nossos dias. ? f?cil perceber que o advento da internet ampliou n?o s? as modalidades de leitura e escrita, como tamb?m a intera??o entre os seus usu?rios - e ? sobre esta ?ltima que o presente estudo se debru?a. Nossa proposta ? analisar o fen?meno da polidez na intera??o entre participantes de sete discuss?es sobre assuntos ligados ? Universidade Federal do Par? (UFPA), postadas nos f?runs na comunidade "Bel?m", do site Orkut. Para tanto, pautamo-nos especialmente na abordagem sociol?gica de Goffman (1967), nos estudos sobre enquadres interativos de Tannen e Wallat (2002 [1987]), nas investiga??es de Gumperz (2002 [1982]) acerca das pistas de contextualiza??o e nos estudos de Kerbrat-Orecchioni (1992, 1997, 1998, 2006) sobre as rela??es interpessoais e polidez. Sobre esta, apresentamos os modelos seminais de Brown e Levinson (1987 [1978]), considerando suas refer?ncias aos trabalhos de Searle (1969), acerca dos atos de fala, e ao de Grice (1975), no que diz respeito ao Princ?pio de Coopera??o e suas m?ximas e implicaturas conversacionais. Tamb?m discutimos o modelo de Leech (1983), que trata do Pr?ncipio Geral da Polidez, a partir de suas observa??es sobre as m?ximas gricerianas. Ainda com rela??o aos estudos sobre polidez lingu?stica...

Papagaio, pira, peteca e coisas do g?nero

SILVA, L?cia Isabel da Concei??o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.04%
Este estudo investigou o significado dos grupos de brincadeiras na rua como um contexto da cultura de pares, percebendo-os n?o apenas como espa?os de express?o e reprodu??o da cultura de g?nero, mas principalmente como contexto de reconstru??o e co-constru??o destes aspectos: pap?is sexuais, identidade de g?nero e ideologia de pap?is sexuais. O estudo incluiu 689 sujeitos entre 0 e 18 anos (440 meninos ? 249 meninas), que brincavam juntos, sendo moradores ou visitantes de tr?s ruas num bairro da periferia de Bel?m- Par?, durante um ano. Os dados foram coletados atrav?s de tr?s procedimentos: descri??o dos aspectos s?cio-demogr?ficos da ?rea atrav?s de um formul?rio; identifica??o quantitativa das atividades dos grupos de brincadeira utilizando a t?cnica de varredura (scan sampling) e a descri??o qualitativa das atividades atrav?s da filmagem de epis?dios. Os resultados revelam diferen?as de g?nero quanto ? participa??o na rua e ? variedade da subcultura l?dica. Observou-se predomin?ncia dos meninos na rua, segrega??o e tipifica??o sexual nas brincadeiras e estrat?gias diferenciadas de intera??o entre os dois grupos de g?nero. Houve maior aproxima??o das meninas naquilo a que se denominou subcultura masculina, configurando estrat?gias de subvers?o das ideologias e pap?is de g?nero. A partir de tr?s modelos explicativos do desenvolvimento humano (Hinde...

Avalia??o e interven??o de beb?s em institui??o de acolhimento infantil

LOPES, Andreza Mour?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
65.99%
O presente estudo aborda a avalia??o e interven??o com beb?s em uma institui??o de acolhimento infantil na cidade de Bel?m-Pa, atrav?s da aplica??o da Escala de Desenvolvimento do Comportamento da Crian?a ? EDCC e de um programa de atividades elaborado pela pesquisadora para a estimula??o precoce/essencial das habilidades motoras, cognitivas, linguagem e afetivas. Dados referentes ? hist?ria pregressa de todas as crian?as envolvidas no estudo tamb?m foram considerados e obtidos por meio de relatos informais da equipe da institui??o de acolhimento e atrav?s de documentos (prontu?rios) junto ? dire??o. Participaram do estudo quatro beb?s, com idade entre seis a onze meses, que n?o apresentavam disfun??es neurol?gicas e com o maior tempo de perman?ncia na institui??o. A abordagem metodol?gica utilizada foi qualitativa, com caracter?stica descritiva e interventiva de pesquisa. A avalia??o com a utiliza??o da EDCC no per?odo pr?-interven??o demonstrou que todos os beb?s participantes da pesquisa obtiveram a pontua??o ?4? referente a classifica??o ?bom? da escala, sendo que inicialmente apresentaram dificuldades na realiza??o de comportamentos que envolvem a linguagem e a intera??o social. Na reavalia??o, a maioria dos beb?s participantes manteve a pontua??o ?4? com apenas um evoluindo para ?5? (excelente)...

A produ??o de sentidos sobre incluir - excluir

LUNA, Carla Solange Azevedo de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
65.91%
A inclus?o escolar ? uma modalidade de ensino definida pelo discurso educacional como uma nova postura na escola regular no que se refere ?s a??es que favore?am a intera??o social e pr?ticas heterog?neas que atendam ?s necessidades educacionais especiais de pessoas com ?defici?ncia?. Este estudo situa esse movimento como uma constru??o social, negociada nas rela??es entre pessoas e que d?o condi??es de possibilidade ao seu aparecimento, compreendendo as circunst?ncias de sua constitui??o. Objetiva, por meio das pr?ticas discursivas, compreender a no??o de inclus?o que professoras da educa??o b?sica de duas escolas p?blicas fazem circular em seus discursos engendrados em suas pr?ticas pedag?gicas do professor. Considera tamb?m as resson?ncias do encontro do discurso dessas professoras, suas contradi??es e rupturas com o discurso dos documentos p?blicos oficiais. Adota uma postura cr?tica e questionadora sobre as institucionaliza??es que se naturalizam no cotidiano, buscando nas pr?ticas discursivas e produ??o de sentidos a possibilidade de compreender as maneiras pelas quais as pessoas instituem certas no??es, vers?es que explicam o mundo e se posicionam em rela??es sociais produzindo acontecimentos no cotidiano. A investiga??o foi realizada em duas escolas p?blicas que atuam com o ensino fundamental e...

Intera??es rural-urbano: a sociobiodiversidade e o trabalho em portos, feiras e mercados de Bel?m, Par?

SILVA, Iraneide Souza; CASTRO, Edna Maria Ramos de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.09%
Muitas esp?cies que representam a sociobiodiversidade amaz?nica, al?m de seu papel ecol?gico, exercem tamb?m impacto na economia atrav?s de seus variados usos ? alimentar, terap?utico, artesanal, ornamental ? e refletem o potencial produtivo das ilhas do munic?pio de Bel?m e de outras partes do estado do Par?. A valoriza??o desses produtos propulsiona as atividades nas feiras, portos e mercados pesquisados ? o Complexo do Ver-o-Peso, Porto do A?a?, Porto da Palha, Complexo de Abastecimento do Jurunas e Feira da Orla de Icoarac? ? e garante a reprodu??o de grupos sociais rurais e trabalhadores informais urbanos, os quais se agregam em mais de mil indiv?duos diretamente envolvidos em sua comercializa??o, organizados de maneira individual ou familiar, e na grande maioria recebendo uma renda mensal de um a tr?s sal?rios m?nimos. ? imprescind?vel considerar os portos da orla fluvial de Bel?m como locais de intera??o entre o rural e o urbano, de modo a permitir uma an?lise cr?tica das formas de apropria??o da cidade, da produ??o e reprodu??o social do trabalho, dos atores envolvidos e dos benef?cios da sociobiodiversidade.; ABSTRACT: Many species that represent Amazonian sociobiodiversity, in addition to their ecological role, also exert an impact on the economy by means of their various usages ? alimentary...

Rela????es entre interesses, intera????o social e aprendizagem na Educa????o a Dist??ncia: estudo de casos no Curso de Licenciatura em Matem??tica a Dist??ncia da Universidade Federal de Pelotas; Relationship between interests, social interactions and learning in Distance Education: case-studies in the Maths Teacher training course/ Federal University of Pelotas.

HALLWASS, Lia Cristiane Lima
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Educa????o; Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Educa????o; Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.24%
This Master‟s dissertation aimed to contribute to the understanding of the learning process in Distance Education (DE). Currently, DE is a widespread educational modality favoring access to higher education. Thus, I consider fundamental to know its characteristics and the processes involved in it, in particular to know how individuals learn in this modality and what factors are associated with such learning. The objective of this investigation was to examine the influence of interests and social interactions on the learning process of students enrolled in the Distance Mathematics Teacher Training Course from the Federal University of Pelotas/RS (DMTTC / UFPel). The study used, as its theoretical basis, the Historical-Cultural perspective, proposed by Lev S. Vygotsky, due to the fact that, in the same way as Distance Education, this perspective emphasizes the importance of social interactions for learning, thus offering valuable support to the exploration of the proposed theme. The research has adopted a qualitative approach (case-studies), having a descriptive and exploratory character. The cases analyzed have been selected from the group of students enrolled in the second phase of the DMTTC - Open University of Brazil Program (DMTTC/ UAB 2)...

Parceria intersetorial em pol??ticas sociais: o controle da frequ??ncia escolar no Programa Bolsa Fam??lia

Filgueiras, Cristina Almeida Cunha
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Estudo de Caso
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
65.91%
O estudo de caso examina a colabora????o entre o Minist??rio da Educa????o e o Minist??rio do Desenvolvimento Social e Combate ?? Fome no Brasil para o acompanhamento do compromisso assumido pelas fam??lias benefici??rias de manter seus filhos na escola com a frequ??ncia m??nima exigida pelo Programa Bolsa Fam??lia. Nele s??o analisados a intersetorialidade como estrat??gia da pol??tica social e os desafios envolvidos na coordena????o entre os organismos p??blicos para garantir a integralidade neste programa da pol??tica de combate ?? pobreza e prote????o social. O foco principal do estudo ?? a articula????o entre os atores institucionais do Governo Federal, por??m s??o tamb??m abordados elementos importantes da intera????o com outros n??veis de governo para que a gest??o da condicionalidade de educa????o cumpra seus prop??sitos; N??mero P??ginas: 43 p.; Estado e Governo. Governan??a. Governabilidade; Pol??ticas Setoriais. Pol??ticas Intersetoriais; A nota pedag??gica deste estudo de caso ?? de acesso restrito e exclusivo a professores e coordenadores de ensino cujos cadastros tenham sido autorizados pela coordena????o da Casoteca de Gest??o P??blica. Se voc?? ?? professor ou coordenador de ensino e deseja ter acesso ?? ??ntegra das notas pedag??gicas que alguns estudos de caso possuem...

Reflex??es sobre a emerg??ncia da participa????o social na agenda das pol??ticas p??blicas: desafios ?? forma de organiza????o burocr??tica do Estado

Ferrarezi, Elisabete; Oliveira, Clarice G.
Fonte: Conselho Nacional de Secret??rios de Estado da Administra????o (CONSAD) Publicador: Conselho Nacional de Secret??rios de Estado da Administra????o (CONSAD)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
75.87%
No Brasil, a Constitui????o de 1988 institucionalizou a participa????o social em conselhos a serem compostos por representantes de diferentes setores da sociedade, do Estado e, em alguns casos, dos trabalhadores. A partir dos anos 2000, a realiza????o de confer??ncias passou a ser disseminada como mais uma forma de participa????o, que auxilia no mapeamento das demandas e na constru????o de consensos entre os movimentos sociais nos momentos que antecedem a formula????o de pol??ticas pelo poder executivo. Seja qual for a forma de participa????o social institucionalizada, regras e procedimentos regulamentados pelo Estado regem as intera????es com a Sociedade. Esse ensaio se dedica a problematizar a efetividade dos espa??os e mecanismos do ponto de vista do processamento de pol??ticas p??blicas dentro do aparato burocr??tico a partir de conceitos derivados das teorias de complexidade, participa????o e burocracia com a inten????o de contribuir para o debate sobre o aperfei??oamento desse campo; N??mero de p??ginas: 27 p.; Pol??ticas Setoriais. Pol??ticas Intersetoriais; Artigo apresentado no V Congresso CONSAD de Gest??o P??blica

O papel do governo eletr??nico no fortalecimento da governan??a do setor p??blico; El papel del gobierno electr??nico en el fortalecimiento de la gesti??n de los asuntos p??blicos; The role of e-government in strengthening public sector governance

Braga, Lamartine Vieira; Alves, Welington Souza; Figueiredo, Rejane Maria da Costa; Santos, Rildo Ribeiro dos
Fonte: Revista do Servi??o P??blico (RSP); Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Revista do Servi??o P??blico (RSP); Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Artigo de Revista Científica
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
65.9%
As novas Tecnologias da Informa????o e Comunica????o (TIC), entre as quais se destacam a internet, as redes de computadores, a transmiss??o via sat??lite e a telefonia m??vel, criaram condi????es para o surgimento de Sociedades do Conhecimento. Nesse contexto, o Estado, por interm??dio do governo eletr??nico, ?? o principal instrumento de que os cidad??os disp??em atualmente para enfrentar os desafios impostos pela globaliza????o, por meio de intera????es in??ditas da sociedade, empresas e governos. O objetivo deste trabalho foi estabelecer rela????es entre a governan??a do setor p??blico e o governo eletr??nico, partindo-se de um marco referencial te??rico das duas ??reas de estudo. Para tanto, foram delineados seus escopos e limites de atua????o, instituindo-se v??nculos, de acordo com a????es do Governo Eletr??nico brasileiro: certifica????o digital; Portal da Transpar??ncia; vota????o eletr??nica; preg??es eletr??nicos e Portal da Previd??ncia Social. Conclui-se que, apesar dos avan??os recentes observados pela an??lise de v??rias dimens??es da governan??a, baseados em iniciativas de governo eletr??nico aqui inventariadas, ainda h?? muito que fazer em dire????o ?? inclus??o social no Brasil, assim como em outros pa??ses. As TIC podem vir a ser um poderoso agente de inclus??o digital...

Papagaio, pira, peteca e coisas dos g?neros

SILVA, L?cia Isabel da Concei??o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.04%
Este estudo investigou o significado dos grupos de brincadeiras na rua como um contexto da cultura de pares, percebendo-os n?o apenas como espa?os de express?o e reprodu??o da cultura de g?nero, mas principalmente como contexto de reconstru??o e co-constru??o destes aspectos: pap?is sexuais, identidade de g?nero e ideologia de pap?is sexuais. O estudo incluiu 689 sujeitos entre 0 e 18 anos (440 meninos ? 249 meninas), que brincavam juntos, sendo moradores ou visitantes de tr?s ruas num bairro da periferia de Bel?m- Par?, durante um ano. Os dados foram coletados atrav?s de tr?s procedimentos: descri??o dos aspectos s?cio-demogr?ficos da ?rea atrav?s de um formul?rio; identifica??o quantitativa das atividades dos grupos de brincadeira utilizando a t?cnica de varredura (scan sampling) e a descri??o qualitativa das atividades atrav?s da filmagem de epis?dios. Os resultados revelam diferen?as de g?nero quanto ? participa??o na rua e ? variedade da subcultura l?dica. Observou-se predomin?ncia dos meninos na rua, segrega??o e tipifica??o sexual nas brincadeiras e estrat?gias diferenciadas de intera??o entre os dois grupos de g?nero. Houve maior aproxima??o das meninas naquilo a que se denominou subcultura masculina, configurando estrat?gias de subvers?o das ideologias e pap?is de g?nero. A partir de tr?s modelos explicativos do desenvolvimento humano (Hinde...

Um olhar bioecol?gico sobre os efeitos da comunica??o alternativa na intera??o professor-aluno com paralisia cerebral

SILVA, Rafael Luiz Moraes da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.17%
Estudos sobre a sint?tica da comunica??o t?m revelado que tanto a repert?rio verbal como a n?o-verbal produzem modifica??es significativas na intera??o social, e, portanto, no desenvolvimento humano. A fala, por exemplo, tem sido vista como uma modalidade comunicativa socialmente exigida para a constru??o de rela??es nos diferentes contextos e culturas. Entretanto, essa modalidade nem sempre ? o recurso mais dispon?vel principalmente para aqueles que apresentam altera??es no seu desenvolvimento. Diante disso, ? comum que a pessoa com defici?ncia tente buscar formas compensat?rias para expressar seus desejos, pensamentos e frustra??es, por meio das express?es faciais, do movimento ocular e/ou de piscada e de movimentos intencionais como o apontar. Nesse sentido, os recursos e estrat?gias de comunica??o alternativa tem sidos?o utilizados como ferramentas ?teis para que o indiv?duo possa alcan?ar maior participa??o social nos diversos contextos em que se apresenta. No entanto, a literatura tem destacado que, no ambiente escolar, os entraves de comunica??o entre o professor e o aluno com defici?ncia podem acarretar preju?zos ao processo de ensino-aprendizagem. Por isso, esta pesquisa teve como objetivo analisar a intera??o professor-aluno com paralisia cerebral antes e ap?s a introdu??o dessas ferramentas. Para tanto...

Estudo sobre a rela????o da pessoa com S??ndrome de Asperger e seu ambiente social de desenvolvimento

Moura, Camila Hernandez de
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
76.24%
O presente estudo buscou examinar a rela????o da pessoa com S??ndrome de Asperger e seu ambiente social de desenvolvimento, adentrando na compreens??o de como ela avalia a sua pr??pria situa????o social. Inicialmente, questionou-se se rea????o do outro, talvez envolta em preconceitos, contribuiria para o d??ficit de intera????o social estabelecido pelos manuais de classifica????o como um dos ind??cios da s??ndrome. Uma vez que a intera????o social envolve no m??nimo duas pessoas, que se influenciam reciprocamente, pensar sobre a intera????o social de pessoas com S??ndrome de Asperger, focalizando apenas um lado da d??ade, parece n??o fazer sentido. Assim, para investigar tal problem??tica, foram realizadas entrevistas semi-estruturadas com tr??s jovens diagnosticados com a s??ndrome e, posteriormente, com seus respectivos pais. Por meio do relato verbal dos entrevistados, foi poss??vel verificar que ao falarem sobre a tem??tica socializa????o, tanto os jovens quanto seus pais se remetiam a situa????es escolares. A escola, que ?? considerada em nossa sociedade como o principal espa??o de socializa????o fora do ambiente familiar, e que, portanto, deveria proporcionar a viv??ncia acad??mica e social em uma sociedade plural...

A percep????o da vestimenta na intera????o social

Braule, Larissa Rehem P??voa
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.95%
Esse trabalho busca observar a percep????o que as pessoas podem ter do outro a partir do seu vestu??rio e se a vestimenta expressa algo sobre quem est?? utilizando-a. Para tanto, al??m de retomar conceitos fundamentais ao tema com autores como Roland Barthes, Gilles Lipovetsky, Mairi Mackenzie, entre outros, e dar uma no????o geral sobre moda, duas etapas s??o realizadas no trabalho: (1) a identifica????o do impacto causado pelo vestu??rio na intera????o social apresentada no livro ???Torpedo???, de Lisi Harrinson; (2) aplica????o de uma pesquisa a fim de detectar a tend??ncia ?? classifica????o de uma pessoa a partir do vestu??rio que ela utiliza. Os principais m??todos utilizados para tentar responder a pergunta inicial, ???A roupa serve como um fator que comunica quem a pessoa ??????, foram o observacional e o da refer??ncia bibliogr??fica.

Intervention in autism: social engagement implemented by caregivers

SANTOS, Adrine Carvalho dos; GAROTTI, Marilice Fernandes; RIBEIRO, Ivete Furtado; BOSA, Cleonice Alves
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
66.06%
Envolver-se em estados de engajamento social com seus cuidadores ? um d?ficit central de crian?as com autismo. Este estudo verificou a efetividade de uma interven??o com cuidadores para a promo??o de engajamento social em suas crian?as com autismo. As intera??es de sete d?ades foram filmadas antes, durante e ap?s a interven??o para registro da dura??o de onze estados de engajamento da aten??o infantil, categorizados como social (ES) ou n?o social (ENS). Oito horas de interven??o foram divididas em encontros grupais e em monitoramentos individuais. Ap?s a interven??o foram observadas diferen?as significativas no aumento de ES e na diminui??o de ENS e esses ganhos foram mantidos na avalia??o de seguimento. O aumento em ES estava positivamente associado ao grau de ades?o das cuidadoras ao tratamento. Conclu?mos que interven??es de curta dura??o podem capacitar cuidadores como mediadores competentes para aumentar engajamentos sociais.; ABSTRACT: To become involved in states of social engagement with their caregivers is a core deficit of children with autism. This study verified the effectiveness of an intervention with caregivers for the promotion of social engagement in their children with autism. The interactions of seven dyads were video recorded before...