Página 1 dos resultados de 25164 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Estratégias de captação de recursos aplicáveis à realidade das faculdades de administração de instituições de ensino superior brasileiras; Fundraising strategies applicable to the business schools of Brazilian higher education institutions

Riscarolli, Valeria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
A sustentabilidade econômica das instituições de ensino superior (IES) no Brasil vem sendo cada vez mais discutida como uma questão estratégica. No setor público, a dificuldade do Estado de garantir verbas para a sustentabilidade das instituições mostra que há restrições a investimentos para melhoria da qualidade e expansão dessas instituições. No setor privado, a dependência quase exclusiva das mensalidades dos alunos também torna-se um forte restringente da capacidade de investimentos em infra-estrutura, qualidade dos serviços educacionais e pesquisa. Alternativas financeiras, por isso, impõem-se como importante suporte à sobrevivência e continuidade das instituições. Captação de recursos na sociedade pode ser uma alternativa viável, usada comumente pelas IES norte-americanas e tem se transformado em item indispensável em seu orçamento. Seria possível aplicar as estratégias de captação usadas pelas instituições norte-americanas em faculdades de Administração no Brasil? Esta pesquisa estuda a exeqüibilidade de aplicação das estratégias de captação usadas por aquelas instituições na realidade das suas congêneres brasileiras. O método usado foi um estudo de multicaso, em três instituições norte-americanas...

Gestão da qualidade de vida nas organizações: o pilar humano da sustentabilidade em instituições de ensino superior da rede privada; Management of quality of life in organizations: the human pillar of sustainability in higher education institutions of the private network

Quel, Luiz Felipe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
A responsabilidade das instituições de ensino superior da rede privada ultrapassa os limites de suas fronteiras e de seus objetivos operacionais. São organizações que geram impactos em dimensões econômicas, sociais e ambientais. Os ambientes de trabalho nas instituições de ensino superior representam muito bem a possibilidade de alavancar a energia necessária ao desenvolvimento sustentável na medida em que associe as pessoas como elementos estratégicos. O objetivo principal desta pesquisa é o de inserir a gestão da qualidade de vida nas organizações no contexto estratégico, destacando assim, o componente humano da sustentabilidade organizacional nas instituições de ensino superior da rede privada. Contribui para uma gestão estratégica que valoriza o resultado por intermédio das pessoas. Pode orientar o desenvolvimento de programas e projetos de qualidade de vida nas organizações de ensino superior da rede privada e fortalecer essas instituições como agentes integrados ao desenvolvimento sustentável global. Trata-se de uma pesquisa empírica, original, de caráter explicativo e de natureza quantitativa, apoiada por pesquisa de campo, estruturada na forma de questionários e disponibilizada em ambiente virtual...

Instituições e desempenho do governo digital : Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Uruguai em perspectiva comparada

Possamai, Ana Júlia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Não é novidade o uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na realização das atividades governamentais. Hoje em dia, porém, revela-se crescente a possibilidade de transformação da administração pública através do emprego das TIC, seja no redesenho de processos de governo e na prestação de serviços públicos, seja na ampliação de canais de participação dos cidadãos na formulação de políticas públicas. Essa transformação tem propiciado o surgimento de um novo modelo de administração pública: a Governança da Era Digital, que tem no governo digital sua principal expressão. O governo digital materializa-se em três domínios principais: a e-administração, os e-serviços e a e-democracia, os quais suscitam a ação e a interação em redes transversais de atores dentre e fora da esfera governamental. Com efeito, novas organizações e procedimentos governamentais vêm sendo institucionalizados para fazer frente às mudanças e desafios desse novo modelo. O presente trabalho objetiva identificar as novas instituições políticas que têm surgido na Era Digital (aqui chamadas e-instituições) e verificar se há relação causal entre a presença de e-instituições (campo da e-administração) e o desempenho do governo digital na prestação de e-serviços e na implementação da e-democracia. Dessa forma...

Análise da política fiscal brasileira pós-plano real com enfoque nas instituições : um exercício de economia política institucionalista

Grazziotin, Henrique de Abreu
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.57%
O presente trabalho tem como objetivo analisar a política fiscal brasileira posterior ao Plano Real, que abrange o período entre 1995 e 2010, com enfoque nas instituições que compõem o ambiente institucional em que ela se insere. A partir da Economia Política Institucionalista, uma abordagem que leva em consideração não apenas o papel restritivo do comportamento humano, mas também o papel constitutivo das instituições sobre a visão de mundo dos agentes e o papel da agência humana nas mudanças institucionais, foi feita uma análise de caráter histórico-interpretativo das principais instituições que permeiam a política fiscal durante o período: a Constituição Federal de 1988, o sistema tributário nacional, o federalismo fiscal, o regime macroeconômico, o mercado da dívida pública e a Lei de Responsabilidade Fiscal. Com base na interpretação dessas instituições e nos dados referentes à política fiscal posterior ao Plano Real, foi possível analisar a condução das contas públicas no período. De uma forma geral, essa análise conclui que os resultados apresentados pelas finanças públicas dependem das inter-relações estabelecidas no ambiente institucional e também da atuação consciente dos agentes nele inseridos. Como consequência...

Alinhamento das práticas de gestão e avaliação de desempenho em Instituições Financeiras com o balanced scorecard, segundo a percepção de seus gerentes

Sturaro, Antonio Vilson
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 158 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; A dissertação apresenta pesquisa de característica exploratória com o objetivo de levantar o alinhamento das práticas de gestão e avaliação de desempenho em instituições financeiras com o Balanced Scorecard, segundo a percepção de seus gerentes. Definiu-se como área de estudo as cidades de Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Pato Branco, Toledo e Umuarama, no Estado do Paraná. A fundamentação teórica abordou sobre novas formas de gerenciamento para melhoria da produtividade, gestão de pessoas e o desempenho humano como fator preponderante para o desenvolvimento das organizações; apresentou o Balanced Scorecard, sistema de gestão estratégica que considera na sua aplicação, o conceito de ativos intangíveis ou invisíveis e sua influência, a tradução da estratégia que gera alinhamento e foco ante aos objetivos da instituição. Para consecução dos objetivos foi selecionado do Balanced Scorecard os conceitos que se relacionam com gestão e avaliação de desempenho, levantou-se opiniões através de pesquisa com os gerentes sobre as práticas nas instituições em que trabalham...

Análise das captações e aplicações de recursos do exterior por instituições financeiras no Brasil : Constituição de Hedge para mitigação do risco cambial

Jorge, Marcos Roberto Miorim
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.57%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006.; A busca do lucro com a "venda" de dinheiro é o objetivo final das Instituições Financeiras, o processo se inicia na concessão de empréstimos e financiamentos a pessoas físicas ou jurídicas. O lucro auferido com essas concessões é o chamado spread. Como todas as empresas comerciais as Instituições Financeiras buscam o aumento dos seus lucros visando sempre a maximização dos spreads. As Instituições Financeiras também estão sujeitas a fatores externos que podem interferir em suas pretensões de lucro, como a concorrência e a necessidade de atender a clientes cada vez mais exigentes e esclarecidos, mas diferentemente de outras empresas, as Instituições Financeiras desempenham um papel social cada vez mais importante sendo responsáveis pelo fomento a empresas de outros ramos, tendo a missão de viabilizar o crescimento e desenvolvimento do país. Diante do exposto, esse trabalho buscará descrever uma das alternativas que viabilizam o oferecimento de empréstimos e financiamentos às pessoas jurídicas, os repasses de recursos captados no exterior, uma modalidade de operação de empréstimo que conta com incentivos do governo através do órgão regulador (Bacen)...

Governança corporativa no Brasil : contraste de práticas entre instituições financeiras e instituições não financeiras; Corporate governance in Brazil : contrast between financial institutions and non-financial institutions’ practices; Gobierno corporativo en Brasil : contraste de las prácticas entre instituciones financieras y instituciones no financieras

Aráujo, Antônio Maria Henri Beyle de; Mendes, Paulo César de Melo; Lustosa, Paulo Roberto Barbosa
Fonte: Universidade Regional de Blumenau Publicador: Universidade Regional de Blumenau
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Estudos como os realizados por Adams e Mehran (2003), Macey e O’Hara (2003), Leeladhar (2004) e Levine (2004) assinalam que as instituições financeiras apresentam características distintas das instituições que compõem os demais segmentos da economia. Diante dessa constatação, este artigo se propõe a analisar se existem diferenças de práticas de governança corporativa entre instituições financeiras e instituições não financeiras no Brasil. Para atingir esse objetivo, foram selecionadas duas amostras, sendo uma composta pelos 15 maiores bancos com informações sobre governança corporativa nos seus sítios na Internet e a outra formada por 15 empresas não financeiras que compõem o Nível 2 de Governança Corporativa da BM&FBOVESPA. Utilizaram-se as mesmas variáveis do estudo realizado por Adams e Mehran (2003), que, de acordo com os resultados de pesquisas realizadas por diversos estudiosos do tema, representam de forma mais fidedigna as principais práticas de governança corporativa. Essas variáveis dizem respeito, primordialmente, às estruturas internas de governança e à propriedade em bloco dos acionistas. Para fins deste estudo...

A Satisfação e a Qualidade de Serviços e de Vida nas Instituições para Seniores. O modelo ServQual (adaptado à Servperf) e as dimensões de Rosaline Kane. Caso de estudo: Lares do concelho de Viseu

Pereira, Vânia Isabel Ferreira
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.57%
Dissertação de Mestrado em Marketing Research; O aumento da esperança média de vida alterou o paradigma de vida das sociedades ocidentais. Muitos idosos vivem mais de 85 anos, a já chamada 4ª idade, e precisam cada vez mais de respostas sociais adequadas às suas necessidades, numa época em que as famílias se desresponsabilizam gradualmente dos cuidados aos seniores. As respostas sociais mais conhecidas no nosso país são Instituições com denominações de Misericórdias, Lares Privados, Fundações e Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), que têm vindo a assumir um papel de cada vez mais relevância na sociedade. Este estudo procurou saber se estas Instituições estão capazes de alcançar a satisfação dos seus residentes. Considerámos que a satisfação era passível de ser medida através de dois construtos, nomeadamente a Servqual (adaptada ao modelo ServPerf) para a Qualidade dos serviços prestados e a Qualidade de Vida da investigadora Rosaline Kane. Para que esta pesquisa fosse o mais fidedigna possível optamos por inquirir os residentes de Instituições para Seniores. A recolha dos dados aconteceu através de questionários presenciais em 17 das 20 Instituições que em 2012 eram referenciadas na Carta Social...

A confiança nas instituições em Portugal: padrões e factores explicativos

Lopes, Lurdes Nazaré
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
A confiança nas instituições portuguesas como a literatura o tem demonstrado tem vindo a decrescer ao longo dos anos, sendo que as instituições em quem os portugueses menos confiam são as instituições políticas (partidos políticos, governo e Assembleia da República) e as instituições em quem mais confiam são as instituições internacionais (Nações Unidas e Parlamento Europeu). Porém, a Assembleia da República sendo uma instituição política mantém um crédito de confiança superior aos partidos políticos e ao governo. Pretendemos com este estudo investigar os padrões de confiança nas instituições portuguesas, bem como os seus factores explicativos, nomeadamente tendo em conta a natureza das instituições, a satisfação com o seu desempenho, a confiança interpessoal, a exposição aos média e o interesse pela política. Concluímos que quanto mais os portugueses estiverem satisfeitos com o desempenho das instituições, mais confiarem uns nos outros, maior exposição aos media e mais interesse pela política mais confiam nas instituições.; Trust in Portuguese institutions such as the literature has shown has been decreasing over the years, being that institutions in whom thePortuguese less trust are political institutions (political parties...

Orientação para o mercado nas instituições de ensino superior Portuguesas

Júlio, Maria Helena de Jesus Leal
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Hoje, mais do que nunca, as instituições de ensino superior enfrentam um meio envolvente dinâmico e em transformação. Este desafio deve-se à enorme concorrência que existe no mercado educacional, visto que existiu uma mudança a nível económico e também a nível demográfico (Lopes, 2002). Devido a estas transformações, as instituições de ensino superior têm que estar cada vez mais atentas ao que se passa no mercado e saber identificar quais os seus públicos. Só desta forma conseguem desenvolver estratégias de orientação para o mercado e assim sobreviverem. O objetivo geral deste estudo, é investigar qual o grau de orientação para o mercado nas instituições de ensino superior portuguesas, nas suas dimensões de orientação para o cliente/aluno, orientação para a concorrência e coordenação interfuncional e comparar os resultados com os de um estudo do mesmo tipo realizado nas universidades Inglesas e Israelitas. Para tal, recolheram-se 212 respostas aos docentes em representação da sua instituição de ensino superior, através de um questionário on-line. Os resultados indicam que a componente orientação para o cliente (aluno), é aquela que está mais desenvolvida nas instituições de ensino superior em Portugal à semelhança do que acontece nas instituições de ensino superior em Inglaterra e Israel...

Instituições e desenvolvimento econômico: a importância do capital social

Furlanetto,Egidio Luiz
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.57%
Este ensaio teórico tem como tema central as instituições e a sua importância para o desenvolvimento econômico de localidades e nações. Inicialmente, a partir da revisão da teoria que relaciona organizações e instituições - a teoria institucionalista -, analisam-se algumas de suas contribuições e discutem-se algumas das principais críticas feitas a ela, em especial à sua orientação econômica. Na seqüência, com o objetivo de encaminhar possíveis respostas a algumas das principais e mais contundentes críticas (feitas, principalmente, pelos cientistas sociais), aponta-se para o que pode ser entendido como um caminho alternativo para a construção de instituições eficientes, aqui abrigado sob a amplitude dos estudos sobre capital social e suas influências nas relações entre os diversos agentes que se envolvem em uma determinada transação. Em suas conclusões, o artigo reforça a importância das instituições para o desenvolvimento de regiões, bem como destaca a possibilidade de utilizar-se o capital social para a construção de instituições eficientes; ao fazer uma análise comparativa entre as duas perspectivas, conclui ser mais inteligente apropriar-se do que elas têm de melhor, sendo mais indicado utilizá-las...

Atenção odontológica e práticas de higiene bucal em instituições de longa permanência geriátricas

Ferreira,Raquel Conceição; Schwambach,Carolina Wolff; Magalhães,Cláudia Silami de; Moreira,Allyson Nogueira
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Este estudo avaliou a atuação de cirurgiões-dentistas (CD) nas instituições de longa permanência de Belo Horizonte (MG) e as práticas de higiene bucal adotadas. Questionários semiestruturados foram entregues aos coordenadores das 37 instituições filantrópicas e trinta privadas e coletados após uma semana. Os resultados foram comparados pelos testes Qui-quadrado e Exato de Fisher (p<0,05). Houve retorno de 81% dos questionários. A maioria das instituições privadas (74,2%) e filantrópicas (87%) não possui CD na equipe de saúde (p=0,21). A localização da instituição, o tempo de fundação, o tipo e o número de residentes não interferiram na presença de CD (p>0,05). Nas instituições filantrópicas com consultório, 67% possuíam CD, e nenhum CD trabalhava onde não havia consultório. Mesmo sem consultório, 13% das instituições privadas possuíam CD. 69,6% das filantrópicas encaminhavam o idoso em caso de necessidade para centros de saúde e, nas privadas, 58,1% direcionavam ao familiar (p=0,00). Maior percentual de instituições privadas adotava medidas sistematizadas de higiene bucal (p=0,01), com grande variabilidade nas condutas relatadas. Há necessidade da incorporação do CD na equipe de saúde das instituições e da sistematização das práticas de higiene bucal.

Instituições de suporte, serviços e desempenho: um estudo em aglomeração turística de Santa Catarina

Hoffmann,Valmir Emil; Campos,Lucila Maria de Souza
Fonte: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração Publicador: Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Administração
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Este estudo teve por objetivo avaliar as instituições de suporte à atividade turística em destinos turísticos na região do litoral norte de Santa Catarina. A partir de uma discussão sobre as aglomerações territoriais, os recursos competitivos e o papel das instituições de suporte, foi realizada uma pesquisa com instituições de sete cidades da chamada Costa Verde e Mar naquele estado, que, além da localização próxima, têm em comum possuir o turismo de sol e praia entre suas principais atividades econômicas. A escolha por essa atividade econômica se deu pelo fato de que as empresas turísticas, de modo geral, aglomeram-se em torno dos atrativos turísticos. Desta forma, propiciam o surgimento de instituições de suporte à sua atividade, sobretudo pela facilidade de escala desses serviços. Os dados primários foram coletados por meio de um questionário com perguntas abertas e fechadas, aplicado aos dirigentes das instituições pesquisadas. Os dados secundários, relacionados ao desempenho turístico das cidades, foram retirados de uma página oficial do órgão de turismo estadual. O tratamento se deu por estatística descritiva inferencial e categorização. Os resultados apontam que há diversidade de instituições na região...

Protocolo verde: as instituições financeiras e a promoção da sustentabilidade ambiental no Brasil

Braga, Cláudia Oliveira da Silva; Moura, Alexandrina Saldanha Sobreira de (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
36.63%
As gerações presentes buscam o desenvolvimento sustentável a ser legado às futuras gerações por meio de soluções para a criação, revisão e fomento de políticas socioambientais, nas quais as instituições financeiras devem estar incluídas. Mesmo assim, a participação dessas instituições ainda é pouco explorada em comparação com os impactos que elas podem gerar para a sociedade em geral. O objetivo geral foi investigar ações e processos de implementação e monitoramento desenvolvidos pelas instituições financeiras no Brasil, com base no cumprimento dos princípios do Protocolo Verde. Os objetivos específicos foram: identificar ações e processos de implementação; analisar princípios e diretrizes do Protocolo Verde à luz da política instituída pelas instituições financeiras e verificar o processo de monitoramento adotado para a investigação do cumprimento dos princípios do Protocolo Verde pelos agentes financiados. Este estudo estruturou-se em sete capítulos, além da introdução. No segundo tratou-se dos conceitos de desenvolvimento e responsabilidade socioambiental em instituições financeiras. No terceiro, discorreu-se sobre o processo de criação e implementação do Protocolo Verde e de suas modificações ao longo do tempo. No quarto detalhou-se o percurso metodológico da pesquisa. O quinto capítulo foi dedicado à análise dos relatórios anuais e de sustentabilidade...

Rodízio de auditores independentes nas instituições financeiras que negociam ações na Bovespa no período de 1997 a 2011.; Caster of independent auditors in the financial institutions that trade stocks on Bovespa at period of 1997 to 2011

Ferreira, Marília Paranaíba
Fonte: Universidade Federal de Goiás Publicador: Universidade Federal de Goiás
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Os escândalos corporativos, caracterizados por manipulações de resultados em grandes e importantes companhias, comprometeram, ainda mais, a veracidade das informações divulgadas pelas empresas de auditoria, como afirma Dantas (2012). Por isso, em 1996, o Banco Central do Brasil (BACEN) obrigou o rodízio dos auditores independentes nas instituições financeiras e, mais adiante, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), através da Instrução nº 308, de maio de 1999, adotou esta prática para todas as sociedades anônimas de capital aberto, com registro na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA), tendo como finalidade a preservação da independência dos auditores e a diminuição dos erros e fraudes ligados ao trabalho de auditoria externa das demonstrações contábeis. Assim, o objetivo principal deste estudo, de caráter descritivo-bibliográfico, foi analisar se as instituições bancárias registradas na BOVESPA realizaram de 1997 a 2011 o rodízio por motivo regulatório ou espontâneo. Das 27 instituições financeiras listadas na BOVESPA, somente o banco BTG Pactual S.A foi excluído da análise por divulgar, apenas, dados referentes aos anos de 2010 e 2011. Por isso, a amostra é composta por 26 instituições financeiras e no total...

Instituições financeiras federais de caráter regional : uma análise a partir da administração dos fundos constitucionais de financiamento

Damasceno, Girley Vieira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-Graduação em Administração, Mestrado Profissional em Administração, 2014.; O objeto da pesquisa consiste nas relações entre os fundos constitucionais de financiamento e as instituições financeiras que os administram. Tais fundos foram instituídos, a partir de determinação constitucional que direcionou 3% do produto da arrecadação dos impostos sobre renda e sobre produtos industrializados, para aplicação nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, por intermédio das instituições financeiras de caráter regional. Essas instituições fazem jus a uma taxa para administrarem esses recursos, calculada sobre o patrimônio líquido do respectivo fundo, limitada a 20% dos repasses anuais realizados pelo Tesouro Nacional. Além disso, em razão dos riscos assumidos na concessão dos financiamentos, tais instituições também são remuneradas pelo del credere. A hipótese testada é de que esses mecanismos não são adequados e contribuem para que as instituições financeiras atuem sob soft budget constraint, isto é, com a constante expectativa de socorro governamental, comprometendo a qualidade da gestão dos fundos. Desse modo...

Orientação para o mercado nas instituições de ensino superior Portuguesas

Júlio, Maria Helena de Jesus Leal
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Hoje, mais do que nunca, as instituições de ensino superior enfrentam um meio envolvente dinâmico e em transformação. Este desafio deve-se à enorme concorrência que existe no mercado educacional, visto que existiu uma mudança a nível económico e também a nível demográfico (Lopes, 2002). Devido a estas transformações, as instituições de ensino superior têm que estar cada vez mais atentas ao que se passa no mercado e saber identificar quais os seus públicos. Só desta forma conseguem desenvolver estratégias de orientação para o mercado e assim sobreviverem. O objetivo geral deste estudo, é investigar qual o grau de orientação para o mercado nas instituições de ensino superior portuguesas, nas suas dimensões de orientação para o cliente/aluno, orientação para a concorrência e coordenação interfuncional e comparar os resultados com os de um estudo do mesmo tipo realizado nas universidades Inglesas e Israelitas. Para tal, recolheram-se 212 respostas aos docentes em representação da sua instituição de ensino superior, através de um questionário on-line. Os resultados indicam que a componente orientação para o cliente (aluno), é aquela que está mais desenvolvida nas instituições de ensino superior em Portugal à semelhança do que acontece nas instituições de ensino superior em Inglaterra e Israel...

Considerações sobre a integração das instituições participativas ao ciclo de gestão de políticas públicas : subsídios à formulação de um sistema de participação; Nota Técnica n. 03 (Diest) : Considerações sobre a integração das instituições participativas ao ciclo de gestão de políticas públicas : subsídios à formulação de um sistema de participação

Cardoso Júnior, José Celso
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia (Diest) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia (Diest)
Tipo: Nota Técnica
PT-BR
Relevância na Pesquisa
46.46%
Análise da integração das instituições participativas ao ciclo de gestão de políticas públicas. Destaque aos resultados e proposições concretas emanadas de estudos sobre participação social para o alcance das metas prioritárias da Administração Pública Federal.; 22 p. : il.

Indivíduos, instituições e desenvolvimento econômico

Zulian, Aline; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Marin, Solange Regina; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Feistel, Paulo Ricardo; Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Resumo: O conceito para desenvolvimento econômico não possui um consenso universal. No entanto, sabe-se que as instituições são parte do desenvolvimento, assim como os indivíduos. Inicia-se esta análise com base na definição conceitual proposta por Amartya Sen, que considera o desenvolvimento econômico com base no exercício das capacitações individuais. Seguindo esta corrente de pensamento, objetiva-se verificar qual a influência das instituições no comportamento dos indivíduos e, também, relacionar as instituições e os indivíduos com o desenvolvimento econômico. Destaca-se que a influência das instituições no comportamento individual será analisada na visão de Douglass C. North e de Geoffrey M. Hodgson. Percebeu-se, ao fim, que os comportamentos dos indivíduos são moldados pelas instituições preexistentes e que a definição de Sen para desenvolvimento está relacionada aos indivíduos e também às instituições, de modo a perceber que estes três elementos: indivíduos, instituições e desenvolvimento econômico estão diretamente interligados.

Atenção odontológica e práticas de higiene bucal em instituições de longa permanência geriátricas

Ferreira,Raquel Conceição; Schwambach,Carolina Wolff; Magalhães,Cláudia Silami de; Moreira,Allyson Nogueira
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Este estudo avaliou a atuação de cirurgiões-dentistas (CD) nas instituições de longa permanência de Belo Horizonte (MG) e as práticas de higiene bucal adotadas. Questionários semiestruturados foram entregues aos coordenadores das 37 instituições filantrópicas e trinta privadas e coletados após uma semana. Os resultados foram comparados pelos testes Qui-quadrado e Exato de Fisher (p<0,05). Houve retorno de 81% dos questionários. A maioria das instituições privadas (74,2%) e filantrópicas (87%) não possui CD na equipe de saúde (p=0,21). A localização da instituição, o tempo de fundação, o tipo e o número de residentes não interferiram na presença de CD (p>0,05). Nas instituições filantrópicas com consultório, 67% possuíam CD, e nenhum CD trabalhava onde não havia consultório. Mesmo sem consultório, 13% das instituições privadas possuíam CD. 69,6% das filantrópicas encaminhavam o idoso em caso de necessidade para centros de saúde e, nas privadas, 58,1% direcionavam ao familiar (p=0,00). Maior percentual de instituições privadas adotava medidas sistematizadas de higiene bucal (p=0,01), com grande variabilidade nas condutas relatadas. Há necessidade da incorporação do CD na equipe de saúde das instituições e da sistematização das práticas de higiene bucal.