Página 1 dos resultados de 1125 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Estratégias de inclusão educacional desenvolvidas com alunos surdos na rede pública municipal do Recife-PE

Vilar, Márcia Socorro Florencio
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.42%
Este estudo aborda as Estratégias de Inclusão Educacional Desenvolvidas com Alunos Surdos na Rede Pública Municipal do Recife-PE, tendo como questão norteadora: de que maneira as Escolas investigadas, da RPA 3, da rede pública municipal do Recife, vem trabalhando numa perspectiva inclusiva com alunos surdos inclusos nas salas regulares? Nesse sentido, procurou-se abordar as mais recentes literaturas acerca dos temas em destaque: inclusão educacional, exclusão, prática pedagógica, ensino regular e alunos surdos, a fim de compreendermos a realidade da qual nos propomos estudar. Quanto ao objetivo que se pretendeu alcançar foi o de compreender que tipo de estratégias professores da rede pública municipal do Recife utilizam no fazer pedagógico com alunos surdos para ressignificação da prática pedagógica. O estudo foi desenvolvido com base na abordagem qualitativa, utilizando-se como técnica de coleta de dados a observação direta e a entrevista semiestruturada, A análise dos dados partiu dos discursos de Bardin, através do método análise de conteúdo. Os autores que subsidiaram o estudo foram: Mantoan (2005), Dorziat (2009), Lacerda (2010), Skliar (1998), Sassaki (2003), Sanches (2001), Santos (2005), Richardson (1985)...

Inclusão educacional e escolar da criança cega congênita com problemas na constituição subjetiva e no desenvolvimento global: uma leitura psicanalítica em estudo de caso; Educational and school inclusion of the blind chills with problems on the subjective constitution and on the development: a psychoanalytic lecture of a study case

Ormelezi, Eliana Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
56.47%
Esta Tese tem como objeto de estudo a criança cega congênita com problemas na constituição da subjetividade e do desenvolvimento e sua inclusão educacional e escolar. É composta por um estudo de caso de um menino cego, no período em que ele se encontrava com cinco e seis anos de idade, com o objetivo de conhecer as especificidades dessa criança no modo como se instauraram os graves problemas de desenvolvimento, identificando singularidades e condições nas quais ela manifesta possibilidades de tornar-se sujeito e desenvolver-se, viabilizando também a inferência em relação a outras crianças cegas que mostram problemas semelhantes, sem compará-las à criança vidente. Além desse estudo apresentamos o levantamento de dados de outros dois casos para corroborar a análise e reflexões do primeiro. Estudar essa problemática, com o foco no âmbito educacional, poderá colaborar com os educadores na criação de condições necessárias à efetiva participação dessas crianças no contexto escolar. As referências teóricas que apóiam este trabalho estão pautadas em conceitos fundamentais da Psicanálise que abrem perspectivas para pensar essa criança, tais como as noções de corpo para além do dado orgânico na implicação da constituição de sujeito e a noção de olhar constituinte do sujeito...

O programa um computador por aluno (PROUCA) e a inclusão de alunos com deficiência

Casarin, Melânia de Melo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
A Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva e o Programa Um Computador por Aluno (PROUCA) fomentam estratégias e ações que oportunizam condições iguais a todos para a construção do conhecimento, tema central desta pesquisa, que visa investigar a inclusão das pessoas com deficiências promovida pelo uso da tecnologia. Este estudo caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa descritiva, a qual partiu de um eixo condutor centralizado na seguinte problemática: que movimentos são desencadeados pela mediação dos laptops educacionais do PROUCA para potencializar a inclusão de alunos com deficiência atendendo à Política Nacional de Educação Inclusiva? Para a coleta e posterior análise de dados, esculpimos três nichos analíticos, constituídos pelos alunos JP, S, E, V e A, que estudam na Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Germano, em Bagé, RS. O quadro teórico para essa análise foi construído a partir da abordagem sócio-histórica proposta por Lev S. Vygotsky e dos estudos contemporâneos acerca das implicações do uso das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs). Para análise dos movimentos vividos em prol da inclusão dos alunos no contexto escolar, elegemos as categorias: Inclusão Social...

Educação física e inclusão educacional : entender para atender = Physical education and educational inclusion : understanding to attend; Physical education and educational inclusion : understanding to attend

Luiz Seabra Junior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.44%
A partir dos apontamentos e orientações advindas das organizações internacionais, principalmente ONU e UNESCO, é possível perceber em vários países o crescente desenvolvimento de políticas públicas, mesmo que em tempos e formas diferentes, voltadas para as questões da desigualdade, da segregação e da exclusão, em diversos campos e dimensões da sociedade, destacando-se a educação escolarizada e a perspectiva da inclusão. Embora o panorama legal seja favorável e no campo teórico já tenhamos produção quantitativa e qualitativamente considerável, quando se discute a temática da inclusão educacional, o cenário atual que se apresenta ainda é coberto de ações descontextualizadas e de insegurança, sobretudo no campo da intervenção. Estas ações parecem ser mediadas pela representação e pela percepção que os professores têm acerca do tema e por questões de formação profissional de pouca qualidade, o que pode influenciar direta ou indiretamente o processo ensino-aprendizagem, resultando em desacordos entre entendimento e atendimento no processo da inclusão. Como consequência destes desacordos, contrariando as expectativas iniciais, o paradoxo da inclusão/exclusão tem se tornado mais evidente e até mais frequente no ambiente escolar...

Inclusão educacional: “A evolução dessa conquista no Estado de Santa Catarina”

Francisco, Adilson
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 38 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.33%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Curso de Matemática.; O discurso presente é o da inclusão e valorização do indivíduo na formação de uma sociedade justa. Mas para isto, é necessário abandonar práticas conservadoras que insistem na idéia de aluno ideal, que aprende através de modelos, com ritmo e tempo pré-estabelecidos. Incluir é abrir portas na educação e promover mudanças, inclusive no que diz respeito ao que é aprender e ao que é ensinar. É possibilitar a inserção social das pessoas com deficiência, rompendo com o histórico de injustiças e marginalização. Garantindo a dignidade do individuo como fundamento de uma sociedade justa. A luta das pessoas com deficiência em prol do seu espaço social é o tema dessa pesquisa, que visa relatar o caminho percorrido, os percalços encontrados e os obstáculos superados na luta pela inclusão educacional.

A POLÍTICA INSTITUCIONAL DE INCLUSÃO EDUCACIONAL: UM PROCESSO A SE CONSTITUIR

Búrigo, Carla Cristina Dutra; Souza, Sandra Regina Carrieri de
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.59%
Este artigo tem por objetivo compreender o desenvolvimento da política institucional voltada à inclusão educacional para o atendimento das Necessidades Educacionais Especiais (NEE) de estudantes com Transtorno Específico de Aprendizagem (TEA). O presente estudo é fruto de uma pesquisa, realizada junto a Universidade Federal de Santa Catarina (SOUZA, 2014) e caracteriza-se por ser um estudo de caso, de natureza qualitativa, tendo como fonte de informações a observação direta e as entrevistas semiestruturadas realizadas com gestores e coordenadores de curso de graduação da Instituição. A pesquisa identificou que a política institucional de inclusão educacional da UFSC está em processo de desenvolvimento e que a mesma ainda não obteve resultados efetivos, em se tratando de estudantes com TEA. Os envolvidos no processo de gestão de inclusão educacional se mostraram inseguros e solitários, devido à falta de formação e de apoio institucional. A Universidade implementa ações com a finalidade de possibilitar o acesso dos estudantes com NEE aos cursos de graduação, mas não desenvolve ações que possibilitem a estes estudantes o efetivo acesso ao conhecimento acadêmico. Propomos ações relacionadas à gestão...

Informação, leitura e inclusão educacional e social nas bibliotecas braille de Campo Grande/MS : um estudo de caso

Miranda, Maria Rosa Pimentel Faria de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.33%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Ciência da Informação e Documentação, 2006.; Este trabalho apresenta um estudo de caso, utilizando a metodologia da Pesquisa Participante, realizada nas Bibliotecas Braille do CAP.DV/MS e do ISMAC, ambas em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ele teve como objetivo investigar se os Deficientes Visuais encontram-se ou não incluídos social e educacionalmente nestas Bibliotecas. Os principais dados encontrados foram: Os usuários buscam informações sobre legislação, escrita e leitura em Braille, mas poucas informações são encontradas e nem sempre estão disponíveis. Neste trabalho o bibliotecário é descrito como Arquiteto da Informação e mediador da Inclusão Educacional e Social através de habilidades de leitura e da Biblioterapia. O estudo relaciona as principais leis para os deficientes visuais, o impacto tecnológico da informática e dos sintetizadores de voz, abrangendo a área da Educação Especial. Neste contexto, cada profissional faz progredir sua especificidade, ao instruir e permutar experiências com outros profissionais, visando o benefício comum no atendimento dos usuários especiais. ______________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This work concerns to a case study using the methology of Participant Research. It was carried out at Braille Libraries: CAP. DV/MS and ISMAC...

Cultura Tecnológica, Juventude e Educação : representações de jovens e adultos sobre inclusão educacional mediada pelas tecnologias.

Couto, Fausta Porto
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
56.45%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2011.; Este trabalho teve por objetivo analisar e compreender o potencial das Novas Tecnologias de Informação, Comunicação e Expressão (NTICE) na promoção da inclusão educacional de jovens e de adultos. Para a compreensão desse processo, este estudo foi desenvolvido no âmbito do Projeto Transiarte, implantado como projeto piloto em escola pública localizada na Região Administrativa de Ceilândia, no Distrito Federal. Para tanto, foi adotada a perspectiva metodológica da pesquisa participante, realizada a partir de entrevistas e de registros em diários de anotações (2009/2010), com o objetivo de explicitar representações sociais dos atores do referido projeto. Os resultados da investigação mostram que os alunos participantes do projeto consideraram que o mesmo consiste em um novo processo de aprender; de se relacionar; de dialogar; de participar do processo formativo, interagindo na construção coletiva colaborativa, tudo isso mediado pelas NTICE. Em suas falas, eles evidenciam, ainda, a construção de uma auto-estima elevada pela própria percepção de si e de seu entusiasmo para a obtenção de êxito em seus projetos...

Psicologia e inclusão escolar: novas possibilidades de intervir preventivamente sobre problemas comportamentais

Silva,Aline Maira da; Mendes,Enicéia Gonçalves
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.28%
No contexto da inclusão educacional, um papel que parece promissor para o psicólogo escolar é o de prestar Consultoria Colaborativa Escolar, atuando em parceria com professores e familiares. O objetivo do estudo foi avaliar os efeitos de um programa de intervenção preventiva, baseado nos modelo de Consultoria Colaborativa Escolar e Suporte Comportamental Positivo, voltado para prevenir e minimizar problemas comportamentais. O estudo foi realizado em três salas de aula do primeiro ano de uma escola municipal de ensino fundamental, localizada no interior do estado de São Paulo, e contou com a participação das três professoras das salas e seus 55 alunos. O estudo foi conduzido em quatro etapas. Na Etapa 1, foram realizados os procedimentos éticos. Na Etapa 2, foi aplicado o Inventário dos Comportamentos de Crianças e Adolescentes 6-18 anos/Relatório para Professores (TRF), junto às professoras. Na Etapa 3, o programa de intervenção preventiva foi implementado e teve como alvo as professoras e os alunos. Por fim, na Etapa 4, o TRF foi reaplicado. Para avaliar o impacto da intervenção, foi aplicado o teste MANOVA nos resultados obtidos. Em relação ao comportamento dos alunos, houve diminuição estatisticamente significativa nos comportamentos do tipo internalizante...

Formação de professores por meio de pesquisa colaborativa com vistas à inclusão de alunos com deficiência intelectual

Toledo,Elizabete Humai de; Vitaliano,Célia Regina
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.51%
este estudo teve o objetivo de investigar a eficácia de um programa de formação de professores numa Escola Estadual de Ensino Fundamental II do Estado do Paraná, com vistas a favorecer o processo de inclusão de alunos com deficiência intelectual (DI). Os pressupostos teóricos se pautaram nos fundamentos do movimento de inclusão educacional, especialmente em relação às práticas pedagógicas inclusivas. O método utilizado seguiu a sistematização da pesquisa colaborativa. Foram participantes duas professoras, cada uma com um aluno com diagnóstico de DI, em uma das turmas em que lecionavam. Os procedimentos para coleta dos dados ocorreram em três fases: 1ª) levantamento junto às professoras participantes sobre seus conhecimentos acerca do processo de inclusão de alunos com DI e observações em sala de aula de suas práticas; 2ª) desenvolvimento de procedimentos de intervenção - ciclos de estudos sobre o processo de inclusão educacional, análises reflexivas sobre as práticas pedagógicas desenvolvidas durante as aulas e participação da pesquisadora em sala de aula, auxiliando no atendimento aos alunos com DI -, baseados na pesquisa colaborativa; 3ª) entrevista junto às participantes com o objetivo de avaliar os procedimentos desenvolvidos. Os resultados evidenciaram melhoria da qualidade do processo de inclusão dos alunos com DI e ampliação dos conhecimentos teóricos e práticos acerca da educação inclusiva pelos professores. Comprovou-se...

Cronobiologia e inclusão educacional de pessoas cegas: do biológico ao social

Squarcini,Camila Fabiana Rossi; Esteves,Andrea Maculano
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE Publicador: Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial - ABPEE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
Estudos sobre inclusão educacional têm apontado alguns caminhos para garantir a inserção da pessoa com deficiência no espaço regular de ensino. Entretanto, pouco se tem falado a respeito das implicações do ritmo circadiano na inclusão da pessoa totalmente cega nesse espaço. Assim, o presente artigo teve como objetivo descrever como o ritmo circadiano pode influenciar na inclusão educacional do aluno com deficiência visual. A partir da revisão literária foram apresentadas as ideias fundamentais a respeito da cronobiologia, ciência que estuda a capacidade dos seres vivos em expressar de forma recorrente e periódica o seu comportamento e a sua fisiologia. Uma de suas expressões tem uma duração próxima há 24 horas, conhecido como ritmo circadiano. Esse ritmo é regido pelo relógio biológico que é controlado pela luz. Entretanto, na ausência da luz, caso de pessoas totalmente cegas, quem passa a reger os ritmos circadianos é apenas o relógio biológico. Nessa condição, conhecida como livrecurso, as pessoas totalmente cegas podem apresentar uma queda no desempenho acadêmico de tempos em tempos por causa da sonolência excessiva durante as horas de estudo, além de distúrbio no humor, no alerta e na atenção. Neste contexto...

Um desafio entre o ideal e o real: a implementação das ações de inclusão educacional e o Centro Acadêmico no Agreste

Almeida, Ianara Alves de; Lubambo, Cátia Wanderley (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Esta dissertação traz como temática central a inclusão da pessoa com deficiência no ensino superior, tomando como universo de referência as políticas de inclusão educacional no Centro Acadêmico do Agreste (CAA) da UFPE. No Brasil, em uma história que se configura recente, o movimento de inclusão social ganha impulso na década de 1990. Celebração das diferenças, direito de pertencer, valorização da diversidade humana, igual importância das minorias e cidadania com qualidade de vida, são princípios que norteiam esse movimento que é mundial e acompanha as políticas de direitos humanos na busca de construir uma sociedade para todas as pessoas. É nesse contexto que surge a educação inclusiva como política social, tornando-se um tema em destaque nas políticas educacionais em todo mundo, como referido por vários autores entre os citados neste trabalho. Esta pesquisa se desenvolveu sob dois eixos de focalização: a gestão acadêmica e a administrativa. A gestão acadêmica no que se refere às ações pedagógicas, desenvolvidas através das dimensões constitutivas da universidade (ensino, pesquisa e extensão), e a administrativa no que diz respeito ao exame dos espaços físicos, com o objetivo de identificar a implementação das políticas inclusivas inseridas na educação brasileira. Caracterizada por uma abordagem metodológica qualitativa do tipo exploratória...

A percepção dos professores sobre o processo de inclusão escolar de alunos com deficiências no ensino regular da rede municipal de ensino de Porto Alegre

Medeiros, Maria Luiza Gomes
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.64%
Esta pesquisa visa compreender como os professores que trabalham com alunos de inclusão de escolas regulares da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre (RME) percebem a inclusão de alunos com deficiências nas escolas. Tal demanda nasceu com a caminhada da pesquisadora no campo educacional, pois desde que iniciou sua jornada ininterruptamente teve alunos de inclusão e o trabalho sempre previu a individualidade destes sujeitos frente a construção do conhecimento. Com o ingresso no curso de Mestrado em Educação, a pesquisadora deparou-se com a dificuldade dos demais professores em lidar com os alunos de inclusão nas salas de aula; portanto surgiu a necessidade deste estudo. O problema pesquisado foi a percepção dos professores das escolas da RME de Porto Alegre diante do processo de inclusão escolar. Esta pesquisa foi fundamentada em uma abordagem qualitativa, utilizando a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de dados; para a análise de dados foi utilizada a Análise de Conteúdo.Os caminhos teóricos da pesquisa abordaram temas como a Defectologia, a inclusão escolar, desenvolvimento sócio cultural e subjetividade. Buscou-se também abranger nesta pesquisa os aspectos subjetivos que envolvem a formação dos professores bem como os sentidos da docência para os entrevistados. Neste percurso investigativo surgiu um diálogo interessante entre a inclusão escolar de alunos com deficiências e a inclusão social. Ao longo da jornada percebemos professores comprometidos com a inclusão educacional e interessados em aprender cada vez mais em prol dos seus alunos. Em relação aos achados da pesquisa...

Interdições e contradições na política de inclusão de jovens e adultos com deficiência no estado de Mato Grosso do Sul

Bruno, André Gustavo Garcia
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Esta pesquisa teve por objetivos estudar as interdições e as contradições existentes na política de inclusão de Jovens e Adultos com deficiência no estado de Mato Grosso do Sul. Buscou analisar os fundamentos, princípios, diretrizes e propostas de inclusão para identificar a ordem do discurso: o dito, o silenciado, o omitido, o interditado e o oculto, expressos na política e nos documentos que estruturam e organizam o atendimento educacional especializado desses alunos.Trata-se de uma pesquisa qualitativa ancorada nos pressupostos teóricometodológicos de Michel Foucault para estudo e análise dos documentos internacionais, nacionais, das diretrizes e propostas de inclusão por meio do recorte temporal da última década( 1996 a 2006). Ocupou-se de refletir sobre a construção do processo de inclusão no Estado de Mato Grosso do Sul por meio da atenção às pessoas com deficiência, particularmente, em relação às referências e orientações para essa modalidade de ensino no campo da garantia dos direitos sociais, das políticas, programas e propostas para a prática pedagógica adequadas às especificidades e necessidades educacionais dessa população.Para tanto, foi utilizado o procedimento metodológico da arque-genealogia como instrumento de análise e interpretação das relações de poder manifestas e da compreensão do paradoxo presente nos diferentes momentos históricos da implementação da política de inclusão em nosso estado. Os resultados desvelam que não existem políticas governamentais eficazes (União...

Política institucional de inclusão educacional

Souza, Sandra Regina Carrieri de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 133 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
46.54%
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2014.; A presente pesquisa tem como objetivo compreender como a política institucional da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) desenvolve ações voltadas à inclusão educacional, para o atendimento das Necessidades Educacionais Especiais de estudantes com Transtorno Específico de Aprendizagem. Este estudo caracteriza-se por ser um estudo de caso, de natureza qualitativa, tendo como fonte de dados a observação direta e as entrevistas semiestruturadas com gestores e coordenadores de curso de graduação da UFSC. A pesquisa identificou que esta política institucional de inclusão educacional ainda não se encontra plenamente constituída, e que, embora algumas ações de caráter inclusivo venham sendo realizadas, as mesmas ainda não obtiveram resultados efetivos, em se tratando de estudantes com transtorno específico de aprendizagem. Dentro deste cenário, os envolvidos nos processos de inclusão educacional se mostraram inseguros e solitários, devido à falta de formação e apoio institucional insuficiente, como os grandes dificultadores de suas ações junto aos estudantes que apresentam necessidades educacionais especiais. A partir dos resultados da pesquisa...

Representações linguístico-discursivas pertinentes a crianças e adolescentes em situação de risco : perspectivas para a inclusão educacional

Moreira, Kelly Cristina de Almeida
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
56.63%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas, Programa de Pós-Graduação em Linguística, 2013.; Esta tese resulta de uma pesquisa de natureza qualitativa (descritiva e interpretativa) levada a cabo à luz da Análise de Discurso Crítica, com o objetivo de investigar representações linguístico-discursivas pertinentes a crianças e adolescentes em situação de risco, numa perspectiva para a inclusão educacional. Os dados documentais foram selecionados a partir de uma cadeia de gêneros discursivos da ordem de discurso legal, o que envolve os direitos de crianças e adolescentes, sobretudo, o direito de inclusão educacional, enquanto os dados empíricos de natureza etnográfica foram gerados junto a crianças e adolescentes. Para tanto, foram selecionadas duas leis brasileiras: a Lei 8.069/90, Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e a Lei 9.394/96, Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB). Os métodos utilizados na geração de dados de natureza etnográfica foram a observação participante, as notas de campo, as entrevistas individuais e focalizadas...

O direito à inclusão educacional plena aos educandos com deficiências

Reis, Andrea Lucena
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.52%
Muito tem sido falado sobre inclusão, portanto o presente artigo pretende provocar uma análise e reflexão a respeito do direito à inclusão educacional, ou seja, como pode ser garantida a inclusão de alunos com deficiência de forma plena pelas instituições educacionais, nos termos da legislação vigente. Assim, pretende-se: identificar quais dispositivos legais estão relacionados à inclusão educacional plena; averiguar como o direito à inclusão plena pode se concretizar com base na legislação; analisar o direito à inclusão e o direito à igualdade; e identificar os novos impedimentos à inclusão plena de pessoas com deficiência. A educação de qualidade para as pessoas com deficiência implica em políticas públicas que garantam as condições infraestruturais, didáticas e pedagógicas, bem como a formação especializada dos profissionais da educação para que se possa obter o êxito almejado no processo de ensino, aprendizagem e construção do conhecimento.; Direito

Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), inclusão e cartografia escolar

Nogueira, Ruth Emília
Fonte: Departamento e Programa de Pos-Graduação em Geografia da UFES Publicador: Departamento e Programa de Pos-Graduação em Geografia da UFES
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.58%
Os acontecimentos, os fatos, as coisas, os episódios, as catástrofes, as intervenções, as ações, acontecem em algum lugar em um determinado tempo. Há um espaço e um tempo onde o ser humano se dá conta de existir, de viver. No contexto desse texto, tempo-espaço-ação serão assim significados: O espaço é o da escola informatizada, com acesso à rede mundial de computadores, no tempo da sociedade da informação e da exclusão social e, forçadamente, da inclusão digital e educacional. O que se espera que aí aconteça? Ensino e aprendizagem do espaço geográfico e sua representação utilizando as tecnologias da informação e comunicação (TICs) de forma inclusiva. Para discutir o entrelaçado destes temas são encadeados quatro tópicos. No primeiro são tecidas considerações sobre a sociedade no tempo que se vive. No segundo, sobre o espaço escolar e as TICs, depois, o professor frente às TICs e a inclusão educacional. Dedica-se um item para tratar da Cartografia Escolar, a internet e a inclusão. É utilizado o portal do LabTATE para exemplificar o planejamento de atividades neste contexto.  De certo modo, nada de novo é apresentado, mas, abordado, quem sabe, de maneira diferente daquela que se encontra na literatura acadêmica. Passeia-se pela sociedade...

Biblioteconomia e inclusão educacional: análises de propostas curriculares Library science and educacional inclusion: inclusion: analysis of curricular proposals p.106-116

Madruga, Maria Lúcia Cazarin Beserra
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Descritiva Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
Resumo:Passos fundamentais devem ser dados para mudar o quadro de marginalização da pessoa em situação de deficiência, cabendo a todos os integrantes da sociedade lutar para que a inclusão social e educacional dessas pessoas seja uma realidade. Diante do exposto entendemos que o profissional bibliotecário tem que estar preparado para interagir com a pessoa em situação de deficiência. Surge a necessidade de um novo profissional voltado para questões sociais, um profissional que deve estar profundamente envolvido com a questão da Inclusão Educacional.

Biblioteconomia e inclusão educacional: análises de propostas curriculares

Madruga, Maria Lúcia Cazarin Beserra
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 10/06/2010
Relevância na Pesquisa
56.33%
<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:roman; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1107304683 0 0 159 0;} @font-face {font-family:Verdana; panose-1:2 11 6 4 3 5 4 4 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:536871559 0 0 0 415 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-unhide:no; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman","serif"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";} .MsoChpDefault {mso-style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-size:10.0pt; mso-ansi-font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:10.0pt; mso-ascii-font-family:Calibri; mso-fareast-font-family:Calibri; mso-hansi-font-family:Calibri;} @page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} --> Passos fundamentais devem ser dados para mudar o quadro de marginalização da pessoa em situação de deficiência...