Página 1 dos resultados de 4008 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Infraestrutura sob uma perspectiva pública: instrumentos para o seu desenvolvimento; Infrastructure under a public law perspective: mechanisms for its development.

Carvalho, André Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
Esta tese tem como objetivo o estudo da infraestrutura sob uma perspectiva de direito público, abordando diversos mecanismos que podem ser utilizados para o seu desenvolvimento, em especial para o Brasil. O esforço é trazer uma contribuição original no sentido de analisar o tema sob a ótica da ação do Estado, diferentemente de outras abordagens existentes sob a ótica da indústria que atua nos diversos setores de infraestrutura. Inicialmente, faz-se imperioso analisar o conceito de infraestrutura, sua origem com o contexto militar e sua inter-relação com o desenvolvimento econômico e social. Tendo em vista a multiplicidade de abordagens, busca-se um conceito ad hoc e taxonômico a fim de definir o que vem a ser infraestrutura pública preocupação não externada, por exemplo, na legislação pátria. A infraestrutura é vista, nesse sentido, como determinante ao desenvolvimento econômico e social. Sedimentadas essas bases, verificasse o caráter instrumental da infraestrutura e sua função estratégica, tanto na seara econômica como social. A despeito de sua importância, não é despiciendo recordar que a infraestrutura representa um custo considerável ao Estado; daí a razão para se debruçar sobre as formas de seu financiamento. Traçadas essas premissas...

O impacto dos componentes da infraestrutura pública sobre o crescimento das cidades brasileiras: uma análise espacial do período de 1970 a 2010; The impact of the components of public infrastructure on growth of Brazilian cities: A spatial econometric analysis of the period 1970-2010

Castro, Graziella Magalhães Candido de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Na literatura econômica, há um grande interesse no estudo sobre a dinâmica do crescimento das cidades e os fatores que a influenciam. A motivação principal dos pesquisadores é verificar por que algumas cidades crescem enquanto outras permanecem estagnadas, e quais são os fatores que contribuem para o fluxo de migração de fatores de produção para os grandes centros urbanos. Neste sentido, o presente trabalho procura avaliar o impacto da infraestrutura pública sobre o crescimento econômico das cidades brasileiras - mensurado por meio do crescimento populacional e salarial. O acesso à infraestrutura é um dos principais fatores que determinam o desenvolvimento econômico e é considerado um dos maiores entraves para a o crescimento econômico do Brasil. Boa infraestrutura pode garantir serviços básicos, bem como externalidades positivas sobre a saúde, meio ambiente, produtividade e possibilidades de investimento. Os dados dos Censos Demográficos, utilizados nesta dissertação, mostraram que o país experimentou um forte crescimento no acesso à infraestrutura no período de 1970 a 2010. O acesso ao bastecimento de água, a coleta de esgoto, energia elétrica e a telefonia mais do que dobrou no período analisado. Tendo em vista que os municípios brasileiros são suscetíveis a diversas formas de interações entre si...

Infraestrutura verde urbana na subprefeitura de Capela do Socorro (São Paulo - SP): Redes de Espaços Conservados em Áreas de Mananciais para Sustentação da Paisagem, da Biodiversidade e suas funções Socioambientais; Urban green infrastructure in the Subprefecture of Capela do Socorro (São Paulo City São Paulo State, Brazil): networks of conserved spaces in Fountainhead Areas for the conservancy of landscape, biodiversity and their environmental and social functions.

Almeida, Vinicius de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
ALMEIDA, V. S. Infraestrutura verde urbana na subprefeitura da Capela do Socorro (São Paulo SP): redes de espaços conservados em áreas de mananciais para sustentação da paisagem, da biodiversidade e suas funções socioambientais. 2015. 250f. Dissertação (Mestrado) Programa de Pós-graduação em Ciência Ambiental, Instituto de Energia e Ambiente, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. A subprefeitura da Capela do Socorro fica na Zona Sul de São Paulo, entre as represas Guarapiranga e Billings e o rio Jurubatuba. Tem 600 mil habitantes e ocupações diversas, desde bairros residenciais de médio ou alto padrão e áreas industrias a loteamentos irregulares, favelas, clubes náuticos e áreas rurais. Essa paisagem vem sendo transformada por dinâmicas urbanas como projetos de ampliação de infraestrutura, reurbanização de favelas, construção de parques e, recentemente, pela forte retomada do crescimento descontrolado, marcado por invasões e desmatamentos. Nesse contexto, esta pesquisa fez um levantamento e um diagnóstico dos espaços que devem ser conservados por diferentes estratégias e diretrizes para a garantia de uma infraestrutura verde, isto é, uma rede de sustentação da biodiversidade, da produção de água...

Subsídios financeiros à infraestrutura e dinâmica do produto

Gabriel, Allan Batista
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.08%
O presente trabalho tem como objetivo representar através de um modelo dinâmico de equilíbrio geral, uma característica do mercado brasileiro de subsidiar o setor de infraestrutura através do sistema financeiro. Além disso, objetiva-se simular o efeito do aumento de impostos - destinando recursos tributários, tanto para um agente público quanto privado - para subsidiar o investimento em infraestrutura. Alternativamente, simula-se o efeito da redução do compulsório bancário, destinando esses recursos também à infraestrutura. As simulações apresentam resultados semelhantes, de tal modo que no curto prazo, há uma contração do produto e da infraestrutura, mas no longo prazo, há uma expansão do produto, infraestrutura e bem-estar. Os resultados podem apresentar comportamentos diferentes para o bem-estar dependendo do parâmetro de elasticidade da infraestrutura em relação à renda.

A integração da infraestrutura sul-americana e as dinâmicas do sistema-mundo capitalista : análise comparada das relações entre governos e bancos de desenvolvimento no Brasil, Peru e Bolívia

Santos, Ailton Dias dos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Tese (Doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Centro de Pesquisa e Pós-graduação sobre as Américas, 2014.; Ao longo dos anos 2000 os governos sul-americanos se engajaram na articulação de uma agenda de trabalho voltada para a integração da infraestrutura regional. Bancos de desenvolvimento como o BID, CAF, FONPLATA e BNDES passaram a atuar como mediadores qualificados, seja no processo de idealização e planejamento da integração,seja no financiamento de projetos finalísticos. Este processo tomou corpo por meio da Iniciativa para a Integração da Infraestrutura Sul-americana (IIRSA), mais tarde incorporada no âmbito da União das Nações Sul-americanas (UNASUL).Este trabalho considera esse tipo de integração regional como parte de processos de desenvolvimento que ocorrem nas escalas nacional, regional e global. Nesse sentido, procura analisar, em termos comparativos, as relações entre os bancos os governos dePeru, Brasil e Bolívia com suas respectivas estratégias de desenvolvimento.O Eixo Peru-Brasil-Bolívia da IIRSA é priorizado na análise com o objetivo caracterizar as diferentes relações entre os governos e os bancos que operam como agentes impulsionadores da integração regional. Estas relações representam configurações institucionais e de poder de caráter tanto geopolítico quando geoeconômico. Elas demostram como as tendências e dinâmicas de escopo regional se ligam a processos globais. As participações do setor privado e a da sociedade civil nesses processos são abordadas a partir das interações entre governos e bancos.Em cada país a pesquisa identifica a ocorrência de ciclos de expansão e retração econômica que também correspondem a ciclos político-ideológicos. Destaca...

Rede de mobilidade suave de Azeitão – integração na estrutura ecológica municipal e contributo para uma infraestrutura verde local

Neves, Ana Morgado de Brito
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente; Nas últimas duas décadas, a sustentabilidade nos transportes urbanos e a crescente preocupação com o ambiente e com a qualidade de vida têm conduzido a um forte aumento no que diz respeito à construção/utilização de redes cicláveis e de redes pedonais. Assentando neste paradigma e nos problemas de mobilidade e acessibilidade existentes, pretende enquadrar-se o presente trabalho no município de Setúbal, mais concretamente na unidade territorial de Azeitão. É objetivo da Câmara Municipal de Setúbal a criação de uma rede que sirva a população de Azeitão no dia-a-dia e que promova a substituição do automóvel por transportes mais “amigos” do ambiente e da qualidade de vida. Por outro lado, a noção de infraestrutura verde entra neste trabalho na medida em que é um conceito que organiza um território desestruturado e disperso, como é Azeitão, num sistema interconectado,composto por áreas verdes ligadas através de corredores verdes que, neste caso, permitem a conexão entre a população(ciclovias/faixas cicláveis e caminhos pedonais). Neste sentido, o contributo para uma infraestrutura verde em Azeitão parte da necessidade deste tipo de vias necessitarem de uma infraestrutura própria que liga um lugar ao outro de modo rápido e seguro...

Infraestrutura do transporte : impactos sobre o setor produtivo, com ênfase nos modais rodoviário e ferroviário

Menelau, Bruno Gomes de Sá; Hidalgo, Álvaro Barrantes (Orientador); Araújo, Tarcísio Patrício (Coorientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Esta dissertação tem como tema central o setor de transporte no Brasil, buscando-se ressaltar dois aspectos: importância do setor para o desenvolvimento econômico do País e impactos sobre determinados setores da economia nacional. Nesse contexto, destacam-se os modais rodoviário e ferroviário, que conjuntamente respondem por aproximadamente 80% do volume de cargas transportadas no País. O desempenho desses modais ao longo dos anos noventa é contemplado na análise, fazendo-se conexões com privatizações e concessões ocorridas ao final dessa década. O ambiente internacional de crescente competição e o aumento do combate a políticas protecionistas ampliaram as ações visando à redução de custos e à busca de maior produtividade das empresas. Investimentos em inovações tecnológicas – assim como modernização da infraestrutura – são variáveis fundamentais para aumento da competitividade do setor produtivo dos países. A precária infraestrutura de transporte no Brasil contribui para aumentar os custos logísticos do setor produtivo, que, associados ao elevado custo de capital, à baixa qualificação da mão de obra, à alta burocracia estatal, ao crescente número de acidentes, ao elevado índice de criminalidade nas estradas e à pesada carga tributária diminuem a competitividade do Brasil no mundo globalizado. Fatores políticos...

Análise e avaliação da distribuição geográfica da infraestrutura turística no sítio histórico de Pirenópolis (GO): subsídios ao planejamento turístico; Analysis and evaluation of the geographic distribution of the tourist infrastructure in the historical site of Pirenópolis (GO): subsidies to the tourist planning; Análisis y evaluación de la distribución geográfica de la infraestructura turística en lo sitio histórico de Pirenópolis (GO): subsidios al planeamiento turístico

GODINHO, Rangel Gomes; OLIVEIRA, Ivanilton José de
Fonte: Universidade Federal de Goiás Publicador: Universidade Federal de Goiás
Tipo: Artigo publicado em periódico científico
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
v. 30, n. 1, p. 107-122, jan./jun. 2010; A análise e avaliação da distribuição da infraestrutura turística é um importante elemento para compreender como, a partir de objetos técnicos, o turismo produz o espaço geográfico. No caso da cidade goiana de Pirenópolis, os elementos do patrimônio histórico-arquitetônico e do patrimônio natural compõem a oferta turística, que necessita de um conjunto de infraestruturas que subsidiem o uso turístico e potencializem o desenvolvimento dessa atividade. O presente trabalho realiza a análise e a avaliação da distribuição da infraestrutura turística no polígono tombado de Pirenópolis, cotejando-a com a localização dos atrativos turísticos, no intuito de compreender sua contribuição para o desenvolvimento do turismo. Com este objetivo, foram realizados diversos levantamentos de campo para identificação e registro da infraestrutura turística e dos atrativos turísticos da área urbana. Esse inventário embasou a construção dos mapas dos atrativos turísticos e da infraestrutura turística, para realização do estudo e, assim, subsidiar as análises e discussões dos resultados. Pode-se concluir que a distribuição geográfica da infraestrutura turística na área tombada obedece a padrões...

Análise e avaliação da distribuição geográfica da infraestrutura turística no sítio histórico de Pirenópolis (GO): subsídios ao planejamento turístico; Analysis and evaluation of the geographic distribution of the tourist infrastructure in the historical site of Pirenópolis (GO): subsidies to the tourist planning; Análisis y evaluación de la distribución geográfica de la infraestructura turística en lo sitio histórico de Pirenópolis (Go): subsidios al planeamiento turístico

Godinho, Rangel Gomes; Oliveira, Ivanilton José de
Fonte: Tadeu Alencar Arrais Publicador: Tadeu Alencar Arrais
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
v.30,n.1,p.107-122, jan./jun. 2010.; A análise e avaliação da distribuição da infraestrutura turística é um importante elemento para compreender como, a partir de objetos técnicos, o turismo produz o espaço geográfico. No caso da cidade goiana de Pirenópolis, os elementos do patrimônio histórico-arquitetônico e do patrimônio natural compõem a oferta turística, que necessita de um conjunto de infraestruturas que subsidiem o uso turístico e potencializem o desenvolvimento dessa atividade. O presente trabalho realiza a análise e a avaliação da distribuição da infraestrutura turística no polígono tombado de Pirenópolis, cotejando-a com a localização dos atrativos turísticos, no intuito de compreender sua contribuição para o desenvolvimento do turismo. Com este objetivo, foram realizados diversos levantamentos de campo para identificação e registro da infraestrutura turística e dos atrativos turísticos da área urbana. Esse inventário embasou a construção dos mapas dos atrativos turísticos e da infraestrutura turística, para realização do estudo e, assim, subsidiar as análises e discussões dos resultados. Pode-se concluir que a distribuição geográfica da infraestrutura turística na área tombada obedece a padrões...

Boletim eletr??nico de bibliografias especializadas: pol??tica de infraestrutura

Escola Nacional de Administra????o P??blica (Brasil). Biblioteca Graciliano Ramos
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Boletim
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Muitos autores t??m abordado a rela????o entre desenvolvimento e infraestrutura, reconhecendo a import??ncia desse tema para o crescimento de um pa??s e a redu????o das desigualdades sociais. A disponibilidade ou a aus??ncia de infraestrutura pode favorecer ou limitar as a????es do governo e da sociedade, em prol do desenvolvimento econ??mico, territorial e sustent??vel. S??o fundamentais as pol??ticas que visam ?? melhoria dos seguintes setores, entre outros: energia el??trica, habita????o, opera????es portu??rias e saneamento b??sico. Neste boletim, h?? uma sele????o de publica????es sobre o assunto que comp??em o acervo da Biblioteca Graciliano Ramos. As obras apresentam an??lises sobre as diferentes dimens??es da infraestrutura, bem como propostas de pol??ticas p??blicas, com maior ou menor grau de especificidade. O objetivo ?? subsidiar servidores p??blicos e pesquisadores com materiais e informa????es que possam contribuir para o debate sobre desenvolvimento e infraestrutura, e para a implementa????o de pol????ticas p??blicas; N??mero de p??ginas: 11 p.; Volume: n.02 de 2014; Infraestrutura

O neo-funcionalismo qualificado na integração sul-americana de infraestrutura: uma proposta teórica a partir do estudo de caso do Brasil; Qualified neo-functionalism in South American infrastructure integration: a theoretical proposition based on a case study on Brazil

Dias, Renato Câmara Nunes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
A pesquisa tem como objetivo primário compreender os desafios da integração de infraestrutura regional na América do Sul. Partindo do estudo das obras de interconectividade de infraestrutura sob a égide da Iniciativa de Integração de Infraestrutura Sul-Americana (IIRSA). Analisam-se as irregularidades na execução das obras, de forma a ressaltar seus impactos no esforço regional de integração. A hipótese central da pesquisa é a de que o processo de integração regional de infraestrutura depende da normatização supranacional que obrigue aos países a elevação dos parâmetros de qualidade de execução das obras de infraestrutura. A análise mobiliza o arcabouço teórico oferecido pela literatura de Bens Públicos Regionais, a Nova Geografia Econômica e a Abordagem Neo-Regionalista, levando a uma revisão do pensamento neo-funcionalista sobre a integração. A ferramenta metodológica utilizada para o teste de hipóteses é o process-tracing.; This research aims primarily at understanding the challenges regarding the regional infrastructure integration in South America. Studying the infraestructure interconnectivity Works of the Innitiative for the Integration of Infrastructure in South America (IIRSA), irregularities in public Works execution are analysed...

Os grandes projetos de infraestrutura, com participação do Brasil, no país e na América do Sul : uma análise a partir da teoria do subimperialismo

Amaral, Adriano Saraiva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Esta Dissertação tem como objetivo analisar os grandes projetos de infraestrutura que têm participação do Brasil, executados no país e em outros países da América do Sul, para compreender sua relação com o desenvolvimento contemporâneo do país. A pesquisa busca conhecer o cenário na região através de informações sobre a Iniciativa de Integração de Infraestrutura Regional Sul-Americana (IIRSA), que é uma iniciativa dos doze países sul-americanos, lançada em 2000, com o objetivo de estabelecer uma agenda comum de projetos de integração no continente e que foi, posteriormente, renomeada como Conselho Sul-Americano de Infraestrutura e Planejamento (COSIPLAN) que mantém uma agenda de projetos em execução em todo o continente sul-americano. Ao tratar do contexto brasileiro, a pesquisa se voltou para os grandes projetos de infraestrutura no país, passando a estudar o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em suas duas fases (PAC 1 e 2). O Programa, desde 2007, articula a atuação do Governo brasileiro, e é uma peça-chave na estratégia de crescimento econômico do país, contemplando um amplo conjunto de investimentos em infraestrutura. Tanto no âmbito da IIRSA/COSIPLAN, quanto do PAC, se fez necessário compreender o papel específico desempenhado pelo BNDES...

A infraestrutura para educação física nas escolas da cidade de Araranguá/SC

Tavares, Wellington Silvério
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Trabalho de Conclusão do Curso, apresentado para obtenção do grau de Bacharelado no Curso de Educação Física da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; A pesquisa de campo a seguir tem como tema A Infraestrutura para Educação Física nas escolas da cidade de Araranguá. Verificamos a necessidade da pesquisa por meio das dificuldades encontradas nas aulas da disciplina de estágio supervisionado em escolas do município. Constituímos como problema da pesquisa em questão: Qual a infraestrutura para aulas de Educação Física das escolas da cidade de Araranguá/SC. O objetivo geral foi analisar a infraestrutura para as aulas de Educação Física das escolas de Araranguá e os objetivos específicos: a) Descrever a infraestrutura para as aulas de Educação Física das escolas da cidade de Araranguá, b) Fundamentar teoricamente a importância pedagógica da infraestrutura para as aulas de Educação Física, c) Descrever o material disponível nas escolas para a prática das aulas de Educação Física e o suporte bibliográfico para a área. A fundamentação teórica do trabalho aborda assuntos relacionados à apresentação da cidade em foco, conceituação da importância da infraestrutura nas aulas de Educação Física e a origem e consistência das abordagens pedagógicas da Educação Física segundo os autores relacionados. A pesquisa traz descrição de dados referentes à infraestrutura para Educação Física das escolas...

Regulatory reform in Brazilian infrastructure: where do we stand?; Texto para Discussão (TD) 964: Regulatory reform in Brazilian infrastructure: Where do we stand?; A reforma regulatória na infraestrutura brasileira: Onde estamos

Pinheiro, Armando Castelar
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
EN-US
Relevância na Pesquisa
37.04%
Os principais objetivos do processo de reforma regulatória e privatização no setor de infraestrutura foram: atrair investimentos privados para expandir a capacidade de produção, aumentar a sua eficiência e reduzir a dívida pública, usando as receitas da privatização. Enquanto a evidência disponível sugere que a reforma regulatória (incluindo a privatização) foi bem-sucedida em acelerar o crescimento da produtividade e melhorar as contas públicas, bem menos foi alcançado em termos de elevar os níveis de investimento. O setor de telecomunicações foi a única exceção a essa regra. O que explica o fracasso da privatização e da reforma regulatória em promover um substantivo aumento no investimento em infraestrutura nos demais setores? Ocorreu um erro de diagnóstico, uma implementação malfeita ou faltaram reformas adicionais que dessem suporte a esse processo? O que explica o atípico sucesso no setor de telecomunicações? Que lições extrair desse processo e como usá-las para fazer as necessárias correções de forma a gerar o necessário aumento do investimento em infraestrutura? Este artigo tenta responder a essas questões, revendo e analisando o processo de reforma regulatória nos principais setores de infraestrutura. Em particular...

Infraestrutura física e integração regional na América do Sul : uma avaliação da iniciativa para a integração da infraestrutura regional da América do Sul; Texto para Discussão (TD) 2060 : Infraestrutura física e integração regional na América do Sul : uma avaliação da iniciativa para a integração da infraestrutura regional da América do Sul

Costa, Carlos Eduardo Lampert; Forero Gonzalez, Manuel José
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Este trabalho tem por objetivo principal avaliar a Iniciativa para a Integração da Infraestrutura Regional Sul-Americana (Iirsa), lançada em setembro de 2000, durante a primeira Reunião de Presidentes da América do Sul, realizada em Brasília, Brasil. A iniciativa visava, inicialmente, tornar efetivo um processo de integração física do subcontinente, com a finalidade de aumentar a produtividade e a competitividade de modo a obter maiores crescimento e desenvolvimento econômico. Partiu-se da constatação de que um dos principais óbices para o desenvolvimento da região era o deficit de infraestrutura. Neste sentido, este texto se propõe a estudar a evolução da Iirsa, identificando os seus avanços e suas principais dificuldades de implementação. Procura fazê-lo, no intuito de extrair lições sobre o desenho de políticas públicas em matéria de integração regional, considerando que esta iniciativa representa um dos mais ambiciosos programas de integração física já concebidos na região.; 76 p. : il.

Relações universidade-empresa no Brasil: o papel da infraestrutura pública de pesquisa; Texto para Discussão (TD) 1901: Relações universidade-empresa no Brasil: o papel da infraestrutura pública de pesquisa; University-industry relations in Brazil: the role of public research infrastructure

De Negri, Fernanda; Cavalcante, Luiz Ricardo; Alves, Patrick Franco
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Neste trabalho, discutem-se as relações universidade-empresa no sistema brasileiro de inovação, buscando analisar as características da infraestrutura de pesquisa que afetam sua propensão a interagir com o setor produtivo. Com base em regressões logísticas, pro¬curam-se identificar, em um amplo conjunto de variáveis explicativas, as características da infraestrutura de pesquisa que aumentam sua probabilidade de prestação de serviços às empresas. Empregam-se, além dos dados primários coletados em um survey aplicado a uma amostra de instituições vinculadas ao Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), dados relativos à produção científica dos pesquisadores disponíveis na plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a sua produção tecnológica disponíveis no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A escolha das variáveis explicativas ampara-se em uma breve revisão da literatura sobre o papel da infraestrutura de pesquisa nos sistemas de inovação. Esta revisão contempla ainda um breve histórico da interação recente entre a infraestrutura de pesquisa e o setor produtivo no Brasil com o propósito de amparar a discussão dos resultados obtidos. As principais conclusões do trabalho são: i) o porte do laboratório – medido pelo número de pesquisadores filiados – e a qualificação de sua equipe de pes¬quisa afetam de maneira positiva e significante sua probabilidade de interagir com o setor produtivo; ii) laboratórios multidisciplinares tendem a interagir mais que labora¬tórios concentrados em uma única área de conhecimento; e iii) parece haver um tradeoff entre produção científica e pesquisa orientada para o mercado...

O Agronegócio e os desafios do financiamento da infraestrutura de transportes no Brasil; Texto para Discussão (TD) 1824 : O Agronegócio e os desafios do financiamento da infraestrutura de transportes no Brasil

Castro, César Nunes de
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
A agricultura brasileira passou por um processo de modernização que ocorreu gradativamente entre a década de 1950 e os dias atuais. Fez parte dessa modernização a incorporação de práticas agrícolas mais eficientes com relação à produtividade. Entretanto, a agricultura brasileira enfrenta diversos obstáculos para o seu crescimento, um dos maiores é a infraestrutura de transportes deficiente. Esse texto trata dessa questão. O objetivo principal deste estudo é abordar a relação entre o agronegócio brasileiro e a infraestrutura de transportes necessária para permitir um desenvolvimento continuado das atividades agropecuárias no Brasil. Alternativas para se ampliar e modernizar a infraestrutura de transportes brasileira existem. Essas alternativas, por sua vez, enfrentam o obstáculo do financiamento. Por mais que elas sejam benéficas para o setor agropecuário, os recursos disponíveis para financiar muitos dos projetos são escassos. A resolução do problema de se melhorar a deficiente infraestrutura de transportes brasileira não é trivial, mas é uma que deve ser debatida pela sociedade e cobrada do poder público.; 37 p. : il.

Infraestrutura: experiência na América Latina; Texto para Discussão (TD) 1553: Infraestrutura: experiência na América Latina; Infrastructure: experience in Latin America; Texto para Discussão Cepal Ipea 35: Infraestrutura: experiência na América Latina

Santiago, Priscila Braga
Fonte: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Este trabalho tem como objetivo apresentar as principais experiências na América Latina e no Caribe relacionadas aos seguintes segmentos da infraestrutura econômica: energia elétrica, gás natural, telecomunicações, transporte rodoviário, transporte ferroviário, transporte marítimo e fluvial e portos. São apresentados os casos de Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, México, Paraguai, Peru e Uruguai. Este estudo é justificado por servir como um referencial comparativo para a experiência brasileira de investimento em infraestrutura. O debate aqui realizado baseia-se no relatório elaborado pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) exclusivamente para esta pesquisa, intitulado Redes Infraestructurales en América Latina.; 62 p. : il.

Infraestrutura Verde: Sustentabilidade e resiliência para a paisagem urbana; Green infrastructure: Building sustainability and resilience in urban landscapes

Herzog, Cecília Polacow; Rosa, Lourdes Zunino
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
As cidades são ecossistemas abertos vulneráveis a eventos climáticos. A expansão urbana voltada para o uso de automóveis leva à construção de infraestruturas cinzas (vias, estacionamentos e outras superfícies impermeáveis), que ocasionam impactos recorrentes, como enchentes e deslizamentos, congestionamentos de trânsito, alto consumo de energia, emissão de gases de efeito estufa (GEE) e poluição generalizada. Este artigo enfoca o potencial da infraestrutura verde como uma maneira de mitigar os efeitos dessa urbanização, dar resiliência aos ecossistemas urbanos para enfrentar os desafios das mudanças climáticas, além de contribuir para a transição a uma economia de baixo carbono. Infraestrutura verde num meio urbano consolidado consiste em uma rede multifuncional verde-azul (vegetação - sistemas hídrico/drenagem) que incorpora o retrofit (renovação) e adaptação da infraestrutura existente. Apresenta inicialmente um breve histórico e a seguir discorre sobre infraestrutura verde. Dois casos ilustram o seu potencial: um já implantado e consolidado em Freiburg na Alemanha, e outro uma proposição ideal para uma bacia hidrográfica urbana no Rio de Janeiro, Brasil. Infraestrutura verde proporciona serviços ecossistêmicos essenciais para a sustentabilidade urbana de longo prazo. Planejar...

Os investimentos em infraestrutura no Brasil no período 1930-1990; The infraestructure investments in Brazil during the period 1930-1990

de Oliveira, Alexandre da Silva; Pontifícia Universidade Católica - SP
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8085.2015v18n1p126O trabalho analisa os investimentos em infraestrutura entre 1930-1990. A hipótese é que a infraestrutura brasileira requer um Estado indutor do crescimento econômico de longo prazo. A justificativa é que os investimentos públicos, principalmente, do Plano de Metas e o II PND, ampliaram os investimentos em infraestrutura totais até os anos 1970, em contraposição,aos baixos níveis dos anos 1980-1990. Nesse sentido, o Estado tem o papel de coordenação e indução de investimentos que requerem grandes volumes de capitais altamente específicos, especialmente em infraestrutura. Assim, na seção 1 são apresentadas as principais questões teóricas. Na seção 2 são apresentadas as características dos ciclos de investimentos em infraestrutura dos anos 1930-1970. Na seção 3 é apresentada uma revisão das principaiscausas da crise dos anos 1980-1990 e os impactos sobre os investimentos em infraestrutura, seguida das conclusões do artigo.; The paper analysis infrastructure investments during 1930-1990. The hypothesis is that the infrastructure development in Brazil requires a State inducing long-term economic growth. The rationale is that public investments, mainly of Plano de Metas and II PND...