Página 1 dos resultados de 38 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Biodisponibilidade de ferro em diferentes compostos para leitões desmamados aos 21 dias de idade; Bioavailability of iron in different compounds for piglets weaned at 21 days old

COCATO, Maria Lúcia; TRINDADE NETO, Messias Alves da; BERTO, Dirlei Antonio; RÉ, Maria Inês; COLLI, Célia
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.17%
Avaliou-se a biodisponibilidade de ferro de diferentes compostos visando sua utilização em dietas para leitões desmamados. Utilizaram-se 44 leitões (7 não-anêmicos e 37 anêmicos) desmamados aos 21 dias de idade (7,3 ± 1,8 kg) e distribuídos em dois grupos: grupo não-anêmico e grupo anêmico. Durante sete dias, os animais do grupo não-anêmico receberam dieta com FeSO4.7H2O (sulfato ferroso hepta-hidratado) na dose de 100 mg/kg e os do grupo anêmico, dieta sem ferro (<15 mg/kg ração). No sétimo dia, depois de determinada a concentração de hemoglobina sanguínea e diagnosticada a anemia, os leitões foram agrupados segundo o produto do peso (kg) × hemoglobina (g/dL) e alojados individualmente, durante 13 dias, em gaiolas para estudos de digestibilidade, onde foram alimentados com seis rações à base de milho e leite em pó: três rações-padrão com FeSO4.7H2O em quantidade equivalente a 80, 150 e 200 mg Fe/kg de ração; duas rações experimentais com ferro (150 mg/kg) na forma de FeSO4 microencapsulado com carboximetilcelulose ou de ferro quelado com metionina; e uma controle com ferro (100 mg/kg). O consumo de ração foi medido diariamente. Nos dias 0, 3, 6, 9 e 13 do período de repleção, os animais foram pesados para avaliação do desempenho e o sangue foi coletado para determinação da concentração de hemoglobina. Ao final do ensaio...

Efeitos do glicerol no metabolismo de frangos de corte alimentados com dietas contendo níveis crescentes de glicerina; Effects of glycerol on the metabolism of broilers fed diets with increasing levels of glycerin

Romano, Gislaine Goretti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de identificar a resposta metabólica dos animais consumindo dietas contendo glicerina e verificar o efeito deste ingrediente em alguns parâmetros sanguíneos. No Experimento I foram ultilizados 100 frangos de corte com 20 dias de idade, alojados em gaiolas de metabolismo, distribuídos em um delineamento inteiramente aleatorizado, com 5 tratamentos, 4 repetições e 5 aves por gaiola. Os tratamentos consistiram de uma dieta controle, formulada à base de milho e farelo de soja, e outras quatro dietas formuladas com 2,5%, 5,0%, 7,5% e 10,0% de glicerina de biodiesel. A glicerina continha 83,63% de glicerol, 1,83% de sódio e 397 mg/Kg de metanol e foi considerado o valor energético de 3.258 kcal EMAn/kg. As dietas foram isoenergéticas e com valores ajustados dos demais nutrientes. Para os parâmetros sanguíneos (colesterol e triglicerídeos), concentração de glicerol no fígado e peso do fígado não houve efeito significativo (P>0,05) da inclusão de glicerina. A concentração de glicerol no soro das aves consumindo 10% de glicerina aumentou nos primeiros 9 dias de ingestão da dieta (P<0,05), retornando ao nível do controle. No Experimento II, de 1 a 42 dias de idade, foram utlizados 160 frangos de corte...

Fosfito de potássio no controle de doenças pós-colheita em bagas de uva ´Itália´ e possíveis mecanismos de ação à Rhizopus stolonifer; Potassium phosphite on postharvest disease control in ´Itália´ grape berries and possible mode of action to Rhizopus stolonifer

Roma, Rafaela Carolina Constantino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
A ocorrência de doenças em uvas de mesa gera perdas desde o cultivo até a comercialização, o que afeta diretamente o potencial de exportação do Brasil. A prevenção na realização de injúrias nos frutos é essencial para garantir a eficácia dos tratamentos aplicados tanto em pré- quanto em pós-colheita. Visando o emprego de produtos alternativos que auxiliem no manejo sustentável da cultura, o fosfito de potássio encontra-se como ferramenta útil. O efeito do fosfito no controle de doenças causadas por oomicetos já foi relatado, porém, como este ingrediente ativo atua sobre microrganismos do reino Fungi ainda é desconhecido. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar o fosfito de potássio no controle das doenças podridão mole, mofo cinzento e podridão da uva madura, causadas por Rhizopus stolonifer, Botrytis cinerea e Colletotrichum gloeosporioides, respectivamente, em bagas de uva ´Itália´ e seus efeitos na qualidade físico-química dos frutos. Também objetivou-se estudar os mecanismos de ação envolvidos na inibição do desenvolvimento do micélio de R. stolonifer na presença do produto e na indução de respostas de defesa em bagas de uva. Foram realizados ensaios in vitro para avaliação do efeito do fosfito sobre o crescimento micelial...

Alterações fisiológicas causadas pela utilização de glicerina na alimentação de frangos de corte; Physiological changes caused by using glycerin as a feed ingrediente for broilers

Komatsu, Glaucia Samira Napty
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
O aumento na produção de biodiesel e, consequentemente, de glicerina como subproduto, motivou a utilização desta na alimentação animal. Portanto, o presente trabalho objetivou avaliar as alterações fisiológicas do uso de glicerina na alimentação de frangos de corte, analisando o consumo e excreção de água, sua implicação na qualidade da cama e possível retenção de água pelas aves. Foram realizados três experimentos, dois com frangos de corte machos da linhagem Ross 308 e um com cama de aviário. No Experimento 1 (E1) foram utilizados 240 pintinhos distribuídos em 24 gaiolas em baterias, em um delineamento inteiramente aleatorizado (DIA) com 3 tratamentos e 8 repetições de 10 aves criadas até os 40 dias de idade. Os tratamentos foram compostos por dietas experimentais sendo: T1 - controle - à base de milho (M) e farelo de soja (FS); T2 - dieta com inclusão de 10% de glicerina loira (GL); T3 - dieta com inclusão de 8,75% de glicerina purificada (GP) para conter a mesma quantidade em glicerol que a GL. Foram avaliados o consumo de água, de ração e matéria seca (MS) das excretas como medidas repetidas no tempo. Aos 40 dias de idade foi determinada a MS do conteúdo ileal. Não houve efeito de tratamentos no consumo de ração. O consumo de água foi maior quando utilizada glicerina nas rações (T2 e T3). A relação consumo de água:ração apresentou interação tratamento × idade...

Fosfito de potássio no controle de Phytophthora spp. em citros e faia e seu modo de ação; Potassium phosphite in the control of Phytophthora spp. in citrus and beech plants and its mode of action

Rezende, Dalilla Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
A citricultura brasileira ocupa lugar de destaque no agronegócio nacional, sendo o país o maior produtor de laranja e suco de laranja do mundo. A faia (Fagus sylvatica) é uma das principais espécies das florestas na Europa, sendo usada como ornamental e por possui alto valor econômico devido à produção de madeira. Um dos principais entraves no cultivo dessas espécies é a ocorrência de doenças principalmente as causadas por espécies de Phytophthora que além de causar grandes prejuízos, os métodos de controle são difíceis e onerosos. Existem trabalhos na literatura que apontam os fosfitos como alternativa sustentável, eficaz e economicamente viável para o controle de doenças causadas por oomicetos. Entretanto, o Comitê de Ação a Resistência à Fungicidas (FRAC) classifica os fosfitos, como produtos com ingrediente ativo sem mecanismo de ação definido. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar o produto comercial à base de fosfito de potássio, Phytogard® no controle das doenças causadas por Phytophthora nicotianae em citros e Phytophthora plurivora em faia, bem como avaliar através de análises bioquímicas se esse produto induz resistência em plântulas de citros. Além disso, foram realizados estudos in vitro para avaliar o efeito direto do Phytogard® sobre o desenvolvimento de P. nicotianae e P. plurivora e verificar os possíveis mecanismos de ação desse produto sobre esses patógenos. Foram utilizadas plântulas de citros e faia que foram aspergidas com diferentes concentrações de Phytogard® e...

Carcass characteristics and meat quality of heavy swine fed different citrus pulp levels

Watanabe, P.H.; Thomaz, Maria Cristina; Ruiz, U.S.; Santos, V.M.; Masson, G.C. I; Fraga, A.L.; Pascoal, L.A.F.; Robles-Huaynate, R.A.; Silva, S.Z.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 921-929
ENG
Relevância na Pesquisa
26.17%
Foi realizado um ensaio utilizando 36 suínos machos castrados, com peso inicial de 83,7±5,1kg, para avaliar o efeito da inclusão de polpa cítrica, 0, 10, 20 e 30%, em um programa de restrição alimentar qualitativa para suínos abatidos aos 130kg de peso, sobre o peso dos órgãos do sistema digestório e sobre características da carcaça e da qualidade da carne. A inclusão de polpa cítrica proporcionou aumento linear (P<0,05) nos pesos do estômago, cólon e fígado, e efeito quadrático (P<0,05) no peso do ceco. Foi observada redução linear (P<0,05) no peso, no rendimento da carcaça e no peso do pernil, porém não houve efeito (P>0,05) sobre o rendimento do pernil. Maior inclusão de polpa cítrica não foi suficiente para reduzir a espessura do toucinho e aumentar a quantidade de carne magra na carcaça, mostrando que a restrição alimentar qualitativa não foi eficiente. Foi observado aumento linear (P<0,05) do pH da carcaça resfriada e linear negativo (P<0,05) sobre as variáveis indicativas de cor da carne em função da inclusão da polpa cítrica nas dietas. A adição de polpa cítrica em programas de restrição alimentar qualitativa não foi eficiente. Por não promover nenhum efeito deletério sobre as características da carne...

Biodisponibilidade de ferro em diferentes compostos para leitões desmamados aos 21 dias de idade

Cocato, Maria Lúcia; Trindade Neto, Messias Alves da; Berto, Dirlei Antonio; Ré, Maria Inês; Colli, Célia
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2129-2135
POR
Relevância na Pesquisa
26.17%
Avaliou-se a biodisponibilidade de ferro de diferentes compostos visando sua utilização em dietas para leitões desmamados. Utilizaram-se 44 leitões (7 não-anêmicos e 37 anêmicos) desmamados aos 21 dias de idade (7,3 ± 1,8 kg) e distribuídos em dois grupos: grupo não-anêmico e grupo anêmico. Durante sete dias, os animais do grupo não-anêmico receberam dieta com FeSO4.7H2O (sulfato ferroso hepta-hidratado) na dose de 100 mg/kg e os do grupo anêmico, dieta sem ferro (<15 mg/kg ração). No sétimo dia, depois de determinada a concentração de hemoglobina sanguínea e diagnosticada a anemia, os leitões foram agrupados segundo o produto do peso (kg) × hemoglobina (g/dL) e alojados individualmente, durante 13 dias, em gaiolas para estudos de digestibilidade, onde foram alimentados com seis rações à base de milho e leite em pó: três rações-padrão com FeSO4.7H2O em quantidade equivalente a 80, 150 e 200 mg Fe/kg de ração; duas rações experimentais com ferro (150 mg/kg) na forma de FeSO4 microencapsulado com carboximetilcelulose ou de ferro quelado com metionina; e uma controle com ferro (100 mg/kg). O consumo de ração foi medido diariamente. Nos dias 0, 3, 6, 9 e 13 do período de repleção, os animais foram pesados para avaliação do desempenho e o sangue foi coletado para determinação da concentração de hemoglobina. Ao final do ensaio...

Casca de soja em programa de restrição alimentar para suínos pesados

Castelini, Fabrício Rogerio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 82 f. : tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.17%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Foram conduzidos dois ensaios para avaliar a utilização da casca de soja em programas de restrição alimentar qualitativa para suínos com elevado peso de abate. No primeiro ensaio foram utilizados 16 suínos machos castrados da linhagem Topigs, com peso inicial de 80,05 ± 0,16 kg, para a avaliação biológica da casca de soja. Por apresentar 2752 kcal de ED/kg, 65,42% de fibra em detergente neutro e 49,49% de fibra em detergente ácido, a casca mostrou-se como um ingrediente viável de ser utilizado em programas de restrição alimentar qualitativa. No segundo ensaio foram utilizados 36 suínos machos castrados com peso inicial de 80,40 ± 5,82 kg, recebendo rações com níveis de 0, 8, 16 e 24% de casca de soja. Os animais foram abatidos com peso próximo de 130 kg, sendo avaliados quanto a digestibilidade das dietas, desempenho, parâmetros séricos, produção e características das fezes, características de carcaça, qualidade da carne, perfil de ácidos graxos, pesos de órgãos do trato digestório e avaliação econômica do uso das dietas. A inclusão de níveis entre 11...

Citrus pulp and enzyme complex for growing and finishing pigs

Amorim, Alessandro Borges; Thomaz, Maria Cristina; Ruiz, Urbano Do Santos; Martinez, Juliana Freitas; Pascoal, Leonardo Augusto Fonseca; Daniel, Everton; Watanabe, Pedro Henrique; Rosalen, David Luciano
Fonte: UFBA - Universidade Federal da Bahia Publicador: UFBA - Universidade Federal da Bahia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 369-380
ENG
Relevância na Pesquisa
26.17%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); The purpose is to evaluate the effects of levels of citrus pulp (CP), over the aperformance and the carcass characteristics, with or without the addition of an enzyme complex in the feed. Seventy-two pigs were used, at 25.71 ± 7.51kg initial body weight (BW) and 98.81 ± 10.64kg final BW. The diets were formulated for the stages: 1 - 70 to 101; 2 - 102 to 130; 3 - 131 to 143 days of age. Because there was no redistribution of the animals in blocks at the beginning of stages 2 and 3, the data were evaluated at the periods: 1 - 70 to 101; 2 - 70 to 130; and 3 - 70 to 143 days of age. The inclusion of up to 15% of CP, with or without the addition of an enzyme complex in the diets, decreased the daily feed intake in Periods 1 and 2, and improved feed:gain in Period 2; however, the animals showed adaptive responses in Period 3. In the absence of the enzyme complex, the carcass yield and the fat/meat ratio decreased linearly as the levels of CP increased. In the presence of the enzyme complex, the fat/meat ratio had a quadratic behavior...

Extração de inulina do alho (Allium Sativum L. var. Chonan) e simulação dos processos em batelada e em leito fixo

Galante, Raquel Manozzo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 101 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.42%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química; A inulina tem sido utilizada como um ingrediente alimentício, atualmente fazendo parte dos alimentos funcionais. Quando incorporada à dieta, a inulina atua como "prebiótico", promovendo o desenvolvimento seletivo de microrganismos benéficos. Além dessa ação, apresenta também outras funções na saúde, agindo como fibras dietéticas. O consumo de inulina também contribui para o melhoramento do equilíbrio mineral do cálcio, magnésio e ferro. A inulina também apresenta interesse tecnológico/funcional. Pode ser considerada um ingrediente alternativo que permite substituir gorduras com sucesso, produzindo sensação similar na boca. Também pode ser utilizada como fonte natural e alternativa de açúcar (frutose) com baixo teor calórico. Além das propriedades já referidas, a inulina exibe outras propriedades interessantes como a da ação estabilizante de espumas e emulsões. Este trabalho tem por objetivo o estudo de diferentes condições e alternativas para a extração da inulina do alho (Allium sativum L. var. Chonan), seguido da modelagem e simulação dos dados experimentais. Os efeitos da temperatura sobre o rendimento de extração de inulina do alho foi analisado em batelada...

Exigência proteica e ingrediente alternativo em dietas para juvenis de cachara, Pseudoplatystoma reticulatum

Cornélio, Fernando Henrique Gomes
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 95 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Aquicultura, Florianópolis, 2013.; Foi avaliada a exigência proteica e a utilização da farinha de vísceras de frango (FV) como ingrediente alternativo à farinha de peixe (FP) em dietas para juvenis de cacharas, Pseudoplatystoma reticulatum. Para determinação da exigência proteica, grupos de 15 juvenis (16,08 ± 1,13 g) foram alimentados com dietas isoenergéticas (4.600 kcal/kg de energia bruta), com crescentes concentrações de proteína bruta (PB) (30, 35, 40, 45, 50 e 55%), por 60 dias. A análise de regressão mostrou efeito quadrático (P<0,05) das variáveis de desempenho com o aumento da proteína na dieta, sendo os melhores valores observados nos peixes alimentados com a dieta contendo 50% de (PB). Similarmente, as atividades de protease foram significativamente maiores (P<0,05) nos peixes alimentados com 50% PB. Não foram encontradas diferenças significativas na digestibilidade da proteína e matéria seca, entre as dietas testadas (45, 50 e 55% PB). Baseando-se no ganho em peso, a exigência proteica do cachara é 49,25% de PB (44,79% proteína digestível). No ensaio para testar a substituição proteica...

Controle de oídio em pepino parternocárpico com produtos alternativos em cultivo protegido

Faria,Gilmara de Sá; Vida,João Batista; Verzignassi,Jaqueline Rosemeire; Tessmann,Dauri José; Lorenzetti,Emi Rainildes; Gasparotto,Francielli
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
O oídio é a doença mais importante para pepino partenocárpico em cultivo protegido na Região Norte do Paraná, em períodos de baixa umidade. As características desse agrossistema propiciam condições favoráveis ao uso de medidas alternativas para o controle dessa doença. Assim, cinco produtos alternativos foram avaliados para o controle de oídio em pepino partenocárpico, híbrido Hokushin, em cultivo protegido: leite cru de vaca, óleo de nim, acibenzolar-s-metil, extrato aquoso de cama de frango, extrato cítrico (Ecolife® 40) e o fungicida azoxistrobin, nas concentrações (ingrediente ativo por litro de água): 50,0 ml; 5,0 ml; 0,025g; 2,0 ml da diluição 1:2 v/v, e 0,06g, respectivamente. Os melhores resultados foram verificados para o óleo de nim, com eficiência de controle superior a azoxistrobin (36,8 e 27,8 %, respectivamente). Extrato de cama de frango e ecolife apresentaram os piores desempenhos, com eficiência de controle de 6,5 e 10,5%, respectivamente.

Efeito de derivados de nim aplicados por pulverização sobre a mosca-branca em meloeiro

Bleicher,Ervino; Gonçalves,Manoel E de C; Silva,Leonardo D da
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
A mosca-branca é uma das principais pragas do meloeiro na região Nordeste do Brasil. Estudou-se neste trabalho o efeito de extratos aquosos de folhas e de sementes de nim (Azadirachta indica A. Juss.) e uma formulação à base de azadiractina comparados com o inseticida buprofezin, aplicados por pulverização, sobre ninfas da mosca-branca, Bemisia tabaci biotipo B, em melão cv. Torreon, sob condições de casa de vegetação. Três experimentos independentes foram realizados no delineamento inteiramente casualizado, com sete tratamentos e número variável de cinco a sete repetições. Cada planta constituiu uma unidade experimental. No primeiro experimento, os tratamentos foram: testemunha absoluta (água), Neemazal® (1,2% de azadiractina) nas doses 12; 24; 48; 96 e 192 ppm de azadiractina. No segundo: testemunha absoluta (água), extrato de semente a 1; 2; 4; 8 e 16 g/100ml. No terceiro, o extrato de folhas foi aplicado nas mesmas proporções que o de sementes. Para cada experimento aplicou-se como testemunha positiva, o produto comercial Applaud® (buprofezin) na dose de 1,5g. p.c./L, que corresponde a 0,375 g de ingrediente ativo(i.a)/L de calda. A azadiractina foi eficiente em todas as doses causando redução de até 98% na média de ninfas vivas. Quando aplicado acima de 24 ppm...

Determinação da energia metabolizável de alimentos para codornas japonesas em postura

Moura,A.M.A.; Fonseca,J.B.; Takata,F.N.; Rabello,C.B.V.; Lombardi,C.T.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
Foram determinados os valores de energia metabolizável aparente (EMA), de energia metabolizável aparente corrigida por retenção de nitrogênio (EMAn) e do coeficiente de metabolização aparente da energia bruta (CMAEB%) do milho, sorgo, farelo de soja, farelo de glúten de milho e óleo de soja refinado. Foram utilizadas 240 codornas japonesas (Coturnix japonica), fêmeas com idade inicial de 60 dias, em delineamento experimental inteiramente ao caso, com seis tratamentos, cinco repetições e oito codornas por unidade experimental. Os tratamentos consistiram de cinco rações experimentais e uma ração referência. Cada ração experimental foi constituída, na base da matéria natural, por 70% da ração referência e 30% do ingrediente a ser testado, com exceção da ração para determinação da EMAn do óleo de soja, com 10% de inclusão e 90% da ração referência. O experimento foi realizado em gaiolas distribuídas em baterias metálicas. Os valores de EMA, EMAn (em kcal/kg de matéria natural) e do CMAEB (%) do milho moído, sorgo, farelo de soja, farelo de glúten de milho e óleo de soja refinado foram, respectivamente: 3.572 e 3.612kcal/kg e 92,6%; 3.108 e 3.149kcal/kg e 80,9%; 2.633 e 2.676kcal/kg e 65,3%; 4.043 e 4.096kcal/kg e 75...

Microbiota intestinal e desempenho de frangos alimentados com rações elaboradas com sorgo ou milheto e complexo enzimático

Leite,P.R.S.C.; Leandro,N.S.M.; Stringhini,J.H.; Souza,E.S.; Café,M.B.; Carvalho,F.B.; Andrade,M.A.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
Avaliou-se a suplementação enzimática em rações contendo milheto ou sorgo sobre a microbiota intestinal e o desempenho de frangos. Foram alojados 420 pintos - ensaio de microbiota - e 1.200 pintos - ensaio de desempenho -, submetidos aos tratamentos com sorgo ou milheto suplementados ou não com complexo enzimático. O delineamento utilizado foi inteiramente ao acaso, com sete repetições de 15 aves cada, para o ensaio de microbiota, e em blocos ao acaso, com cinco repetições e 60 aves por parcela para desempenho. Foram realizadas pesquisas de bactérias Gram-negativas e contagem do número total de microrganismos aeróbios do intestino delgado. A suplementação enzimática não afetou a microbiota intestinal de frangos aos 14 e 28 dias de idade. Houve efeito da suplementação enzimática nas dietas com sorgo para conversão alimentar na fase pré-inicial. Nas dietas com milheto, a suplementação melhorou o ganho de peso no período de um a 35 dias de idade. No período total de criação, de um a 42 dias, não foi observado efeito da suplementação para milheto ou sorgo. Conclui-se que a utilização da suplementação de enzimas em rações com sorgo ou milheto pode melhorar os resultados de desempenho, dependendo da fase de crescimento de frangos de corte.

Composição centesimal do fruto, extrato concentrado e da farinha da uva-do-japão

Bampi,Marlene; Bicudo,Milene Oliveira Pereira; Fontoura,Paulo Sérgio Growoski; Ribani,Rosemary Hoffman
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
A Hovenia dulcis, mais conhecida como uva-do-japão, pertence à família Rhamnaceae, é natural da China, Japão e Coréia, sendo largamente difundida no sul do Brasil. Rica em açúcares e bem aceita para consumo humano, pode ser consumida in natura ou processada. Não há na literatura relatos de seu aproveitamento em produtos alimentícios. O presente trabalho teve por objetivo determinar a composição centesimal do fruto, do extrato concentrado e da farinha. Foram obtidos teores em torno de 54,08, 52,44 e 19,08g 100g-1 para umidade; 2,16, 4,09 e 4,48g 100g-1 para cinzas; 3,74, 2,77 e 5,73g 100g-1 para proteína bruta; 1,42, 0,37 e 1,82g 100g-1 para extrato etéreo; 12,56, 3,33 e 25,62g 100g-1 para fibra alimentar; 19,46, 37,34 e 42,53g 100g-1 para açúcares totais, além do valor calórico de 105,56, 165,14 e 216,09kcal 100g-1, respectivamente, em fruto, extrato concentrado e farinha. A quantificação por cromatografia líquida confirmou o conteúdo dos açúcares redutores (frutose, 6,15g 100g-1 e glicose, 6,57g 100g-1) superior ao teor de açúcares não redutores no fruto (sacarose, 3,56g 100g-1). A farinha é rica em açúcares e possui elevado teor de fibra alimentar, podendo ser utilizada como um ingrediente alternativo em produtos de panificação. Em termos sensoriais...

Bagaço de uva como ingrediente alternativo no arraçoamento de coelhos em crescimento

Klinger,Ana Carolina Kohlrausch; Toledo,Geni Salete Pinto de; Silva,Leila Picolli da; Maschke,Fernando; Chimainski,Michael; Siqueira,Luciana
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.17%
O presente trabalho teve como objetivo avaliar efeitos da inclusão do bagaço de uva em substituição ao feno de alfafa sobre desempenho, rendimento de carcaça e parâmetros morfohistológicos do trato gastrointestinal de coelhos em fase de crescimento. Foram utilizados 30 coelhos da raça Nova Zelândia Branca divididos igualmente em três tratamentos, compostos pela dieta experimental padrão (sem inclusão de bagaço de uva); e pelas dietas com 25% e 50% de substituição de alfafa por bagaço de uva nas respectivas rações experimentais. A inclusão de bagaço de uva causou aumento linear no consumo total de ração e no ganho de peso. A presença em maior proporção dos ácidos graxos essenciais ômega3 e ômega6 nos tratamentos T25BU e T50BU promoveu melhores respostas zootécnicas, uma vez que esses nutrientes agem positivamente no equilíbrio homeostático. Os resultados morfohistológicos demonstraram que a altura das vilosidades intestinais do ceco aumentou com a inclusão de bagaço de uva na dieta, possuindo correlação positiva. A inclusão de bagaço de uva em dietas para coelhos na fase de crescimento altera o desempenho dos animais, aumentando o consumo total de ração e o ganho de peso. Evidenciou-se também que o aumento desse co-produto melhora as características morfológicas das vilosidades intestinais referentes ao ceco.

Alimentação do Beijupirá (Rachycentron canadum Linnaeus, 1766) Cultivado Com Resíduos do Processamento de Camarão

Costa-Bomfim, Carolina Nunes; Cavalli, Ronaldo Olivera (Orientador); Bezerra, Ranilson de Souza (Coorientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
36.54%
Na presente tese foi analisada a utilização de resíduos do processamento de camarão como ingrediente em dietas para o beijupirá Rachycentron canadum, espécie de peixe marinho nativo da costa brasileira. O conhecimento sobre o uso de resíduos de crustáceos em dietas para peixes marinhos é inicialmente apresentado com o objetivo de definir o plano de fundo em que esta tese se insere. O primeiro estudo, além do desenvolvimento da metodologia a ser aplicada nos estudos subsequentes, demonstra que a frequência diária de fornecimento do alimento (1, 2, 3, 4 e 6 refeições/dia) não afeta o desempenho produtivo (ganho de peso, consumo, conversão alimentar, taxa de crescimento específico e sobrevivência) de beijupirás com peso superior a 110 g. Os estudos posteriores se basearam na produção, por meio de autólise enzimática, de um hidrolisado de camarão bruto (SPH), o qual, após centrifugação, resultou em um sobrenadante (hidrolisado de camarão centrifugado, CSPH) e um precipitado (carotenoproteína). Estes três produtos foram caracterizados quanto à composição centesimal e perfis de aminoácidos e de ácidos graxos. Foram estimados, ainda, os coeficientes de digestibilidade aparente (CDA) do CSPH para o beijupirá. Posteriormente...

Produção de inóculo, efeito de extratos vegetais e de fungicidas e reação de genótipos de soja à Sclerotinia sclerotiorum; Inoculum production, the effect of vegetable extracts and fungicides and soybean genotypes reaction to Sclerotinia sclerotiorum

Garcia, Riccely Ávila
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.84%
A podridão branca da haste causada por S. sclerotiorum vem aumentando em campos de cultivo de soja, devido ao cultivo de espécies altamente suscetíveis na safrinha e a utilização de sementes contaminadas por S. sclerotiorum. Estudos envolvendo produção de inóculo, controle alternativo e químico, metodologia de inoculação e resistência de genótipos de soja à Sclerotinia sclerotiorum constituíram os objetivos deste trabalho. Os experimentos foram conduzidos no Laboratório de Micologia e Proteção de Plantas – LAMIP da Universidade Federal de Uberlândia. Os isolados utilizados foram obtidos de plantas de soja provenientes de Jataí-GO e Indianópolis-MG. Quanto à produção de escleródios, os resultados demonstraram que meios de cultura combinados com fubá foram mais promissores, tanto no rendimento, quanto no número de escleródios. Os meios de cultura feijão e girassol foram os mais promissores. Quanto às doses de fubá de milho, trigo para “kibe” e farinha de mandioca, o rendimento e número de escleródios decresceram com o aumento das concentrações. A concentração de 20% proporcionou maior produção de escleródios para os três complementos. Em relação ao controle alternativo, os resultados demonstraram que a maior inibição do crescimento micelial está diretamente proporcional ao aumento das doses de Azadirachta indica. A interação A. indica e Pongamia glabra foi significativa...

A SILAGEM DE PESCADO NA ALIMENTAÇÃO DE ORGANISMOS AQUÁTICOS; FISH SILAGE IN THE FEEDING OF AQUATIC ORGANISMS

BORGHESI, RICARDO; ARRUDA, LIA FERRAZ DE; OETTERER, MARÍLIA
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2008 POR
Relevância na Pesquisa
26.61%
O objetivo deste trabalho foi conhecer o potencial da silagem de pescado como ingrediente alternativo à farinha de peixe, principal fonte protéica, em rações para a aqüicultura com base na literatura nacional e internacional. A revisão abordou os aspectos bioquímicos e nutricionais, as metodologias de produção e o uso da silagem na alimentação de organismos aquáticos, bem como os resultados de diversas pesquisas. É viável a utilização da silagem de pescado como ingrediente (alternativo) potencial em rações para aqüicultura e, portanto, as investigações científicas devem prosseguir neste sentido.