Página 1 dos resultados de 4432 itens digitais encontrados em 0.041 segundos

Inclusão escolar: um estudo da formação continuada dos professores de educação física na cidade de Araraquara - SP

Bonato, Neusa Aparecida Mendes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 143 f. : il., gráfs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.08%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Educação Escolar - FCLAR; No ano de 2001 foi criado pelo MEC o Programa Nacional de Educação Física Adaptada, visando assegurar o acesso e permanência de alunos com necessidades educacionais especiais, com efetiva participação nas aulas de Educação Física. A partir daí no ano de 2004, a Diretoria de Ensino da Região de Araraquara, através de sua oficina pedagógica, ofereceu curso de capacitação aos professores de Educação Física sobre a inclusão desses alunos. Portanto, esse estudo objetivou verificar ocorrência de cursos de formação continuada na área de Educação Física com a temática Inclusão Escolar e quantos professores participaram, que níveis de escolaridade atuam, e qual foi o tipo de repercussão em sua prática escolar. Procurou-se também caracterizar essa Diretoria situando-a desde o início de sua implantação, averiguando as ações das políticas públicas de inclusão e formação continuada. Como abordagem metodológica utilizou-se a pesquisa qualitativa com o foco no estudo de caso, tendo como participantes, 57 Professores de Educação Física, 27 escolas estaduais da cidade de Araraquara-SP...

Concepção do professor de educação física sobre a inclusão do aluno com deficiência

Fiorini, Maria Luiza Salzani
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 143 f.
POR
Relevância na Pesquisa
66.12%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Educação - FFC; Os professores de Educação Física, diante da proposta da inclusão de alunos com deficiência no Sistema Regular de Ensino, receberam a responsabilidade de ministrarem aulas para alunos com e sem deficiência em uma mesma turma. Por razões legais, sociais e educacionais, o aluno com deficiência está no Sistema Regular de Ensino. Em contrapartida, ah responsabilidade, atribuída ao professor de Educação Física, depende de algumas questões que envolvem a formação acadêmica deste profissional, a experiência docente, e própria opinião sobre o assunto, que influenciam na concepção que este professor tem sobre a inclusão. Nesse sentido, o objetivo desta pesquisa foi o de analisar como os professores de Educação Física da Rede Estadual do Ensino Fundamental (5ª série/6° ano a 8ª série/9° ano) e Ensino Médio da Região de Marília - SP, que tem alunos com deficiência regularmente matriculados, concebem sua prática escolar em relação à inclusão. Dentre as várias formas de pesquisa, optou-se pelo estudo descritivo. Para tal, foram realizados dois estudos. O Estudo 1 contemplou a realização de entrevistas semiestruturadas com seis professores de Educação Física que atuavam com alunos com deficiência auditiva...

A inclusão de pessoas com deficiência na rede regular de educação profissional

Cordeiro, Diana Rosa Cavaglieri Liutheviciene
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 184 f.
POR
Relevância na Pesquisa
66.13%
Pós-graduação em Educação - FFC; O direito das pessoas com deficiência à igualdade nas oportunidades de trabalho vem sendo largamente reconhecido na legislação nacional. Dentre os fatores mais importantes que se relacionam ao acesso ao trabalho está a educação profissional. Este estudo tem como objetivo identificar a matrícula de pessoas com deficiência em escolas regulares de educação profissional e investigar como se concretiza o processo de formação nessas escolas. Foi realizada pesquisa documental sobre os programas de inclusão desenvolvidos pelas redes Centro Paula Souza, SENAC e SENAI e entrevistas semiestruturadas com os diretores e profissionais responsáveis pelas ações de inclusão, em três escolas vinculadas a cada uma dessas redes. Também foram utilizados formulários para caracterização das escolas e para identificação das matrículas de alunos com deficiência. As entrevistas foram gravadas e transcritas integralmente, e os dados coletados através da pesquisa documental e das entrevistas foram organizados em categorias temáticas de análise: 1) Caracterização das escolas de educação profissional; 2) Matrículas e acesso de pessoas com deficiência; 3) Programas de inclusão desenvolvidos pelas redes de educação profissional; 4) Práticas de inclusão nas escolas de educação profissional; 5) Posicionamentos e perspectivas dos participantes sobre a inclusão na educação profissional; e 6) Inclusão no trabalho. A análise dos resultados possibilitou a reflexão e a discussão sobre o acesso...

Valores influenciando a visão do ser humano e pesquisa em educação especial: uma reflexão

Cardoso-buckley,Maria Cecília de Freitas
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
75.93%
Os valores pessoais e coletivos que influenciam nossa visão do ser humano podem apresentar consequencias para a pesquisa em educação. Atualmente desenvolvem-se tecnologias e preconiza-se a inclusão de todos, que trazem valores intrínsecos proclamados ou não. Ao mesmo tempo coexiste na sociedade atual a rejeição de diferenças e da valorização do ser humano com deficiências. Isto faz necessária uma reflexão sobre as implicações que as atuais e divergentes visões do ser humano acarretam para a pesquisa em Educação Especial.

O index para a inclusão como instrumento de pesquisa: uma análise crítica

Santos,Mônica Pereira dos; Nascimento,Alline Gonçalves do; Motta,Evanir da Rocha; Carneiro,Lillian Auguste Bruns
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.09%
Quando nos propomos a realizar uma pesquisa acadêmica em qualquer área do conhecimento, a coerência com o embasamento teórico em que essa pesquisa está fundamentada constitui um dos principais fatores que respondem pela credibilidade dos resultados que pretendemos alcançar. O distanciamento desse embasamento teórico por qualquer motivo, bem como a tentativa forçada de lhe atribuir novos significados para atender aos objetivos do pesquisador, acaba por descaracterizar a pesquisa, ocasionando uma cisão entre a teoria e o que se pretende atingir na prática. É nessa perspectiva que este artigo apresenta uma análise crítica a um trabalho publicado na coletânea Preconceito e Educação Inclusiva, coordenada por José Leon Crochik e organizada pelo Laboratório de Estudos sobre o Preconceito da USP. O referido trabalho, intitulado Análise de formulário de avaliação de inclusão escolar, traz em si uma contradição entre a teoria em que está fundamentado e o que seus autores realmente pretendem alcançar com a pesquisa, fato que nos chamou a atenção, tendo em vista ser do nosso conhecimento o sentido original da proposta lançada pelo Index para Inclusão, de Booth e Ainscow, trabalho em que os autores se basearam para a realização dessa pesquisa. Nossa intenção é...

Educação inclusiva

Kuhn, Cleuza, 1976-
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
75.88%
Resumo: A formação inicial de professores a partir da perspectiva da educação inclusiva pode ser considerada um dos grandes eixos necessários para a constituição de uma educação que prime pelo incluir, pelo respeito à diversidade e à diferença. Particularmente, a Universidade Federal do Paraná vem incorporando diversas ações e encaminhamentos destinados à educação inclusiva na Instituição. Nesse sentido, entendemos que conhecer a trajetória da UFPR, tanto nas ações e iniciativas, enquanto instituição de ensino, quanto na formação inicial de professores, seja uma forma de avaliar em que medida a universidade vem incorporando o discurso e a prática da educação inclusiva, mais especificamente na área da educação especial. Posto isto, apresentamos a seguinte problemática: As ações e iniciativas adotadas pela UFPR frente às necessidades educacionais especiais têm contribuído para uma formação inicial de professores voltada à perspectiva da educação inclusiva? O objetivo geral do trabalho foi analisar a formação inicial de professores em três cursos de licenciatura da UFPR, bem como ações e iniciativas adotadas pela universidade com relação às NEEs e verificar estes aspectos frente uma educação inclusiva. A metodologia deste estudo foi baseada na pesquisa qualitativa e dividida em duas fases. Na primeira...

Políticas de promoção da igualdade racial na Rede Municipal de Educação Infantil de Florianópolis/SC

Carvalho, Thaís Regina de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
75.99%
Resumo: Este estudo tem como foco analisar as políticas de promoção da igualdade racial na rede municipal de educação infantil de Florianópolis/SC. Nossa pesquisa guiou-se pela seguinte indagação: Quais os limites, dificuldades e contradições nas formas de interpretação, de implantação e tradução das políticas de promoção da igualdade racial na rede de educação infantil de Florianópolis/SC? Para a realização da investigação optamos pela abordagem do Ciclo de Políticas (Ball; Bowe, 1992, 1994), focando a análise nos Contexto de Influência, Contexto da Produção de Texto e Contexto da Prática. A pesquisa está ancorada nos estudos sobre educação infantil e relações raciais, promoção da igualdade racial, branquidade e desigualdades educacionais. Para a coleta de dados realizamos entrevistas semiestruturadas com as gestoras da Diretoria de Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis/SC, aplicação de questionários, via endereço eletrônico, para as/os diretoras/es das unidades de educação infantil da rede pública, análises dos documentos voltados para a educação infantil organizados Secretaria Municipal de Educação e pelo Ministério da Educação, informações sobre formação e aquisição de obras literárias. Em relação ao Contexto de Influência...

Práticas pedagógicas que possibilitaram a inclusão da educação do campo na Escola Estadual Presidente Castelo Branco de Foz do Iguaçu

Silva, Noeli Kerber da
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Monografia Especialização Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
75.87%

As políticas de educação especial no Estado do Paraná e a escola de educação básica na modalidade de educação especial

Salles, Liliane Eremita Schenfelder
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
76.05%
Resumo: A presente pesquisa analisa a política de implantação da escola de educação básica na modalidade de educação especial no estado do Paraná, tendo como foco quatro escolas jurisdicionadas aos Núcleos Regionais de Educação do município de Curitiba e região metropolitana norte e sul. A perspectiva metodológica embasou-se na abordagem do ciclo de políticas (Bowe et al., 1992; Ball, 1994; Mainardes, 2007, Mainardes e Marcondes, 2009), bem como em autores que discutem a educação inclusiva (Carvalho, 2004, Mantoan, 2006; Fernandes, 2007; entre outros). O desenvolvimento da pesquisa abrangeu: 1) entrevistas semiestruturadas com profissionais da Secretaria de Estado da Educação/Departamento de Educação Especial e Inclusão Educacional; Diretores e Professores do ensino fundamental das escolas de educação básica na modalidade de educação especial; 2) análise de legislações nacionais e locais destinadas a educação especial e inclusiva; 3) leitura dos três contextos da abordagem do ciclo de políticas: da influência através da análise dos desdobramentos da política nacional da educação especial na perspectiva da educação inclusiva; da produção de texto diante da política destinada aos alunos com deficiência proposta pelo estado do Paraná...

A inclusão escolar da criança autista

Pucovski, Karin Priscila Gonçalves Franco
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
76.11%
Resumo: Este estudo foi delineado tendo como objetivo conhecer os modos de proceder do professor regente frente a seu aluno autista em processo de inclusão em escola regular, de modo a detectar ações ou falas que pudessem indicar se esse professor considera na sua ação educativa o aluno como sujeito, conforme propõe a teoria formulada pela interlocução psicanálise e educação. Partiu-se da premissa de que os professores que atuam considerando o aluno autista como sujeito conseguem uma inclusão escolar mais efetiva. Para discutir o tema, se propôs uma reflexão teórica acerca da inclusão escolar de crianças com autismo, partindo dos conceitos de educação para o sujeito e educação terapêutica, igualmente formulada pela teoria resultante da interlocução psicanálise e educação. Os participantes da pesquisa foram os professores que atuam com alunos autistas em processo de inclusão nas turmas iniciais do ensino fundamental. Os dados foram coletados a partir de entrevistas, observações e documentos oficiais, a partir dos quais emergiram as seguintes categorias de análise: a respeito da inclusão escolar de crianças autistas – a fala do professor; o ato educativo com o aluno autista; a particularidade do aluno autista em sala – adaptações; a relação professor-aluno autista. O resultado da pesquisa apontou que quando o professor leva em consideração o sujeito em seu aluno autista tanto como em si mesmo o ato educativo tem melhores chances de ser efetivo.

Concepções de inclusão escolar e linguagem: estudo de caso de alunos com alteração de fala e de linguagem incluídos na escola regular; Conceptions of scholar inclusion and language: study of case of pupils with alteration of speak and language enclosed in the regular school

OLIVEIRA, Karla Suzane de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Educação; Ciências Humanas
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.12%
In the present study, we approach the scholar inclusion and language through a qualitative inquiry, characterized as a study of case. The instruments of collect of used data had been interviews, systematized observations in classroom and dialogues, and also bibliographical research and documents. We choose as the field of research a classroom in the interior of a regular school referred as Inclusive School of Reference (EIR), in the city of Goiânia, which there were registered, among other pupils, two children who had constituted the object of our research, one of them with cerebral paralysis and another one with mental deficiency, both with alteration of speak and language. This school is part of the State Program of Education for the Diversity in an Inclusive Perspective of the Superintendence of Especial Education (PEEDI/SUEE/SEE). The following problem was delineated to be investigated: how do teachers and pupils with alteration of speak and language deal with the inclusion from the implanted inclusive politics? For being tied with the research line Formation and Teaching Professionalization, the study in question had as objective to launch quarrels and to reflect about the inclusion process that is being developed in a school of regular education from its protagonists...

Atuação do professor de apoio à inclusão e os indicadores de ensino colaborativo em Goiás; Role of Teacher Support and Inclusion Indicators Education Collaborative in Goiás

Freitas, Adriana de Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (RC); Regional de Catalão (RC) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Educação (RC); Regional de Catalão (RC)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.16%
The role of the Special Education professionals are becoming an essential condition for education and inclusion of students with special educational needs. The support of these students has raised the discussion of the relationship Common Education Network in Regular and Special Education, ie involves the debate on the need to develop a coordinated action between different educational agents within the school inclusion. In this sense the collaborative approach between these various actors involved in the education of these students: Regents Professor common class, support teacher `inclusion, teacher resource rooms multifunctional, family and community, is assuming a key role in a relationship positive among these professionals to contribute to the promotion of academic success of students with educational needs and other students of the school. So understand how the work has constituted the Special Education Professional allows you to analyze aspects of the inclusion of pupils with special educational needs. Thus, we chose to define the teacher to support inclusion, as this professional has assumed an important role in the implementation of inclusion policies in Goiás So ask yourself: How has the role of teacher to support inclusion? What indicators are present in collaborative teaching and teacher performance to support inclusion? The main objective of this research is to analyze the words of teachers to support inclusion of their educational practices and indicators that they present for collaborative teaching. In this research we used the collaborative research...

Concepções de docentes e licenciandos de educação física acerca de inclusão em educação: perspectiva omnilética em discussão

Santos, Mônica Pereira dos; Universidade Federal do Rio de Janeiro - Faculdade de Educação; Fonseca, Michele Pereira de Souza da; Universidade Federal do Rio de Janeiro - Escola de Educação Física e Desportos
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
76.01%
O objetivo deste artigo é analisar as concepções de professores e licenciandos de Educação Física acerca da Inclusão e suas implicações sobre a formação inicial, tendo como referencial de análise e discussão uma perspectiva omnilética (Santos, 2011) sobre Inclusão, que compreende três dimensões em dialético e complexo interjogo: culturas, políticas e práticas inclusivas (Booth & Ainscow 2002; Santos 2003a). Realizamos grupos focais com doze licenciandos e entrevistas com sete docentes do curso e verificamos a ausência desse tipo de discussão no curso de formação de professores, ausência sobre a qual nossa discussão estará centrada, no presente artigo.

Educação inclusiva, vinte anos depois da Declaração de Salamanca

Santos, Joel; Universidade de Lisboa, Instituto de Educação; Hamido, Gracinda; Instituto Politécnico de Santarém, Escola Superior de Educação
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
75.91%
O presente número da Interacções tem como temática central o conceito de Inclusão em Educação, e assume vários propósitos, o principal deles assinalar a passagem de duas décadas sobre a Declaração de Salamanca. Neste número  reunimos um conjunto de textos de naturezas diversas e que representam também várias abordagens / leituras do fenómeno da Inclusão. A presença de textos de tipologia algo diferenciada do que é habitualmente a matriz dos números temáticos da Interacções (por exemplo, entrevistas), de certo modo procura reforçar, pela estrutura e pelo conteúdo, a coerência do conjunto, fazendo justiça ao tema principal do próprio número. Poderíamos afirmar que este número da Interacções, ele próprio marcado por alguma diferenciação relativamente aos restantes, respeita e consagra a diversidade que defende.

Construção dialógica e interactiva do conhecimento por estudantes adultos, participantes numa comunidade de aprendizagem, em educação ambiental

Courela, Conceição; Universidade de Lisboa, Centro de Investigação em Educação da Faculdade de Ciências; César, Margarida; Universidade de Lisboa, Centro de Investigação em Educação da Faculdade de Ciências
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 05/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
75.86%
Em currículos de educação de adultos pouco escolarizados, o trabalho de projecto colaborativo adequa-se à Educação Ambiental (EA), orientada para a sustentabilidade, contribuindo para a emergência de uma comunidade de aprendizagem. Através do trabalho de projecto colaborativo têm lugar práticas dialógicas e interactivas de construção do conhecimento, que possibilitam o desenvolvimento da auto-estima positiva, geral e académica, dos estudantes, processo favorável à construção de identidades que facilitam a emergência e concretização de projectos académicos e profissionais. Este trabalho insere-se no projecto Interacção e Conhecimento, que estuda e promove as interacções sociais em cenários de educação formal. Consiste numa investigação-acção, em que desenvolvemos um currículo do 3º ciclo do ensino básico recorrente, em alternativa ao SEUC, seguido de quatro anos de follow up. Assumimos uma abordagem interpretativa/qualitativa, historico-culturalmente situada, de inspiração etnográfica. Os participantes são os estudantes e professores desta turma, bem como elementos da comunidade educativa e social. Na recolha de dados destacam-se a observação participante, entrevistas semi-estruturadas, tarefas de inspiração projectiva...

Educação digital: uma perspectiva de inclusão no cotidiano da escola

Pacheco, Márcia Arantes Buiatti
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.1%
Considerando que a partir dos anos de 1990, com o movimento de inclusão social, o governo está investindo com mais veemência no campo educacional criando diversas políticas públicas que permitem a propagação do lema Educação para Todos no território nacional; que o acesso das pessoas às tecnologias da informação e comunicação fazem parte deste processo no contexto educacional em busca da inclusão digital com ações afirmativas que abastecem as escolas com laboratórios de informática; que somos conscientes de que apenas recursos materiais não bastam para que a educação digital aconteça; este estudo por meio da investigação, tem por finalidade compreender o processo de constituição da Educação Digital no cotidiano da escola, suscitando uma reflexão a respeito das práticas pedagógicas dos profissionais, bem como a ressignificação dessas práticas com a possibilidade de construção de uma escola inclusiva. A metodologia utilizada foi de uma abordagem qualitativa em que reuniu os procedimentos de observação direta, notas de campo, entrevistas semiestruturadas, questionários e grupo. Os sujeitos da pesquisa foram profissionais dos diversos setores da escola como secretaria, biblioteca, pedagogos, professores e laboratorista...

Um estudante cego no curso de licenciatura em musica da ufrn: questões de acessibilidade curricular e física

Melo, Isaac Samir Cortez de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.05%
This work aims to discuss and analyze the process of school inclusion of a blind person in the Bachelor's Degree in Music, at the School of Music at the Federal University of Rio Grande do Norte, as well as reflect on the importance of establishing systems of support and to ensure university inclusive process of people with visual impairments. In pursuit to achieve these objectives, this research chose a qualitative methodological approach, the case study, using as procedures for data construction an interview, observation, analysis of documents and photographs. Joined the group of participants in this study, a blind student in the class of 2009.1of the EMUFRN Bachelor's Degree in Music, teachers from two disciplines complied by the student, two classmates, a monitor support in music theory, the course coordinator and school principal, and two other individuals who contributed to the inclusion process in actions not formalized institutionally. The results indicate UFRN proposed initiatives that contribute to inclusion of students with disabilities in this institution, the main one is the creation of the Standing Committee of Support for Students with Special Educational Needs (CAENE), a group that guides administrative sectors, teachers...

A inclusão escolar de alunos autistas e psicóticos : a percepção dos pais

Cotarelli, Caroline Messas
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 131f.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
66.11%
Orientadora: Profª Drª Tamara da Silveira Valente; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação. Defesa: Curitiba, 28/03/2014; Inclui referências; Resumo: Esta pesquisa, baseada em pressupostos teóricos vindos da articulação psicanálise e educação, seguiu um enfoque qualitativo e teve como objetivo geral buscar conhecer as percepções e reflexões que pais de alunos com TGD - autismo e psicose – têm ou fazem sobre a inclusão escolar de seus filhos. Os objetivos específicos constituíram-se em: a. realizar estudos bibliográficos sobre família, de modo amplo, b. realizar estudos específicos sobre os construtos da teoria psicanalítica acerca das funções materna e paterna, notadamente por tais funções estarem relacionadas à estruturação psíquica do ser humano, entre elas o autismo e a psicose infantil e, c. buscar conhecer a percepção que pais de alunos autistas e psicóticos têm do diagnóstico e do processo de inclusão escolar e da correspondente escolarização de seu filho. A metodologia adotou o procedimento de entrevista e contou com um roteiro semiestruturado como instrumento para a coleta dos dados. Foram entrevistados dezesseis pais ou responsáveis por tais alunos em escolas das redes municipais de Curitiba e de uma cidade da região metropolitana...

Somos todos trabalhadores em Educação? reflexões sobre identidades docentes desde a perspectiva de sindicalistas

Ferreira,Márcia Ondina Vieira
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
75.83%
O trabalho discute implicações do fenômeno da sindicalização docente sobre as identidades da categoria, em especial ao considerar-se o alegado processo de proletarização e a inclusão de funcionários nas entidades sindicais docentes. Baseia seus argumentos em duas pesquisas realizadas com sindicalistas do CPERS/SINDICATO (Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul - Sindicato dos Trabalhadores em Educação), que apresentam diferentes graus de participação na hierarquia política da organização. O referencial teórico recupera a gênese da escola e da docência, abordando duas de suas mais significativas imagens: trabalho feminino e proletarizado. Discorre sobre a sindicalização docente no Brasil, fenômeno que se oficializa a partir da promulgação da Constituição de 1988, mas que se consolida anteriormente a isso: durante as lutas por liberdades democráticas no contexto ditatorial. A análise revela uma variedade de posições, entre os sindicalistas, sobre a identidade dos docentes com relação à sua condição de trabalhadores em Educação ou de profissionais, ainda que um traço unificador seja a ausência de menção às modificações no processo de trabalho docente para justificar a proletarização. Também há concordância quanto ao aspecto instrumental das filiações...

Somos todos trabalhadores em Educação? reflexões sobre identidades docentes desde a perspectiva de sindicalistas; Are we all workers in Education? Reflections about teacher identities from the teachers' Union perspective

Ferreira, Márcia Ondina Vieira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2006 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
75.83%
O trabalho discute implicações do fenômeno da sindicalização docente sobre as identidades da categoria, em especial ao considerar-se o alegado processo de proletarização e a inclusão de funcionários nas entidades sindicais docentes. Baseia seus argumentos em duas pesquisas realizadas com sindicalistas do CPERS/SINDICATO (Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul - Sindicato dos Trabalhadores em Educação), que apresentam diferentes graus de participação na hierarquia política da organização. O referencial teórico recupera a gênese da escola e da docência, abordando duas de suas mais significativas imagens: trabalho feminino e proletarizado. Discorre sobre a sindicalização docente no Brasil, fenômeno que se oficializa a partir da promulgação da Constituição de 1988, mas que se consolida anteriormente a isso: durante as lutas por liberdades democráticas no contexto ditatorial. A análise revela uma variedade de posições, entre os sindicalistas, sobre a identidade dos docentes com relação à sua condição de trabalhadores em Educação ou de profissionais, ainda que um traço unificador seja a ausência de menção às modificações no processo de trabalho docente para justificar a proletarização. Também há concordância quanto ao aspecto instrumental das filiações...