Página 1 dos resultados de 436 itens digitais encontrados em 0.055 segundos

Validação de métodos para as técnicas de WDXRF e OES -spark, na análise de aços. Cálculo de incerteza de medição para amostras de processo, aço classe API; VALIDATION OF METHODS FOR WDXRF AND OES-SPARK TECHNIQUES IN STEEL ANALYSIS. DETERMINATION OF THE UNCERTAINTY OF MEASUREMENTS FOR API STEEL PLANT SAMPLE

Silva, Carlos Eduardo da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
106.31%
Em conseqüência do aumento da demanda de gás e petróleo no mercado nacional e internacional, as especificações e certificações dos resultados de analises químicas de tubos para gasodutos e oleodutos têm se tornados cada vez mais exigentes. Um contínuo desenvolvimento tem sido realizado para a melhoria de aços microligados da classe API (American Petroleum Institute). As propriedades do aço dependem do controle da composição química e parâmetros de processo durante sua fabricação. Neste trabalho, foi realizada comparação das incertezas de medição entre as técnicas de espectrometria de fluorescência de raios X por comprimento de onda (WDXRF) e de emissão óptica com fonte de arco voltaico (OES-spark) nas análises de acompanhamento de processo na produção de aços classe API. Usualmente, este tipo de análise requer menos de 40 segundos para completa caracterização química para ajuste nos parâmetros de processo de produção. As principais fontes de influência nas análises químicas foram avaliadas por planejamento de experimentos. Os elementos constituintes e traço como Al, Si, P, S, Ti, V, Cr, Mn, Co, Ni, Cu, As, Nb, Mo e Sn foram determinados utilizando as metodologias normalizadas pela ASTM E-322...

Utilização de cromatografia em fase gasosa para a determinação de antioxidantes sintéticos em biodiesel: uma abordagem metrológica; Gas chromatography application for synthetic antioxidants determination in biodiesel: a metrological approach

Oliveira Filho, Waldemar Pacheco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
106.28%
O biodiesel é um combustível renovável composto por ésteres alquílicos obtidos a partir de óleos vegetais e/ou gorduras animais. É um produto que devido a sua composição, é susceptível a reações de oxidação, comprometendo assim sua qualidade e a adequação ao uso. Como prevenção de problemas decorrentes de sua oxidação, e também para adequação do produto aos requisitos de qualidade, produtores de biodiesel têm utilizado rotineiramente antioxidantes sintéticos em seus processos de obtenção de biodiesel. Estudos recentes têm apontado o TBHQ (tert-butil hidroquinona) como antioxidante sintético de melhor desempenho para biodiesel, mas além deste antioxidante, produtores nacionais têm adotado também o BHT (butil hidroxitolueno). Entretanto, ainda não há método analítico difundido entre os agentes econômicos envolvidos com a cadeia do biodiesel para a quantificação dos antioxidantes sintéticos para produtos finalizados. Esta determinação, em princípio, pode ser uma ferramenta importante em estudos que confrontam a oxidação do biodiesel com a concentração de determinado antioxidante que tenha sido adicionado quando da sua produção, ao longo de períodos de armazenamento; também em estudos que avaliem possíveis impactos ambientais causados pela utilização desses produtos...

Estudo da incerteza de medição em análises toxicológicas de substâncias psicoativas em urina; Study of the measurement uncertainty in toxicological analysis of psychoactive substances in urine

Eller, Sarah Carobini Werner de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
116.46%
Nenhuma medição é realizada com perfeição absoluta, uma vez que todos os valores encontrados são aproximações do valor real e todas as medidas, independente de sua finalidade ou qualidade, possuem uma incerteza. A incerteza de medição é um parâmetro associado ao resultado, que caracteriza a dispersão em torno dos seus valores. O conceito de incerteza de medição já é adotado em laboratórios de calibração e também muito aplicado na área de engenharia; no entanto em análises toxicológicas esta abordagem ainda é recente e há poucos relatos na literatura científica. Portanto, este trabalho teve como objetivo o estudo da incerteza de medição em análises toxicológicas confirmatórias de substâncias psicoativas - anfetaminas (anfetamina e metanfetamina), ácido 11-nor-Δ9-tetraidrocanabinol carboxílico (THC-COOH) e benzoilecgonina - em urina, detectados pela técnica de cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC-MS). A microextração em fase líquida (LPME) mostrou-se eficaz na determinação de THC-COOH, e após a completa validação, o método desenvolvido foi aplicado na quantificação de amostras de urina de referência provenientes do National Institute of Standards and Technology (NIST) dos Estados Unidos da América (SRM1507b - NIST). As principais contribuições para a incerteza do método foram a concentração do analito...

Determinação da incerteza de medição nos ensaios de compressão paralela às fibras

Carrasco,Edgar Vladimiro Mantilla; Carvalho,Eliene Pires; Oliveira,Ana Lúcia Crespo
Fonte: Sociedade de Investigações Florestais Publicador: Sociedade de Investigações Florestais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
106.39%
O objetivo deste trabalho foi apresentar uma metodologia para o cálculo da incerteza de medição do resultado do ensaio de resistência à compressão paralela às fibras. Pretendeu-se reunir subsídios que justifiquem a adoção do Procedimento de Cálculo de Incerteza de Medição como exigência normativa e parte integrante do relatório de ensaios de caracterização de madeiras. A motivação para a apresentação dessa proposta surgiu devido à dificuldade observada no atendimento a alguns requisitos técnicos da norma ABNT 2005 - NBR ISO/IEC 17025, em especial o requisito 5.9 sobre a "Garantia da Qualidade de Resultados de Ensaio e Calibração". A metodologia proposta consolida os procedimentos necessários para a obtenção da incerteza de medida individual da tensão de ruptura e o resultado da incerteza da média das tensões de ruptura. Essa metodologia atende aos requisitos de um Sistema de Gestão da Qualidade. Os valores de incerteza obtidos dos resultados individuais da tensão de ruptura foram pouco significativos, indicando elevada qualidade dos equipamentos e boa calibração dos mesmos. Já a incerteza de medição da média da tensão de ruptura foi considerável, indicando a importância de sua consideração na segurança das estruturas de madeira.

Comparação entre os métodos linear e não linear para a avaliação da incerteza de medição

Martins,Márcio A. F; Kalid,Ricardo A; Nery,Gesner A; Teixeira,Lucas Aguiar; Gonçalves,Guilherme A. A
Fonte: Sociedade Brasileira de Automática Publicador: Sociedade Brasileira de Automática
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
106.39%
O principal método reconhecido pelos metrologistas para a avaliação da incerteza de medição é de facto o Guia para a Expressão da Incerteza de Medição (Guia ISO). Entretanto, devido a algumas limitações do método proposto pelo Guia ISO, a ISO desenvolveu um método suplementar para a avaliação da incerteza de medição baseado na propagação de funções de densidade de probabilidade através do método de Monte Carlo (ISO-S1). O presente artigo visa discutir esses métodos de quantificação da incerteza de medição. Os autores realizam uma revisão da literatura focando nos principais artigos que apresentam essas abordagens modernas, bem como discutem os méritos e as limitações de ambos os métodos. Além disso, um estudo comparativo entre os métodos foi realizado através de dois estudos de caso. Os resultados obtidos mostraram que é necessário avaliar a influência do grau de não linearidade na estimativa da incerteza antes de optar por quaisquer um dos métodos

Estudo analítico da influência da correlação entre grandezas no cálculo da incerteza de medição da tensão de resistência mecânica

Oliveira,José Eduardo Ferreira de
Fonte: Rede Latino-Americana de Materiais Publicador: Rede Latino-Americana de Materiais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
106.25%
O cálculo da incerteza de medição em ensaios mecânicos é uma etapa primordial para a garantia da confiabilidade dos resultados apresentados. Porém, mesmo atribuindo-se um cálculo estatístico, não necessariamente se obterá um resultado realístico, por não se considerar, muitas vezes, todas as variáveis que contribuem significativamente para a incerteza de medição e por não se considerar o efeito da correlação entre variáveis quando ele se apresenta. Dentro deste contexto, o objetivo deste trabalho é realizar um estudo analítico da influência do coeficiente de correlação no cálculo da incerteza de medição da tensão limite de resistência mecânica, obtido através do ensaio de tração. No estudo experimental, variou-se o número de corpos de prova para a obtenção dos diferentes valores de coeficiente de correlação, com o intuito de se calcular a incerteza de medição considerando-se as grandezas correlacionadas e a incerteza de medição desprezando esse efeito. Através deste estudo foi possível se verificar o quanto a correlação entre a variação da força máxima e a variação do diâmetro da parte reduzida do corpo de prova pode influenciar o resultado da medição...

Comparação da estimativa de incerteza de medição na determinação de cobre por espectrometria de absorção atômica com chama por diluição gravimétrica e volumétrica

Martins, Márcio André Fernandes; Nery, Gesner A.; Gonçalves, Guilherme Augusto de Almeida; Kalid, Ricardo de Araujo; Teixeira, Lucas Aguiar
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
116.41%
8 p. : il.; A metodologia mais difundida para a estimativa da incerteza de medição reconhecida em nível mundial está documentada no “Guia para a Expressão da Incerteza de Medição”1. Este artigo tem como objetivo estimar a incerteza de medição associada à determinação do teor de cobre em solução aquosa por meio da técnica de espectrometria de absorção atômica com chama. A fonte que mais contribuiu para a incerteza global foi proveniente da curva de calibração tanto para a diluição volumétrica e gravimétrica. A preparação das soluções padrões por meio de diluição volumétrica contribui mais fortemente na incerteza global. A incerteza expandida encontrada na metodologia foi de 2,83% para o método gravimétrico e 7,49% para o de diluição volumétrica. ____________________________________________________________________________________.; ABSTRACT - The spread out methodology more for the estimation of the uncertainty of recognized measurement in world- wide level is registered in the Guide for the Expression of the Uncertainty of Measurement1. This article has as objective to estimate the uncertainty measurement associated with the determination of the coper in water by the technique of atomic absorption spectrometry with flame. The source that more contributed for the global uncertainty was proceeding from the calibration curve in such a way for the volumetric and gravimetric dilution. The preparation of the standard solutions by volumetric dilution contributes more in the global uncertainty. The expanded uncertainty of the methodology was 2.83% for gravimetric method and 7.49% for the one of volumetric dilution.

Determinação da incerteza de medição na calibração da área de aberturas circulares

Costa, Pedro Bastos; Barros, Wellington Santos
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
106.25%
5 f. : il.; O Laboratório de Metrologia Dimensional do Inmetro, Lamed, está implementando um sistema para a medição de áreas de aberturas circulares utilizadas em medidas radiométricas e fotométricas. As medições são realizadas através da determinação das coordenadas dos pontos ao longo da borda da abertura. Dessa forma, é possível determinar o diâmetro médio, e, consequentemente, a área da abertura. Neste trabalho será descrito a metodologia para o calculo da incerteza de medição associada a este tipo de metodologia.

Cálculo da incerteza de medição do ângulo de rotação do plano de polarização da luz por um padrão de quartzo

Alvarenga, Ana Paula Dornelles de; Souza, Karoline de; Borges, Edmara Medeiros; França, Ricardo dos Santos; Belaidi, Hakima
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
116.26%
6 p. : il.; Apresentamos aqui os resultados de medição do ângulo de rotação do plano de polarização da radiação por padrões de quartzo, utilizando um protótipo de estudos. Nesta montagem o método de medição foi semi-automático, tendo sido utilizada a programação em LabView para a aquisição de dados. Os dados obtidos das medições de vários padrões foram ajustados a polinômios do segundo grau, e dos parâmetros obtidos foram calculadas as posições angulares. O resultado final da rotação angular foi obtido após considerar a dependência com a temperatura mensurada. A incerteza de medição foi calculada de acordo com o ISO GUM levando em conta os fatores de influência.

Incerteza em medição em campo de isolamento sonoro aéreo

Nascimento, Ranny Loureiro Xavier; Ferreira, Daiana Paula de Freitas; Araújo, Marco Antonio Nabuco de
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
106.36%
6 p. : il.; O isolamento sonoro é muito importante para a qualidade acústica das edificações. O Comitê Brasileiro de Construção Civil apresentou uma série de normas para a avaliação do desempenho de edificações de até cinco pavimentos, ABNT NBR 15755: 2008: Edifícios habitacionais de até cinco pavimentos – Desempenho. As normas foram publicadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas e o isolamento sonoro é um dos itens considerados. Valores mínimos, intermediários e superiores são apresentados para alguns parâmetros acústicos. Para que medições realizadas por diferentes profissionais possam ser comparadas entre si e com os valores estabelecidos nas normas, a incerteza dos resultados deve ser expressa. O Guia para a Expressão da Incerteza em Medição, ISO/IEC Guide 98 (GUM), é a norma internacional que padroniza como avaliar a incerteza do resultado de uma medição. Em geral, dois tipos de métodos são utilizados para medir os parâmetros de isolamento sonoro: o método clássico e o método novo ou da resposta impulsiva. Entretanto, não há um procedimento estabelecido e simples para se obter a incerteza de medição. Estimativas de incertezas baseadas em testes de repetitividade e reprodutibilidade estão disponíveis somente para o método clássico. Medições independentes de isolamento sonoro aéreo entre cômodos foram realizadas em campo com o método da resposta impulsiva e o trabalho apresenta um estudo da estimativa das incertezas dos resultados das medições...

Algumas considerações sobre as metodologias de cálculo da estimativa da incerteza de medição citadas no ISO GUM 95

Couto, Paulo Roberto Guimarães; Oliveira, Jackson da Silva; Cinelli, Leonardo Rodrigues
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
106.39%
6 f. : il.; Em cumprimento aos requisitos da Norma ISO/IEC 17025 todos os Laboratórios da Rede Brasileira de Calibração (RBC) e Rede Brasileira de Laboratórios de Ensaios (RBLE) devem apresentar as incertezas dos resultados de medição de seus serviços credenciados. Mais especificamente os laboratórios da RBLE têm seu prazo limite estipulado pelo Inmetro em dezembro de 2002. Provavelmente, por ser este assunto relativamente recente para os laboratórios da RBLE os mesmos vêm enfrentando dificuldades para a realização desta determinação. O documento básico para a estimativa da incerteza de medição - ISO GUM 951 - apresenta três metodologias ,a princípio convergentes , para o cálculo da estimativa da incerteza de medição. O EURACHEM/CITAC2, documento específico para a estimativa da incerteza em Química, concentra-se basicamente em duas dessas metodologias citadas pelo ISO GUM 95. Este artigo tem por objetivo apresentar de forma resumida o ISO GUM 95 com as suas três metodologias de cálculo da estimativa de incerteza discutindo as diferenças entre os valores da incerteza de um resultado de medição obtidos por cada uma das metodologias. _____________________________________________________________________________.; ABSTRACT - According the requisites of the ISO/IEC 17025 Standard all the laboratories of the Brazilian Net of Calibration (RBC) and of the Brazilian Net of Testing (RBLE) must present the uncertainties of the measurement results from their accredited jobs. And specifically...

Utilização de duas metodologias de cálculo da estimativa da incerteza de medição citadas no ISO GUM 95 , para determinação do volume de um vaso padrão usado na calibração de medidores de vazão

Santos Júnior, José Júlio Pinheiro dos; Santo Filho, Dalni Malta do Espírito; Rodrigues, Cláudio Roberto da Costa; Barbosa, Alex Pablo Ferreira; Couto, Paulo Roberto Guimarães; Cinelli, Leonardo Rodrigues
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
106.28%
6 f. : il.; As medidas de capacidade de volume são utilizadas para comercialização de líquidos, para verificação e aprovação de modelos na metrologia legal, para calibração de medidores de vazão e totalizadores de volume, e em outras aplicações. Assim sendo, a medição de volume é um fator importante para a garantia da qualidade de produtos e serviços em muitos processos produtivos, nos ensaios e nas calibrações, tendo importância, em termos financeiros. Instrumentos de baixa qualidade ou inadequados podem causar grandes prejuízos financeiros. Por exemplo, para a produção nacional de petróleo no Brasil, que é próxima de 2 milhões de barris de petróleo diários, se considerarmos um valor de 40 dólares por barril, teremos uma produção estimada de 80 milhões de dólares por dia. Se houver 1% de erro nas medições realizadas com os medidores de vazão, o prejuízo diário será de cerca de 800.000 dólares e o prejuízo anual será de cerca de 290 milhões de dólares[ 1 ]. Este artigo apresenta duas metodologias para o cálculo da incerteza de medição que visam a avaliar a contribuição de cada grandeza na incerteza final do volume. Ambas as metodologias são mencionadas no ISO- GUM 95 [2]. A primeira delas é a analítica ( um processo que calcula as incertezas através de derivadas parcias ); a outra é a metodologia numérica ( um processo que é mencionado com mais ênfase pelo EURACHEM – 2000 [3]...

Estimativa da incerteza de medição na avaliação da eficiência de células a combustível segundo as recomendações do ISO GUM 95 e o método de simulação de Monte – Carlo

Oliveira, Sérgio Pinheiro de; Rocha, Adriana da Cunha; Couto, Paulo Roberto Guimarães; Trota Filho, Jorge
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
116.19%
5 f. : il.; É apresentada a comparação dos resultados das estimativas da incerteza de medição, para o mensurando “eficiência energética da célula a combustível”, obtidos pelos modelos de cálculo previstos no ISO GUM 95, EURACHEM e por Monte-Carlo.

Expressão da Incerteza de Medição na Calibração : versão brasileira da publicação EA-4/02; EA-4/02 Expression of the Uncertainty of Measurement in Calibration

Inmetro, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
116.23%
35 f. : il.; Este documento estabelece os princípios e os requisitos para a avaliação da incerteza de medição em calibração e para a declaração desta incerteza em certificados de calibração. O tratamento é mantido em um nível geral para atender a todos os campos de calibração. O método esboçado poderá ser complementado por recomendações mais específicas para diferentes campos, para tornar a informação mais prontamente aplicável. No desenvolvimento de tais guias suplementares os princípios gerais estabelecidos neste documento devem ser seguidos para assegurar a harmonização entre os diferentes campos.

Suplemento 1 ao EA-04/02 Expressão da Incerteza de Medição na Calibração : exemplos; Supplement 1 to EA-4/02 Expression of the Uncertainty of Measurement in Calibration : examples

Inmetro, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
116.18%
36 f. : il.; Este trabalho possui exemplos que foram escolhidos para demonstrar o método para avaliar a incerteza de medição. Exemplos mais típicos e representativos baseados em modelos apropriados devem ser desenvolvidos por grupos de trabalho especiais nas diferentes áreas. Contudo, os exemplos aqui apresentados fornecem uma orientação geral sobre como proceder.

Estudo de padrões e estabelecimento da melhor capacidade de medição do lapre/Inmetro na faixa de 1,4 kPa a 7 MPa

Cinelli, Leonardo Rodrigues; Couto, Paulo Roberto Guimarães; Oliveira, Luiz Henrique Paraguassú de; Soares, Rodrigo Sousa
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
106.39%
3 f. : il.; O Lapre/Inmetro vem realizando estudos ao longo dos últimos 18 anos, com o objetivo de conhecer o comportamento dos seus padrões de pressão. Estes estudos têm a finalidade possibilitar a otimização e ratificação da melhor capacidade de medição dos serviços realizados pelo laboratório, como também auxiliam na definição do período de validade dos certificados de calibração dos seus padrões. A metodologia para a estimativa da incerteza de medição recomendada pelo ISO GUM 95 apresenta as seguintes limitações: linearização do modelo, suposição da normalidade do mensurando e o cálculo do grau de liberdade efetivo da incerteza combinada. Objetivando superar estas limitações, a simulação numérica pelo método de Monte Carlo [5,6] é aplicada para a avaliação da incerteza de medição. Desta forma, o artigo apresenta o acompanhamento das características metrológicas dos padrões de pressão na faixa de 1,4 kPa a 7 MPa ao longo do tempo e a sua influência na estimativa da melhor capacidade de medição do Lapre/Inmetro. O trabalho também apresenta a comparação entre os métodos clássico (ISO GUM 95) e de Monte Carlo para a determinação da estimativa da incerteza aplicados na comprovação da melhor capacidade de medição do laboratório na faixa de 1...

A validação de um programa para o cálculo da estimativa de incerteza de medição pelo método de monte carlo

Damasceno, Jailton Carreteiro; Couto, Paulo Roberto Guimarães
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
106.28%
4 f. : il.; São apresentados os resultados da validação de um programa desenvolvido no Inmetro para o cálculo da estimativa da incerteza de medição pelo método de Monte Carlo. A validação foi realizada a partir da comparação dos resultados obtidos pelo programa desenvolvido no Inmetro com os resultados provenientes da aplicação do software comercial Crystal Ball. Os dois programas de cálculo foram aplicados aos seguintes casos: medição de uma força, medição de pressão com um manômetro digital de pistão e na medição de pressão por intermédio de uma balança de pressão.

Utilização do picnômetro de reischauer para melhorar os resultados da estimativa de incerteza de medição de massa específica

Lima, Leandro Santos; Santos Júnior, José Júlio Pinheiro dos; Santo Filho, Dalni Malta do Espírito
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
106.28%
4 p. : il.; Neste artigo será apresentado o procedimento para calibração de um picnômetro do tipo Reischauer. Ele é muito utilizado para medição de líquidos viscosos e voláteis. Sua calibração é mais trabalhosa do que de outros picnômetros, tais como o Gay-Lussac e o Hubbard. Porém, será mostrado também que a estimativa da incerteza de medição da massa específica do líquido utilizado e, conseqüentemente, a melhor capacidade de medição do laboratório, melhorarão.

Uma metodologia para redução de incertezas em sistema de medição de vazão de óleo e gás

Araújo, João de Deus Freire de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
106.3%
The objective of this research is to discuss about the need for implementation of new alternatives for the implementation on the metrological control: on the findings of initial and subsequent measurements, the control procedures of measurement uncertainty applied in assessing the loss or remains found in handling operations of bulk liquids, when used turbine meters used in measuring the tax on the business of Petrobras, due to the current environment of legal metrology and scientific, both domestic and international. We aim, with these alternatives: standardizing the minimization of random and systematic errors, the estimate of the remaining errors, as well as the management control of metrological calibration procedures, control of measurement uncertainty, and contribute to the change in the form of performance of legal metrology and scientific disseminating new information to change management of metrological control, objectively focused on aspects of supervision in implementing these activities in the control of the uncertainties of measurement used in our processes in the fiscal measurement system Petrobras. Results are presented, information and comments on the influence of measurement uncertainty in the current results of the fiscal and transfer of custody. This will emphasize the need...

Estimativa da incerteza do resultado de medição da massa específica de um óleo diesel conforme recomendações do ISO GUM 95 e o método de simulação de Monte - Carlo

Couto, Paulo Roberto Guimarães; Borges, Renata Martins Horta; Souza, Athanagilde de Paula; D'Ávila, Luiz Antônio; Antunes, Adelaide Maria de Souza
Fonte: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia Publicador: Inmetro - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia
Tipo: Trabalho apresentado em evento / Paper
POR
Relevância na Pesquisa
106.42%
4 f. : il.; O ISO GUM 95, objetiva de maneira geral a harmonização da metodologia do cálculo da estimativa da incerteza de um resultado de medição. O EURACHEM/CITAC Quantifying Uncertainty in Analytical Measurement –Second Edition -2000, baseado no ISO GUM 95 , apresenta também duas outras formas alternativas para a combinação das incertezas padrão. Na aplicação destas duas metodologias não se realiza o cálculo dos coeficientes de sensibilidade do mensurando em relação a cada fonte de entrada. O modelo da estimativa de incerteza medição citado no ISO GUM 95 apresenta algumas limitações como: Linearização do Modelo, Suposição da normalidade do mensurando, Cálculo dos graus de liberdade efetivo [1]. Objetivando superar estas limitações do ISO GUM 95, surge a simulação de Monte - Carlo para a avaliação da incerteza de medição [1]. A medição com boa exatidão da massa específica de petróleo e seus derivados é necessária para a conversão de volumes medidos para volumes ou massas, ou ambos, numa temperatura de referência durante o processo de transferência de custódia [10]. Este artigo tem por objetivos apresentar os valores da incerteza do resultado de medição da massa específica de um óleo diesel seguindo os modelos do ISO GUM 95...