Página 1 dos resultados de 145 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Avaliação do impacto do tratamento de quimioterapia na fertilidade masculina|

Gonçalves, João André Neto Parra Rocha
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.98%
O cancro do testículo (CT) é a neoplasia maligna mais frequente em homens em idade reprodutiva e a sua incidência está a aumentar. Os avanços no tratamento desta patologia permitem, actualmente, uma sobrevida média de 95% aos cinco anos. Face ao bom prognóstico da doença, o desafio que se impõe à clínica, no presente, consiste em minimizar os efeitos secundários a longo prazo induzidos pela terapêutica, nomeadamente a esterilidade, dado que os estudos actuais mostram que a possibilidade de paternidade futura é uma das principais preocupações dos doentes que sobrevivem ao CT. No que concerne à fertilidade, os doentes com CT representam um desafio particular uma vez que a sua capacidade reprodutiva não é afectada apenas pelo tratamento (cirurgia, quimio e radioterapia), mas também pelo próprio tumor que se associa à infertilidade, pelo que ambos são incluídos, por alguns autores, na síndrome de disgenesia testicular. A quimioterapia à base de cisplatina induz na maioria dos doentes azoospermia temporária, sendo que a recuperação da espermatogénese tende a ocorrer com o decorrer do tempo. O número de doentes com recuperação da espermatogénese tende a aumentar num período de pelo menos cinco anos. A probabilidade de melhoria da espermatogénese após a quimioterapia...

Hipogonadismo hipogonadotrófico e infertilidade masculina

Dinis, Rita Alexandra Fernandes
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.2%
Introdução: No hipogonadismo hipogonadotrófico em doentes do sexo masculino com infertilidade, é hoje possível efetuar uma terapêutica eficaz. Esta consegue na maioria das vezes restaurar a fertilidade e melhorar a qualidade de vida destes doentes. Objectivos: Fazer uma revisão bibliográfica actualizada do hipogonadismo hipogonadotrófico e as suas implicações na fertilidade masculina. Foi realizada uma pesquisa na base de dados na Pubmed e fontes documentais de referência. Desenvolvimento: O hipogonadismo hipogonadotrófico é uma causa rara de infertilidade masculina, no entanto, o seu diagnóstico durante o estudo de um casal infértil é importante porque é reversível com tratamento apropriado. Um dos aspectos que leva o doente a procurar ajuda é a infertilidade. Mas, existem outros sinais e sintomas que podem afectar negativamente a vida do doente, e nos quais o tratamento é igualmente eficaz. Noutras situações, poderá haver atraso no desenvolvimento pubertário e o diagnóstico é feito antes de surgir o problema da fertilidade. Também nesta fase o tratamento tem um papel importantíssimo. Para fazer o diagnóstico e determinar a etiologia, é importante fazer uma história clínica e um exame físico completos. Só depois se efectuam os exames complementares...

Avaliação ultrassonográfica ao duplex Doppler colorido da varicocele; Doppler sonographic evaluation of varicoceles

Correa, André Luiz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
47%
INTRODUÇÃO: A varicocele é a dilatação das veias do plexo pampiniforme do testículo. A associação entre a varicocele e a infertilidade é diagnosticada em 20 a 40% dos homens inférteis. Atualmente, o estudo ultrassonográfico da varicocele é realizado com o paciente na posição supina antes e durante a realização de Valsalva, levando-se em consideração o diâmetro das veias (> 0,20cm), e a presença de refluxo maior que 1, segundo ao estudo Doppler espectral. OBJETIVO: A) Propor uma nova metodologia na avaliação ultrassonográfica da varicocele. B) Avaliar a concordância dos achados no exame ultrassonográfico com Doppler colorido dos vasos dos plexos pampiniformes e as alterações no espermograma na infertilidade masculina. C) Avaliar a correlação entre o diâmetro de um dos vasos dos plexos pampiniformes e as alterações no espermograma na infertilidade masculina. MÉTODOS: Foram examinados 266 pacientes, provenientes do setor de reprodução humana do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (HCUSP), por meio de duplex Doppler colorido, inicialmente com o paciente em decúbito dorsal e posteriormente, após 5 minutos de espera, na posição ortostática, realizando as medidas dos diâmetros transversais dos plexos pampiniforme nas duas posições...

SARP2 as molecular marker of human sperm morphology; SARP2 como marcador molecular de morfologia de espermatozóides humanos

Santos, Nadine Castelhano
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
46.81%
A fosforilação proteica resulta de um equilíbrio entre fosfatases e quinases constituindo o principal regulador da maioria dos mecanismos existentes nos sistemas biológicos. Muitas doenças (cancro, diabetes, doenças neurodegenerativas, infertilidade, etc.) estão associadas à disrupção deste equilíbrio levando a mudanças nas actividades enzimáticas das proteínas fostatase e quinase. A proteína fosfatase 1 (PP1) é a principal fosfatase serina/treonina sendo ubíqua e altamente conservada nos eucariotas. A PP1 controla várias funções, tais como, a divisão celular, a transcrição, a neurotransmissão, a mobilidade dos espermatozóides, entre outras. A fosforilação proteica é uma das formas de os espermatozóides adquirirem funcionalidade, sendo a proteína PP1γ2 a isoforma mais fortemente enriquecida. Assim, no interior do espermatozóide podemos encontrar a PP1γ2 associada ao comprimento total da cauda e à região equatorial da cabeça, sugerindo uma possível função na mobilidade e reacção acrossómica, respectivamente. Existem inúmeras proteínas que interagem com a PP1γ2 que têm vindo a contribuir para a compreensão do seu papel nas funções fisiológicas do espermatozóide. Apesar de existirem outros...

Rare structural variants in severe spermatogenic impairment; Variantes estruturais raras na disfunção severa da espermatogénese

Seabra, Catarina Morais
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
46.92%
A azoospermia afeta aproximadamente 15% de todos os homens inférteis e é frequentemente causada por anomalias cromossómicas e microdeleções do cromossoma Y. No entanto, em aproximadamente 70% dos casos de azoospermia não-obstrutiva (NOA) as causas permanecem por identificar. Nos últimos anos, a descoberta de variantes genómicas de número de cópia (CNVs), como as causadas por deleções, revelou uma fonte de variação genómica que afecta a dosagem génica e que poderá resultar em haploinsuficiência. De facto, observa-se uma sobre-representação de CNVs raros (<1% na população), sobretudo de grandes deleções de novo, em pacientes com diferentes distúrbios do desenvolvimento, comparados com controlos saudáveis. Porém, uma possível contribuição, para a infertilidade masculina, de variantes estruturais ligados ao cromossoma X e aos autossomas foi ainda pouco explorada. Este estudo foca-se na validação de deleções encontradas apenas em pacientes inférteis, no cromossoma X e em 11p13, que contêm genes candidatos a participar na espermatogénese. Estas deleções, previamente identificadas por arrays de oligonucleótidos, de elevada densidade (Affymetrix 6.0 SNP Array), numa coorte de 171 pacientes Portugueses com disfunção severa da espermatogénese (NOA e oligozoospermia severa)...

Demência e infertilidade masculina: da bancada para a sociedade

Damasceno, Daniela Pinto
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
Os grupos de investigação em Neurociências e Sinalização Celular do Centro de Biologia Celular da Universidade de Aveiro desenvolvem atividades de investigação nas áreas da demência e andrologia, respetivamente. A doença de Alzheimer afeta cerca de 34 milhões de pessoas em todo o mundo e 100 mil em Portugal. Por sua vez, a infertilidade masculina afeta cerca de 10% dos casais portugueses. Por forma a valorizar conhecimento nestas duas vertentes científicas, a Universidade de Aveiro promoveu a criação de um spin-off, a 2Ctech, que permita a passagem do conhecimento científico para o mercado. Para que isso se verifique é necessário analisar seletivamente alguns indicadores associados à doença de Alzheimer e infertilidade masculina na investigação, desenvolvimento e inovação. Além disso, é importante recorrer à proteção das invenções através das patentes. Este processo é posterior à realização de uma prospeção tecnológica, que tem como objetivo a planificação das atividades de investigação e desenvolvimento. Os processos de valorização de conhecimento implementados foram eficientes e a análise dos indicadores em questão permitiu concluir que em Portugal não existe produção de conhecimento suficiente nas áreas sob estudo. Consequentemente...

A experiência masculina de infertilidade e de reprodução medicamente assistida

Gameiro, Sofia; Silva, Sónia; Canavarro, Maria Cristina
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
57.16%
A infertilidade é clinicamente definida como a incapacidade de conceber um filho ou de levar uma gravidez a termo após um ano de relacionamento sexual regular e sem utilização de contraceptivos (WHO, 1992).Apesar de apenas um dos membros do casal ser geralmente alvo do diagnóstico de infertilidade, esta deve ser conceptualizada como um problema de ambos. Alguns autores sugerem que a literatura científica tem menosprezado o impacto da infertilidade nos homens, ao focar as suas investigações essencialmente nas mulheres, e vários estudos têm demonstrado que os homens também são afectados pela infertilidade. O presente artigo pretende abordar o impacto da infertilidade nos casais e no homem em particular, focando também aspectos relacionados com a infertilidade masculina e o recurso a dador de esperma. Especial relevo é dado às questões relativas ao aconselhamento psicológico nestes contextos. É apresentado um caso único ilustrativo, sendo a discussão realizada à luz deste caso e dos tópicos abordados, procurando apontar para implicações clínicas concretas. ------ ABSTRACT ------ According to theWorld Health Organization (2000), infertility is defined as the incapacity of the couple to achieve pregnancy after 12 months of non protected sexual intercourse...

Investigação e reprodução assistida no tratamento da infertilidade masculina

Pasqualotto,Fábio Firmbach
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
67.12%
A infertilidade masculina afeta 10% dos casais em idade reprodutiva em todo o mundo e pode ser tratada em muitos casos. Além de outras etiologias bem documentadas como causadoras da infertilidade masculina, as causas genéticas cada vez mais têm sido diagnosticadas. Reconstrução microcirúrgica do trato reprodutivo ou varicocelectomia é preferível à captação de espermatozóides com fertilização in vitro e injeção intracitoplasmática de espermatozóides em homens vasectomizados ou com varicocele na ausência de fatores de risco para infertilidade feminina. Se ocorrer uma obstrução epididimária após a vasectomia ou se a mulher possuir uma idade avançada, a decisão para reconstrução microcirúrgica ou captação de espermatozóides com fertilização in vitro ou injeção intracitoplasmática de espermatozóides deve ser individualizada. Captação espermática com fertilização in vitro e injeção intracitoplasmática de espermatozóides é preferível ao tratamento cirúrgico quando o tratamento do fator feminino requer fertilização in vitro ou quando as chances de sucesso com a captação de espermatozóides e injeção intracitoplasmática de espermatozóides são superiores às chances com o tratamento cirúrgico.

Masculinidade a prova: um estudo de inspiração fenomenologico - hermeneutico sobre a infertilidade masculina

Maux, Ana Andréa Barbosa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicologia; Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.98%
Culturally, childbearing is understood as a situation that subjects will experience at some point in their lives, especially people who are married or have a similar affectionate relationship. Thus, to realize the inability to meet such a fate seems to be a natural cultural trigger of suffering, frustration and feelings of inadequacy and helplessness. Specifically for men, infertility is closely related to loss of masculinity, virility. He fails in his role as a male. This study sought to understand the impact that infertility have on the existence of a man who receives such a diagnosis, both in self-image as in their marital, sexual and professional roles. This study sets up as a hermeneutic phenomenological research based on the ideas of the philosopher Martin Heidegger. Participants were seven heterosexual, married and infertile men. Two interviews were conducted. The analysis of the material included both the material of the narratives, as the affectation of the researcher when interacting with the participants and their narratives, through phenomenological-hermeneutic interpretation. The results corroborate the literature that states the difficulty of the men, immersed in a context that defines them as virile, powerful and invulnerable to worry about issues related to health and disease. The possibility of any condition that impairs the reproductive capacity exceeds the acceptable limits of daily life for these men...

Ánálise de alterações no gene receptor de andrógeno em homens com infertilidade idiopática; Analysis of changes in the androgen receptor gene in men with idiopathic infertility

MESQUITA, Wyara Elanne de Jesus Castro
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Biologia; Ciências Biolóicas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
57.2%
Male idiopathic infertility is related to defects in normal spermatogenesis, due to genetic causes. The spermatogenesis is a dependent process on high levels of male sex hormones, the androgens. The androgen, in turn, perform its function when associated with the androgen receptor (AR), protein encoded by AR gene. Mutation in AR gene lead to a synthesis of non functional AR, which results in the failure of the process of spermatogenesis and, consequently, causes male infertility. This work has as its main objective the verification of the occurrence of mutation in the AR gene in patients with male idiopathic infertility who come from the HC-UFG Human Reproduction Center. Samples were analyzed from 206 patients. The result was that 95 patients were found to be normal while 111 with an altered result for the spermogram. The samples were amplified for exons 1, 4, 6, 7 and 8 of the AR gene and the results subjected to statistical analysis, Mann Whitney, logistic regression, and chi tests. The existence of the relationship between defects of sperm and AR gene mutation was verified. The analysis of the relationship between the spermogram and the AR gene mutation in five evaluated exons was significant only for exons 1 and 7. Patients with numerical unsettled spermogram had a higher frequency of mutations in exon 7...

Pesquisa de microdeleções AZF em homens inférteis na população portuguesa

Pereira-Caetano, Iris; Silva, Júlia; Correia, Sónia; Pinto, Maria Graça; Rangel, Ricardo; Aguiar, Ana; Nunes, Joaquim; Calhaz, Carlos; Gonçalves, João
Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP Publicador: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 15/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.05%
A infertilidade conjugal, definida como a incapacidade de conceção de um casal ao fim de um ano de relações sexuais desprotegidas, afeta 10 a 15% dos casais em idade reprodutiva, sendo que as causas masculinas constituem 30 a 40% das causas de infertilidade dos casais. Etiologicamente, a infertilidade masculina pode ter origem genética e não genética. De entre as causas genéticas mais frequentes destacam-se as alterações numéricas ou estruturais dos cromossomas, as mutações no gene CFTR e as microdeleções do cromossoma Y. No braço longo do cromossoma Y, em Yq11.2, localizam-se três regiões AZF (Azoospermia factor), AZFa, AZFb e AZFc, fundamentais para a fertilidade masculina uma vez que possuem múltiplos genes com expressão testicular implicados nas diferentes etapas da espermatogénese (1,2). As microdeleções do Y podem abranger uma ou mais destas regiões, e dependendo da região AZF delecionada ou ausente, a fertilidade pode ser mais ou menos afetada, observando-se diferentes padrões histológicos testiculares, que vão desde o síndrome de só-células-de-sertoli (deleção de AZFa), a paragem de maturação dos gâmetas durante a meiose (deleção AZFb) e a hipoespermatogénese (deleção de AZFc). Estas microdeleções representam a segunda causa genética mais frequente de falha espermatogénica em homens inférteis a seguir ao síndrome de klinefelter (cariotipo 47...

Infertilidade no Masculino: Fatores de Variabilidade na Adaptação Psicossocial

Amado, Paula Maria Ferreira Vicente; Franco, João José de Sousa; Henriques, Carolina Miguel da Graça
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 10/05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.82%
A maioria dos estudos sobre infertilidade incidem sobre a mulher, contudo a vivência emocional da infertilidade pelo homem é extremamente frustrante, uma vez que ainda vivemos numa cultura, onde sinal de "ser homem" é ser um "bom reprodutor". A vivência do homem com dificuldades para ter um filho, é pouco estudada e até mesmo, pouco reconhecida pela sociedade. Tudo é vivenciado num certo silêncio masculino. Este estudo tem como objetivo, conhecer as vivências do homem infértil que deseja ter filhos. Utilizámos para a colheita da informação a entrevista a 10 homens que reuniam os critérios de inclusão e recorremos à metodologia qualitativa de enfoque fenomenológico com análise interpretativa de Colaizzi (1978) de acordo com Carpenter (2009). Encontramos como categorias: o significado de ter um filho, significado e sentimentos antes do diagnóstico e face ao diagnóstico de infertilidade, implicações da infertilidade, significado de ser infértil, estratégias para lidar com a infertilidade, mudanças sentidas, preocupações e dificuldades vivenciadas ao longo do processo. Com este estudo foi possível conhecer as vivências do homem infértil que deseja ter filhos e identificar os fatores responsáveis pela variabilidade na sua adaptação psicossocial. Permitiu ainda adquirir o conhecimento de que a vivência da infertilidade masculina é um fenómeno pluridimensional com implicações aos mais diferentes níveis: pessoal...

Influência dos antioxidantes na qualidade do sémen de homens em tratamento de fertilidade

Barbosa, Filipa Ferreira da Silva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.92%
Tese de mestrado, Biologia (Biologia Humana e Ambiente), 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências; O presente trabalho visa estudar a influência do tratamento oral de antioxidantes (vitamina E, L-carnitina e pentoxifilina) na qualidade seminal de homens inférteis numa clínica de reprodução em Portugal (IVI Lisboa). O stress oxidativo (SO) é o resultado do desequilíbrio entre as espécies reactivas de oxigénio e os antioxidantes no corpo, o que pode levar ao dano e disfunção dos espermatozóides e eventualmente à infertilidade masculina. Todos os componentes celulares, incluindo lípidos, proteínas, ácidos nucleicos e açúcares, são potenciais alvos do SO. Neste estudo foram incluídos 30 homens inférteis com idade inferior a 45 anos, índice de massa corporal (IMC) menor que 30, concentração espermática de 5 - 19 x 106 espermatozóides/ml e mobilidade espermática progressiva entre 10 - 49%. Cada paciente realizou três espermogramas; dois antes e um depois do tratamento com antioxidantes (n = 10) ou sem qualquer tratamento (n = 20), sendo o intervalo mínimo entre o segundo e o terceiro espermograma de 72 dias. Todas as amostras de sémen cumpriram abstinência sexual entre 2 e 7 dias. Ao fim deste intervalo...

Qualidade de vida em infertilidade : revisão sistemática dos achados da literatura e avanços na investigação de homens e casais inférteis

Chachamovich, Juliana Luzardo Rigol
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
47.08%
Introdução: A infertilidade é uma condição mundialmente prevalente e tem sido descrita como causadora de negativas repercussões psicossociais. Prejuízos nas áreas de relacionamento marital, satisfação sexual, bem-estar psicológico e sintomatologia psíquica têm sido associadas com tal condição. O construto Qualidade de Vida (QV) tem se tornado uma ferramenta útil quando o objetivo é ampliar o entendimento sobre os fenômenos complexos para desfechos além dos eminentemente clínicos, tais como sintomatologia e morbidade. Pesquisas que investigam Qualidade de Vida em populações inférteis apresentam-se em expansão recentemente. Entretanto, tais estudos ainda são escassos quando comparados às investigações de QV em outros distúrbios clínicos. Ademais, muitos estudos investigando Qualidade de Vida em infertilidade apresentam importantes limitações metodológicas, particularmente em relação aos instrumentos de aferição. Tais estudos contemplam sobremaneira a perspectiva feminina da infertilidade (em detrimento da masculina), e são inexistentes aqueles que investigam a experiência da díade marital que vivencia a infertilidade. Objetivos: Analisar de modo sistemático os estudos originais feitos com amostras de sujeitos inférteis que apresentam como desfecho medidas de Qualidade de Vida. Demonstrar que sintomas depressivos e de ansiedade são preditores importantes de Qualidade de Vida em homens inférteis...

Revisão Bibliográfica – Tratamento de Acupuntura para Infertilidade Masculina.

Albuquerque, Luciana Oliveira Carneiro de
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
57.01%
Infertilidade é definida pela incapacidade de gerar uma gestação sem a utilização de métodos contraceptivos por período de um ano. Estima-se que o fator masculino corresponde até 50% dos casos de infertilidade conjugal e diversas causas são atribuídas à infertilidade como problemas hormonais, testiculares, obstruções de canais e diversas patologias entre elas a criptorquidia e a varicocele, sendo esta última com incidência em cerca de 40% dos casos. A presente revisão tem como objetivo verificar a influência da Acupuntura, uma das técnicas da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), utilizada no tratamento da infertilidade em pacientes que fizeram varicocelectomia para reparo da varicocele, porém não houve recuperação da fertilidade. Diversos estudos propõem que a Acupuntura e demais técnicas da MTC, no tratamento da infertilidade, melhoram os parâmetros espermáticos analisados no sêmen e comparam se houve melhora significativa pré e pós-tratamento e com demais estudos que verificam a diferença desta melhora em relação a procedimentos comuns da Medicina Ocidental e da MTC.; Biomedicina

Identificação de pacientes portadores do fator de infertilidade masculina através do cálculo de um novo escore de qualidade de sêmen e pela medida de espécies reativas de oxigênio; Identification of male factor infertility using a novel semen quality score and reactive oxygen species levels

Nallella, Kiran P.; Sharma, Rakesh K.; Allamaneni, Shyam S. R.; Agarwal, Ashok
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
67.42%
OBJETIVO: Determinar se pacientes portadores do fator de infertilidade masculina podem ser precisamente identificados através do cálculo de um novo escore de qualidade de sêmen e pela medida de espécies reativas de oxigênio durante uma avaliação rotineira de infertilidade. MÉTODOS: Amostras de sêmen de 133 pacientes e de 91 doadores saudáveis foram avaliadas através de análise manual e computadorizada de sêmen. Um modelo de análise do componente principal foi empregado para calcular o escore de qualidade de sêmen, utilizando logaritmos base 10, multiplicados por ponderações variáveis de 9 parâmetros espermáticos. Os níveis de espécies reativas de oxigênio foram medidos através de testes de quimiluminescência. RESULTADOS: O escore de qualidade de sêmen apresentou sensibilidade de 80.45% e precisão de 77% para um "cutoff" de 93.1 na identificação do fator de infertilidade masculina. A área sob a curva "receiver operating characteristic" para o escore de qualidade de sêmen foi de 84.28% (95% intervalo de confiança: 65.22%-100%). Os níveis de espécies reativas de oxigênio [log10 (espécies reativas de oxigênio +1)] foram siginificativamente mais elevados nos pacientes portadores de fator de infertilidade masculina. A medica de espécies reativas de oxigênio apresentou sensibilidade de 83.47% e especificidade de 60.52% com uma precisão (definida como pacientes portadores do fator de infertilidade masculina com diagnóstico positivo e doadores corretamente excluídos) de 75% para um "cutoff" de 1.25 na identificação de pacientes portadores do fator de infertilidade masculina. A área sob a curva "receiver operating characteristic" para níveis de espécies reativas de oxigênio foi de 78.92% (95% intervalo de confiança: 72.60%-85.23%). Os escores de qualidade de sêmen correlacionaram negativamente com os níveis de espécies reativas de oxigênio tanto nos doadores e nos pacientes portadores do fator de infertilidade masculina. CONCLUSÕES: O escore de qualidade de sêmen e os níveis espécies reativas de oxigênio nas amostras de sêmen parecem associar-se fortemente com o fator de infertilidade masculina. Na medida em que os dois parâmetros mostraram-se mais sensíveis que parâmetros espermáticos individuais na identificação do fator de infertilidade masculina...

Avaliando infertilidade masculina: aspectos epidemiológicos; Measuring male infertility: epidemiological aspects

Pasqualotto, Fábio Firmbach; Locambo, Cristhiany Victor; Athayde, Kelly Silveira; Arap, Sami
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 ENG
Relevância na Pesquisa
56.92%
Evidências nos últimos anos sugerem que a qualidade seminal humana talvez esteja deteriorando. Muitas evidências são retrospectivas, baseadas nas análises de dados coletados com outros propósitos. Aferições da infertilidade masculina são necessárias se quisermos monitorar a capacidade biológica para homens se reproduzirem com o passar do tempo ou entre populações diferentes. Nós igualmente necessitamos avaliar essas aferições em epidemiologia analítica se quisermos identificar indicadores de risco, fatores de risco ou mesmo a causa para piora da fecundidade masculina, o componente masculino da habilidade biológica para reprodução. A mais direta avaliação da fecundidade é medir o tempo necessário para conceber. Uma vez que o tempo da gravidez pode não ser detectado quando de um aborto precoce, o tempo para engravidar é geralmente avaliado como o tempo necessário para obter gravidez que sobreviva até a detecção clínica da gravidez ou mesmo a gravidez que resulte no nascimento de uma criança. Um prolongado tempo para engravidar talvez decorra de algum problema inerente ao parto ou falha na manutenção da gravidez até a detecção clínica da mesma. Estudos que focalizam nas mudanças na fecundabilidade (sem causar esterilidade) deveriam a princípio ser identificados numa amostra de mulheres grávidas. A limitação mais importante é que tal desenho requer não apenas persistência em se tornar grávida...

Detecção de câncer de testículo em homens com infertilidade; Detection of testicular cancer in men presenting with infertility

Pasqualotto, Fabio Firmbach; Pasqualotto, Eleonora Bedin; Agarwal, Ashok; Thomas Jr., Anthony Joseph
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 ENG
Relevância na Pesquisa
46.82%
PROPÓSITO: Infertilidade é um dos padrões incomuns associados com tumores de testículo. Nós avaliamos os achados histológicos, bioquímicos, e gravidez em pacientes com infertilidade nos quais foram detectados tumores de testículo. MÉTODOS: Sete pacientes com infertilidade nos quais câncer de testículo foi detectado em um período acima de 15 anos. Todos os pacientes foram avaliados com ultra-sonografia. As indicações para ultra-sonografia foram dor testicular em dois pacientes, suspeita de massa palpável em quatro, e descartar a presença de neoplasia de células germinativas em um paciente com carcinoma in situ detectado em biópsia prévia. Exame físico, achados histológicos, níveis hormonais, marcadores tumorais, e resultados de gravidez foram avaliados nos prontuários dos pacientes. RESULTADOS: Dois homens tinham níveis séricos elevados de hormônio folículo-estimulante e hormônio luteinizante; um destes tinha níveis anormalmente baixos de testosterona. Marcadores tumorais estavam normais em todos os pacientes. Em quatro pacientes, o tumor estava localizado no testículo direito e em três no esquerdo. Os diagnósticos histológicos foram seminoma (n = 5), tumor de células de Leydig (n = 1) e carcinoma in situ (n = 1). Dos sete pacientes...

ASPECTS OF THE MASCULINE FACTOR IN THE INFERTILITY; LOS ASPECTOS DEL FACTOR MASCULINO EN LA ESTERILIDAD; ASPECTOS GENÉTICOS DO FATOR MASCULINO NA INFERTILIDADE

Maegawa, Gustavo Henrique Boff; Centa, Lidio Jair R.
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/2006 POR
Relevância na Pesquisa
57.07%
This study are describe the diverse genetic causes of masculine infertility, the cromossomic and molecular alteration that may happen in patients with oligo or azoospermia. Its also pretends to revise the tecniques of pre-implantational diagnosis avaliable nowadays. The study is centered in genetic aspects of the masculine factor in the couples’ infertility. The importance of this study is in the ethic duty of analysing case by case, when to opt for intra-citoplasmatic injection of spermatozoons (ICIS), it because a significative fraction of person with idiopatic oligo or azoospermia have genetic alterations in their spermatozoons or spermatogonias, and there is a great probability of the child to have a genetic disease. This way, the (ICIS) is not a good way to the coupler wich face this problem.; Describe las causas genéticas diversas de la esterilidad masculina, las alteraciones cromosómicas y moleculares que pueden pasar en pacientes con oligo o azoospermia. Además proyecta tambiém una revisión de las tecnicas de diagnóstico pre-implantacional disponible actualmente. El estudio se centra en aspectos genéticos del factor masculino en la esterilidad de las parejas. La importancia de este estudio consiste en un deber ético de analizar caso por caso...

A experiência masculina de infertilidade e de reprodução medicamente assistida

Gameiro,Sofia; Silva,Sónia; Canavarro,Maria Cristina
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 PT
Relevância na Pesquisa
57.16%
A infertilidade é clinicamente definida como a incapacidade de conceber um filho ou de levar uma gravidez a termo após um ano de relacionamento sexual regular e sem utilização de contraceptivos (WHO, 1992). Apesar de apenas um dos membros do casal ser geralmente alvo do diagnóstico de infertilidade, esta deve ser conceptualizada como um problema de ambos. Alguns autores sugerem que a literatura científica tem menosprezado o impacto da infertilidade nos homens, ao focar as suas investigações essencialmente nas mulheres, e vários estudos têm demonstrado que os homens também são afectados pela infertilidade. O presente artigo pretende abordar o impacto da infertilidade nos casais e no homem em particular, focando também aspectos relacionados com a infertilidade masculina e o recurso a dador de esperma. Especial relevo é dado às questões relativas ao aconselhamento psicológico nestes contextos. É apresentado um caso único ilustrativo, sendo a discussão realizada à luz deste caso e dos tópicos abordados, procurando apontar para implicações clínicas concretas.