Página 1 dos resultados de 471 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

A importância da identificação dos genes de resistência em infeções endodônticas

Castro, Suzi Iolanda Vieira de
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.61%
Projeto de Pós-Graduação/Dissertação apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências Farmacêuticas; A cavidade oral possui uma grande diversidade de microrganismos, na sua maioria bactérias. Estes microrganismos, associados a outros fatores, são os agentes etiológicos de cáries dentárias, que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), afetam cerca de 80% da população mundial, sendo considerado um grave problema de saúde pública. Uma das patologias mais comuns são as infeções endodônticas causadas por bactérias. Estas infeções são primeiramente tratadas por processos mecânicos realizados num consultório dentário. No entanto, estes tratamentos não conseguem aceder a toda a constituição do dente, o que, por vezes, torna necessário o uso de agentes farmacológicos antibacterianos. Ao longo do tempo, o uso indiscriminado de antibióticos levou ao aparecimento de resistências a estes agentes farmacológicos, como resultado dos mecanismos de sobrevivência microbianos. Estas resistências representam um perigo para a saúde pública, pois reduzem os recursos eficazes para o tratamento endodôntico, assim como para todas as infeções. Estas resistências afetam sobretudo a máquina genética dos agentes bacterianos...

Impacto das normas de orientação clínica na uniformização da terapêutica de infeções do aparelho urinário : antióticos uso ou abuso?

Fernandes, Ana Filipa Gameiro
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
As infeções do trato urinário estão entre as patologias infeciosas mais comuns na prática clínica, com elevados custos para a sociedade. Na grande maioria dos casos a infeção é causada pela bactéria Escherichia coli. Os antibióticos são a arma terapêutica utilizada, constituindo um grupo farmacológico importante não só pelos seus benefícios terapêuticos e clínicos, como também pela sua repercussão social e económica. Contudo, a prescrição de um antimicrobiano pode ser um dos mais complexos atos da terapêutica medicamentosa. A utilização de antibióticos deve cumprir objetivos específicos (tratamento ou profilaxia), mas deve salvaguardar o menor impacto na seleção ou indução de resistências (capacidade de um microrganismo resistir à ação de um agente antimicrobiano). Portugal apresenta um dos maiores índices de utilização de antibióticos quando comparado com os países da União Europeia. A resistência aos antibióticos traz-nos um perigo acrescido, uma vez que está relacionada com o aumento dos custos dos cuidados de saúde, constituindo um encargo para a sociedade. As orientações clínicas constituem um conjunto de diretrizes bem sistematizadas, elaboradas com o objetivo de ajudar os médicos na tomada de decisões dos cuidados de saúde adequados...

Caracterização e impacte de eventos adversos: quedas, infeções associadas a cuidados de saúde e úlceras de pressão numa unidade privada de cuidados continuados de convalescença

Monteiro, Rafaela Mariama Barbosa Da Silva
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Os eventos adversos, cuja taxa ronda 10%, são um problema de saúde pública que devem ser analisados e controlados. Os objetivos do estudo são caracterizar e avaliar o impacte dos Eventos Adversos numa unidade privada de cuidados continuados de convalescença, nomeadamente, Infeções Associadas a cuidados de Saúde, quedas e Úlceras por Pressão, ocorridos em 2012. Tratou-se de um estudo quantitativo, observacional, transversal, analítico e retrospetivo. A frequência dos EA’s foi de 44%. As IACS foram os mais frequentes (70%), na maioria infeções urinárias, os antibióticos foram prescritos sobretudo de forma empírica. As quedas representam 24% dos EA’s, ocorreram maioritariamente no quarto e WC, e sem lesões em 68% dos casos. As UP foram apenas 6% dos EA’s, localizavam-se principalmente nos calcanhares e região sagrada, e à data da alta estavam cicatrizadas ou melhoradas. As consequências de um EA foram moderadas em 78% dos casos e grave em apenas 3%. Os custos com material e medicação para tratamento de um EA foram mais elevados nas UP, contudo o tratamento das IACS consumiu mais recursos. Os doentes que sofreram EA’s tiveram mais dias de internamento do que os doentes que não sofreram EA’s, contudo não foi possível apurar os dias específicos de internamento por EA.; Public health adverse events are a problem whose rate is around 10% that shoul d be analyzed and controlled. The aim of this study is to characterize and evaluate the impact of adverse events on a private continuous care unit associated to health care infections...

Infeções urinárias: aspetos microbiológicos e epidemiológicos

Piçarra, Ana Margarida Faquinéu
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
As infeções do trato urinário não complicadas estão entre as patologias infecciosas mais frequentes. Bactérias provenientes da flora comensal intestinal são, por essa razão, as principais causadoras deste tipo de infeção. Ocorrem, sobretudo, na mulher jovem, por questões anatómicas, como por exemplo, a proximidade da uretra ao ânus. Classificadas em infeção urinária baixa ou alta, consoante o local do aparelho urinário afetado. A entrada dos microrganismos nas vias urinárias ocorre essencialmente por duas vias principais: hematogénica e ascendente, sendo a última a mais comum. O desenvolvimento de resistências bacterianas aos fármacos antibacterianos é uma realidade crescente. Por isso, revela-se de extrema importância a identificação do agente etiológico e o conhecimento da respetiva suscetibilidade aos antimicrobianos, a qual tem variações geográficas, de modo a que o esquema terapêutico seja o mais eficaz possível, tendo em vista a rápida e eficiente resolução clínica e bacteriológica. ; Uncomplicated urinary tract infections are among the most common infectious diseases. Bacteria from the intestinal commensal flora are the main causes of such infection. It occurs, mainly, in young women, for anatomical issues...

Infeções e utilização de antibióticos na ortopedia

Silva, Ana Margarida Pereira da
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
O desenvolvimento de qualquer investigação pressupõe a existência de algo que nos inquieta e nos induz curiosidade e este trabalho não constitui uma exceção. Assim sendo, formulou-se como objetivo de investigação, a análise de alguns artigos científicos sobre o tema “Infeções e utilização de antibióticos na ortopedia". O presente estudo reporta-se a uma revisão sistemática de literatura, como metodologia de investigação e teve como objetivo descrever sucintamente o conhecimento produzido acerca das principais infeções decorrentes da implantação de próteses ortopédicas. Foram encontrados 3 temas centrais: infeções articulares; antibióticos utilizados em ortopedia; e implantação de próteses ortopédicas. As principais conclusões destes estudos evidenciaram que existe, no seu todo, um conjunto de infeções através de vários microrganismos sendo necessário a profilaxia antibiótica por vezes agressiva.; The development of any research presupposes the existence of something that disturbs us and induces our curiosity and this work is no exception. Thus was formulated as objective research the analysis of some scientific work in "Infections and antibiotic use in orthopedics" articles. The present study refers to a systematic literature review as a research method and aimed to briefly describe the knowledge produced about major infections resulting from the implantation of orthopedic prostheses. The three identified central themes were: joint infections; antibiotics used in orthopedics; implantation of orthopedic prostheses. The main findings of the studies showed that there is a whole set of infections by various microorganisms and sometimes aggressive antibiotic prophylaxis is necessary.; Orientação: Marisa Helena Fonseca Nicolai

Como as infeções sexualmente transmissíveis são apresentadas em manuais escolares de 16 países e que formas de prevenção são facultadas; How the sexually transmitted infections are presented in school manuals in 16 countries and which prevention ways are provided

Ferreira, Cláudia; Bernard, Sandie; Clément, Pierre; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /05/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
No âmbito do projeto Europeu Biohead-Citizen “Biologia, Saúde e Educação Ambiental para uma melhor cidadania” foi levada a cabo uma análise comparativa no tópico “Reprodução Humana e Sexualidade”, para a qual se construiu uma grelha de análise específica aplicada em manuais escolares de 16 países (Alemanha, Chipre, Estónia, Finlândia, França, Hungria, Itália, Líbano, Lituânia, Malta, Marrocos, Polónia, Portugal, Roménia, Tunísia, Senegal). No presente trabalho apresentam-se os resultados sobre a forma como as Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST) são apresentadas nos manuais e que meios de prevenção destas doenças são referidos. A SIDA é a IST mais comummente apresentada, estando presente em todos os manuais escolares analisados dos vários países, sendo que a ocorrência de outras IST (clamídia, herpes genital, papiloma vírus humano, sífilis, gonorreia, cancroide, hepatite viral, vaginite) é variável entre os manuais dos 16 países. No que concerne métodos de prevenção das IST, o uso do preservativo masculino nas relações sexuais é o mais referido, sendo as imagens geralmente de um preservativo masculino enrolado no seu invólucro ou fora deste, ou desenrolado. Os manuais de França Senegal e Tunísia são os que se encontram mais ancorados no modelo Biomédico...

A importância dos biofilmes nas infeções nosocomiais : o estado da arte; Why biofilms are important in nosocomial infections : the state of the art

Henriques, Ana Filipa Frutuoso Mendes; Vasconcelos, C.; Cerca, Nuno
Fonte: ArquiMed - Edições Científicas AEFMUP Publicador: ArquiMed - Edições Científicas AEFMUP
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
As infeções nosocomiais são uma realidade constante no ambiente hospitalar. São responsáveis por um elevado número de casos de infeções e são notoriamente difíceis de erradicar. Um dos motivos pelos quais o tratamento das infeções nosocomiais é difícil deve-se ao facto de muitas destas infeções serem causadas por biofilmes microbianos. Os biofilmes podem ser definidos como comunidades de micro-organismos que vivem aderidos a uma superfície e envoltos numa complexa mistura de compostos tais como proteínas, polissacáridos e DNA extracelular. O crescimento de micro-organismos sob a forma de biofilmes dificulta a sua erradicação, pois estas estruturas podem ser consideradas adaptações dos micro-organismos, de forma a continuar no hospedeiro. É especialmente relevante ter em consideração as infeções causadas por biofilmes no contexto hospitalar, pois podem necessitar de abordagens diferentes para a sua erradicação. Este artigo de revisão tem como objetivo reunir o conhecimento existente do papel dos biofilmes microbianos nas infeções nosocomiais.; Nowadays nosocomial infections are a reality in all hospital environments. They are the cause of a high number of infections, morbidity and mortality, and are recognised as being notoriously difficult to eradicate. One of the reasons for the problems in the treatment of nosocomial infection is the fact that many of the pathogens involved in this infections form biofilms. Biofilms are normally defined as communities of microorganisms adhered to a surface and surrounded by a polymeric matrix of extracellular components...

Caracterização das infeções em doentes com Síndrome de deleção 22q11.2

Oliveira, M.; Teixeira, C.; Vasconcelos, J.; Neves, E.; Álvares, S.; Guedes, M.; Marques, L.
Fonte: Nascer e Crescer Publicador: Nascer e Crescer
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.61%
RESUMO Introdução: O Síndrome de deleção 22q11.2 (SD22q11.2) tem uma incidência de 1/2000 a 1/7000 nados-vivos. Caracteriza-se por um grau variável de imunodeficiência que predispõe a infeções, nomeadamente sinopulmonares. Material e métodos: Estudo retrospetivo de 12 doentes, todos apresentando a del22q11.2 de novo, incidindo na caracterização imunológica e no tipo e número de infeções documentadas. Resultados: No que respeita aos estudos imunológicos, um doente apresentava linfopenia T grave e linfopenia B com hipogamaglobulinemia associadas a Síndrome de Evans; dois doentes linfopenia T ligeira transitória; seis linfopenia T ligeira/moderada persistente e três estudo imunológico normal. A incidência média de infeções foi 0.5/ano/doente (1.1/ano/doente abaixo dos três anos de idade). As mais documentadas foram otite média aguda, pneumonia e bronquiolite. Discussão: Encontrou-se um número baixo de infeções/ano/doente e estas ocorreram maioritariamente abaixo dos três anos de idade. As infeções sino-pulmonares foram as mais documentadas e a evolução geralmente benigna. O caráter transitório idade-dependente das alterações imunológicas e a normal função dos linfócitos, mais do que o grau de linfopenia T...

Infeções associadas aos cuidados de saúde numa Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais: avaliação da eficácia das estratégias de prevenção implementadas

Pinho, L; Pinto, J; Braga, AC; Gouveia, S; Matos, L; Pombeiro, J; Almeida, A
Fonte: Nascer e Crescer Publicador: Nascer e Crescer
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
RESUMO Introdução: Os recém-nascidos (RN) internados em unidades de cuidados intensivos (UCIN) apresentam um risco acrescido de infeções associadas aos cuidados de saúde (IACS). Na Maternidade Júlio Dinis (MJD), após ter sido constatada uma incidência elevada de IACS, efetuaram-se alterações na prática clínica diária. Objetivos: Avaliar a eficácia das estratégias de prevenção de infeção implementadas na UCIN da MJD. Material e métodos: Estudo prospetivo incluindo os RN internados na UCIN da MJD nos 16 meses anteriores (grupo 1) e nos 16 meses subsequentes (grupo 2) às intervenções, comparando-se os índices de infeção nestes dois períodos temporais. Resultados: O grupo 1, com 528 RN, e o grupo 2, com 593 RN, não mostraram diferença em relação ao peso, idade gestacional, taxa de utilização de cateter vascular central (CVC) e duração da nutrição parentérica e da ventilação invasiva. Verificou-se uma diminuição da incidência global de infeção: densidade de incidência de IACS – sépsis, pneumonia, enterocolite necrotizante e meningite – (10,0vs.6,3, p=0,0007), densidade de incidência de sépsis clínica e confirmada bacteriologicamente (9,6vs.5,9, p=0,0007), densidade de incidência de sépsis confirmada bacteriologicamente (6...

Infeções do trato urinário numa coorte de transplantados renais

Bispo, Ana; Fernandes, Milene; Toscano, Cristina; Marques, Teresa; Machado, Domingos; Weigert, André
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.73%
© Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs 3.0 Portugal License.; Introduction: Urinary tract infection is the most common infectious complication following renal transplantation and its frequency is insufficiently studied in Portugal. The aim of this study was to characterize the incidence of urinary tract infections and recurrent urinary tract infections in renal transplant recipients. Material and Methods: This was a retrospective cohort observational study, obtained from clinical files of all patients who received a renal transplant at the Hospital of Santa Cruz, from January 2004 to December 2005, with a mean follow-up period of five years or until date of graft loss, death or loss of follow-up. After a descriptive analysis of the population, we used bivariate tests to identify risk factors for urinary tract infections. Results: A total of 127 patients were included, with a 593 patients.year follow-up. We detected 53 patients (41.7%) presenting with at least one episode of urinary tract infection; 21 patients (16.5%) had recurrent urinary tract infection. Female gender was the only risk factor associated with the occurrence of urinary tract infections (p < 0.001, OR = 7.08, RR = 2.95) and recurrent urinary tract infections (p < 0.001...

Desenvolvimento e avaliação preliminar de um sistema de libertação de antibiótico de quitosano para utilização em infeções oculares superficiais

Santos, Inês Martins Rita dos
Fonte: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 28/03/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; As doenças oculares externas causadas por infeções bacterianas secundárias são comuns nos cães. Devido às características próprias dos olhos, ao pequeno volume lacrimal e à contínua drenagem e eliminação da mesma, o tratamento passa muitas vezes pela aplicação frequente de colírios. Cada vez mais se desenvolvem métodos que permitem uma libertação contínua de fármacos de forma a aumentar a adesão dos donos dos animais à terapêutica e assim, não comprometer os tratamentos. Neste trabalho foram avaliadas as características físicas, os índices de absorção e de libertação dos discos de quitosano incorporados com três antibióticos (Levofloxacina, Gentamicina e Ceftriaxona) em diferentes concentrações. Verificou-se a existência de heterogeneidade entre discos e que o índice de absorção era relativamente grande quando comparado ao de outros estudos, facto possivelmente decorrente da origem dos mesmos. A libertação segundo o método de TSA permitiu verificar que as zonas de inibição durante 24 horas foram superiores ao intervalo de referência para os discos de Levofloxacina e Gentamicina. Devido a limitações técnicas, a quantidade de discos analisada foi pequena e nem todos os discos foram avaliados nos diferentes testes. São assim necessários mais estudos e aperfeiçoamento dos pensos oculares antes da sua utilização na clínica de pequenos animais.; ABSTRACT - PRELIMINARY DEVELOPMENT AND EVALUATION OF A SYSTEM FOR RELEASE OF ANTIBIOTICS BASED ON CHITOSAN FOR USE IN SUPERFICIAL OCULAR INFECTIONS - The external ocular diseases caused by secondary bacterial infections are common in dogs. Due to the characteristics of the eyes...

As infeções associadas aos cuidados de saúde

Cardoso, Rui Alexandre dos Reis Marques
Fonte: FEUC Publicador: FEUC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
As infeções associadas aos cuidados de saúde (IACS) constituem um problema de saúde, com elevados custos associados e elevada morbi-mortalidade (Pina et al., 2010). Face ao panorama da infeção em Portugal, é de realçar que as IACS são um problema de saúde pública que assumem cada vez maior importância. À medida que a esperança média de vida aumenta, surgem tecnologias cada vez mais invasivas, maior número de doentes em programas de terapêutica imunossupressora, menos enfermeiros a cuidar dos doentes, ambientes de prática menos favoráveis, aumentando também o risco de infeção. Estas infeções são evitáveis em cerca de um terço dos casos, pelo que a capacidade de as prevenir pode constituir um dos indicadores de qualidade dos cuidados (Silva, 2008). O principal objetivo deste trabalho é estudar as IACS numa amostra de doentes internados em serviços de medicina e de cirurgia, em 4 hospitais da zona centro de Portugal, descrevendo e analisando as relações entre a ocorrência de IACS e o tempo que os doentes permanecem no serviço de urgência (SU), se a ocorrência de IACS influencia o tempo de internamento, se a existência de comorbilidades e os ambientes onde decorre a prática diária dos enfermeiros influencia a ocorrência de IACS. Para o concretizar...

Infeções sexualmente transmissíveis e factores de risco nas adolescentes e jovens: Dados de um Centro de Atendimento a Jovens

Sá, M.; Silva, M.; Almeida, D.; Vieira, B.; Lima, T.; Conde, C.; Teixeira, M.; Lima, J.; Oliveira, T.
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
Introdução: As infeções sexualmente transmissíveis (ISTs) têm alta prevalência nas adolescentes e jovens, estando associadas a morbilidade significativa. Objectivos: Determinar a prevalência de ISTs numa amostra de jovens e avaliar os factores que se associam a aumento do risco de ISTs. Material e Métodos: Estudo transversal que incluiu 100 jovens do sexo feminino abaixo de 27 anos, divididas em dois subgrupos: assintomáticas e com sintomas ginecológicos. Foram colhidas variáveis demográficas e clínicas, realizado exame ginecológico com colheita de exsudado cervico-vaginal para pesquisa de Trichomonas vaginalis, Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae, e realizadas serologias das Hepatites B e C, Vírus da Imunodeficiência Humana, Sífilis e Herpes simplex tipo2. As associações significativas entre variáveis (p<0.05) foram identificadas através do teste qui-quadrado. Resultados: Encontrou-se evidência de pelo menos uma IST em 16% da amostra. Os resultados foram:Trichomonas em 1%, Chlamydia em 7%, Neisseria em 1%, Sífilis em 1% e Herpes simplex tipo2 em 12%. O número de parceiros sexuais superior a 5 e a ectopia cervical associaram-se a aumento de risco de evidência laboratorial de pelo menos uma IST (p=0.009 e p=0.006 respectivamente). Conclusões: A prevalência de ISTs encontrada justifica o investimento continuado na educação das jovens no sentido do adiamento do início da actividade sexual e do uso consistente do método de barreira. Os profissionais de saúde que contactam com este grupo etário...

Bundle Approach to Reduce Bloodstream Infections in Neutropenic Hematologic; Conjunto de Medidas Adotadas para Reduzir Infeções Sistémicas no Doente Hematológico em Neutropenia com Cateter Venoso Central de Longa Duração

Martinez, Jose Manuel; Hematology Oncology Unit. Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil. Porto. Portugal.; Leite, Luís; Hematology Oncology Unit. Instituto Português de Oncologia Francisco Gentil. Porto. Portugal.; França, Daniela; Hematolo
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
27.7%
Introduction: The objective of the study was to reduce, by a bundle of interventions, the global bloodstream infections and catheterrelated bloodstream infections rates in neutropenic hematology patients with a long-term central venous catheter.Material and Methods: This was a non-randomized prospective study. It was conducted in a 20-bed hematology oncology unit (Portuguese Institute of Oncology, Porto, Portugal) between 1st of August 2010 and 31st of January 2012. In this period we introduced a bundle of interventions (study group) and compared the results with the six months prior to implementation (control group). The interventions consisted in the use of a neutral pressure mechanical valve connector instead of a positive pressure mechanical valve connector, a more frequent change of this connector and a more efficient clean solution. One hundred and sixteen hematology patients with a long-term central venous catheter at time superior of 72 h, with 8 867 central venous catheter days [6 756 central venous catheter days in the study group and 2 111 central venous catheter days in the control group] were included in the study.Results: A significant reduction in bloodstream infections rates and catheter-related bloodstream infections rates was achieved. Bloodstream infections rates: [32.69 (control group) vs. 9.43 (study group)]...

Urinary Tract Infections in a Cohort of Kidney Transplant Recipients; Infeções do Trato Urinário numa Coorte de Transplantados Renais

Bispo, Ana; Unidade de Transplantação Renal. Hospital de Santa Cruz. Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental. Lisboa. Portugal.; Fernandes, Milene; Instituto de Medicina Preventiva. Faculdade de Medicina. Universidade de Lisboa. Lisboa. Portugal.; Toscano
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 30/06/2014 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
27.73%
Introduction: Urinary tract infection is the most common infectious complication following renal transplantation and its frequency is insufficiently studied in Portugal. The aim of this study was to characterize the incidence of urinary tract infections and recurrent urinary tract infections in renal transplant recipients.Material and Methods: This was a retrospective cohort observational study, obtained from clinical files of all patients who received a renal transplant at the Hospital of Santa Cruz, from January 2004 to December 2005, with a mean follow-up period of five years or until date of graft loss, death or loss of follow-up. After a descriptive analysis of the population, we used bivariate tests to identify risk factors for urinary tract infections.Results: A total of 127 patients were included, with a 593 patients.year follow-up. We detected 53 patients (41.7%) presenting with at least one episode of urinary tract infection; 21 patients (16.5%) had recurrent urinary tract infection. Female gender was the only risk factor associated with the occurrence of urinary tract infections (p < 0.001, OR = 7.08, RR = 2.95) and recurrent urinary tract infections (p < 0.001, OR = 4.66, RR = 2.83). Escherichia coli (51.6%), Klebsiella pneumoniae (15.5%) and Enterobacter spp (9.9%) were themost frequently identified pathogens. Patients did not reveal an increased mortality or allograft loss. However...

Caracterização das infeções do trato urinário de origem microbiana : casuística de um Hospital Veterinário de Lisboa; Characterization of urinary tract infections of microbial origin - material of a veterinary hospital in lisbon

Monteiro, Margarida Velez Mangerona de Amorim; Pereira, Hugo
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Artigo de Revista Científica
; POR
Relevância na Pesquisa
37.19%
As infeções do trato urinário (ITU’s) são doenças infeciosas frequentes na prática clínica veterinária, sendo fundamental uma correta antibioterapia, principalmente pelo crescente desenvolvimento de resistências bacterianas aos antibióticos. Realizou-se um estudo retrospetivo, englobando 86 animais admitidos no Hospital Veterinário do Restelo, submetidos a urocultura, com o objetivo de caracterizar as ITU’s microbianas neste hospital, avaliando a sua epidemiologia e suscetibilidade antibiótica das bactérias isoladas. Da totalidade das uroculturas realizadas (n=86), 28 foram positivas, 18 em canídeos e 10 em felídeos, sem predisposição racial, mais em fêmeas nos canídeos e em machos nos felídeos. A idade média dos animais com ITU foi 8 anos nos canídeos e 10 anos nos felídeos. Todas as ITU´s foram monobacterianas, sendo o microorganismo mais frequentemente isolado a Escherichia coli. Verificou-se multirresistência em 10 das 28 bactérias isoladas. A gentamicina foi o antibiótico com melhor perfil de sensibilidade global e o que apresentou mais resistências foi a tetraciclina. O antibiótico mais prescrito de forma empírica foi a enrofloxacina. Este estudo,especialmente se realizado de forma periódica...

Relatório de Estágio: Laboratório de Patologia Clínica do IPO de Lisboa [Relatório de estágio]; Infeções fúngicas no doente HIV/SIDA [Monografia]

Correia, Estela de Jesus Guerreiro Batista Pinheiro
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Relatório de estágio de mestrado, Análises Clínicas, Universidade de Lisboa, Faculdade de Farmácia, 2015; Este relatório de estágio pretende descrever as atividades realizadas durante o estágio curricular do Mestrado em Análises Clínicas da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa. O estágio decorreu no Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa Francisco Gentil, nas áreas de Bioquímica, Imunologia e Virologia. São descritos as metodologias e equipamento utilizados, bem como os parâmetros analisados e o controlo de qualidade.; This internship report aims to describe the activities performed during the curricular traineeship in Masters of Clinical Analysis of the Faculty of Pharmacy of the Lisbon University. The internship was held at Portuguese Institute of Oncology – Lisbon, in Biochemistry, Immunology and Virology. We describe the methodology and equipment used, as well as the parameters analysed and the quality control.; As infeções fúngicas são infeções muito frequentes nos doentes HIV/SIDA. A imunodeficiência causada pela infeção crónica por HIV aumenta o risco de co-infeção por patogéneos que são controlados pela resposta imunitária inata e adaptativa. A administração terapêutica HAART nem sempre restaura a resposta imune patogéneo-específica aos níveis normais. As principais infeções fúngicas nos doentes HIV/SIDA são a candidose...

Caracterização das infeções em doentes com Síndrome de deleção 22q11.2

Oliveira,Manuel; Teixeira,Carla; Vasconcelos,Júlia; Neves,Esmeralda; Álvares,Sílvia; Guedes,Margarida; Marques,Laura
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
Introdução: O Síndrome de deleção 22q11.2 (SD22q11.2) tem uma incidência de 1/2000 a 1/7000 nados-vivos. Caracteriza-se por um grau variável de imunodeficiência que predispõe a infeções, nomeadamente sinopulmonares. Material e métodos: Estudo retrospetivo de 12 doentes, todos apresentando a del22q11.2 de novo, incidindo na caracterização imunológica e no tipo e número de infeções documentadas. Resultados: No que respeita aos estudos imunológicos, um doente apresentava linfopenia T grave e linfopenia B com hipogamaglobulinemia associadas a Síndrome de Evans; dois doentes linfopenia T ligeira transitória; seis linfopenia T ligeira/moderada persistente e três estudo imunológico normal. A incidência média de infeções foi 0.5/ano/doente (1.1/ano/doente abaixo dos três anos de idade). As mais documentadas foram otite média aguda, pneumonia e bronquiolite. Discussão: Encontrou-se um número baixo de infeções/ano/doente e estas ocorreram maioritariamente abaixo dos três anos de idade. As infeções sino-pulmonares foram as mais documentadas e a evolução geralmente benigna. O caráter transitório idade-dependente das alterações imunológicas e a normal função dos linfócitos, mais do que o grau de linfopenia T...

Infeções associadas aos cuidados de saúde numa Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais: avaliação da eficácia das estratégias de prevenção implementadas

Pinho,Liliana; Pinto,Joana; Braga,Ana Cristina; Gouveia,Sónia; Matos,Luísa; Pombeiro,José; Almeida,Alexandra
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
Introdução: Os recém-nascidos (RN) internados em unidades de cuidados intensivos (UCIN) apresentam um risco acrescido de infeções associadas aos cuidados de saúde (IACS). Na Maternidade Júlio Dinis (MJD), apos ter sido constatada uma incidência elevada de IACS, efetuaram-se alterações na pratica clínica diária. Objetivos: Avaliar a eficácia das estratégias de prevenção de infeção implementadas na UCIN da MJD. Material e métodos: Estudo prospetivo incluindo os RN internados na UCIN da MJD nos 16 meses anteriores (grupo 1) e nos 16 meses subsequentes (grupo 2) as intervenções, comparando-se os índices de infeção nestes dois períodos temporais. Resultados: O grupo 1, com 528 RN, e o grupo 2, com 593 RN, não mostraram diferença em relação ao peso, idade gestacional, taxa de utilização de cateter vascular central (CVC) e duração da nutrição parentérica e da ventilação invasiva. Verificou-se uma diminuição da incidência global de infeção: densidade de incidência de IACS - sépsis, pneumonia, enterocolite necrotizante e meningite - (10,0vs.6,3, p=0,0007), densidade de incidência de sépsis clínica e confirmada bacteriologicamente (9,6vs.5,9, p=0,0007), densidade de incidência de sépsis confirmada bacteriologicamente (6...

Infeções sexualmente transmissíveis e factores de risco nas adolescentes e jovens: Dados de um Centro de Atendimento a Jovens

Sá,Maria Isabel; Silva,Maria Teresa; Almeida,Daniela; Vieira,Bruna; Lima,Tânia; Conde,Cidália; Teixeira,Marcília; Lima,Joana; Oliveira,Teresa
Fonte: Centro Hospitalar do Porto Publicador: Centro Hospitalar do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
Introdução: As infeções sexualmente transmissíveis (ISTs) têm alta prevalência nas adolescentes e jovens, estando associadas a morbilidade significativa. Objectivos: Determinar a prevalência de ISTs numa amostra de jovens e avaliar os factores que se associam a aumento do risco de ISTs. Material e Métodos: Estudo transversal que incluiu 100 jovens do sexo feminino abaixo de 27 anos, divididas em dois subgrupos: assintomáticas e com sintomas ginecológicos. Foram colhidas variáveis demográficas e clínicas, realizado exame ginecológico com colheita de exsudado cervico-vaginal para pesquisa de Trichomonas vaginalis, Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae, e realizadas serologias das Hepatites B e C, Vírus da Imunodeficiência Humana, Sífilis e Herpes simplex tipo2. As associações significativas entre variáveis (p<0.05) foram identificadas através do teste qui-quadrado. Resultados: Encontrou-se evidência de pelo menos uma IST em 16% da amostra. Os resultados foram:Trichomonas em 1%, Chlamydia em 7%, Neisseria em 1%, Sífilis em 1% e Herpes simplex tipo2 em 12%. O número de parceiros sexuais superior a 5 e a ectopia cervical associaram-se a aumento de risco de evidência laboratorial de pelo menos uma IST (p=0.009 e p=0.006 respectivamente). Conclusões: A prevalência de ISTs encontrada justifica o investimento continuado na educação das jovens no sentido do adiamento do início da actividade sexual e do uso consistente do método de barreira. Os profissionais de saúde que contactam com este grupo etário...