Página 1 dos resultados de 3470 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Efeitos do treinamento físico aeróbio sobre a inflamação pulmonar alérgica crônica em camundongos; Effects of aerobic physical training on lung allergic lung inflammation in mice

Vieira, Rodolfo de Paula
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
A asma é uma doença inflamatória crônica, predominantemente das vias aéreas, mas também envolve o sistema vascular e parênquima pulmonar, na qual as células inflamatórias, a musculatura lisa e o epitélio brônquico têm um papel fundamental na fase inicial, progressão e perpetuação da doença. O treinamento físico aeróbio tem sido indicado como uma relevante forma de auxílio no tratamento de pacientes asmáticos por melhorar a qualidade de vida e reduzir sintomas e o uso de medicamentos. No entanto, não existe um consenso a respeito sobre a intensidade de treinamento ideal para esses pacientes assim como também existem pouquíssimos estudos a respeito dos possíveis mecanismos da atividade física aeróbia para esses pacientes. Por esses motivos, os objetivos do presente estudo foram avaliar os efeitos de duas intensidades de atividade física aeróbia (leve e moderada) sobre um modelo de inflamação pulmonar alérgica crônica em camundongos. Os animais foram sensibilizados com ovalbumina por 51 dias. A atividade física aeróbia teve início no dia 21 e perdurou por 30 dias. Os resultados demonstraram que ambas as intensidades de atividade aeróbia inibiram o desenvolvimento da inflamação predominantemente eosinofílica no lavado broncoalveolar...

Efeitos do resíduo da queima de óleo diesel (ROFA) e da inflamação pulmonar alérgica crônica em três linhagens de camundongos; Effects of residual diesel oil fly ash (ROFA) and pulmonary allergic chronic inflammation in tree lines of mice

Costa, Fernanda Magalhães Arantes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
Neste estudo, foram realizados três experimentos distintos (1) analisando os efeitos da administração de material particulado em camundongos BALB/c com inflamação pulmonar alérgica crônica induzida por ovalbumina; (2) comparando camundongos AIRmax e AIRmin com inflamação pulmonar alérgica crônica induzida por ovalbumina; (3) comparando camundongos AIRmax e AIRmin que receberam material particulado (resíduo da queima de óleo diesel - ROFA) por via intranasal. Para a indução da inflamação pulmonar alérgica crônica, os camundongos foram sensibilizados com ovalbumina (OVA) através de duas injeções intraperitoneais de alérgeno com o adjuvante hidróxido de alumínio (dias 0 e 14) e quatro inalações de OVA 1% (dias 22, 24, 26 e 28). Os animais que foram expostos ao material particulado, receberam ROFA (60 ?g) nos dias 0, 2, 4 e 6 no experimento do efeito do material particulado ou nos dias dos desafios com OVA no experimento do efeito da administração de material particulado em animais com inflamação pulmonar induzida pela OVA. Os grupos controle foram tratados com solução salina 0,9 % seguindo o mesmo protocolo. Quarenta e oito horas após o último desafio, a responsividade pulmonar foi medida por broncoprovocação àr metacolina através da pletismografia de corpo inteiro...

Efeito do treinamento físico nos aspectos psicossociais, modulação autonômica e inflamação  pulmonar em pacientes com asma persistente moderada ou grave; Effect of physical training on psychosocial factors, autonomic modulation and pulmonary inflammation in patients with moderate or severe persistent asthma

Mendes, Felipe Augusto Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
A asma é uma doença com alta prevalência e leva a importantes danos funcionais à saúde e à qualidade de vida do paciente. A fisiopatologia da doença está centrada na inflamação crônica das vias aéreas que associada a uma disfunção do sistema nervoso autônomo (SNA) favorece a hiper-reatividade e à obstrução brônquica. O treinamento físico pode modular a resposta autonômica e imune em indivíduos saudáveis e a sua prática de maneira regular também é recomendada para os pacientes asmáticos. Porém, permanece pouco compreendido o efeito do treinamento físico sobre a inflamação pulmonar e a modulação autonômica, bem como nos aspectos psicossociais e sintomatologia em pacientes asmáticos. Objetivo: Avaliar o efeito de um programa de treinamento físico aeróbio na inflamação pulmonar, resposta autonômica, fatores relacionados à qualidade de vida (FRQV) e sintomatologia de pacientes adultos com asma persistente moderada ou grave. Casuística e Métodos: Foram estudados 53 adultos asmáticos divididos aleatoriamente nos grupos controle (GC; n=27) e treinado (GT; n=26). Os pacientes do GC (programa educacional + exercícios respiratórios) e GT (similar ao GC + treinamento aeróbio) foram acompanhados durante 3 meses...

Efeitos da exposição à fumaça de cigarro sobre a inflamação, responsividade e remodelamento pulmonares em camundongos com inflamação pulmonar alérgica crônica; Effects of short-term cigarette smoke exposure on inflammation, responsiveness and lung remodeling in chronic allergic pulmonary inflammation mice

Hizume, Deborah de Camargo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Estudos epidemiológicos têm demonstrado que a exposição à fumaça de cigarro - ativa ou passiva - está altamente correlacionada ao agravamento e severidade do quadro asmático, que inclui inflamação, hiperresponsividade e remodelamento pulmonar. Os modelos experimentais que conjugam asma e tabagismo, em geral, abordam apenas alguns aspectos isolados desta complexa relação, e carecem de elucidação sobre as possíveis interrelações existentes. Neste modelo experimental, a proposta foi analisar os efeitos da coexposição de curta duração à fumaça de cigarro - do tipo "mainstream" - e alérgeno em camundongos previamente sensibilizados, focando as características fisiopatológicas e funcionais da asma ao final de três semanas. Os resultados demonstraram que o grupo coexposto à OVA e fumaça de cigarro (OF) apresentou diminuição do número total e diferencial de todas as células no lavado broncoalveolar, bem como da expressão celular de INF-gama e IL-4 quando comparados ao grupo OVA. Por outro lado, os parâmetros relativos ao remodelamento pulmonar parecem ser afetados de maneira oposta, demonstrado pelo aumento substancial do conteúdo de colágeno e pela expressão celular de MMP9 e TGF-? no grupo OF. A responsividade pulmonar...

Caracterização das gelatinases no gânglio trigeminal durante o desenvolvimento de inflamação crônica temporomandibular em ratos; Characterization of gelatinases in the trigeminal ganglion during development of chronic temporomandibular inflammation in rats

Nascimento, Glauce Crivelaro do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
A dor é um importante sintoma que sinaliza danos teciduais ou agentes potencialmente prejudiciais ao organismo, evocando respostas sensoriais e motoras de proteção. A dor orofacial apresenta alta prevalência na sociedade atual, sendo esta condição associada a tecidos duros e moles da cabeça, face, pescoço e a estruturas intraorais. Considerando as dores orofaciais de origem músculo-esquelética, destacam-se àquelas causadas pela Disfunção Temporomandibular (DTM). A DTM apresenta etiologia multifatorial, caracterizada por quadros crônicos envolvendo a região cervical, a musculatura mastigatória e a articulação temporomandibular (ATM). Desde que a inflamação das ATMs é considerada a principal causa da dor em pacientes portadores de DTM, a busca por novas opções terapêuticas para esta disfunção envolve estudos desta articulação, abrangendo aspectos fisiológicos, morfológicos e moleculares. Considerando o processo inflamatório e os aspectos moleculares envolvidos no desenvolvimento desta condição, é possível que as enzimas proteolíticas extracelulares, destacando-se as Metaloproteinases da Matriz (MMPs), as quais estão envolvidas na reabsorção de colágeno e de outras macromoléculas, tenham participação ativa neste processo. Em particular...

Avaliação da função e da histopatologia pulmonar em modelo experimental de inflamação pulmonar alérgica crônica: efeitos da redução da função colinérgica em camundongos geneticamente modificados; Evaluation of lung function and histopathology in an experimental model of chronic allergic pulmonary inflammation: effects of reduced cholinergic function in genetically modified mice

Miranda, Claúdia Jeane Claudino de Pontes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
INTRODUÇÃO: A Asma Brônquica é caracterizada por obstrução ao fluxo aéreo, reversível ou não, e processo inflamatório pulmonar, caracterizado principalmente por eosinofilia. A persistência da inflamação pode induzir processo de reparo pulmonar associado à redução progressiva da função pulmonar. A recente descrição do sistema colinérgico anti-inflamatório, um mecanismo neural que suprime a resposta imune inata e controla a inflamação por inibição de citocinas proinflammatórias, e a detecção de alguns de seus componentes em células de vias aéreas sugerem uma importante participação deste sistema na fisiopatologia de doenças pulmonares. O principal mediador deste sistema é a acetilcolina (ACh), que é estocada em vesículas sinápticas pelo transportador vesicular de ACh (VAChT), proteína essencial para sua liberação. OBJETIVOS: Avaliar os efeitos da deficiência colinérgica por redução da VAChT nas alterações pulmonares observadas em modelo experimental de inflamação pulmonar induzida pela exposição crônica a ovoalbumina. METODOLOGIA: A redução colinérgica foi induzida pela modificação genética nos níveis de VAChT. Camundongos machos selvagens e mutantes foram submetidos ao protocolo de sensibilização subcutânea com ovoalbumina ou salina nos dias 0...

Tratamento com inibidor da Rho quinase em cobais com inflamação pulmonar alérgica crônica: modulação da inflamação eosinofílica, da expressão de citocinas inflamatórias, da matriz extracelular e do estresse oxidativo no parênquima pulmonar; Treatment with Rho-kinase inhibitor in guinea pigs with chronic allergic inflammation: modulation of eosinophilic inflammation, expression of inflammatory cytokines, extracellular matrix and oxidative stress in lung tissue

Righetti, Renato Fraga
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
INTRODUÇÃO: A relevância do parênquima pulmonar distal na fisiopatologia da asma tem sido intensamente enfatizada. Vários estudos sugerem a inibição da Rho quinase como uma intervenção benéfica e promissora na asma. Entretanto, não há estudos anteriores que avaliaram os efeitos destes inibidores na modulação da mecânica do parênquima pulmonar e suas alterações histopatológicas em um modelo animal de inflamação pulmonar alérgica crônica. OBJETIVO: Avaliar a inibição da Rho quinase (Y-27632) na modulação da responsividade, inflamação, remodelamento da matriz extracelular e ativação do estresse oxidativo no parênquima pulmonar de cobaias com inflamação pulmonar alérgica crônica. MÉTODOS: As cobaias receberam sete inalações de ovalbumina (1-5 mg / ml; grupo OVA) ou salina (grupo SAL) ao longo de quatro semanas. A partir da quinta inalação, os animais do grupo Rho quinase foram submetidos a inalação com Y-27632, 10 minutos antes de cada inalação com OVA ou SAL. Setenta e duas horas após a sétima inalação, os animais foram anestesiados e exanguinados, e das tiras do tecido pulmonar foram realizadas a mecânica oscilatória, sob condições basais e após o desafio de ovalbumina (0,1%). Após a mecânica...

Efeito dos compostos fenólicos do alecrim (Rosmarinus officinalis L.) na inflamação aguda e sobre os marcadores de estresse oxidativo de ratos diabéticos; Effects of the phenolic compounds from rosemary (Rosmarinus officinalis L.) on acute inflammation and oxidative stress markers in diabetic rats

Silva, Ana Mara de Oliveira e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Introdução: As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), como o diabetes, apresenta estreita relação com os marcadores do estresse oxidativo e da inflamação. Estes marcadores podem ser modulados pelos compostos bioativos presentes nos alimentos. Os compostos fenólicos presentes no alecrim (Rosmarinus officinalis L.) possuem atividades biológicas importantes, como antioxidante, antiinflamatória, anticarcinogênica, entre outras. Objetivo: Avaliar o efeito dos compostos fenólicos do alecrim (Rosmarinus officinalis L.) na inflamação aguda e sobre os marcadores de estresse oxidativo de ratos diabéticos induzidos por estreptozotocina. Métodos: Extrato aquoso (EA) e frações ricas em compostos fenólicos foram obtidos das folhas de alecrim e avaliados quanto à sua composição em fenólicos e capacidades antioxidante e anti-inflamatória in vitro. Ratos Wistar, machos, foram tratados com EA, fração hidroalcoólica (FHA) ou fração de ácidos fenólicos livres (AFL). O efeito do EA, FHA e AFL foram avaliados em ratos diabéticos. Foi avaliada a atividade anti-inflamatória in vivo do EA nos modelos de inflamação aguda: edema de pata e bolsa de ar. O efeito do EA também foi investigado em células de hepatócitos humano (HepG2). Para análise dos resultados utilizou-se a análise de variância (ANOVA...

Avaliação do uso de laser terapia de baixa intensidade na alodinia mecânica, na hiperalgesia orofacial e na expressão de gelatinases no gânglio trigeminal em ratos portadores de inflamação da articulação temporomandibular; Evaluation of low level laser therapy in the mechanical allodynia, in the orofacial hyperalgesia and in the expression of gelatinases on trigeminal ganglion in rats with inflammation temporomandibular joint.

Desiderá, Amanda de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
A sintomatologia dolorosa é um dos principais estímulos capaz de caracterizar ações nocivas e, portanto, é um importante mecanismo de defesa. No estudo da dor orofacial, as alterações musculoesqueléticas de cabeça, pescoço e face caracterizam um grupo de sintomatologia dolorosa, denominadas de Disfunções Temporomandibulares (DTMs). As DTMs possuem etiologia multifatorial, incluindo alterações estruturais, sensoriais e influências emocionais-motivacionais, atingindo cada vez mais indivíduos na sociedade atual. Para o tratamento desta patologia é necessário o conhecimento detalhado dos mecanismos moleculares e fisiológicos envolvidos, os quais têm sido objetivo de alguns pesquisadores nos últimos anos. Entretanto, ainda se faz necessário a continuidade deste estudo para caracterização minuciosa das DTMs, com novas possibilidades de intervenção e tratamento da sintomatologia dolorosa. Como principais fatores associados à DTM, a inflamação e as alterações estruturais e moleculares da articulação temporomandibular (ATM) desempenham importante papel nesta patologia. Ainda, sabe-se que a dor, em particular a dor inflamatória, promove a ativação de mecanismos locais e sistêmicos, os quais liberam mensageiros fundamentais para a modulação da resposta do organismo...

Análise do perfil de expressão de fatores de crescimento e sua relação com marcadores de inflamação e angiogênese na etiopatogenia da hiperplasia prostática benigna; Analysis of the expression profile of growth factors and their relationship with markers of inflammation and angiogenesis in the pathogenesis of benign prostatic hyperplasia

Biolo, Karlo Dornelles
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
INTRODUÇÃO: A HPB é a neoplasia benigna mais comum no homem. Embora amplamente estudada, a patogênese da HPB não foi totalmente elucidada. Fatores de crescimento são proteínas que regulam o crescimento, a diferenciação e morte celular programada. Estudos têm demonstrado que eles interagem com marcadores de inflamação e angiogênese na próstata e simulam a resposta que ocorre no processo de cicatrização de tecidos. Avaliamos o perfil de expressão de FC e marcadores de inflamação e angiogênese no tecido prostático de pacientes com próstata aumentada em relação ao grupo controle com próstata de tamanho normal. MÉTODO: Foram analisados tecidos prostáticos congelados de 62 pacientes submetidos à ressecção transuretral da próstata ou cirurgia aberta para tratamento da HPB. O grupo controle foi composto por amostras de tecido de 8 pacientes com próstata de pequeno volume (menor do que 40 gramas) obtidas por ressecção transuretral. Os níveis de expressão dos FC (EGF, FGF2, PDF, TGFbeta1, IGF1), de angiogênese (VEGF, CD105) e de inflamação (IL-2, IL-6, IL-8 e IL-17) foram avaliados por reação de cadeia da polimerase em tempo real quantitativo (qRT-PCR). A análise de subgrupo de pacientes com e sem uso de sonda vesical de demora antes da cirurgia bem como a correlação da expressão com variáveis clínico-demográficas (volume prostático...

Associações entre marcadores nutricionais e inflamação em pacientes renais crônicos tratados por hemodiálise

Vannini, Francieli Cristina Delatim
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 69 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Fisiopatologia em Clínica Médica - FMB; A desnutrição protéico-energético e a inflamação são freqüentes e fortemente associadas com doença cardiovascular e maior mortalidade em pacientes portadores de doença renal crônica, condição recentemente denominada síndrome MIA (desnutrição, inflamação e aterosclerose). Com o objetivo de se avaliar associações entre parâmetros clínicos, demográficos, laboratoriais e nutricionais com a presença de inflamação e desnutrição foram estudados 52 pacientes em hemodiálise regular por no mínimo três meses, submetidos a uma unica avaliação composta de: parâmetros nutricionais (ingestão alimentar, antropometria, bioimpedância, avaliação subjetiva global SGA e apetite), volume corporal (fórmulas de Hume, Watson e bioimpedância BIA), além de dados clínicos, demográficos e laboratoriais. A presença ou não da inflamação foi avaliada pela proteína C reativa. Foi realizada análise univariada para associações entre variáveis clínicas, laboratoriais e nutricionais com a presença de inflamação e com alterações dos parâmetros nutricionais e a seguir...

Inflamação renal e estrese oxidativo em ratos espontaneamente hipertensos antes do desenvolvimento da hipertensão arterial e no diabetes mellitus precoce; Renal inflammation and oxidative stree in spontaneously hypertensive rats before development of hypertension and in early diabetes

Subrata Kumar Biswas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
Hipertensão arterial sistêmica (HAS) e diabetes mellitus (DM) freqüentementecoexistem em humanos e constituem uma importante causa de nefropatia e de doença renal terminal. Tanto a HAS quanto o DM podem induzir a inflamação renal e o estresse oxidativo, os quais estão implicadosna patogênese da nefropatia. HAS, inflamação renal e estresse oxidativo são eventos altamente interdependentes; e na presença do DM a complexidade deste relacionamento aumenta. Na presente série de estudos nos propusemos investigar a relação entre HAS, inflamação renal e estresse oxidativo na ausência ou presença de DM em ratos espontaneamente hipertensos (SHR), um modelo aceito como representativo da HA primária ou essencial. Os estudos foram descritos nos seguintes artigos publicados(ou aceitos): Artigo I: Neste artigo, identificamos a anormalidade primária entre inflamação e estresse oxidativo nos rins de ratos SHR. Inflamação renal e estresse oxidativo foram quantificados em ratos SHR pré-hipertensos de 2 a 3 semanas de idade e em ratos geneticamente normotensos, Wistar-Kyoto (WKY), usados como controle. A inflamação renal e o estresse oxidativo estavam nitidamente elevados em ratos SHR de 3 semanas se comparados aos ratos WKY controles. Além disso...

Estudo do efeito da inflamação em pata de rato induzida por carragenina sobre o tendão flexor digital profundo; Effect of inflammation in rat paw induced by carrageenan on the deep digital flexor tendon

Cristiano Pedrozo Vieira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Os tendões podem ser acometidos por lesões, infecções e inflamações, seguidas ou não de ruptura, podendo ser decorrentes de atividades desportivas, como exercícios e alongamentos, ou de atividades diárias de muitos trabalhadores. Em situações patológicas a matriz extracelular (MEC) do tendão passa por um processo de reorganização de seus componentes, visando à regeneração e homeostasia do tecido. A inflamação pode ser desencadeada por diferentes fatores, entre os principais causadores desse processo estão injúrias mecânicas e químicas, agentes infecciosos, queimadura, radiação e supressão de oxigênio. Pouco é conhecido na literatura sobre as possíveis alterações que a inflamação instalada em tecidos próximos pode ocasionar em tendões. Desse modo, o presente estudo teve por objetivo analisar as alterações bioquímicas e morfológicas do tendão flexor digital profundo (TFDP) após indução da inflamação aguda em pata. Os períodos de análises foram 4 horas, período em que ocorre o pico da inflamação, 12 e 24 horas. Ratos Wistar (140-160g) foram separados em três grupos experimentais: os que receberam aplicação da carragenina (1%), os que receberam NaCl (0,9%), e os que não receberam nada...

A fractalkina (CX3CL1) está envolvida nas etapas iniciais de ativação da inflamação no hipotálamo de roedores obesos; Fractalkine (CX3CL1) participates in the early stages of inflammation in hypothalamus of obese

Joseane Morari
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Nas últimas décadas tornou-se claro que indivíduos e animais obesos apresentam um quadro subclínico de inflamação sistêmica. Estudos desenvolvidos em nosso laboratório ao longo dos últimos 10 anos revelaram que a inflamação do hipotálamo está presente em roedores obesos e sua inibição por métodos genéticos e farmacológicos resulta na correção do fenótipo obeso e dos distúrbios metabólicos comumente associados à obesidade. Ácidos graxos saturados de cadeia longa presentes na dieta parecem ser os principais responsáveis pela ativação da resposta inflamatória no hipotálamo. Os primeiros sinais de inflamação podem ser detectados 24 h após a introdução de uma dieta rica neste tipo de gordura. Pelo menos dois mecanismos moleculares foram identificados como potenciais desencadeadores desta resposta inflamatória, sendo eles; a ativação de receptores TLR4, e a indução do estresse de retículo endoplasmático. Durante a exposição precoce a uma dieta rica em gordura saturada, células da micróglia localizadas no hipotálamo, tornam-se ativas e passam a expressar citocinas que, eventualmente, levam a ativação de vias inflamatórias em neurônios da região. A ativação de JNK e IKK em neurônios resulta na indução de resistência hipotalâmica à leptina e insulina...

Qualidade de vida e inflamação das vias aéreas em diferentes níveis de controle da asma

Rocha, Cristiane Cinara
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 81 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2013.; Introdução: A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas cujo objetivo principal do tratamento é atingir e manter o controle. Diversos estudos demonstram que a qualidade de vida dos asmáticos é diminuída pela doença e que esta redução pode estar relacionada ao seu controle. No entanto, até o presente, nenhum estudo avaliou o impacto do controle aferido pela GINA 2012 na qualidade de vida. Objetivos: O presente estudo visa, determinar, nos diferentes níveis de controle da asma propostos pela GINA 2012: (1) o impacto do controle da asma na qualidade de vida dos asmáticos; (2) a inflamação das vias aéreas (eosinofílica e neutrofílica) por meio da análise do escarro induzido; (3) o escore de qualidade de vida medido pelo questionário padronizado de qualidade de vida em asma [AQLQ(S)]. Métodos: Estudo transversal, com 86 participantes, com asma persistente e todos em uso de um corticoide associado com um broncodilatador de ação prolongada, com asma controlada (AC), parcialmente controlada (APC) ou não controlada (ANC) pela escala GINA 2012...

Contributo da inflamação e de factores de risco cardiovascular tradicionais para o desenvolvimento de aterosclerose subclínica : estudo comparativo de duas doenças reumáticas inflamatórias sistémicas

Santos, Maria José Parreira dos, 1961-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Tese de doutoramento, Medicina (Reumatologia), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2012; A artrite reumatóide (AR) e o lúpus eritematoso sistémico (LES) são doenças inflamatórias crónicas que afectam predominantemente mulheres em idade jovem. Na AR e no LES a aterosclerose subclínica e os eventos cardiovasculares (CV) são mais frequentes e ocorrem em idades mais precoces do que na restante população. Comparativamente à população geral estima-se que o risco de eventos CV seja 2 a 3 vezes mais elevado nos doentes com AR e 2 a> 10 vezes superior nos doentes com LES, sendo o risco relativo de eventos coronários particularmente alto (RR 52.43; IC 95% 21.6- 98.5) entre as mulheres lúpicas com idades compreendidas entre os 35 e os 44 anos. O aumento do risco CV na AR e no LES não é totalmente explicado pela presença de factores de risco (FR) clássicos e os scores de risco não captam este acréscimo. Os eventos CV constituem a principal causa de morte em ambas as doenças, sendo responsáveis por cerca de metade dos óbitos na AR. Já no lúpus a mortalidade segue um padrão bi-modal, existindo um pico inicial devido à actividade da doença e a complicações infecciosas e um pico mais tardio atribuído a doença vascular aterosclerótica. Acresce que a prevalência de eventos CV na AR e no LES tem-se mantido inalterada ao longo das últimas décadas...

Comportamento da homocisteína e de marcadores de inflamação e de lesão miocárdica em crianças portadoras de cardiopatia congênita submetidas à cirurgia cardíaca

Ribeiro, Alessandra Carla de Almeida
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
A cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea (CEC) é considerada importante causa de resposta inflamatória sistêmica, com sérias implicações clínicas. O grau de inflamação e lesão miocárdica pode modificar o prognóstico dos pacientes. A homocisteinemia tem sido relacionada com a fisiopatologia de doenças cardiovasculares, podendo estar envolvida nos mecanismos do estresse oxidativo. O objetivo deste estudo foi determinar a concentração de homocisteína e outros marcadores de inflamação e lesão miocárdica em pacientes pediátricos portadores de cardiopatia congênita submetidos à cirurgia cardíaca e analisar a associação entre a homocisteína e variáveis clínicas e cirúrgicas neste grupo de pacientes. Foram estudados prospectivamente 29 pacientes. Os níveis séricos de homocisteína e marcadores de inflamação (números absolutos de leucócitos e bastonetes e proteína C reativa) e lesão miocárdica (creatinoquinases e troponina T) foram avaliados em três tempos de coleta: D0 - pré-operatório (controle), D1 - pós-operatório imediato (admissão UTI-PED) e D2 - 3º dia de pós-operatório. As médias de homocisteína encontradas foram, respectivamente, 7,530,51 M em D0, 9,430,66 M em D1 e 8...

Agentes infecciosos e inflamação em miocárdio de pacientes com miocardiopatia dilatada; Infectious agents and inflammation in the myocardium of patients with dilated cardiomyopathy

Mangini, Sandrigo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
A insuficiência cardíaca é uma síndrome clínica de alta morbimortalidade e em uma parcela expressiva de casos, sem etiologia definida, o papel de agentes infecciosos tem sido considerado. No entanto, muitas dúvidas existem neste contexto, além de incipiente participação da população nacional em estudos sobre o tema. O objetivo deste estudo foi determinar a frequência de agentes infecciosos pré-estabelecidos e de inflamação, em fragmentos de biopsia endomiocárdica de pacientes com miocardiopatia dilatada idiopática e miocardiopatias de outras etiologias específicas, em comparação a grupo controle sem evidência de cardiopatia. Entre julho de 2008 e agosto de 2011 foram estudados fragmentos de biopsia endomiocárdica de pacientes internados com miocardiopatia dilatada idiopática em avaliação para transplante cardíaco, doadores e corações explantados de diferentes miocardiopatias. Foram definidos 2 grupos: doadores (29 casos) e miocardiopatas (55 casos, incluindo, 32 idiopáticos, 9 chagásicos, 6 isquêmicos e 8 de outras etiologias específicas). Observamos que a inflamação por linfócitos T foi mais intensa nos miocardiopatas em relação aos doadores, não havendo diferença em relação à presença de macrófagos...

Avaliação da síndrome metabólica e suas associações com inflamação e função do enxerto em pacientes transplantados renais

Alencastro, Mariana Gascue
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Introdução: A doença cardiovascular (DCV) é responsável por elevada mortalidade em pacientes transplantados renais. Entre os fatores de risco para DCV encontram-se a síndrome metabólica (SM) e a inflamação crônica. O objetivo do estudo foi avaliar a freqüência destas condições e suas possíveis associações com a função do enxerto renal em pacientes transplantados. Material e Métodos: Foi realizado um estudo transversal observacional realizado com 200 pacientes transplantados renais com tempo de transplante entre um e dez anos. A SM foi definida pelos critérios do National Cholesterol Education Program's Adults Treatment Panel III (NCEP-ATP III). A inflamação foi avaliada pelo nível sanguíneo da proteína c-reativa (PCR). Foram considerados inflamados os pacientes com PCR maior que 3,4 mg/L. A função renal foi avaliada pela estimativa da taxa de filtração glomerular (TFG), conforme a equação re-expressa Modification of Diet in Renal Disease (MDRD). Resultados: A SM ocorreu em 71 pacientes (prevalência 35,5%). Os pacientes com SM apresentaram valores significativamente aumentados de uréia e PCR e diminuídos da TFG. Inflamação esteve presente em 66 pacientes (prevalência 33%). As médias da circunferência da cintura...

Avaliação da inflamação das vias aéreas. Vias áreas superiores e compartimento broncopulmonar

Geraldes,Luísa; Todo-Bom,Ana; Loureiro,Carlos
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pneumologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Pneumologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Faz-se uma revisão sobre métodos de avaliação da inflamação nas vias aéreas que contribuam para o diagnóstico, terapêutica e prognóstico de patologias como a rinossinusite e a asma. Serão também considerados métodos susceptíveis de fornecer informação relevante sobre inflamação na DPOC. A inflamação crónica das vias aéreas condiciona fenómenos obstrutivos objectivados na função respiratória basal, na hiperreactividade brônquica e nasal e em quadros clínicos de dificuldade respiratória. A tomografia computorizada informa sobre as dimensões do lúmen, a espessura das paredes brônquicas e os índices de densidade pulmonar, alterações que decorrem da inflamação e remodelação das vias aéreas. Um processo inflamatório localizado nas vias respiratórias é susceptível de ser detectado por modificações em marcadores sistémicos de inflamação. Os métodos directos recorrem a análise imunoistoquímica de tecidos e de fluidos em condições basais ou após estimulação. Os eosinófilos aumentam em biópsias, lavados nasais e broncoalveolares na asma e na rinite e modificam-se com a terapêutica. Ocorrem alterações nas proteínas e expressão de RNAm de mediadores envolvidos na activação celular. A expectoração induzida identifica inflamação eosinofílica que se relaciona inversamente com a função ventilatória. Em cada ciclo respiratório o ar é enriquecido em compostos voláteis produzidos no decurso da respiração celular. A FENO é o biomarcador mais estudado e os seus níveis estão elevados na asma. No condensado do ar expirado identificam-se espécies reactivas de oxigénio...