Página 1 dos resultados de 248 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Jogos virtuais do cinema

McErlean, Kelly
Fonte: Edições Universitárias Lusófona Publicador: Edições Universitárias Lusófona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 91922 bytes; application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.86%
As tecnologias digitais estão a surtir um impacto significativo na indústria cinematográfica. O novo sector dos media incorpora muitos dos elementos da indústria dos media tradicional, incluindo a produção de filmes, a animação e a fotografia. Os produtores dos novos media procuram desenvolver um conteúdo audiovisual baseado nos padrões criados pelo sector internacional de produção cinematográfica e televisiva. Com a introdução de novas tecnologias tais como câmeras de vídeo digital, os realizadores dispõem de instrumentos que lhes possibilitam criar um produto relativamente barato num curto período. O impacto destas tecnologias faz-se sentir quer no topo quer nas bases do sector, e a Internet consiste num meio de distribuição global acessível a todos. Este artigo pretende examinar a relação crescentemente simbiótica entre os sectores dos novos media e dos media tradicionais. Tenciona-se ainda focar o desenvolvimento da produção cinematográfica digital e de tecnologias de distribuição, avaliando-se o seu impacto no produto audiovisual final. Este artigo debruçar-se-á também sobre a crescente sofisticação das audiências de cinema, à escala global, bem como sobre o processo de produção enquanto característica do produto cinematográfico. A Bolsa de Valores de Hollywood será analisada em termos do seu impacto na actual indústria do cinema e do grau surpreendente de conhecimento entretanto adquirido pelos participantes «online».

O produtor e o processo de produção dos filmes de longa metragem brasileiros; O produtor e o processo de produção dos filmes de longa metragem brasileiros

Giannasi, Ana Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/05/2007 PT
Relevância na Pesquisa
45.77%
O objeto de estudo é a produção dos filmes de longa metragem de ficção brasileiros desde a data de realização das primeiras filmagens feitas no Brasil até os dias atuais. Metas: O objetivo deste trabalho é definir um processo de produção e apresentar o papel do produtor nesse processo dentro dos modelos utilizados pela indústria cinematográfica para, a partir disso, montar um painel da história do Cinema Brasileiro que mostre sua evolução e seus desafios atuais. Resultados: Diferente de outros países que utilizam o cinema como forma de preservação de sua história e cultura, o Brasil está atrelado a uma produção sazonal, sem um projeto político que garanta sua mais livre forma de expressão. As conclusões indicam que enquanto esse projeto não for construído, não teremos um cinema que nos represente e o produtor desempenha um papel bastante relevante.; Subject: Throughout the history of the Brazilian Cinematography and its detailed analysis, this dissertation debates the producers role and his/her influence into the movies producing process. In the same direction, it is also analyzed the Brazilian Movies Industrys current perspectives and challenges. Goals: The part played by the producer in the history of Brazilian cinematography and the producers influence on film making are the focus of this dissertation; within this context...

Defesa da concorrência e a indústria de cinema no Brasil

Fagundes, Jorge; Schuartz, Luis Fernando
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Relevância na Pesquisa
55.76%
O presente artigo tem o objetivo de realizar uma avaliação preliminar da indústria do cinema no Brasil, em particular nos segmentos de distribuição e exibição de filmes, sob a perspectiva do direito da concorrência. Trata-se, portanto, de uma análise antitruste dos mercados relevantes associados à cadeia vertical da indústria cinematográfica nacional, a partir das informações publicamente disponíveis. Devido à carência dessas informações, bem como o caráter privado das atividades comerciais das distribuidoras, este artigo não busca elaborar um diagnóstico antitruste da indústria em tela, mas sim identificar um conjunto de questões relevantes para o aprofundamento do conhecimento da sociedade a respeito dessa indústria no Brasil, sob o enfoque da defesa da concorrência.

Um novo debate sobre a distribuição cinematográfica brasileira a partir da prática de compartilhamento de filmes na Internet

Rodrigues, Paola Fucks
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.77%
Este trabalho busca apresentar e analisar o novo debate que tem sido fomentado, entre os profissionais da indústria cinematográfica do Brasil, em torno do atual modelo da última etapa da cadeia produtiva do cinema brasileiro – a distribuição - sob a perspectiva da prática de compartilhamento de filmes na Internet, através dos sites e programas de tecnologia ponto-a-ponto, que vem se intensificando, dentro da sociedade brasileira, nos últimos anos. Indícios dessa nova agenda de discussões são apresentados de forma a mostrar que as possibilidades de circulação de filmes promovidas pela Internet e a nova postura do usuário da grande rede, no âmbito da Web 2.0, tem de ser levadas em conta para (re)pensar o modelo atual de distribuição da produção cinematográfica brasileira. O trabalho aponta novos modelos de negócio e formas alternativas de distribuição para os filmes brasileiros, que estão sendo desenvolvidos, como forma de mostrar que é possível e viável pensar a Internet como uma janela para exibição desses filmes, deixando de lado a prioridade e exclusividade da exibição nas salas de cinemas. No entanto, existe uma resistência clara, por parte dos grandes e também dos pequenos distribuidores e profissionais do ramo cinematográfico...

O projeto de criação e a implantação da ANCINE - Agência Nacional de Cinema: caminhos da política para o fomento e a proteção dos audiovisuais no Brasil (2000-2006)

Barbosa, William Geraldo Cavalari
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 184 f.
POR
Relevância na Pesquisa
45.77%
Pós-graduação em História - FCLAS; A Agência Nacional de Cinema (ANCINE) é uma autarquia vinculada ao Ministério da Cultura que foi criada pela Medida Provisória 2.228-1/01, no contexto da reforma administrativa do governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso. O surgimento da Agência se constituiu em um marco regulatório da indústria cinematográfica nacional no período posterior ao processo de retomada na década de 1990, como resultado das discussões realizadas por representantes dos segmentos que se ligam à atividade no âmbito do 3º. Congresso Brasileiro de Cinema – CBC, no ano 2000, impelindo o governo a criar o Grupo Executivo para o Desenvolvimento da Indústria do Cinema – GEDIC. Nesse grupo estavam presentes representantes de pastas ministeriais e de setores interessados na produção cinematográfica e sua comercialização. Sua implantação se deu no ano de 2002, mas até 2005 sofreu com as dificuldades de implementação das suas atividades finalísticas. O objetivo deste estudo é analisar os mecanismos de incentivo originados nesse processo e em anos anteriores – Lei Rouanet e do Audiovisual – que possibilitaram a institucionalização do setor cinematográfico nacional e colocá-los em uma perspectiva histórica...

Distribuição e exibição na industria cinematografica brasileira (1993-2003); Distribution and exhibition in the Brazilian film industry

Andre Piero Gatti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
65.8%
Objetivo desta pesquisa é o de entender como aconteceram as relações econômicas no seio da indústria cinematográfica brasileira, isto no período que ficou conhecido como o da ?Retomada do cinema brasileiro (1903-2003)?. A tentativa do presente trabalho teve como principal objeto delinear de que maneira se desenvolveu a produção recente do cinema brasileiro e o momento de internacionalização da comercialização deste setor da indústria. Isto porque a exibição e distribuição do produto nacional mudaram bastante neste momento. Esta é a nossa tarefa; The purpose of this research is to understand the relations between the brazilian film industry, particulary in the period known as ?Retomada do cinema brasileiro (1993-2003)?. We tried to figure out how developed the brazilian film production with the new moment of the internationalization that ocurred in the comerciaization sector of the industry. Exhibition and distribuition changed a lot in this period and influenced directly the local industry. This is our task

Boca do lixo : cinema e classes populares

Nuno Cesar Pereira de Abreu
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2002 PT
Relevância na Pesquisa
45.77%
Este trabalho propõe-se a tratar de aspectos da história social da indústria cinematográfica da Boca do Lixo, no quadro geral do Cinema Brasileiro, nos 1970, tendo como ambiente político o regime militar com a repressão e a censura, por um lado, e os incentivos econômicos e a legislação protecionista por outro. Através de entrevistas procura-se tecer uma trama que relate o processo de desenvolvimento de um processo social, que contém o econômico e o estético, de um ciclo de produção cinematográfica que se propôs a enfrentar o produto estrangeiro com o "similar nacional", ocupando parcela significativa do mercado exibidor - controlado pela distribuição internacional. Um ciclo que teve características próprias - que interessa observar - em seus aspectos essenciais, principalmente através de seus personagens - sujeitos que relatam seu lugar na história do Cinema Brasileiro. A partir da rememoração dos depoentes foram sendo estabelecidos recortes num inventário existencial, foi se dando um resgate, em que vozes singulares vão revelando, através de percursos de vida, uma rede de aspectos sociais, econômicos e culturais do desenvolvimento de uma "comunidade". A do cinema da Boca do Lixo. O trabalho se compõe de três partes maiores: o primeiro volume que faz uma reflexão sobre a produção cinematográfica da Boca do Lixo...

Produção, distribuição e exibição: cinema brasileiro da retomada (1995–2005)

Maia, Lucas Bueno
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 83 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
45.81%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O ano de 1990 representou o fim de um modelo do cinema brasileiro, com base na participação direta do Estado através de órgãos públicos, como a Empresa Brasileira de Filmes (Embrafilme) e o Conselho Nacional de Cinema (Concine). A ausência da relação entre Estado e Cinema levou, de imediato, a uma estagnação na produção cinematográfica. Chegou-se a um consenso de que sem o Estado não teria cinema, e devido a isto, ainda na primeira metade da década houve o reatamento das relações, através de um mecanismo pautado pelas leis de incentivo fiscal. A nova relação, no entanto, gerou novos atores e uma diferente composição da indústria cinematográfica em relação ao período anterior. Esta pesquisa tem como principal objetivo identificar e avaliar as principais transformações ocorridas na indústria cinematográfica brasileira, em todas as etapas da cadeia de valor: produção, distribuição e exibição, durante o período que ficou conhecido como Retomada do Cinema Brasileiro (1995-2005).

A Indústria Cinematográfica no Brasil: análise da produção, distribuição e exibição de filmes nacionais no período 1995-2009

Michel, Rodrigo Cavalcante
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
55.8%
O desenvolvimento da cadeia produtiva do cinema no Brasil foi, e ainda é, balizado por políticas públicas que fomentam essa atividade. A partir de meados da década de 90 a produção assume uma nova e acelerada dinâmica, e o papel do Estado na promoção de fomentador da atividade é consolidado. O objetivo do presente trabalho é analisar o dinamismo da indústria de cinema no Brasil, analisando os setores de produção, distribuição e exibição de filmes brasileiros no período 1995-2009, destacando também as políticas públicas implementadas nesse período. Dentre os resultados encontrados no estudo, destaca-se que, mesmo com a retomada do dinamismo na produção, percebe-se um estrangulamento nos segmentos seguintes da cadeia produtiva, evidenciando que o filme nacional apresenta dificuldades de inserção no mercado. Assim, pode-se verificar que o setor necessita de políticas públicas que abranjam toda a cadeia produtiva, para que o filme nacional consiga um maior market share no país. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The evolution of the productive chain in Brazil‟s movie industry, was and still is restrained by some governmental policies that drive it forward. Since the beginning of the nineties...

La industria cinematográfica en México y su participación en la cadena global de valor

Martínez Piva, Jorge Mario; Padilla, Ramón; Schatan, Claudia; Vega Montoya, Verónica
Fonte: CEPAL Publicador: CEPAL
ES
Relevância na Pesquisa
45.87%
Incluye Bibliografía; Versión en inglés disponible en Biblioteca; "En México el sector servicios ha adquirido una importancia creciente tanto en el producto nacional bruto como en las exportaciones. En la búsqueda por diversificar nichos exportadores, la industria cinematográfica aparece como un sector importante de explorar. La larga y cambiante historia de la cinematografía en México, muy relevante en ciertos períodos (época de oro de los años cuarenta y cincuenta) frente a otros de perfil más bajo, consecuencia de las grandes dificultades enfrentadas (1995-2005), dejan un saldo de fortalezas y debilidades que pueden servir de orientación para futuras políticas públicas. México cuenta con una importante capacidad productora y creativa en la industria cinematográfica, que le permite producir enteramente películas nacionales (preproducción, producción y postproducción). Su cercanía a los Estados Unidos, los variados escenarios nacionales y las destrezas de productores, directores, artistas y técnicos acumuladas en años de experiencia, favorecen su inserción en ciertos eslabones de la cadena productiva del cine a nivel internacional. Además, México es uno de los mercados más importantes a nivel mundial para la exhibición de películas...

Produciendo lugares: industria cinematográfica e imaginario espacial; Producing the places: cinematographic industry and spatial imaginary; En produisant des lieux: Industrie cinématographique et imaginaire spatial

Gámir Orueta, Agustín
Fonte: Universidad Complutense de Madrid Publicador: Universidad Complutense de Madrid
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/article Formato: text/plain; application/pdf
Publicado em //2013 SPA
Relevância na Pesquisa
45.77%
Geografía y cinematografía son dos disciplinas escasamente relacionadas pese a contar con algunos elementos comunes. El trabajo pretende abordar el tratamiento del lugar – una categoría eminentemente geográfica – por parte de la cinematografía. Tras una breve aproximación a las teorías que desde la geografía económica y social o desde la nueva geografía cultural atañen a la noción de lugar, el artículo analiza su incorporación como un input más en el sistema de producción cinematográfico. Bajo este contexto se abordará el modo en el que la industria cinematográfica ha tratado el lugar geográfico para la elaboración de sus películas, prestando una especial atención a los factores que determinan su elección como localización de rodaje y, en consecuencia, su incorporación a la categoría de lugar fílmico. A lo largo de todo el artículo se concede una importancia decisiva a la industria cinematográfica como productora, distribuidora e incitadora al consumo de los lugares fílmicos; es este el motivo por el que, en el último epígrafe, se establecen las diferencias entre estos últimos y los lugares geográficos, a la vez que se realiza un análisis crítico de su consumo.; Geography and cinematography are two disciplines little related in spite of possessing some common elements. This work tries to approach the treatment of place - an eminently geographical category - on the part of the cinematography. After a brief reference to the theories that from the economic and social geography or from the new cultural geography concern the notion of place...

O fazer além do filme : o making of como produto da realização cinematográfica

Sortica, Fabricio de Albuquerque
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
45.94%
Este trabalho estuda o making of enquanto produto da realização cinematográfica, e procura responder a duas questões, considerando o contexto da produção na indústria americana: como ele se relaciona com o filme ao qual se refere e com os demais produtos audiovisuais e promocionais de uma franquia cinematográfica; e que características o definem como tal, e o diferenciam dos demais produtos oriundos do processo de produção cinematográfica. Com base principalmente nas obras de Edward J. Epstein, Jöel Augros e John Izod para as questões sobre a indústria, e Fred Goldberg para tratar do marketing no cinema, além de mapear fontes diversas na internet entre bancos de dados, fichas técnicas e notícias de portais especializados, apresenta um panorama do que são as relações nesse mercado a partir da década de 80, e suas transformações a partir do surgimento das tecnologias digitais de vídeo, quando o vídeo doméstico ganha força com o DVD e aumenta a demanda por extras de produção. Identifica dois níveis de compreensão do making of, um conceitual e amplo, como sendo um processo em que algo é produzido, e outro restrito e inserido neste, enquanto produto audiovisual que apresenta o processo de criação de outro produto também audiovisual. Discute possíveis origens para o making of / produto na evolução das práticas de promoção do cinema. Observa suas características e relações com os demais produtos derivados da realização cinematográfica. Analisa como o making of atua em favor de um filme e da franquia dentro da qual está inserido em dois casos empíricos: os filmes Matrix: Os Segredos da Produção (Matrix Revisited...

Industria cinematográfica se creará en esta capital

El País
Fonte: El País Publicador: El País
Tipo: info:eu-repo/semantics/other; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Imagen Formato: image/jpeg
SPA
Relevância na Pesquisa
65.77%
Una industria cinematográfica será creada en la ciudad. Los quijotes de esta empresa son Vilia Valencia y Manfred Hirsch, cerebros de “Doglioni publicidad”, firma que acaba de obtener un tercer premio en un año. El galardón “la India Catalina” les fue adjudicado durante el festival de cine que acaba de realizarse en Cartagena, sobre un fabuloso documental sobre licores. Como dijimos anteriormente, Vilia, directora de radio, cine y televisión, y Manfred Hirsch, camarógrafo profesional de Doglioni publicidad, recibirán el merecido galardón en un programa especial que se transmitirá por la televisora nacional.

Industria cinematográfica chilena : legislación e instituciones pertinentes y problemáticas que debe enfrentar

Raglianti Borbolla, Gianfranco
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
Relevância na Pesquisa
55.77%
No autorizada por el autor para ser publicada a texto completo.; Memoria (licenciado en ciencias jurídica y sociales); Es sabido que la ley siempre va por detrás de la realidad. Ante nuevas situaciones fácticas, la legislación debe encontrar aquellos puntos en los que puede resultarle conflictiva al sistema e intentar resolver, por regla general, a posteriori, el nuevo escenario. Esto lleva a que en temas que avanzan al mismo tiempo y al mismo ritmo que la tecnología, como por ejemplo, la propiedad intelectual, o la legislación laboral, las modificaciones a las principales leyes sean cuestiones cotidianas (o deban serlo). Por ello, dedicarle el tiempo que requiere este trabajo puede parecer un despropósito, ya que es sumamente factible que, entre el momento en que escribimos estas líneas y el momento final en el que sean publicadas, varias leyes hayan sido modificadas. Sin embargo, pretender exhaustividad es, en rigor, el despropósito. Abarcar, lo que a nuestro juicio, es un panorama amplio pero acotado de legislaciones, instituciones y problemas que enfrenta la industria audiovisual y la cinematográfica en particular, es el objetivo del presente trabajo.

Análisis de política audiovisual y caracterización del sector cinematográfico : una propuesta metodológica para la industria en Chile

Garrido Medina, Ingrid
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
55.74%
Seminario para optar al grado de Ingeniero Comercial, Mención Economía; Autorizada por el autor, pero con restricción para ser publicada a texto completo hasta el año 2015 (Enero); Los objetivos de este estudio son analizar la política pública chilena sobre el cine y proponer un modelo para evaluar el impacto del apoyo público en el logro de distintas metas. Las instituciones públicas en Chile que apoyan al cine son cinco y diseñan sus programas tomando diferentes perspectivas sobre la industria. Para esto, el estudio analiza a la industria cinematográfica desde un punto de vista económico, entendiendo su proceso productivo y examinando estadísticas descriptivas para caracterizarla. Además, contempla las principales políticas públicas existentes y sus objetivos, donde veremos que no presentan objetivos claros. En base a esto, el trabajo también propone una metodología empírica de variables instrumentales para evaluar la intervención pública en el cine y una selección de datos relevantes para llevarla a cabo. Todo esto nos permite apreciar la importancia de diseñar políticas coherentes, efectivas en sus metas y eficientes en sus recursos. No obstante, para darle continuidad a los fondos de apoyo, es necesario reconocer el rol que ya han jugado en el desarrollo del cine...

Industria Cinematográfica en Chile; Caracterización y Perspectivas

Riveri Manzur, Valentina
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
55.77%
Seminario para Optar al Título de Ingeniero Comercial mención Economía; En este estudio se examina la naciente industria cinematográfica chilena, sus características actuales y posibles perspectivas para ella. Para caracterizar esta industria se utilizaron diversas fuentes, tales como CASEN 2006, informe anual de cultura y tiempo libre (INE), cifras publicadas por la Cámara de Comercio Cinematográfico, entre otras. Para enmarcar el análisis desde un aspecto más formal y lógico se utiliza un marco teórico basado en conceptos de organización industrial que permite relacionar a los distintos actores de la industria y a sus respectivos incentivos y roles. El trabajo busca conjugar la caracterización teórica con la información descriptiva de oferentes y demandantes provenientes de diversas bases de datos actualizadas con el fin de obtener una visión más completa y dinámica. Para lograr una caracterización de los consumidores chilenos se utilizó CASEN 2006, que permitió establecer cierto perfil basado en diversas variable socioeconómicas y medir el verdadero alcance del cine en el país. Los resultados obtenidos muestran una industria creciente, con graves problemas de financiamiento desde el mundo privado, ausencia de información confiable tanto con respecto a su impacto y características...

Las redes sociales en la industria cinematográfica española: ¿existe relación entre la posición en la red y el reconocimiento social obtenido?

López-Ferrer, Mayte; Perruchas, François; Sánchez-Barrioluengo, Mabel; Escoto-Simó, Neus
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2014 SPA
Relevância na Pesquisa
45.83%
En este trabajo nos preguntamos cómo están relacionados estatus y reconocimiento social en la industria cinematográfica española de los últimos 24 años, entendiendo estatus como una posición favorable en la red y utilizando la obtención de premios cinematográficos como indicador de prestigio y reconocimiento social. Asimismo nos cuestionamos si existen diferencias entre los premios nacionales y los premios extranjeros. Se considera la industria cinematográfica como un entramado de relaciones que se establecen a través de la coparticipación en películas. En el caso de la industria cinematográfica de un país este entorno social comparte una lengua, una tradición artística, un sistema de financiación bastante homogéneo y un reconocimiento social establecido a través de convocatorias de premios estables y periódicas que suponen, como en cualquier ámbito la objetivación del reconocimiento social. Este prestigio se debe tanto al buen hacer individual como a los beneficios propios de un buen incrustamiento en el sistema. Se observan diferencias en los efectos endógenos de red entre los premios nacionales y los internacionales. Y, por último, se observan desigualdades de género en cuanto a las posiciones ocupadas en la red.; In this paper...

Concentración de la distribución cinematográfica en España

Pardo, Alejandro; Sánchez-Tabernero, Alfonso
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2012 SPA
Relevância na Pesquisa
45.8%
La globalització ha reavivat el debat sobre la concentració dels mitjans de comunicació. La indústria cinematogràfica, referent a això, representa un cas paradigmàtic. Mentre alguns autors consideren que la posició dominant de les companyies nord-americanes prové d'una major identificació del públic amb el cinema nord-americà, uns altres en canvi defensen que l'èxit d'Hollywood es deu al seu control del sistema de distribució. Aquest article analitza la situació del mercat cinematogràfic a Espanya, i en particular, del sector de la distribució. Per tal de fer-ho, aborda un triple objectiu: en primer lloc, identificar el grau de concentració del mercat cinematogràfic espanyol; en segon terme, analitzar la relació existent entre l'èxit de les pel·lícules nord-americanes i la posició dominant de les majors de Hollywood, finalment, avaluar els efectes d'aquesta situació en el funcionament de les pel·lícules espanyoles i europees en el conjunt del mercat nacional.; La globalización ha reavivado el debate sobre la concentración de los medios de comunicación. La industria cinematográfica, a este respecto, representa un caso paradigmático. Mientras algunos autores consideran que la posición dominante de las compañías estadounidenses proviene de una mayor identificación del público con el cine norteamericano...

Indústria cinematográfica brasileira de 1995 a 2012: estrutura de mercado e políticas públicas

Michel, Rodrigo Cavalcante; Universidade Estadual de Maringá; Avellar, Ana Paula Macedo; Professora Doutora do Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
65.83%
O objetivo do trabalho é analisar a estrutura da indústria cinematográfica brasileira e o papel das políticas públicas dirigidas ao setor no período de 1995 a 2012. O estudo identifica as empresas atuantes nos diferentes elos da cadeia produtiva – produção, distribuição e exibição – e utiliza os índices de concentração CR(4), CR(8) e o índice Hirschman-Herfindahl (HHI) para caracterizar a estrutura de mercado em cada uma das etapas do processo produtivo. Entre os resultados encontrados, destaca-se que: i) a estrutura do setor é fortemente concentrada nos três elos da cadeia produtiva; ii) a dinâmica setorial, especificamente o elo da produção, esteve fortemente relacionada às políticas públicas de apoio. Assim, o estudo conclui que, para desenvolvimento mais expressivo da indústria cinematográfica no Brasil, essas políticas devem atuar simultaneamente nas três etapas da cadeia produtiva, promovendo maior competitividade ao cinema nacional.

RELAÇÕES DE TRABALHO NA INDÚSTRIA CINEMATOGRÁFICA NOS ANOS 1950 EM SÃO PAULO: O CASO DA COMPANHIA MARISTELA; RELAÇÕES DE TRABALHO NA INDÚSTRIA CINEMATOGRÁFICA NOS ANOS 1950 EM SÃO PAULO: O CASO DA COMPANHIA MARISTELA

Catani, Afrânio Mendes; Giliolo, Renato Porto
Fonte: Revista da ABET Publicador: Revista da ABET
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2003 POR
Relevância na Pesquisa
45.89%
o objetivo deste trabalho é apresentar o caso histórico da Companhia Cinematográfica Marisrela e os conflitos enfrentados nas relações trabalhistas na indústria cinemarogrãfica paulista dos anos 1950. Para compreender esse contexto, indicaremos alguns aspectos das relações entre burguesia paulista, mecenaro cultural e cultura cinematográfica da capital. A incipiência da indústria cinematográfica paulista. inserida no impulso do mercado cultural proporcionado pelo crescimento da classe média paulista no pós-guetra, representou a petspectiva de constituição de um mercado de trabalho para técnicos, artistas, produtores c outros profissionais da área. Surgem, assim, os clubes de cinema, ilustrando o crescente interesse dos intelectuais pela sétima arte. Neste período em que o cinema ganhou espaços instirucionais na cultura paulista e nacional. surgiu a Maristeia. O retomo do capital investido dos primeiros filmes foi insarisfarório, provocando um quadro de crise financeira. desencadeando conflitos no âmbito das relações trabalhistas. Dos cerca de 150 funcionários, quase cem foram demitidos, tendo havido também comoção pública em tomo do episódio. A partir das reivindicações dos funcionários. mencionaremos em que medida suas alegações escavam fundadas na CL T e quais as limitações da indústria cinematográfica refletidas no caso da Companhia Marisrela.; This work intends to present the historical case of Companhia Cinemarográfica Marisreia anel the conflicts in the work relationships of São Paulo Stare movie industry in the 1950s. We will point Ollt some elements of the relarionship among São Paulo Srare bourgoise...