Página 1 dos resultados de 640 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Os significados atribuídos às LER/DORT na relação médico-paciente: um estudo entre médicos peritos do INSS/SP e pacientes portadores de LER/DORT usuários do CEREST/SP; The meanings attributed to RSI in doctor-patient relation: a study amongst medical examiners from INSS and patients with RSI from CEREST/SP.

Siqueira, Anna Carolina Arena
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.11%
O presente trabalho objetivou a apreensão dos significados e concepções acerca do adoecimento pelas LER/DORT, para médicos peritos do INSS/SP e portadores de LER/DORT do CEREST/SP. Para tanto, foi empregada metodologia qualitativa, utilizando-se como instrumento de coleta de dados a entrevista em profundidade, com roteiros distintos para médicos peritos e portadores de LER/DORT. Foram entrevistados três médicos peritos, todos do sexo masculino, com idades entre 50 e 65 anos e mais de 10 anos de experiência em perícias médicas e, no outro pólo da investigação, participaram do estudo seis portadores de LER/DORT, pacientes do serviço de atendimento ambulatorial do CEREST/SP, sendo cinco do sexo feminino e um do sexo masculino, com idades entre 35 e 55 anos, todos empregados no setor de serviços e em afastamento pelo INSS. Ao material coletado foi aplicada análise de conteúdo temática da qual foram extraídos três eixos temáticos mais abrangentes: os sujeitos de pesquisa, o trabalho e a relação médico-paciente em contexto de perícia médica. Foi possível apreender que a relação médico-paciente que se estabelece entre peritos e portadores de LER/DORT é peculiar já que, a perícia consiste em ambiente de consulta médica permeado pelo julgamento da lei previdenciária. Nesse contexto...

Gerenciamento de risco em tecnovigilância: aplicação dos conceitos seis sigma e técnica delphi para o desenvolvimento e validação de instrumento de avaliação de material médico-hospitalar; Risk management in technovigilance: application of Six Sigma concepts and the Delphi Technique for the development and validation of a medical-hospital material assessment instrument.

Kuwabara, Cleuza Catsue Takeda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
O Gerenciamento de Risco Hospitalar é um processo complexo de ações gerenciais multidisciplinares que tem como propósito implantar um sistema de monitoramento e identificação da provável origem de eventos adversos e seus danos, tomar decisões apropriadas e executar ações concernentes às áreas de Farmacovigilância, Hemovigilância e a Tecnovigilância. Esta última tem como parte das atividades, procedimentos para aquisição, utilização e controle da qualidade de produtos e equipamentos em uso na área da saúde. Nesse sentido, este estudo teve como objetivo geral construir e validar um instrumento de avaliação de produto médicohospitalar. Trata-se de um estudo quantitativo, exploratório, longitudinal e de desenvolvimento metodológico. A investigação foi estruturada utilizando-se de técnicas de gestão de qualidade com o uso da metodologia Seis Sigma para subsidiar o gerenciamento de risco na área de Tecnovigilância e a Técnica Delphi para a obtenção dos dados. A metodologia Seis Sigma possui como base principal, as etapas componentes do Ciclo DMAIC, onde a melhoria da performance com uso de abordagens estatísticas e estratégicas possibilitou o estudo das variabilidades dos processos. A Técnica Delphi foi utilizada para a obtenção de dados dos profissionais especialistas e juízes da Rede Brasileira de Hospitais Sentinela. Considerando que o equipo de infusão venosa é de amplo uso na área de saúde...

Exame médico periódico e qualidade de vida no trabalho no serviço público federal

Rodrigues, Angelucci Veloso
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Social e do Trabalho, 2006.; Este estudo se desenvolveu em uma instituição financeira do serviço público federal. A demanda surgiu com base na análise do relatório referente aos dados do Exame Médico Periódico (EMP), realizado em 2004. O departamento de regulamentação do órgão foi o local indicado para a realização das próximas etapas da pesquisa. O objetivo do estudo foi verificar a relação entre os principais resultados do Exame Médico Periódico (EMP) e os indicadores críticos identificados em uma unidade da instituição que poderiam comprometer a Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). Ressalta-se que conceitos e pressupostos da Ergonomia da Atividade orientaram o trajeto metodológico e a análise dos dados. Entretanto, o seu método não foi utilizado stricto sensu, já que não se realizou a análise da atividade, etapa fundamental da Análise Ergonômica do Trabalho (AET). Participaram da pesquisa 31 analistas, com escolaridade de nível superior, sendo cinco do sexo feminino (16%) e 26 (84%) do sexo masculino. O trajeto metodológico englobou análise documental, observações livres (tempo médio de 15 horas)...

O remédio invisível: Uma reflexão psicossomática sobre o cancro colo-rectal. A importância da relação médico-doente

Mata, Maria João dos Santos Rodrigues Nunes da
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
Dissertação de Mestrado em Psicossomática; A presente investigação teve como objectivos principais: (1) alcançar uma compreensão do sujeito afectado pelo cancro colo-rectal, seguindo uma abordagem psicossomática. Por um lado procura-se compreender se as características do sujeito constituem um factor de vulnerabilidade psicossomática e por outro, visou-se perceber, atendendo à história de vida e características do sujeito, o seu modo de reacção face à doença e suas implicações; (2) Explorar, através de um estudo de caso, a relação médico-doente e o seu efeito no doente e na doença. Assim visamos perceber a influência das características do médico no modo como o doente vive a doença e seu tratamento. Os instrumentos utilizados foram a Entrevista Clínica, a prova projectiva Rorschach e a Escala de Alexitimia de Toronto (TAS 20). A reflexão feita e os resultados obtidos, permitiram-nos aceder à complexidade da relação médico-doente e sua influência na vivência do cancro, uma vez que a ausência de empatia entre estes dois actores parecem perturbar a atitude do sujeito face à doença e face ao tratamento. Para além disso verificamos que perante uma identidade psicossomática, a vivência do cancro pauta-se pela hiperadaptação a não contestação...

Validação para a população portuguesa do instrumento C3 e da escala PPOS e caracterização do currículo oculto da FCS-UBI em relação ao cuidado centrado no paciente

Leão, Leonor do Rosário Carneiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.17%
Introdução: O cuidado centrado no paciente tem vindo a ser proposto como um método clínico com contribuição fundamental para a qualidade dos serviços de saúde. Assim, ao longo do tempo, tem-se vindo a constatar a importância de transmitir aos estudantes de medicina conceitos relacionados com este tipo de cuidado no seu relacionamento com os doentes. No entanto, vários estudos demonstram um declínio nos comportamentos e atitudes centradas no paciente em estudantes de medicina ao longo do seu percurso académico. Por trás destes achados poderá estar a influência negativa do currículo oculto. Conhecer e reflectir sobre o currículo oculto de uma escola médica é o primeiro passo no caminho para o modificar e/ou minimizar os seus potenciais efeitos negativos na formação médica. Assim, em 2005, foi desenvolvido e validado em língua inglesa o Instrumento C3, um questionário que pretende caracterizar o currículo oculto de uma escola médica no que diz respeito ao cuidado centrado no paciente; sempre que se aplicou este questionário, foram também avaliadas as atitudes dos estudantes face à relação médico-paciente, através da escala PPOS. Objectivos: validar e adaptar para a população portuguesa o Instrumento C3 e a escala PPOS; caracterizar o Currículo Oculto da FCS-UBI no domínio dos cuidados centrados no paciente. Material e métodos: após autorização dos autores de ambos os questionários para os validar e aplicar...

Prontuário médico e suas implicações médico-legais na rotina do colo-proctologista

Prestes Jr.,Luiz Carlos L.; Rangel,Mary
Fonte: Cidade Editora Científica Ltda Publicador: Cidade Editora Científica Ltda
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.33%
As normas do Conselho Federal de Medicina preceituam que o médico não poderá deixar de preencher corretamente o prontuário médico. Essa observância é fundamental, pois sendo o atendimento prestado ao paciente uma ação multidisciplinar, todos os envolvidos ficarão informados sobre as condições clínicas, evolução, resultados de exames e procedimentos realizados nos pacientes. Sob o ponto de vista legal é um precioso instrumento, talvez o mais importante, em demandas judiciais, pois é a partir de sua análise que os peritos e julgadores colhem subsídios para a decisão judicial. Sob o ponto de vista de saúde pública, são nos prontuários médicos que residem os dados, permitindo os dados de prevalências e de incidências de determinadas doenças, permitindo assim, ações de prevenção e medidas de tratamento mais eficazes. Este trabalho tem como objetivo enfatizar a importância do cumprimento das normas e do correto preenchimento do prontuário médico, ressaltando suas implicações médico-legais, principalmente na prática da cirurgia colo-retal. Tais práticas não só representam a qualidade do trabalho profissional, mas permitem aos médicos dispor de um importante instrumento de defesa nas ações judiciais.

A quem interessa a relação médico paciente ?

Fernandes,João Claudio Lara
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/1993 PT
Relevância na Pesquisa
36.17%
A relação médico-paciente é parte integrante do cotidiano de milhares de profissionais. Para evitar uma abordagem idealista ou meramente afetiva desta questão, é necessário investigar como ela está relacionada ao conhecimento médico e à relação mais geral entre medicina e sociedade. Na verdade, longe de ser aleatória, esta relação, da forma como foi estabelecida, pode ser vista como um instrumento de difusão e manutenção do poder do Estado e da instituição médica sobre a sociedade. Para modificar esta prática, o autor propõe duas abordagens, relativas a campos distintos da prática médica: os campos hospitalar e extra-hospitalar. Na área extra-hospitalar, a humanização da prática médica dependeria, basicamente, de uma formação profissional abrangente, de modo a adaptar o médico às demandas inerentes a esta área, onde o raciocínio fisio-patológico mostra-se freqüentemente limitado. No campo hospitalar, a humanização do ato médico dependeria mais diretamente da atuação integrada de uma equipe multi-profissional.

A relação médico-paciente no Programa Saúde da Família: um estudo em três municípios do Estado da Bahia, Brasil

Franco,Anamélia Lins e Silva; Bastos,Ana Cecília de Sousa; Alves,Vânia Sampaio
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.17%
Estudou-se a relação médico-paciente no Programa Saúde da Família (PSF). Compreendendo que esta sofre influência de fatores macro e microcontextuais, optou-se por uma articulação da abordagem da vigilância da saúde com o modelo ecológico do desenvolvimento humano, compreensões influenciadas pelo contextualismo. As estratégias metodológicas consistiram no censo dos médicos de saúde da familia da Bahia, Brasil; observações de consultas de vinte médicos de três municípios, orientadas por um instrumento. Os resultados indicam diferenças significativas entre a implementação do PSF nos três municípios, repercutindo na relação médico-paciente. Quanto à orientação das práticas, a vigilância da saúde não tem sido incorporada pelos médicos observados. A análise microcontextual apontou que os problemas de saúde freqüentemente não eram tratados de modo contextualizado. Compreende-se que as diretrizes do PSF, quando assumidas pelos municípios, são produtoras de diferenças na assistência observáveis no microcontexto da relação médico-paciente. A abordagem da vigilância da saúde, referida como ferramenta para o trabalho coletivo, mostra-se eficiente para descrever, avaliar e aperfeiçoar o PSF e...

Bases psiconeurofisiológicas do fenômeno placebo-nocebo: evidências científicas que valorizam a humanização da relação médico-paciente

Teixeira,Marcus Zulian
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Aspecto valorizado nos sistemas médicos de todas as épocas, a relação médico-paciente assumiu importância secundária no modelo biomédico vigente, privando o arsenal terapêutico moderno de uma intervenção psiconeurofisiológica capaz de complementar a resolução de muitos distúrbios orgânicos. Com o intuito de resgatar este e outros benefícios, propostas pela humanização da medicina têm surgido nos diversos setores da saúde, restando ao pensamento científico aceitar que este incremento relacional subjetivo possa aumentar a efetividade dos tratamentos convencionais. Funcionando como elemento de sensibilização, os recentes estudos experimentais sobre o fenômeno placebo-nocebo ilustram os possíveis benefícios ou malefícios que uma relação médico-paciente mais ou menos humanizada pode provocar na evolução das doenças. Unindo as teorias do condicionamento operante inconsciente e da expectativa consciente, as pesquisas sugerem que a postura do médico, permeada por manifestações positivas ou negativas (comentários, sugestões, atitudes etc.), pode exercer influências semelhantes no psiquismo dos enfermos, desencadeando respostas neurofisiológicas favoráveis ou desfavoráveis, atuando como instrumento terapêutico ou iatrogênico...

Governo da população: relação médico-paciente na perícia médica da previdência social

Melo,Maria da Penha Pereira de
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
35.97%
Este artigo apresenta e discute resultados de pesquisa qualitativa sobre a relação médico-paciente na perícia médica da Previdência Social. A pesquisa analisou amostra (n=79) de registros da Ouvidoria da Previdência Social contendo reclamações sobre o trabalho médico pericial. A relação médico-paciente, no campo previdenciário, realiza-se por meio de um ajustamento à norma, um deslocamento no espaço terapêutico médico-paciente, instrumento da operação de controle para acesso aos benefícios por incapacidade. As disfunções nessa interface de controle seriam resultantes da prática desses limites, da forma em que estes estão colocados. A seguridade social foi compreendida como biopolítica e a atividade médico-pericial como expressão de biopoder, nos termos da filosofia política de Michel Foucault. Discutir Previdência significa clarificar seus pressupostos de segurança e não desconhecer o caráter instrumental que as práticas médicas assumem em seus engendramentos securitários.

Paraná-Médico (1916-1930)

Ross, Silvia de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.14%
Resumo: O objetivo desta pesquisa foi identificar quais foram os intelectuais que organizaram o periódico Paraná-Médico (1916-1930), que crenças compartilharam e o que os levou a defender a ciência médica e a educação dos habitantes do meio rural em uma revista médica especializada. Para isso, foram consideradas as trajetórias dos médicos, as redes, os grupos e os espaços de sociabilidade que eles produziram na perspectiva de afirmação da sua imagem como atores sociais, bem como os seus objetivos ao criarem uma revista médica especializada. Em termos metodológicos foram utilizados o conceito de intelectual (Vieira) e a teoria da interpretação denominada de contextualismo linguístico (Skinner; Pocock). O conceito em questão possibilitou a compreensão das posições e das ações públicas dos médicos engajados na revista, enquanto que a teoria do contextualismo linguístico apoiou a interpretação histórica das intenções manifestas pelos intelectuais nos textos publicados no periódico. Atenção especial foi dada à retórica e às estratégias discursivas dos médicos em defesa da educação dos habitantes do meio rural, identificando com quem esses dialogaram e de que forma se posicionaram em meio ao debate nacional que atribuía o problema do “atraso” do Brasil às endemias rurais. Este percurso tornou possível afirmar que a revista Paraná-Médico representou um instrumento de (re)afirmação da identidade social do médico como intelligentsia responsável pela regeneração do país...

O médico diante da morte na urgência e emergência:reflexões sobre o ser médico

Quirino, Gina Gomes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.11%
The literature pointed that the way which people deal with death have been changing along centuries, and nowadays what is realized it is that, each time more, the human being have difficulties to deal with death. Due to the fact that the main function of the physician is to save their patients lives; responsibility that is aggravated by the necessity of to take decisions quickly, once he need to deal with the unexpected situations of the urgency and emergency, many times these professional have to face of impotency and fail situations, when he lose a patient. The main goal of this study was to understand the experience of physicians that work in the urgency and emergency, in front of death. These questioning it justified by the fact of the physicians do not have, many times, a space to express their suffering and anguish about the issues related to death in their work routine, despite lifedeath question to be often present their everyday. It is still possible to verify in the literature, an appointment of the necessity of to include in the curriculum of Medicine courses, subjects that approach such questions. The method used was based on the existential-phenomenological perspective, using as instrument the participant observation...

Neocord : instrumento médico para ligadura y corte del cordón umbilical en neonatos

Delgado Fernández, Julián David
Fonte: Pontifícia Universidade Javeriana Publicador: Pontifícia Universidade Javeriana
Tipo: bachelorThesis; Trabajo de Grado Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
36.05%
Neocord es un dispositivo médico desechable que reduce el número de pasos necesarios en el proceso de pinzamiento y corte del cordón umbilical, al tiempo que garantiza la seguridad y protección a los médicos implicados. Etapa 1: Necord sujeta el cordón umbilical, en tres partes y corta al mismo tiempo cuando se gira, gracias a su configuración de cámara, actúa como un escudo protector, evitando el rocío de sangre desde el corte hacia los médicos alrededor. Luego en el clamp del lado de la madre se separa del conjunto principal, para ayudar a modo de asa (enrollando el cordón y tirando del asa) en el parto de la placenta. Los clamps incorporados dentro del dispositivo estan específicamente espaciados para evitar las aproximaciones del médico durante el procedimiento. Etapa 2: Durante la adaptación neonatal, Necord permite al clínico manipular el cordón umbilical con seguridad y recoger las muestras de sangre a través de la ventana de la cámara con una jeringa, evitando pinchazos. Neocord tiene un esquema de diseño giratorio que excluye el uso de bisagras, haciendo que sus partes sean más compactas durante la operación, permitiendo el uso de un solo material de inyección y por lo tanto reduce los costos de la esterilización.

Validação para a população portuguesa do instrumento C3 e da escala PPOS e caracterização do currículo oculto da FCS-UBI em relação ao cuidado centrado no paciente

Leão, Leonor do Rosário Carneiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.17%
Introdução: O cuidado centrado no paciente tem vindo a ser proposto como um método clínico com contribuição fundamental para a qualidade dos serviços de saúde. Assim, ao longo do tempo, tem-se vindo a constatar a importância de transmitir aos estudantes de medicina conceitos relacionados com este tipo de cuidado no seu relacionamento com os doentes. No entanto, vários estudos demonstram um declínio nos comportamentos e atitudes centradas no paciente em estudantes de medicina ao longo do seu percurso académico. Por trás destes achados poderá estar a influência negativa do currículo oculto. Conhecer e reflectir sobre o currículo oculto de uma escola médica é o primeiro passo no caminho para o modificar e/ou minimizar os seus potenciais efeitos negativos na formação médica. Assim, em 2005, foi desenvolvido e validado em língua inglesa o Instrumento C3, um questionário que pretende caracterizar o currículo oculto de uma escola médica no que diz respeito ao cuidado centrado no paciente; sempre que se aplicou este questionário, foram também avaliadas as atitudes dos estudantes face à relação médico-paciente, através da escala PPOS. Objectivos: validar e adaptar para a população portuguesa o Instrumento C3 e a escala PPOS; caracterizar o Currículo Oculto da FCS-UBI no domínio dos cuidados centrados no paciente. Material e métodos: após autorização dos autores de ambos os questionários para os validar e aplicar...

Propuesta de una estructura presupuestaria como herramienta gerencial y contable para el crecimiento de las PyMES. Caso: Servicio Médico Ocupacional e Integral MDyS, C.A.

Álvarez Rojas, Geraldine Licet; Donquis Jiménez, Charlotte Nathaly; Gainza Zea, Wilmar Yeilin
Fonte: Universidade de Carabobo Publicador: Universidade de Carabobo
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
ES_ES
Relevância na Pesquisa
36.11%
La presente investigación tuvo como objetivo, proponer una estructura presupuestaria que sirva como herramienta gerencial y contable para el crecimiento de las Pymes, específicamente del Servicio Médico Ocupacional e Integral MDyS, C.A. La importancia reside especialmente, en que optimizará los procesos realizados, para servir de ejemplo a otras organizaciones como una empresa sólida y eficiente, debido al mejoramiento que se obtendría en las funciones administrativas de la misma. Para tal fin se formalizó la investigación dentro de un estudio de tipo descriptivo, con un diseño de campo no experimental. La población manejada, estuvo conformada por el total de los miembros del equipo de administración y contabilidad del Servicio Médico Ocupacional e Integral MDyS, C.A, conformado por tres (03) profesionales; la muestra quedó representada por la totalidad de población; como criterio muestral se aplicó el muestreo de tipo no probabilístico, intencional. En el desarrollo de esta investigación las técnicas utilizadas fueron la observación directa y la encuesta, como instrumento se utilizó el cuestionario, que constó de 20 interrogantes cerradas y dicotómicas. La validación se hizo mediante el criterio de juicio de un equipo de expertos...

Un instrumento para la estratificación del paciente con neumonía adquirida en la comunidad en el departamento de urgencias

Corona Martínez,Luis A.; Fragoso Marchante,María Caridad; Borroto Lecuna,Sandra; Hernández Abreus,Caridad; López Viera,Beatriz Home; Domínguez Casillas,Iván
Fonte: Revista Cubana de Medicina Publicador: Revista Cubana de Medicina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 ES
Relevância na Pesquisa
36.08%
La neumonía adquirida en la comunidad constituye uno de los más importantes problemas de salud atendidos en esta institución. En este artículo se presentó un instrumento para la estratificación de los pacientes atendidos por esta afección en el departamento de urgencias, construido colectivamente, con un enfoque cualitativo y basado en principios previamente determinados para facilitar al médico de asistencia la toma de decisiones de conducta con el enfermo. El instrumento confeccionado puede ser utilizado en cualquier hospital de nuestro sistema de salud.

El test del Árbol, su aplicación en la exploración de la personalidad en la clínica médico-forense

Cid Rodriguez,J.M.; Castellano Arroyo,M.
Fonte: Cuadernos de Medicina Forense Publicador: Cuadernos de Medicina Forense
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/10/2002 SPA
Relevância na Pesquisa
36.05%
En el presente artículo se propone el Test del Árbol como un instrumento muy útil para la exploración médico-forense en casos de violencia familiar, agresiones sexuales y en los casos de víctimas infantiles. Para la interpretación de la prueba se indica la metodología a seguir y la bibliografia necesaria. Como aplicación práctica se expone una pericia sobre una niña víctima de abusos sexuales y los dos adultos denunciados; en el informe se comparan los resultados obtenidos en el Cuestionario Factorial de Personalidad 16-PF de Catell y el análisis del Test del Árbol dibujado por las personas exploradas.

A relação médico-paciente no Programa Saúde da Família: um estudo em três municípios do Estado da Bahia, Brasil

Franco,Anamélia Lins e Silva; Bastos,Ana Cecília de Sousa; Alves,Vânia Sampaio
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.17%
Estudou-se a relação médico-paciente no Programa Saúde da Família (PSF). Compreendendo que esta sofre influência de fatores macro e microcontextuais, optou-se por uma articulação da abordagem da vigilância da saúde com o modelo ecológico do desenvolvimento humano, compreensões influenciadas pelo contextualismo. As estratégias metodológicas consistiram no censo dos médicos de saúde da familia da Bahia, Brasil; observações de consultas de vinte médicos de três municípios, orientadas por um instrumento. Os resultados indicam diferenças significativas entre a implementação do PSF nos três municípios, repercutindo na relação médico-paciente. Quanto à orientação das práticas, a vigilância da saúde não tem sido incorporada pelos médicos observados. A análise microcontextual apontou que os problemas de saúde freqüentemente não eram tratados de modo contextualizado. Compreende-se que as diretrizes do PSF, quando assumidas pelos municípios, são produtoras de diferenças na assistência observáveis no microcontexto da relação médico-paciente. A abordagem da vigilância da saúde, referida como ferramenta para o trabalho coletivo, mostra-se eficiente para descrever, avaliar e aperfeiçoar o PSF e...

A quem interessa a relação médico paciente ?

Fernandes,João Claudio Lara
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/1993 PT
Relevância na Pesquisa
36.17%
A relação médico-paciente é parte integrante do cotidiano de milhares de profissionais. Para evitar uma abordagem idealista ou meramente afetiva desta questão, é necessário investigar como ela está relacionada ao conhecimento médico e à relação mais geral entre medicina e sociedade. Na verdade, longe de ser aleatória, esta relação, da forma como foi estabelecida, pode ser vista como um instrumento de difusão e manutenção do poder do Estado e da instituição médica sobre a sociedade. Para modificar esta prática, o autor propõe duas abordagens, relativas a campos distintos da prática médica: os campos hospitalar e extra-hospitalar. Na área extra-hospitalar, a humanização da prática médica dependeria, basicamente, de uma formação profissional abrangente, de modo a adaptar o médico às demandas inerentes a esta área, onde o raciocínio fisio-patológico mostra-se freqüentemente limitado. No campo hospitalar, a humanização do ato médico dependeria mais diretamente da atuação integrada de uma equipe multi-profissional.

Governo da população: relação médico-paciente na perícia médica da previdência social

Melo,Maria da Penha Pereira de
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
35.97%
Este artigo apresenta e discute resultados de pesquisa qualitativa sobre a relação médico-paciente na perícia médica da Previdência Social. A pesquisa analisou amostra (n=79) de registros da Ouvidoria da Previdência Social contendo reclamações sobre o trabalho médico pericial. A relação médico-paciente, no campo previdenciário, realiza-se por meio de um ajustamento à norma, um deslocamento no espaço terapêutico médico-paciente, instrumento da operação de controle para acesso aos benefícios por incapacidade. As disfunções nessa interface de controle seriam resultantes da prática desses limites, da forma em que estes estão colocados. A seguridade social foi compreendida como biopolítica e a atividade médico-pericial como expressão de biopoder, nos termos da filosofia política de Michel Foucault. Discutir Previdência significa clarificar seus pressupostos de segurança e não desconhecer o caráter instrumental que as práticas médicas assumem em seus engendramentos securitários.