Página 1 dos resultados de 2166 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Industrialização e políticas de desenvolvimento regional: o Vale do Paraíba Paulista na segunda metade do século XX; Industrialization and regional development politics: the Vale do Paraíba Paulista in the second half of twenty century

Vieira, Edson Trajano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
Na história econômica do capitalismo, a busca pelo desenvolvimento econômico sempre esteve associada à industrialização. Os países que fizeram a primeira e a segunda revolução industrial são aqueles considerados desenvolvidos e esse caminho da industrialização passa ser a grande busca dos países em desenvolvimento. Vários deles conseguiram êxito no século XX, entre eles, o Brasil. Entretanto, com a internacionalização da produção e a inovação tecnológica mais intensa, a industrialização não resolveu o problema do subdesenvolvimento. A produtividade econômica não resultou na produtividade social. O objetivo da tese foi analisar essa relação entre industrialização e desenvolvimento econômico e os limites das políticas públicas regionais nesse processo. Em especial, como ocorreu em escala regional no Estado de São Paulo e, sobretudo, no Vale do Paraíba paulista, após a segunda guerra mundial. A partir do levantamento de séries de informações quantitativas históricas, mesmo limitadas em relação ao desenvolvimento, foi possível concluir que as políticas de desenvolvimento econômico no Vale do Paraíba tiveram êxito em relação ao crescimento econômico, mas falharam em relação ao processo de distribuição espacial da renda...

Industrialização das construções complexas: estudo de obras hospitalares; Industrialization of complex construction: a study of hospital buildings

Pereira, Debora Verniz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
O tema "Industrialização das Construções" está atrelado à ideia da busca constante por novas tecnologias e pelo oferecimento de edificações construídas com mais agilidade, menor custo e maior qualidade. O trabalho do arquiteto brasileiro João Filgueiras Lima pode ser tomado como um exemplo da experimentação industrial na construção. A presente dissertação tem por objetivo o estudo da industrialização das construções no contexto contemporâneo, investigando em que medida os avanços no setor de construção, o uso de equipamentos no canteiro e os fornecedores especializados de subsistemas construtivos permitem uma industrialização aberta sem a necessidade de grandes fabricas centralizadas. Foram utilizados como objetos do estudo de caso o Centro de Tecnologia da Rede Sarah em Salvador (BH), o Centro Internacional Sarah de Neurorreabilitação e Neurociências, localizado no Rio de Janeiro (RJ) e o Hospital Escola Municipal de São Carlos Professor Doutor Horácio Carlos Panepucci, em São Carlos (SP). O levantamento de dados contou com pesquisa bibliográfica sobre o tema "Industrialização das Construções" e coleta de evidências por meio de visitas às obras, além de entrevistas. A pesquisa investiga as diferenças existentes nos processos de construção dos dois exemplos hospitalares em questão. Esta pesquisa apresenta uma análise de dados quantitativa e através dela pode se concluir que...

Industrialização e Urbanização em São Carlos nas décadas de 1930 a 1960; Industrialization and Development in São Carlos in decades of 1930 a9160

Feitosa, Jardel Pontes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Essa dissertação tem por objetivo analisar as relações entre os processos de industrialização e de urbanização no município de São Carlos, localizado no Centro- Oeste paulista, entre as décadas de 1930 e 1960. O recorte temporal enquadra-se na etapa de desenvolvimento industrial brasileiro marcado pela concentração da produção no estado de São Paulo. Nesse período, o nexo econômico da industrialização se impõe à dinâmica urbana. As relações entre industrialização e urbanização da área urbana em São Carlos, no período em tela, foram estudadas em três dimensões: em relação aos processos territoriais; em relação à atuação do poder público no controle e/ou incentivo à instalação de indústrias e em relação à participação dos industriais no processo de expansão urbana. Os objetivos acima expostos foram atingidos através de pesquisa bibliográfica, levantamento de dados estatísticos, dados secundários, bases cartográficas, entrevistas com empresários, pesquisa em jornais e pesquisa documental nos arquivos da Prefeitura de São Carlos, em especial na Fundação Pró-Memória de São Carlos.; This dissertation aims to examine the relationships between the processes of industrialization and urbanization in São Carlos...

O desenvolvimento econômico e o papel da industrialização na superação do subdesenvolvimento : a ótica de Celso Furtado

Etchegoyen, Marco Aurélio Bilibio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Esse trabalho é uma investigação do conceito de desenvolvimento econômico na teoria de Celso Furtado, bem como o papel dado pelo autor à industrialização na alteração das estruturas das economias subdesenvolvida, resultando promoção do desenvolvimento. Da mesma forma, são investigadas as causas que Furtado julga responsáveis pelo fato de a industrialização não ter sido suficiente ao alcance do desenvolvimento das regiões periféricas, apesar dos inegáveis progressos que trouxe.; The following research intents to explore the definition of economic development in Celso Furtado´s theory, as well as the role industrialization plays on changing the underdeveloped structures of peripheral economies, leading them to the development according to the mentioned author. Finally, it tries to explain the main causes appointed by Furtado as responsible by the failing – despite the great progress it brought to these regions – of the peripheral industrialization on creating the conditions that would have allowed them to reach economic development.

Industrialização do Brasil na década de 1930 : uma aplicação com teoria dos jogos

Del Fiori, Diogo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
O presente trabalho propõe-se analisar a industrialização do Brasil no contexto de mudanças econômicas e políticas no primeiro governo de Getúlio Vargas, de 1930 até 1945. Na literatura de economia brasileira com relação ao surgimento da indústria no Brasil, duas visões se contrapõem: de um lado, a industrialização como subproduto da intervenção do governo no setor cafeeiro; de outro, a industrialização intencionalmente promovida pelo governo. Com base em uma análise de equilíbrio em um jogo dinâmico de informação imperfeita, é evidenciada a racionalidade da criação de instituições para o desenvolvimento industrial na década de 1930. Este resultado de equilíbrio mostra as mudanças pela qual o Brasil passou a partir da década de 1930, com mudanças da estrutura tributária, educacional, financeira e relações de trabalho, ou seja, essa mudança institucional gerou campo fértil para o surgimento do processo de industrialização que caracterizou o primeiro governo Vargas e também mostra a intencionalidade desse governo, quando se observa a transformação do sistema tributário, de tal modo a ficar imune das oscilações econômicas externas e também as mudanças educacionais, que passou a incentivar o ensino primário...

A agricultura familiar e o processo de industrialização no município de Picada Café

Klauck, Alexandre Luiz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Este estudo aborda o processo de industrialização no município de Picada Café e a forma como a agricultura familiar se estruturou diante desse processo. Assim, serão apresentadas as relações de trabalho entre a indústria coureiro/calçadista e a agricultura familiar do município, caracterizada por pequenas propriedades rurais e pela pluriatividade. A metodologia usada constitui-se de um levantamento de dados bibliográficos e da aplicação de entrevistas semiestruturadas a quatro grupos de pessoas residentes no município de Picada Café, enfocando-se as mudanças que a industrialização proporcionou à agricultura familiar local, sua situação atual e as perspectivas futuras para o desenvolvimento rural no município. Através da análise dos resultados, busca-se levantar as dificuldades de desenvolvimento da agricultura familiar, em razão, principalmente, da grande absorção de pessoas jovens do meio rural para o trabalho nas indústrias. Além disso, propõe-se a discussão sobre a pluriatividade e sua contribuição para o desenvolvimento do município e para a qualidade de vida de sua população.; This study approaches the process of industrialization in the city of Picada Café and how the family farm was structured from that process. Thus...

Industrialização e taxa de câmbio : uma análise sobre a indústria brasileira no período 1994-2010

Bagatini, Marilia Carvalho
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
O objetivo deste trabalho é analisar o processo de industrialização brasileiro entre os anos de 1994 e 2010 e verificar se a evolução da taxa de câmbio influenciou a trajetória da indústria brasileira. Para atingir este objetivo, será realizada uma análise descritiva, que foi dividida em duas partes: na primeira, são analisados os dados referentes à indústria nacional, enquanto na segunda o foco é a evolução das taxas de câmbio nominal e real. Os dados utilizados têm como base o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). A partir da análise descritiva, constatou-se que o País, de fato, tem passado por uma fase de desindustrialização de sua economia, que foi acompanhada de uma valorização cambial. No entanto, analisando-se o comércio exterior de produtos industrializados, afetados diretamente pelo câmbio, percebe-se que a lógica do impacto cambial sobre as importações, exportações e balança comercial não ocorre. Assim sendo, a relação entre as variáveis câmbio e industrialização não fica nítida, fazendo-se necessário um estudo mais profundo destas questões...

Da revolução industrial à revolução da informação : uma análise evolucionária da industrialização da América Latina

Conceição, César Stallbaum
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
A tese analisa o processo de desenvolvimento econômico capitalista de longo prazo como resultado de um processo evolucionário de mudança tecnológica e institucional para explicar as distintas trajetórias de crescimento e de industrialização observadas na economia mundial. O trabalho assume que o desenvolvimento capitalista é resultado do surgimento e difusão das sucessivas ondas de mudança estrutural provocadas pela emergência das revoluções tecnológicas e paradigmas tecnoeconômicos. Assume-se que os países que avançam no processo de industrialização e seguem trajetórias exitosas de crescimento sustentado dos níveis de renda e produtividade, historicamente, são países que possuem (ou buscam construir) o conjunto de instituições necessárias para o desenvolvimento das novas tecnologias e indústrias chave de cada período. A partir dessa perspectiva, a hipótese central da tese é de que as revoluções tecnológicas emergem nos países industrialmente avançados e se propagam tardiamente para os países da periferia, permitindo assim, o processo de industrialização desses países. Nesse contexto, busca-se mostrar que o processo de industrialização da América Latina ocorreu na fase de esgotamento da quarta revolução tecnológica viabilizado pela propagação tardia das indústrias do paradigma para a periferia. No entanto...

Três Lagoas/MS nos trilhos do desenvolvimento : um estudo sobre a transição de uma cidade através do processo de industrialização e suas consequências ao mercado imobiliário

Jesus, Alexander de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
São muitos investimentos que consolidam a vocação industrial do município de Três Lagoas/MS, e que foi defendida durante décadas por lideranças políticas e empresariais do município no intuito de alavancar toda a região. Mas como todo processo de incorporação ou mudança pode trazer benefícios ou malefícios, existe o questionamento de até onde se pode aproveitar toda essa expansão. A cidade ainda é simples e planejada, o que para a população residente é agradável, mas para a nova realidade terá que ser repensada na estrutura urbana. Assim, este estudo tem como foco evidenciar o processo de industrialização ocorrido nos últimos anos no município, bem como as principais mudanças verificadas no setor imobiliário e como este fator tem afetado diretamente a expansão urbana e o desenvolvimento local. Neste cenário, o estudo se justifica pela mudança na base econômica do município que está em transição entre a agropecuária e a indústria, fazendo que este submeta a ter uma percepção da realidade das mudanças relacionadas ao mercado imobiliário que vem ocorrendo. A abordagem da presente pesquisa é de natureza qualitativa, a partir de um estudo de caso. A coleta de dados, contou com dados secundários a partir de sites com informações pertinentes à realidade da região e do setor imobiliário...

Industrialização de Bauru: a atividade industrial e o espaço geográfico, das origens à situação atual

Toledo, Eli Fernando Tavano
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 161 f. : il., tabs., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Geografia - IGCE; O presente trabalho tem por objetivo demonstrar a evolução da indústria na cidade de Bauru. A formação econômica do município foi fortemente marcada pelas culturas de exportação, do início do século XX, sendo os principais motores do início da industrialização bauruense. A expansão da cafeicultura e do algodão foi fortemente influenciada pela demanda internacional. O estudo constatou que a cidade de Bauru, como média cidade, possui infraestrutura suficiente para polarizar uma grande região no oeste paulista. Sendo o setor econômico mais representativo o comércio. A industrialização da cidade não esteve, diretamente, vinculada ao desenvolvimento da região metropolitana de São Paulo. Assim, o processo de formação do setor secundário teve elementos locacionais como fatores mais importantes para o crescimento industrial. A presença da infraestrutura de transportes e a localização, no centro do Estado de São Paulo, foram os fatores mais expressivos apontados pelos entrevistados e captados na pesquisa através dos questionários/formulários. Pela pesquisa, o município apresenta dois compartimentos distintos de ramos industriais. O primeiro compartimento é formado por empresas que são influenciadas pela agropecuária da região. O segundo grupo possui indústrias que não necessitam diretamente da agropecuária regional.; The present study aims at showing Bauru’s industrial evolution. The economic development of the city was strongly influenced by early twentieth century export culture...

Educación y hegemonía: la formación de los intelectuales en italia durante los años 20, la organización para la industrialización de são paulo y la construcción de hegemonía burguesa en Brasil; Educação e Hegemonia: A Formação de Intelectuais na Itália dos Anos 20, a Organização da Industrialização em São Paulo e a Construção da Hegemonia Burguesa no Brasil

Villela, Fabio Fernandes
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 77-94
POR
Relevância na Pesquisa
37.08%
The formation of intellectuals, in Gramscian terms (GRAMSCI, 2000), was addressed throughout our academic career, for example, Villela (2003; 2008; 2009; 2010-2012; 2011; 2012; 2014). This article aims to resume some relationships between education of intellectuals in Italy for years 1920, the organization of industrialization in São Paulo and the construction of bourgeois hegemony in Brazil. In this paper I review my dissertation, Villela (2003), whose aim was to understand the rationalization of work processes in architectural offices. This dissertation possible to trace, among other things, another story of the relationship between architecture and state in Brazil from industrialization in São Paulo. Based on the notion of intellectuals Gramsci, we discuss the extended state design and envision a particular kind of state, which in our case is the State industrialist. And relate interested in public policy of that State for industrialization industries office designed by Rino Levi Architects Associate SC Ltda. (ERLAA) that has developed over the decades its activities from 1920 to 1990, many projects in the city of São Paulo. The relationship proposed here is unprecedented. Grounded in this relationship, put in another scene about the formation of intellectuals and hegemony...

Percalços da industrialização : o caso de Minas Gerais

Ricardo Zimbrão Affonso de Paula
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.2%
O objetivo central desta dissertação é analisar os percalços da industrialização de Minas Gerais, a partir da abordagem de sua trajetória econômica, desde o início do século XIX até a inserção de Minas no processo de industrialização brasileiro, na segunda década de 1950. Partiremos, em primeiro lugar, de um breve histórico da economia mineira no século XIX, destacando: a economia mercantil de gêneros, que assumiu papel relevante na atividade econômica de Minas, após a crise da economia aurífera, na primeira metade do século XIX; a cafeicultura, que se constituiu principal produto de exportação de Minas, entre a segunda metade do século XIX e as três primeiras décadas do século XX, responsável pelo desenvolvimento do complexo agroexportador regional da Zona da Mata mineira. Em segundo lugar, discutiremos o ambiente e as condições da industrialização em Minas Gerais, a partir da origem da indústria mineira, no século XIX; o surto industrial ocorrido na Zona da Mata, tendo a cidade de Juiz de Fora como principal beneficiária, entre 1890 e 1930, fruto das inversões de capitais do complexo agroexportador cafeeiro regional; a inserção de Minas Gerais no processo de industrialização nacional, a partir da segunda metade da década de 1950...

A industrialização em Sombrio/SC

Beltrão, Leila Maria Vasquez
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiv, 162 f.| mapas, fots.
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas; Análise da industrialização de uma pequena cidade do Extremo Sul de Santa Catarina utilizando-se dos referenciais teóricos de Formação Sócio-Espacial do geógrafo Milton Santos, das Dualidades da Formação Social Brasileira do economista Ignácio Rangel e da Industrialização nas áreas de Colonização Européia no Sul do Brasil de Armen Mamigonian. Estuda as condições históricas para emergência da industrialização no município e sua inserção na Divisão Territorial do Trabalho, a partir da produção calçadista nos anos de 1970. Examina os setores industriais de maior importância e suas articulações com o mercado regional, nacional e externo. Relaciona a industrialização local com o espaço intra-urbano

Plano de Metas e as conseqüências na industrialização brasileira

Joaquim, Francielen Rose
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 46 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.98%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O presente trabalho procurou analisar a industrialização brasileira dentro do Plano de Metas (1956-1961), utilizando como unidade de análise a economia brasileira da época. Foi analisado dentro de todo o Programa de Metas, a área da industrialização, delimitado ao escopo deste estudo, bem como seu desenvolvimento no período proposto para o estudo. Neste sentido, fora realizada uma pesquisa exploratória qualitativa descritiva com base teórica empírica, utilizando a técnica de análise de conteúdo das políticas econômicas nacionais, caracterizando as diversas políticas com foco principalmente nos anos do Governo de Juscelino Kubitschek. Os anos de 1956 até 1961 apontam para um desenvolvimento considerável do parque fabril do País, focado em áreas como a do automobilismo.

A industrialização brasileira sob a hegemonia britânica no longo século XIX

Ferreira, Luiz Mateus da Silva
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 75 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.15%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O presente trabalho tem como objetivo geral explicar o surgimento da indústria no Brasil como parte de um processo sistêmico de expansão da economia mundial capitalista sob a hegemonia britânica. Nesse sentido, busca-se demonstrar como a origem da industrialização brasileira está inserida no Ciclo Sistêmico de Acumulação Britânico (1780-1930). Para tanto, apoiando-se nos conceitos desenvolvidos por Fernand Braudel, Immanuel Wallerstein e Giovanni Arrighi, buscou-se fazer uma investigação da origem da industrialização brasileira utilizando-se como marco analítico a Análise dos Sistemas-Mundo. Argumenta-se que a origem da industrialização brasileira é parte de um processo sistêmico, comandado pelo Estado e pelos capitais britânicos, os quais, em sua estratégia de acumulação de capital e poder em escala mundial, estimularam e ao mesmo tempo limitaram o processo de industrialização brasileira no decorrer do Longo Século XIX (1776-1914). Assim, Grãbretanha durante seu regime de acumulação não permitiu à indústria no Brasil tornar-se uma fonte de acumulação de capital capaz de melhorar a posição do Estado brasileiro na distribuição mundial da riqueza e poder.

A INDUSTRIALIZAÇÃO DO VALE DO ITAJAÍ A PARTIR DA IDEOLOGIA DO TEUTO-BRASILEIRO (1880-1900): HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA

Mandelli, Bruno
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 81 páginas.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.98%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.; Este trabalho discute e problematiza a industrialização do Vale do Itajaí, de 1880 a 1900, a partir do estudo da literatura de viagem das últimas décadas do século XIX e começo do XX e dos relatórios de presidente de província do mesmo período. Analisa a construção da ideologia do teuto-brasileiro, enquanto construção histórica, que afirma a existência de uma superioridade do trabalho imigrante, em especial dessa etnia, muitas vezes em oposição ao brasileiro. Também é analisada a historiografia que escreveu sobre o tema, em suas diferentes vertentes teóricas, mas que possui um elemento em comum na sua análise: a persistência do empreendedor teuto-brasileiro como ator histórico da industrialização. Desse modo, a relação que se estabelece entre história e historiografia, e a ideologia do teuto-brasileiro enquanto persistência e mudança são os norteadores do presente trabalho.

Investimento direto externo e industrialização no Brasil

Curado,Marcelo; Cruz,Marcio José Vargas da
Fonte: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.08%
Este artigo tem como objetivo discutir o papel do investimento direto externo - IDE no processo de industrialização da economia brasileira entre 1860 e 1980. Utiliza-se como referência de periodização desse processo a proposta elaborada por Tavares (1975) e Mello (1982), que apresenta a seguinte configuração: (1) Crescimento com diversificação da atividade industrial (1860-1933); (2) Industrialização restringida (1933-1955); e (3) Industrialização pesada (1955-1980). A análise demonstra que o comportamento dos IDEs deve ser entendido à luz das condições vigentes no plano interno e externo, como proposto originalmente por Possas (1983).

Planejamento econômico para a industrialização e o desenvolvimento: o Brasil entre as lógicas de mercado e controle (1930-1956)

Lopes, Tiago Camarinha
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
O trabalho é uma análise do contexto histórico em que o planejamento econômico nacional é aplicado para promover a industrialização da economia brasileira. Partindo dos resultados existentes, principalmente de que o Estado capitalista nascente no Brasil é “condutor ativo” deste processo, o texto busca estabelecer a relação deste fato com o fim do laissez-faire em nível mundial. A meta do trabalho é dupla: primeiro, descrever as circunstâncias internacionais que balizam a revolução burguesa no Brasil e que fundamentam a lógica do planejamento para industrialização e segundo, indicar as possíveis conexões do Plano de Metas com os debates sobre a contradição entre plano e mercado em âmbito mundial. Esta contradição é tomada como o eixo determinante de toda discussão em Economia Política do século XX. É a partir dela que será indicado de que forma o fundamento dos planos de industrialização brasileiros podem ser conectados com o debate abstrato sobre a operação da lei do valor e das possibilidades de seu controle, cuja expressão mais direta é o problema do cálculo econômico socialista que se inicia nos anos 1920. Ao final, o trabalho indica que a influência internacional dos hemisférios ideologicamente opostos (EUA e URSS) sobre a formulação dos planejamentos econômicos brasileiros deve ser explorada a partir do estudo da teoria da programação e de como ela penetra no Brasil nos anos anteriores ao Plano de Metas do governo Juscelino Kubitschek. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The economic planning for promoting industrialization in Brazil is analyzed in its world-historical context. Departing from existing results...

Industrialization of contruction: review and update concepts; Industrialización de las contrucciones: revisión y actualización de los conceptos; Industrialização das construções: revisão e atualização de conceitos

Fabricio, Márcio Minto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
The paper discusses the industrialization of constructions from a new paradigm of production based on flexibility and lean production. The hypothesis is that the industrialization of constructions in the contemporary context occurs based on new design and production management practices and technological innovations associated with digital fabrication. Methods include literature review and field evidence from exploratory studies in Brazilian’s building companies and building sites. As results this work presents and analyzes various technological and managerial innovations recently introduced in the Brazilian construction industry and discusses the evolution in the concepts and practices of industrialization of construction.; El presente artículo discute la industrialización de las construcciones a partir de un nuevo paradigma de producción, basado en la flexibilidad y la producción sin pérdidas. La hipótesis adoptada es que la industrialización de las construcciones, en el contexto contemporáneo, se da a partir de nuevas prácticas de gestión del proyecto y producción, y de innovaciones tecnológicas que están asociadas a la fabricación digital. El método de trabajo abarca la revisión bibliográfica y evidencias de campo...

A industrialização brasileira em perspectiva histórica (1808-1956)

Hees, Felipe; Universidade de Brasília
Fonte: Em tempo de histórias Publicador: Em tempo de histórias
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.2%
Desde a revogação da proibição de fábricas e de atividades manufatureiras em 1808, passando pelas diversas reformas alfandegárias ao longo do século XIX, pela controvérsia entre Eugênio Gudin e Roberto Simonsen, nas décadas de 1930 e 1940, acerca das vantagens e desvantagens do livre comércio, e pelas discussões no Senado federal, nos anos 1940 e 1950, a respeito da industrialização e do desenvolvimento econômico do País, a importância da indústria para o desenvolvimento do País constitui um dos temas centrais da história econômica nacional. A convergência de opiniões quanto à relevância do tema não se traduz em consenso quanto à dinâmica e aos condicionantes do processo de industrialização propriamente dito. Variando de questões conceituais — a falta de rigor no emprego de termos como industrialização e crescimento industrial, por exemplo, ou ainda a desatenção com processos de ressignificação vocabular — a aspectos substantivos e teóricos, as divergências dificultam o entendimento de como, quando e por que a indústria de bens de capital logrou desalojar a agricultura de exportação como centro dinâmico da economia brasileira. Exemplos de como o emprego inadequado de conceitos pode dificultar as análises teóricas do referido processo podem ser encontrados em diversos estudos que vinculam a industrialização brasileira ao nível de protecionismo vigente. Por esse ângulo...